O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Aposentadoria. Como se planejam para ela?

javagod

Bam-bam-bam
Mensagens
4.098
Reações
3.929
Pontos
389
Bem, senhores, o assunto poucas vezes esteve tão em voga, com a reforma da previdência. E ontem, conversando com meu pai (fizemos as pazes há pouco mais de um ano), ele me perguntou isso: o que estou fazendo para conseguir me aposentar, pois "já passei da metade do baralho, e essa última metade só dá mão pior que a primeira" (palavras dele, com alguma verdade).

Confesso que me causou alguma ansiedade. Já tive previdência privada com algum subsídio da empresa, mas saquei o dinheiro em uma época que precisei. Minha contribuição para a previdência estatal não é regular (já fui autônomo e PJ) e na época em que eu era um jovem existencialista maluco, que entrava em projetos casca grossa, um atrás do outro, ganhei algum dinheiro (trabalhava no mínimo 12 horas por dia direto). Gastei muito também. E a saúde está cobrando a conta.

De alguns anos para cá investi em imóveis, mas como todo mundo que fez isso, a recessão deu umas esfriada horrível no mercado e hoje tenho patrimônio parado que me gera despesa mensal e uma grande despesa anual.

É hora de parar e replanejar. Por isso, pergunto: como vocês se preparam para a apresentadoria?
 


geist

Bam-bam-bam
Mensagens
9.322
Reações
31.929
Pontos
353
Como sou pobre, o meu plano é simples e funcional:

1- Ter uma moradia quitada até lá. Isso reduzirá meus gastos fixos para basicamente condomínio (manutenção básica ser for casa), água, luz, internet, gás e mercado. Em valores de hoje isso representaria um salário mínimo e meio. Está em fase de construção. Devo ter daqui uns 20 anos (antes dos 60).
2- Ter uma profissão que me permita trabalhar até a velhice, sem depender do vigor físico e sim do vigor intelectual. Já tenho. Mais de uma.
3- Ter uma renda extra, seja como (micro)empresário e/ou dinheiro investido. Devo construir isso entre os 45 até os 60 anos. Seria uma "garantia" a mais.

Para ser sincero eu não perco meu sono com isso. Basta cada dia o seu mal. Só peço a Deus saúde para trabalhar. Sei que de fome não sofrerei (a não ser que uma tragédia ocorra, mas aí não vai ter dinheiro que salve).

Não pretendo pagar por plano de saúde. Por tanta experiência na família e de pessoas próximas eu acredito que é possível sim se virar com a saúde pública (pelo menos em SP). Convênio só presta se for mais caro e na velhice o valor não é menor que 4 salários mínimos, ou seja, totalmente inviável para a classe B pra baixo. Sai mais barato adotar um estilo de vida mais saudável ao longo dos anos.

PS: Não cogito aposentar pra ficar coçando o saco o dia inteiro. Pretendo me manter "produtivo" até a morte.
 

geist

Bam-bam-bam
Mensagens
9.322
Reações
31.929
Pontos
353
Outro detalhe que poderá fazer diferença é conseguir formar uma boa família até lá. O fardo (financeiro) ficará mais leve se dividido em dois. Filhos (se criados com bons valores) poderão também dar uma força caso necessário (lógico que não dá pra contar com isso como certo). Eu sempre ajudei meus pais desde o primeiro emprego e até depois de casado.
 

Hellskah

Bam-bam-bam
Mensagens
3.053
Reações
4.300
Pontos
344
Então, em meados de 2003 minha mãe iniciou uma previdência pra mim na CAIXA porém em 2006 eu fui lá e raspei o dinheiro para comprar um PS3, o qual foi extraviado e só chegou em 2007.

Hoje não tenho nada além de 2 rins e córneas. Quem tiver interesse chamar PVT
 
Ultima Edição:

Welcomevc

Ser evoluído
Mensagens
120
Reações
180
Pontos
43
Então, em meados de 2003 minha mãe iniciou uma previdência pra mim na CAIXA porém em 2005 eu fui lá e raspei o dinheiro para comprar um PS3, o qual foi extraviado e só chegou em 2006.

Hoje não tenho nada além de 2 rins e córneas. Quem tiver interesse chamar PVT
Mas o PS3 foi lançado em 2006 não? Então ele chegaria em 2006 mesmo não tem como chegar em 2005.

Em relação a aposentadoria eu estou trabalhando em diversificar minha fonte de renda e meu trabalho atual é intelectual e pretendo começar a dar aula em pouco tempo.

