O que há de Novo?


Como era ter um PC em nossas vidas nos anos 90 e início de 2000?

celsowmbr

Ser evoluído
Mensagens
44
Curtidas
81
Pontos
18
Começei com um IBM 486 Aptiva que minha mãe comprou na antiga feira de "informática" que tinha no rio centro:



Ele vinha com Windows 3.11
Não utilizávamos filtro de linha ou coisa do tipo nele na época então, um belo dia, ele queimou, mas...
Minha mãe reclamou pra caramba e eles trocaram por um 586 com kit multi media com windows 95 !!!

Ficamos muitos anos com ele e lembro de ter rodado uns emuladores no bixo, mas lembro que o de mega drive ele sofria um pouco :(

Ai lembro que rolou um pulo para um pentium II e depois para um pentium IV (não consigo lembrar bem as épocas)

Joguei muito "aventura submarina" e "teatro mágico" no 586

E começamos a usar internet na época do Mandic ainda nos anos 90 !!!
 


kyo_ryo

Bam-bam-bam
Mensagens
3.608
Curtidas
3.108
Pontos
319
Rapaz tópico bão hein! Muita nostalgia....

Lembro que o primeiro PC de casa veio quando eu tinha 10 anos + ou menos, foi em 1998. Meu pai um belo dia chega com um Pentium 200 MMX de uma loja que eu não lembro o nome ao certo mais era algo como Norla ou Nolan (era no Rio de Janeiro, morei um breve período lá).

Na época eu só usava PC's no colégio e não manjava de nada.

Lembro que um dos primeiros micos que pagamos (e a loja também) foi o seguinte. Usando o poderoso Windows 95, começamos a usar alguns documentos do Word e meu pai ficou desesperado quando viu a pasta "Documentos Recentes" que simplesmente estava lotando. Com medo e sem saber do que se tratava meu pai brigou comigo e com meu irmão e mandou o computador para "manutenção" e o que a loja fez?

Claro, formataram o computador e mandaram do zero, infelizmente o "problema" continuou...

Na parte de games, nós chafurdávamos naquelas revistas de games tendo problemas pra rodar quase tudo, especialmente os jogos de DOS. Um dos primeiros games que tivemos foi esse aqui:



Coisa boa na época. Além disso, lembro de tentar, sem sucesso, roda Super Street Fighter 2X que pra mim era algo impossível de jogar, mas que veio um demo numa revista.

A coisa melhorou quando descobrimos os emuladores rs. Lembro que ficamos viciados no NO$GB com Pokemon Yellow, minha prima que tinha o Gameboy largou ele só pra jogar no PC. Tempos divertidos. Logo vieram os upgrades e descobrimos as Placas de Vídeo. Meu pai como sempre começou sendo tapiado pelas SIS 530 e Trident "OFF BOARD", mas logo colocamos juízo nele e compramos a "poderosa" Geforce 2 MX 400. E jogamos um infinidade de coisa boa, Test Drive 5, Soul Reaver, Quakes, NeorageX, Kawaks!

Bons tempos viu, estes não voltam mais
 

The Kong

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.520
Curtidas
66.231
Pontos
584
Outro grande problema tb é que nos anos 90 além de caro em pouco tempos os pcs ficavam defasados.
A exceção era quem comprasse um sistema bem robusto, mas aí ia mais dinheiro ainda.

Lembro que um colega comprou um pc em 1998. Aí em 2001 esse mesmo pc sequer conseguia rodar bem windows XP. Puts em 03 anos nem mesmo o sistema operacional ele dava conta. Precisava de mais ram para poder rodar razoavelmente o Windows XP que ainda engasgava. E pagou 3 mil reais nesse pc em 1998 ( o salário mínimo era em torno de 150 reais na época...)

Por isso nos anos 90 e na primeira metade dos anos 2000 nunca fui fã de jogar em PCs. O custo benefício era péssimo.
Consoles além de baratos rolava pirataria livremente com jogos a 10 reais ou menos.

Quando digo que consoles eram muio baratos é o fato de que apenas uma placa de video mediana custava o preço de um console da geração.

Também tinha o fato que instalar jogos e configurar não era algo tão simples, especialmente nos anos 90.

Já o console era colocar o jogo, ligar e fim. Foi assim até o ps2.

