O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Tópico oficial FINAL FANTASY VII REMAKE | PS4: out | Versão Intergrade (PS5): 10/06/21 | Free Update para PS5 + DLC Yuffie!!! [pg161]

Qual será a nota de Final Fantasy VII Remake?


  • Total voters
    70
  • Poll closed .

Ultima Weapon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.950
Reações
20.508
Pontos
629
Terminei. Tô absorvendo o negócio ainda,

não faltou ousadia nessa reta final.

Até o capítulo 17, excetuando a participação do Sephiroth, não vi maiores problemas no enredo e acho inclusive os spoilers totalmente suportáveis apesar de desnecessários. Vamos combinar, a fase de Midgar é maravilhosa e não precisa dessas prévias pra sustentar-se em alto nível; mas tudo bem, tava tudo quase perfeito até então, os acréscimos estavam em sua grande maioria bons e foi mantido quase tudo do original, sempre com uma torcida pros whispers prestarem.

Ao chegar na torre da Shinra aparecem mudanças pesadas na exploração, apesar de bem abaixo do original respeitei a releitura, foi interessante (apesar de spoilers ATÉ DO FINAL). Continuou sucinto, eu se estivesse jogando pela primeira vez acharia que é mais um evento do passado, perde o requinte mas não estraga a história. Apesar que depois a Aeris fala que os whispers impedem que aquele mal aconteça, tá difícil de defender isso.


Até chegar no topo da Shinra e então virou Kingdom Hearts. Isso não é bom, nada bom. Começa que matou a principal parte que é o suspense até descobrir o corpo do presidente, então ele está pendurado (wtf), a morte dele e do Barret não têm NENHUM impacto e depois da perseguição (muito boa) é aquele negócio psicodélico e com inimigos toscos que só um enredo de bosta como Kingdom Hearts pode oferecer.

Foi ruim essa parte? Não, não foi, tirando o design dos inimigos tava bonito e o boss final é ótimo porém tá aaaaaaaaaaaaaaaaaanos luz do padrão de sofisticação de FFVII. Quem inventou esse monte de lixo?

O spoiler do Zack é totalmente desnecessário mas não ficou ruim. Se fosse outro jogo acredito que ninguém estaria reclamando desse tipo de coisa, problema é que nossa referência é uma obra narrativa perfeita.


No mais adorei o jogo, acho que dadas as devidas proporções não estava tão distante do original, gostei da maioria da encheção de linguiça e a caracterização dos personagens está sensacional. Já essa reta final sei lá, tomara que tenha sido um caso isolado e nos próximos consigam seguir adiante ser uso de drogas pesadas ao longo da produção pra tentar agradar sei lá quem que gosta da história de Kingdom Hearts.


Então tirando essas coisas da história não tenho do que reclamar, as novas dungeons somaram bastante e o combate tá divino. Farei mais partidas nele, há muito tempo não começo um game+ de imediato.



Enviado de meu Redmi 7 usando o Tapatalk
 


doutordoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.166
Reações
21.980
Pontos
954
Terminei. Tô absorvendo o negócio ainda,

não faltou ousadia nessa reta final.

Até o capítulo 17, excetuando a participação do Sephiroth, não vi maiores problemas no enredo e acho inclusive os spoilers totalmente suportáveis apesar de desnecessários. Vamos combinar, a fase de Midgar é maravilhosa e não precisa dessas prévias pra sustentar-se em alto nível; mas tudo bem, tava tudo quase perfeito até então, os acréscimos estavam em sua grande maioria bons e foi mantido quase tudo do original, sempre com uma torcida pros whispers prestarem.

Ao chegar na torre da Shinra aparecem mudanças pesadas na exploração, apesar de bem abaixo do original respeitei a releitura, foi interessante (apesar de spoilers ATÉ DO FINAL). Continuou sucinto, eu se estivesse jogando pela primeira vez acharia que é mais um evento do passado, perde o requinte mas não estraga a história. Apesar que depois a Aeris fala que os whispers impedem que aquele mal aconteça, tá difícil de defender isso.


Até chegar no topo da Shinra e então virou Kingdom Hearts. Isso não é bom, nada bom. Começa que matou a principal parte que é o suspense até descobrir o corpo do presidente, então ele está pendurado (wtf), a morte dele e do Barret não têm NENHUM impacto e depois da perseguição (muito boa) é aquele negócio psicodélico e com inimigos toscos que só um enredo de bosta como Kingdom Hearts pode oferecer.

Foi ruim essa parte? Não, não foi, tirando o design dos inimigos tava bonito e o boss final é ótimo porém tá aaaaaaaaaaaaaaaaaanos luz do padrão de sofisticação de FFVII. Quem inventou esse monte de lixo?

O spoiler do Zack é totalmente desnecessário mas não ficou ruim. Se fosse outro jogo acredito que ninguém estaria reclamando desse tipo de coisa, problema é que nossa referência é uma obra narrativa perfeita.


No mais adorei o jogo, acho que dadas as devidas proporções não estava tão distante do original, gostei da maioria da encheção de linguiça e a caracterização dos personagens está sensacional. Já essa reta final sei lá, tomara que tenha sido um caso isolado e nos próximos consigam seguir adiante ser uso de drogas pesadas ao longo da produção pra tentar agradar sei lá quem que gosta da história de Kingdom Hearts.


Então tirando essas coisas da história não tenho do que reclamar, as novas dungeons somaram bastante e o combate tá divino. Farei mais partidas nele, há muito tempo não começo um game+ de imediato.



Enviado de meu Redmi 7 usando o Tapatalk
Você não entendeu nada ainda Samantha.

Nada mesmo.

Vou deixar você pensando até amanhã antes de começar a explodir sua cabeça.

Pense sobre o que aconteceu.

Pense sobre o que significam os sete segundos.

Depois que pensar sobre isso Doom irá abalar sua estrutura já frágil.

"Spoilers" ha ha ha
 

Kamui Senketsu

Bam-bam-bam
Mensagens
3.135
Reações
12.663
Pontos
303
Pense sobre o que significam os sete segundos.

Depois que pensar sobre isso Doom irá abalar sua estrutura já frágil.
Doom charlatão, o certo seria YTubers irão abalar su estrutura

A parte dos 7 segundos, no YT já tinha gente falando que são exatos 7 segundos a cena da morte da Aeris no original

Suas conclusões são roubadas
 

Icaruszin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.018
Reações
619
Pontos
204
Comecei a jogar no Hard, e é incrível a diferença que faz usar o combo do Triângulo + R1 com o Cloud. A luta

com o Reno no capítulo 8 é mamão com açucar counterando os ataques dele.
 

doutordoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.166
Reações
21.980
Pontos
954
Doom charlatão, o certo seria YTubers irão abalar su estrutura

A parte dos 7 segundos, no YT já tinha gente falando que são exatos 7 segundos a cena da morte da Aeris no original

Suas conclusões são roubadas
Não vi em youtube.

