O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Constituir família - Vocês querem? Tem? Como é/foi a experiência? Argumentos contra e argumentos a favor

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
3.045
Reações
9.200
Pontos
303
O título meio que é auto explicativo.

Tenho pensado muito nisso ultimamente. A mulher que eu amo tem o sonho de ter uma família, é uma mulher muito guerreira e muito direita, e eu tenho consciência que eu tenho sorte e uma chance única aí. Às vezes, me aquece o coração pensar numa criança me chamando de papai; jogando comigo; eu, ela e minha mulher indo num parquinho; ele(a) pedindo conselhos; enfim, essas coisas.

Por outro lado, me pego pensando na minha falta de liberdade, no sofrimento que é esse mundo, num eventual divórcio e toda essa questão de guarda compartilhada q eu acho extremamente nocivo pra criança. Às vezes não consigo deixar de pensar que colocar uma criança nesse mundo não deixa de ser um ato egoísta, de certa forma.

Às vezes penso que um dia vou cansar, e querer um pouco de paz, fixar sozinho, viajar e não vou poder nunca mais. Vou sempre ter q dar satisfações, vou viver preocupado com meu filho.

Às vezes penso que nos meus 50/60 anos vou me arrepender e armagurar a solidão e o fato de que minha linhagem vai morrer e eu vou morrer sozinho. Sem ter cativado e cultivado o amor de ninguém além de irmã e um punhado de primos.

Enfim, não quero alongar muito, acho q todos aqui tem ideia do que eu to falando.

Gostaria muito de ouvir a opinião de quem tem família aqui, como tem sido e como foi o início, como foi abdicar da liberdade de solteiro, e tals. E tbm quero saber a opinião de quem é sozinho e pretende permanecer dessa forma.
 


Kaneda1985

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.902
Reações
34.958
Pontos
563
Nunca me vi tendo filhos e estou com um de 4 meses. Vou te falar que se vc não quer não faça pq é trabalhoso e vc estará comprometido até o fim dos seus dias pela criança. Isso se vc se importa como eu é claro. Já marquei vasectomia e fechei nesse.



Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Xenoblade

Bam-bam-bam
Mensagens
8.480
Reações
14.547
Pontos
353
A princípio eu quero sim. Só não sei se já estou “pronto” para isso agora.
 

caioo

Veterano
Mensagens
433
Reações
538
Pontos
129
O título meio que é auto explicativo.

Tenho pensado muito nisso ultimamente. A mulher que eu amo tem o sonho de ter uma família, é uma mulher muito guerreira e muito direita, e eu tenho consciência que eu tenho sorte e uma chance única aí. Às vezes, me aquece o coração pensar numa criança me chamando de papai; jogando comigo; eu, ela e minha mulher indo num parquinho; ele(a) pedindo conselhos; enfim, essas coisas.

Por outro lado, me pego pensando na minha falta de liberdade, no sofrimento que é esse mundo, num eventual divórcio e toda essa questão de guarda compartilhada q eu acho extremamente nocivo pra criança. Às vezes não consigo deixar de pensar que colocar uma criança nesse mundo não deixa de ser um ato egoísta, de certa forma.

Enfim, não quero alongar muito, acho q todos aqui tem ideia do que eu to falando.

Gostaria muito de ouvir a opinião de quem tem família aqui, como tem sido e como foi o início, como foi abdicar da liberdade de solteiro, e tals. E tbm quero saber a opinião de quem é sozinho e pretende permanecer dessa forma.
Mano, então, eu estou no processo do divórcio no exato momento. Acho que o principal é: se junte com alguém que irá somar contigo. Junte-se a alguém que tenha maturidade para as coisas do cotidiano. Junte-se a alguém quando você tiver motivos RACIONAIS acima de motivos EMOCIONAIS.

A melhor coisa que eu tive na minha vida foi com certeza a minha filha. Casei por conta de um ideal que a partir do nascimento de uma criança, o casal tem a necessidade de criar uma família. Ledo engano. Emoção pura.

Antes de casar faça um test drive com sua esposa. More junto por um tempo. Tudo que você vá fazer, faça no papel. Organize-se, pois ninguém casa pensando que irá se separar, mas caso isso aconteça, você precisa estar aparado pela lei.

Diálogo é tudo. Caso um dos dois não tenha um diálogo eficiente e que isso deixe a outra parte mal, resolva isso antes de casar. As pessoas não mudam pela outra e no casamento TUDO é potencializado.

No mais, conheça bem a pessoa a qual vai se relacionar, pois talvez será a pessoa que irá dividir a mesma cama contigo pra sempre (ou por muito tempo).

