O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[Cyber Punk gostoso!] VA-11 Hall-A

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309

Caras...!Eu fiquei encucado de ver um fórum grande desses não ter comentado sobre esta pequena pérola neo-retro: Va-11 Hall-A!

Que jogo gostoso de bem feito! PQP! Senti necessidade de dedicar parte do meu dia só para criar este tópico. Fiquei em dúvida se deveria criá-lo na pasta Retro, na pasta Música, ou no tópico de bons jogos novos com pegada retro. Mas seria sacanagem esconder um joguete tão bacaninha em tópicos já existentes...

Vamos lá: o jogo em questã é uma visual novel (um livro interativo). Sim, eu também estou cansado do gênero, mas esse daqui mexeu comigo...o primeiro impacto causado vem do visual do jogo: todo em pixel art, com sprites grandões. Ao meu ver, esse estilo gráfico é um remix de jogos da era Sega-CD/Turbo-Graphix misturado com MMRPGs coreanos (como Ragnarok Online).





Mas o quente mesmo, aquilo que causa aquele 'bum' no fundo do coração, é a trilha sonora! Admito que fiquei parado na 2ª tela por vários minutos só curtindo a música de fundo! Faça-se o favor de ouvir isso com fones de ouvidos plugados!


Mas e o jogo em si? Bom, você trabalha num bar. Seu papel é ouvir os clientes e servir-lhes drinks diversos. E aí entra o lance bacana pruma visual novel: certos drinks podem ser servidos em dose dupla, ou com quantidades de álcool menores ou maiores que o normal...e isso desperta reações interessantes nos personagens! E tem mil detalhes - se sacudir ao invés de misturar o drink pode sair errado, por exemplo.

Na partida que estou jogando eu decidi entupir um personagem boca-porca de álcool. Isso despertou nele um palavreado BASTANTE pesado, com conotação sexual explícita.



Até o momento a história mostrou muito pouquinho de seu universo (no ato de criação deste tópico só vivenciei o primeiro dia de jogo) : a personagem habita uma cidade degradada e que não deveria existir. Todos os seus habitantes foram contaminados (acho que por nano-máquinas, não me recordo ao certo). Humanos, máquinas e seres antropomorfos convivem lado a lado.

Os diálogos têm humor ácido! Um dos personagens, jornalista veterano, trouxe uma história sobre repetir boatos para obter mais cliques em seu jornal. De certo modo isso parece indicar um roteiro similar ao de Persona 2: repita uma história até as pessoas acreditarem - e tornarem-na real.

Infelizmente este tópico é uma carta de amor baseada em 1:10 de jogo (pois iniciei-o ontem à noite!). Eu desejo jogar Va-11 Hall-A mais vezes e atualizar este tópico com minhas impressões.

Este jogo está relativamente barato na steam (27,90, mas paguei uns 23,90 na última sale). Quem quiser pode comprá-lo aqui:
O port para Nintendo Switch está anunciado para 2019, e há uma continuação em andamento: N1RV-Ann-A.

Convoco @Basil Sandhurst @Epic Sax CEO @Johnzim @Vaynard @Sgt. Kowalski para conhecerem este jogo. Quem gosta de clima neon-cyber punk DEVE jogá-lo.
 
Ultima Edição:


City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309
Continuação anunciada: N1RV-Ann-A:



Se o jogo original claramente homenageia os gráficos de sega cd, a continuação vai pro estilo de visual novel da era Sega Saturno/Windows 95!

Edit: detalhe que eu não tinha me atentado: no perfil oficial de twitter da produtora Sukeban Games indica que eles trabalham na...Venezuêra! https://twitter.com/sukebangames
 

gamermaniacow

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
37.828
Reações
34.202
Pontos
932
Está na minha lista faz um tempo, nunca priorizei, acho que pegarei na próxima sale...

Peguei o Red Strings Club que dizem ser muito parecido. A mecânica de servir o Drink e a atmosfera é excelente, porém, foi o primeiro jogo onde a famosa "agenda" esquerdista realmente me incomodou, e sou super tranquilo quanto a isso.


Eu fiquei encucado de ver um fórum grande desses não ter comentado sobre esta pequena pérola
Vejo que não conhece muito por aqui :klol
 

Luan Carr

Bam-bam-bam
Mensagens
3.331
Reações
7.219
Pontos
304
Como eu to sem PC decente ou Vita, não pude conferir essa pérola ainda. Mas ano que vem junto com a versão do Switch deve sair a do PS4 também e aí vai ser só sucesso.

