O que há de Novo?
Fórum Outer Space - O maior fórum de games do Brasil

Registre uma conta gratuita hoje para se tornar um membro! Uma vez conectado, você poderá participar neste site adicionando seus próprios tópicos e postagens, além de se conectar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada!

  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

A aversão do brasileiro a aprender inglês

Geo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.099
Reações
11.574
Pontos
629
Mesmo em Paris é uma foda, me virei melhor com o espanhol lá do que com inglês
Realmente eles não tinham boa vontade. Eu quebrava o gelo com o bom e velho "Excusez moi, je ne parle pas bien français. Vous parlez anglais?" ou combinações disso. Depois saía falando inglês. Francês é chato com formalismo, normalmente as pessoas ficavam melhor dispostas do que sair falando inglês direto.
 


Silent Len

Bam-bam-bam
Mensagens
4.615
Reações
4.126
Pontos
304
Inglês não adianta ir na aula e depois que acabar fechar o livro, tem que usar todo dia nem que seja pra ver filme legendado. Quando você sonha pelo menos uma vez por semana em inglês já está afiado.

A minha crítica sobre o idioma é que não dá pra exigir fluência aqui no Brasil por razões óbvias, mesmo que as escolinhas tentem vender o sonho do inglês pra abrir portas e empresas coloquem o "inglês fluente" nos seus anúncios. Logo menos é o chinês que vai entrar nessa, vai vendo...
 

tela_azul

Supra-sumo
Mensagens
669
Reações
1.237
Pontos
174
Todo lugar que visitei era assim na verdade, não me parece coisa de brasileiro
E francamente, fora de um ambiente de estudos de idiomas, pelo menos pra mim, é bastante estranho usar outro idioma, do tipo, usar ingles pra falar com um brasileiro, só se tiver um estrangeiro na conversa ou coisa assim.
Coreanos também não falam ingles entre os mesmos só por pratica fora de um ambiente de estudos
japoneses tambem nunca vi
e por ai vai.
nem fazem questão de estarem corretos, só de serem compreendidos
 

CherryMoon

Bam-bam-bam
Mensagens
802
Reações
2.451
Pontos
283
Nossa quem me dera minha pronuncia ser boa, eu pareço até o Joel Santana:lolwtfe se eu soubesse pronunciar direitinho eu não teria vergonha nenhuma, aprendi inglês sozinha ouvindo música, vendo filmes, lendo posts na net, etc... Gostaria muito de fazer um curso só pra aprender a conversar
 

eddyeddy

Bam-bam-bam
Mensagens
829
Reações
2.039
Pontos
283
Até aqui na seção de consoles tem nego que chora quando jogo não é dublado ou legendado em PT-HUE.
 

avitima

Bam-bam-bam
Mensagens
6.697
Reações
2.138
Pontos
469
Dei aulas para o curso de letras inglês aqui da Ufes com professor substituto esse ano por dois semestres. Aprendi bastante sobre o inglês na escola e sobre pronúncia tb. Não sei inglês fluente só aquilo de video game o basicão. Uma coisa que aprendi é que ele tem uma variação linguística muito grande e é a língua que 80% dos falantes não são nativos. Assim a pronúncia é bem relativa é até aceita a "errada" em situações reais de uso da língua. Meus alunos e mostraram um artigo que fala que o som do th, aquele que coloca a língua entre os dentes, vai desaparecer até 2050 por aí. Então isso é muito relativo.

Sobre o assunto do tópico, por tb ser da área da educação dei aula de didática para eles e sobre outros temas na área da educação, e nas aulas apontava que a língua estrangeira moderna no passar dos anos e principalmente no século passado, foi perdendo sua carga horária, diminuindo cada reforma educacional até chegar a ser ensinada de uma a duas vezes por semana a partir da quinta série. Isso, somados ao fato do brasileiro não perceber nenhum sentido em estudar uma língua estrangeira, faz com que a galera pouco se importe com isso. Não temos países próximos que fale inglês e livre acesso entre os países como a Europa é por aí vai. Então vamos culpar a educação em primeiro lugar por só ensinar o verbo to be, e tb a formação de professores que pouco faz para mostrar ao professor para além disso. Até as licenciaturas, a maioria é licenciatura português/ inglês, e o pessoal acaba dando ênfase ao português é quando vai dar aula de inglês acaba sendo um desastre por não saber, mesmo formado.

