O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Bolsonaro critica emenda que manda expropriar propriedade que explorar trabalho escravo

robodroid

Veterano
Mensagens
690
Reações
666
Pontos
143
O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta terça-feira (30) a emenda constitucional que pune com expropriação a propriedade rural que pratica trabalho escravo.
Ele fez o comentário durante discurso em cerimônia de anúncio da revisão de 36 normas que tratam das regras de proteção da saúde e da segurança de trabalhadores.
A emenda constitucional número 81, de 2014, que alterou o artigo 243 da Constituição, diz o seguinte: "As propriedades rurais e urbanas de qualquer região do País onde forem localizadas culturas ilegais de plantas psicotrópicas ou a exploração de trabalho escravo na forma da lei serão expropriadas e destinadas à reforma agrária e a programas de habitação popular, sem qualquer indenização ao proprietário e sem prejuízo de outras sanções previstas em lei".
Segundo Bolsonaro, 'ninguém é a favor de trabalho escravo'. Mas, dirigindo-se ao ministro Ives Gandra, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que estava na plateia, afirmou: "Alguns colegas de vossa excelência entendem que o trabalho análogo à escravidão também é escravo. E pau neles".
O presidente criticou a possibilidade de, com base na lei, uma família dona de propriedade rural que ofereça aos trabalhadores "[pequena] espessura do colchão, recinto com ventilação inadequada, roupa de cama rasgada, copo desbeiçado, entre outras 200 especificações", vir a perder a fazenda.

"Esse cidadão vai perder a fazenda. Vão ele, netos e bisnetos para a rua, se não for para a cadeia. Quem tem coragem de investir num país como esse? Ninguém", declarou.
Uma lei de dezembro de 2003 estabelece "reclusão, de dois a oito anos, e multa, além da pena correspondente à violência" para quem "reduzir alguém a condição análoga à de escravo, quer submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto".
No discurso, o presidente defendeu uma "definição clara" de trabalho escravo na Constituição ou a retirada do dispositivo da carta para aprovação de uma lei complementar.
Como a escravidão foi oficialmente abolida em maio de 1988, com a edição da Lei Áurea, a expressão "trabalho análogo à escravidão" é usada para designar situações degradantes, semelhantes às do trabalho na escravidão.
"Quem sabe, parlamentares, uma definição clara até na própria Constituição do que é trabalho escravo? Botar na Constituição ou retirar e levar para lei complementar se faça necessário. Porque o Estado que estávamos construindo até há pouco tempo era o Estado totalitário, o Estado socialista e, pelas leis, nós estávamos cada vez mais nos aproximando do socialismo e do comunismo, onde o Estado mandava em tudo e em todos", declarou.
Em entrevista após a cerimônia, o presidente voltou a falar do assunto. Disse que a "linha divisória do trabalho análogo ao escravo é muito tênue".
Segundo ele, o empregador necessita de uma garantia para que as condições de trabalho que oferece ao funcionário não sejam classificadas como análogas às de escravidão.
"O trabalhador, o empregador, tem que ter essa garantia. Não quer maldade para o seu funcionário nem quer escravizá-lo. Isso não existe. Pode ser que exista na cabeça de uma minoria insignificante, aí tem que ser combatido. Mas deixar com essa dúvida quem está empregando, se é análogo ou não é, você leva o terror para o produtor", afirmou.

Fonte
 


Wayne Gretzky

Mil pontos, LOL!
Mensagens
38.873
Reações
53.497
Pontos
1.024
O presidente criticou a possibilidade de, com base na lei, uma família dona de propriedade rural que ofereça aos trabalhadores "[pequena] espessura do colchão, recinto com ventilação inadequada, roupa de cama rasgada, copo desbeiçado, entre outras 200 especificações", vir a perder a fazenda.

"Esse cidadão vai perder a fazenda. Vão ele, netos e bisnetos para a rua, se não for para a cadeia. Quem tem coragem de investir num país como esse? Ninguém", declarou.

:facepalm
 

Vim do Futuro

Bam-bam-bam
Mensagens
9.056
Reações
34.163
Pontos
353
Tem alguma lei pra expropriar aquelas confecções "mandrakes" da 25 de Março???? A maioria ali ferra com os trabalhadores bolivianos.