No lançamento estarei pegando com certeza.
 


ryuzoRX

Bam-bam-bam
Mensagens
2.860
Reações
6.076
Pontos
354
A trilha sonora desse jogo é ótima, tem até no Spotify

vale a pena conferir
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
42.517
Reações
89.930
Pontos
989

Caras...!Eu fiquei encucado de ver um fórum grande desses não ter comentado sobre esta pequena pérola neo-retro: Va-11 Hall-A!

Que jogo gostoso de bem feito! PQP! Senti necessidade de dedicar parte do meu dia só para criar este tópico. Fiquei em dúvida se deveria criá-lo na pasta Retro, na pasta Música, ou no tópico de bons jogos novos com pegada retro. Mas seria sacanagem esconder um joguete tão bacaninha em tópicos já existentes...

Vamos lá: o jogo em questã é uma visual novel (um livro interativo). Sim, eu também estou cansado do gênero, mas esse daqui mexeu comigo...o primeiro impacto causado vem do visual do jogo: todo em pixel art, com sprites grandões. Ao meu ver, esse estilo gráfico é um remix de jogos da era Sega-CD/Turbo-Graphix misturado com MMRPGs coreanos (como Ragnarok Online).





Mas o quente mesmo, aquilo que causa aquele 'bum' no fundo do coração, é a trilha sonora! Admito que fiquei parado na 2ª tela por vários minutos só curtindo a música de fundo! Faça-se o favor de ouvir isso com fones de ouvidos plugados!


Mas e o jogo em si? Bom, você trabalha num bar. Seu papel é ouvir os clientes e servir-lhes drinks diversos. E aí entra o lance bacana pruma visual novel: certos drinks podem ser servidos em dose dupla, ou com quantidades de álcool menores ou maiores que o normal...e isso desperta reações interessantes nos personagens! E tem mil detalhes - se sacudir ao invés de misturar o drink pode sair errado, por exemplo.

Na partida que estou jogando eu decidi entupir um personagem boca-porca de álcool. Isso despertou nele um palavreado BASTANTE pesado, com conotação sexual explícita.



Até o momento a história mostrou muito pouquinho de seu universo (no ato de criação deste tópico só vivenciei o primeiro dia de jogo) : a personagem habita uma cidade degradada e que não deveria existir. Todos os seus habitantes foram contaminados (acho que por nano-máquinas, não me recordo ao certo). Humanos, máquinas e seres antropomorfos convivem lado a lado.

Os diálogos têm humor ácido! Um dos personagens, jornalista veterano, trouxe uma história sobre repetir boatos para obter mais cliques em seu jornal. De certo modo isso parece indicar um roteiro similar ao de Persona 2: repita uma história até as pessoas acreditarem - e tornarem-na real.

Infelizmente este tópico é uma carta de amor baseada em 1:10 de jogo (pois iniciei-o ontem à noite!). Eu desejo jogar Va-11 Hall-A mais vezes e atualizar este tópico com minhas impressões.

Este jogo está relativamente barato na steam (27,90, mas paguei uns 23,90 na última sale). Quem quiser pode comprá-lo aqui:
O port para Nintendo Switch está anunciado para 2019, e há uma continuação em andamento: N1RV-Ann-A.

Convoco @Basil Sandhurst @Epic Sax CEO @Johnzim @Vaynard @Sgt. Kowalski para conhecerem este jogo. Quem gosta de clima neon-cyber punk DEVE jogá-lo.
Já tinha lido sobre, mas nunca corri atrás.
Na época o visual de anime me afastou.
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309
Está na minha lista faz um tempo, nunca priorizei, acho que pegarei na próxima sale...

Peguei o Red Strings Club que dizem ser muito parecido. A mecânica de servir o Drink e a atmosfera é excelente, porém, foi o primeiro jogo onde a famosa "agenda" esquerdista realmente me incomodou, e sou super tranquilo quanto a isso.
Putz, não me diga isso...esse daí está na minha wishlist há tempos! Dependendo dos temas abordados eu devo colocá-lo na ignore list sem dó!


Vejo que não conhece muito por aqui :klol
Acompanho o fórum há uns 10 anos, mas sem muito compromisso...