Fiz pesquisa e achei em um fórum gringo.

Descoberto o que poderia ser, a teoria é minha e não vi em lugar nenhum ainda. Não que seja algo incrível de deduzir agora. Incrível mesmo é perceber que eu falei o que iria fazer ainda no página 4 nesse tópico.

ISSO NENHUM YOUTUBER FAZ POR VOCÊ.

E ainda irei além em uma análise que fiz revendo o jogo e sem assistir vídeo nenhum HA HA HA HA
 

Ultima Weapon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.950
Reações
20.508
Pontos
629
Você não entendeu nada ainda Samantha.

Nada mesmo.

Vou deixar você pensando até amanhã antes de começar a explodir sua cabeça.

Pense sobre o que aconteceu.

Pense sobre o que significam os sete segundos.

Depois que pensar sobre isso Doom irá abalar sua estrutura já frágil.

"Spoilers" ha ha ha
Significa que você e mais gente na internet estão com tempo livre.

O tamanho do plothole causado por qualquer coisa diferente
da morte pra Aeris seria maior do que a vergonha que senti quando apareceram como adversários aqueles monstros coloridos gigantes.
Mas nem duvido, se o Zack realmente sobreviver tá valendo tudo.

Te ajudo dizendo que a menção mais estranha no remake é justamente a Aeris citar que caso as coisas dessem errado haveria um meteoro colidindo com o planeta e o Red passeando com seus filhotes, o que não fez sentido algum visto que foi o que aconteceu no original e não é considerado um desfecho infeliz.
.

Tô esperando então essa maluquice, mais fácil tu provar que Flacidus do MGS4 não é Snake.

Enviado de meu Redmi 7 usando o Tapatalk
 
Ultima Edição:


TheCollector

Supra-sumo
Mensagens
929
Reações
1.498
Pontos
168
Caracas, imagine se nesse remake/reboot/remix/a caralhada do escambau a quatro/etc mesmo seguindo o roteiro do jogo original então a Aerith morrendo e tal...
Mas que em determinado momento depois de todos terem jogado todos os capítulos concluídos fosse revelando como um easter egg que ela poderia ter sido salva de alguma forma mudando assim uma parte do enredo e acrescentando novos ingredientes para o final...
Simplesmente seria a apoteose suprema máxima do orgasmo definitivo que elevaria ao nirvana com todas as suas consequências... :kwow

(Sim, sonhar realidades alternativas faz parte da coexistência relativa...:viraolho)
 

doutordoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.166
Reações
21.980
Pontos
954
Significa que você e mais gente na internet estão com tempo livre.

O tamanho do plothole causado por qualquer coisa diferente
da morte pra Aeris seria maior do que a vergonha que senti quando apareceram como adversários aqueles monstros coloridos gigantes.
Mas nem duvido, se o Zack realmente sobreviver tá valendo tudo.

Te ajudo dizendo que a menção mais estranha no remake é justamente a Aeris citar que caso as coisas dessem errado haveria um meteoro colidindo com o planeta e o Red passeando com seus filhotes, o que não fez sentido algum visto que foi o que aconteceu no original e não é considerado um desfecho infeliz.
.

Tô esperando então essa maluquice, mais fácil tu provar que Flacidus do MGS4 não é Snake.

Enviado de meu Redmi 7 usando o Tapatalk
Entendeu nada Samantha. Hoje no horário do almoço. Se prepare.
 

australopitecus

Bam-bam-bam
Mensagens
6.808
Reações
2.485
Pontos
459
Porra, demos o loop para o mesmo assunto e novamente com os mesmos argumentos HAHAHA.

@doutordoom , vai assistir a caralha do vídeo que eu recomendei. Vou postar de novo.

kct.... esse maluco desse video.....
tá me lembrando todas as teorias que faziam com Game of Thrones :kzonzo
espero que o payoff no remake seja melhor do que foi no GoT :klol
 

extremepower

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
29.900
Reações
38.854
Pontos
649
Vou dar um spoiler do que vai acontecer no final de todos os episódios:

Vão deixar Sephroth vivo pra fazer continuações, tipo VII-2, VII-3 e por aí vai.
 

Cyber King

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.667
Reações
18.424
Pontos
699
Terminei ontem, 37 horas de jogo.

Caras, que jogo !

Pra mim disparado até agora um dos melhores dessa geração.

Os gráficos tem seus altos e baixos mas no geral é bem competente, trilha sonora então nem se fala.

O que eu mais achei legal no jogo foi o ritmo. A Square acertou demais nessa parte.

O jogo nunca fica monótono demais ou de menos, os combates não enjoam, tem toda uma precisão e dose certa.

Minha nota 10.
 

Mim

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.097
Reações
41.047
Pontos
984
esse video q postaram + o spoiler mode do easyallies+max ficaram sensacionais. Do tipo fazer vc gostar mais ainda das mudanças e entrar pro hype train
 

dk120

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
35.810
Reações
69.974
Pontos
979
Vou dar um spoiler do que vai acontecer no final de todos os episódios:

Vão deixar Sephroth vivo pra fazer continuações, tipo VII-2, VII-3 e por aí vai.
Podia ter uma versão universo alternativo que você jogava com o Seth e Ganova contra todo mundo.
 

Looz

Bam-bam-bam
Mensagens
1.023
Reações
2.077
Pontos
288
Eu estava lendo alguns posts... Até vi pessoal estipulando agora um Good Ending e que a história original podia ser o Bad Ending.
Vamos levar em consideração que o conceito de mundo de FFVII é bem apocalíptico, digamos assim. O próprio Bugenhagen (Nanaki o chama de avô) esclarece que o planeta eventualmente irá morrer, com ou sem intervenção da Avalanche sobre os atos do Sephiroth. Eles apenas iam adiar o processo. Eventualmente tudo acaba... e o planeta no universo do game já estava no estágio critico do negócio. Talvez o novo fim, seja um pouco melhor, porém não creio que eles irão conseguir fazer milagre para reverter o dano que já existe no planeta... Seria até uma viagem, caso inventem de fazer isso.
 

Rel666

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
3.225
Reações
5.686
Pontos
339
Nomura ao meu ver não vai deixar nada que esteja relacionado a FFVII e que foi lançado pela Square para trás nesse Remake, os livros e os jogos todos terão referencia agora do obscuro Before passando por Crisis Core e até a porcaria do Dirge of Cerberus vão aparecer em algum momento no jogo e Advent Children será mais presente a cada parte nova.
O que me faz lembrar:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.

