O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Tópico oficial Fórmula 1 - Temporada 2021





BCoisa

Bam-bam-bam
Mensagens
3.843
Reações
7.107
Pontos
303
Aí ficaria mais difícil (ainda) pro piloto sair do carro (e numa situação de acidente isso pode ser crucial, como vimos no acidente do Grosjean), sem contar que o halo pode perder sua resistência se as medidas forem alteradas sem nenhuma outra modificação estrutural...
Por isso que eu falei que a entrada de ar do motor acima da cabeça teria que ser mais alta.

Reforçar a estrutura do Halo não seria problema.
 

devouhan

Bam-bam-bam
Mensagens
3.652
Reações
6.060
Pontos
304
Acabei de assistir o documentário aqui.
Ele foca mais na pessoa do Michael, com a carreira dele sendo só o pano de fundo. Focam muito em mostrar como ele era determinado e focado no esporte, ao ponto de ser quase uma obsessão pra ele atingir a perfeição.
E o que eles falam da carreira acaba praticamente na temporada de 2000, com o primeiro título na Ferrari. Os outros anos na Scuderia, bem como o retorno na Mercedes são apenas brevemente mencionados.

Os depoimentos são interessantes. Além da família (o pai Rolf, a esposa Corina e os dois filhos), tem Flavio Briatore, Willi Weber, Jean Todt, Ross Brawn, entre outros. Dos pilotos tem Damon Hill, Mikka Hakkinen, David Coulthard, o irmão Ralf Schumacher, Mark Webber e, o único ex-companheiro de equipe do Michael a aparecer, Eddie Irvine.
Mas é estranha a presença do Mark Webber e a ausência de outros ex-companheiros, como o Rubens ou o Rosberg, por exemplo.

Os depoimentos da família dele no fim são emocionantes, mas deixam transparecer bem que, infelizmente, o Schumacher que a gente conheceu nas pistas e que foi mostrado durante todo o documentário já não existe mais. Falam sempre como o Michael "era", como ele "foi", o que realmente deixa a ideia de que só restou o corpo dele, pq a mente morreu naquele acidente. Triste.
 

Tpsy

Bam-bam-bam
Mensagens
2.024
Reações
2.228
Pontos
303
Acabei de assistir o documentário aqui.
Ele foca mais na pessoa do Michael, com a carreira dele sendo só o pano de fundo. Focam muito em mostrar como ele era determinado e focado no esporte, ao ponto de ser quase uma obsessão pra ele atingir a perfeição.
E o que eles falam da carreira acaba praticamente na temporada de 2000, com o primeiro título na Ferrari. Os outros anos na Scuderia, bem como o retorno na Mercedes são apenas brevemente mencionados.

Os depoimentos são interessantes. Além da família (o pai Rolf, a esposa Corina e os dois filhos), tem Flavio Briatore, Willi Weber, Jean Todt, Ross Brawn, entre outros. Dos pilotos tem Damon Hill, Mikka Hakkinen, David Coulthard, o irmão Ralf Schumacher, Mark Webber e, o único ex-companheiro de equipe do Michael a aparecer, Eddie Irvine.
Mas é estranha a presença do Mark Webber e a ausência de outros ex-companheiros, como o Rubens ou o Rosberg, por exemplo.

Os depoimentos da família dele no fim são emocionantes, mas deixam transparecer bem que, infelizmente, o Schumacher que a gente conheceu nas pistas e que foi mostrado durante todo o documentário já não existe mais. Falam sempre como o Michael "era", como ele "foi", o que realmente deixa a ideia de que só restou o corpo dele, pq a mente morreu naquele acidente. Triste.
Vc diria que vale a pena pra quem acompanhou esse período?
 

devouhan

Bam-bam-bam
Mensagens
3.652
Reações
6.060
Pontos
304
Vc diria que vale a pena pra quem acompanhou esse período?
Creio que sim. Acho que é interessante pra quem acompanhou principalmente os anos 90, com os primeiros títulos dele na Benetton, as disputas com Hill, Villeneuve e Hakkinen.
Mas como eu disse, é um documentário mais voltado à pessoa do Michael, nem tanto à carreira dele, então pode decepcionar um fã que espera algo com mais foco à categoria. Tem as menções e depoimentos sobre as batidas nas decisões de 94 e 96, por exemplo, mas mal menciona o título de 95.
 