Como já disseram aí em cima, pretendo me manter ocupado até o dia da minha morte, até porque gosto do que faço, mas óbvio irei diminuir o ritmo haha.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 


Maldito Canalha

Bam-bam-bam
Mensagens
4.632
Reações
13.966
Pontos
303
Já tô lá há um bom tempo. Espero porém que vcs, meu filho e minha mulher (que vai ter que se aposentar por idade, devido a ter começado a contribuir tarde) possam levar uma vida até boa como a minha. Quer dizer, eu acho boa, pq me contento com coisas modestas, e me refiro apenas ao lado financeiro, não à saúde, que anda mal das pernas. Mas aí são outros 500.
Conselho: vivam um dia de cada vez, pq manos, planejar demais só serve pra uma coisa: aumentar a pressão arterial.
 

javagod

Bam-bam-bam
Mensagens
4.098
Reações
3.929
Pontos
389
O tópico não atraiu muita atenção. Acho que o pessoal aqui, em maioria, não se preocupa muito com isso.

@geist eu sigo a sua receita, com uma ou outra variação. A parte da renda extra é que estou procurando opções.

Sobre saúde, essa sim é uma incógnita. Há um ano tive alguns reveses bem sérios, que comprometeram temporariamente minha dedicação ao trabalho. Aprendi a levar isso em consideração. De acordo com os médicos, estou melhorando. Não parei de trabalhar, longe disso, mas diminuí a carga.
 

firulero

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
35.991
Reações
40.299
Pontos
877
Minha aposentadoria privada rola desde meus 5 anos de idade, faz pelo menos 8 anos que assumi o pagamento dela.

Se essa reforma da previdência regime comum passar, eu deixo de me preocupar com ela e abro outra previdência privada para garantir um valor legal daqui a 30 anos.
 

Maldito Canalha

Bam-bam-bam
Mensagens
4.632
Reações
13.966
Pontos
303
Sobre saúde, essa sim é uma incógnita.
Sábias palavras; guarde-as. Dei graças por existir aqui em SP o Prevent Senior, que é bom de verdade para nós decrépitos, pq tava morrendo uma grana absurda na Amil, depois dos últimos 2 reajustes por mudança de faixa etária. O atendimento do Prevent é realmente diferenciado, pois sabem estar lidando com um público que demanda uma atenção mais apurada. De quebra ainda me sinto uma criança quando vou a um consultório ou fazer exames, pq a sala de espera é uma velharia só. Hehe.
 

javagod

Bam-bam-bam
Mensagens
4.098
Reações
3.929
Pontos
389
Já tô lá há um bom tempo. Espero porém que vcs, meu filho e minha mulher (que vai ter que se aposentar por idade, devido a ter começado a contribuir tarde) possam levar uma vida até boa como a minha. Quer dizer, eu acho boa, pq me contento com coisas modestas, e me refiro apenas ao lado financeiro, não à saúde, que anda mal das pernas. Mas aí são outros 500.
Conselho: vivam um dia de cada vez, pq manos, planejar demais só serve pra uma coisa: aumentar a pressão arterial.
Concordo, antecipar demais os problemas é perder tempo e energia. E gera ansiedade.
Mas é bom ter uns anzóis no rio, pra puxar um ou outro peixe quando precisa. Você, já aposentado, vive da previdência oficial? Complementa com algo?

Se eu morresse hoje, tenho a tranquilidade que minha esposa e filho (ainda criança) teriam dinheiro por alguns anos, daria tempo deles se restabelecerem. Não daria para ir até pagar uma formação para meu filho, mas minha esposa é inteligente e não tem medo de trabalho, eles se sairiam bem. Já tive seguro de vida, parei de pagar quando ainda jovem e não retomei. Achar que é super-homem é uma merda. Sim, vc é, até acontecer algum evento com seu organismo. Ah, sim. O plano é ficar por aqui, na Terra, por mais algumas décadas! Heehehehehe!
 

javagod

Bam-bam-bam
Mensagens
4.098
Reações
3.929
Pontos
389
Minha aposentadoria privada rola desde meus 5 anos de idade, faz pelo menos 8 anos que assumi o pagamento dela.

Se essa reforma da previdência regime comum passar, eu deixo de me preocupar com ela e abro outra previdência privada para garantir um valor legal daqui a 30 anos.
Tem hora que me arrependo de ter retirado o dinheiro e encerrado minha previdência privada, tem hora que não. Hoje os participantes dela estão precisando realizar aportes extraordinários mensais devido à má gestão. Está, aparentemente, deficitária.
 

