O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[DIDI NÃO, DOUTOR RENATO] Renato Aragão fala sobre fake news



Corticóide

Habitué da casa
Mensagens
468
Reações
759
Pontos
93
Um século depois ele vem com esse papo furado.
E a outra é blogueira, puta merda, que lixo ela deve querer ensinar?

Enviado de meu Lenovo A7010a48 usando o Tapatalk
 

maquinarama

Bam-bam-bam
Mensagens
4.835
Reações
10.011
Pontos
324
Qual é essa do hospital?

E como atestar veracidade?
Trabalhei com um cara que a irmã era enfermeira num Grande hospital da Barra da Tijuca na época e mesma foi querer abraçar e tirar uma foto com ele e o Renato Aragão veio todo arrogante.

Sabe é como é carioca adora logo beijar e encostar kk. Coisa cultural.

E aconteceu com outra enfermeira o caso do dr. Renato. Ficou puto de ser chamado Didi. Daí saiu a epopeia do Dr. Renato





Enviado de meu ONEPLUS 5T usando Tapatalk
 
Ultima Edição:

Barb

Bam-bam-bam
Mensagens
1.245
Reações
2.523
Pontos
309
Olhando pelo lado do cara, deve ser um saco sair na rua e todo mundo te chamar de Didi e pedir pra fazer palhaçada, as vezes esses relatos de "arrogancia" são só exagero dos populares.
 

werner_hetifield

Bam-bam-bam
Mensagens
1.342
Reações
1.126
Pontos
224
Tudo fake news, até da molier dele


Esposa de Renato Aragão reclama de "passageiro de chinelo" em avião
Em desabafo, esposa de Renato Aragão compara aeroportos do Brasil com rodoviárias. Empresária reclamou de passageiro que usava bermuda e chinelo, mas apagou o vídeo após ser criticada
Essa mulher é uma completa escrota. PQP

Eu vi o vídeo dela reclamando e achei inacreditável a reclamação dela...

Vou parar de dar bom dia a cavalo comentando posts do Didi.

bjunda
 

Eudaimon

Bam-bam-bam
Mensagens
1.433
Reações
5.269
Pontos
303
É complicado julgar a pessoa com base em boatos.

No entanto, como são recorrentes as acusações de se tratar de uma pessoa pouco humilde, e observando a própria índole da esposa dela ( que ficou bastante clara no vídeo), é muito provável que haja forte fundo de verdade.

Pode ver que, já te por hate, muitos já poderiam ter inventado algo sobre o Faustão, por exemplo. No entanto, a fama de que goza nos bastidores é de ser uma das figuras mais generosas da Globo.
 


Cyber King

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.000
Reações
16.074
Pontos
699
Eu vi uma história uma vez que ás vezes ele estava puto da vida com alguns problemas familiares/particulares, sem vontade de conversar (isso todos nós temos alguns momentos) e abordavam ele na rua ou lugares públicos e pediam pra ele contar piada, etc, e ele era "obrigado" a sempre estar sorrindo, dai viam ele emputecido sem interagir da forma que o povo queria e ele foi ficando com essa fama de arrogante.
 

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
57.246
Reações
141.944
Pontos
1.029
Pode ver que, já te por hate, muitos já poderiam ter inventado algo sobre o Faustão, por exemplo. No entanto, a fama de que goza nos bastidores é de ser uma das figuras mais generosas da Globo.
"O Faustão vai para o céu"

Milton Neves estreou no plantão esportivo da rádio Jovem Pan em 1973 como substituto de Fausto Silva. Sim, é ele mesmo: o apresentador do Domingão do Faustão das tardes da TV Globo há 30 anos. Antes de brilhar na TV, mas ainda no inconfundível estilo "quem sabe faz ao vivo", Faustão trabalhou na cobertura de esportes e foi companheiro de emissora de Milton Neves. O encantamento foi imediato. "Teve um jogo Itália x Brasil em Roma que ele [Faustão] foi como repórter de campo. Aí voltaram e tudo bem. Um dia estava na minha salinha, que era dele, e ele chegou para apanhar algumas coisas numa gavetinha. Ele estava com um agasalho maravilhoso, italiano, eu falei: 'ô, Fausto, que beleza essa tua japona'. Ele disse que comprou em Roma e tal. Isso foi no sábado."