A partir da sétima geração as coisas foram mudando com o surgimento da steam. Os consoles ficaram mais caros e bem parecidos com pcs. Os pcs ficaram mais baratos e acessíveis e tb as configurações passaram a aguentar por mais tempo.

Hoje a história é outra.

Um PC de 2011 com I5 2400 ou I5 2500 com 8GB de ram é suficiente para rodar os jogos atuais bem. E placas de video de 2012 conseguem rodar razoavelmente os jogos atuais.

Nos anos 90 um processador depois de 04 anos estava totalmente defasado até mesmo para rodar programas simples. Jogos nem se fala.
Só discordo da parte negritada. Os consoles não ficaram mais caros não, eles custam mais ou menos a mesma média de preço que custam hoje, ou inclusive eram até MAIS CAROS (claro, fazendo a devida correção monetária obviamente), e olha que antes era bem mais difícil comprar os consoles, não existiam cartões de crédito de maneira tão simples assim não.
 

Creature

Bam-bam-bam
Mensagens
4.645
Curtidas
5.402
Pontos
299
Tela azul + baixar roms + formatar HDD a cada 6 meses + queimar CDR + Modem 56k com IG e IBest (mais tarde mudei pro Terra e era menos horrível, mas ainda era ruim). Esse é o lado ruim.

Lado bom eram aquelas revistas de games que achava nas bancas de jornais com games dublados em PT-BR. Lembro de ter comprado Soul Reaver e um adventure ae bem loko do Dracula, todos com ótima dublagem. Era legal colecionar games de PC em mídia física.
 


Piga

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Curtidas
11.201
Pontos
348
@The Kong
Retrocomputação ainda é algo bem barato se compararmos com os retrovideogames. Pra você ter uma ideia e claro, respondendo a sua pergunta, esse PC da Procomp saiu por R$ 130,00 já com o frete expresso pelo Mercado Envios. Já a outro PC que comprei no mesmo dia (um 486) está vindo pelo frete comum, por isso mais demorado.

Como eu tinha comentado, um conhecido de um amigo tinha me doado umas peças que ele ia jogar fora, fiz a triagem e tal e ok. Nesse dias das mães esse mesmo amigo me chega aqui em casa com a caçamba de uma saveiro LOTADA de material de informática. Esse amigo dele "achou" mais coisas e resolveu me mandar. Nem preciso dizer que a mulher ficou "pistola" e a minha varanda tá uma zona, com gabinetes de PC (recheados de placas e outras peças) até o teto. Esse é um dos motivos de eu só estar respondendo agora, pois tô na pressa da "triagem" pra ver o que presta e o que é realmente sucata. Até o momento eu já salvei:

- Mais um punhado de processadores 486, 586 (Intel e Cyrix), Pentium, Pentium MMX, Intel Core, AMD K-6
- Mais um punhado de memórias RAm de 72 pinos (EDO) e PC-100 / PC-133
- Coolers diversos
- Muitas placas, principalmente fax / modem e rede; duas placas de vídeo AGP
- Muitos mouses mini-Dimm (PS2) óticos.
- 03 impressoras Jato de Tinta (Lexmark Multifuncional X1195, Lexmark Z571, HP Photosmart D110A)
- 01 impressora matricial Epson FX-85 (vou falar mais desta impressora em outra ocasião)

E a joia da coroa: Uma SoundBlaster Live 5.1

Estou meio que na correria aqui, mas em breve eu posto fotos e vou fazendo um update das coisas aqui. O que eu tenho que fazer agora é liberar espaço antes que a mulher peça divórcio. :kkk
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
32.494
Curtidas
68.353
Pontos
814
Aproveitando a oportunidade, vou mostrar algo que chegou aqui pra mim hoje.

Achei esse PC de bobeira no Mercado Livre. É um Procomp, uma das muitas marcas nacionais que (tentavam) brigar com a IBM e a Itautec na época. É um Pentium MMX de 166mhz. Veio com 32Mb de RAM (72 pinos EDO), HDD de 1.1Gb, vídeo integrado, drive de 3,5" (1.44mb). Paguei mixaria e está funcionando perfeitamente.