Enviado de meu SM-J701MT usando Tapatalk
 


CloudNine

Bam-bam-bam
Mensagens
5.962
Reações
20.067
Pontos
353
Não saber Inglês é o de menos,fico mais incomodado por nego não saber falar a porra da sua língua materna!!

A cada "mais" no lugar de "mas" que leio e outras barbaridades linguísticas,tenho um mini-infarto.

Saber bem o Português é um facilitador tremendo na hora de aprender outra língua,pois a estrutura básica da oração(Sujeito+Verbos+Predicados+Complementos) é mais ou menos semelhante em grande parte dos idiomas.Então é aquela...Cara sabe nem o PT-BR,muito menos "ingrêis"
 

Piga

Alien Pro-Gear Spec!
VIP
GOLD
Mensagens
9.525
Reações
23.657
Pontos
348
Não saber Inglês é o de menos,fico mais incomodado por nego não saber falar a porra da sua língua materna!!

A cada "mais" no lugar de "mas" que leio e outras barbaridades linguísticas,tenho um mini-infarto.
193725.jpg
 

Unstoppable

Bam-bam-bam
Mensagens
642
Reações
2.543
Pontos
283
Ontem estava assistindo TV, aí mostrou um morador dos confins do Paquistão, vivendo no meio das montanhas entre cabras.
O cara parecia um mendigo, todo sujo, barbudo, crtz que fazia sexo com as cabras.
De repente o repórter pergunta ao cara sobre ataque com drones e o maluco responte em inglês fluente!!!
De boa, com exceção do meu irmão mais velho eu não conheço ninguém ao meu redor que fale inglês.
Me deu uma vergonha.
 

da19x

Bam-bam-bam
Mensagens
2.886
Reações
7.481
Pontos
303
Quanto viralatismo nesse tópico, pqp!

A partir do momento que você não é compreendido falando na pronúncia correta, você é quem está errado, ainda mais estando num país em que o inglês não é idioma oficial.
 

eddyeddy

Bam-bam-bam
Mensagens
829
Reações
2.039
Pontos
283
Realmente eles não tinham boa vontade. Eu quebrava o gelo com o bom e velho "Excusez moi, je ne parle pas bien français. Vous parlez anglais?" ou combinações disso. Depois saía falando inglês. Francês é chato com formalismo, normalmente as pessoas ficavam melhor dispostas do que sair falando inglês direto.

This.

Não lembro de nenhum problema específico com franceses (e trabalhei numa empresa francesa) mas também sempre falo que o mínimo que você tem que saber na língua local é "bom dia" e "obrigado". Reclamar de falta de boa vontade de um estrangeiro sem que você faça sua parte é não saber onde enfiar a cara de pau.

Mas tem um monte de macaco que nem essas 2 expressões básicas se presta a aprender mesmo ficando 12 horas numa porra de avião sem ter outra coisa melhor para fazer.

Mas não é exclusividade de brasileiros. Isso é regra para qualquer povo de sangue ruim.

Aqui em SP você vê chineses, nigerianos, haitianos e bolivianos nas regiões centrais que não fazem questão nenhuma de aprender a porra do português.
 

OSMattOS

Bam-bam-bam
Mensagens
8.730
Reações
14.961
Pontos
353
Façam o teste e perguntem como fala "mundo" e "três" em inglês pra rapazeada que tá no 2o semestre de cursinho de inglês rsrsçrsçrçsçrs
Ahhh, essa é fácil... É word e trii hehehe. Hue.
No colégio a rapaziada escrevia word achando que era world. E tree ou frio ao invés de three
 

tela_azul

Supra-sumo
Mensagens
669
Reações
1.237
Pontos
174
This.

Não lembro de nenhum problema específico com franceses (e trabalhei numa empresa francesa) mas também sempre falo que o mínimo que você tem que saber na língua local é "bom dia" e "obrigado". Reclamar de falta de boa vontade de um estrangeiro sem que você faça sua parte é não saber onde enfiar a cara de pau.

Mas tem um monte de macaco que nem essas 2 expressões básicas se presta a aprender mesmo ficando 12 horas numa porra de avião sem ter outra coisa melhor para fazer.

Mas não é exclusividade de brasileiros. Isso é regra para qualquer povo de sangue ruim.