Estou com pena do Cloud.
 

doutordoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.166
Reações
21.980
Pontos
954
Nomura ao meu ver não vai deixar nada que esteja relacionado a FFVII e que foi lançado pela Square para trás nesse Remake, os livros e os jogos todos terão referencia agora do obscuro Before passando por Crisis Core e até a porcaria do Dirge of Cerberus vão aparecer em algum momento no jogo e Advent Children será mais presente a cada parte nova.
O que me faz lembrar:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.

Estou com pena do Cloud.
Chega arrepiei aqui com essa frase.

Logo estarei postando algumas considerações. Legal é que quanto mais falam, mais incorporo coisas em minhas teorias.
 

Link_1998

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.012
Reações
20.670
Pontos
649
Terminei ontem, 37 horas de jogo.

Caras, que jogo !

Pra mim disparado até agora um dos melhores dessa geração.

Os gráficos tem seus altos e baixos mas no geral é bem competente, trilha sonora então nem se fala.

O que eu mais achei legal no jogo foi o ritmo. A Square acertou demais nessa parte.

O jogo nunca fica monótono demais ou de menos, os combates não enjoam, tem toda uma precisão e dose certa.

Minha nota 10.
Reparei nessa questão de pacing do game até agora. Tem sidequests simplórias, mas com um motivo maior, e o suficiente até antes de você querer parar pra fazer outra coisa, tem história pra intercalar partes de exploração e combate antes que elas se tornem maçantes, e essa parte do jogo recria exatamente o feeling do original. O melhor de ver essa execução é perceber que faz algum tempo que os RPGs da Square vêm tendo um nível cada vez maior de acerto.
 

doutordoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.166
Reações
21.980
Pontos
954
Significa que você e mais gente na internet estão com tempo livre.

O tamanho do plothole causado por qualquer coisa diferente
da morte pra Aeris seria maior do que a vergonha que senti quando apareceram como adversários aqueles monstros coloridos gigantes.
Mas nem duvido, se o Zack realmente sobreviver tá valendo tudo.

Te ajudo dizendo que a menção mais estranha no remake é justamente a Aeris citar que caso as coisas dessem errado haveria um meteoro colidindo com o planeta e o Red passeando com seus filhotes, o que não fez sentido algum visto que foi o que aconteceu no original e não é considerado um desfecho infeliz.
.

Tô esperando então essa maluquice, mais fácil tu provar que Flacidus do MGS4 não é Snake.

Enviado de meu Redmi 7 usando o Tapatalk

CHEGOU A HORA!!!! ESTÁ PREPARADA SAMANTHA????

Eu tenho que começar com a versão resumida pra preparar sua mente. No fim mando minha análise completa pra mostrar como cheguei a essas conclusões. Só na análise completa você também poderá perceber a sutileza da Square em inserir uma deliciosa metalinguagem no jogo.


Pra começar algo que até você já deve ter percebido: É um REMAKE/CONTINUAÇÃO.

Algo inédito até então no mundo dos jogos. Se é que existe isso em alguma outra mídia.

Continuação porque é muito óbvio que o Sephiroth do fim é o do Advent CHildren. Ao que parece os planos da Square sobre a compilação FF VII sempre envolveram essa ideia. Na entrevista dos produtores eles disseram que a cena em Edge of Creation foi uma das primeiras a ser pensada para o remake.

Fora a frase dita por Sephiroth no fim de Advent Children:



Era uma promessa e não uma bravata de alguém derrotado. Sempre esteve nos planos da Square esse retorno pelo que tudo indica (tem um vídeo aí relacionando todos os jogos da compilação, mas ainda preciso vê-lo, todavia está muito claro esse planejamento).


O pulo do gato é que a Square quis fazer todos acreditarem que o Sephiroth que aparece para o CLoud é um truque da mente dele (oficialmente isso está no GUidebook). Só que não é nada disso. As penas da asa dele são os sinais da presença real do vilão que veio do futuro com um objetivo: Mudar tudo o que aconteceu para que ele possa vencer. Uma viagem no tempo pelo Lifestream ao que tudo indica.

Essa tentativa de interferir no passado revelou para nós jogadores os Murmúrios. Seres que vemos pela primeira vez no primeiro encontro com CLoud e Aerith. Ali arrisco dizer com toda a certeza de que já é uma interferência desse Sephiroth do futuro, pois o objetivo era impedir o encontro de Cloud e Aerith, algo que poderia levar o vilão à vitória. Todavia, os Murmúrios atrasam Aerith para que o encontro ocorra e depois colocam ela pra fugir mantendo as coisas semelhantes a história original.

Eu cheguei a analisar frase a frase do Sephiroth e todas as aparições dos Murmúrios pra chegar a essa conclusão. Mais uma vez digo que esses detalhes estão no post gigantesco que enviarei no fim aqui.

Dito isso temos duas questões essenciais aqui: No jogo revelam que os Murmúrios são os guardiões do destino à serviço do próprio planeta (Red XIII conta isso e diz que descobriu ao ser tocado por Aerith). A outra questão é justamente sobre o papel enigmático de Aerith na história. Claramente ela não está a par de tudo o que está acontecendo, mas sabe muito mais do que deveria. Tudo indica que isso ocorre porque o planeta está reagindo contra Sephiroth e usando ela para combater a ameaça (algo que reinvoca a batalha dos dois no jogo original por conta da origem de Aerith).

Também pense nos Murmúrios metaforicamente como a vontade dos jogadores de não ver a história ser mudada, algo que dá uma camada genial de metalinguagem a essa história toda.

Então o Sephiroth do futuro começa a aproveitar em CLoud as crises de memória do jogo original para inserir visões do futuro de Aerith. Ele provoca ele sobre não conseguir salvar ninguém. Com isso ele também mexe no sentimentos dos jogadores chocados pela morte no jogo original. Essas interferências de Sephiroth acabam levando o jogo a algumas diferenças da linha do tempo original, mas que são sempre corrigidas pelos Murmúrios.

Quando finalmente chegamos ao fim do jogo Sephiroth do futuro manipula o grupo para entrar na encruzilhada dos destinos. Lá ele continua usando visões do futuro para que todos pensem ser necessário mudar o destino destruindo os avatares dos Murmúrios. Quando isso finalmente ocorre Sephiroth dá continuidade ao seu teatro e luta contra o grupo. Curioso notar que nesse momento os Murmúrios parecem fazer parte dele. No último golpe de Cloud ele sorri e os dois vão para Edge of Creation.

