O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Aposentadoria. Como se planejam para ela?



ROLGENIO

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.245
Reações
31.427
Pontos
563
só tem q tomar cuidado pra isso não ser um comodismo velado, disfarçado de pseudo mantra. Igual pobre falar q é minimalista.

e vc não precisa ser rico infeliz ou pobre feliz. Tem o pobre infeliz, rico feliz, mediano infeliz, mediano feliz...

Pq não desejar o melhor dos dois mundos?
Perfeito seu post! Ainda bem que tenho meu psicológico bem desenvolvido para esse meu lema, pq senão seria igual a isso aqui:

84061
 

antonioli

O Exterminador de nicknames
VIP
Mensagens
89.492
Reações
136.313
Pontos
949
O futuro tão distante assim é meio complexo. Aposentadoria normal, investimentos de prazo mais curto e bem mais longo (o mais longo que tenho colocado é o IPCA+ 2035), minha esposa tem PGBL e VGBL também e o maior mistério é saber coisas do tipo: quando nosso pais falecerão, o que teremos em mãos para facilitar nossas vidas e tal. Pessoalmente, a maior pica será quando meu sogro morrer e as plantações de café terão que ser assumidas ou vendidas.
 

ayato_rahxephon

Supra-sumo
Mensagens
1.347
Reações
712
Pontos
199
Sempre penso nisso e sempre deixo para lá :(

Tenho um dinheiro em cooperativa somente a 97% do cdi e um na poupança. :(
 

Tião esqueletico

Bam-bam-bam
Mensagens
2.517
Reações
3.667
Pontos
303
Porque parar de trabalhar tão cedo?
Devia investir os 600 mil, trabalha até os 60 e quem sabe até lá já rendeu o suficiente para dar 1 mi e daí vai ter rendimentos bem melhores.
Eu fiz as contas e para eu conseguir juntar um milhão nesse meu ritmo de trabalho , iria conseguir aos 42 anos.

Caso eu nao invista em um negocio proprio ( franquia ou nao ) ou aprenda investir na bolsa , o caminho natural será trabalhar ate os 45 anos estourando.

só trabalharia até os 60 anos se realmente abrisse um negocio.


eu sei viver com pouco , como disse 5 mil é mais do que suficiente para mim , ainda sobraria grana pra guardar desses 5

hoje minhas contas em casa sao por volta de 1.800 reais ( pago 1100 e a mulher 700), desses 1800 reais , 400 sao de condominio , custo que eu ja nao teria na casa de praia


só preciso de praia , boa cerveja e um video game.

nao ligo para carros , roupas , restaurantes e etc
 


geist

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.324
Reações
35.914
Pontos
553
O problema de investimento financeiro visando a render (e viver disso) é que a economia pode mudar e esse rendimento mirrar, como tem acontecido no Brasil. Os juros baixaram e a coisa passou a ficar desinteressante. O cara tem a "segurança", mas não tem um rendimento desejável. Imagina acontecer isso depois de já ter passado a régua na carreira e ter já os gastos fixos contando com esse investimento? Tá aí a importância de diversificar.

Oportunidades de negócio SEMPRE existem para empreender e ser bem sucedido, só que isso demanda mais estudos do que as pessoas imaginam e poucas estão dispostas a se debruçar sobre isso com afinco, deixando um pouco da paixão de lado.

Aposentadoria privada eu não faria, a não ser que a empresa entrasse com uma parte. Tudo do meu bolso eu não acho um bom negócio.

Eu faço questão de bancar 2 seguros: um de vida e um funerário. Experiências familiares mostraram que esses dois seguros evitam de uma família fragilizada pela morte de um ente querido se desestabilize ainda mais por motivos financeiros.

Sigo firme no meu plano: casa, profissão e empreendedorismo.
 

