O que há de Novo?
  • Novo tema escuro está disponível
    Um novo visual para o fórum com fundo escuro agora está disponível para todos. Você pode escolher o tema clicando no ícone de pincel no canto inferior esquerdo da página.


[Censura] Globo compra direitos de livro sobre corrupção na FIFA e não o publica no Brasil!

Mensagens
4.580
Curtidas
4.671
Pontos
319
#1
Globo embarga publicação de livro sobre corrupção na Fifa



Reprodução.



Quinta, 10/1/2019 7:50.

DANIELLE BRANT E PAULO PASSOS

NOVA YORK, EUA, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Lançado nos EUA em junho de 2018, o livro "Red Card: How the U.S. Blew the Whistle on the World's Biggest Sports Scandal" ("Cartão Vermelho: Como os EUA Revelaram o maior Escândalo Esportivo Mundial"), do jornalista Ken Bensinger, relata com detalhes o escândalo de corrupção da Fifa, revelado em 2015.

A exclusividade para a publicação no Brasil foi comprada pela Globo Livros, editora do Grupo Globo, em 2015, quando a obra ainda estava em produção. O lançamento no país era previsto para maio, antes da Copa do Mundo, mas foi adiado. Há uma versão em português da obra, que é vendida em Portugal desde junho.

"É muito estranho, porque eles compraram, me pagaram, uma pessoa da Globo mostrou a meu agente o manuscrito em português, e era para ser publicado em maio, em junho, em julho, e nunca foi publicado", afirma Ken Bensinger à reportagem.

Dona de direitos de TV de torneios da Fifa, a Globo é citada quatro vezes no livro. Em duas, o grupo aparece quando J.Hawilla é perfilado.

O empresário -morto em 2018- foi delator na investigação das autoridades americanas. Ele admitiu ter pago propina para dirigentes na compra de direitos de transmissão de torneios da Fifa e da CBF.

Ao contar a história de Hawilla, o livro cita que ele trabalhou na Globo, primeiro como repórter e depois como chefe do departamento de Esporte da emissora, nas décadas de 1970 e 1980.
Em outro trecho, Bensinger informa o quanto a Globo pagou à Fifa pelos direitos de TV das Copas do Mundo de 2010 e 2014. Segundo o autor, a emissora desembolsou 340 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,4 bilhão).

Na quarta referência à emissora, a obra reproduz o depoimento de Alejandro Buzarco, ex-homem forte da companhia de marketing argentina Torneos y Competencias, na Justiça dos Estados Unidos.

Em novembro de 2017, ele afirmou que a Globo e o grupo mexicano Televisa pagaram propina a um dirigente da Fifa durante negociação para compra de direitos de transmissão da Copa do Mundo.

"Recentemente meu agente ligou para um responsável da Globo Livros, e eles disseram que meu livro menciona a Globo, mas não muito, só um pouco no final. Mas eles disseram que não querem publicar até o caso criminal ser encerrado", diz Bensiger.

As declarações sobre as supostas propinas pagas pela Globo foram amplamente noticiadas na época. A emissora divulgou uma nota à imprensa em que afirmou "veementemente" que "não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina".

"Após mais de dois anos de investigação [o Grupo Globo] não é parte nos processos que correm na Justiça americana", disse a empresa em comunicado em novembro de 2017.
A reportagem procurou a Globo Livros em 20 de dezembro de 2018 e questionou a editora sobre as declarações de Bensinger e se havia uma previsão de publicação do livro no Brasil. A assessoria de imprensa informou que divulgaria uma nota sobre o caso -o que não ocorreu até a publicação desta reportagem.

'Ricardo Teixeira se comportava como gângster'

Ao longo do ano em que passou organizando depoimentos e compilando os documentos para o livro sobre o Fifagate, Ken Bensinger se deparou com pessoas que queriam impedir a publicação da obra.
Para ele, o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira se comportava como um gângster e um ladrão, assim como Julio Grondona, o ex-chefe da federação argentina de futebol.
"Eram praticamente personagens de filme. A forma como exigiam dinheiro, intimidavam, sua arrogância, esse tipo de coisa", afirma.

