O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Conversões Difícies - Capítulo 2 - Street Fighter no Mega

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
23.181
Reações
64.964
Pontos
654
Em 1991 a Capcom encontrou o mapa da mina: lançou para arcades o incrível "Street Fighter II: The World Warrior" que trazia uma jogabilidade requintada e revolucionária. Rapidamente virou febre nos arcades e popularizou o gênero de games de luta, influenciando toda a indústria de videogame.

O então poderoso Super Nintendo recebeu uma conversão surpreendente que causou furor e cativou uma legião de fãs. Eram incríveis 16mb de pancadaria, sons, músicas e imagens de alta qualidade muito similares ao original do arcade. A exclusividade para o console da Nintendo elevou consideravelmente suas vendas, além de fazer nascer a suspeita de que seu concorrente Mega Drive não seria capaz de rodar o jogo, afinal, não havia nada sequer semelhante para comparar.

Hoje converter Street Fighter II para Mega parece coisa fácil, mas quando o jogo só existia no Snes, quem não pensou que o Mega jamais rodaria algo parecido?



Enquanto preparava os próximos passos da franquia, a Capcom lançou revisões nos arcades, implementando velocidade, novos golpes e perfumarias para tornar o jogo mais atraente, com os "Street Fighter II: Champion Edition" e "Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting". Street Fighter era o assunto do momento e, enfim, foi anunciada a bombástica notícia de que o Mega Drive receberia o jogo. Paralelamente a Capcom preparava o "Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting" para Super Nintendo, que utilizaria 20mb.

Hoje parece fato óbvio que o Mega tinha todas as condições de rodar Street Fighter II, mas em 1993 ele ainda precisava provar isso. Como já havia convertido o "Street Fighter II: The World Warrior" para um console caseiro semelhante em performance, o Snes, a Capcom já conhecia o caminho das pedras, de reduzir resolução, remover detalhes, cortar quadros de animação e coisa e tal. A Capcom preparou o "Street Fighter II Special Champion Edition" que vinha num cartucho com 24mb, para alegria dos fãs do Mega.

Portar o arcade para os consoles caseiros significava redesenhar todas as sprites para compensar a enorme perda de resolução. Hoje se sabe que o Snes não trabalhava na mesma resolução que o Mega Drive. O ideal seria que a Capcom redesenhasse cada item do jogo adequando-o às características de seu hardware para obter o máximo dele.

No exemplo abaixo vemos como em MK2 e Samurai Shodown cada objeto foi digitalizado/desenhado de forma distinta de um console para outro. Importante lembrar que estes jogos são mero exemplo ilustrativo, haja vista que saíram muito depois de "Street Fighter II Special Champion Edition".



Mas, ao contrário disso, a Capcom preferiu evitar a fadiga e aproveitou os desenhos que já havia reduzido para a versão "Street Fighter II: The World Warrior" do Snes. Durante quase todo o jogo são as mesmas ilustrações com os mesmos pixels que foram utilizados no Snes. E, o que surgiu de novo, como a comemoração de Ken, também é mera reprodução da figura utilizada na versão Turbo do Snes (que estava sendo produzida simultaneamente). Pouca coisa foi redesenhada para o Mega Drive.



Desta forma, de cara, boa parte do visual no Mega ficou fadado às limitações de resolução do Snes, com o agravante das próprias limitações de cores do 16bits da Sega. Afinal, sem aproveitar das vantagens do console, acabam se destacando nos comparativos os defeitos do Mega Drive, sobretudo sua fraqueza de exibir poucas cores. Os cenários receberam simplificações (com raras exceções, como um casal na tela do Guile ou a lua no cenário do Ryu, eliminados no Snes), e é justo afirmar que a versão Mega é menos bonita. Apesar dos pesares, o Mega precisava receber uma versão de Street Fighter e, visualmente, a Capcom conseguiu resultado satisfatório, pois a qualidade gráfica é muito similar à obtida no Snes, que já era considerada ótima pelo público.