"Aí no domingo ia ter um São Paulo x Palmeiras. Eu já estava na rádio fazendo plantão de estradas para depois fazer o plantão esportivo quando chega o Fausto com um embrulho na mão. Ele passou lá antes de ir para o Morumbi e falou assim:

- Ó, mineiro, está aqui um presente pra você.
  • Pô, é a japona, é a jaqueta!
  • Sim, e é de pele de antílope.
  • Mas por que você está me dando?
  • Porque você gostou. Eu só usei 3 vezes. Gostei também, mas você precisa mais. Pode ficar.
"

"Aquilo ali foi como se ele tivesse me dado um apartamento. Ele tem um coração de ouro e eu tenho essa jaqueta até hoje. Fui no aniversário de seis ou sete anos do meu filho com ela. Hoje ele tem 38 anos. O Fausto me emociona. Ele vai para o céu direto e merece. É um sujeito bom", diz Milton Neves, que ainda relembra uma campanha feita para arrecadar fundos em prol de um jornalista esportivo das antigas que estava na pior: "O Fausto pegou R$ 50 mil em dinheiro e mandou entregar."
 

werner_hetifield

Bam-bam-bam
Mensagens
1.342
Reações
1.126
Pontos
224
"O Faustão vai para o céu"

Milton Neves estreou no plantão esportivo da rádio Jovem Pan em 1973 como substituto de Fausto Silva. Sim, é ele mesmo: o apresentador do Domingão do Faustão das tardes da TV Globo há 30 anos. Antes de brilhar na TV, mas ainda no inconfundível estilo "quem sabe faz ao vivo", Faustão trabalhou na cobertura de esportes e foi companheiro de emissora de Milton Neves. O encantamento foi imediato. "Teve um jogo Itália x Brasil em Roma que ele [Faustão] foi como repórter de campo. Aí voltaram e tudo bem. Um dia estava na minha salinha, que era dele, e ele chegou para apanhar algumas coisas numa gavetinha. Ele estava com um agasalho maravilhoso, italiano, eu falei: 'ô, Fausto, que beleza essa tua japona'. Ele disse que comprou em Roma e tal. Isso foi no sábado."

"Aí no domingo ia ter um São Paulo x Palmeiras. Eu já estava na rádio fazendo plantão de estradas para depois fazer o plantão esportivo quando chega o Fausto com um embrulho na mão. Ele passou lá antes de ir para o Morumbi e falou assim:

- Ó, mineiro, está aqui um presente pra você.


    • Pô, é a japona, é a jaqueta!
    • Sim, e é de pele de antílope.
    • Mas por que você está me dando?
    • Porque você gostou. Eu só usei 3 vezes. Gostei também, mas você precisa mais. Pode ficar.
"

"Aquilo ali foi como se ele tivesse me dado um apartamento. Ele tem um coração de ouro e eu tenho essa jaqueta até hoje. Fui no aniversário de seis ou sete anos do meu filho com ela. Hoje ele tem 38 anos. O Fausto me emociona. Ele vai para o céu direto e merece. É um sujeito bom", diz Milton Neves, que ainda relembra uma campanha feita para arrecadar fundos em prol de um jornalista esportivo das antigas que estava na pior: "O Fausto pegou R$ 50 mil em dinheiro e mandou entregar."
Se for verdade, que bela história! Show de bola!
 

TonTon.13

Bam-bam-bam
Mensagens
6.298
Reações
7.634
Pontos
359
"O Faustão vai para o céu"

Milton Neves estreou no plantão esportivo da rádio Jovem Pan em 1973 como substituto de Fausto Silva. Sim, é ele mesmo: o apresentador do Domingão do Faustão das tardes da TV Globo há 30 anos. Antes de brilhar na TV, mas ainda no inconfundível estilo "quem sabe faz ao vivo", Faustão trabalhou na cobertura de esportes e foi companheiro de emissora de Milton Neves. O encantamento foi imediato. "Teve um jogo Itália x Brasil em Roma que ele [Faustão] foi como repórter de campo. Aí voltaram e tudo bem. Um dia estava na minha salinha, que era dele, e ele chegou para apanhar algumas coisas numa gavetinha. Ele estava com um agasalho maravilhoso, italiano, eu falei: 'ô, Fausto, que beleza essa tua japona'. Ele disse que comprou em Roma e tal. Isso foi no sábado."

"Aí no domingo ia ter um São Paulo x Palmeiras. Eu já estava na rádio fazendo plantão de estradas para depois fazer o plantão esportivo quando chega o Fausto com um embrulho na mão. Ele passou lá antes de ir para o Morumbi e falou assim:

- Ó, mineiro, está aqui um presente pra você.