Lá Sephiroth parece ter mudado sua atitude (usa um pronome que só usou antes de descobrir sua origem pra referir-se a si mesmo). Ele pede que CLoud o ajude a se livrar das amarras do destino como se fosse alguém arrependido dos próprios atos. Quando Cloud recusa ele vence a batalha mas deixa o herói ir. Não antes de dizer:

"7 seconds until the end"
"time enough for you, perhaps"
"what will you do with it?"

Ao que isso se refere??? Tudo indica que a essa cena:


São exatos sete segundos que Sephiroth permanece no ar até a fatídica estocada na maravilhosa Flower Girl.

Sete segundos... Tempo o suficiente pra você, talvez.... O que você fará com isso???

E é aqui... Nesse momento... que todas as fibras do seu ser serão abaladas pelas palavras de Doom.

É aqui em que a profecia do Senhor da Lavéria se revela. Somente aqui você irá se lembrar da promessa de Doom desde o início desse tópico. Eis que revelo a Missão sagrada que foi embuída a Victor Von Doom desde a primeira vez que pesquisei na internet uma maneira de salvar Aerith, me levando a conhecer esse fórum. Toda a existência da Outer Space, todos os posts, discussões e eventos... Tudo na existência desse mundo virtual nos leva a esse momento de redenção:

DESSA VEZ DOOM SALVARÁ AERITH!!!!

Pois com os Murmúrios mortos, o planeta não pode mais interferir no destino. A vontade férrea de DOOM ultrapassou todos os limites ao mudar a essência do próprio jogo original.

Como isso acontecerá???

Desde que falhou em impedir CLoud e Aerith a se encontrarem Sephiroth incita Cloud em um caminho que o levará a tentar salvar Aerith. Quando isso acontecer, Sephiroth vai garantir sua vitória, pois sem a Flower Girl no Lifestream para impedir o meteoro o vilão vence e concluí seu intuito original!!!

Para Aerith viver... O mundo deve morrer!!!!

QUE O MUNDO QUEIME ENTÃO!!!!!

QUem está preparado para fazer esse tipo de escolha? Quem tem sido forjado no coração da mais dura tormenta para mudar o destino a qualquer custo? Somente DOOM. Para os reles mortais o peso dessa escolha será insuportável, mas para DOOM o que deve ser feito é muito claro, pois um mundo sem Aerith não vale a pena.

Aqui acredito que ou a Square fará algo opcional para o jogador, imagina o peso disso pra cada um, ou fará um desvio na história para reafirmar a importância desse que é um dos momentos mais memoráveis da história dos videogames. Quiça da história da Humanidade!!!!


Você deve estar se retorcendo agora com a possibilidade de tal mudança na história. Todavia, sua mente ainda não chegou no cerne da questão.

A visão de um Zack vivo com os Murmúrios se desfazendo tem um objetivo claro: Mostrar que a partir de agora temos universos paralelos. O saquinho de salgadinho com um cachorro diferente mostra claramente isso. Zack está vivo, mas não na linha do tempo original.

Então arrisco dizer que a Square deve colocar um caminho opcional ou obrigatório em uma realidade alternativa onde Aerith foi finalmente salva por CLoud. Nessa nova realidade Sephiroth inevitavelmente irá vencer. E provavelmente de alguma maneira isso vai nos arremessar de volta ao momento onde Cloud mudou o destino... E dessa vez ele PRECISA deixar Aerith morrer.

Para salvar o mundo.
Para que a história siga seu curso normal.
Para finalizar o Remake.

Consegue perceber o peso das ações de Sephiroth? COnsegue ver a Square reavivando todo o ódio ao vilão e dando ainda mais dramaticidade a morte de Aerith??? Consegue suportar a revelação de que nos darão esperança e redenção só para que nossos corações sejam despedaçados novamente????

Você

Consegue

Imaginar

Tamanha

Crueldade?


Mas não tenho dúvidas de que farão coisas assim ou muito similares.

Isso me leva a outro ponto que elaborei lendo alguns posts mais recentes:


Vou dar um spoiler do que vai acontecer no final de todos os episódios:

Vão deixar Sephroth vivo pra fazer continuações, tipo VII-2, VII-3 e por aí vai.
se o Sephiroth continuar "vivo" no fim significa só que eles seguiram o enredo do original
Eu estava lendo alguns posts... Até vi pessoal estipulando agora um Good Ending e que a história original podia ser o Bad Ending.
Vamos levar em consideração que o conceito de mundo de FFVII é bem apocalíptico, digamos assim. O próprio Bugenhagen (Nanaki o chama de avô) esclarece que o planeta eventualmente irá morrer, com ou sem intervenção da Avalanche sobre os atos do Sephiroth. Eles apenas iam adiar o processo. Eventualmente tudo acaba... e o planeta no universo do game já estava no estágio critico do negócio. Talvez o novo fim, seja um pouco melhor, porém não creio que eles irão conseguir fazer milagre para reverter o dano que já existe no planeta... Seria até uma viagem, caso inventem de fazer isso.
Nomura ao meu ver não vai deixar nada que esteja relacionado a FFVII e que foi lançado pela Square para trás nesse Remake, os livros e os jogos todos terão referencia agora do obscuro Before passando por Crisis Core e até a porcaria do Dirge of Cerberus vão aparecer em algum momento no jogo e Advent Children será mais presente a cada parte nova.
O que me faz lembrar:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.

Estou com pena do Cloud.

Muito bem senhores... Aproveitando esses posts e uma discussão recente envolvendo o @Megazordi64 fiz alguns refinamentos aqui:

Eu não consigo imaginar que tipo de final pode ser bom ou feliz com Aerith morta. Todavia, existe o final triste do original, para quem tem sensibilidade, e o final triste e desastroso que traria Sephiroth vencendo caso ela não estivesse no Lifestream para salvar todos nós.

Fora que a cena final se passa 500 anos depois da morte de Sephiroth!!! Então o planeta se recuperou e não está próximo ao seu fim. As ações contra Sephiroth e Shinra levaram o planeta a um futuro bem longe da própria destruição..

Dito isso, os produtores do jogo já disseram que não iriam mudar a estrutura básica da história. Disso não tenho dúvidas, mas faço todas as apostas que fiz acima sobre como vão tratar a morte de Aerith e lembro da frase dela sobre os próprios personagens mudarem caso eles entrassem na encruzilhada dos destinos.


Vejam que esse Remake tem um papel de não só refazer o jogo original, mas também de REAVIVAR cada um dos sentimentos que tivemos ao jogá-lo. Então Sephiroth continua envolvido em um mistério, uma vez que jamais existiria qualquer mistério sobre ele para quem já conhece a história. Se existia dúvida sobre o papel dele no jogo original, lançaram dúvida sobres as intenções dele ao falar com Cloud no fim (por isso a sutileza no uso do pronome e a proposta ao CLoud).

