O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

A glamourização do subemprego no Brasil atual.

Elijah Kamski

Bam-bam-bam
Mensagens
5.202
Reações
11.612
Pontos
353
Todo emprego é justo, com algumas exceções, mas se percebe uma crescente forte no romanismo de profissões consideradas subemprego atualmente, até fazendo uma comparação com antes. Profissões ditas como piores viraram quase 'os novos 'empreendedores', sendo que sempre existiram e grande parte nunca foram a escolha dos profissionais em questão, mas uma necessidade.


Não vejo um futuro tão promissor nesse aspecto.

 


ME110

Bam-bam-bam
Mensagens
8.065
Reações
8.224
Pontos
429
Existe isso, porque, o povo ainda mora com os pais......ou esta ligado financeiramente aos pais.....
Vendido para os Jovens que isso é uma solução permanente, sabemos que ela não é, a longo prazo as pessoas morrem, e você fica numa sinuca de bico financeira.

Quanto ao exército eu discordo de ser uma porcaria, foi por causa de meus anos no EB que consegui bancar minha formação, nada vem de graça na vida.
Ou melhor....de graça só problemas.

Abraço a todos.
 

Baneman

Discípulo de São Jorge
VIP
Mensagens
14.779
Reações
25.085
Pontos
553
Sei lá velho.

Se tu não quer ter subemprego, vai se especializar, estudar. Ou dê sorte de ter espírito empreendedor ou de conhecer alguém importante.

Não é como se tivesse emprego bom pra todo mundo, óbvio que alguém vai ter que fazer essas coisas.

Enviado de meu SM-G9600 usando o Tapatalk
 


Bonk

Bam-bam-bam
Mensagens
2.023
Reações
6.293
Pontos
278
Isso se resume a mentalidade pobre do brasileiro que acha que ganhar dinheiro é fácil.
Existe uma infinidade de profissões que pagam mais que essas das imagens ai, são canseiras? Sim, porem dinheiro é dinheiro em qualquer lugar.
Pergunta se alguém quer ser instalador de ar-condicionado? Moto Boy? Pedreiro? Eletricista?
Amigo meu moto boy tá tirando 6-8k mês, antes trabalhava para uma mulher, juntou dinheiro comprou o ponto agora tem a clientela dele e um monte de corrida (Não é moto boy de pessoas, é de produtos).

Pergunta se a galera pensa um pouco e tenta fazer algo diferente? Só quer reclamar da vida e ficar na internet, geração pão com b*sta.
Nosso pais tá um lixo, mais hoje nunca vivemos como sociedade uma situação tão favorável para o ascensão dos pobres.
 

trunks_ssj

Bam-bam-bam
Mensagens
3.600
Reações
4.518
Pontos
314
Olha que no meu tempo de jovem eu queria muito um "subemprego" no exército e mesmo insistindo, não consegui. Pena que não tinha essa gama de aplicativos naquela época, teria me ajudado a bancar uns cursos, que eu demorei muito tempo até poder fazer.
 

Dr. Pregos

Xbox Power!
GOLD
Mensagens
19.700
Reações
68.714
Pontos
553
Isso se resume a mentalidade pobre do brasileiro que acha que ganhar dinheiro é fácil.
Existe uma infinidade de profissões que pagam mais que essas das imagens ai, são canseiras? Sim, porem dinheiro é dinheiro em qualquer lugar.
Pergunta se alguém quer ser instalador de ar-condicionado? Moto Boy? Pedreiro? Eletricista?
Amigo meu moto boy tá tirando 6-8k mês, antes trabalhava para uma mulher, juntou dinheiro comprou o ponto agora tem a clientela dele e um monte de corrida (Não é moto boy de pessoas, é de produtos).