Abraços.
 

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
3.045
Reações
9.200
Pontos
303
Nunca me vi tendo filhos e estou com um de 4 meses. Vou te falar que se vc não quer não faça pq é trabalhoso e vc estará comprometido até o fim dos seus dias pela criança. Isso se vc se importa como eu é claro. Já marquei vasectomia e fechei nesse.



Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Muito fofo seu filho, parabéns.

Então, o foda é q eu não sei se eu quero. E minha companheira tem esse sonho, não quero perdê-la, mas tbm não queria segurá-la pra me decidir, saca? E se eu decidir q não? E se eu decidir q sim e for tarde demais?
 

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
3.045
Reações
9.200
Pontos
303
Mano, então, eu estou no processo do divórcio no exato momento. Acho que o principal é: se junte com alguém que irá somar contigo. Junte-se a alguém que tenha maturidade para as coisas do cotidiano. Junte-se a alguém quando você tiver motivos RACIONAIS acima de motivos EMOCIONAIS.

A melhor coisa que eu tive na minha vida foi com certeza a minha filha. Casei por conta de um ideal que a partir do nascimento de uma criança, o casal tem a necessidade de criar uma família. Ledo engano. Emoção pura.

Antes de casar faça um test drive com sua esposa. More junto por um tempo. Tudo que você vá fazer, faça no papel. Organize-se, pois ninguém casa pensando que irá se separar, mas caso isso aconteça, você precisa estar aparado pela lei.

Diálogo é tudo. Caso um dos dois não tenha um diálogo eficiente e que isso deixe a outra parte mal, resolva isso antes de casar. As pessoas não mudam pela outra e no casamento TUDO é potencializado.

No mais, conheça bem a pessoa a qual vai se relacionar, pois talvez será a pessoa que irá dividir a mesma cama contigo pra sempre (ou por muito tempo).

Abraços.
Elabore melhor o segundo parágrafo, achei interessante seu ponto de vista.

Mas então, cara, será mesmo q é possível racionalizar tanto assim? Nem tudo tá no nosso controle. Eu tive um ex q pensando racionalmente era o par perfeito pra mim, mesmos gostos, mesmos hobbies, pensamentos, etc. e no fim ela terminou comigo. Então sei lá... É tudo uma aposta e não sei se quero colocar as fichas num filho, um ser independente.
 


ned ludd

Supra-sumo
Mensagens
1.307
Reações
1.373
Pontos
168
eu não sou órfão, já tenho família e cuido dela, nem acho que seja opção de ninguém. Ou vc cuida da sua família ou vc cuida da sua família.
 

Albertty

Bam-bam-bam
Mensagens
4.234
Reações
10.215
Pontos
339
Estou com a patroa a 15 anos e já moramos junto dês do 3 ano de namoro, gosto de estar casado, nunca estive tão feliz na minha vida e aparentemente tem espaço pra mais felicidade, pois acho que ela está grávida e estamos quase explodindo de alegria por conta disso.

Relacionamentos são difíceis, mais se os dois quiserem e tiverem vontade de fazer dar certo, o resultado é o melhor que a vida pode oferecer, cresci acreditando que ninguém vem ao mundo pra ficar sozinho e que por isso somos feitos em pares, e depois de casado eu confirmei isso.

Então cara se a sua parceira lhe faz feliz, não exite tente, vai que vc se surpreende.
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
44.859
Reações
95.920
Pontos
989
me aquece o coração pensar numa criança me chamando de papai; jogando comigo; eu, ela e minha mulher indo num parquinho; ele(a) pedindo conselhos; enfim, essas coisas.

Por outro lado, me pego pensando na minha falta de liberdade, no sofrimento que é esse mundo, num eventual divórcio e toda essa questão de guarda compartilhada q eu acho extremamente nocivo pra criança. Às vezes não consigo deixar de pensar que colocar uma criança nesse mundo não deixa de ser um ato egoísta, de certa forma.
Eu sempre quis constituir família. Hoje sou casado e pai de uma pequena que faz 6 anos esse ano.

Compartilhei minha descoberta aqui:

Cara, sério, sem parecer chavão: vc só conhece amor de verdade qdo pega seu pequeno no colo. As vezes eu chego pilhadaço do trabalho em casa, aí minha pimpolha pula em cima de mim, me chama pra brincar, dá beijo e abraço, cara, vc relaxa NA HORA.