A trilha sonora desse jogo é ótima, tem até no Spotify



vale a pena conferir
Bem lembrado! O link é este:



Já tinha lido sobre, mas nunca corri atrás.
Na época o visual de anime me afastou.
Então, eu sou otaku das antigas...seria um jogo perfeito se houvesse escolhido direção de arte similar à de um Kawajiri (diretor de Cyber City Oedo e Ninja Scroll). Mas a arte adotada é bem competente! Me lembra um pouco um joguete hentai antiiiiiiiigo, chamado 'Maid's Story'. Lembra desse?
 
Ultima Edição:

Johnzim

Bam-bam-bam
Mensagens
7.171
Reações
14.576
Pontos
369
Não sou muito fã de visual novel..
Mas a trilha sonora, de fato, parece ser ótima!
Final de ano tem recesso, vou tentar dar uma chance! Valeu pela indicação, @City Hunter
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309


Só digo uma coisa: tudo aquilo que ROM 2064 poderia ter sido Va-11 Hall-A é.

Fui patrono do Rom 2064 no kickstarter, mas esse projeto perdeu a essência dando ênfase na perfumaria!

O que deveria ser uma visual novel cyber punk nada mais é que um panfleto gay excessivo. Eu consegui dormir inúmeras vezes enquanto tentava jogá-lo. Deixei-o no limbo do backlog!
 

gamermaniacow

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
37.828
Reações
34.202
Pontos
932
Putz, não me diga isso...esse daí está na minha wishlist há tempos! Dependendo dos temas abordados eu devo colocá-lo na ignore list sem dó!


Acompanho o fórum há uns 10 anos, mas sem muito compromisso...
Se o jogador não concorda com as ideologias que o jogo te apresenta, ele faz questão de te ofender... Achei bem bizarro, a ponto de estragar a experiência. Porém recomendo pra quem gosta de analisar game design pela mecânica de drinks.

E o forum não é chegado muito nos indies mais underrated... Penso em criar um tópico pra compartilhar os indies que conheço e gerar uma discussão com quem se interessa, mas isso consome tempo hehe.
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309
Se o jogador não concorda com as ideologias que o jogo te apresenta, ele faz questão de te ofender... Achei bem bizarro, a ponto de estragar a experiência. Porém recomendo pra quem gosta de analisar game design pela mecânica de drinks.

E o forum não é chegado muito nos indies mais underrated... Penso em criar um tópico pra compartilhar os indies que conheço e gerar uma discussão com quem se interessa, mas isso consome tempo hehe.
É...eu particularmente não curto jogar com mouse e teclado (detestei o "paper, please", para ter uma idéia). Pelo vídeo que vi do red strings club é um jogo que usa mouse massivamente...e tem esse lado de roteiro que talvez eu não curta. Vai pro limbo!

De certo modo temos um tópico de pérolas new-old school, bem aqui: https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/jogos-novos-com-estilo-old-school.308301/

Ali tem dicas valiosas de joguetes novos com pegadas de jogos antigos. Se puder contribuir, agradeceremos! :kjoinha
 

masterdx

Bam-bam-bam
Mensagens
10.946
Reações
4.394
Pontos
439
puta q pariu. eu vejo o nome "cyberpunk" e fico me coçando esperando o da cd project red.

mas vou olhar com calma issaê quando chegar em casa
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309
puta q pariu. eu vejo o nome "cyberpunk" e fico me coçando esperando o da cd project red.

mas vou olhar com calma issaê quando chegar em casa
Sorry, pal! Não quis provocar um ataque cardíaco em você! Apenas quis escrever uma carta de amor a uma singela visual novel em ambiente cyber punk.

Infarto do miocárdio eu tive semana passada, ao ver anúncio de um anime passado no universo de Blade Runner dirigido pelo Shinishiro Watanabe (Macross Plus, Cowboy Bebop)!:kkk



Se você curte o tema, lá vai uma dica: anime Cyber City Oedo. São 3 episódios de média metragem. O capítulo 1 é esquecível, o 2 é BOM, e o três é ÈPICO!

 

SimonsOps

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.864
Reações
24.632
Pontos
553
Vc nao ve muito no forum porque o pessoal não curte muito jogo assim e os temas abordados nele
Tal qual Read Only Memories


Acho os 2 fantásticos
 

Pinguim 55

Bam-bam-bam
Mensagens
3.286
Reações
5.290
Pontos
294
Eu já joguei o jogo é o platinei.