Já fiz umas pesquisas a respeito desse fabricante e já tive o deslumbre que PCs dessa marca são extremamente raros. Pra quem curte retrocomputação (que nem eu) é uma honra salvar um representante dessa marca. Acabei de fazer uma pesquisa no ML na ocasião desse post e não existe nada dessa marca listado lá no momento.

A tampa de metal do gabinete está meio arranhada, pois provavelmente ficava um monitor em cima dele.

Uma coisa boa aqui é que o teclado e mouse são mini-Dimm (PS2). Por incrível que pareça meu teclado da Microsoft que uso no meu I7 ainda é mini-Dimm e numa das minhas últimas aquisições eu tinha conseguido dois mouses novos mini-Dimm. Vou arrumar um teclado avulso pra ele pra não ter que tirar toda hora o meu do lugar.

Esse PC tem algo de bom. O gabinete dele só tem 8cm de altura (foto do anúncio do ML), ou seja, ele é muito fácil de guardar e espaço aqui em casa (apê) é um problema. Só que isso gera outros problemas. Como devem ter notado, não há espaço pra por um drive de CD-ROM nesse gabinete. Vou ter que infelizmente ficar tirando a tampa pra poder ligar o drive de cd (que já possuo aqui) até achar outra solução.



Como podem ver essa MOBO só serve nesse gabinete. Existe três slots de expansão que fica bem no meio do gabinete: um ISA e um PCI no lado das memórias e um ISA virado pro lado da fonte. Ou seja, por conta dos cabos da fonte, uma baia desse gabinete se perdeu. Ah, vocês estão vendo 04 placas de memória? As verdinhas (as duas de cima) são as 32Mb que vieram. As douradas (abaixo) são + 32Mb que eu já tinha aqui. Então a máquina já está com seu primeiro upgrade, com 64 Mb de RAM, (não sei se é o máximo que essa MOBO suporta), mas como o melhor processador pra esse socket que tenho aqui também é um Pentium MMX 166, não vou mexer no processador.

Vou fazer testes ainda pra ver até onde aguenta esse vídeo integrado. Se o desempenho for satisfatório pra utilização que quero dar a essa máquina (DOS + Windows 98 que já vieram instalados) vai ficar desse jeito, aí é só arrumar uma placa de som e uma de rede e profit. Caso contrário vou testar uma VGA PCI que tenho aqui pra ver os resultados. Infelizmente o gabinete não veio com os "pezinhos" e percebi que se apoiar o gabinete sem eles vou forçar os pinos plásticos que prendem a MOBO no chassis. Então vou providenciar isso também ASAP.

Tenho muita coisa pra testar nesse PC e existe uma outra máquina Vintage a caminho também. Se tudo correr bem deve chegar essa semana e apresento ela pra vocês.

Falow!

Pera, já que era um MMX de fábrica esse PC era no mínimo do final de 97 pro início de 98. E como que vendiam sem drive CD???? Quer dizer, tu tinha que fazer gambiarra ou comprar CD externo? Gzuzzzzz praticamente tudo já era em CD, raramente em disquetes... que loucura cara!!!

De qualquer forma parabéns pela aquisição. Uma 3DFX Voodoo cairia como uma luva aí?
 

Stroknet

Supra-sumo
Mensagens
730
Curtidas
1.812
Pontos
183
Quando era pré-adolescente eu jogava bastante no PC graças à revista "CD-ROM" da Editora Europa que meu pai comprava ocasionalmente. Conheci vários jogos como Speedster, Incubation, Pitfall, Swat 3 e Duke Nukem usando os CD's dessas revistas.

Eu era tão viciado que minha miopia muito provavelmente nasceu nessa época, mas não me arrependo de nada. :lolwtf
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
32.494
Curtidas
68.353
Pontos
814
Quando era pré-adolescente eu jogava bastante no PC graças à revista "CD-ROM" da Editora Europa que meu pai comprava ocasionalmente. Conheci vários jogos como Speedster, Incubation, Pitfall, Swat 3 e Duke Nukem usando os CD's dessas revistas.

Eu era tão viciado que minha miopia muito provavelmente nasceu nessa época, mas não me arrependo de nada. :lolwtf
essa da Europa foi a primeira que eu tive. Se não me engano as edições 5 e 6.


Depois farei aqui a minha jornada. Acho que já fiz isso em outro tópico mas posso fazer outra vez.
 