LucianoBraga

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
34.591
Reações
122.899
Pontos
834
Sou servidor público e em tese tô calçado, mas não confio nisso não, até porque eu acho que o fim da aposentadoria é uma "surpresa inevitável". Não é uma questão de "se", mas de "quando".
Então, tenho as minhas aplicações financeiras. Ademais, minha esposa é empresária e eu penso em também abrir uma empresa nos próximos anos se alguma boa oportunidade surgir. Caso contrário, sigo com as aplicações.

Como ainda me faltam mais de 20 anos pra ter idade suficiente pra aposentadoria, muito provavelmente será suficiente.

Isso, claro, se não me matarem antes. Nesse caso o problema também seria resolvido.
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.551
Reações
35.814
Pontos
984
seria bom se livrar desse imóvel aí pra converter um fragmento dela em pp.

to com 31 hoje. Comecei agora a fazer isso tbm. Me arrependo de ñ ter colocado antes mas não tinha mta grana "parada" pra fazer ago. Ultimamente tem rolado altas despesas (tem reforma aí no meio q ta foda)

De uns tempos pra cá peguei uma Previdência privada FIM. Um pouco mais arriscado (na verdade moderado) de fundo de investimento de multimercado q oscila entre 22-26% ao ano em média. IR Regressivo, vgbl e tudo mais.

O q fiz foi vender o "meu carro" (ganhei né rs) e preferi investir do q dirigir. Outra parte da grana distribui uns 20-30% em renda fixa e o resto em fundos. Como não vivo disso ainda to receoso em participar em algo mais agressivo (como ações) pra fazer pé de meia

é o q tenho feito. Previsão é boa pra quanto tiver 50 anos. Melhor ainda aos 60 (ate pq previdência só retorna quando faço 60). To vendo se faço uns aportes mais nervosos em um espaço de 2 anos+- pra ver se consigo adiantar a maior parte da rentabilidade pra antes dos 50 anos de idade. Q é quando ainda vou estar provavelmente mto bem ainda pra curtir boas viagens. Vou fazer esforço aqui pra me manter saudável (dieta e academia).

plano de saúde felizmente não preciso bancar. Família tem empresa e o plano é empresarial-familiar, o que me cobre bem (e como usei bem ele)

ja seguro de vida fiz por conta própria. Um mínimo pra ter algo. Eu e minha noiva. Valor q não pesa no bolso (metade do valor de um plano de saúde)
 
Ultima Edição:

trevz

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.911
Reações
16.739
Pontos
609
Acho que tenho mais uns 30 anos em que ainda consigo ser bem produtivo na área que escolhi, o problema é que nem comecei a trabalhar nela ainda :klol

Mas não tenho nada planejado, escolhi viver no hard.

Acho que não terei problemas, nunca fui muito gastão, os próximos 10 anos provavelmente vão ditar como vai ser o resto da minha vida profissional, a partir daí vou traçar um plano pra quando o penes não subir mais.

Só sei que não vou confiar no governo :klolz
 

j0kk3r

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.692
Reações
14.704
Pontos
584
Eu sou e sempre fui pobre, mas hoje ganho um salário razoável, e na minha vida aprendi a viver com pouquíssimo... então não gasto nem metade do meu salário e invisto todo o resto. Não foi sempre assim pq eu já ganhei muito pouco e fiz umas boas dívidas uns anos atrás... mas consegui pagar tudo e hoje são os bancos que me pagam juros.

Eu tenho uma grana guardada mas provavelmente vou torrar boa parte dela pra construir minha casa e depois volto a juntar a investir.

Hoje sou empresário mas no momento não penso em abrir mais nada. Quem sabe futuramente quando eu tiver uma boa grana guardada surja uma nova oportunidade?

Sou novo pra me preocupar com aposentadoria, mas não sou novo pra me planejar pra ela.
 

romualdo0333

Bam-bam-bam
Mensagens
986
Reações
1.120
Pontos
224
Se vc quiser se aposentar mais cedo , uma previdência privada é uma boa, só que para ter uma aposentadoria razoável tem que contribuir bastante, agora de imediato é só cortar o dedo mindinho .
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.551
Reações
35.814
Pontos
984
O tópico não atraiu muita atenção. Acho que o pessoal aqui, em maioria, não se preocupa muito com isso.