Set_10

Bam-bam-bam
Mensagens
11.850
Reações
5.033
Pontos
439
No momento não. Estou com pensamento a longo prazo mas não especificamente em aposentadoria.
Sigo fazendo meus aportes em RV e deixando um pouco em RF.
Não jogo dinheiro em previdência privada pois não gosto e principalmente de alguem mexendo com minha grana. Prefiro eu mesmo mexer no dinheiro, de ter o controle.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

PhylteR

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.287
Reações
10.795
Pontos
769
Atualmente não vejo saída que não seja trabalhar até os 65 anos (talvez até os 70 com uma próxima reforma da previdência). Porém estou guardando dinheiro e em breve pretendo decidir se faço alguma coisa diferente - do tipo construir salas comerciais ou comprar apartamento; ou investir em alguma franquia; ou só guardar esse dinheiro pro futuro mesmo, me contentando com os rendimentos míseros da renda fixa para somar à aposentadoria.

Mas infelizmente nosso país é de uma incerteza absurda. Não dá pra ter muita fé na economia. Não dá pra ter muita fé na aposentadoria (reformam a mesma a cada 10 anos). Não dá pra ter muita fé nos rendimentos fixos.
Então por essas incertezas é que eu não economizo tudo que posso e uso boa parte do meu dinheiro pra aproveitar o hoje. Gastei pra cacete com viagens nesses últimos 4 anos (mais de 100 mil). Mas não me arrependo...
 

geist

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.324
Reações
35.914
Pontos
553
O melhor caminho é o da moderação. Aproveite a juventude, quando ainda tem pique, saúde e interesse por aventuras, quando pode assumir maiores riscos e uma eventual queda lhe permite ainda se reerguer só com o "ônus" da experiência.

Já cometi o erro por quase dois anos de querer guardar tudo e viver como um monge, só pra ter a dita independência financeira. Só não me toquei que sou pobre, assalariado, sem QI, não tenho herança e nem ninguém para bancar minha estrutura (moradia principalmente), que até uma bala a ser comprada depende unicamente de mim. Aconteceu que eu consegui uns trocados, mas estava ficando louco com cada notícia da economia (foi na época da marolinha), não dormia direito, passava vontade de tudo (até pra comer um sanduíche) e o pior: afastava as pessoas. Vi que ser o chatão pão-duro da turma não é legal.

O que mudou minha vida nesse pensamento em relação as finanças foi um livro muito conhecido e antigo chamado O Homem Mais Rico da Babilônia. Amei o livro e desde então é meu guia em relação a isso. A receita é simples demais: reserve 10%. Assim, se afobamento, sem privação absurda, sem pressão, com cadência e disciplina (fácil de ser cumprida) a pessoa vai fazendo uma pequena economia que vai chegar a ser média ou alta o suficiente para empreender e aí é onde a mágica acontece. O livro diz que a oportunidade persegue a "fortuna". Recomendo a leitura.

Nunca deixe de investir em você mesmo, na sua saúde e no seu conhecimento. Isso provoca o aumento do valor de sua mão de obra no mercado e o investimento acaba retornando. Tenha lazer, viaje, coma, beba, se divirta com pessoas queridas, aproveite o tempo da juventude com a família. Isso também é investimento. Não estou defendendo a inconsequência, lembre-se dos 10%. À sua maneira você descobrirá que dá pra encaixar as outras coisas nos 90%. :kjoinha

PS: Os 10% seriam uma margem mínima "sagrada". Quem pode guardar mais sem comprometer seu bem estar, maravilha.
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
41.181
Reações
37.180
Pontos
984
O problema de investimento financeiro visando a render (e viver disso) é que a economia pode mudar e esse rendimento mirrar, como tem acontecido no Brasil. Os juros baixaram e a coisa passou a ficar desinteressante. O cara tem a "segurança", mas não tem um rendimento desejável. Imagina acontecer isso depois de já ter passado a régua na carreira e ter já os gastos fixos contando com esse investimento? Tá aí a importância de diversificar.

Oportunidades de negócio SEMPRE existem para empreender e ser bem sucedido, só que isso demanda mais estudos do que as pessoas imaginam e poucas estão dispostas a se debruçar sobre isso com afinco, deixando um pouco da paixão de lado.

