O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Descontinuando Paroxetina - Dia 7



X_1010_

Bam-bam-bam
Mensagens
737
Reações
3.109
Pontos
274
Aí tu me vai e cria um tópico em fórum de joguinho.
Procura um médico ou um psicólogo.
Ponto.
 

Joe Sipriano

Larva
Mensagens
5
Reações
1
Pontos
3
Não tem escapatória, ou eu passo por essa fase ou tomo o remédio pro resto da vida. Essa é a 2 tentativa. Msm diminuindo a dosagem aos poucos não ajuda... Acho q vou falhar dnv
 


Bloodberry

Ilusão e Teatralidade
VIP
Mensagens
11.831
Reações
24.225
Pontos
594
Qual o problema de tomar continuamente? Eu tomo há mais de 10 anos. Esses antidepressivos são muito seguros.
Nossa, 10 anos seguidos? Acho que já falamos disso alguma vez, mas eu realmente esqueci a sua resposta, vc não faz um tipo de rodízio?
Eu mesma sempre acabo tendo que mudar de 4 em 4 meses (o que é uma merda), pois os remédios precisariam passar por um ajuste de dosagem (para mais), aí minha médica sempre me recomenda o rodízio. Principalmente os da insônia.
Se bem que, recentemente, eu estou há 1 ano com o Velija e o Amitril (para as dores da fibromialgia, principalmente quando eu dou uma parada na malhação - o que é bem uma merda).

Não sei, 10 anos com o mesmo remédio, tá dando certo então? Não aumentou a dose? Eu não me dei bem com esse na época, passava muito mal.
 

Joe Sipriano

Larva
Mensagens
5
Reações
1
Pontos
3
Qual o problema de tomar continuamente? Eu tomo há mais de 10 anos. Esses antidepressivos são muito seguros.
São mesmo, fui dá água pro vinho desde que comecei a tomar nesse 1 ano. Mas o problema é justamente esse: ter de Tomar pelo resto da vida.

Sei que provavelmente, sem o remédio, voltarei a ser depressivo, ansioso, com insônia, antisocial, magrelo e broxa

Mas ainda assim quero tentar conseguir o msm feito do remédio, sem o remédio
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
5.363
Reações
4.652
Pontos
459
São mesmo, fui dá água pro vinho desde que comecei a tomar nesse 1 ano. Mas o problema é justamente esse: ter de Tomar pelo resto da vida.
Mas a questão é, porque ter de tomar pelo resto da vida é ruim?

Se o remédio está te fazendo bem e você tem condição de comprar eu não vejo qual motivo além do preconceito inválido de "tomar remédio é ruim" pra querer parar de tomar. Eu acho que as vezes as pessoas supercomplicam a relação com esses remédios.

Faz anos que eu tomo Escitalopram, se tiver de continuar tomando pro resto da vida eu não vejo problema algum além do financeiro (Que é mínimo pois 100 reais por mês pra não virar um vegetal é pouco).
 

Larva Maligna

Bam-bam-bam
Mensagens
4.146
Reações
13.796
Pontos
303
São mesmo, fui dá água pro vinho desde que comecei a tomar nesse 1 ano. Mas o problema é justamente esse: ter de Tomar pelo resto da vida.

Sei que provavelmente, sem o remédio, voltarei a ser depressivo, ansioso, com insônia, antisocial, magrelo e broxa

Mas ainda assim quero tentar conseguir o msm feito do remédio, sem o remédio
É louvável você tentar conseguir o mesmo feito do remédio sem fazer uso deste.

Contudo, você não tem conhecimento técnico e não entende sobre psicologia, psiquiatria, funcionamento do organismo e o uso de medicamentos. Deixe um profissional especializado decidir essa questão.

Não vale a pena jogar tudo fora. Você já viu que está com problemas, converse com um profissional e siga a orientação dele.

Ter que usar remédios não é nenhum problema, e nunca será. Ninguém é perfeito, todos nós temos nossas limitações.

Só não se deixe ser limitado por conta de suas limitações. Supere-as, da forma correta. Volte a usar o remédio e vá atrás de seu médico/psicólogo.
 