Pergunta se a galera pensa um pouco e tenta fazer algo diferente? Só quer reclamar da vida e ficar na internet, geração pão com b*sta.
Nosso pais tá um lixo, mais hoje nunca vivemos como sociedade uma situação tão favorável para o ascensão dos pobres.
Eu até comentei em algum tópico aqui na OS sobre o técnico de Ar Condicionado aqui do meu trampo tirar uns 3K só aqui no prédio e fim de semana tirar uns 2k fazendo bico de instalação e manutenção nos FDS. Porém a galerinha tem asco de pensar em um emprego assim.
 

lorenço

Bam-bam-bam
Mensagens
13.348
Reações
9.571
Pontos
489
são considerados sub empregos pro jovem dinamico q fez faculdade na uniesquina financiada pelo pro uni, não aprendeu b*sta nenhuma e acha que deveria ser "lider" ou gerente.

quem precisa simplesmente trabalha e não fica dando nomes as coisas
 

Freturn

Bam-bam-bam
Mensagens
1.098
Reações
4.097
Pontos
278
Tenho alguns amigos que entraram no exercito sem querer, cresceram fazendo provas ridículas de fáceis e hoje recebem salários razoáveis para ficar coçando o saco o dia inteiro.
Até onde sei exército não tem como estabilizar ou fazer carreira como alistado. É 7 anos (acho que agora é 8) como temporário e depois leva um PNR (pé no rabo).
E até pra ser indicado para um curso de cabo ou Sargento temporário é por indicação, ou seja, tem que puxar o saco de um superior.
Tem aqueles que estabilizam mas é na peixada, um taifeiro ou motorista de general, mas aí o cara fica como cabo uma eternidade e quando tá quase no fim da vida é promovido a 3º sargento e morre nisso.
Agora se for concurso via ESA e outras vias aí o cara faz carreira. Mas se for como praça vai morrer pra se promovido tendo em vista o interstício ridículo pra praça.
 
Ultima Edição:

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.783
Reações
9.755
Pontos
303
Onde está a romatização? Só estou vendo chacota e ressentimento.

E a popularização dessa catgoria é meramente reflexo de um país em plena decadência social e econômica: a indústria, o Brasil que nos anos 90 e 2000 atraiu capital estrangeiro, atraiu empresas e teve crescimento da indústria, hoje está vendo empresas saindo, falindo e o emprego formal caindo de forma alarmante.

Qual seria a sugestão? Criar um monte de "benefícios" pra melhorar a situação dos "subempregos"? Isso provavelmente só faria o Uber e cia sumirem do país. Melhor é remover barreiras para os empresários para que os mesmos tenham condição de se instalar e criar empregos. Aumentando a oferta de empregos, a concorrência por profissionais aumenta e consequnetemente as condições de trabalho acompanham, pois as empresas teriam que disputar profissionais oferecendo melhores salários e condições.
 

dknightg

Veterano
Mensagens
477
Reações
318
Pontos
129
Na realidade as pessoas querem ganhar muito e fazendo muito pouco , o que no mundo real não existe ( a não ser que você seja uma mulher muito gostosa , faça programa por 500 reais a hora e faz uns videos para punheteiros no Onlyfans) , porque até sendo empreendedor e tendo uma sacada legal você pode ganhar muito dinheiro mas esquece o fazendo pouco.
Discordo do Exército ser citado como sub emprego , um recruta em média tirando um salário mínimo e depois de engajado como Efetivo Profissional passa a receber em média de R$1.700 que é em tese o salário médio do brasileiro , empregos comuns e com pouca qualificação estão pagando isso e o Soldado EP pode ficar até 8 anos , nesses 8 anos pode tentar a prova da ESA durante 6 anos ( dos 18 até os 24) e Espcex ( dos 17 até 22 anos).
A faixa salarial de um sargento está atualmente : R$3.825 ( Terceiro) , R$4.770 ( Segundo) e R$5.483 ( Primeiro) , o que para um país como o nosso não é a remuneração dos sonhos , mas está muito acima da média da maioria dos brasileiros e fora a estabilidade.
Agora , se aquele recruta de 18 anos estudar firme até os 22 anos ( tem 5 anos para passar na prova) e passar em algum concurso para oficial , o aspirante tira R$6.993 e os oficiais intermediários e superiores recebem em média de 8 até 10 mil.
Se ganhar em média uns 10 mil for Subemprego , então não sei o que é emprego de verdade pois só vai custar tempo de estudo e esforço físico/psicológico. ( e convenhamos o expediente é mamatinha : de 7 as 8 é o TFM , de 8 até 16hrs é o expediente-na sexta sai 12-13hrs e de vez em nunca uma escalinha de serviço 24hrs - só vai sangrar na escala se for recruta)
 