Casamento e filhos são uma parte grande da vida. Nunca pense em casar já idealizando um potencial futuro divórcio. Pode acontecer? Claro que pode, mas vc deve conhecer a pessoa com quem tá casando pra que esse não seja o plano A.

filhos demandam tempo, paciência, dedicação, atenção e grana. Eu tenho tranquilamente uns 30 jogos de PS3 que comprei, só coloquei no vg pra testar se o disco tá ok e guardei pra "vou jogar depois". Sim, eu não faço mais maratonas de jogatina desenfreada, mas no fim de semana eu consigo roubar umas horinhas no steam.
Tento manter umas horas semanais pro MEU lazer, vc precisa fazer o mesmo. A sua individualidade não some depois que vc casa, vc ainda tem gostos e peculiaridades que não necessariamente vão bater com os da sua molier.
 

Senhor Catástrofe

Bam-bam-bam
Mensagens
2.724
Reações
6.481
Pontos
303
cara, até já pensei, mas cheguei num nível de desesperança em relacionamentos que provavelmente nunca me casarei, quanto mais ter filhos

entretanto, penso em um dia adotar uma criança

Às vezes não consigo deixar de pensar que colocar uma criança nesse mundo não deixa de ser um ato egoísta, de certa forma.
individualmente falando é um ato egoísta, colocar no mundo alguém que não pediu pra vir e ela que sofra o caos que virá
só que se todos pensarem assim, em pouco tempo a sociedade entra em colapso
como já citei em outros tópicos, taxa de natalidade no br tem caído ano a ano, bem como a de filhos por mulher
ouvi recentemente que a qtde de filhos por mulher (média, claro) deve ser de 2,1 para que que tudo se sustente e acho que no brasil já está mais baixo que isso

apesar do mais provável futuro catastrófico, ainda não sabemos onde a ciência pode chegar e até onde a humanidade pode ir (entra um pouco no paradoxo de fermi que um dia quero discutir melhor aqui)

resumo: 50%
 

Kaneda1985

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.902
Reações
34.958
Pontos
563
Muito fofo seu filho, parabéns.

Então, o foda é q eu não sei se eu quero. E minha companheira tem esse sonho, não quero perdê-la, mas tbm não queria segurá-la pra me decidir, saca? E se eu decidir q não? E se eu decidir q sim e for tarde demais?
Não faça vontade alheia. No final é você em primeiro lugar. Eu se pudesse voltar não faria pq fiz por ela mas essa criança quase morreu no parto e me apeguei
 

caioo

Veterano
Mensagens
433
Reações
538
Pontos
129
Elabore melhor o segundo parágrafo, achei interessante seu ponto de vista.

Mas então, cara, será mesmo q é possível racionalizar tanto assim? Nem tudo tá no nosso controle. Eu tive um ex q pensando racionalmente era o par perfeito pra mim, mesmos gostos, mesmos hobbies, pensamentos, etc. e no fim ela terminou comigo. Então sei lá... É tudo uma aposta e não sei se quero colocar as fichas num filho, um ser independente.
Namorei por 04 meses até engravidar minha ex. Sempre tive o pensamento em casar para construir uma família a partir do momento que tivesse um filho. Ser o pai presente no cotidiano da criança. Nunca tive o pensamento em construir um dia-a-dia sem minha filha. Logo, casei base da emoção, princípios e valores que tinha na época.

Acredito que foi uma das piores experiências que já tive na vida. Aprendi hoje que filho não deve segurar casamento (em alguns casos, eles seguram por um tempo em prol da felicidade dos dois), que casar sem test drive é uma opção extremamente caótica, pois uma coisa é namorar e passar uma semana juntos, outra é ter uma vida juntos para crescimento pessoal juntos. Se os dois não estiverem sintonizados, um vai puxar o outro pra baixo (meu caso).

Você começa a racionalizar a partir do momento que começa a perceber de fato os defeitos da sua parceira.

Concordo contigo que nem tudo está no nosso controle. Todavia, você se relacionar com uma pessoa que sabe que não é tão compatível com seu cotidiano está no seu controle (test drive ajuda nessa questão). Todo mundo fala que você não deve conhecer o passado da sua namorada/futura esposa. Eu discordo, pois algumas atitudes/comportamentos não vão mudar de forma espontânea ou pelo outro. Uma pessoa preguiçosa sempre terá características de pessoa preguiçosa (mesmo que melhore um pouco devido a maturidade), uma pessoa que não busca crescimento pessoal sempre vai escorar no outro, uma pessoa que trai tem uma grande possibilidade de trair no seu próprio relacionamento. Tem estudos que comprovam isso.

Então quando digo que você precisa racionalizar, você precisa saber onde vai colocar o seu crescimento pessoal: sozinho ou com alguém que irá somar com você. Na minha opinião, namoro = emoção e casamento = razão.

Abraços.
 