Piga

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Curtidas
11.201
Pontos
348
Uma 3DFX Voodoo cairia como uma luva aí?
Infelizmente não. As Voodoo já são do padrão AGP. No Procomp só tem dois barramentos ISA e um PCI.

Acredito que esse Procomp era destinado a estações de trabalho, daqueles do tipo que não se pode instalar nada. Mas realmente não faz sentido lançar sem um espaço sequer pro CD-Rom. A não ser que a ideia fosse vender CD-Rom externo. Detalhe: teria que ser paralelo (porta LPT1) já que USB não existia na época.



Enviado de meu ASUS_X00DDA usando o Tapatalk
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
32.494
Curtidas
68.353
Pontos
814
Infelizmente não. As Voodoo já são do padrão AGP. No Procomp só tem dois barramentos ISA e um PCI.

Acredito que esse Procomp era destinado a estações de trabalho, daqueles do tipo que não se pode instalar nada. Mas realmente não faz sentido lançar sem um espaço sequer pro CD-Rom. A não ser que a ideia fosse vender CD-Rom externo. Detalhe: teria que ser paralelo (porta LPT1) já que USB não existia na época.



Enviado de meu ASUS_X00DDA usando o Tapatalk

e quem falou que não tem Voodoo PCI? Aliás as famosas Voodoo 2 que podia usar em SLI eram PCI hehehehe também lançou Voodoo 3 e 4 PCI hehehehe a não ser que tu já esteja usando o slot PCI. A Voodoo 1 e 2 precisavam de placa 2D (eram só 3D) mas como tem vídeo onboard acho que dá pra usar hehehehe

Lembrei da Voodoo Banshee que era uma Voodoo 2 capada porém com "GPU" 2D próprio. Ah, também é PCI.
 

Piga

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Curtidas
11.201
Pontos
348
Não sei se a configuração é suficiente pra usar uma Voodoo. Lembro dessas placas serem difundidas na época do Pentium 2 e Pentium 3. O Pentium MMX é um Pentium 1 com umas instruções a mais. A princípio vou usar o barramento PCI pra por uma SoundBlaster que apareceu por aqui. Tenho que fazer muitos testes antes de consolidar uma configuração.
e quem falou que não tem Voodoo PCI? Aliás as famosas Voodoo 2 que podia usar em SLI eram PCI hehehehe também lançou Voodoo 3 e 4 PCI hehehehe a não ser que tu já esteja usando o slot PCI. A Voodoo 1 e 2 precisavam de placa 2D (eram só 3D) mas como tem vídeo onboard acho que dá pra usar hehehehe

Lembrei da Voodoo Banshee que era uma Voodoo 2 capada porém com "GPU" 2D próprio. Ah, também é PCI.
Enviado de meu ASUS_X00DDA usando o Tapatalk
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
32.494
Curtidas
68.353
Pontos
814
Não sei se a configuração é suficiente pra usar uma Voodoo. Lembro dessas placas serem difundidas na época do Pentium 2 e Pentium 3. O Pentium MMX é um Pentium 1 com umas instruções a mais. A princípio vou usar o barramento PCI pra por uma SoundBlaster que apareceu por aqui. Tenho que fazer muitos testes antes de consolidar uma configuração.

Enviado de meu ASUS_X00DDA usando o Tapatalk
Acredito que uma Voodoo Banshee cairia bem com seu 166mhz MMX. Mesmo a Voodoo 2 que saiu em fevereiro de 98 lá fora acho que casaria legal. E ainda tem a Voodoo original... glide cara, glide hehehehe

De qualquer maneira, pra jogar alguns games do final de 97 e de 98/99 vai precisar de uma placa 3D.

PS: O Pentium MMX tem o dobro de cache L1 também. É mais rápido que um Pentium clássico de mesmo clock mesmo sem contar as instruções MMX.

PS2: Ih rapaz, tem o som hehehehe se bem que eu tinha uma Sound Blaster 16 ISA. Lembro que as SB AWE 32 e 64 eram ISA também.
 