Aqui em SP você vê chineses, nigerianos, haitianos e bolivianos nas regiões centrais que não fazem questão nenhuma de aprender a porra do português.
Cara, como assim povo de sangue ruim???
americano é oq mais faz isso, entao primeiro achei que tu se referia a pessoal de terceiro mundo, mas os mais folgados nesse sentido são de longe os americanos, dai fiquei confuso auehuea
 

eddyeddy

Bam-bam-bam
Mensagens
829
Reações
2.039
Pontos
283
Cara, como assim povo de sangue ruim???
americano é oq mais faz isso, entao primeiro achei que tu se referia a pessoal de terceiro mundo, mas os mais folgados nesse sentido são de longe os americanos, dai fiquei confuso auehuea

Faz o que?

Trabalhei com poucos americanos mas todos os que encontrei quando vieram para o Brasil no mínimo falavam o básico e alguns faziam questão de conduzir as discussões e conversas em português.

Mas vejo uma porrada de China e Nigeriano no centro que não fala nem "oi" em Pt-br e esses lixos estão aqui a anos.

E esses merdas são assim aqui e em qualquer outro lugar. Na Europa você também vê uma porrada de imigrante que não fala a língua local.
 

tela_azul

Supra-sumo
Mensagens
669
Reações
1.237
Pontos
174
Faz o que?

Trabalhei com poucos americanos mas todos os que encontrei quando vieram para o Brasil no mínimo falavam o básico e alguns faziam questão de conduzir as discussões e conversas em português.

Mas vejo uma porrada de China e Nigeriano no centro que não fala nem "oi" em Pt-br e esses lixos estão aqui a anos.

E esses merdas são assim aqui e em qualquer outro lugar. Na Europa você também vê uma porrada de imigrante que não fala a língua local.
Vieram pra trabalhar
Mas sem brincadeira, o povo mais desgraçado pra isso é americano
acham que todo o mundo tem que saber ingles e ainda reclamam quando vao pra algum lugar e as pessoas nao sabem ingles
era sempre engraçado, o americano geralmente é o unico que nao é bilingue ou trilingue nos paises estrangeiros, quando fazendo um intercambio ou turistando
 

0000000

Bam-bam-bam
Mensagens
4.936
Reações
6.807
Pontos
414
Na verdade eu acho que grande parte da culpa é do sistema de ensino. Tudo acontece ao contrário, muito anti natural (penso isso do ensino em geral)

Nego chega no primeiro dia de aula e ja socam gramatica goela abaixo. Voce nem sabe pra que serve mas ta la uma tabela de tempos verbais. Como eu vou decorar algo que eu nao precisei ainda?

Sem contexto fica dificil absorver. Mas ta, tu vai la e se esforça, decora tudo, estuda acha que ta de boa.

Mas nao percebe que ao mesmo tempo é aceita uma pronuncia de m****. La pela metade do seu aprendizado, ja com um
Razoavel vocabulário, sabendo todos os tempos verbais, voce percebe que pronuncia tudo errado e tem que reaprender a fonetica de tudo, um monte de coisa errada gravada na cabeça. Perda de tempo do c***lho.

Professor de inglês não pode deixar aluno sair da sala falando "dógui" "háusi" "míuk" "lóvi" "ai dídi"

Parece besteira mas é isso que vai fazer voce tropeçar. Se não consegue pronunciar corretamente o básico das palavras não adianta saber estruturação complexa.

Esse ta sendo o meu maior obstaculo aqui. Na prova de nivelação tirei 12/12 em leitura e 7/12 em fala.

E sim, concordo totalmente, tem muito brasileiro em geral acha esnobe quem pronuncia corretamente, eu lembro que sempre fiz isso. Grande erro.

Façam um bem para suas vidas, comecem a pronunciar e incentivar pronuncia correta entre seus amigos, é um habito saudavel que nao custa nada.

E se a pessoa achar esnobe problema é dela, ela que vai quebrar a cara quando for tentar falar com um gringo.
 
Ultima Edição:

bushi_snake

Bam-bam-bam
Mensagens
10.998
Reações
9.192
Pontos
469
Aversão em aprender inglês?
Nah, galera ter aversão em aprender portugues...
Naaaahh, sério mesmo, brasileiro tem aversão em 'aprender' no geral....
 

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
5.356
Reações
17.666
Pontos
353
Nada haver isso que você falou. Seu contexto está fora da realidade.

Caso visse o link que postei, mostrei que a esmagadora maioria dos países possui um inglês ruim, inclusive países desenvolvidos com lingua semelhante a nossa como Itália e Espanha.