Gostei bastante, mas umas coisas não curti, como a gente decidir o track lá. Deveria ser situacional isto. Se aparece aquela knight por exemplo devia tocar a música dela e assim vai.

Algumas coisas deviam ter explicado mais, especialmente aquele outro que trabalha com a protagonista. Tem um passado misterioso, alguns momentos age extremamente estranho e durante um momento tenso do jogo ele some. Mas no final nunca deu dica do que ele estava fazendo.

Não sei se vai ficar para a sequel, mas realmente queria saber mais dele.
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309
Vc nao ve muito no forum porque o pessoal não curte muito jogo assim e os temas abordados nele
Tal qual Read Only Memories


Acho os 2 fantásticos
Pois é: um dos grandes clássicos do visual novel/point and click é o Snatcher, feito pelo Hideo Kojima (Metal Gear - que tem fãs fervorosos aqui)...e vejo pouca gente citando-o!

Read Only Memories 2064 não me despertou muito interesse ao jogar. E olha que fui patrono de kickstarter dele! Até onde joguei achei-o mais preocupado em fazer agenda gay do que uma narrativa cyber punk. E a perfumaria (dublagem de dialogos) sobrepõe-se à essência da história. Mas como só joguei até a parte do hospital, não sei como o jogo caminha. Talvez eu dê uma nova chance futuramente.


Algumas coisas deviam ter explicado mais, especialmente aquele outro que trabalha com a protagonista. Tem um passado misterioso, alguns momentos age extremamente estranho e durante um momento tenso do jogo ele some. Mas no final nunca deu dica do que ele estava fazendo.

Não sei se vai ficar para a sequel, mas realmente queria saber mais dele.
Alguns jogos fazem questão de serem esquisitos mesmo...não explicar tudo para fazer a gente re-jogar - como "The Station", aquele jogo de zumbis que você precisa resgatar sobreviventes usando um trem. Aquele é um jogo onde muita coisa acontece no plano de fundo e simplesmente não há como acompanhar a história E fazer com que todos os resgatados cheguem vivos ao hospital.

Quanto à minha segunda partida de VA-11 Hall-A, um pequeno spoiler:

Bom, quem assistiu ao clássico anime Bubblegum Crisis viu uma leve citação a robôs dedicados ao sexo. Mas isso era citado muito rapidamente e envolto em vergonha. Aqui em VA-11 Hall-A escancara-se o assunto: há uma personagem lolita profissional do sexo! Trata-se de um robô com aparência entre 11 e 13 anos (ui!) que é contratada tanto para fazer o papel de filha de seus clientes quanto para realizar suas fantasias sexuais.

Pelo contexto do jogo saca-se que existe a possibilidade deste modelo de robô fazer upgrades na aparência para acompanhar a idade que realmente tem. Mas esta personagem em especial não quer fazê-lo para...não perder clientes!

O negócio é tão escancarado que a robô-lolita chega a oferecer a um troglodita uma tabela de preços de seus serviços (!) e ele simplesmente recusa - com medo das nano-máquinas que grudam no organismo de quem tem relações sexuais com robôs...uma espécie de dst digital! :viraolho Com direito a localizador gps, caso se trate de um crime sexual! :lolwtf
 

SimonsOps

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.864
Reações
24.632
Pontos
553
Read Only Memories 2064 não me despertou muito interesse ao jogar. E olha que fui patrono de kickstarter dele! Até onde joguei achei-o mais preocupado em fazer agenda gay do que uma narrativa cyber punk. E a perfumaria (dublagem de dialogos) sobrepõe-se à essência da história. Mas como só joguei até a parte do hospital, não sei como o jogo caminha. Talvez eu dê uma nova chance futuramente.
Eu joguei a versão original msm, tbm achei nada a ver esse negocio de dublagem
 

Leon Powalski

Bam-bam-bam
Mensagens
1.698
Reações
4.524
Pontos
293
Acabei de jogar esse trem agora há pouco. O jogo é delicinha demais!! O visual, a trilha, toda a ambientação Cyberpunk é sensacional. Talvez nessa semana eu compre ele pelo GoG.com (tá quase 19 pila). E mais pra frente eu compro a OST pela Play Store. Esse tá garantido, e se a sequência rolar no site, vai pra wishlist sem dó.