Se sofremos com a morte de Aerith, reavivaram essa memória ainda nesse primeiro jogo para tornar tudo mais trágico a atrelar isso a um plano de Sephiroth.

Se achamos Sephiroth maléfico antes, vão reaviar toda a sua malignidade com um plano que continuará despedaçando nossos corações.

Já imagino Cloud reassistindo a morte de Aerith e sendo arremessado novamente ao estado catatônico de uma mente fragmentada pelas mentiras do passado e pelo desastre do futuro.

E quando o curso da história finalmente seguir o original e formos levados ao embate final em Edge of Creatiton, a cena não mais carregará somente o significado do game original conforme palavras do próprio Pitecos ao comparar esse momento com o que vimos no final dessa primeira parte do Remake:

mesmo cenário, mesmas pessoas, resultado, significado e desenvolvimento totalmente diferente.
no original essa cena é a consolidação do poder do Cloud com a derrota do Sephiroth.
neste, é o Sephiroth mostrando que o Cloud é um imenso pão com bosta e que quem está no controle é ele.... é totalmente diferente.

O último embate do game em Edge of Creation não será mais com o mesmo CLoud e com o mesmo Sephiroth do original. Teremos ali o grande clímax de uma rivalidade que se estendeu por toda a compilação de FF VII. Um Cloud que com certeza estará consciente de todas as ações realizadas por Sephiroth, com uma dor renovada pela inevitável perda de Aerith para salvar o próprio mundo (e por isso eu aposto que ele verá uma linha do tempo com Sephiroth vencendo e o mundo inteiro sendo destroçado). Por isso a frase de Sephiroth em AC:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.


Esse Cloud sentirá na pele a perda de TUDO!!! Ele sabe o que significa perder. E mesmo vencendo, ele sabe que não pode salvar todos, pois um sacrifício enorme precisou ser feito.

Do outro lado um Sephiroth que teve todos os seus planos do passado, do presente e do futuro destruídos por CLoud e Aerith.


Conseguem ver todo o poder desse confronto final REAVIVADO no fim desse remake???

Conseguem ver toda a genialidade da Square nesse REMAKE/REIMAGINAÇÃO/REAVIVAMENTO de FFVII e de todos os seus significados???


Agora senhora SAMANTHA... Leia a análise completa que nos levou a esse futuro que só pode ser vislumbrado por Doom:

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/final-fantasy-vii-remake-tópico-só-para-spoilers.558834/page-5#post-17763493


E DISCORDE DE DOOM SE FOR CAPAZ!!!
 
Ultima Edição:

extremepower

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
29.900
Reações
38.854
Pontos
649
CHEGOU A HORA!!!! ESTÁ PREPARADA SAMANTHA????

Eu tenho que começar com a versão resumida pra preparar sua mente. No fim mando minha análise completa pra mostrar como cheguei a essas conclusões. Só na análise completa você também poderá perceber a sutileza da Square em inserir uma deliciosa metalinguagem no jogo.


Pra começar algo que até você já deve ter percebido: É um REMAKE/CONTINUAÇÃO.

Algo inédito até então no mundo dos jogos. Se é que existe isso em alguma outra mídia.

Continuação porque é muito óbvio que o Sephiroth do fim é o do Advent CHildren. Ao que parece os planos da Square sobre a compilação FF VII sempre envolveram essa ideia. Na entrevista dos produtores eles disseram que a cena em Edge of Creation foi uma das primeiras a ser pensada para o remake.

Fora a frase dita por Sephiroth no fim de Advent Children:



Era uma promessa e não uma bravata de alguém derrotado. Sempre esteve nos planos da Square esse retorno pelo que tudo indica (tem um vídeo aí relacionando todos os jogos da compilação, mas ainda preciso vê-lo, todavia está muito claro esse planejamento).


O pulo do gato é que a Square quis fazer todos acreditarem que o Sephiroth que aparece para o CLoud é um truque da mente dele (oficialmente isso está no GUidebook). Só que não é nada disso. As penas da asa dele são os sinais da presença real do vilão que veio do futuro com um objetivo: Mudar tudo o que aconteceu para que ele possa vencer. Uma viagem no tempo pelo Lifestream ao que tudo indica.

Essa tentativa de interferir no passado revelou para nós jogadores os Murmúrios. Seres que vemos pela primeira vez no primeiro encontro com CLoud e Aerith. Ali arrisco dizer com toda a certeza de que já é uma interferência desse Sephiroth do futuro, pois o objetivo era impedir o encontro de Cloud e Aerith, algo que poderia levar o vilão à vitória. Todavia, os Murmúrios atrasam Aerith para que o encontro ocorra e depois colocam ela pra fugir mantendo as coisas semelhantes a história original.

Eu cheguei a analisar frase a frase do Sephiroth e todas as aparições dos Murmúrios pra chegar a essa conclusão. Mais uma vez digo que esses detalhes estão no post gigantesco que enviarei no fim aqui.

Dito isso temos duas questões essenciais aqui: No jogo revelam que os Murmúrios são os guardiões do destino à serviço do próprio planeta (Red XIII conta isso e diz que descobriu ao ser tocado por Aerith). A outra questão é justamente sobre o papel enigmático de Aerith na história. Claramente ela não está a par de tudo o que está acontecendo, mas sabe muito mais do que deveria. Tudo indica que isso ocorre porque o planeta está reagindo contra Sephiroth e usando ela para combater a ameaça (algo que reinvoca a batalha dos dois no jogo original por conta da origem de Aerith).

Também pense nos Murmúrios metaforicamente como a vontade dos jogadores de não ver a história ser mudada, algo que dá uma camada genial de metalinguagem a essa história toda.

Então o Sephiroth do futuro começa a aproveitar em CLoud as crises de memória do jogo original para inserir visões do futuro de Aerith. Ele provoca ele sobre não conseguir salvar ninguém. Com isso ele também mexe no sentimentos dos jogadores chocados pela morte no jogo original. Essas interferências de Sephiroth acabam levando o jogo a algumas diferenças da linha do tempo original, mas que são sempre corrigidas pelos Murmúrios.

Quando finalmente chegamos ao fim do jogo Sephiroth do futuro manipula o grupo para entrar na encruzilhada dos destinos. Lá ele continua usando visões do futuro para que todos pensem ser necessário mudar o destino destruindo os avatares dos Murmúrios. Quando isso finalmente ocorre Sephiroth dá continuidade ao seu teatro e luta contra o grupo. Curioso notar que nesse momento os Murmúrios parecem fazer parte dele. No último golpe de Cloud ele sorri e os dois vão para Edge of Creation.