Aposentadoria privada eu não faria, a não ser que a empresa entrasse com uma parte. Tudo do meu bolso eu não acho um bom negócio.

Eu faço questão de bancar 2 seguros: um de vida e um funerário. Experiências familiares mostraram que esses dois seguros evitam de uma família fragilizada pela morte de um ente querido se desestabilize ainda mais por motivos financeiros.

Sigo firme no meu plano: casa, profissão e empreendedorismo.
isso só valeria se vc fala de poupança, renda fixa, 100% do CDI mas no final das contas não muda em nada a economia melhorar e seus rendimentos regredirem se vc só ta buscando manutenção dos valores. Quanto melhor economia, menor inflação, menores juros, menor será o rendimento mas em compensação o custo de vida é menor tbm. Não adianta ter altos juros de rendimento se tudo sai caro tbm (o poder de compra não melhora afinal de contas)

investimento só é viável se vc tem rentabilidade bem acima da inflação. Vc não fica dependente de "investimentos" que correm atrás pra corrigir apenas a inflação anual. A economia ta boa agora? Juros estão baixos? Vai ter q procurar carteira mais arriscada. Entre 15-25% já ta bem bacana. Já vi de 30-35% mas não é meu perfil. Se for pra partir pra esse nível e variável, ao invés de fundos seria melhor aprender mais pra comprar ações por conta própria
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
41.181
Reações
37.180
Pontos
984
O melhor caminho é o da moderação. Aproveite a juventude, quando ainda tem pique, saúde e interesse por aventuras, quando pode assumir maiores riscos e uma eventual queda lhe permite ainda se reerguer só com o "ônus" da experiência.

Já cometi o erro por quase dois anos de querer guardar tudo e viver como um monge, só pra ter a dita independência financeira. Só não me toquei que sou pobre, assalariado, sem QI, não tenho herança e nem ninguém para bancar minha estrutura (moradia principalmente), que até uma bala a ser comprada depende unicamente de mim. Aconteceu que eu consegui uns trocados, mas estava ficando louco com cada notícia da economia (foi na época da marolinha), não dormia direito, passava vontade de tudo (até pra comer um sanduíche) e o pior: afastava as pessoas. Vi que ser o chatão pão-duro da turma não é legal.

O que mudou minha vida nesse pensamento em relação as finanças foi um livro muito conhecido e antigo chamado O Homem Mais Rico da Babilônia. Amei o livro e desde então é meu guia em relação a isso. A receita é simples demais: reserve 10%. Assim, se afobamento, sem privação absurda, sem pressão, com cadência e disciplina (fácil de ser cumprida) a pessoa vai fazendo uma pequena economia que vai chegar a ser média ou alta o suficiente para empreender e aí é onde a mágica acontece. O livro diz que a oportunidade persegue a "fortuna". Recomendo a leitura.

Nunca deixe de investir em você mesmo, na sua saúde e no seu conhecimento. Isso provoca o aumento do valor de sua mão de obra no mercado e o investimento acaba retornando. Tenha lazer, viaje, coma, beba, se divirta com pessoas queridas, aproveite o tempo da juventude com a família. Isso também é investimento. Não estou defendendo a inconsequência, lembre-se dos 10%. À sua maneira você descobrirá que dá pra encaixar as outras coisas nos 90%. :kjoinha

PS: Os 10% seriam uma margem mínima "sagrada". Quem pode guardar mais sem comprometer seu bem estar, maravilha.
tem q haver equilíbrio. Não pode se matar tbm

Acho que 20-25% ta ótimo. Daria até mais sem privar e passar vontade. Mas essa porcentagem varia mto do estilo de vida e quanto ganha

se o cara vive CONFORTAVEL com 3mil e ganha 5mil, 2mil pode ir fácil pra algum investimento ou reserva de emergência, reserva viagem, etc. Aí a porcentagem q vc guardou vai lá pra casa do caralho.
 

Set_10

Bam-bam-bam
Mensagens
11.850
Reações
5.033
Pontos
439
O melhor caminho é o da moderação. Aproveite a juventude, quando ainda tem pique, saúde e interesse por aventuras, quando pode assumir maiores riscos e uma eventual queda lhe permite ainda se reerguer só com o "ônus" da experiência.

