O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Algum user já te fez mudar de opinião sobre um assunto? [Mais amor, menos ódio]

Gabᧉ

Bam-bam-bam
Mensagens
1.169
Reações
1.231
Pontos
203
Acompanho os bastidores do fórum (pasta moderadores) há um tempo e quase sempre vejo users sendo banidos pelo mesmo motivo: Debater com colegas de ideologia diferente e perder a cabeça e sair despirocando tudo em cima do mesmo.
Boa parte da internet é uma bolha filtrada com nossos ideais. Raramente nos deparamos com opiniões contrárias, o algoritmo do Google, Youtube, Facebook e outras mídias não ajudam. Quase uma distopia a là Orwell(tá, não é pra tanto).

Fóruns de internet são uns dos poucos lugares sem filtros, onde ideias correm livre, nos obrigando a refletir e desafiar nossas crenças.
Então estou curioso, o contrário já ocorreu:
Algum user já te fez mudar de opinião sobre um assunto? Ou nasceu uma amizade e empatia por um user que você claramente discorda?
 


albanibr

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.583
Reações
21.754
Pontos
599
Um monte...
no geral temos bons users aqui no forum, mesmo com ideias contrarias a nossa...
sobre política, mesmo com ideias contrarias podemos aprender....
menos com os faxistos, taxistos, motorixtas, claro :coolface
 

mig29gsxr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.091
Reações
18.775
Pontos
694
Já mudei e mudei vários...
Mas um negócio que me deixa puto é quando vem nego já mandando "falou merda, nunca li tanta bosta, etc".
Não que eu tenha pensamentos geniais, mas estou longe de ser um postador ruim, na maioria dos casos. lol
 


PocketCrocodile

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.390
Reações
25.527
Pontos
553
Users muito inteligentes e capazes de raciocínio na pasta Esportes me ensinaram a respeitar o Pai
 

Ex-peão louco

Mad Spy
VIP
Mensagens
1.170
Reações
2.228
Pontos
303
Já e não foram poucas vezes. Meu objetivo aqui é matar o tempo expondo meu ponto de vista e lendo os dos demais foristas.
Nem digo ser necessário haver discussão pra amadurecer conceitos, as vezes basta ler a opinião bem embasada de alguém.
 

Odin Games

Bam-bam-bam
Mensagens
2.942
Reações
4.533
Pontos
303
Muitas vezes, e em outros fóruns também... Eu aceito opiniões desde que precise ou respeitem as minhas... :klol
 

Leon Powalski

Bam-bam-bam
Mensagens
1.914
Reações
5.309
Pontos
303
Cara, mudar de opinião mesmo até agora eu nunca, mas já mudei um pouco a mentalidade ao discutir aqui... Antes eu era mais nocivo, principalmente quando envolvia a esquerda. Agora eu tô mais tranquilo, às vezes rola um sarcasmo de leve ou um questionamento aqui aculá. Quando não ocorre uma coisa ou outra, dou uma de Glória Pires e já era filhão...
 

:GUI:

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.905
Reações
22.615
Pontos
614
mudar não sei....
Respeitar uma nova perspectiva sim
Agora pegar nojo de users sim, e muito.
 

Quilava

Veterano
Mensagens
422
Reações
707
Pontos
118
Aqui não, mas no antigo VT uol já, tanto de mudar de opinião quanto mudar a opinião de alguém. Principalmente na época da eleição. Mas é muito difícil isso acontecer, porque é algo que a própria pessoa tem que querer, e muitos não querem. É a famosa bolha.
 

Bug_Secular

Bam-bam-bam
Mensagens
3.015
Reações
4.346
Pontos
303
Uma pergunta dessas na pasta da política seria bacana :coolface
Respondendo ao tópico:

Sim. Várias vezes na verdade. Acho bacana escutarmos versões além das nossas.
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.233
Reações
48.095
Pontos
553
Sim, estou estudando pra concurso por causa do PTSousa.

Mentira. Mas já fui mais radical contra essa galera e sistema. Hoje tolero.
 

iporco

Bam-bam-bam
Mensagens
4.462
Reações
9.484
Pontos
303
mudar de opiniao nunca*. mas sempre leio os posts dos users q tem opinioes diferentes da minha. nunca coloquei ninguem na ignore.