Lá Sephiroth parece ter mudado sua atitude (usa um pronome que só usou antes de descobrir sua origem pra referir-se a si mesmo). Ele pede que CLoud o ajude a se livrar das amarras do destino como se fosse alguém arrependido dos próprios atos. Quando Cloud recusa ele vence a batalha mas deixa o herói ir. Não antes de dizer:

"7 seconds until the end"
"time enough for you, perhaps"
"what will you do with it?"

Ao que isso se refere??? Tudo indica que a essa cena:


São exatos sete segundos que Sephiroth permanece no ar até a fatídica estocada na maravilhosa Flower Girl.

Sete segundos... Tempo o suficiente pra você, talvez.... O que você fará com isso???

E é aqui... Nesse momento... que todas as fibras do seu ser serão abaladas pelas palavras de Doom.

É aqui em que a profecia do Senhor da Lavéria se revela. Somente aqui você irá se lembrar da promessa de Doom desde o início desse tópico. Eis que revelo a Missão sagrada que foi embuída a Victor Von Doom desde a primeira vez que pesquisei na internet uma maneira de salvar Aerith, me levando a conhecer esse fórum. Toda a existência da Outer Space, todos os posts, discussões e eventos... Tudo na existência desse mundo virtual nos leva a esse momento de redenção:

DESSA VEZ DOOM SALVARÁ AERITH!!!!

Pois com os Murmúrios mortos, o planeta não pode mais interferir no destino. A vontade férrea de DOOM ultrapassou todos os limites ao mudar a essência do próprio jogo original.

Como isso acontecerá???

Desde que falhou em impedir CLoud e Aerith a se encontrarem Sephiroth incita Cloud em um caminho que o levará a tentar salvar Aerith. Quando isso acontecer, Sephiroth vai garantir sua vitória, pois sem a Flower Girl no Lifestream para impedir o meteoro o vilão vence e concluí seu intuito original!!!

Para Aerith viver... O mundo deve morrer!!!!

QUE O MUNDO QUEIME ENTÃO!!!!!

QUem está preparado para fazer esse tipo de escolha? Quem tem sido forjado no coração da mais dura tormenta para mudar o destino a qualquer custo? Somente DOOM. Para os reles mortais o peso dessa escolha será insuportável, mas para DOOM o que deve ser feito é muito claro, pois um mundo sem Aerith não vale a pena.

Aqui acredito que ou a Square fará algo opcional para o jogador, imagina o peso disso pra cada um, ou fará um desvio na história para reafirmar a importância desse que é um dos momentos mais memoráveis da história dos videogames. Quiça da história da Humanidade!!!!


Você deve estar se retorcendo agora com a possibilidade de tal mudança na história. Todavia, sua mente ainda não chegou no cerne da questão.

A visão de um Zack vivo com os Murmúrios se desfazendo tem um objetivo claro: Mostrar que a partir de agora temos universos paralelos. O saquinho de salgadinho com um cachorro diferente mostra claramente isso. Zack está vivo, mas não na linha do tempo original.

Então arrisco dizer que a Square deve colocar um caminho opcional ou obrigatório em uma realidade alternativa onde Aerith foi finalmente salva por CLoud. Nessa nova realidade Sephiroth inevitavelmente irá vencer. E provavelmente de alguma maneira isso vai nos arremessar de volta ao momento onde Cloud mudou o destino... E dessa vez ele PRECISA deixar Aerith morrer.

Para salvar o mundo.
Para que a história siga seu curso normal.
Para finalizar o Remake.

Consegue perceber o peso das ações de Sephiroth? COnsegue ver a Square reavivando todo o ódio ao vilão e dando ainda mais dramaticidade a morte de Aerith??? Consegue suportar a revelação de que nos darão esperança e redenção só para que nossos corações sejam despedaçados novamente????

Você

Consegue

Imaginar

Tamanha

Crueldade?


Mas não tenho dúvidas de que farão coisas assim ou muito similares.

Isso me leva a outro ponto que elaborei lendo alguns posts mais recentes:








Muito bem senhores... Aproveitando esses posts e uma discussão recente envolvendo o @Megazordi64 fiz alguns refinamentos aqui:

Eu não consigo imaginar que tipo de final pode ser bom ou feliz com Aerith morta. Todavia, existe o final triste do original, para quem tem sensibilidade, e o final triste e desastroso que traria Sephiroth vencendo caso ela não estivesse no Lifestream para salvar todos nós.

Dito isso, os produtores do jogo já disseram que não iriam mudar a estrutura básica da história. Disso não tenho dúvidas, mas faço todas as apostas que fiz acima sobre como vão tratar a morte de Aerith e lembro da frase dela sobre os próprios personagens mudarem caso eles entrassem na encruzilhada dos destinos.


Vejam que esse Remake tem um papel de não só refazer o jogo original, mas também de REAVIVAR cada um dos sentimentos que tivemos ao jogá-lo. Então Sephiroth continua envolvido em um mistério, uma vez que jamais existiria qualquer mistério sobre ele para quem já conhece a história. Se existia dúvida sobre o papel dele no jogo original, lançaram dúvida sobres as intenções dele ao falar com Cloud no fim (por isso a sutileza no uso do pronome e a proposta ao CLoud).

Se sofremos com a morte de Aerith, reavivaram essa memória ainda nesse primeiro jogo para tornar tudo mais trágico a atrelar isso a um plano de Sephiroth.

Se achamos Sephiroth maléfico antes, vão reaviar toda a sua malignidade com um plano que continuará despedaçando nossos corações.

Já imagino Cloud reassistindo a morte de Aerith e sendo arremessado novamente ao estado catatônico de uma mente fragmentada pelas mentiras do passado e pelo desastre do futuro.

E quando o curso da história finalmente seguir o original e formos levados ao embate final em Edge of Creatiton, a cena não mais carregará somente o significado do game original conforme palavras do próprio Pitecos ao comparar esse momento com o que vimos no final dessa primeira parte do Remake:




O último embate do game em Edge of Creation não será mais com o mesmo CLoud e com o mesmo Sephiroth do original. Teremos ali o grande clímax de uma rivalidade que se estendeu por toda a compilação de FF VII. Um Cloud que com certeza estará consciente de todas as ações realizadas por Sephiroth, com uma dor renovada pela inevitável perda de Aerith para salvar o próprio mundo (e por isso eu aposto que ele verá uma linha do tempo com Sephiroth vencendo e o mundo inteiro sendo destroçado). Por isso a frase de Sephiroth em AC:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.