Ao menos, ao começar o jogo, a abertura dos fliperamas foi mantida no Mega Drive. No "Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting" para Super Nintendo a abertura toda foi sumariamente eliminada. O "Street Fighter II Special Champion Edition" para Mega Drive traz um modo de jogo exclusivo, o “Group Battle”, que permitia montar equipes com seis lutadores em seqüências de lutas, além de permitir desabilitar movimentos especiais dos lutadores. O jogo possui duas versões do Street FIghter II: Champion (baseada no arcade Champion Edition) e o Hyper (baseado no Turbo Hyper Fighting, com possibilidade de selecionar a velocidade entre 1 a 10 estrelas e onde alguns lutadores possuem novos golpes).

Como trabalhava com certa folga, não precisando processar todos os pixels de sua resolução nativa, a conhecida velocidade do processador do Mega Drive pôde fazer a diferença na jogabilidade. No 16bits da Sega a movimentação ficou mais suave e estável, com ótima resposta aos comandos e sem lentidões nas batalhas, que ocorriam constantemente no Snes. Aquela travadinha no Snes, no momento da vitória para contagem dos pontos, não existe no Mega. Por exemplo, a bandeirinha tremulando no cenário do Ken chega a parar para o console da Nintendo processar a pontuação.

Complementando a ótima jogabilidade possibilitada no Mega Drive, um grande aliado foi a implantação do controle de 6 botões. Assim, ficava muito mais prático executar combos e seqüências de ataque devastadoras. Aliás, nem pense em jogar Street Fighter com o velho controle de 3 botões. Tiveram a péssima idéia de utilizar o "start" para alternar em três botões para chutes e três botões para soco. Difícil se divertir assim.

Com os desafios de portar gráficos e jogabilidade vencidos, restava à Capcom gerar no Mega Drive sons e vozes de qualidade, coisa difícil de obter no console. É importante frisar que o Super Nintendo era mais amigável, com arquivos bem pequenos o videogame sintetizava músicas com vários instrumentos, num som limpo e agradável. Para produzir boas músicas no Mega Drive, os arquivos precisavam ser maiores, o que era um problema sério, em tempos de cartucho em que cada KB custava dinheiro. O som no Mega Drive divide opiniões. A Capcom conseguiu vozes simultâneas, que não aconteciam no amado World Warriors do Snes. Foi uma façanha da produtora, já que vozes não eram o forte do Mega Drive. Por outro lado, as vozes no 16bits da Sega ficaram roucas. Boa parte da má primeira impressão que se pode ter com o jogo vem dessa baixa qualidade sonora. Parece que todo mundo está gripado. As músicas parecem mais simples que a versão Snes, mas há quem prefira a trilha sonora do Mega Drive, por ser mais fiel ao original do arcade.

====================================

Abaixo, algumas comparações entre o original arcade e a conversão no Mega Drive. As figuras do arcade foram redimensionadas para ficar na proporção da tela, mas no processo não houve alteração dos pixels existentes.















====================================

Enfim, a Capcom atingiu o objetivo de trazer ao console da Sega uma versão de seu popular jogo de luta. Comparações surgiram, graças à rivalidade, cada lado apontando virtudes e esquecendo defeitos de sua versão favorita.

====================================

Fontes:
http://www.mobygames.com/game/snes/street-fighter-ii/reviews/reviewerId,26574/
http://www.mobygames.com/game/genesis/street-fighter-ii-special-champion-edition
http://www.mobygames.com/game/snes/street-fighter-ii-turbo-hyper-fighting/screenshots
http://gamehall.uol.com.br/v10/street-fighter-2-special-champion-edition/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Street_Fighter#Street_Fighter_II
http://pt.wikipedia.org/wiki/Street_Fighter_II
 
Ultima Edição:


matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.729
Reações
13.218
Pontos
674
Para mim caro Edinei , salvou temporariamente a pele do mega e tb ficou legal embora a do snes fosse um pouco melhor.