Bem, acho que a lei só vale pra fazendeiros, não é mesmo? Quem poderia imaginar... :viraolho
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.254
Reações
48.266
Pontos
553
O presidente criticou a possibilidade de, com base na lei, uma família dona de propriedade rural que ofereça aos trabalhadores "[pequena] espessura do colchão, recinto com ventilação inadequada, roupa de cama rasgada, copo desbeiçado, entre outras 200 especificações", vir a perder a fazenda.

"Esse cidadão vai perder a fazenda. Vão ele, netos e bisnetos para a rua, se não for para a cadeia. Quem tem coragem de investir num país como esse? Ninguém", declarou.

:facepalm
Pô, mas se for isso mesmo, eu tô com o Bolsonaro. Porque expropriar uma fazenda porque tem lençol rasgado é desproporcional.

Vou ficar no aguardo dos especialistas em direito, os nobres que enriquecem o debate com a leitura detalhada da norma vigente. Não é possível que um jornalista bote uma manchete dessa e não pormenorize o que o Bolsonaro falou. Eu nem sabia que existia essa regra.

Repito, trabalho escravo é desprezível, mas punir com perda do imóvel por não ter lençol, copo desbeiçado ou colchão grosso é irrazoável. Multa é cabível, perder a fazenda nunca! Agora em caso de um fazendeiro fazer o trabalhador se endividar porque oferece comida e outros atos desumanos afins tem que não só tirar a fazenda como matar o fazendeiro com um espeto no cú.
 


Wayne Gretzky

Mil pontos, LOL!
Mensagens
38.873
Reações
53.497
Pontos
1.024
Pô, mas se for isso mesmo, eu tô com o Bolsonaro. Porque expropriar uma fazenda porque tem lençol rasgado é desproporcional.

Vou ficar no aguardo dos especialistas em direito, os nobres que enriquecem o debate com a leitura detalhada da norma vigente. Não é possível que um jornalista bote uma manchete dessa e não pormenorize o que o Bolsonaro falou. Eu nem sabia que existia essa regra.

Repito, trabalho escravo é desprezível, mas punir com perda do imóvel por não ter lençol, copo desbeiçado ou colchão grosso é irrazoável. Multa é cabível, perder a fazenda nunca! Agora em caso de um fazendeiro fazer o trabalhador se endividar porque oferece comida e outros atos desumanos afins tem que não só tirar a fazenda como matar o fazendeiro com um espeto no cú.
"Art. 243. As propriedades rurais e urbanas de qualquer região do País onde forem localizadas culturas ilegais de plantas psicotrópicas ou a exploração de trabalho escravo na forma da lei serão expropriadas e destinadas à reforma agrária e a programas de habitação popular, sem qualquer indenização ao proprietário e sem prejuízo de outras sanções previstas em lei, observado, no que couber, o disposto no art. 5º.

Parágrafo único. Todo e qualquer bem de valor econômico apreendido em decorrência do tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins e da exploração de trabalho escravo será confiscado e reverterá a fundo especial com destinação específica, na forma da lei."




Trabalho escravo ainda é uma realidade nas fazendas brasileiras, inclusive com mão de obra infantil no corte de cana. Colocam cinco famílias em um quarto que cabem cinco pessoas, igual acontece com os bolivianos em São Paulo. Isso sem falar das terras que são utilizadas para o plantio de maconha e coca que sustentam o tráfico internacional.

Bolsonaro precisa urgentemente calar a boca.
 

Lost Brother

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.149
Reações
20.059
Pontos
554
o bolsonaro é um grande mentiroso, os fiscais do trabalho tem toda uma rigida conduta para enquadrar uma relacao trabalhista em trabalho analogo a escravidao. Nao é a espessura de um colchao que ira fazer a diferenca na avaliacao, precisa de varias caracteristicas presentes. Nao é tao facil ser enquadrado em trabalho analogo a escravidao, e muito menos ter confisco de propriedade por uma condenacao definitiva.

Enviado de meu Moto C Plus usando o Tapatalk
 

Ares1521

Bam-bam-bam
Mensagens
6.681
Reações
14.653
Pontos
404
Ele criticou a lei de "trabalho análogo a escravidão". O que é uma lei estúpida que só dá merda pois cada jus-positivista inventa que uma coisa é análoga e vira uma puta insegurança jurídica do caralho.