Ultima Edição:

Piga

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Curtidas
11.201
Pontos
348
@-=|R.R.|=-
Bom, o problema da Voodoo é que eu não tenho nenhuma infelizmente!!! :ksnif

---------------------------
Olá pessoal, chegou ontem esse brinquedo pra mim: Um PC 486 cheirando a novo!!! Comprei no mesmo dia que o outro PC que postei aqui anteriormente, a diferença é que um veio com Mercado Envios Expresso e esse daqui veio através do Mercado Envios comum mesmo. Ontem eu dei uma testada bem rápida pra ver se estava tudo legal. Ele tá bem branquinho e novo. Vejam as fotos do gabinete:



Vamos a configuração da criança:
- 486 DX2 50Mhz Cyrix
- 8Mb de RAM
- Placa de vídeo Realtek 1Mb
- Controladora IDE no padrão Vesa Local BUS (mais rápida que a controladora ISA normal)
- Placa de som Sound Blaster 16 também no padrão Vesa Local BUS
- MOBO com mod de bateria (está com bateria CR2032 ao invés daquelas de cadimo que vazam e detonam a placa)
- Floppy Drive de 3,5"
- CD-ROM LG
- Um HDD de 20GB (a MOBO só reconhece 4GB)

Fotinhas inside!!!



Além da CPU, vieram no pacote:
- 01 Teclado NOVO padrão DIMM
- 01 Mouse NOVO padrão serial
- 01 HDD da IBM de 512MB
- 01 Processador avulso Intel 486 DX 33Mhz

:kpaixao:kpaixao
Falow!!!
 

Poor_Boy

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.289
Curtidas
10.206
Pontos
694
Meu primeiro PC foi memoravel, na epoca era razoavelmente potente (97)

Pentium MMX 233, 32mb de Ram, 20gb hd e placa de video voodoo 4mb.

Eu joguei na epoca N4S 2, era épico demais, resolução bem acima do PSX e N64, era lindo.
 

Asha

Bam-bam-bam
Mensagens
732
Curtidas
2.059
Pontos
283
Ótimo relato, Piga! Sempre fui azarada com computadores e só possuí (e ainda possuo) torradeiras, então, enquanto tive lembranças felizes, as frustrações também eram bem grandes.

Algumas das minhas memórias são:

- Frustração por meus PCs não serem potentes o suficiente para rodar coisas como Quake e Unreal Tournament;

- Windows do 95 ao Millennium travando quase toda santa hora. Essa chatice só foi se moderar quando finalmente instalaram o XP em uma das máquinas que tive;

- Jogos pedindo alguma versão do QuickTime para rodarem direito;

- CDs da America Online e papeis promocionais da Uol aparecendo na caixa do correio de casa algumas vezes;

- "Asha, você tem 15 minutos para navegar na internet, mas e só para pesquisar coisas do seu trabalho da escola."

- Demos, CDs com 500 jogos e jogos de MS-DOS como Pitfall: The Mayan Adventure, Mario DOS e Prince of Persia;

- Jogar 3D Pinball Space Cadet bastante;

- Usar o navegador Netscape;

- Ver minha prima usar o ICQ para bater papo e não entender nada;

- "Você encheu o PC de virus de novo, né? Você acha que dinheiro nasce em árvore?"

- Ler as primeiras notícias sobre o desenvolvimento de Pokémon Gold e Silver no Game Boy;

E entre outras. :ksafado
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
32.494
Curtidas
68.353
Pontos
814
b.
Eu joguei na epoca N4S 2, era épico demais, resolução bem acima do PSX e N64, era lindo.
agora que me toquei, qual NFS 2 vc tinha? Eu tive na época o 2 original que era o mesmo que dos consoles, mas depois saiu o NFS 2 SE exclusivo da Master Race com carros e uma pista a mais (México) e suporte a Glide. Como vc tinha Voodoo... a diferença é ainda maior para os consoles pois vai além da resolução e fluência.
 

Superd7br

Bam-bam-bam
Mensagens
1.799
Curtidas
2.423
Pontos
303
Ótimo relato, Piga! Sempre fui azarada com computadores e só possuí (e ainda possuo) torradeiras, então, enquanto tive lembranças felizes, as frustrações também eram bem grandes.

Algumas das minhas memórias são:

- Frustração por meus PCs não serem potentes o suficiente para rodar coisas como Quake e Unreal Tournament;

- Windows do 95 ao Millennium travando quase toda santa hora. Essa chatice só foi se moderar quando finalmente instalaram o XP em uma das máquinas que tive;

- Jogos pedindo alguma versão do QuickTime para rodarem direito;

- CDs da America Online e papeis promocionais da Uol aparecendo na caixa do correio de casa algumas vezes;

- "Asha, você tem 15 minutos para navegar na internet, mas e só para pesquisar coisas do seu trabalho da escola."