Excelente tópico pena que foi o único street que saiu para o mega senão me engano(ao menos foi o unico que joguei).

Tive mega de janeiro de 1991 a julho de 1994. Depois snes de julho de 1994 a dezembro de 1997. Realmente curti essa geração 16 bits por completo. E foi os streets que me fizeram vender o mega e pegar o snes.

Fiz bem porque depois além dos streets sairam outros grandes games para snes e o mega a partir de 1995 foi abandonado praticamente.

Realmente street Fight foi um fato importantíssimo para o snes virar o jogo que até então estava favoravel ao mega.

Depois vieram Dk e outros grandes games para sacramentar a vitória do snes, alem da própria sega ter ferrado com o mega ao ter lançado o sega cd e o 32 x pois assim ele teve que dividir seus esforços, deixando o mega de lado.
 

rpacciulli

Bam-bam-bam
Mensagens
20.427
Reações
9.353
Pontos
479
mais um belo tópico do edinei. :D

sei lá, não acho que o sf2 do mega tenha sido um conversão dificil, tirando a parte do som.
tá certo que graficamente, era inferior à versão do snes, mas em compensação, tinha uns detalhes a mais aqui e ali e o gameplay era ligeiramente melhor.
24megas não era coisa pouca, não.

@matroska, além desse, teve o the new chalengers. a capcom caprichou nessa versão tb.
infelizmente, como era de se esperar, os gráifcos e sons deixam um pouco a desejar.

lembro que na época das locadoras, sempre tinha alguem pra dizer que o mega não aguentava rodar sf2 nem a pau. eis que veio a capcom e provou o contrário...hehe...
ironicamente, algo semelhante aconteceria anos mais tarde, com resident evil 4. que coisa, não?
 

The Great Devil B.M.

Bam-bam-bam
Mensagens
3.078
Reações
514
Pontos
234
matroska;7477412 disse:
Para mim caro Edinei , salvou temporariamente a pele do mega e tb ficou legal embora a do snes fosse um pouco melhor.


Excelente tópico pena que foi o único street que saiu para o mega senão me engano(ao menos foi o unico que joguei).

Tive mega de janeiro de 1991 a julho de 1994. Depois snes de julho de 1994 a dezembro de 1997. Realmente curti essa geração 16 bits por completo. E foi os streets que me fizeram vender o mega e pegar o snes.

Fiz bem porque depois além dos streets sairam outros grandes games para snes e o mega a partir de 1995 foi abandonado praticamente.

Realmente street Fight foi um fato importantíssimo para o snes virar o jogo que até então estava favoravel ao mega.

Depois vieram Dk e outros grandes games para sacramentar a vitória do snes, alem da própria sega ter ferrado com o mega ao ter lançado o sega cd e o 32 x pois assim ele teve que dividir seus esforços, deixando o mega de lado.
Tem Super Street Fighter 2: The New Challengers pro Mega também. Dá uma olhadjenha no youtube que acha. No mais eu prefiro a versão do mega por ser bem mais frenética pra jogatina e o controle de 6 botões do mega, até hoje ninguém bateu.
 

Dono_do_Meu_Anel

Bam-bam-bam
Mensagens
13.177
Reações
3.213
Pontos
499
Another AAA topic by Edinei Lopes hehehehehe.

Dá gosto ver os tópicos assim.

Sobre essa questão a CAPCOM fez algo bom pra SEGA. 99% dos detalhes do ARCADE estão na versão MD.

Se por um lado as musicas não ajudam tanto, a jogabilidade é extremamente maravilhosa no MD com seu 6-button.

Não tem nem o que comprar no quesito grafico fiel e jogabilidade fiel. MD se sobressai a distancias.

Isso que os efeitos de magias, ainda são melhores no MEGA,m pois da pra ver o choque dos hadoukens (a bola de energia se desfazendo e tudo), no SNES é um encontro pifio coitado, chega a dar pena.


Sem chance pro SNES.
 