*teve um tempo q uns posts de um user ae quase me fez virar ancap/libertario, mas depois fui analisando mais a fundo e vi q tudo n passa de mt blablabla no youtube e teorias
 

Gabᧉ

Bam-bam-bam
Mensagens
1.169
Reações
1.231
Pontos
203
Nunca mudei de opinião por causa de user, seja aqui ou no reddit.

O que posso afirmar é que ajudou bastante observar perspectivas que talvez não veria sozinho, me deram insights valiosos e alguns users foram a faísca que me motivaram a conhecer e formar uma opinião sobre um assunto.
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
42.992
Reações
91.273
Pontos
989
ajudei muitos irmãos que eram magrinhistas a se tornarem GordinhISTAS e sentirem sem culpa o prazer pela carne.
 

Beren_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.789
Reações
26.690
Pontos
553
Então. Não exatamente mudar de opinião. Mas rever meus conceitos e passar a concordar com o user e defender o mesmo que ele, embora de forma diferente.

Este post seria melhor na pasta politica, mas como não vou falar de partidos e essas coisas acho que não tem problema pois não cai em T0.

Eu não vou falar de todas as mudanças de visão que tive por discutir diversos assuntos, pois aqui posts longos podem ser chatos.

A mudança de opinião mais "brusca" que tive no forum era que eu apoiava "direito" a aborto, era pro-choice, e hoje defendo a vida, pro-life.
Isso numa discussão com o @edineilopes já a um bom tempo.
Eu sempre lembro desse caso, pois fazer alguem mudar radicalmente de opinião, é difícil. Mas ele fez o básico, foi honesto e expôs porque achava minha opinião errada e com isso eu aceitei rever meus conceitos. Eu não mudei de opinião devido aos argumentos dele, mas os argumentos dele me possibilitaram rever minhas premissas,buscar outras defesas de ambos os lados e analisar qual fazia mais sentido, logo minha posição/opinião quanto ao assunto acabou mudando.

Pena que muita gente negue sequer rever suas premissas. Mesmo quando elas entram em contradição umas com as outras.

Diversas outras vezes mudei de opinião ao longo de anos no fórum. Todas por bons argumentos.
 

Dr. Freeman

Bam-bam-bam
Mensagens
9.590
Reações
6.769
Pontos
389
Muito!

Comecei a usar o fórum muito novo, então muita gente daqui ajudou a formar alguns do meus pensamentos.

Hoje sinto que o pensamento aqui é radical demais pra mim. Tento ser o mais aberto possível a novas ideias e pensamentos, e aqui é o contrário.
 

Decepticon

Veterano
Mensagens
297
Reações
810
Pontos
128
Todos os dias.

Digo que não sou, e sim estou, pois o ser do ser humano é algo transitório. E sempre vamos aprendendo.

Ademais, tenho um pensamento assim: nós podemos aprender as coisas de duas formas:
1: Vendo alguém se ferrando e entendo como ela chegou naquela situação e assim se precaver;
2: Passando pela situação uma ou mais vezes.

Já fui muito na opção 2, mas agora estou aplicando mais a opção 1 na minha vida.
 

LHand

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.490
Reações
50.333
Pontos
624
Isso acontecia com certa frequência há uns anos atrás, hoje está cada vez mais raro.

Aí não sei se é porque o fórum piorou ou se é porque fiquei mais velho e cabeça dura. Provavelmente as duas coisas.

O user que mais me fez mudar de opinião por aqui, de longe, foi o @Etienne de La Boétie. Pena que ele arrumou algo melhor pra fazer do que ficar postando sobre filosofia política num fórum de joguinhos.
 

Incalus

Bam-bam-bam
Mensagens
8.161
Reações
8.905
Pontos
444
O problema da mudança de opinião é que ela depende de nossa personalidade. Boa parte de nossa personalidade e pensamento é formada desde o período da infância até o início da vida adulta. A partir do momento em que entramos na vida adulta, o processo de formação da personalidade já está concluído . É a personalidade que vai nos fazer mudar ou manter algum aspecto de nossas vidas. Podemos mudar de opinião, mas com mais dificuldade do que numa fase em que estamos transitando de um período em que não sabemos nada da vida, passando pela adolescência, que é onde estamos vivenciando um estado de aprendizado progressivo até que nossa "maioridade" objetivamente nos defina como adultos. Diria que, pelas minhas memórias, eu não lembro de ter mudado de ideia sobre qualquer assunto de âmbito social, seja política, religião, valores gerais, filosofias de vida...mesmo quando eu era adolescente, com 15, 16 anos, era mais "teimoso" e difícil em relação a mudar de ideia. Atualmente eu não diria que sou mais "maleável", pois continuo convicto sobre quem sou, meus valores, gostos, etc, e praticamente NUNCA mudo minha natureza para me adequar a um meio específico (por isso, eu rio quando querem que eu seja mais sociável, por exemplo).