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
3.045
Reações
9.200
Pontos
303
Não faça vontade alheia. No final é você em primeiro lugar. Eu se pudesse voltar não faria pq fiz por ela mas essa criança quase morreu no parto e me apeguei
O foda é q eu não sei se eu quero. Todo dia eu tenho sentimentos diferentes em relação a isso. Tenho medo de me arrepender tanto pro sim quanto pro não.
Eu sempre quis constituir família. Hoje sou casado e pai de uma pequena que faz 6 anos esse ano.

Compartilhei minha descoberta aqui:

Cara, sério, sem parecer chavão: vc só conhece amor de verdade qdo pega seu pequeno no colo. As vezes eu chego pilhadaço do trabalho em casa, aí minha pimpolha pula em cima de mim, me chama pra brincar, dá beijo e abraço, cara, vc relaxa NA HORA.

Casamento e filhos são uma parte grande da vida. Nunca pense em casar já idealizando um potencial futuro divórcio. Pode acontecer? Claro que pode, mas vc deve conhecer a pessoa com quem tá casando pra que esse não seja o plano A.

filhos demandam tempo, paciência, dedicação, atenção e grana. Eu tenho tranquilamente uns 30 jogos de PS3 que comprei, só coloquei no vg pra testar se o disco tá ok e guardei pra "vou jogar depois". Sim, eu não faço mais maratonas de jogatina desenfreada, mas no fim de semana eu consigo roubar umas horinhas no steam.
Tento manter umas horas semanais pro MEU lazer, vc precisa fazer o mesmo. A sua individualidade não some depois que vc casa, vc ainda tem gostos e peculiaridades que não necessariamente vão bater com os da sua molier.
Vc sempre quis, talvez isso ajude um pouco. Vc nunca, em nenhum momento se arrependeu? Vc nao sente falta da sua liberdade?
 

konde10

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.810
Reações
13.702
Pontos
689
Todo mundo casa achando que conheceu a mulher certa, mas mesmo assim o tempo médio de um casamento hoje é de 4 anos....

A quantidade de mulher casada que já vi com meus próprios olhos aprontando por aí me fez fugir dessa ideia de casamento. Infelizmente, nos tempos de hoje, se você descobrir que a sua esposinha é só vadia, você está no lucro, o problema são as loucas.

Só vou sentir falta mesmo é de filhos. Eu gostaria também de um muleque para jogar com ele e tudo mais, mas as mulheres de hoje em dia não dá não.
 

caioo

Veterano
Mensagens
433
Reações
538
Pontos
129
Todo mundo casa achando que conheceu a mulher certa, mas mesmo assim o tempo médio de um casamento hoje é de 4 anos....

A quantidade de mulher casada que já vi com meus próprios olhos aprontando por aí me fez fugir dessa ideia de casamento. Infelizmente, nos tempos de hoje, se você descobrir que a sua esposinha é só vadia, você está no lucro, o problema são as loucas.

Só vou sentir falta mesmo é de filhos. Eu gostaria também de um muleque para jogar com ele e tudo mais, mas as mulheres de hoje em dia não dá não.
This.
 

PhylteR

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.838
Reações
12.314
Pontos
769
Minha mulher inicialmente queria filho, depois mudou de ideia... Eu nunca fiz questão. Se ela quisesse, eu teria, até porque casei sabendo que ela pretendia ter... Privar uma mulher disso é foda.
Mas agora ela mudou de ideia também, quer investir mais na carreira, continuar viajando... Então, pra mim, perfeito. Ela já está com 36 anos, então seria agora ou nunca.

Aí vamos focar em nós... Ela é parceira pra caramba, me acompanha desde viagens até churrasco com os amigos... Mas também me deixa livre pra algum evento que eu faço com meus machos... Em casa posso jogar meu videogame em paz quando quero, sem ela reclamar...

Então pra nós, fechou. Sou um cara um pouco egoísta e gosto de fazer o que eu quero, a hora que eu quero... E filho certamente impede isso. Terei menos dinheiro e tempo para as coisas que quero fazer, e querendo ou não, minha vida irá girar em torno da criança por um bom tempo.

Depois irei me arrepender? Não sei... Talvez... Mas isso não é motivo para eu fazer agora algo que não quero.
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
85.222
Reações
182.705
Pontos
979
Ah, antigamente eu não queria, mas hoje eu penso que sim. Deixar um legado, meu Dna. Deve ser show ver seu filho crescer, trilhar o caminho dele, torcer por ele e etc.

Encontrar uma parceira é legal, amigos não ficam para sempre e geralmente só querem baderna. Uma parceira é legal quando ela quer crescer contigo e tal.