Escravidão é você proibir mediante agressão ou ameaça de agressão alguém de deixar um trabalho, SÓ ISSO! Se as condições são ruins, mas a pessoa é livre para sair, não é escravidão. Se tem Boliviano trabalhando em condições que você não trabalharia em SP é porque ele prefere isso do que continuar na Bolívia! Exceto caso tinha alguém o proibindo de sair do emprego, não é escravidão.
 

Black Phillip

Veterano
Mensagens
211
Reações
764
Pontos
128
Alguém tem que mandar o Bolsonaro calar a boca.

Votei nele (mais por falta de opção do que por convicção), mas não dá. Cada dia uma baboseira diferente.
Eu era feliz com o Mourão falando merda toda hora e não sabia.

PS: O Bolsonaro, caso se informasse, descobria que o número de propriedades rurais desapropriadas por trabalho escravo é... zero. A norma da Constituição precisa ser regulada por lei, que não existe. Essa lei, inclusive, viria a definir o que é "trabalho escravo", exatamente o que ele deseja. O homem tem todo um órgão gigantesco para assessorá-lo juridicamente (AGU), mas prefere sair dando declarações como se estivesse numa discussão de botequim.
 

Gacrux

Usuário exemplar
VIP
Mensagens
22.166
Reações
46.219
Pontos
669
Essa emenda foi criada para uso político ideológico.

O estado te acusa de trabalho escravo e pronto, você perde as suas terras.

É mais uma forma de dar ao estado poderes ilimitados. Lembra o que foi feito na URSS? Pois é, essa emenda era só mais um passo.

Imagina um governo petista com uma arma dessas em mãos, é o sonho de qualquer projeto de ditador.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
6.049
Reações
7.715
Pontos
353
Que o PT roubou pacas, isto é um fato, mas ao menos ainda estávamos em nosso triste "padrão brasileiro de normalidade", que sempre foi aquele de ser um dos países mais corruptos do mundo (ou alguém aqui vai ter a pachorra de negar o óbvio ululante?). Mas com Bolsonaro, temos algo totalmente diferente: um desavergonhado e cínico mentiroso compulsivo, um teórico da conspiração e um paranóico conspiracionista.

Praticamente toda vez que este traste abre a boca, alguma obscenidade que põe em xeque o mínimo funcionamento das instituições democráticas é defecada. É como se entrasse tudo na elástica conta do "politicamente correto da esquerda", em alguma variante vaga da tal "guerra cultural", etc.

Sob Bolsonaro, trabalho infantil já não é mais problema, trabalho escravo basicamente também não, a ditadura militar nunca matou, torturou ou "desapareceu" ninguém, não existe fome no Brasil, e a lista de absurdos é vasta, vastíssima até. Não é apenas o "Trump dos trópicos" - está bem mais para um Duterte. Mas, como eu sempre gosto de dizer, NINGUÉM pode dizer que foi enganado.

O que nós assistimos agora já se mostrou em público sempre que podia e sem nenhuma ambiguidade. Bolsonaro é (e isto ninguém pode acusá-lo do contrário) consistentemente do jeito que ele é há décadas. Que ele tentou se passar por outro é uma das raras acusações que não podem ser a ele imputadas. Ninguém foi enganado em coisa alguma. Tudo já se encontrava lá, em alto e bom som.

O Bozo (pois, cá entre nós, ele faz por merecer a alcunha) faz o seu vice mais parecer um comunista em comparação - e olha que estamos falando de um cidadão militar e patriótico, e que compactua com muitas das coisas defendidas pela atual extrema-direita (mas como o Bozo é a bizarrice esdrúxula em pessoa, qualquer mínima razoabilidade mental já nos parece mais um oásis de esperança). A tendência é que a situação do retardado fique cada vez mais insustentável e o seu vice assuma.
 
Ultima Edição:

sux138

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.309
Reações
21.495
Pontos
553
Essa emenda foi criada para uso político ideológico.

O estado te acusa de trabalho escravo e pronto, você perde as suas terras.

É mais uma forma de dar ao estado poderes ilimitados. Lembra o que foi feito na URSS? Pois é, essa emenda era só mais um passo.