Já cometi o erro por quase dois anos de querer guardar tudo e viver como um monge, só pra ter a dita independência financeira. Só não me toquei que sou pobre, assalariado, sem QI, não tenho herança e nem ninguém para bancar minha estrutura (moradia principalmente), que até uma bala a ser comprada depende unicamente de mim. Aconteceu que eu consegui uns trocados, mas estava ficando louco com cada notícia da economia (foi na época da marolinha), não dormia direito, passava vontade de tudo (até pra comer um sanduíche) e o pior: afastava as pessoas. Vi que ser o chatão pão-duro da turma não é legal.

O que mudou minha vida nesse pensamento em relação as finanças foi um livro muito conhecido e antigo chamado O Homem Mais Rico da Babilônia. Amei o livro e desde então é meu guia em relação a isso. A receita é simples demais: reserve 10%. Assim, se afobamento, sem privação absurda, sem pressão, com cadência e disciplina (fácil de ser cumprida) a pessoa vai fazendo uma pequena economia que vai chegar a ser média ou alta o suficiente para empreender e aí é onde a mágica acontece. O livro diz que a oportunidade persegue a "fortuna". Recomendo a leitura.

Nunca deixe de investir em você mesmo, na sua saúde e no seu conhecimento. Isso provoca o aumento do valor de sua mão de obra no mercado e o investimento acaba retornando. Tenha lazer, viaje, coma, beba, se divirta com pessoas queridas, aproveite o tempo da juventude com a família. Isso também é investimento. Não estou defendendo a inconsequência, lembre-se dos 10%. À sua maneira você descobrirá que dá pra encaixar as outras coisas nos 90%. :kjoinha

PS: Os 10% seriam uma margem mínima "sagrada". Quem pode guardar mais sem comprometer seu bem estar, maravilha.
Eu vou resumir para vc: a chave é o equilibrio


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Aesthetics

Zima Blue
VIP
Mensagens
6.956
Reações
9.511
Pontos
353
Nenhuma. Eu devo me aposentar com uns 55 anos e ganhando uma grana razoável, mensalmente. Vou passar o dia inteiro jogando.
 

rounindx

Habitué da casa
Mensagens
118
Reações
305
Pontos
83
No momento eu tô só esperando a morte. Nunca deu pra investir em nada, moro de aluguel, minha esposa tem uma doença degenerativa e está aposentada por invalidez, gastamos rios de dinheiro com remédios e tal, meu pai faleceu e só deixou as despesas pro seu enterro que ainda nem paguei. Estou há 7 anos e 5 meses em uma empresa que não depositou nada do meu FGTS e INSS, não recebo nem VR, nem VT, sai tudo do meu bolso, pago pra trabalhar. A vida inteira foi uma pobreza do cassete e não aprendi nada. Unica coisa que me motiva a trabalhar ainda são os jogos e consoles, tenho o mínimo pra me divertir, de resto que o mundo se exploda.
 

MaxCarnage666

Bam-bam-bam
Mensagens
3.333
Reações
7.047
Pontos
303
No momento eu tô só esperando a morte. Nunca deu pra investir em nada, moro de aluguel, minha esposa tem uma doença degenerativa e está aposentada por invalidez, gastamos rios de dinheiro com remédios e tal, meu pai faleceu e só deixou as despesas pro seu enterro que ainda nem paguei. Estou há 7 anos e 5 meses em uma empresa que não depositou nada do meu FGTS e INSS, não recebo nem VR, nem VT, sai tudo do meu bolso, pago pra trabalhar. A vida inteira foi uma pobreza do cassete e não aprendi nada. Unica coisa que me motiva a trabalhar ainda são os jogos e consoles, tenho o mínimo pra me divertir, de resto que o mundo se exploda.
Parece roteiro de novela Mexicana.
Mas calma, elas normalmente tem final feliz.
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.792
Reações
5.259
Pontos
309
Sogrão está deixando XX alqueires de terra pra minha patroa e XXX cabeças de gado.