LEIA A ENTREVISTA:

PERGUNTA - Quando você começou a ter interesse em escrever sobre o assunto?
KEN BENSINGER - Havia um dirigente americano da Fifa, que está morto, era de Nova York, chamado Chuck Blazer. Ele era o mais poderoso oficial de futebol dos Estados Unidos, e em 2014, antes da Copa do Mundo no Brasil, eu escrevi um longo perfil sobre ele. Eu sabia que ele era corrupto, que tinha recebido muito dinheiro que não deveria ter recebido, mas não sabia que ele estava trabalhando em uma investigação criminal secreta.
Eu escrevi a reportagem e publiquei em junho de 2014, e, quase um ano depois, em 27 de maio de 2015, foi quando a investigação americana se tornou pública. E, dentro de alguns dias, foi revelado o fato de que Chuck Blazer era um colaborador e tinha feito uma delação premiada. Aí surgiu a oportunidade de escrever um livro. É muito interessante, porque eu sempre quis escrever um livro, eu gostava de futebol, não tanto assim, mas tinha interesse nos casos de corrupção e gostei da oportunidade de viajar um pouco e aprender.
PERGUNTA - Como você organizou o livro? Foi fácil ter acesso a documentos e fontes?
KEN BENSINGER - Eu consegui ter acesso a alguns documentos judiciais, mas muitos não eram públicos. E eu tive que encontrar fontes dispostas a compartilhar informações que não eram públicas. De outra forma, eu não conseguiria entender o caso. Então isso deu muito trabalho.
Comecei a me envolver com o livro no início de 2016. Levei um ano para obter os documentos e acesso a fontes que realmente pudessem ajudar a acrescentar informações que outros não conseguiriam.
PERGUNTA - Você ficou surpreso com a extensão da corrupção?
KEN BENSINGER - Sim, foi chocante. Eu não conseguia acreditar em toda a corrupção na Fifa e nos níveis que ela tinha chegado. Não está muito no livro, mas uma das pessoas mais chocantes na coisa toda foi [o ex-presidente da CBF] Ricardo Teixeira. Ele fazia coisas muito ruins, ele se comportava como um criminoso vulgar e ganancioso. O tipo de pessoa que trairia qualquer um para se salvar. Ele era mal-intencionado. Assim como Julio Grondona. Teixeira se comportava como um gângster e um ladrão, e Grondona se comportava como um mafioso. Eram praticamente personagens de filme. A forma como exigiam dinheiro, intimidavam, sua arrogância, esse tipo de coisa.
PERGUNTA - E sobre Marin?
KEN BENSINGER - Ele estava na Suíça e foi extraditado aos EUA. Muitas pessoas decidiram cooperar, ele se recusou.
Marin foi condenado a 48 meses, mas teve 13 meses de abatimento, pelo tempo que cumpriu na Suíça. Acho que a sentença foi importante, e a juíza falou isso, para mandar um recado. Ela também disse que daria um tempo mais longo de prisão para ele pelos crimes que cometeu, e só não daria porque ele estava muito velho. Essa foi a sorte dele.
PERGUNTA - Acha que algo mudou na Fifa depois disso?
KEN BENSINGER - A Fifa fez algumas mudanças, mas não acho que foram suficientes. Ela fez todo o esforço para não ser processada, e disse isso no tribunal, que eles pagaram milhões de dólares a advogados para evitar um processo ou ser implicada. Ao mesmo tempo, o que surge da Suíça, da Conmebol e de outras partes da Fifa sugere que ainda há corrupção e que as pessoas que comandam a federação são os reis do mundo.
PERGUNTA - Qual o papel de Marco Polo Del Nero nisso?
KEN BENSINGER - A Fifa, mesmo depois que ele foi indiciado, não fez nada. E era hilário, porque ele estava em Zurique quando Marin foi preso. Acho que foi um erro da promotoria, eles deveriam ter acusado Del Nero no mesmo dia, mas só o acusaram seis meses depois. Quando prenderam Marin, a esposa dele ligou para Del Nero e pediu ajuda para o marido. Então ele fugiu, voltou para o Brasil, e nunca mais deixou o país.

https://www.pagina3.com.br/geral/20...a-publicacao-de-livro-sobre-corrupcao-na-fifa
 
Ultima Edição:




Mensagens
1.070
Curtidas
1.400
Pontos
203
#7
quem nao deve nao teme... deve ter algo de podre da globo no livro
Mesmo que não tenha especificamente da Globo eles tem o direito de transmissão da copa e faturam rios de dinheiro em cima disso.
Não que esse livro pudesse estragar o gerador de dinheiro que é a copa mas melhor não arriscar.

Enviado de meu MI 5s usando o Tapatalk
 

Gamer King

Mil pontos, LOL!
VIP
Mensagens
48.880
Curtidas
45.563
Pontos
1.069
#9
Achei comédia demais a postura da Globo em relação a denúncia de propinas, colocaram o Bonner no Jornal Nacional pra dizer que uma apuração interna constatou que não houve pagamentos ilícitos.