Lagarto Frenético

Habitué da casa
Mensagens
2.484
Reações
6
Pontos
96
Então quer dizer q Street Fighter 2 no Mega poderia ser ainda melhor se a Capcom não tivesse tanta preguiça?
 


Dono_do_Meu_Anel

Bam-bam-bam
Mensagens
13.177
Reações
3.213
Pontos
499
Lagarto Frenético;7477666 disse:
Então quer dizer q Street Fighter 2 no Mega poderia ser ainda melhor se a Capcom não tivesse tanta preguiça?
Na verdade?? Sim. Sobre o lance das cores, EX-RANZA conseguiu usar 128 cores, o que a CRAPCOM poderia ter feito, pois know how ela tinha. Talvez faltou tempo$$$
 

Mutou Kazuki

Ser evoluído
Mensagens
1.619
Reações
10
Pontos
46
Eu acho as músicas do MEGA melhores, eu tenho uma tara por música de jogos, daí eu fico comparando as de do MEGA e SNES, apesar das vozes serem roucas, a música do MEGA é melhor, no SNES eu achei que ficou muito abafado, no MEGA eu achei que instrumentos como a bateria ficaram bem melhores e muito mais evidentes e limpos, não soa artificial com no SNES, MK2 do MEGA, também tem músicas melhores que SNES, posso ter viajado, mais é uma coisa que ficou clara pra mim!

[YOUTUBE]TPStQYIx6S8[/YOUTUBE]
 

Dono_do_Meu_Anel

Bam-bam-bam
Mensagens
13.177
Reações
3.213
Pontos
499
Mutou Kazuki;7477813 disse:
Eu acho as músicas do MEGA melhores, eu tenho uma tara por música de jogos, daí eu fico comparando as de do MEGA e SNES, apesar das vozes serem roucas, a música do MEGA é melhor, no SNES eu achei que ficou muito abafado, no MEGA eu achei que instrumentos como a bateria ficaram bem melhores e muito mais evidentes e limpos, não soa artificial com no SNES, MK2 do MEGA, também tem músicas melhores que SNES, posso ter viajado, mais é uma coisa que ficou clara pra mim!

[YOUTUBE]TPStQYIx6S8[/YOUTUBE]
uma dica:

O MEGA tinha saida estereo, apenas para fone de ouvido. Quem jogasse com ele, sabia a diferença que tinha em relação a quem jogava pela TV. O jogo era outro. O Street s of rage 2 que o diga. O mesmo acontecia ao SF.
 

BigJ

Bam-bam-bam
Mensagens
14.588
Reações
9.240
Pontos
439
Ótimo tópico, Edinei. Hoje em dia uma conversão de Street II para o MD pareceu "fácil", mas na época muita gente achava que o 16bits da Sega não seria capaz de rodar o game. Eu mesmo achei isso por dois motivos:

1 - Não ter um controle de seis botões.
2 - Aquele efeito que simulava a mudança de perspectiva do chão achava que era feito com o Mode 7 do SNES, coisa que o MD não tinha. Mas eram basicamente linhas que se moviam em velocidades diferentes.

Realmente o Mega Drive poderia ter os lutadores um pouco maiores (se ainda estivesse na época do "Reprogrammed by SEGA", com certeza seria assim) mas eu sempre achei que o visual do MD ficou muito bom, já que a comparação era com o SNES. Só as vozes digitalizadas é que eram fraquinhas...
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
23.181
Reações
64.964
Pontos
654
Valeu, pessoal!:kongpositivo:

Como a base da conversão era o Snes, creio que o Mega Drive não foi totalmente aproveitado, por isso a tendência era só aparecerem seus defeitos. Street Fighter II ficou bom no Mega, o que me incomoda são apenas as vozes digitalizadas.

Curioso imaginar isso hoje em dia (ficou bom e ainda poderia ser melhor do que foi), já que na época havia toda a impressão de que jamais rodaria uma versão decente.