Esse Cloud sentirá na pele a perda de TUDO!!! Ele sabe o que significa perder. E mesmo vencendo, ele sabe que não pode salvar todos, pois um sacrifício enorme precisou ser feito.

Do outro lado um Sephiroth que teve todos os seus planos do passado, do presente e do futuro destruídos por CLoud e Aerith.


Conseguem ver todo o poder desse confronto final REAVIVADO no fim desse remake???

Conseguem ver toda a genialidade da Square nesse REMAKE/REIMAGINAÇÃO/REAVIVAMENTO de FFVII e de todos os seus significados???


Agora senhora SAMANTHA... Leia a análise completa que nos levou a esse futuro que só pode ser vislumbrado por Doom:

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/final-fantasy-vii-remake-tópico-só-para-spoilers.558834/page-5#post-17763493


E DISCORDE DE DOOM SE FOR CAPAZ!!!
Vou ler com calma depois.
 

Looz

Bam-bam-bam
Mensagens
1.023
Reações
2.077
Pontos
288
CHEGOU A HORA!!!! ESTÁ PREPARADA SAMANTHA????

Eu tenho que começar com a versão resumida pra preparar sua mente. No fim mando minha análise completa pra mostrar como cheguei a essas conclusões. Só na análise completa você também poderá perceber a sutileza da Square em inserir uma deliciosa metalinguagem no jogo.


Pra começar algo que até você já deve ter percebido: É um REMAKE/CONTINUAÇÃO.

Algo inédito até então no mundo dos jogos. Se é que existe isso em alguma outra mídia.

Continuação porque é muito óbvio que o Sephiroth do fim é o do Advent CHildren. Ao que parece os planos da Square sobre a compilação FF VII sempre envolveram essa ideia. Na entrevista dos produtores eles disseram que a cena em Edge of Creation foi uma das primeiras a ser pensada para o remake.

Fora a frase dita por Sephiroth no fim de Advent Children:



Era uma promessa e não uma bravata de alguém derrotado. Sempre esteve nos planos da Square esse retorno pelo que tudo indica (tem um vídeo aí relacionando todos os jogos da compilação, mas ainda preciso vê-lo, todavia está muito claro esse planejamento).


O pulo do gato é que a Square quis fazer todos acreditarem que o Sephiroth que aparece para o CLoud é um truque da mente dele (oficialmente isso está no GUidebook). Só que não é nada disso. As penas da asa dele são os sinais da presença real do vilão que veio do futuro com um objetivo: Mudar tudo o que aconteceu para que ele possa vencer. Uma viagem no tempo pelo Lifestream ao que tudo indica.

Essa tentativa de interferir no passado revelou para nós jogadores os Murmúrios. Seres que vemos pela primeira vez no primeiro encontro com CLoud e Aerith. Ali arrisco dizer com toda a certeza de que já é uma interferência desse Sephiroth do futuro, pois o objetivo era impedir o encontro de Cloud e Aerith, algo que poderia levar o vilão à vitória. Todavia, os Murmúrios atrasam Aerith para que o encontro ocorra e depois colocam ela pra fugir mantendo as coisas semelhantes a história original.

Eu cheguei a analisar frase a frase do Sephiroth e todas as aparições dos Murmúrios pra chegar a essa conclusão. Mais uma vez digo que esses detalhes estão no post gigantesco que enviarei no fim aqui.

Dito isso temos duas questões essenciais aqui: No jogo revelam que os Murmúrios são os guardiões do destino à serviço do próprio planeta (Red XIII conta isso e diz que descobriu ao ser tocado por Aerith). A outra questão é justamente sobre o papel enigmático de Aerith na história. Claramente ela não está a par de tudo o que está acontecendo, mas sabe muito mais do que deveria. Tudo indica que isso ocorre porque o planeta está reagindo contra Sephiroth e usando ela para combater a ameaça (algo que reinvoca a batalha dos dois no jogo original por conta da origem de Aerith).

Também pense nos Murmúrios metaforicamente como a vontade dos jogadores de não ver a história ser mudada, algo que dá uma camada genial de metalinguagem a essa história toda.

Então o Sephiroth do futuro começa a aproveitar em CLoud as crises de memória do jogo original para inserir visões do futuro de Aerith. Ele provoca ele sobre não conseguir salvar ninguém. Com isso ele também mexe no sentimentos dos jogadores chocados pela morte no jogo original. Essas interferências de Sephiroth acabam levando o jogo a algumas diferenças da linha do tempo original, mas que são sempre corrigidas pelos Murmúrios.

Quando finalmente chegamos ao fim do jogo Sephiroth do futuro manipula o grupo para entrar na encruzilhada dos destinos. Lá ele continua usando visões do futuro para que todos pensem ser necessário mudar o destino destruindo os avatares dos Murmúrios. Quando isso finalmente ocorre Sephiroth dá continuidade ao seu teatro e luta contra o grupo. Curioso notar que nesse momento os Murmúrios parecem fazer parte dele. No último golpe de Cloud ele sorri e os dois vão para Edge of Creation.

Lá Sephiroth parece ter mudado sua atitude (usa um pronome que só usou antes de descobrir sua origem pra referir-se a si mesmo). Ele pede que CLoud o ajude a se livrar das amarras do destino como se fosse alguém arrependido dos próprios atos. Quando Cloud recusa ele vence a batalha mas deixa o herói ir. Não antes de dizer:

"7 seconds until the end"
"time enough for you, perhaps"
"what will you do with it?"

Ao que isso se refere??? Tudo indica que a essa cena:


São exatos sete segundos que Sephiroth permanece no ar até a fatídica estocada na maravilhosa Flower Girl.

Sete segundos... Tempo o suficiente pra você, talvez.... O que você fará com isso???

E é aqui... Nesse momento... que todas as fibras do seu ser serão abaladas pelas palavras de Doom.

É aqui em que a profecia do Senhor da Lavéria se revela. Somente aqui você irá se lembrar da promessa de Doom desde o início desse tópico. Eis que revelo a Missão sagrada que foi embuída a Victor Von Doom desde a primeira vez que pesquisei na internet uma maneira de salvar Aerith, me levando a conhecer esse fórum. Toda a existência da Outer Space, todos os posts, discussões e eventos... Tudo na existência desse mundo virtual nos leva a esse momento de redenção:

DESSA VEZ DOOM SALVARÁ AERITH!!!!

Pois com os Murmúrios mortos, o planeta não pode mais interferir no destino. A vontade férrea de DOOM ultrapassou todos os limites ao mudar a essência do próprio jogo original.

Como isso acontecerá???