Uma coisa eu tenho certeza, viver sozinho ninguém quer (pode falar isso agora, mas no fundo não quer).

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
 

j0kk3r

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
12.080
Reações
16.232
Pontos
584
Se você ficar pensando em todas as possibilidades negativas você nunca vai fazer pois você nunca vai ter certeza que vai dar certo. Você e sua parceira querem filhos? Tenham filhos, mas analise e tente se precaver o máximo possível de problemas futuros, não deixe de fazer as coisas só pq PODEM dar errado. Apenas tente se proteger.

Uma coisa óbvia mas importante a se atentar é que filho é pra sempre mas o relacionamento pode não ser. Você não deve ter filhos só pq a sua parceira quer. Se vocês um dia se separarem, os filhos continuarão sendo de ambos, não dá pra se separar dos filhos.


Eu tenho um filho de 6 anos. Cheguei a casar com a mãe dele mas nos separamos quando meu filho tinha 1 ano. O que foi muito bom é que a gente mora perto e optamos pela guarda compartilhada, então ele ficava 1 semana com cada e nós sempre nos demos bem, graças a isso ele não conviveu com briguinhas e etc. Ou seja, eu tentei formar uma família padrão, não deu certo com a mãe mas hoje tenho meu filho - então ainda tenho minha família =D. Depois de 1 ano da separação eu conheci outra garota e namoramos por 4 anos. Apesar de estar namorando, eu sempre tentei ficar o máximo possível com meu filho e sempre deixei claro para a minha namorada que ele é minha prioridade, tanto que hoje meio que tenho a guarda dele. Não é oficial, mas fico 12 dias com ele, e a mãe 2. Não troco meu tempo com meu filho por nada nesse mundo e nesses 2 dias que ele está com a mãe, sempre arrumo algum esquema com uma garota, saio com meus amigos, faço uma maratona de vídeo game ou séries em casa...

Como você falou, eu não tenho 100% de liberdade. Não posso largar tudo e viajar, fugir, sei lá. Mas cara, eu nem quero isso! Em vez disso penso que se eu quiser viajar por exemplo, com certeza vou para algum lugar que eu possa levar meu filho e me divertir com ele.

Minha felicidade é chegar em casa e meu filho correr pros meus braços todo empolgado pra me mostrar as coisas que ele construiu no Little Big Planet.

Espero que meu post sirva para você refletir um pouco no sentido de que se as coisas não derem certo não vai ser o fim do mundo. O que eu sinto hoje com as coisas que deram errado é que aprendi muito e hoje sou muito mais forte do que já fui.
 

Fhodasi

Ser evoluído
Mensagens
131
Reações
235
Pontos
43
Quando tu fala em divorcio, tu coloca o carro na frente dos bois...
Cara, isso tem que ser Natural...
Tenho 26 anos ( eu acho.) e a melhor coisa que fiz, foi meus filhos ( tenho 2 , um casal. )
Minha esposa, é uma ótima mãe, a ponto de eu querer sempre fazer o dobro pelos meus filhos para tentar chegar aos pés dela...
só aprendi a viver depois de ter eles!
tenho meus perrengue, meus problemas, mas cara, é coisa de outro mundo a felicidade que essas crianças te passam com algo tão simples...
ontem eu sorria por que meu filho tava ficando de pé no berço sozinho... e não era um sorriso forçado, era algo que me fazia bem ver aquilo, sei la...
 

Velotrol

Bam-bam-bam
Mensagens
4.379
Reações
5.291
Pontos
389
Faça a pergunta ao contrário. Está bom do jeito que tá hoje pra você? Quão grande é o "vazio" e os pensamentos de solidão?

Às vezes penso que um dia vou cansar, e querer um pouco de paz, fixar sozinho, viajar e não vou poder nunca mais. Vou sempre ter q dar satisfações, vou viver preocupado com meu filho.
Eu pensava a mesma coisa antes do meu filho. E eu estava parcialmente errado.
Dá trabalho pra caramba, mas não acho que é essa coisa de "nunca mais terei paz". As coisas acabam se compensando quando você olha nos olhos daquele ser pequenininho e vê que ele te ama muito. Você acaba que meio sendo amigo do pimpolho, sei explicar não. Acho que esse aí que é o papel fundamental, e a partir disso as coisas ficam mais leves.