Esse pensamento acabou se repetindo no apagar das luzes da geração, com Street Fighter Alpha 2, quando o Mega não recebeu uma versão do game. Nintendista estufa o peito para falar que Street Fighter Alpha 2 era areia demais pro caminhãozinho do Mega.:D:lol
 

Kobayashi

Bam-bam-bam
Mensagens
14.004
Reações
6.253
Pontos
499
Ótimo tópico com bastante informação, parabéns !

Uma sugestão: dizem que a versão de Street Fighter II do PC Engine/TG-16 é ótima também. Quem sabe pode ser útil para um futuro tópico de comparação entre as versões SNES vs Mega vs PC Engine.
 

B - Mark

Bam-bam-bam
Mensagens
5.483
Reações
2.220
Pontos
459
Bom topico Edinei.

Street Fighter II do Mega Drive e um dos meus jogos favoritos do console.

Me lembro que em 1993 as revistas Ação Games e Supergame publicaram materias sobre o jogo antes de seu lançamento e o beta gerou uma grande expectativa por parte dos fãs do console que na epoca tinham que se contentar com Power Athlete ( Deadly Moves nos EUA ), Fighting Masters e Fatal Fury 1.

Sobre os sprites dos personagens nunca pensei que fossem os mesmos das versões para SNES.

Na epoca não estava nem me importando com os graficos e sons do jogo. O que queria mesmo era me divertir mesmo com o joystick de 3 botões porque naquela epoca não tinha dinheiro para comprar o joystick de 6 botões.

Curiosamente o beta tinha graficos parecidos com o SF 2 World Warrior para SNES com menos cores e definição menor alem de ter uma tarja preta atras das barras de energia.

O jogo estava com lançamento previsto para junho de 1993 porem naquele mes as revistas noticiaram o adiamento da data para setembro porque o jogo tinha ficado abaixo dos padrões de qualidade da Sega.

Infelizmente nunca encontrei rom desse beta para baixar.
 

B - Mark

Bam-bam-bam
Mensagens
5.483
Reações
2.220
Pontos
459
Ótimo tópico com bastante informação, parabéns !

Uma sugestão: dizem que a versão de Street Fighter II do PC Engine/TG-16 é ótima também. Quem sabe pode ser útil para um futuro tópico de comparação entre as versões SNES vs Mega vs PC Engine.
Kobayashi, ja joguei o Street Fighter II para PC Engine nos emuladores e o achei bem legal. Ele me lembra a versão do Mega Drive.

Esse jogo foi lançado somente no Japão e saiu para o Virtual Console nos EUA. Curiosamente ele não foi traduzido para o Ingles.

O unico jogo do VC que teve tradução foi o Sin and Punishiment do Nintendo 64.

Os demais jogos que antes eram exclusivos do Japão nem foram traduzidos para o Ingles.

Veja esse link para o site da Hudson dedicado ao VC com informações sobre o jogo

http://vc-pce.com/usa/e/title/stfighter2d.html
 

ME110

Bam-bam-bam
Mensagens
7.506
Reações
6.816
Pontos
429
Parabens pelo topico!

Nunca gostei da versao do Mega de SFII....mas tenho respeito pelo trabalho que foi feito na epoca.

Abraco a todos!!!
 

Kobayashi

Bam-bam-bam
Mensagens
14.004
Reações
6.253
Pontos
499
B - Mark;7480185 disse:
Kobayashi, ja joguei o Street Fighter II para PC Engine nos emuladores e o achei bem legal. Ele me lembra a versão do Mega Drive.

Esse jogo foi lançado somente no Japão e saiu para o Virtual Console nos EUA. Curiosamente ele não foi traduzido para o Ingles.

O unico jogo do VC que teve tradução foi o Sin and Punishiment do Nintendo 64.

Os demais jogos que antes eram exclusivos do Japão nem foram traduzidos para o Ingles.