Um país desenvolvido com imensa qualidade de vida possui problemas no inglês imagine um país pobre e miserável como o Brasil???
Temos outras prioridades para a educação básica.

Quanto as profissões uma pessoa de Direito, minha área, tem dezenas de prioridades a aprender na frente do inglês.

Só de áreas jurídicas são mais de 20 para você ter uma idéia. Inglês em direito fica bem atrás dessas prioridades.
Quando a pessoa dominar realmente os diversos ramos do direito aí sim.
Só um detalhe: até hoje ninguém conseguiu esse feito. Sim, nenhum jurista manja de todas as áreas da lei plenamente, mesmo aqueles com décadas de estudo.

Tempo é dinheiro. Para aprender inglês precisa-se de tempo e dinheiro. Tempo e dinheiro esse que seria melhor utilizado para quem é da área do direito aprendendo seus diversos ramos. As áreas jurídicas são prioritárias em relação ao inglês.

O mesmo acontece com outras áreas.


Como mencionei anteriormente Japão que é um país que mais depende do comércio exterior em especial com os EUA do qual tem uma ampla dependência (aliás dependência imensa) e tem uma proficiência em inglês medíocre e para falar meu colega... é uma m****, horrível.
O povão japonês em geral manja m**** nenhuma de inglês mas dominam bem seu idioma local e suas diversas escritas.
Quem tem uma boa proficiência em inglês são exatamente as pessoas que trabalham em determinadas áreas em que o inglês é preciso. Mas o povão sabe pouco.
E isso num lugar tido como o top da educação. A diferença da língua não é desculpa pois no Japão as pessoas em média passam o dobro do tempo nas escolas em relação ao Brasileiro. No Brasil a Média é 7,5 anos e no Japão quase 15 Anos.

Ah e bem sem noção os países pobres que você citou que tem um inglês bom:
Africa do Sul um dos seus idiomas oficiais é o inglês é óbvio que sabem melhor lol, foram colônia inglesa por séculos.

Índia idem, o inglês é um dos seus idiomas oficiais, afinal foram colônia inglesa por muito tempo.

Indonésia é praticamente a mesma proficiência que o Brasil. Ambos são baixos em inglês, a Indonésia fica um mísero na frente. Mas a proficiência deles é baixa tb.

Malásia é um país melhor estruturado que o Brasil e principalmente com uma situação social bem superior ao Brasil. Tem méritos sim, pois são mais pobres e menos desenvolvidos que Espanha, França, Itália e japão e tem um inglês melhor. Mas estão décadas na frente do Brasil em desenvolvimento.

"Ah mas mas investir em português, matemática e demais áreas não impede em desenvolver o inglês".

Isso seria o ideal mas é impossível no Brasil hoje e a médio prazo.
Acontece que o país tem recurso finitos e limitados. Existem prioridades na educação à frente do inglês.

Se o Brasil um dia conseguir ficar num nível decente em suas coisas mais básicas aí a história muda.

E lembrando: foi esse o caminho dos países que hoje tem um inglês bom. Você acha que eles priorizaram na educação o inglês de saída???? Claro que não. Foi dado enfase ao inglês depois que se conseguiu um nível satisfatório na educação básica.
Inicialmente foi priorizado a educação em suas áreas mais básicas como a língua nativa, matemática, geografia, história.

Depois que atingiram certo grau de desenvolvimento eles passaram a destinar mais recursos as outras área de menor prioridade entre elas o inglês.

De fato eu escolhi mal os países que citei como exemplo, mas poderia ter falado diversos outros da lista.
O fato da Itália e Espanha estarem relativamente mal colocadas é uma vergonha pra eles e não uma desculpa pra nós.