Reverse golpe do baú.
Uai, tu casou????

Quanto ao tema do tópico: sou servidor público e tenho que fazer cursos de tempos em tempos para progredir na carreira. Por este motivo fiz um curso de preparação para aposentadoria (não riam, tenho 37 anos...entrei no serviço público há 5 e perspectiva de saída aos 63 sem reforma...70 com novas reformas).

Ali rolou de tudo: desde conselhos sobre manutenção de hobbies (atividades para além das 8 horas de trabalho - afinal uma pessoa não vira 'um velho chato' - ela já era chata e só envelheceu); educação financeira (o instrutor falou claramente sobre investir em bolsa de valores, Tesouro Direto - e FUGIR da autarquia de previdência complementar). Foi um curso que me deixou feliz, pois vejo que tenho um direcionamento no sentido de ter uma boa velhice.

Desde os 30 anos sustento plano de previdência privada; há uns 3-4 anos invisto em tesouro direto (maior parte pré-fixada em 12% para resgate em 2022; o restante em ipca+5%); e há 1-2 anos invisto em ações, fundos imobiliários e fundos de ações. Hoje recebo 1% do meu atual salário em dividendos. Meus próximos passos estão em aumentar este valor para 5-10%.

Consigo poupar mensalmente 30% de meu salário. Claro: tenho épocas que esse valor serve para pagar viagens de férias - mas nunca entrei no vermelho por conta de meus luxos.

Salário atual de pouco menos de 4 mil. Vivo em família (não casei). Não herdarei grandes coisas.

A parte financeira é importante para garantir uma velhice legal? É. Mas invistam em conhecimento: curso de línguas, aquarela, história da arte, livros...essas coisas ajudam (e muito) a manter a cabeça ocupada e produtiva! Vejo isso no exemplo que tenho em casa.
 

**fnx**

Bam-bam-bam
Mensagens
5.167
Reações
10.114
Pontos
389
Sinceramente, fujam de previdência privada, vão pagar altas taxas para outros cuidarem do seu dinheiro, sendo que você mesmo poderia fazer, as taxas ao longo prazo dão uma diferença enorme. Tem gente pagando previdência privada pro dinheiro ser aplicado em renda fixa, ai é foda.

O segredo é diversificação, ter ações no Brasil, no exterior, fundos imobiliários, renda fixa(tesouro direto, CDBs e etc). Vejo gente fugindo das ações com medo, não tem nada de 7 cabeças, só que precisa estudar, dá pra ter uma base boa só com material gratuito ai na internet, ai a medida que você vai estudando você começa a comprar algumas aos poucos. Vocês vão ver que o maior arrependimento de vocês é não terem começado antes. Eu falo por experiência própria, eu era medroso, até 2017 meu dinheiro era TODO na poupança. Ai comecei a perceber que a longo prazo eu ia perder dinheiro se mantivesse inerte e com medo de aprender.

Nisso comecei a investir em tesouro direto e renda fixa privada(CDB, LCI...), depois comecei a ler e aprender sobre ações e fundos imobiliários e comecei a investir neles. Hoje já estou buscando aprender a investir no exterior. E como falei, se me perguntar meu maior arrependimento: não ter começado antes.

Óbvio que você não vai fazer essas coisas "a ovo", tem que se organizar, ver seu apetite pra renda variável, definir uma porcentagem para cada tipo de ativo e ir estudando.
 

Mr Magoo

Supra-sumo
Mensagens
510
Reações
1.153
Pontos
183
No momento só colocando o máximo que posso em TD Selic e IPCA 2045 e estudando Ações pra até o fim do ano começar a investir. No longo prazo pretendo ter alguns pequenos imóveis de aluguel e algum rendimento em Ações e Renda Fixa. Diversificar bastante.

Não penso mais em independência financeira, pra um assalariado é um caminho extremamente complicado, teria que abdicar de muita coisa hoje pra parar de trabalhar "cedo" e viver sempre apertado. A não ser que consiga um salário muito alto ou dê certo em algum empreendimento, aí volto a pensar no assunto.