@geist eu sigo a sua receita, com uma ou outra variação. A parte da renda extra é que estou procurando opções.

Sobre saúde, essa sim é uma incógnita. Há um ano tive alguns reveses bem sérios, que comprometeram temporariamente minha dedicação ao trabalho. Aprendi a levar isso em consideração. De acordo com os médicos, estou melhorando. Não parei de trabalhar, longe disso, mas diminuí a carga.
eu criei outro dia um tópico bem parecido e pouca gente comentou tbm

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/independência-financeira-como-e-quando-pretendem-atingir.549763/
 

LucianoBraga

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
34.591
Reações
122.899
Pontos
834
Ah, mas independência financeira pode ser pra inclusive parar antes da aposentadoria e via de regra as pessoas não pensam nisso, ou não acham que seja possível, ou não tem nem sobra suficiente de caixa pra se organizar nesse sentido mesmo.

E todo mundo precisa tomar cuidado pra não ficar condicionado pela organização do trabalho, seja ela qual for.
Ontem mesmo eu tava conversando com o meu pai sobre isso...ele é policial civil aposentado, se aposentou mais de 15 anos atrás, mas como também é professor ele continuou dando aula.

Ontem ele meio que se lamentou que não conseguiu fazer nada autônomo com o conhecimento que ele tem - e bicho, se tem uma coisa que não dá pra falar do meu pai é que ele não tem experiência e currículo - e eu respondi que ele tinha ficado condicionado com aquele negócio de 8 às 18, com salário pingando certinho todo início de mês, e continuou fazendo isso por condicionamento sem nem notar. Ele levou um susto, nem tinha notado que tinha se tornado escravo desse tipo de organização do trabalho.
 

Dr. Pregos

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.495
Reações
33.358
Pontos
553
Como sou pobre, o meu plano é simples e funcional:

1- Ter uma moradia quitada até lá. Isso reduzirá meus gastos fixos para basicamente condomínio (manutenção básica ser for casa), água, luz, internet, gás e mercado. Em valores de hoje isso representaria um salário mínimo e meio. Está em fase de construção. Devo ter daqui uns 20 anos (antes dos 60).
2- Ter uma profissão que me permita trabalhar até a velhice, sem depender do vigor físico e sim do vigor intelectual. Já tenho. Mais de uma.
3- Ter uma renda extra, seja como (micro)empresário e/ou dinheiro investido. Devo construir isso entre os 45 até os 60 anos. Seria uma "garantia" a mais.

Para ser sincero eu não perco meu sono com isso. Basta cada dia o seu mal. Só peço a Deus saúde para trabalhar. Sei que de fome não sofrerei (a não ser que uma tragédia ocorra, mas aí não vai ter dinheiro que salve).

Não pretendo pagar por plano de saúde. Por tanta experiência na família e de pessoas próximas eu acredito que é possível sim se virar com a saúde pública (pelo menos em SP). Convênio só presta se for mais caro e na velhice o valor não é menor que 4 salários mínimos, ou seja, totalmente inviável para a classe B pra baixo. Sai mais barato adotar um estilo de vida mais saudável ao longo dos anos.

PS: Não cogito aposentar pra ficar coçando o saco o dia inteiro. Pretendo me manter "produtivo" até a morte.
É nessa vibe que estou indo. Moradia quitada praticamente eu tenho (moro em uma kit que fica no lote de minha mãe) e tenho uma casa de herança junto com meu irmão doado por minha avó (que está morando atualmente), quando ela falecer eu devo comprar um ap que só tenha garagem para eu colocar minhas motocas e dois quartos (para um virar game room);
Como já estou aprendendo a investir em tesouro direto e afins, pretendo sempre manter uma grana e até ganhar uma grana.
Saúde eu já tenho cuidado (tenho plano de saúde por parte da minha mãe), voltei para academia e quero "fazer reposição hormonal" todo ano :kbeca
Como não quero ter filhos e nem pretendo casar, minha única preocupação é no campo profissional: se eu estudo para virar funça (que é o que vira aqui no DF) ou abro algum negócio para trabalhar de forma tranquila.
Aposentar eu sinceramente não acho que conseguirei.
 

ROLGENIO

Bam-bam-bam
Mensagens
8.932
Reações
22.698
Pontos
363
eu acho boa, pq me contento com coisas modestas, e me refiro apenas ao lado financeiro
Inclusive isso eu tava falando com uma amiga minha esses dias.