Veja esse link para o site da Hudson dedicado ao VC com informações sobre o jogo

http://vc-pce.com/usa/e/title/stfighter2d.html
B-Mark, esta questão de falta de tradução nos títulos importados do Virtual Console não é uma exclusividade deste serviço. Na PSN isso também tem ocorrido. Por exmeplo, peguei outro dia o Sonic Wings Special (foi lançado apenas no Japão para o PS) na PSN e os menus estão em japonês.
 

Maner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.424
Reações
17.749
Pontos
739
Mais um excelente tópico.
Eu não acho que esse jogo foi um port muito difícil, visto que depois que as softhouses pegaram a manha de portar pro mega, geralmente os ports de arcade ficavam melhores nele.O SNES ficava com uma "lataria" melhor, mas tecnicamente o Mega ficava superior.
Sou SNES-fan, mas é preciso admitir isso :lol
Dono_do_Meu_Anel;7477558 disse:

Sobre essa questão a CAPCOM fez algo bom pra SEGA. 99% dos detalhes do ARCADE estão na versão MD.

[SIZE="4"]CAPCOM
[/SIZE][SIZE="5"]CAPCOM[/SIZE]
[SIZE="7"]CAPCOM
[/SIZE]


Primeira vez que te vejo chamar a pobre coitada de CAPCOM e não CRAPCOM.
 

MarcosJCMartins

Ser evoluído
Mensagens
384
Reações
0
Pontos
41
Pô brother parabéns, ótima análise.
vivi este tempo ae e me lembro mto bem dessa rivalidade sega vs nintendo, tempo ótimo aquele e q infelizmente naum volta mais.
 

rogermaximal

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
22.707
Reações
16.399
Pontos
699
Valeu Edinei!!

Outro Tópico de nível.

O que eu acho do Street do Mega?

- A conversão ficou acima das expectativas. Empate.
- Salvou a pele do Mega Drive.
- Calou a boca dos Nintendistas.

Resumindo? Calou minha boca também...
 

rickrj

Bam-bam-bam
Mensagens
4.241
Reações
2.301
Pontos
334
Edinei parabens pelo tópico, ótimas fotos e informações bem completo.

Joguei nos 2 vg e preferi o som do snes mas a jogabilidade do mega drive é melhor, e os gráficos achei parecido nos 2 vg.

Agora, qual versão tem melhor e maior resolução?

valeu
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
23.181
Reações
64.964
Pontos
654
rickrj;7483639 disse:
Edinei parabens pelo tópico, ótimas fotos e informações bem completo.

Joguei nos 2 vg e preferi o som do snes mas a jogabilidade do mega drive é melhor, e os gráficos achei parecido nos 2 vg.

Agora, qual versão tem melhor e maior resolução?

valeu
Embora o Mega tenha algumas fatias de pixels a mais, no topo da tela, creio que seja justo considerar que ambas versões têm a mesma resolução.
 

Dono_do_Meu_Anel

Bam-bam-bam
Mensagens
13.177
Reações
3.213
Pontos
499
edineilopes;7485085 disse:
Embora o Mega tenha algumas fatias de pixels a mais, no topo da tela, creio que seja justo considerar que ambas versões têm a mesma resolução.
Mas ai seria injusto meu amigo Edinei. A diferença existe e não é tão pouca não.

(MEGA) 320x224 vs (SNES) 256x224.

Só pra termos uma leve comparação, se o SAMURAI do SNES tivesse a mesma resolução do MEGA, o jogo ficaria algo de 30% a 40% mais lento que o normal. Isso se deve apenas ao aumento de resolução.

Não tenho aqui o artigo, onde o pessoal fez DEMOS em 320x240 pra rodar no SNES e o moleque morreu na praia. vou ver se acho e posto aqui.
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
23.181
Reações
64.964
Pontos
654
Dono_do_Meu_Anel;7485599 disse:
Mas ai seria injusto meu amigo Edinei. A diferença existe e não é tão pouca não.

(MEGA) 320x224 vs (SNES) 256x224.