EDIT: Fiz uma pesquisa rápida aqui e como o OP disse, o jogo foi feito por venezuelanos, mas o que esqueceu de acrescentar é que algumas partes da história e das conversas foram baseadas na experiência de vida deles:

[A premissa do jogo] é baseada na nossa experiência de vida em um país de terceiro mundo, onde é natural a procura de um lugar onde você possa ser feliz sem as constantes notícias ruins [...] uma sociedade realmente deprimida, onde todos estão sempre tristes e preocupados sobre seus futuros em um país sem esperança de recuperação. Então viemos com um grupo de personagens que, no meio desse desastre, tentam seguir em frente com suas vidas e serem felizes da forma que podem com o que tem. - Christopher Ortiz, designer de jogo [17] - Tradução minha.
Não tem como ser mais porreta que isso, véio...
 
Ultima Edição:

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.657
Reações
4.848
Pontos
309
@Millendium, fico feliz de você ter jogado esse jogo aqui. Foi por influência do tópico?

Eu queria obter mais informações sobre os autores, mas não acho nada...! Só achei twitter de alguns deles.

Estou jogando aos pouquinhos (metade de 1 dia por cada fim de noite meu). Talvez seja um grande defeito meu: poupo os jogos gostosos ao invés de atacá-los de vez. E, com isso, corro risco de parar de jogar e esquecer de terminá-lo.

Estou AMANDO ler os detalhes da história. Especialmente o cenário da robô loli-puta (tome spoiler):

O nível de detalhes alcançado pelos escritores desse jogo é foda! Como eu havia dito antes há uma robô-sexual com aparência pré-adolescente. Tema barra pesada, poderia dar merda dependendo de como o assunto fosse abordado.

Em certa cena do dia 3 uma policial bate o olho na loliputa e consegue detectar uma série de modificações ilegais feitas em seu corpo:

1) língua com detectores de DNA! :lolwtf

2) Juntas Extra flexíveis :ksafado:kkk:lolwtf

3) E um troço que não entrego o ouro pois é spoiler da pesada.

Cada nova personagem tem uma história-personalidade interessante. Estou na parte onde aparece uma youtuber! Ela tenta vender sessões de private web chat o tempo todo! :kkk
 

Leon Powalski

Bam-bam-bam
Mensagens
1.698
Reações
4.524
Pontos
293
@Millendium, fico feliz de você ter jogado esse jogo aqui. Foi por influência do tópico?

Eu queria obter mais informações sobre os autores, mas não acho nada...! Só achei twitter de alguns deles.

Estou jogando aos pouquinhos (metade de 1 dia por cada fim de noite meu). Talvez seja um grande defeito meu: poupo os jogos gostosos ao invés de atacá-los de vez. E, com isso, corro risco de parar de jogar e esquecer de terminá-lo.

Estou AMANDO ler os detalhes da história. Especialmente o cenário da robô loli-puta (tome spoiler):

O nível de detalhes alcançado pelos escritores desse jogo é foda! Como eu havia dito antes há uma robô-sexual com aparência pré-adolescente. Tema barra pesada, poderia dar merda dependendo de como o assunto fosse abordado.

Em certa cena do dia 3 uma policial bate o olho na loliputa e consegue detectar uma série de modificações ilegais feitas em seu corpo:

1) língua com detectores de DNA! :lolwtf

2) Juntas Extra flexíveis :ksafado:kkk:lolwtf

3) E um troço que não entrego o ouro pois é spoiler da pesada.

Cada nova personagem tem uma história-personalidade interessante. Estou na parte onde aparece uma youtuber! Ela tenta vender sessões de private web chat o tempo todo! :kkk
Cara, certeza absoluta! Eu sempre via ele na página da frente do GOG, mas nunca cheguei a prestar atenção no mesmo. Aí um belo dia, esse seu post aparece aqui, bateu a curiosidade, fui baixar o jogo depois do que eu vi e pronto! E do jeito que tenho uma paixão enorme por trilhas sonoras de games, essa ganhou meus ouvidos em pouco tempo. Não sou muito fã de jogos independentes, mas existe lá suas exceções, como foi com esse aqui. Foi uma indicação muito bem aproveitada, brother! O jogo ganhou mais um fã.
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
36.327
Reações
58.939
Pontos
849
Um que tenho muito interesse em conhecer é esse aqui:


Game foi feito por um artista que gosto muito, tanto da arte como das músicas... e ele fez ambos nesse jogo.

Quem quiser conhecer a arte dele recomendo o:
http://elhuervo.tumblr.com/
 
Topo