O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Após desencontro com namorada virtual, jovem de Gravataí é resgatado em SP por policiais(+Proerd)

slashf

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.809
Reações
30.344
Pontos
553
Após desencontro com namorada virtual, jovem de Gravataí é resgatado em SP por policiais
Matheus Quadros deixou o RS no sábado (6) para começar uma nova vida com a amada em Osasco, mas ela nunca apareceu

11/03/2021 - 19h08minAtualizada em 11/03/2021 - 20h37min

Letícia Paludo

Polícia Militar de Gravataí / Divulgação

Na rodoviária de Porto Alegre, o reencontro de Matheus com o soldado Diogo Ávila, da Brigada Militar de GravataíPolícia Militar de Gravataí / Divulgação


Com o objetivo de trazer para a vida real uma paixão que até então era virtual, Matheus Quadros, 18 anos, deixou Gravataí no sábado (6) e partiu de ônibus rumo à capital paulista. Após uma relação de dois anos pelo Facebook, ele e a namorada haviam decidido morar juntos na cidade de Osasco, onde o jovem teria emprego garantido em um supermercado.

O desfecho da história lembra os versos do rapper Criolo: "Não existe amor em SP". Certamente existe, mas não foi o caso do gaúcho, que se viu em uma situação de risco e desamparo. Ao desembarcar, ninguém o aguardava no Terminal Rodoviário Tietê.

— Fiquei muito abalado. Ela disse que estaria lá para me esperar, mas, quando cheguei, não estava. Ela dizia que era para eu ir para lá, morar com ela, coisas assim. Em São Paulo, tentei ligar várias vezes e ela não atendeu. Pelo Facebook, inventou que não poderia me buscar porque furou o pneu do carro — explica Matheus, que conta ainda que os contatos do casal eram sempre por texto, nunca haviam feito chamadas por telefone ou vídeo.

O gravataiense foi bloqueado nas redes sociais e qualquer contato com a namorada virtual foi cortado. Longe de casa, sem conhecidos na cidade e com pouquíssimo dinheiro na carteira, não tinha como se manter ou retornar ao Rio Grande do Sul. A solução que encontrou foi contatar o soldado Diogo Ávila, do 17º Batalhão da Polícia Militar de Gravataí, que fora seu professor do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) no sexto ano da Escola Municipal Professora Idelcy Silveira Pereira.
Faz seis anos que o soldado ensina em escolas públicas e privadas, dentro do Proerd. O contato com o professor havia sido retomado há algumas semanas, quando o jovem pediu conselhos sobre o alistamento militar. Na segunda-feira (8), após duas noites dormindo na rodoviária, Matheus pediu ajuda para voltar e o soldado entrou em ação.
— Como ele não tem pai nem mãe, ligou pra mim. Acionei meu superior direto, que me autorizou a publicar um texto contando a história no grupo dos coordenadores do Proerd. Com a ajuda dos colegas, fizemos uma vaquinha, que arrecadou R$ 500 para a passagem, e contatamos a polícia de São Paulo — conta o soldado.
Sem conta bancária para receber a ajuda, uma guarnição da Polícia Militar de São Paulo enviada pela capitã Lígia, coordenadora do Proerd na cidade, localizou Matheus, o alimentou e encaminhou de volta ao RS. Ele chegou à rodoviária de Porto Alegre às 21h de quarta-feira (10) e foi recebido pelo carinho por brigadianos que trabalharam para dar a ele o melhor final possível ao caso.
— Quando ele desembarcou, disse: "Eu sabia que o senhor não ia me deixar lá". Aquilo me doeu muito, mas acho que é sinal de que consegui transmitir um dos objetivos do Proerd, que é a criação de um círculo de confiança — afirma o soldado Diogo.
Polícia Militar de Gravataí / Divulgação
Brigadiano foi professor de Matheus no Proerd, programa de conscientização contra a violência e o uso de drogasPolícia Militar de Gravataí / Divulgação

Se o caso se tratou de um desencontro ou de um possível golpe evitado, não se sabe. O soldado cogita inclusive a possibilidade de tráfico de pessoas. Em segurança na casa que divide com a madrinha, o jovem agradece o esforço da rede que o resgatou.
— Teve momentos em que pensei que não conseguiria voltar. Quero deixar muita gratidão por tudo o que fizeram por mim — conclui Matheus.


 
Ultima Edição:




Demétrio

Bam-bam-bam
Mensagens
4.510
Reações
6.029
Pontos
359
Deu dó do lance do garoto nao ter pai nem mãe. Parece perdidaço e deve ser muito solitário, essa história toda pode parecer muito na cara que é esquema, mas a pessoa fragilizada e carente as vezes perde esse discernimento. Foda, espero que o garoto fique bem.