- Demos, CDs com 500 jogos e jogos de MS-DOS como Pitfall: The Mayan Adventure, Mario DOS e Prince of Persia;

- Jogar 3D Pinball Space Cadet bastante;

- Usar o navegador Netscape;

- Ver minha prima usar o ICQ para bater papo e não entender nada;

- "Você encheu o PC de virus de novo, né? Você acha que dinheiro nasce em árvore?"

- Ler as primeiras notícias sobre o desenvolvimento de Pokémon Gold e Silver no Game Boy;

E entre outras. :ksafado
Esses kits de acesso da AOL eram uma praga. Só guardei um deles porque era promocional do Rock In Rio 2001 e vinha com o jingle do festival que eu adoro (se a vida começasse agora...).
 
Mensagens
803
Curtidas
493
Pontos
144
@Piga, excelente tópico...
Eu tenho muitas histórias para contar, mas vou contar só uma.
Em meados de 1998 eu e meu Paizão compramos nosso primeiro PC de casa, mas eu já era técnico em informática nessa época e não tinha um PC em casa pelo simples fato de ser caro demais.
Mas nesse mesmo ano eu pude finalmente usar o que sempre queria, IRC. Cara como era legal conversar com o povo e poder encontrar as coisas que o pessoal vendia nas lojas, aquelas coletânias de pirataria que era caro demais pro meu bolso agora estava sempre a um DCC transfer de distância, e que distância, geralmente era várias horas na madrugada do fim de semana pra baixar na discadona.
 

Grandpa

Mestre Jedi
Mensagens
5.290
Curtidas
1.801
Pontos
334
Então vamos mexer um pouco no Windows pra ver os detalhes. A primeira coisa que fiz foi acertar o vídeo e trocar o tema. O escolhido foi esse:
Me lembro bem deste tema. Gostava muito dele e usei bastante. :kjoinha

Lembrei agora do Screen Saver que eu mais gostava e que usei por mais tempo. Não sei se já postaram, mas esse era clássico:


É o Johnny Castaway. Era todo animado e impressionava muito na época. As vezes eu até demorava um pouco a sair do screen saver pra ficar assistindo a historinha.

Achei no Youtube um vídeo com a história completa:

 

Poor_Boy

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.289
Curtidas
10.206
Pontos
694
agora que me toquei, qual NFS 2 vc tinha? Eu tive na época o 2 original que era o mesmo que dos consoles, mas depois saiu o NFS 2 SE exclusivo da Master Race com carros e uma pista a mais (México) e suporte a Glide. Como vc tinha Voodoo... a diferença é ainda maior para os consoles pois vai além da resolução e fluência.
A minha era a SE, pior que a caixa era fodonica, bigbox com uma ferrari na capa.

Foi um dos jogos de corrida que mais joguei, utilizando um Microsoft Natural Keyboard branco, aquele "torto"
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
32.494
Curtidas
68.353
Pontos
814
A minha era a SE, pior que a caixa era fodonica, bigbox com uma ferrari na capa.

Foi um dos jogos de corrida que mais joguei, utilizando um Microsoft Natural Keyboard branco, aquele "torto"
o SE eu ainda tenho pois comprei aquela coleção que vinha com quase todos os NFS do II SE até Hot Pursuit 2. O da caixa grande que eu tinha era o II normal mesmo, e era linda! Mas meu xodó e o jogo de corrida que mais joguei na vida foi Road & Track presents: The Need For Speed... tinha o box, hoje só tenho o CD mesmo.
 

Piga

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Curtidas
11.201
Pontos
348
Bom pessoal, andei meio sumido do fórum por conta de força maior. Como eu tinha comentado antes, no dia 13/05 em pleno domingo de dia das mães, me chega um amigo com a caçamba da saveiro lotada de peças de informática e "descarrega" tudo aqui em casa. Pra vocês terem uma ideia, a minha varanda ficou assim:


:brbr:kkk:lolwtf
Preciso nem dizer que a minha esposa ficou bolada, reclamou pacas. Só não reclamou mais pois íamos na casa da minha mãe, não iríamos receber ninguém. Segunda feira eu comecei a "triagem" das coisas, pra verificar o que presta e o que não presta. Estou desempregado no momento (faço uns bicos e outros trabalhos autônomos) e entre um compromisso e outro, fiquei mexendo essa semana inteira nisso.