Ultima Edição:

lorenço

Bam-bam-bam
Mensagens
13.348
Reações
9.571
Pontos
489
Na realidade as pessoas querem ganhar muito e fazendo muito pouco , o que no mundo real não existe ( a não ser que você seja uma mulher muito gostosa , faça programa por 500 reais a hora e faz uns videos para punheteiros no Onlyfans) , porque até sendo empreendedor e tendo uma sacada legal você pode ganhar muito dinheiro mas esquece o fazendo pouco.
Discordo do Exército ser citado como sub emprego , um recruta em média tirando um salário mínimo e depois de engajado como Efetivo Profissional passa a receber em média de R$1.700 que é em tese o salário médio do brasileiro , empregos comuns e com pouca qualificação estão pagando isso e o Soldado EP pode ficar até 8 anos , nesses 8 anos pode tentar a prova da ESA durante 6 anos ( dos 18 até os 24) e Espcex ( dos 17 até 22 anos).
A faixa salarial de um sargento está atualmente : R$3.825 ( Terceiro) , R$4.770 ( Segundo) e R$5.483 ( Primeiro) , o que para um país como o nosso não é a remuneração dos sonhos , mas está muito acima da média da maioria dos brasileiros e fora a estabilidade.
Agora , se aquele recruta de 18 anos estudar firme até os 22 anos ( tem 5 anos para passar na prova) e passar em algum concurso para oficial , o aspirante tira R$6.993 e os oficiais intermediários e superiores recebem em média de 8 até 10 mil.
Se ganhar em média uns 10 mil for Subemprego , então não sei o que é emprego de verdade.
e tem outro detalhe.

a relação responsabilidade/trabalho e remuneração é infinitamente melhor que de um atendente de call center ou bancário por exemplo, que vivem com a nuvem negra de metas e cobranças na cabeça o dia todo.

se botar isso na balança o salário está bem razoável
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.472
Reações
7.050
Pontos
303
Onde está a romatização? Só estou vendo chacota e ressentimento.

E a popularização dessa catgoria é meramente reflexo de um país em plena decadência social e econômica: a indústria, o Brasil que nos anos 90 e 2000 atraiu capital estrangeiro, atraiu empresas e teve crescimento da indústria, hoje está vendo empresas saindo, falindo e o emprego formal caindo de forma alarmante.

Qual seria a sugestão? Criar um monte de "benefícios" pra melhorar a situação dos "subempregos"? Isso provavelmente só faria o Uber e cia sumirem do país. Melhor é remover barreiras para os empresários para que os mesmos tenham condição de se instalar e criar empregos. Aumentando a oferta de empregos, a concorrência por profissionais aumenta e consequnetemente as condições de trabalho acompanham, pois as empresas teriam que disputar profissionais oferecendo melhores salários e condições.
Bem isso mesmo.

Os "empregos" cada vez mais escassos. Salários achatados e vc cada vez mais tendo que se humilhar para manter o seu belo salário de 2k por mês pois tem centenas lá fora querendo o seu lugar.

Eu mesmo pedi pra sair do meu emprego e pretendo fazer entregas na de carro. Se eu ganhar a mesma coisa que antes, mesmo trabalhando mais. Pelo menos não vou ter que bajular ninguém.
 

MobiusRJ

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.121
Reações
21.876
Pontos
584
Onde está a romatização? Só estou vendo chacota e ressentimento.