Eu tenho um lema de vida que é exatamente isso: Você pode ter muito dinheiro e mesmo assim não te garantir felicidade ou se contentar com o pouco que tem e ser verdadeiramente feliz. Eu fico com a segunda opção.
 

javagod

Bam-bam-bam
Mensagens
4.098
Reações
3.929
Pontos
389
Os investimentos de renda fixa, previdência privada, os mais conservadores estão horríveis. Redimentos baixíssimos, a poupança quase vira uma opção. Ou estou com a visão muito estreita?

Já estudei também alguma franquia barata, só para experimentar ter uma renda extra.
 

Tião esqueletico

Bam-bam-bam
Mensagens
2.296
Reações
3.298
Pontos
303
Desde 2010 eu tinha planejado viver de rendimentos do CDB que na epoca ( até 2015) estava oscilando entre 10 a 12% ao ano.

Eu possuo dois apartamentos , iria vende-los ( 250 mil cada , hoje com a crise vendo no máximo por 200 mil , creio que com a retomada da economia daqui dois anos volte a valer 250) , juntar mais 100 mil ( ja tenho ) e viver de rendimentos de 600 mil reais.

Meu avo tem uma casa na baixada santista que fica vazia e é utilizda apenas para ano novo e carnaval , iria levantar um andar para morar na parte de cima e viver na praia com esse rendimento de 600 mil.

O problema é que hoje os rendimentos do CDB estão na cada do 6% , entao sem chance.

Agora estou meio perdido sem saber o que fazer ,mas tenho tres opções na cabeça :

  • abrir um negocio ( estou vendo franquias )
  • Voltei a estudar engenharia , uma ideia é me formar ,vender meus dois aprtamentos em SP e ir trabalhar em Camaçari na Bahia ( polo industrial proximo da praia com custo de vida baixo e otimos salarios)
  • Aprender investir na bolsa ( esse o mais dificil )
Antes pretendia para de trabalhar com 35 anos ( tenho 33) com os 600 mil e viver de rendimentos. Mas os juros estão uma porcaria e tenho receio em investir em ações pois nao tenho conhecimento.

Portanto , no momento continuo trabalhando ,juntando dinheiro e inclusive voltei a estudar para ter uma terceira opção.

Em off : teve um outro tópico desses de lamentações por aqui no forum e eu comovido me ofereci para sair tomar cerveja e ver a mulherada com o OP mas este nao se manifestou , porem um usuario me mandou mp que esta vindo de brasilia para SP e gostaria de conhecer a cidade e desde entao estamos trocando mensagens até a sua chegada e o cara trabalha com investimentos , entre cervejas e bucetas , vamos ver se eu nao me empolgo e aprendo para investir na bolsa.


minha meta sao 5 mil reais para viver na praia sem fazer nada. ( de manha academia , em sequencia pega um mar na praia , almoço , a tarde aula de violão e japones , em sequencia banho de cachoeira , a noite video games, janta e filme pra finallizar o dia , essa seria minha rotina).
 

Rayzen_X

Bam-bam-bam
Mensagens
2.334
Reações
2.301
Pontos
304
Desde 2010 eu tinha planejado viver de rendimentos do CDB que na epoca ( até 2015) estava oscilando entre 10 a 12% ao ano.

Eu possuo dois apartamentos , iria vende-los ( 250 mil cada , hoje com a crise vendo no máximo por 200 mil , creio que com a retomada da economia daqui dois anos volte a valer 250) , juntar mais 100 mil ( ja tenho ) e viver de rendimentos de 600 mil reais.

Meu avo tem uma casa na baixada santista que fica vazia e é utilizda apenas para ano novo e carnaval , iria levantar um andar para morar na parte de cima e viver na praia com esse rendimento de 600 mil.

O problema é que hoje os rendimentos do CDB estão na cada do 6% , entao sem chance.

Agora estou meio perdido sem saber o que fazer ,mas tenho tres opções na cabeça :

  • abrir um negocio ( estou vendo franquias )
  • Voltei a estudar engenharia , uma ideia é me formar ,vender meus dois aprtamentos em SP e ir trabalhar em Camaçari na Bahia ( polo industrial proximo da praia com custo de vida baixo e otimos salarios)
  • Aprender investir na bolsa ( esse o mais dificil )
Antes pretendia para de trabalhar com 35 anos ( tenho 33) com os 600 mil e viver de rendimentos. Mas os juros estão uma porcaria e tenho receio em investir em ações pois nao tenho conhecimento.