A maior parte do trabalho é higienizar as peças. O bagulho chega tão sujo, tão sujo que pra poder testar uma primeira limpeza mais grossa tem que ser feita, pra tirar a poeira, teia de aranha e essas coisas. Depois que consigo testar e confirmar o funcionamento, eu faço a limpeza mais fina e detalhada, e deixo como novo de novo! Geralmente eu começo pelo mais fácil de testar e que ocupa maior volume: Monitores e impressoras.

Recebi aqui uns 05 monitores pequenos de LCD. 03 deles nem ligaram; outro a imagem estava tão escura, mas tão escura que quase não dava pra ver (acredito que o problema deveria ser a iluminação interna). Como não tenho ferramentas adequadas pra fazer a substituição dessa lâmpada, esses primeiros 04 monitores já coloquei na área de reciclagem aqui do condomínio. Certeza que alguém vai dar uma destinação a eles. Já o 5º monitor estava funcionando de boa, porém com a tela cheia de artefatos, dead pixels e manchas. Segurei-o pra fazer testes e posteriormente o descartei também.

Passando pras impressoras, todas funcionaram. As jatos de tinta foram todas higienizadas e guardadas. Claro que descartei todos os cartuchos, pois já estavam no osso. A matricial Epson LX-85 estava em petição de calamidade pública, foi o item mais imundo, sujo e nojento que recebi. Veja a foto abaixo que mostra apenas um pedaço dela (tirei pra guardar como referência como se liga os fios da fonte):

Nessa foto ela já estava até "menos suja", pois já tinha removido os motores e a cabeça de impressão. Ao contrário das impressoras modernas, essas são verdadeiros tanques de guerra, robustas, bem construídas e muito fáceis de desmontar. Nada de travas plásticas ou encaixes frágeis. Só um grande número de parafusos. Fiz a lubrificação das partes móveis da cabeça de impressão e dos motores, limpei a fonte e lavei as placas lógicas e as partes plásticas com água e sabão. Eu gostaria muito de fazer um retrobright nela, mas moro em apartamento onde bate pouco sol (só na parte da manhã), aí não tem como.

Falando em lavar com água e sabão, essa é a maior parte da limpeza. Memórias RAM, processadores, placas-mãe, fios e cabos, gabinetes, os coolers (com exceção das ventoinhas), ou seja, tudo que não tenha motor elétrico, pode ser lavado com água e sabão. Aprendi isso no blog do Alexandre Souza, o Tabajara. Só esperar 24 horas pra secar bem que não tem problema. Fica a dica. :kjoinha

Próximo passo foi atacar os gabinetes. A primeira coisa que faço é retirar (e limpar, claro) os floppy drives e os CD-ROMs. Depois retiro e lavo todos os cabos IDE e outros cabos periféricos. Próximo passo é retirar todas as placas não essenciais (rede, som, modem, etc). Próxima etapa é tentar ligar as MOBOs e ver se elas "bootam" pelo menos. Contaram na primeira foto quantos gabinetes tinham? Então, nem todos estavam com fonte (a maioria estava) e TODAS as placas mãe "bootaram"!!! Não de primeira claro. Problemas comuns encontrados: Bateria da CMOS esgota ou sem; mal encaixe das memórias RAM, mal encaixe dos coolers dos processadores e ligações erradas dos cabos do gabinete, principalmente do botão de power. Segue abaixo duas fotos de teste das mobos:


Esse primeiro aqui é um AMD Athlon 1GHZ.

Esse daqui é um Intel Celeron 333Mhz.