Hilário, ela é acusada e ela mesma se isenta e tá tudo certo.

Esse meio do futebol é podre, lógico que a Globo entrou no esquema.
 
Mensagens
3.898
Curtidas
7.362
Pontos
354
#11
Esse Ricardo Teixeira então, realmente é um vagabundo de marca maior, imaginem a sujeira que ele e a globo escondem juntas, um cúmplice do outro

O futebol no Brasil é o maior circo de todos, e a globo é seu picadeiro. Mas isso está perdendo força, eu mesmo já faz anos que não me interesso mais por futebol, prefiro é jogar com amigos ou no vídeo game
 
Mensagens
414
Curtidas
590
Pontos
128
#12
Todo mundo reclamando da pilantragem da globolixo e tal, mas maioria aqui adora um futebol na tv, ou seja, todos pagam pela roubalheira.

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
 
Mensagens
1.947
Curtidas
2.052
Pontos
303
#13
Então se entidades e emissores, ou até meu time já foi sujo eu tenho que deixar de gostar do esporte?

Não vejo relação nisso, se for parar pra ver, todo esporte já teve algum problema grande, então devemos deixar de acompanhar todos esportes?

Deixar de financiar essas coisas sujas, boicotar emissores é uma coisa, culpar o ESPORTE por tais problemas é outra.
 
Mensagens
7.116
Curtidas
5.855
Pontos
429
#16
É o chamado rabo preso/telhado de vidro.

Se você sabe que é corno/ladrão e ninguém sabe, você vai ficar espalhando pra todo mundo?
hehhehehehe


Abraço a todos.
 

TURBOOTH

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.172
Curtidas
12.780
Pontos
629
#17
Com a internet e o livro já publicado em outro país (aliás poderia ser em qualquer idioma), a Globo não escapa não.
Evidente que se fizeram isso, foi para tentar baixar a poeira da culpa e provavelmente do nome Rede Globo que deve estar escrito no livro.
 

Land Stalker

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
17.195
Curtidas
55.757
Pontos
554
#19
Um político já falecido aqui no Paraná disse:

"Futebol tem muita corrupção". By Anibal Khury;
@Roveredo deve conhecer a fama do Anibal Khury, se ele fala que alguma coisa é corrupta, é porque a coisa é feia:obrigue
 
Mensagens
5.836
Curtidas
17.920
Pontos
353
#21
Um político já falecido aqui no Paraná disse:

"Futebol tem muita corrupção". By Anibal Khury;
@Roveredo deve conhecer a fama do Anibal Khury, se ele fala que alguma coisa é corrupta, é porque a coisa é feia:obrigue
Só existe uma Khury que aprecio: Ângela Khury Munhoz da Rocha.

Tenho tesão nessa desembargadora (na Joeci Camargo também).
 

lucas789

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.849
Curtidas
44.808
Pontos
554
#22
No mais, a Globo é suja até a alma. Não salva nada lá.

Mas vê se o povão abre mão da novela das 8:brbr:facepalm
Eu fico com um odio fudido da minha mae

Assiste todos as novelas e ainda paga o servico de streaming da globo pra ver novela

Eu fico puto quando ela pede pra por uma novela no aplicativo da globo na TV, por gente assim que ela ainda tem todo esse poder
 
Mensagens
780
Curtidas
1.389
Pontos
204
#26
Globo e muitas outras emissoras do mundo. só descobriram as paradas todas por causa do cartola americano e do wikileaks, que hoje tem uma parte futeboleaks, futleaks, algo assim.

Rola muita grana, poucos serão presos e então tudo vai parecer como se nada tivesse ocorrido.
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.667
Curtidas
35.589
Pontos
553
#27
Globo e muitas outras emissoras do mundo. só descobriram as paradas todas por causa do cartola americano e do wikileaks, que hoje tem uma parte futeboleaks, futleaks, algo assim.

Rola muita grana, poucos serão presos e então tudo vai parecer como se nada tivesse ocorrido.
Acho que o mundo da grana não sai desse caminho. Muitos acham conspiração mas quem tem dinheiro e poder dificilmente é bonzinho (tô falando de muita grana).
 
Mensagens
9.387
Curtidas
32.192
Pontos
399
#33
isso vai acabar se revertendo em propaganda para as versões eletrônicas ou mesmo as importadas.

"Leiam o livro que a globo proibiu" -

o pedir mais cedo deveria vender esse livro na porta das iurds ou dar de brinde na compra de um ingresso no filme dele
 

Topo