Joe Sipriano

Larva
Mensagens
5
Reações
1
Pontos
3
É louvável você tentar conseguir o mesmo feito do remédio sem fazer uso deste.

Contudo, você não tem conhecimento técnico e não entende sobre psicologia, psiquiatria, funcionamento do organismo e o uso de medicamentos. Deixe um profissional especializado decidir essa questão.

Não vale a pena jogar tudo fora. Você já viu que está com problemas, converse com um profissional e siga a orientação dele.

Ter que usar remédios não é nenhum problema, e nunca será. Ninguém é perfeito, todos nós temos nossas limitações.

Só não se deixe ser limitado por conta de suas limitações. Supere-as, da forma correta. Volte a usar o remédio e vá atrás de seu médico/psicólogo.
obrigado é isso mesmo.
Mas eu não parei por conta própria
Foi pela prescrição do meu psiquiatra
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.080
Reações
50.072
Pontos
979
Nossa, 10 anos seguidos? Acho que já falamos disso alguma vez, mas eu realmente esqueci a sua resposta, vc não faz um tipo de rodízio?
Eu mesma sempre acabo tendo que mudar de 4 em 4 meses (o que é uma merda), pois os remédios precisariam passar por um ajuste de dosagem (para mais), aí minha médica sempre me recomenda o rodízio. Principalmente os da insônia.
Se bem que, recentemente, eu estou há 1 ano com o Velija e o Amitril (para as dores da fibromialgia, principalmente quando eu dou uma parada na malhação - o que é bem uma merda).

Não sei, 10 anos com o mesmo remédio, tá dando certo então? Não aumentou a dose? Eu não me dei bem com esse na época, passava muito mal.
Geralmente troco. Mas agora lacrei com a venlafaxina.
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.080
Reações
50.072
Pontos
979
São mesmo, fui dá água pro vinho desde que comecei a tomar nesse 1 ano. Mas o problema é justamente esse: ter de Tomar pelo resto da vida.

Sei que provavelmente, sem o remédio, voltarei a ser depressivo, ansioso, com insônia, antisocial, magrelo e broxa

Mas ainda assim quero tentar conseguir o msm feito do remédio, sem o remédio
Mas se você quer mesmo tentar ficar sem tomar, tem jeito certo de fazer a tentativa. Diminui pela metadade por uma semana. Depois toma a metade em dias intercalados. Depois um 1/4.

Só exemplos. O médico vai falar como deve ser.

Não pode tirar essas coisas de repente. Seu cerebro está equilibrado com o medicamento. Até café se parar de tomar do nada a pessoa passa mau.
 

Urundeuva

Bam-bam-bam
Mensagens
1.365
Reações
2.403
Pontos
303
Eu desisti de parar de tomar, aceitei que vou tomar o resto da vida. Sem eles não faço nada mesmo, mudo de vez em quando e ficava nessa noia de viver sem. Acho que so to vivo por causa dos remédios. Rivotril tomo tem 25 anos, a dose vai mudando de acordo com meus momentos de vida. Tem 2 anos que to tomando o Escitalopram, antes ja tomei vários diferentes. Depois de um mini surto o psi receitou Frizium, eu tomava o Olcadil mas ele parou de ser fabricado.
Mas se
 

Cork_Screw

Bam-bam-bam
Mensagens
2.389
Reações
2.234
Pontos
359
Tomei Cloridrato de Paroxetina por 3 meses e tive uma crise de ansiedade bem forte quando parei. Durou poucos dias, logo melhorei e nunca mais tomei nenhum tipo de medicamento para ansiedade, procurei ajuda através de outros meios. Me sinto muito, mas muito mais calmo e equilibrado do que eu era há alguns anos atrás.

Enviado de meu SM-J600GT usando o Tapatalk
 

Urundeuva

Bam-bam-bam
Mensagens
1.365
Reações
2.403
Pontos
303
Tomei Cloridrato de Paroxetina por 3 meses e tive uma crise de ansiedade bem forte quando parei. Durou poucos dias, logo melhorei e nunca mais tomei nenhum tipo de medicamento para ansiedade, procurei ajuda através de outros meios. Me sinto muito, mas muito mais calmo e equilibrado do que eu era há alguns anos atrás.