O bom agora é que eu tenho placas-mães de diversos soquetes pra praticamente todos os tipos de processadores que eu possuo aqui. Quando a gente fala de retro-computação, a peça mais difícil de encontrar em funcionamento são justamente as placas mãe. Agora eu estou com um bom estoque delas e como plus, uma boa variedade de modelos de soquetes! :kjoinha

Próximo passo foi testar as fontes. De todas as que chegaram aqui, duas estavam em curto e foi pra reciclagem. As outras estavam funcionando. As fontes ATX basta fazer o "jumpeamento" e ligar na tomada. Consegui também salvar aqui uma fonte AT que além do jumper, precisa do botão pra se ligar fora do PC. Testei com multímetro as saídas das voltagens pra confirmar se estava tudo certo.

Por último, a triagem dos gabinetes em questão. Infelizmente mesmo se eu quisesse, não teria espaço pra guardar tanto gabinete. Desses 13, escolhi dois. Os dois pretos, pois estavam sem ferrugens e praticamente novos. Os demais estavam praticamente condenados. Muita ferrugem, peças plásticas quebradas e aspecto geral horroroso. Foi tudo pra reciclagem após retirar deles tudo que poderia ser aproveitado. Os gabinetes remanescentes foram cuidadosamente desmontados e lavados. Só pra vocês terem uma ideia de como estavam os gabinetes por dentro:

Estão vendo a traça aí em cima flutuando? Pois é, teia de aranha a dar com pau. Muitas aranhas mumificadas também.




Poeira everywhere........:kduvida
Bom, esse post ficou gigante e vou parar por aqui. Está faltando testar os drives de CD e os Floppys, que não tive tempo ainda. Os dois gabinetes que salvei aqui vão ser montados duas máquinas. Uma eu já escolhi qual vai ser. Um Pentium 3 de 500Mhz. A outra ainda não sei. Vou viajar amanhã e ficarei uma semana fora. Quando voltar posto mais fotos e detalhes dessa saga!

Falow!!!
 
Mensagens
803
Curtidas
493
Pontos
144
Não. Na verdade ela é slot 1. Ela estava era com um adaptador pro socket PGA370.


Enviado de meu ASUS_X00DDA usando o Tapatalk
É verdade, Slot A é AMD, e Slot 1 é Intel... Cara esses adaptadores me deram tantas dores de cabeça na época, era um terror, acho que pior que eles só o slot mesmo que sempre dava merda kkkkk
 

Piga

Bam-bam-bam
Mensagens
5.347
Curtidas
11.201
Pontos
348
É verdade, Slot A é AMD, e Slot 1 é Intel... Cara esses adaptadores me deram tantas dores de cabeça na época, era um terror, acho que pior que eles só o slot mesmo que sempre dava merda kkkkk
O problema do Slot 1 e do Slot A é a posição do cooler do processador, que fica pendurado. No encapsulamento normal desses processadores, o próprio corpo do processador que parece um cartucho segura de boa o cooler original. Quando se usava um outro cooler, tipo da Cooler Master, o peso adicional já forçava o encaixe do processador.

Agora o adaptador é só a plaquinha, ou seja, não tem nada pra apoiar e qualquer cooler força demais os encaixes. Por isso dava direto os maus contatos.

Enviado de meu ASUS_X00DDA usando o Tapatalk
 

cetics

Habitué da casa
Mensagens
220
Curtidas
362
Pontos
88
Recebi aqui uns 05 monitores pequenos de LCD. 03 deles nem ligaram; outro a imagem estava tão escura, mas tão escura que quase não dava pra ver (acredito que o problema deveria ser a iluminação interna)
se está escura mesmo, e pelo tempo de vida deve ser o inverter, mas se for aquele da foto então dificilmente será o inverter, pois naquele aparece imagem.... a não ser que esteja enfraquecido ou coisa assim...
 

cetics

Habitué da casa
Mensagens
220
Curtidas
362
Pontos
88
Tenho muita coisa aqui...
Por exemplo estes meus "scaners de mão" 1 colorido e dois preto e branco e sua placa controladora:

e os manuais:

E driver para isso e outras coisas:

Se alguém tiver problemas ao instalar uma sound blaster, manuais não faltam (do tempo que faziam bons manuais):

Se tens problema com placa de vídeo talvez a minha funcione (recém tirada da embalagem, só usei uma vez para testar e funcionou de boa... claro, com o devido monitor de fósforo):



outro recém tirado do pacote:


e mais outras coisinhas mais:



Agradecimento especial para: Dilson Schmidt Jr. que me doou vários itens raros de coleção, muitos zero Km.
 
Ultima Edição:


Topo