Penso em ter rendimentos que ajudem a complementar minha aposentadoria e não precisar depender de INSS. E numa eventual necessidade de largar tudo eu teria como viver.
 

Steynd

Veterano
Mensagens
266
Reações
590
Pontos
128
Desde 2016 venho planejando.

De inicio comecei a guardar os 10% do meu salário em apenas renda fixa, 2017 conheci a renda variável(ações, fundos imobiliários, opções, etcs) desde então eu só aporto em renda variável.

Meu carro forte da minha carteira é os fundos imobiliários. meu foco é a renda passiva. Ainda está muito pouco, porém aos poucos vou aumentando para 20% de aporte mensal. E lógico, estou procurando outras fontes de renda, desde o inicio do ano estou investindo nos meus projetos paralelos.

Para 2019 é seguir no piloto automático, aportando em ações + Fii e ir engordando a carteira e investindo nos meus projetos paralelos(vou focar mais, pois qualquer mudança de economia pode ser fatal para meus investimentos em renda passiva).

2020 vou começar a investir no exterior(viso muito os tais dos REITS)

Minha meta é chegar na tranquilidade financeira(Não a IF) até 2024 por ai, espero que meus projetos estejam a todo vapor já. Se eu não for demitido até la, eu saio do emprego e foco em opções e nos meus projetos. Dependendo se liberarem mesmo o FGTS para quem pedir demissão, ai é abraço, pego e divido entre meus investimentos, ai é foco total nos meus projetos, e espero que minha renda passiva até lá possa cobrir meus custos.

Eu tenho a vantagem de morar no interior.(custo de vida baixo)

Mas posso mudar meu pensamento, pois na 'contra mão' quero investir num rancho a beira de rio(já guardo algum dinheiro para esse projeto meu) que quero fazer, que até meus 35/40 anos esteja pronto, ou pelo menos possa usufruir, talvez 2024 possa estender para mais.

2024 lembrando não é aposentadoria, e sim a meta da tranquilidade financeira, aonde dou uma bica no meu atual emprego(se não me mandarem embora antes) e eu possa dar 100% de foco os meus projetos.
 

Xenoblade

Bam-bam-bam
Mensagens
4.756
Reações
9.118
Pontos
303
Construir um patrimônio (imóveis ou aplicações) que me proporcione uma renda suficiente para viver de forma digna. Com o atual cenário previdenciário, já nem conto que vou preencher os requisitos para me aposentar pelo INSS, haja vista que não tenho nenhuma intenção de trabalhar até estar com um pé na cova.
 

TonTon.13

Bam-bam-bam
Mensagens
6.293
Reações
7.634
Pontos
359
O que acontece com o dinheiro que vc contribuiu durante 20 anos por exemplo e vc morrer antes de se aposentar?
Foda né.
 

Soldado!

Bam-bam-bam
Mensagens
3.827
Reações
8.979
Pontos
294
Algumas coisas já fiz, outras estou providenciando:

1,5 hectare em um vale protegido de ventos e com muitas árvores em volta.
Água de poço artesiano e também de fonte do pé do morro.
Energia elétrica eólica e também solar com baterias e desligada da rede da concessionária.
Árvores frutíferas que não necessitem de manutenção e algumas saladas plantadas.
Ovelhas, coelhos e galinhas que não precisam de muito espaço.
Rede analógica e digital de comunicação.
Internet rural.
Centenas de PDF gravados em Blu-ray sobre como construir e manter as mais diversas coisas e, os principais, estão impressos.
Um container escondido debaixo da terra no meio do mato com conservas de sardinhas, ovos e diversas comidas do tipo ração que duram bastante.
Facas, arcos, pistolas e espingardas e muita munição.
Kits médicos de primeiros socorros.
Cursos de sobrevivência das forças armadas.
Veiculos de mecânica extremamente singela e movidos a gasolina, diesel, GVN e tração humana (S10 99, D20, Opala e bicicleta Barra forte).
Ouro guardado.
Tudo o que posso ter de instrumentos analógicos e/ou com pilhas recarregáveis).