O que eu te garanto com toda certeza é que eu nunca fui tão feliz na minha vida.
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
44.859
Reações
95.920
Pontos
989
Vc sempre quis, talvez isso ajude um pouco. Vc nunca, em nenhum momento se arrependeu? Vc nao sente falta da sua liberdade?
eu aprendi a encarar como etapas diferentes da minha vida. Já passei da fase de bagaçar todo fds. Hoje se eu tiver umas horas livres no fds pra tomar a cerveja que eu mesmo faço com os meus amigos e falar groselha, eu tô feliz.
Farrear é uma delícia, mas uma criança pequena se aninhar no seu colo e contar historinhas que aprendeu na escola é tão bom quanto.
São fases, vc tem que estar pronto pra aceitar isso.

Só de pensar em grupo de pais de escolhinha no zapzap já me faz desistir da ideia.
Esse eu deixei pra patroa, tem o grupo das mães. Mas tenho que dizer que fizemos um churras no fim do ano passado com os pais da turma dela e é um pessoal bem gente boa, é diferente vc ver as pessoas só nas reuniões na escola e ver os caras bêbados e rindo.
 

ffaabbiio

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.697
Reações
21.574
Pontos
594
Esse assunto é controverso, o casamento pode ser uma coisa maravilhosa para uns, mas para outros pode ser uma experiencia horrível. Eu particularmente estou casado a 11 anos e não me arrependo nem um pouco, amo demais minha mulher, são 11 anos de casado e mais 7 de namoro, praticamente metade de nossas vidas passamos juntos, já que tenho 35 anos.

Quando a gente namorava a gente tinha a opinião que não queríamos filhos, mas depois o instinto de mãe fala mais alto eu acho e hoje estamos com 2 filhos, meu filho mais velho está com 6 anos e o mais novo está com 2 anos, eu e o mais velho já somos parceiros na jogatina. A gente ia ter um filho só também, mas eu tenho irmãos e minha esposa também e achamos que ia ser bom ele ter um irmãozinho...

Olha, apesar de eu adorar minha esposa e meus filhos, nada são as mil maravilhas, quando a gente casa tem um período de adaptação, que é difícil para os 2 e depois que você tem um filho tem outro período desses, e este é muito mais difícil para a mulher do que para o homem, tem que ter muito companheirismo pois a barra é pesada nos primeiros meses do bebe, casar e ter filho ao mesmo tempo, deve ser foda, uma complicação a mais, então se for ter filho, procure fazer as coisas no seu tempo, com planejamento. No meu caso a gente foi ter o primeiro filho com 3 anos de casados, ambos já com uma estabilidade ecônomica.

Quanto ao tempo, ele fica escasso mesmo com mulher e filhos, aqui também é uma experiencia particular, uma pessoa pode achar uma maravilha, outros já acham um inferno, particularmente a gente manter uma rotina e uma educação mais rígida com as crianças, a mais nova dorme as 8:30 e o mais velho as 9:30 ~10:00 e depois das 10:00 é o tempo que sobra pra eu e a patroa ficarmos juntos, isso durante a semana.

Como eu já disse mais de uma vez ai, que isso é uma experiencia que varia de pessoa pra pessoa, de casal pra casal, eu vejo hoje em dia muitos relacionamentos que são um inferno, pais que vivem a favor dos filhos e não conseguem colocar disciplina, rotina em casa com as crianças e isso acaba com o casamento, acaba o marido e mulher e só fica o pai e a mãe, é complicado outras pessoas te falarem pra casar ou não, eu particularmente não me arrependo nenhum pouco, eu mesmo não ve via como pai, quando minha mulher estava grávida eu ficava pensando se eu ia conseguir exercer esse papel, hoje amo demais meus filhos e não me vejo sem eles.
 

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
3.045
Reações
9.200
Pontos
303
Ah, antigamente eu não queria, mas hoje eu penso que sim. Deixar um legado, meu Dna. Deve ser show ver seu filho crescer, trilhar o caminho dele, torcer por ele e etc.

Encontrar uma parceira é legal, amigos não ficam para sempre e geralmente só querem baderna. Uma parceira é legal quando ela quer crescer contigo e tal.

Uma coisa eu tenho certeza, viver sozinho ninguém quer (pode falar isso agora, mas no fundo não quer).

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
Então, eu tenho quase certeza de que vou pensar assim algum dia, por isso tenho medo de me arrepender caso decida não ter filhos e, consequentemente, perder essa mulher q eu amo. Quantos anos vc tem?

Se você ficar pensando em todas as possibilidades negativas você nunca vai fazer pois você nunca vai ter certeza que vai dar certo. Você e sua parceira querem filhos? Tenham filhos, mas analise e tente se precaver o máximo possível de problemas futuros, não deixe de fazer as coisas só pq PODEM dar errado. Apenas tente se proteger.