O que parece lendo o que você diz é que brasileiro não aprende por não ser uma prioridade frente à outras coisas a serem aprendidas e o que ocorre na verdade é que brasileiro não aprende por má vontade e preguiça e ainda torce à cara pra quem aprende e fala corretamente, afinal, "pq eu vou aprender inglês se o gringo nem se esforça pra aprender português?". Essa é a mentalidade do Brasileiro, sempre arranjando desculpas. Nem quem viaja muito ou mora em outro país se preocupa em aprender. Se é assim em outro países? Não sei. Não vivo o dia a dia italiano, por exemplo, mas aqui é assim e é vergonhoso.
Como eu disse, esse seu pensamento não faz sentido hoje em dia. Se a pessoa tiver a mínima vontade, mesmo que ela não tenha tempo, ela para de assistir dublado, sai de casa ouvindo um podcast ou qualquer coisa assim. A internet ta aí.
O ensino no geral no nosso país é muito ruim seja em inglês, português ou matemática, mas não dá pra usar isso como desculpa; pelo o menos pra aprender o básico do idioma.
"Um dia quando melhorar aí sim podemos aprender inglês" soa como "Um dia quando ganhar bem aí sim começo a estudar". Saca?
Eu estou tendo complexo de vira-lata pq considero inglês básico como essencial? Pq acho ruim ter que falar errado?

Não faz sentido.
 
Ultima Edição:

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
5.356
Reações
17.666
Pontos
353
Quanto viralatismo nesse tópico, pqp!

A partir do momento que você não é compreendido falando na pronúncia correta, você é quem está errado, ainda mais estando num país em que o inglês não é idioma oficial.
Inglês é a língua universal. Não há "viralatismo" nenhum em querer falar o BÁSICO corretamente pra poder se comunicar.
Mas parece que aqui o certo é falar errado.
 

arqueiro182

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.222
Reações
67.206
Pontos
553
Ontem estava assistindo TV, aí mostrou um morador dos confins do Paquistão, vivendo no meio das montanhas entre cabras.
O cara parecia um mendigo, todo sujo, barbudo, crtz que fazia sexo com as cabras.
De repente o repórter pergunta ao cara sobre ataque com drones e o maluco responte em inglês fluente!!!
De boa, com exceção do meu irmão mais velho eu não conheço ninguém ao meu redor que fale inglês.
Me deu uma vergonha.

E isso é mais normal do que se imagina na Europa e Oriente médio.

Um taxista Romeno ou Húngaro fala fácil 3 idiomas. Marroquinos ou Jordanianos falam Inglês fluente, boa parte deles (nem vou citar Indianos). Ou ao menos mais que aqui. Curiosamente no Brasil é onde mais se tem escolas de idiomas e onde se menos se falam um 2º idioma. Povo burro e indolente.

Também não conheço quase ninguém que fale Inglês senão um amigo que tem Doutourado e outro que vai entrar no Doutorado e morou 2 anos nos EUA. De resto tive que conversar com um professor de Inglês pessoalmente pois os que se diziam fluentes tinham um Inglês bem abaixo do Intermediário.
 

quid

Bam-bam-bam
Mensagens
3.196
Reações
6.542
Pontos
303
Isso que o op falou é o de menos, não chega nem a ser um problema de tão irrelevante que isso é.

O problema de verdade é que existe ZERO lugares nesse país em que o inglês seja, de fato, necessário pra alguma coisa no dia a dia de um cidadão comum.

A única forma de praticar a pronúncia é se mandar para algum lugar que use a língua inglesa e ficar lá por um tempo, falando inglês 100% do tempo. Fora isso, vc nunca vai ensinar seu cérebro a raciocinar dentro daquela língua.

Enviado de meu Moto Z2 Play usando Tapatalk
Eu tinha um trabalho que eu falava todo dia inglês por telefone com o exterior. Muitas profissões necessitam, recepcionista de hotel, comissário de bordo e etc. O problema é que já hoje em dia a recompensa por falar inglês é baixíssima, os caras te oferecem um salário mixuruca. Uma vez eu vi uma vaga na Catho, pedindo japonês fluente, JAPONÊS, salário R$1.300,00, até dei risada.
 
Ultima Edição:

0000000

Bam-bam-bam
Mensagens
4.936
Reações
6.807
Pontos
414
Esses dias eu fui no mercado e perguntei pra funcionaria onde eu achava jam e ela falou "Jim? O gerente? Voce quer que eu chame ele? "

Ae eu falei "nao, a comida, feita com açúcar e frutas, de passar no pão. Desculpa ae meu sotaque horrivel, dona."
 

da19x

Bam-bam-bam
Mensagens
2.886
Reações
7.481
Pontos
303
Inglês é a língua universal. Não há "viralatismo" nenhum em querer falar o BÁSICO corretamente pra poder se comunicar.
Mas parece que aqui o certo é falar errado.