Só pra termos uma leve comparação, se o SAMURAI do SNES tivesse a mesma resolução do MEGA, o jogo ficaria algo de 30% a 40% mais lento que o normal. Isso se deve apenas ao aumento de resolução.

Não tenho aqui o artigo, onde o pessoal fez DEMOS em 320x240 pra rodar no SNES e o moleque morreu na praia. vou ver se acho e posto aqui.
No geral sim, a diferença é grande.

Me referia especificamente ao Street Fighter II, em que a Capcom não aproveitou a resolução maior do Mega.
 

V1PM4N

Habitué da casa
Mensagens
435
Reações
182
Pontos
94
Sobre o som, as vozes na versão Mega Drive são ridículas. São gravadas com um sample de má qualidade.
O MD só tem um canal de som digital (DAC) e fizeram algum vodu para compartilhar vozes, som da percussão e efeitos sonoros no mesmo canal.

Já as músicas, na minha humide opinião, ficaram melhores no MD sim. Vale lembrar que o Arcade também utilizava um chip de som FM similar, porém com mais canais. O que fizeram no MD foi utilizar o PSG(som do Master System) para complementar os canais que faltavam no FM.

fui
 

rickrj

Bam-bam-bam
Mensagens
4.241
Reações
2.301
Pontos
334
edineilopes;7485085 disse:
Embora o Mega tenha algumas fatias de pixels a mais, no topo da tela, creio que seja justo considerar que ambas versões têm a mesma resolução.

Obrigado.


Realmente as musicas do MD são melhores mas as vozes são melhores no Snes...

Poxa foi então uma pena mesmo não usarem a maior resolução do mega drive frente ao Snes... Caras, quem tem o sega cd experimentem liga-lo junto na tomada jogando um jogo no cartucho mesmo e percebam como a imagem fica limpinha e transparente mesmo usando um cabo AV estéreo!
 

DATUM

Bam-bam-bam
Mensagens
9.323
Reações
4.588
Pontos
484
V1PM4N;7486012 disse:
Sobre o som, as vozes na versão Mega Drive são ridículas. São gravadas com um sample de má qualidade.
O MD só tem um canal de som digital (DAC) e fizeram algum vodu para compartilhar vozes, som da percussão e efeitos sonoros no mesmo canal.

Já as músicas, na minha humide opinião, ficaram melhores no MD sim. Vale lembrar que o Arcade também utilizava um chip de som FM similar, porém com mais canais. O que fizeram no MD foi utilizar o PSG(som do Master System) para complementar os canais que faltavam no FM.

fui

Mas se fosse da forma correta não iria ocorrer de quando fosse executada a voz a música teria de ser interrompida?
 

ReVoLTS

Supra-sumo
Mensagens
2.652
Reações
194
Pontos
184
Não sei quanto a versao do street, mas tive a do Super Street 2, e ela era foda.
Ainda me arrependo de ter desfeito desse jogo vindo dos EUA, que me fez chavear o mega drive pra jogar.
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
23.181
Reações
64.964
Pontos
654
V1PM4N;7486012 disse:
Sobre o som, as vozes na versão Mega Drive são ridículas. São gravadas com um sample de má qualidade.
O MD só tem um canal de som digital (DAC) e fizeram algum vodu para compartilhar vozes, som da percussão e efeitos sonoros no mesmo canal.

Já as músicas, na minha humide opinião, ficaram melhores no MD sim. Vale lembrar que o Arcade também utilizava um chip de som FM similar, porém com mais canais. O que fizeram no MD foi utilizar o PSG(som do Master System) para complementar os canais que faltavam no FM.

fui
Com programação empresas já conseguiram expandir paleta de cores, adicionar efeitos de rotação e, enfim, tornar realidade recursos que o Mega não possuía "de fábrica".

Quem jogava Mega deve se lembrar de Rock Roll Racing, em que quando o narrador falava, todos os outros sons eram interrompidos (inclusive a música :eek:).