Enviado de meu SM-J600GT usando o Tapatalk
Quais seriam esses outros meios?
 

Martel

Bam-bam-bam
Mensagens
6.124
Reações
16.265
Pontos
353
Acho que vc deve tentar parar de tomar e fazer sua vida seguir novo rumo, como alguns confrades falaram aqui no tópico.
Eu tbm tenho deprê, e por um breve período recorri a medicação (coisa de 1 mês) mas vi que o problemas maiores estavam em meu estilo de vida e atitudes.
Desejo sorte.
 

Urundeuva

Bam-bam-bam
Mensagens
1.365
Reações
2.403
Pontos
303
Melhorei a qualidade da minha alimentação, reduzi a cafeína, comecei a praticar exercícios físicos regularmente e passei a frequentar terapia.

Enviado de meu SM-J600GT usando o Tapatalk
Isso, essas atitudes são essenciais. Pena que não consigo por em prática, so a terapia.
 

Cork_Screw

Bam-bam-bam
Mensagens
2.389
Reações
2.234
Pontos
359
Isso, essas atitudes são essenciais. Pena que não consigo por em prática, so a terapia.
Continua tentando, não desista. Fica mais fácil se você focar em um item de cada vez, começa pela alimentação e, assim que conseguir estabelecer uma rotina, passa para os exercícios e assim por diante. Mas só de se alimentar de forma mais saudável você já vai perceber uma grande diferença logo nas primeiras semanas, vai por mim. Vale muito a pena!

Enviado de meu SM-J600GT usando o Tapatalk
 

bmartinello

Supra-sumo
Mensagens
1.328
Reações
315
Pontos
194
Também faço tratamento e infelizmente não comecei o tratamento mais cedo. Foram 28 anos sem diagnóstico e passando o inferno!

Já sei que vou ter que tomar pra vida toda e me sinto super bem em relação a isso. Fico é feliz por existir medicamento que ajude.

As pessoas precisam entender que, assim como seres humanos nascem com deficiência em braço, dedos, pés, na audição, na visão, nos rins, fígado etc, também podemos nascer com deficiência em algumas regiões do cérebro. Ou seja, podemos nascer com regiões cerebrais que não conseguem atingir níveis adequados de ativação. O medicamento vem e estimula essas regiões cerebrais, que passam a atingir níveis de ativação mais próximos do nível de ativação adequado.

Querer parar com o remédio, pra muitos, representa viver a vida com um cérebro desregulado, e isso causa sofrimento, muito sofrimento.

No caso do OP, tudo bem, pq ele disse que o médico decidiu isso. Mas se está beirando o impossível vc deve relatar o quanto antes pra ele pra talvez bolar um desmame mais lento.

Acredito que seja perigoso se manter num desmame que judie ao extremo.
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.080
Reações
50.072
Pontos
979
Pessoal é meio neurotico com o nome antidepressivo. Tem gente que os tomam para outras coisas e nem sabem. Dai quando ficam sabendo se assustam. Ironicamente ja tomei medicamento que não era vendido como AD e me ajudou na depressão. Na verdade o que conta a quimica.
 

Joe Sipriano

Larva
Mensagens
5
Reações
1
Pontos
3
Os efeitos colaterais mais agressivos já passaram e to bem mais tranquilo.

Vou tentar voltar a rotina de bons hábitos (como mtos users sugeriram) nessa semana. E ver como meu organismo reage nesses proximos 2 meses. Caso eu ver que a diferença esta grande em relação a qdo eu tomava a medicação, ai sim voltarei tomar e será casamento com a paroxetina

Uma coisa que está me incomodando mto tbm é a libido que está muito alta. Talvez eu vá na casa de uma prima nesse fds. Pelo q to vendo to com medo do jeromel ter ficado precoce rs
 
Topo