Ninguém, absolutamente ninguém, é obrigado a falar nenhum outro idioma estando em seu país nativo. É bom aprender um novo idioma? Com certeza! Vai ser útil? Em várias situações. Não discordo. Agora vir cobrar que uma pessoa nativa chegue numa loja no Brasil e peça um produto com nome em inglês pronunciando corretamente, num país em que as pessoas falam em PORTUGUÊS e não inglês é ser muito prepotente. Repito: não é obrigação de ninguém aprender outro idioma que não o nativo. Se isto vai haver consequências na carreira profissional e etc, isto é outro assunto.

O objetivo do idioma é se COMUNICAR. Se não está funcionando, você está errado! Isto não vale somente para brasileiros, mas para qualquer povo no mundo. Se é necessário "falar errado" para que você seja compreendido, que assim o seja. O exemplo que deram do Call of Duty é perfeito (adiciono aqui o do "contra istraique").

Se você for em QUALQUER país, boa parte das pessoas não vão ter nem noção de outros idiomas que não o nativo. Esse número vai diminuir quando se trata do inglês em ALGUNS países, nos quais esse idioma é ensinado como segunda língua desde sempre, mas para por aí.
___
Edit
Isso de querer que as pessoas sejam obrigadas a compreender determinados assuntos acontece muito na ciência. Pesquisadores, ou cientistas, no geral, não fazem o mínimo esforço para se comunicar com aqueles que não são do seu meio (aqueles que não falam o seu "idioma") e depois saem bradando aos quatro ventos que a ciência não é valorizada, que cortaram verba, etc. É um claro exemplo de falta de comunicação entre as partes. Se não entendo o que a pessoa fala, porque vou dar importância a isto? Quem tem mais conhecimento tem a obrigação de se adaptar ao meio em que está. A pessoa menos letrada não vai virar doutora em determinado assunto (assim como "fluente" em outro idioma) em 20 minutos de conversa.
 
Ultima Edição:

Gabjplima

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.595
Reações
10.245
Pontos
654
Muitos brasileiros tem aversão ao português, quanto mais línguas estrangeiras. Isso é ótimo, pq quem tem o domínio, tem mais oportunidades para se dar bem, possui menor concorrência.
 

sux

soteropolitano
GOLD
Mensagens
14.537
Reações
26.060
Pontos
553
confesso que ri ao imaginar o OP pronunciano "Cau ó duti" com sua pronuncua impecável de Minneapolis, Minnesota para o vendedor da loja
 

sparcx86_GHOST

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
26.895
Reações
18.460
Pontos
784
Inglês é a língua universal. Não há "viralatismo" nenhum em querer falar o BÁSICO corretamente pra poder se comunicar.
os caras ainda estão nesta discussão fajuta de cachorro de pedigree x vira latas... eu pensava que já tivessem superado isto.
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
95.383
Reações
209.185
Pontos
979
Até português eu fico com medo de falar certo, pois a gente é zoado. kkkk


Tipo, quando eu quero falar que a pessoa vai ver alguma coisa, eu falo logo ''quando você ver tal coisa'', quando eu deveria falar ''quando você vir tal coisa.''. Uma vez falei assim e me zoaram, falando que ''vir'' é de ''vem.''.
 

_alef_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.925
Reações
18.037
Pontos
553
Primeiro que aqui no Brasil nem português o povo sabe direito. Aliás várias pessoas com curso de nível superior não tem domínio do português básico.
Eu não sei vocês, porém, o vendedor chega e fala
posso ajudar
oia aqui esse tênis dahora. Muito louco, olha este traço. Essas molas aqui ó é boa pra corrida. O pobrema é qui o preçu é mei caro, mas dá pra pacelar.
Meu irmão tem uns amigos que colam aqui. 90% é gíria e português errado. A pessoa não sabe diferenciar este para esse. Não sabe falar problema, fala mais tiu, parça do que o nome da pessoa. As pessoas do curso superior são super interessantes quando se trata de conversar. Fora, os bois bravos que para dizer o menor número de palavras por dia só mexem a cabeça para oi, sim, tchau, não, bom dia, boa noite. Estes são os melhores. Certa vez, um importador de vinho que mora em Nova York em uma entrevista disse que 90% dos brasileiros não sabem falar ou pronunciar o básico do Inglês.