Uma coisa óbvia mas importante a se atentar é que filho é pra sempre mas o relacionamento pode não ser. Você não deve ter filhos só pq a sua parceira quer. Se vocês um dia se separarem, os filhos continuarão sendo de ambos, não dá pra se separar dos filhos.


Eu tenho um filho de 6 anos. Cheguei a casar com a mãe dele mas nos separamos quando meu filho tinha 1 ano. O que foi muito bom é que a gente mora perto e optamos pela guarda compartilhada, então ele ficava 1 semana com cada e nós sempre nos demos bem, graças a isso ele não conviveu com briguinhas e etc. Ou seja, eu tentei formar uma família padrão, não deu certo com a mãe mas hoje tenho meu filho - então ainda tenho minha família =D. Depois de 1 ano da separação eu conheci outra garota e namoramos por 4 anos. Apesar de estar namorando, eu sempre tentei ficar o máximo possível com meu filho e sempre deixei claro para a minha namorada que ele é minha prioridade, tanto que hoje meio que tenho a guarda dele. Não é oficial, mas fico 12 dias com ele, e a mãe 2. Não troco meu tempo com meu filho por nada nesse mundo e nesses 2 dias que ele está com a mãe, sempre arrumo algum esquema com uma garota, saio com meus amigos, faço uma maratona de vídeo game ou séries em casa...

Como você falou, eu não tenho 100% de liberdade. Não posso largar tudo e viajar, fugir, sei lá. Mas cara, eu nem quero isso! Em vez disso penso que se eu quiser viajar por exemplo, com certeza vou para algum lugar que eu possa levar meu filho e me divertir com ele.

Minha felicidade é chegar em casa e meu filho correr pros meus braços todo empolgado pra me mostrar as coisas que ele construiu no Little Big Planet.

Espero que meu post sirva para você refletir um pouco no sentido de que se as coisas não derem certo não vai ser o fim do mundo. O que eu sinto hoje com as coisas que deram errado é que aprendi muito e hoje sou muito mais forte do que já fui.
Ela quer ter e não abre mão, eu não sei se quero. E nem é só questão do divorcio é só um argumento contra q eu achei, tem outros fatores envolvidos. Cara, às vezes minha namorada tá um grude só, vem dormir aq direto e eu meio q já me sinto sufocado, imagina com filho. Eu sou uma pessoa que gosta de ficar sozinho às vezes e não sei se estou preparado pra abdicar disso. Claro q tem o outro lado tbm, como mencionei no OP. Então é complicado, é um buraco muito mais fundo do q simplesmente se divorciar ou nao achar a parceira ideal ou não .

Faça a pergunta ao contrário. Está bom do jeito que tá hoje pra você? Quão grande é o "vazio" e os pensamentos de solidão?


Eu pensava a mesma coisa antes do meu filho. E eu estava parcialmente errado.
Dá trabalho pra caramba, mas não acho que é essa coisa de "nunca mais terei paz". As coisas acabam se compensando quando você olha nos olhos daquele ser pequenininho e vê que ele te ama muito. Você acaba que meio sendo amigo do pimpolho, sei explicar não. Acho que esse aí que é o papel fundamental, e a partir disso as coisas ficam mais leves.

O que eu te garanto com toda certeza é que eu nunca fui tão feliz na minha vida.
Cara, sei lá. Vou te falar a verdade q eu sinto um vazio bem grande, eu tenho depressão e tals. Mas eu não sei se esse vazio vem de falta de família ou ficar sozinho. E mesmo que fosse, é justo pôr um filho no mundo pra preencher um vazio meu? É certo colocar a responsabilidade disso numa criança?

eu aprendi a encarar como etapas diferentes da minha vida. Já passei da fase de bagaçar todo fds. Hoje se eu tiver umas horas livres no fds pra tomar a cerveja que eu mesmo faço com os meus amigos e falar groselha, eu tô feliz.
Farrear é uma delícia, mas uma criança pequena se aninhar no seu colo e contar historinhas que aprendeu na escola é tão bom quanto.
São fases, vc tem que estar pronto pra aceitar isso.