Portanto , no momento continuo trabalhando ,juntando dinheiro e inclusive voltei a estudar para ter uma terceira opção.

Em off : teve um outro tópico desses de lamentações por aqui no forum e eu comovido me ofereci para sair tomar cerveja e ver a mulherada com o OP mas este nao se manifestou , porem um usuario me mandou mp que esta vindo de brasilia para SP e gostaria de conhecer a cidade e desde entao estamos trocando mensagens até a sua chegada e o cara trabalha com investimentos , entre cervejas e bucetas , vamos ver se eu nao me empolgo e aprendo para investir na bolsa.


minha meta sao 5 mil reais para viver na praia sem fazer nada. ( de manha academia , em sequencia pega um mar na praia , almoço , a tarde aula de violão e japones , em sequencia banho de cachoeira , a noite video games, janta e filme pra finallizar o dia , essa seria minha rotina).
Porque parar de trabalhar tão cedo?
Devia investir os 600 mil, trabalha até os 60 e quem sabe até lá já rendeu o suficiente para dar 1 mi e daí vai ter rendimentos bem melhores.
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.551
Reações
35.814
Pontos
984
Ah, mas independência financeira pode ser pra inclusive parar antes da aposentadoria e via de regra as pessoas não pensam nisso, ou não acham que seja possível, ou não tem nem sobra suficiente de caixa pra se organizar nesse sentido mesmo.

E todo mundo precisa tomar cuidado pra não ficar condicionado pela organização do trabalho, seja ela qual for.
Ontem mesmo eu tava conversando com o meu pai sobre isso...ele é policial civil aposentado, se aposentou mais de 15 anos atrás, mas como também é professor ele continuou dando aula.

Ontem ele meio que se lamentou que não conseguiu fazer nada autônomo com o conhecimento que ele tem - e bicho, se tem uma coisa que não dá pra falar do meu pai é que ele não tem experiência e currículo - e eu respondi que ele tinha ficado condicionado com aquele negócio de 8 às 18, com salário pingando certinho todo início de mês, e continuou fazendo isso por condicionamento sem nem notar. Ele levou um susto, nem tinha notado que tinha se tornado escravo desse tipo de organização do trabalho.
é q até fazia parte indiretamente. Alguém poderia soltar la "ah eu to fazendo algo pra viver de renda "aposentado" ou algo do tipo

aliás acho melhor essa linha de independência financeira (seja la qual for a independência) q aposentadoria

independencia tem vários níveis. Desde morar sozinho com apê quitado a viver de renda sem trabalhar (ou viver de aposentadoria+renda extra, etc)
 

LucianoBraga

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
34.591
Reações
122.899
Pontos
834
é q até fazia parte indiretamente. Alguém poderia soltar la "ah eu to fazendo algo pra viver de renda "aposentado" ou algo do tipo

aliás acho melhor essa linha de independência financeira (seja la qual for a independência) q aposentadoria

independencia tem vários níveis. Desde morar sozinho com apê quitado a viver de renda sem trabalhar (ou viver de aposentadoria+renda extra, etc)
Sim, filosoficamente, também acho.
Acho que a grande questão é que as pessoas conseguem enxergar a aposentadoria no horizonte - ainda que distante - e a independência financeira não.
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.551
Reações
35.814
Pontos
984
Inclusive isso eu tava falando com uma amiga minha esses dias.

Eu tenho um lema de vida que é exatamente isso: Você pode ter muito dinheiro e mesmo assim não te garantir felicidade ou se contentar com o pouco que tem e ser verdadeiramente feliz. Eu fico com a segunda opção.
só tem q tomar cuidado pra isso não ser um comodismo velado, disfarçado de pseudo mantra. Igual pobre falar q é minimalista.

e vc não precisa ser rico infeliz ou pobre feliz. Tem o pobre infeliz, rico feliz, mediano infeliz, mediano feliz...

Pq não desejar o melhor dos dois mundos?
 

LucianoBraga

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
34.591
Reações
122.899
Pontos
834
Ninguém é feliz porra nenhuma não. É uma questão de "estar", não de "ser".

Claro que se alienar é uma opção de vida, mas se o cara não tiver se alienado propositalmente, não serve.
Isso porque se for só fuga, eventualmente o cara acorda...e bicho, quando acordar a porrada vai ser grande.
 
Topo