Imagina um governo petista com uma arma dessas em mãos, é o sonho de qualquer projeto de ditador.
Foi o que eu entendi
Uma lei muito aberta permite diversas arbitrariedades
 

xDoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.987
Reações
124.491
Pontos
589
Amiga da minha namorada tem fazenda;

Uma vez acolheram uns pedintes que não tinham nada;

Deu emprego pra essa família de pedintes e deixou eles trabalharem num canto da terra lá;

Ajudou eles a construir uma casa;

Anos se passaram e esses pedintes resolveram se mudar;

Uns dias depois chegou reclamação trabalhista alegando trabalho escravo, mesmo com toda essa ajuda sendo dada (e todas as verbas trabalhistas sendo pagas).

No fim o pai dessa menina acabou fazendo acordo diante do medo de dar merda.


Pessoas esquecem que a justiça do trabalho é extremamente forçada pro lado do trabalhador, e muita gente de má fé abusa disso. Obviamente, também esquecem que bolsonaro criticou isso por conta de casos justamente como esse que relatei.
 

JmB!

Bam-bam-bam
Mensagens
10.384
Reações
8.275
Pontos
484
Existem "abusos" dos dois lados.

Não adianta ficar defendendo um enquanto o outro também "se aproveita".

A solução?

FISCALIZAÇÃO JUSTA

Como fazer ser justa?

COM AUDITORIA RÍGIDA NOS ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO

Como?

COM EMPRESAS INDEPENDENTES, QUE TAMBÉM (VEJAM VOCÊS) SÃO AUDITADAS.

O Brasil precisa ser colocado nos eixos, e sem auditorias isso é impossível.

A Inglaterra sabe disso, por isso lá auditores (não irei especificar em qual área) são condecorados pela rainha....

A solução é seguir a lei DA MANEIRA CORRETA. Sem achismos, sem ideologia, sem emoção... É seguir e pronto!

T+
 
Ultima Edição:

lokodoabc

Habitué da casa
Mensagens
120
Reações
158
Pontos
54
Alguém tem que mandar o Bolsonaro calar a boca.

Votei nele (mais por falta de opção do que por convicção), mas não dá. Cada dia uma baboseira diferente.
Eu era feliz com o Mourão falando merda toda hora e não sabia.

PS: O Bolsonaro, caso se informasse, descobria que o número de propriedades rurais desapropriadas por trabalho escravo é... zero. A norma da Constituição precisa ser regulada por lei, que não existe. Essa lei, inclusive, viria a definir o que é "trabalho escravo", exatamente o que ele deseja. O homem tem todo um órgão gigantesco para assessorá-lo juridicamente (AGU), mas prefere sair dando declarações como se estivesse numa discussão de botequim.
Pois é.... temos um moleque de 12 anos na presidência da república, que não aceita uma opinião contrária e fica nervosinho.

O papel do presidente não é ficar respondendo provocação em rede social e entrevistas e sim trabalhar para o bom do País.
 

Makenshi

Bam-bam-bam
Mensagens
8.460
Reações
8.010
Pontos
474
Ele criticou a lei de "trabalho análogo a escravidão". O que é uma lei estúpida que só dá merda pois cada jus-positivista inventa que uma coisa é análoga e vira uma puta insegurança jurídica do caralho.

Escravidão é você proibir mediante agressão ou ameaça de agressão alguém de deixar um trabalho, SÓ ISSO! Se as condições são ruins, mas a pessoa é livre para sair, não é escravidão. Se tem Boliviano trabalhando em condições que você não trabalharia em SP é porque ele prefere isso do que continuar na Bolívia! Exceto caso tinha alguém o proibindo de sair do emprego, não é escravidão.
 

Makenshi

Bam-bam-bam
Mensagens
8.460
Reações
8.010
Pontos
474
Existem "abusos" dos dois lados.

Não adianta ficar defendendo um enquanto o outro também "se aproveita".

A solução?

FISCALIZAÇÃO JUSTA

Como fazer?

AUDITORIA RÍGIDA EM ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO

Como?

COM EMPRESAS INDEPENDENTES, QUE TAMBÉM (VEJAM VOCÊS) SÃO AUDITADOS.

O Brasil precisa ser colocado nos eixos, e sem auditorias isso é impossível.

A Inglaterra sabe disso, por isso lá auditores (não irei especificar em qual área) são condecorados pela rainha....

A solução é seguir a lei, DA MANEIRA CORRETA. Sem achismos, sem ideologia, sem emoção... É seguir e pronto!