Esse é meu investimento para aposentadoria.
 

geist

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.324
Reações
35.914
Pontos
553
Algumas coisas já fiz, outras estou providenciando:

1,5 hectare em um vale protegido de ventos e com muitas árvores em volta.
Água de poço artesiano e também de fonte do pé do morro.
Energia elétrica eólica e também solar com baterias e desligada da rede da concessionária.
Árvores frutíferas que não necessitem de manutenção e algumas saladas plantadas.
Ovelhas, coelhos e galinhas que não precisam de muito espaço.
Rede analógica e digital de comunicação.
Internet rural.
Centenas de PDF gravados em Blu-ray sobre como construir e manter as mais diversas coisas e, os principais, estão impressos.
Um container escondido debaixo da terra no meio do mato com conservas de sardinhas, ovos e diversas comidas do tipo ração que duram bastante.
Facas, arcos, pistolas e espingardas e muita munição.
Kits médicos de primeiros socorros.
Cursos de sobrevivência das forças armadas.
Veiculos de mecânica extremamente singela e movidos a gasolina, diesel, GVN e tração humana (S10 99, D20, Opala e bicicleta Barra forte).
Ouro guardado.
Tudo o que posso ter de instrumentos analógicos e/ou com pilhas recarregáveis).

Esse é meu investimento para aposentadoria.
Cativeiro perfeito... :viraolho
 

Set_10

Bam-bam-bam
Mensagens
11.850
Reações
5.033
Pontos
439
Algumas coisas já fiz, outras estou providenciando:

1,5 hectare em um vale protegido de ventos e com muitas árvores em volta.
Água de poço artesiano e também de fonte do pé do morro.
Energia elétrica eólica e também solar com baterias e desligada da rede da concessionária.
Árvores frutíferas que não necessitem de manutenção e algumas saladas plantadas.
Ovelhas, coelhos e galinhas que não precisam de muito espaço.
Rede analógica e digital de comunicação.
Internet rural.
Centenas de PDF gravados em Blu-ray sobre como construir e manter as mais diversas coisas e, os principais, estão impressos.
Um container escondido debaixo da terra no meio do mato com conservas de sardinhas, ovos e diversas comidas do tipo ração que duram bastante.
Facas, arcos, pistolas e espingardas e muita munição.
Kits médicos de primeiros socorros.
Cursos de sobrevivência das forças armadas.
Veiculos de mecânica extremamente singela e movidos a gasolina, diesel, GVN e tração humana (S10 99, D20, Opala e bicicleta Barra forte).
Ouro guardado.
Tudo o que posso ter de instrumentos analógicos e/ou com pilhas recarregáveis).

Esse é meu investimento para aposentadoria.
Perfeito caso haja um apocalipse zumbi


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

EgonRunner

Bam-bam-bam
Mensagens
8.163
Reações
15.219
Pontos
353
me planejei pra aposentar aos 55 anos mas agora só vou poder me aposentar aos 65 anos.
como não quero ser escravizado por mais 20 anos, estou pensando em ser a cigarra, curtir a vida e morrer no inverno.
 

Ron Swanson

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
41.181
Reações
37.180
Pontos
984
Recomendar que alguem venda um imovel pra colocar em PP devia dar cadeia...
falei merda mesmo kkk. Pior q não era pra colocar tudo e sim um trocado. Não me fiz entender direito. Eu mesmo não colocaria o dinheiro do imóvel vendido em pp. Até pq to pegando um imóvel e fazendo previdência à parte de outros recursos. Assim como os fundos de investimento, fixa, etc.
 

The Janitor

Bam-bam-bam
Mensagens
5.157
Reações
9.409
Pontos
364
tbm sou um que foge de previdência privada , tenho uma reserva de emergência em tesouro , metade em lci e lca , outra metade em ações e fundos imobiliários e guardo 20% do salario por mês em ações , espero ter uma boa renda passiva quando tiver velho e acabado
 
Topo