E a popularização dessa catgoria é meramente reflexo de um país em plena decadência social e econômica: a indústria, o Brasil que nos anos 90 e 2000 atraiu capital estrangeiro, atraiu empresas e teve crescimento da indústria, hoje está vendo empresas saindo, falindo e o emprego formal caindo de forma alarmante.

Qual seria a sugestão? Criar um monte de "benefícios" pra melhorar a situação dos "subempregos"? Isso provavelmente só faria o Uber e cia sumirem do país. Melhor é remover barreiras para os empresários para que os mesmos tenham condição de se instalar e criar empregos. Aumentando a oferta de empregos, a concorrência por profissionais aumenta e consequnetemente as condições de trabalho acompanham, pois as empresas teriam que disputar profissionais oferecendo melhores salários e condições.
Emprego bom para o autor to texto é o cara ganhar 1 mil reais - descontos e sofrer humilhação de empregador. Tenho muito ex-colega de trabalho q preferiu partir para esse tipo de "subemprego" e não pensa mais em trabalhar para os outros (mesmo com diversos convites).

Texto típico de gente q não está nas ruas vendo a realidade.
 

dknightg

Veterano
Mensagens
477
Reações
318
Pontos
129
e tem outro detalhe.

a relação responsabilidade/trabalho e remuneração é infinitamente melhor que de um atendente de call center ou bancário por exemplo, que vivem com a nuvem negra de metas e cobranças na cabeça o dia todo.

se botar isso na balança o salário está bem razoável
Até porque vai da sua especialização , se o sargento é mecânico só vai ficar na garagem , se é infante vai ficar naqueles cursos maluco e dando instrução , se é intendente vai ficar no administrativo, se é de saúde e trabalha em hospital militar vai ficar em algum ambulatório ou clínica. Sem enxeção de saco , sem ter que se preocupar com meta e só fazer o seu trabalho no que se especializou.
Ao invés de ter feito faculdade enquanto era recruta e ter ido pra iniciativa privada depois de 5 anos , eu me arrependo amargamente de não ter transferido meu tempo e dinheiro para passar em um concurso desses.
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.472
Reações
7.050
Pontos
303
Emprego bom para o autor to texto é o cara ganhar 1 mil reais - descontos e sofrer humilhação de empregador. Tenho muito ex-colega de trabalho q preferiu partir para esse tipo de "subemprego" e não pensa mais em trabalhar para os outros (mesmo com diversos convites).

Texto típico de gente q não está nas ruas vendo a realidade.
Problema nem é o empregador. Empregador nem sabe que vc existe (pelo menos no meu caso que só trabalhei em empresa grande). Problema é o encarregadozinho semi analfabeto que tá lá por puro nepotismo, mesmo sabendo que é um bost@, vive com o nariz empinado e desfazendo de todos os que não bajulam ele. E com essa crise que vivemos, a quantidade desses (tanto os chefes qto os bajuladores) só aumentam. O cara é tão ignorante que não para um minuto pra perceber que a galera que bajula ele acha ele um bost@ e só fazem isso por algum interesse. Trabalhei com gente que era odiado até pela própria família e vizinhos, mas como era chefe e era bajulado, ele se achava o queridão da galera. Daí sempre que tinha alguém que tratava ele "normal", ele achava que tinha algum problema e tratava de queimar o cara.

Daí, quem não tem paciência e saco pra entrar no jogo pq não tem sangue de barata larga o fod@ se e vai pro "subemprego" vender bandeja de ovo de porta em porta.
 

Akita

Bam-bam-bam
Mensagens
5.041
Reações
7.755
Pontos
353
Onde está a romatização? Só estou vendo chacota e ressentimento.


E a popularização dessa catgoria é meramente reflexo de um país em plena decadência social e econômica: a indústria, o Brasil que nos anos 90 e 2000 atraiu capital estrangeiro, atraiu empresas e teve crescimento da indústria, hoje está vendo empresas saindo, falindo e o emprego formal caindo de forma alarmante.