TuriistaH .BR

Bam-bam-bam
Mensagens
9.354
Reações
5.988
Pontos
424
Vc diria que vale a pena pra quem acompanhou esse período?
É must watch na minha opinião.

Dá uma visão muito boa de quem ele era realmente.

Porém os últimos 20 minutos são bem pesados.

Achei zoado não terem chamado o Rubinho também.

Que eu saiba ele é o único dos companheiros do Michael que foi visitá-lo depois do acidente.
 
Ultima Edição:

soltonatural

Bam-bam-bam
Mensagens
6.448
Reações
15.064
Pontos
354
O documentário sobre Schumacher estreou no Netflix:



Enviado de meu MI 6 usando o Tapatalk
Acabei de ver aqui. Achei bonzinho. Michael era realmente um fenômeno e está no top 5 de pilotos mais rápidos de todos os tempos. Mas a que preço? Posso dizer pra vcs que na Alemanha ele foi praticamente esquecido.
No documentário até que mostraram algumas polêmicas mas tiveram que aliviar um pouco porque senão ficaria impossível de simpatizar com a história dele. Grande piloto, bom pai, mas como competidor nem comento.
 

Enzo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.045
Reações
9.858
Pontos
544
É must watch na minha opinião.

Dá uma visão muito boa de quem ele era realmente.

Porém os últimos 20 minutos são bem pesados.

Achei zoado não terem chamado o Rubinho também.

Que eu saiba ele é o único dos companheiros do Michael que foi visitá-lo depois do acidente.
Tb recomendo, o documentário é bem dirigido.
Concordo sobre os últimos 20min, são bem pesados...mas tb achei q no finalzinho eles correram mt com os fatos, ficou meio acelerado.

E dos companheiros, parece que só o Massa foi autorizado a ver o Schumacher...Rubinho é ignorado (pq será? :ksafado)
 

Set_10

Bam-bam-bam
Mensagens
14.657
Reações
9.146
Pontos
439
Documentario bom mas esperava ver um depoimento do Rubinho ou mesmo do Massa


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

soltonatural

Bam-bam-bam
Mensagens
6.448
Reações
15.064
Pontos
354
Mas é sempre assim, todos os campeões pulam para equipes menores, os dois se ajudam, um recebe salário e a equipe garante mais pontos do que se pegasse só desconhecidos. Alonso e Vettel provam isso ao meu ver.
Depende, vários tbm saíram no auge: Rosberg, Hakkinen, Prost só para citar alguns
 
Ultima Edição:

knOx_DF

Bam-bam-bam
Mensagens
4.488
Reações
2.951
Pontos
369
Depende, vários tbm saíram no auge: Rosberg, Hakkinen, Prost só para citar alguns
Nico Rosberg eu concordo, agora Hakkinen e Prost não.

Hakkinen saiu depois de uma temporada fraca em 2001.

Prost foi saído em 1991, voltou em 1993 com uma Williams de outro planeta, tomou calorão do Senna no começo, perdeu alguns GPs para Damon Hill... realmente não dá.
 

TuriistaH .BR

Bam-bam-bam
Mensagens
9.354
Reações
5.988
Pontos
424
Tb recomendo, o documentário é bem dirigido.
Concordo sobre os últimos 20min, são bem pesados...mas tb achei q no finalzinho eles correram mt com os fatos, ficou meio acelerado.

E dos companheiros, parece que só o Massa foi autorizado a ver o Schumacher...Rubinho é ignorado (pq será? :ksafado)
Boa, me confundi.. realmente foi o Massa quer foi ver ele.

 

soltonatural

Bam-bam-bam
Mensagens
6.448
Reações
15.064
Pontos
354
Nico Rosberg eu concordo, agora Hakkinen e Prost não.

Hakkinen saiu depois de uma temporada fraca em 2001.

Prost foi saído em 1991, voltou em 1993 com uma Williams de outro planeta, tomou calorão do Senna no começo, perdeu alguns GPs para Damon Hill... realmente não dá.
Realmente Hakkinen não estava no "auge" da carreira dele mas ainda estava correndo pra uma equipe de ponta, não aceitou virar coadjuvante em equipe menor como o Vettel está fazendo (não que ele teria possibilidades melhores).
Prost não concordo, afinal ele foi campeão em 1993 ou seja nem precisa comentar mais nada.
 
Topo Fundo