T+
Porque só duas pessoas curtiram o melhor post do tópico?
 

Tecnomage

Bam-bam-bam
Mensagens
4.642
Reações
7.155
Pontos
313
Existem "abusos" dos dois lados.

Não adianta ficar defendendo um enquanto o outro também "se aproveita".

A solução?

FISCALIZAÇÃO JUSTA

Como fazer?

AUDITORIA RÍGIDA EM ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO

Como?

COM EMPRESAS INDEPENDENTES, QUE TAMBÉM (VEJAM VOCÊS) SÃO AUDITADOS.

O Brasil precisa ser colocado nos eixos, e sem auditorias isso é impossível.

A Inglaterra sabe disso, por isso lá auditores (não irei especificar em qual área) são condecorados pela rainha....

A solução é seguir a lei, DA MANEIRA CORRETA. Sem achismos, sem ideologia, sem emoção... É seguir e pronto!

T+
Achei a colocação perfeita... Acho que o Brasil deveria ter mais empresas independentes de auditoria para validar várias áreas, principalmente o serviço público.
O Brasil não tem tradição nessa área, auditora e sempre deixada de lado, até cursos de formação específicos para auditora são raros os aqui...
E vejo que os auditores que conheço aqui no Brasil são despreparados, participo das auditorias fiscais e de informática onde trabalho, e o pessoal é bem amador aqui comparado com auditores dos EUA ou Europa...
 

johnhartigan

Bam-bam-bam
Mensagens
2.081
Reações
8.539
Pontos
268
Uai, quem não entendeu? Se não tiver tantos rolos de papel higiênico por funcionário, espessura de colchão, e outras trocentas putarias a fiscalização considera isso como trabalho escravo e bota no mesmo balaio de gente que tira a liberdade dos funcionários, que cobra quanto quiser da refeição, que coage pro funcionário não deixar a propriedade, e esses sim merecem cadeia e perder tudo, quem não entendeu é burro, me desculpe, mas malabarismo esquerdista é assim mesmo.
 

sux138

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.309
Reações
21.495
Pontos
553
Amiga da minha namorada tem fazenda;

Uma vez acolheram uns pedintes que não tinham nada;

Deu emprego pra essa família de pedintes e deixou eles trabalharem num canto da terra lá;

Ajudou eles a construir uma casa;

Anos se passaram e esses pedintes resolveram se mudar;

Uns dias depois chegou reclamação trabalhista alegando trabalho escravo, mesmo com toda essa ajuda sendo dada (e todas as verbas trabalhistas sendo pagas).

No fim o pai dessa menina acabou fazendo acordo diante do medo de dar merda.


Pessoas esquecem que a justiça do trabalho é extremamente forçada pro lado do trabalhador, e muita gente de má fé abusa disso. Obviamente, também esquecem que bolsonaro criticou isso por conta de casos justamente como esse que relatei.
Uma história muito comum. Já houve várias parecidas

Acontece que "ajudar" alguém é pedir pra se fuder. Mesmo quando é da própria família

Segundo ponto é que neste ambiente acaba sendo muito conveniente oferecer "ajuda" ao invés de oferecer trabalho digno remunerado.

Portanto quem não quiser tomar rasteira tem que deixar de ser inocente e fazer as coisas certinhas
 

.gandalf the grey.

Bam-bam-bam
Mensagens
1.629
Reações
5.536
Pontos
303
Amiga da minha namorada tem fazenda;

Uma vez acolheram uns pedintes que não tinham nada;

Deu emprego pra essa família de pedintes e deixou eles trabalharem num canto da terra lá;

Ajudou eles a construir uma casa;

Anos se passaram e esses pedintes resolveram se mudar;

Uns dias depois chegou reclamação trabalhista alegando trabalho escravo, mesmo com toda essa ajuda sendo dada (e todas as verbas trabalhistas sendo pagas).

No fim o pai dessa menina acabou fazendo acordo diante do medo de dar merda.


Pessoas esquecem que a justiça do trabalho é extremamente forçada pro lado do trabalhador, e muita gente de má fé abusa disso. Obviamente, também esquecem que bolsonaro criticou isso por conta de casos justamente como esse que relatei.
Sou do interior e posso confirmar que isso acontece o tempo todo.
 