    • Pô, é a japona, é a jaqueta!
    • Sim, e é de pele de antílope.
    • Mas por que você está me dando?
    • Porque você gostou. Eu só usei 3 vezes. Gostei também, mas você precisa mais. Pode ficar.
"

"Aquilo ali foi como se ele tivesse me dado um apartamento. Ele tem um coração de ouro e eu tenho essa jaqueta até hoje. Fui no aniversário de seis ou sete anos do meu filho com ela. Hoje ele tem 38 anos. O Fausto me emociona. Ele vai para o céu direto e merece. É um sujeito bom", diz Milton Neves, que ainda relembra uma campanha feita para arrecadar fundos em prol de um jornalista esportivo das antigas que estava na pior: "O Fausto pegou R$ 50 mil em dinheiro e mandou entregar."
E ainda tem a história do relógio que ele deu para o Sérgio Malandro.
Tem também o caso de uma ex BBB que foi no programa e desfez nas bailarinas e ele ao vivo puto respondeu e defendeu as bailarinas.
 

Charles Burns

Veterano
Mensagens
748
Reações
479
Pontos
129
E ainda tem a história do relógio que ele deu para o Sérgio Malandro.
Tem também o caso de uma ex BBB que foi no programa e desfez nas bailarinas e ele ao vivo puto respondeu e defendeu as bailarinas.

O Faustão como apresentador é meio chatão e seu programa há anos é visto como um desserviço a Tv Brasileira. Nos ultimos anos até que tentou dar uma repaginada com aquelas paradas de chamar cantores e bandas antigas para tocar no programa, quadros novos e tal mas no fundo ninguém aguenta mais.

Mas esse lado humano do big Fausto sempre foi reverenciado mesmo, artistas falam que ele como pessoa é reservado mas gentil e carinhoso. Não é à toa que por mais que dificilmente vc consiga concluir um raciocínio no programa dele, percebo que a galera que vai no programa dele se sente a vontade.
 

Hellskah

Bam-bam-bam
Mensagens
3.392
Reações
5.512
Pontos
344
Verdade ou não, sei lá....essa história é antiga. Apesar de ser mega ultra fã desse cara, não duvido que pode ter ocorrido. Ser humano jovens. Ser humano.

No mais, Renato é meu Ronaldo Bolaños do Brasil. Meu grande ídolo no humor nacional. Eu sou um viciado em Os Trapalhões e continuarei sendo até que os dois últimos integrantes pereçam.

Como o tempo passou agressivamente para Renato. Ele perdeu toda a agilidade e aquele timming de humor. Ele ficou "bobo". Infelizmente. Ele é um desses de humor único e inimitável. Dificilmente seguia roteiro e, por isso, fazia de sua performance um ato - único. O jeito matuto do cearense que saiu de Sobral e veio para o Sudeste. Note sempre que Renato é Didi, ele sempre usa roupas de qualquer jeito, mas para tentar entrar em harmonia com a cidade grande. As expressões faciais de perdido e as presepadas de quem está desbravando um novo mundo.

Muitos ainda não sabem mas Renato é casado com uma fã, aaaaaanos luz mais nova que ele.

O Didi do final de 80 até início de 90 era épico. Os de antes também, mas estes eu só conheci através de arquivo. Sucesso nos cinemas, detinham de grandes marcas de patrocínio, faziam shows em estádios e circos lotados.

Renato e Silvio Santos. Quando esses dois se forem, o Brasil para. Thats it.
 

AlexandreFaustini

Bam-bam-bam
Mensagens
2.201
Reações
2.919
Pontos
294
Ele, nos anos 80, já foi na cidade da familia de minha mãe, para um casamento. Foi escroto com todo mundo. Até hoje é antipatizado por lá.
 

AlexandreFaustini

Bam-bam-bam
Mensagens
2.201
Reações
2.919
Pontos
294
O Didi do final de 80 até início de 90 era épico.
Épico mesmo era até o fim da direção do Adriano Stuart. Até então, Trapalhões era um humor mais adulto. Tanto que quando foi pra Globo não sabiam se ia emplacar pois se achava quer era pesado demais para a vênus platinada. Depois, principalmente após a separação de 1984, Trapalhões virou um programa voltado para a criançada.
 

Hellskah

Bam-bam-bam
Mensagens
3.392
Reações
5.512
Pontos
344
Épico mesmo era até o fim da direção do Adriano Stuart. Até então, Trapalhões era um humor mais adulto. Tanto que quando foi pra Globo não sabiam se ia emplacar pois se achava quer era pesado demais para a vênus platinada. Depois, principalmente após a separação de 1984, Trapalhões virou um programa voltado para a criançada.
O que mais me fascina, fazendo um comparativo com os dias de hoje, é que a criançada assistia o dominical, este contendo menções a mulher gostosa, homossexual, pilantragem, mentira, aposta com dinheiro, beijo, alcoolismo, machismo e esquetes de agressão, e nem por isso crescemos imbecis como 90% das gerações mais recentes. A culpa não é deles, é de quem os criam.
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.376
Reações
18.506
Pontos
303
Mas a crítica dela, apesar de mal intencionada, é válida. Viajar de avião já foi muito bom e havia sim um certo glamour, o que hoje não existe mais.