Esse eu deixei pra patroa, tem o grupo das mães. Mas tenho que dizer que fizemos um churras no fim do ano passado com os pais da turma dela e é um pessoal bem gente boa, é diferente vc ver as pessoas só nas reuniões na escola e ver os caras bêbados e rindo.
É um bom modo de pensar. Às vezes eu acho q minha fase passou e eu tenho dificuldades de aceitar isso. Tenho 24 anos e tenho vontade de conhecer o mundo, mas dada a minha realidade, com ou sem filho, não é algo q eu vou conseguir fazer agora pq tenho que estudar, tenho pouca grana e tals. Ela quer ter filho dentro de uns 4 anos. Daqui pro fim desse período, eu posso estar com condições melhores pronto pra exercer minha tão sonhada liberdade ou ter família, que tbm é algo q às vezes quero. Se eu decidir q nao quero ter filhos vou largar ela depois de ter segurado esse tempo todo? Não é justo, vai destruir ela e a mim tbm pois a amo.
Eu não sei se saberia lidar com criança/familia assim como eu tbm nao sei se saberia lidar em viver sozinho o resto da vida.
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
85.222
Reações
182.705
Pontos
979
Então, eu tenho quase certeza de que vou pensar assim algum dia, por isso tenho medo de me arrepender caso decida não ter filhos e, consequentemente, perder essa mulher q eu amo. Quantos anos vc tem?


Ela quer ter e não abre mão, eu não sei se quero. E nem é só questão do divorcio é só um argumento contra q eu achei, tem outros fatores envolvidos. Cara, às vezes minha namorada tá um grude só, vem dormir aq direto e eu meio q já me sinto sufocado, imagina com filho. Eu sou uma pessoa que gosta de ficar sozinho às vezes e não sei se estou preparado pra abdicar disso. Claro q tem o outro lado tbm, como mencionei no OP. Então é complicado, é um buraco muito mais fundo do q simplesmente se divorciar ou nao achar a parceira ideal ou não .


Cara, sei lá. Vou te falar a verdade q eu sinto um vazio bem grande, eu tenho depressão e tals. Mas eu não sei se esse vazio vem de falta de família ou ficar sozinho. E mesmo que fosse, é justo pôr um filho no mundo pra preencher um vazio meu? É certo colocar a responsabilidade disso numa criança?


É um bom modo de pensar. Às vezes eu acho q minha fase passou e eu tenho dificuldades de aceitar isso. Tenho 24 anos e tenho vontade de conhecer o mundo, mas dada a minha realidade, com ou sem filho, não é algo q eu vou conseguir fazer agora pq tenho que estudar, tenho pouca grana e tals. Ela quer ter filho dentro de uns 4 anos. Daqui pro fim desse período, eu posso estar com condições melhores pronto pra exercer minha tão sonhada liberdade ou ter família, que tbm é algo q às vezes quero. Se eu decidir q nao quero ter filhos vou largar ela depois de ter segurado esse tempo todo? Não é justo, vai destruir ela e a mim tbm pois a amo.
Eu não sei se saberia lidar com criança/familia assim como eu tbm nao sei se saberia lidar em viver sozinho o resto da vida.

Praticamente a mesma que você, para mais ou menos
 

mariachirs

Supra-sumo
Mensagens
2.238
Reações
958
Pontos
174
Bom e minha esposa meio que decidimos que nao vamos ter filhos e eu tomo os cuidados do meu lado para nao te-los.

Nao pretendo comprar casa ate pq ela nao quer assumir a divida comigo, prefere gastar o dinheiro com outras coisas

Ja estamos casados ha dois anos e nos conhecemos ha 10.

Na verdade vc tem que saber o que vc quer e saber o que a outra pessoa quer da vida tb, como é uma sociedade vc tem que saber ir levando e fazer determinados acordos para manter a estabilidade.

Nos temos nossas vidas financeiras separadas e cada um faz o que quer com a grana que sobra.

Eu cubro 70% das despesas, ela cobre 30% e aproveitamos nosso tempo para viajar e fazer coisas que gostamos. Porque so agora que comecamos a aproveitar a nossa vida, eu demorei muito para me formar e isso limitou demais nossa vida
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
30.982
Reações
48.823
Pontos
753
Bom e minha esposa meio que decidimos que nao vamos ter filhos e eu tomo os cuidados do meu lado para nao te-los.

Nao pretendo comprar casa ate pq ela nao quer assumir a divida comigo, prefere gastar o dinheiro com outras coisas

Ja estamos casados ha dois anos e nos conhecemos ha 10.

Na verdade vc tem que saber o que vc quer e saber o que a outra pessoa quer da vida tb, como é uma sociedade vc tem que saber ir levando e fazer determinados acordos para manter a estabilidade.

Nos temos nossas vidas financeiras separadas e cada um faz o que quer com a grana que sobra.

Eu cubro 70% das despesas, ela cobre 30% e aproveitamos nosso tempo para viajar e fazer coisas que gostamos. Porque so agora que comecamos a aproveitar a nossa vida, eu demorei muito para me formar e isso limitou demais nossa vida
Com os 70% com que ela não gasta imagino que seja a financiadora das viagens.
 
Topo