Aet3rnus

Bam-bam-bam
Mensagens
844
Reações
2.974
Pontos
258
Pois é.... temos um moleque de 12 anos na presidência da república, que não aceita uma opinião contrária e fica nervosinho.
Esse garotinho de 12 anos são vcs: nazista... facista... monstro... ditador... ele vai matar os indios... vai matar os negros... as senzalas estão vindo



Quero só ver como vai fazer pra passar o pano pra essa bomba aí
Estamos falando de crime, não é verdade? Existe um princípio fundamental no direito penal chamado "princípio da taxatividade". O tipo penal necessita ser certo, especifico ou seja bem definido... e é esse o problema que o Bolsonaro criticou. Se não acredita, pode conferir no google. Mas é aquela coisa: o teor da crítica pouco importa... o que quero é criticar.
 

大天使

Veterano
Mensagens
693
Reações
1.553
Pontos
148
Se algum fazendeiro explorar trabalho escravo tem que se fuder e acabou! Não pode ter pena de criminoso nenhum! É claro que, como já foi dito aqui, tem que ter uma boa fiscalização pra evitar que pessoas inocentes sejam presas.

E se algum fazendeiro (de fazenda grande ou pequena) não quer perder suas terras e posses é só não explorar trabalho escravo! Simples assim! Não tem que abolir lei nenhuma!

Achei que Bolsonaro ia ser mais rígido contra bandidos. Ou ele só vai ser rígido contra certos bandidos?
 

Grave Uypo

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.309
Reações
19.850
Pontos
553
Se você ver o que configura trabalho escravo nessa porra de lei atual você vai concordar que é um absurdo isso aí. 99% dos casos de "trabalho escravo" tem mais a ver com a cor da escova de dentes do peão (não estou nem zoando, isso que é triste) do que com trabalho que ele faz, sua liberdade e com sua remuneração. Você não pode nem deixar o peão comer carne de caça (caçar porco do mato é liberado) num churrasquinho pra familia dele por que se fiscal vê ele fala: "Ta alimentando funcionario com carne de caça? Escravidão." Peão gosta daquela bota velha com buraco no lado? manda jogar fora, se não ele é considerado seu escravo.

pra referencia, escravidão é um termo tão corrompido quanto "fascista" atualmente. Acho que dá pra perceber o nível com essa comparação.


ps: Ainda existe escravidão de verdade também e essa é obviamente extremamente condenável. Mas não é dessa que o bolsonaro ta falando. chines que curte escravizar outros chineses. ouvi um caso de uma pastelaria no rio que foi de cair o queixo.
 
Ultima Edição:

大天使

Veterano
Mensagens
693
Reações
1.553
Pontos
148
Se você ver o que configura trabalho escravo nessa porra de lei atual você vai concordar que é um absurdo isso aí. 99% dos casos de "trabalho escravo" tem mais a ver com a cor da escova de dentes do peão (não estou nem zoando, isso que é triste) do que com trabalho que ele faz, sua liberdade e com sua remuneração.

pra referencia, escravidão é um termo tão corrompido quanto "fascista" atualmente. Acho que dá pra perceber o nível com essa comparação.


ps: Ainda existe escravidão de verdade também e essa é obviamente extremamente condenável. Mas não é dessa que o bolsonaro ta falando.
Bolsonitro deveria combater a extorsão então.
Existem "abusos" dos dois lados.

Não adianta ficar defendendo um enquanto o outro também "se aproveita".

A solução?

FISCALIZAÇÃO JUSTA

Como fazer?

AUDITORIA RÍGIDA EM ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO

Como?

COM EMPRESAS INDEPENDENTES, QUE TAMBÉM (VEJAM VOCÊS) SÃO AUDITADOS.

O Brasil precisa ser colocado nos eixos, e sem auditorias isso é impossível.

A Inglaterra sabe disso, por isso lá auditores (não irei especificar em qual área) são condecorados pela rainha....

A solução é seguir a lei, DA MANEIRA CORRETA. Sem achismos, sem ideologia, sem emoção... É seguir e pronto!

T+
Assim mesmo
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
5.719
Reações
28.917
Pontos
353
A definição de "trabalho escravo" no Brasil é uma definição esquerdista (que odeia o trabalho e que pessoas trabalhem), que inclui "trabalho degradante".

Trabalho escravo é trabalhar mediante coerção. Nem todo trabalho em condições ruins é trabalho escravo.
 
Topo