Enviado de meu Redmi Note 5 usando o Tapatalk
 

Dr. Zero

Bam-bam-bam
Mensagens
7.233
Reações
18.430
Pontos
353
É crime marcar um encontro e não ir? Uma vez marquei encontro com uma menina... só que bateu um peso na consciência por conta da pandemia. De qualquer forma, eu passei em frente do local. Estava no carro e levei minha cadelinha junto para ela ver a rua. Fiquei observando a mulher e depois fui pra casa. A mulher me xingou de tudo que podia xingar por WhatsApp, caixa postal e SMS.
Eu já mas eu fui me encontrar com outra e nem avisei a garota
:klolwtf:klolwtf
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.988
Reações
29.298
Pontos
554
Deu dó do lance do garoto nao ter pai nem mãe. Parece perdidaço e deve ser muito solitário, essa história toda pode parecer muito na cara que é esquema, mas a pessoa fragilizada e carente as vezes perde esse discernimento. Foda, espero que o garoto fique bem.

Enviado de meu Redmi Note 5 usando o Tapatalk
Eu ia entrar para zoar mas aí li que ele não tem os pais.
Faz uma diferença imensa na vida da pessoa, o cara vacilou ? Claro que sim, mas é fácil ter empatia por uma pessoa assim.
 

Paiva :)

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
15.427
Reações
34.860
Pontos
649
Me pergunto se aquela galera que entra em uma porrada de tópico pra queimar e malhar PMs dará as caras por aqui rssss.

No mais, fiquei triste lendo a história do cara. Tutoria ao longo da vida faz uma put* diferença :(. Nem vou zuar.
 

proximus-one

Bam-bam-bam
Mensagens
4.031
Reações
14.326
Pontos
299
O Leão do Proerd deveria ser summonado PARA ENFIAR A PORRADA NESSE MOLEQUE ISSO SIM. :facepalm

Velhos... Tão vendo aí quando se fala que os brasileiro médio não se controla quando o assunto é mulher?

Quando leio coisas como "Dois anos de relacionamento pelo Facebook apenas com mensagens de texto..." c***lho... :facepalm
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.988
Reações
29.298
Pontos
554
O Leão do Proerd deveria ser summonado PARA ENFIAR A PORRADA NESSE MOLEQUE ISSO SIM. :facepalm

Velhos... Tão vendo aí quando se fala que os brasileiro médio não se controla quando o assunto é mulher?

Quando leio coisas como "Dois anos de relacionamento pelo Facebook apenas com mensagens de texto..." c***lho... :facepalm
Você leu o texto todo ?
O cara não tem os pais, imagina nível de carência e atenção que esse moleque precisa, acha que é fácil lidar com isso ?

Tem vários estudos que mostram que crianças que não tem pai/mãe ou não tem nenhum dos dois já tem um problema absurdo de carência e aceitação e se sentem abandonados, qualquer pessoa que demonstre atenção e carinho elas se apegam.

"Ah mas o cara nunca viu por vídeo?" Não, essas merdas acontecem, é só olhar a quantidade de pessoas que caem em golpes ridículos de internet e compartilham umas coisas absurdas nas redes sociais e não são pessoas sem escolaridade, já vi muita gente formada compartilhando coisas estilo powerpoint :"segundo o dr. takakara no muro, se você der 3 pulinhos vai perder 2 kgs por semana", de vez em quando ainda mandam um "não sei se é verdade, mas vai que...".

Mas não para o usuário da OS, o usuário da OS é super safo, nunca cai em golpe nenhum e nunca foi enganado na vida.
 

The Unknown Guy

Bam-bam-bam
Mensagens
3.800
Reações
6.972
Pontos
303
Já dei alguns bolos, e o único que iria tomar fui esperto e não apareci também, mas dei uma johnny armless só pra distrair com drama. Sou muito cretino com as minas, mereço tudo que já me aconteceu :klol

O papo era tão envolvente que teve mina que mesmo após essa pisada monstra, ainda queria marcar pra outra vez.
 

Kaiketsu_Zubat

Bam-bam-bam
Mensagens
6.967
Reações
18.100
Pontos
353
Rapaz isso foi um livramento, se eu fosse ele ia na primeira igreja/templo/terreiro que aparecer pra agradecer por isso.
 

drdreh

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.372
Reações
22.254
Pontos
599
Eu não acredito nesses relacionamentos só por texto durante meses... como pode?
 
Topo Fundo