Qual seria a sugestão? Criar um monte de "benefícios" pra melhorar a situação dos "subempregos"? Isso provavelmente só faria o Uber e cia sumirem do país. Melhor é remover barreiras para os empresários para que os mesmos tenham condição de se instalar e criar empregos. Aumentando a oferta de empregos, a concorrência por profissionais aumenta e consequnetemente as condições de trabalho acompanham, pois as empresas teriam que disputar profissionais oferecendo melhores salários e condições.

Indústria no Brasil era bem acima da média uns anos atrás. A automobilística então, PLR, seguros, etc.

Em SC ainda tem bastante, mas cada vez perde mais espaço pra terceirização e automação. Inteligência artificial chegando forte na WEG e outras.
 

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.783
Reações
9.755
Pontos
303
Indústria no Brasil era bem acima da média uns anos atrás. A automobilística então, PLR, seguros, etc.

Em SC ainda tem bastante, mas cada vez perde mais espaço pra terceirização e automação. Inteligência artificial chegando forte na WEG e outras.
O meu ponto é que os cabeças de bagre de Brasília acham vão melhorar as condições de trabalho com mais leis e mais sindicalização. Pra eles é muito fácil e bonito fazer discurso e depois dizer que "lutaram" por uma lei que exige piso salarial e benefícios da CLT pra motorista de Uber, ou coisa assim....mas a real é que nas ruas esse tipo de coleira no pescoço do empresário fez as empresas fecharem, encolherem e as pessoas acabam perdendo emprego e vivendo pior. Quem não perde o emprego vai se sujeitando a receber cada vez menos pois tem fila de gente pra tomar seu lugar.

A indústria automobilística é um bom exemplo: de que adianta ter benefício fiscal, sindicato forte, um monte de benefícios, etc....se o Brasil está em recesso, as pessoas não tem dinheiro pra comprar carro, e com empresas fechando as portas e reduzindo custos, também param de comprar frotas de veículos? A Ford fechou o portão e zarpou, a 3M também, a Sony também.....economia estagnada, excesso de pessoas formadas....esses "subempregos" é o que está pondo comida na mesa de muita gente, se foder com isso a situação vai ficar muito pior e muito rápido, essa que é a verdade.
 

Jolteon

Evolução elétrica do Eevee
GOLD
Mensagens
3.969
Reações
7.261
Pontos
303
O problema maior é a mentalidade do brasileiro. Essa ideia de que "tá trabalhando tá bom". Leva chicotada nas costas e ainda fala que "se tá trabalhando, tá bom". Se assemelha aos servos do feudalismo, que pensavam "trabalho de graça pro cara, mas pelo menos tenho onde dormir". Com essa mentalidade, o brasileiro médio, que é, de forma geral, acomodado, acaba se fodendo e fodendo as próximas gerações. Não procura nada melhor, nem se quer estudar, afinal "tá trabalhando, tá bom".

Essa mentalidade se aplica tanto ao empregador (que abusa disso moralmente através do famoso "Não tá satisfeito pede a conta") e ao empregado (que amarra o burro na sombra ali pro resto da vida).
 

Jolteon

Evolução elétrica do Eevee
GOLD
Mensagens
3.969
Reações
7.261
Pontos
303
O meu ponto é que os cabeças de bagre de Brasília acham vão melhorar as condições de trabalho com mais leis e mais sindicalização. Pra eles é muito fácil e bonito fazer discurso e depois dizer que "lutaram" por uma lei que exige piso salarial e benefícios da CLT pra motorista de Uber, ou coisa assim....mas a real é que nas ruas esse tipo de coleira no pescoço do empresário fez as empresas fecharem, encolherem e as pessoas acabam perdendo emprego e vivendo pior. Quem não perde o emprego vai se sujeitando a receber cada vez menos pois tem fila de gente pra tomar seu lugar.