Embora tenha evitado no texto termos ou dados técnicos, tentei encontrar documentação sobre a técnica da Capcom para produzir vozes simultâneas no console, já que isso parece impossível, mas ela achou algum caminho. Não encontrei qual foi a artimanha, que aliás outras empresas na época provavelmente gostariam de descobrir também.:D

A teoria de usarem o som do Master não tornaria o jogo incompatível com os Mega Drive mais recentes?
 

rickrj

Bam-bam-bam
Mensagens
4.241
Reações
2.301
Pontos
334
Achismo meu Edinei, mas acho que devam ter usado o chip do master para as vozes simultaneas, ai eles diminuiram a qualidade das vozes que são feitas pelo chip do mega pra ficarem iguais as da quando produzidas pelo chip do master ai eles nivelaram por baicho as vozes....
 

Kobayashi

Bam-bam-bam
Mensagens
14.004
Reações
6.253
Pontos
499
B - Mark;7480185 disse:
Kobayashi, ja joguei o Street Fighter II para PC Engine nos emuladores e o achei bem legal. Ele me lembra a versão do Mega Drive.

Esse jogo foi lançado somente no Japão e saiu para o Virtual Console nos EUA. Curiosamente ele não foi traduzido para o Ingles.
Justamente, B-Mark. Meus amigos dos fóruns do Virtual Console enaltecem bastante a versão do PC Engine.

A única coisa que deve ter sido ruim em relação à versão do PC Engine foi jogar SFII com aquele controle meio estranho do console da NEC/Hudson.
 

matroska

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.729
Reações
13.218
Pontos
674
Kobayashi;7489767 disse:
Justamente, B-Mark. Meus amigos dos fóruns do Virtual Console enaltecem bastante a versão do PC Engine.

A única coisa que deve ter sido ruim em relação à versão do PC Engine foi jogar SFII com aquele controle meio estranho do console da NEC/Hudson.
Eu tambem joguei Street No PC engine e em termos técnicos achei melhor do que o Mega e o SNes. Vamos dizer que ele era bonito como do snes e com a jogabilidade do mega.

Problema que ferrava tudo era controle, uma porcaria.
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
23.181
Reações
64.964
Pontos
654
rickrj;7489759 disse:
Achismo meu Edinei, mas acho que devam ter usado o chip do master para as vozes simultaneas, ai eles diminuiram a qualidade das vozes que são feitas pelo chip do mega pra ficarem iguais as da quando produzidas pelo chip do master ai eles nivelaram por baicho as vozes....
É uma hipótese plausível. Mas o Mega não perdeu esse chip, depois, nas revisões de hardware?

Isso não impediria o jogo de funcionar em Mega Drives mais novos?
 

PC-Crew

Supra-sumo
Mensagens
2.139
Reações
853
Pontos
174
De tanto vcs falarem eu emulei o street fighter do mega para relembrar, e com certeza ela é melhor que a do snes, só as vozes que claro ficaraum piores, mas o resto em geral nota 10.
 

rickrj

Bam-bam-bam
Mensagens
4.241
Reações
2.301
Pontos
334
edineilopes;7489929 disse:
É uma hipótese plausível. Mas o Mega não perdeu esse chip, depois, nas revisões de hardware?

Isso não impediria o jogo de funcionar em Mega Drives mais novos?
Pois é, não sei, qual outros jogos do mega que usa o chip do master pras musicas e vozes?
Porque dai podemos pesquisar e ter uma idéia pra podermos chegar em uma conclusão...
 

DATUM

Bam-bam-bam
Mensagens
9.323
Reações
4.588
Pontos
484
rickrj;7492122 disse:
Pois é, não sei, qual outros jogos do mega que usa o chip do master pras musicas e vozes?
Porque dai podemos pesquisar e ter uma idéia pra podermos chegar em uma conclusão...
Os únicos jogos que sei que são incompativeis com os novos megas são

Virtua Racing
Gargoyles

O resto funciona normalmente.
 
Topo