Mas quando eu tinha meus 11, 12 anos, acho que acompanhava minha turma no jeito de pensar....basicamente penso que enquanto nossa personalidade está em processo de formação, ainda "aberta" a novos direcionamentos, somos moldados pelo meio em que vivemos, embora acho que o que vai definir nossas ideias sobre algo específico é a soma daquilo que já aprendemos em caráter objetivo, com a absorção de novas informações em sintonia com nosso amadurecimento psiquico. As novas informações podem ser bloqueadas pelo subconsciente de acordo com a noção de certo ou errado, "adequado" ou "inadequado" em razão das nossas relações próximas ou semelhantes com determinado assunto. Se, por exemplo, na infância nossos pais disseram coisas como "se vc sair à noite o bicho-papão vai te pegar", com base nisso, quando somos crianças, não vamos mudar de ideia e vamos seguir por influência natural o que nossos pais nos dizem, pq é o único referencial que temos . O problema é que conforme vamos amadurecendo, o certo e errado, o verdadeiro e falso acabam tendo muito mais a ver com aquilo que para cada um de nós é relevante , e que utilidade aquilo tem para nossas vidas. Por fim, quando finalmente ganhamos status de independência, todas as novas informações que vamos absorvendo, passam por uma miríade de filtragens que nossa consciência estabeleceu dentro de um critério de seletividade já formado e imutável....
 

Landstalker

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.125
Reações
26.380
Pontos
584
Todos nós deveremos buscar a dúvida como a única certeza, partindo do pressuposto de começar a duvidar de nós mesmos.

Tido ido como objetivo, passamos a acreditar menos em postulados e mais em evidências.

Um dos grandes problemas que insistimos apaixonadamente em fazer é tentarmos seguir informações e tendências já com base naquilo que acreditamos e desejamos (a confirmação do viés) , isso é um erro crasso para cometermos equívocos e acreditar, muitas vezes, em coisas que não são exatamente o que acreditamos ser, mas por já uma inclinação pré-definida, acreditamos que são. É aí que entra a dúvida como um colírio para as nossas cegueiras.

O pesquisador polonês Robert Zajonc, já dizia que "quando uma coisa é muito exposta, tende a criar empatia; quanto mais se vê, mais se gosta".

: Exposição gera familiaridade;
: Familiaridade gera mudança de atitude;
: A atitude transforma-se em afeição ou preferência;
: A preferência é emocial e transforma-se em subconsciente.

E quem consegue deter e manipular as informações faz isso o tempo todo, implantando, via repetições, informações no inconsciente coletivo, muitas.

Portanto, mudar de opinião é uma atividade válida e necessária quando feita com consciência, é ter a opinião fundamentada. Se fundamentamos a nossa opinião meramente em paixões e emoções, tendemos a correr por todos os erros já expostos nesse post. Nem preciso aqui dizer que isso foi muito utilizado nas campanhas políticas do último ano, tanto por um lado quanto por outro.

O famoso Efeito Dunning-Kruger parte disso:

"É o fenômeno pelo qual indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um assunto acreditam saber mais que outros mais bem preparados, fazendo com que tomem decisões erradas e cheguem a resultados indevidos; é a sua incompetência que os restringe da habilidade de reconhecer os próprios erros."

Tomamos uma posição de orgulho, de vaidade que só tende a nos cegar, vejamos o que Agostinho disso:

"O homem tem preguiça, em geral, de pensar todo o pensável e contenta-se com fragmentos de ideias, recusa-se a uma coerência absoluta. Não leva até ao fim o esforço de entender. E, exactamente porque não o faz, toma, em relação à sua capacidade de inteligência, uma absurda posição de orgulho. Compara o pouco que entendeu com o menos que outros entenderam, jamais com o muito que os mais raros puderam perceber."

Se está se sentido confortável, se desconforte, se mova! :), assim aprendemos.
 
Topo