A indústria automobilística é um bom exemplo: de que adianta ter benefício fiscal, sindicato forte, um monte de benefícios, etc....se o Brasil está em recesso, as pessoas não tem dinheiro pra comprar carro, e com empresas fechando as portas e reduzindo custos, também param de comprar frotas de veículos? A Ford fechou o portão e zarpou, a 3M também, a Sony também.....economia estagnada, excesso de pessoas formadas....esses "subempregos" é o que está pondo comida na mesa de muita gente, se foder com isso a situação vai ficar muito pior e muito rápido, essa que é a verdade.
Você tem toda a razão. O problema é muito mais estrutural. Longe de mim achar que empresário é "bonzinho" e que direitos são coisa de "vagabundo", mas de nada adianta todos os direitos do mundo se o Brasil está nessa situação de m****.

E a tendência é piorar. Outras montadoras grandes já ameaçaram sair, e a inflação está fora de controle (só um otário pra acreditar em IPCA).
 

konata

Pior user da OS
VIP
Mensagens
5.390
Reações
15.631
Pontos
338
Ninguém escolhe se submeter a subemprego, é o que tem na mesa. Fica fácil pra galera que nasceu em família abastada, estudando em colégio particular falar que o brasileiro é mal acostumado com subempregos, muitas pessoas não possuem instrução ou criam filhos ao mesmo tempo que estudam. Mas cada caso é um caso.
Bem isso mesmo.

Os "empregos" cada vez mais escassos. Salários achatados e vc cada vez mais tendo que se humilhar para manter o seu belo salário de 2k por mês pois tem centenas lá fora querendo o seu lugar.

Eu mesmo pedi pra sair do meu emprego e pretendo fazer entregas na de carro. Se eu ganhar a mesma coisa que antes, mesmo trabalhando mais. Pelo menos não vou ter que bajular ninguém.
Eu estava muito interessado em fazer entregas com meu carro também mas tomei um balde de água fria quando vi uma galera falando que não valia mais a pena por pagar pouco e ser um sistema quebrado (Loggi e MercadoEntregas, no caso), mas sei lá, o povo gosta de reclamar de tudo, você já deu uma pesquisada sobre isso?
 

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
1.472
Reações
7.050
Pontos
303
Ninguém escolhe se submeter a subemprego, é o que tem na mesa. Fica fácil pra galera que nasceu em família abastada, estudando em colégio particular falar que o brasileiro é mal acostumado com subempregos, muitas pessoas não possuem instrução ou criam filhos ao mesmo tempo que estudam. Mas cada caso é um caso.

Eu estava muito interessado em fazer entregas com meu carro também mas tomei um balde de água fria quando vi uma galera falando que não valia mais a pena por pagar pouco e ser um sistema quebrado (Loggi e MercadoEntregas, no caso), mas sei lá, o povo gosta de reclamar de tudo, você já deu uma pesquisada sobre isso?
Tudo que vc pesquisar vai ver a galera reclamando. Mas todo mundo continua lá.


Juntei uma grana, mais a recisão + FGTS e vou comprar uma Fiorino pra agregar. Moro perto da br116 e tem várias empresas agregando. Meu irmão até pouco tempo atrás tava nessa e tava tirando razoável e achando bom. Só saiu pq arrumou um trampo de supervisor numa multinacional.
 

konata

Pior user da OS
VIP
Mensagens
5.390
Reações
15.631
Pontos
338
Tudo que vc pesquisar vai ver a galera reclamando. Mas todo mundo continua lá.


Juntei uma grana, mais a recisão + FGTS e vou comprar uma Fiorino pra agregar. Moro perto da br116 e tem várias empresas agregando. Meu irmão até pouco tempo atrás tava nessa e tava tirando razoável e achando bom. Só saiu pq arrumou um trampo de supervisor numa multinacional.
Eu estava pensando em fazer no meu uno mille mesmo, rebater os bancos e plau. Você vai trabalhar para as empresas ou de forma autônoma pelo ML e Loggi? Tem uma expectativa de quanto vai tirar?
 
Topo Fundo