Eu lembro quando viajava para o exterior no meio pro final dos anos 90, tinha uns 5 anos de idade, e o GRU era super bonito, vazio, tinha um carpet vermelho nos corredores de embarque, com um povo educado e bem vestido. Meu pai sempre viajava de paletó e minha mãe bem arrumada, e eu e meus irmãos idem. Nos EUA também era bem melhor. Hoje viajar de avião dentro dos EUA é um inferno.

Eram outros tempos mesmo. Na época a Varig servia champagne na classe econômica sem cobrar nada. As crianças ganhavam um mini modelo e um broche da cia. Nem se compara ao atendimento lixo das cias de hoje.
 

Defalt

Habitué da casa
Mensagens
110
Reações
259
Pontos
63
Rpz desde a década de 80 quando era crainça, que ouvi um pessoal no hotel falando que o didi era arrogante e nao gostava do povão, e que o zacarias era o mais simpático, e ficava no saguão do hotel conversando com todo mundo e dando autografo.

A vida é msm injusta, quem deveria tá vivo era o zaca e não essa carniça.
 

Lacerda Yawara

Bam-bam-bam
Mensagens
4.533
Reações
7.815
Pontos
303
O que mais me fascina, fazendo um comparativo com os dias de hoje, é que a criançada assistia o dominical, este contendo menções a mulher gostosa, homossexual, pilantragem, mentira, aposta com dinheiro, beijo, alcoolismo, machismo e esquetes de agressão, e nem por isso crescemos imbecis como 90% das gerações mais recentes. A culpa não é deles, é de quem os criam.
Trapalhões era "O assunto" segunda feira de manhã na escola.
 

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
1.523
Reações
3.105
Pontos
303
Deve ser verdade, já que algúem falou na internet. :brbr

Ai tem um bando de idiotas adulando ele.

Outro bando de idiotas criticando.

E ninguém nunca viu ele na vida, só na televisão.

Se não quer ser idiota, comece cuidando da sua própria vida.

O cara tá velho e gagá, o que importa pra vocês o que ele faz, diz ou deixa de fazer? Daqui a pouco está morto, que diferença faz?
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.249
Reações
7.284
Pontos
459
Deve ser verdade, já que algúem falou na internet. :brbr

Ai tem um bando de idiotas adulando ele.

Outro bando de idiotas criticando.

E ninguém nunca viu ele na vida, só na televisão.

Se não quer ser idiota, comece cuidando da sua própria vida.

O cara tá velho e gagá, o que importa pra vocês o que ele faz, diz ou deixa de fazer? Daqui a pouco está morto, que diferença faz?
Tipo, cuidar da própria vida é uma crítica construtiva e tal.

Mas... Não seria seu post uma mensagem contra o seu próprio post?
 

Kaiketsu_Zubat

Bam-bam-bam
Mensagens
1.800
Reações
3.772
Pontos
303
Eu também não consigo entender essa de juntarem o pessoal com o profissional do cara....

Ser humorista é uma coisa, mas ser palhaço o tempo todo é complicado, então por causa disso ele é tachado de antipático só porquê quer uma certa privacidade, eu hein.

Quanto à história do Dr.Renato ninguém sabe e ninguém viu, porém ninguém tem que adorar o cara, basta apenas adorar o seu personagem o que cai entre nós que hoje em dia é difícil realmente gostar de qualquer um deles, e antes que falem que não vivi essa época sim eu vivi.
Aliás arrisco dizer que hoje o que eu vejo que envelheceu bem foram as esquetes com o Mussum esse sim até hoje me faz rir, até Hermes e Renato uma coisa outra me faz soltar um sorriso amarelo mas é difícil esse sim merece ser considerado o melhor programa de humor brasileiro.

Novamente quanto à história do Renato é só aprenderem a separar personagem de persona, aí o negócio é esquecido, pena que brasileiro não consegue separar as coisas né?
 

jasque

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.332
Reações
44.365
Pontos
629
Esse video tem uma visão meio romantizada demais

Renato era obcecado com o personagem do Bonga dele lá e os outros achavam isso um porre (quem não achava) e ele ficava forçando isso nos filmes

Que vendiam mesmo assim, ok, diferenças criativas. Quanto ao dinheiro, a demuza administrava a carreira dos três bem porcamente e eles só perceberam isso meio tarde. Aí tiveram que ir encher o saco do Renato, que era o único não falido.

Didi pode ser escroto mas ele sabia administrar o negócio, enquanto os outros rasgavam dinheiro e ficaram pobres. Isso é algo que o próprio dedé admite em entrevistas e o livro do Mussum confirma também
 
Topo