Não culpo os brasileiros, temos uma cultura bem preguiçosa. As pessoas apanham até em questões que envolvam subtração, multiplicação e adição. Imagina ler! Sendo sincero, quantas pessoas que você conhece que leem 5 livros por ano que não envolvam futuro profissional? É complicado. E olha que não estou nem citando aquelas pessoas que tem acesso internet e é Youtube, Twitter, Facebook e jogo de celular. Conheço gente que nem o navegador usa LOL!

Sobre ser metido ou não, nunca se esqueçam que a maioria dos brasileiros são avessos a evolução do vizinho.
 

attempt

Bam-bam-bam
Mensagens
5.634
Reações
851
Pontos
309
Me lembra em uma entrevista que fiz, lá pra 2014

Nome da empresa era Saniti (com y no final, não vou colocar o nome para não aparecer no gugou rs). Aí no meio da entrevista, citei o nome da empresa como Saenid' e a pessoa me corrigiu "Sãníti"

Fiquei com cara de wtf
Ué? É sãniti mesmo. Mas nao teria ênfase na segunda sílaba.
 

matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.848
Reações
13.747
Pontos
674
De fato eu escolhi mal os países que citei como exemplo, mas poderia ter falado diversos outros da lista.
O fato da Itália e Espanha estarem relativamente mal colocadas é uma vergonha pra eles e não uma desculpa pra nós.

O que parece lendo o que você diz é que brasileiro não aprende por não ser uma prioridade frente à outras coisas a serem aprendidas e o que ocorre na verdade é que brasileiro não aprende por má vontade e preguiça e ainda torce à cara pra quem aprende e fala corretamente, afinal, "pq eu vou aprender inglês se o gringo nem se esforça pra aprender português?". Essa é a mentalidade do Brasileiro, sempre arranjando desculpas. Nem quem viaja muito ou mora em outro país se preocupa em aprender. Se é assim em outro países? Não sei. Não vivo o dia a dia italiano, por exemplo, mas aqui é assim e é vergonhoso.
Como eu disse, esse seu pensamento não faz sentido hoje em dia. Se a pessoa tiver a mínima vontade, mesmo que ela não tenha tempo, ela para de assistir dublado, sai de casa ouvindo um podcast ou qualquer coisa assim. A internet ta aí.
O ensino no geral no nosso país é muito ruim seja em inglês, português ou matemática, mas não dá pra usar isso como desculpa; pelo o menos pra aprender o básico do idioma.
"Um dia quando melhorar aí sim podemos aprender inglês" soa como "Um dia quando ganhar bem aí sim começo a estudar". Saca?
Eu estou tendo complexo de vira-lata pq considero inglês básico como essencial? Pq acho ruim ter que falar errado?

Não faz sentido.

Isso se chama prioridade.

E mesmo na educação temos prioridades no aprendizado.

Por isso que temos muito mais aulas de língua portuguesa e matemática do que de inglês. E tb por isso temos mais aulas de física e geografia do que de inglês. Mera prioridade.

Para 99% dos brasileiros o inglês não é uma prioridade.
Ah mas só porque não e prioridade eu vou deixar de aprender???? Claro que não mas você vai deixar ele num segundo plano em prol das prioridades suas.

Dependendo da área de atuação como direito por exemplo, salo quem pretenda fazer uma carreira internacional inglês não tem valor algum na profissão. Isso acontece com 99% da área de atuação de direito.
Para esses 99% eles vão dar prioridade a diversas outras coisas e quando tiver tempo e vontade aí eles vão estudar inglês caso queiram.

Diferente e claro em quem atua numa área em que o inglês tem muito peso. Nesse caso sim a pessoa tem que correr atrás rapidamente.

Por isso que eu disse tudo é uma questão de prioridade. Para mim eu tenho diversas outras prioridades na frente do inglês. Ele praticamente é nulo na minha vida. Por outro lado diversas outras coisas tem um peso elevado para mim e são nessas que eu irei me focar.

Acontece que para esmagadora maioria dos brasileiros o conhecimento em inglês tem um peso nulo nas suas vidas havendo prioridades no aprendizado de diversas outras coisas. Tudo é uma questão de necessidade e prioridade.

E isso acontece em quase todos os demais países inclusive nos desenvolvidos (Japão, Itália, Espanha até França que chega a ser surpreendente conforme o link do meu post anterior).
Apenas a exceção foge a essa regra em que seu cidadão médio tem um bom conhecimento em inglês. E são em geral países desenvolvidos ou pelo menos muito mais desenvolvidos que o Brasil.
 
Topo Fundo