Desde que falhou em impedir CLoud e Aerith a se encontrarem Sephiroth incita Cloud em um caminho que o levará a tentar salvar Aerith. Quando isso acontecer, Sephiroth vai garantir sua vitória, pois sem a Flower Girl no Lifestream para impedir o meteoro o vilão vence e concluí seu intuito original!!!

Para Aerith viver... O mundo deve morrer!!!!

QUE O MUNDO QUEIME ENTÃO!!!!!

QUem está preparado para fazer esse tipo de escolha? Quem tem sido forjado no coração da mais dura tormenta para mudar o destino a qualquer custo? Somente DOOM. Para os reles mortais o peso dessa escolha será insuportável, mas para DOOM o que deve ser feito é muito claro, pois um mundo sem Aerith não vale a pena.

Aqui acredito que ou a Square fará algo opcional para o jogador, imagina o peso disso pra cada um, ou fará um desvio na história para reafirmar a importância desse que é um dos momentos mais memoráveis da história dos videogames. Quiça da história da Humanidade!!!!


Você deve estar se retorcendo agora com a possibilidade de tal mudança na história. Todavia, sua mente ainda não chegou no cerne da questão.

A visão de um Zack vivo com os Murmúrios se desfazendo tem um objetivo claro: Mostrar que a partir de agora temos universos paralelos. O saquinho de salgadinho com um cachorro diferente mostra claramente isso. Zack está vivo, mas não na linha do tempo original.

Então arrisco dizer que a Square deve colocar um caminho opcional ou obrigatório em uma realidade alternativa onde Aerith foi finalmente salva por CLoud. Nessa nova realidade Sephiroth inevitavelmente irá vencer. E provavelmente de alguma maneira isso vai nos arremessar de volta ao momento onde Cloud mudou o destino... E dessa vez ele PRECISA deixar Aerith morrer.

Para salvar o mundo.
Para que a história siga seu curso normal.
Para finalizar o Remake.

Consegue perceber o peso das ações de Sephiroth? COnsegue ver a Square reavivando todo o ódio ao vilão e dando ainda mais dramaticidade a morte de Aerith??? Consegue suportar a revelação de que nos darão esperança e redenção só para que nossos corações sejam despedaçados novamente????

Você

Consegue

Imaginar

Tamanha

Crueldade?


Mas não tenho dúvidas de que farão coisas assim ou muito similares.

Isso me leva a outro ponto que elaborei lendo alguns posts mais recentes:








Muito bem senhores... Aproveitando esses posts e uma discussão recente envolvendo o @Megazordi64 fiz alguns refinamentos aqui:

Eu não consigo imaginar que tipo de final pode ser bom ou feliz com Aerith morta. Todavia, existe o final triste do original, para quem tem sensibilidade, e o final triste e desastroso que traria Sephiroth vencendo caso ela não estivesse no Lifestream para salvar todos nós.

Fora que a cena final se passa 500 anos depois da morte de Sephiroth!!! Então o planeta se recuperou e não está próximo ao seu fim. As ações contra Sephiroth e Shinra levaram o planeta a um futuro bem longe da própria destruição..

Dito isso, os produtores do jogo já disseram que não iriam mudar a estrutura básica da história. Disso não tenho dúvidas, mas faço todas as apostas que fiz acima sobre como vão tratar a morte de Aerith e lembro da frase dela sobre os próprios personagens mudarem caso eles entrassem na encruzilhada dos destinos.


Vejam que esse Remake tem um papel de não só refazer o jogo original, mas também de REAVIVAR cada um dos sentimentos que tivemos ao jogá-lo. Então Sephiroth continua envolvido em um mistério, uma vez que jamais existiria qualquer mistério sobre ele para quem já conhece a história. Se existia dúvida sobre o papel dele no jogo original, lançaram dúvida sobres as intenções dele ao falar com Cloud no fim (por isso a sutileza no uso do pronome e a proposta ao CLoud).

Se sofremos com a morte de Aerith, reavivaram essa memória ainda nesse primeiro jogo para tornar tudo mais trágico a atrelar isso a um plano de Sephiroth.

Se achamos Sephiroth maléfico antes, vão reaviar toda a sua malignidade com um plano que continuará despedaçando nossos corações.

Já imagino Cloud reassistindo a morte de Aerith e sendo arremessado novamente ao estado catatônico de uma mente fragmentada pelas mentiras do passado e pelo desastre do futuro.

E quando o curso da história finalmente seguir o original e formos levados ao embate final em Edge of Creatiton, a cena não mais carregará somente o significado do game original conforme palavras do próprio Pitecos ao comparar esse momento com o que vimos no final dessa primeira parte do Remake:




O último embate do game em Edge of Creation não será mais com o mesmo CLoud e com o mesmo Sephiroth do original. Teremos ali o grande clímax de uma rivalidade que se estendeu por toda a compilação de FF VII. Um Cloud que com certeza estará consciente de todas as ações realizadas por Sephiroth, com uma dor renovada pela inevitável perda de Aerith para salvar o próprio mundo (e por isso eu aposto que ele verá uma linha do tempo com Sephiroth vencendo e o mundo inteiro sendo destroçado). Por isso a frase de Sephiroth em AC:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.


Esse Cloud sentirá na pele a perda de TUDO!!! Ele sabe o que significa perder. E mesmo vencendo, ele sabe que não pode salvar todos, pois um sacrifício enorme precisou ser feito.

Do outro lado um Sephiroth que teve todos os seus planos do passado, do presente e do futuro destruídos por CLoud e Aerith.


Conseguem ver todo o poder desse confronto final REAVIVADO no fim desse remake???

Conseguem ver toda a genialidade da Square nesse REMAKE/REIMAGINAÇÃO/REAVIVAMENTO de FFVII e de todos os seus significados???


Agora senhora SAMANTHA... Leia a análise completa que nos levou a esse futuro que só pode ser vislumbrado por Doom:

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/final-fantasy-vii-remake-tópico-só-para-spoilers.558834/page-5#post-17763493


E DISCORDE DE DOOM SE FOR CAPAZ!!!
Lembrando que...
O Cloud responde mais ou menos assim para o Sephiroth... "I pity you. You just don't get it at all. There's not a thing I don't cherish!", ou seja... Sephiroth, vem com tudo. Pena do Cloud mesmo.
 

doutordoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
31.166
Reações
21.980
Pontos
954
Lembrando que...
O Cloud responde mais ou menos assim para o Sephiroth... "I pity you. You just don't get it at all. There's not a thing I don't cherish!", ou seja... Sephiroth, vem com tudo. Pena do Cloud mesmo.

Sim.

Vai se arrepender.

Eu vou rever Advent CHildren, mas antes tenho que finalizar o vídeo que o @Paiva :) mandou.
 

ValenS

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
9.620
Reações
7.480
Pontos
424
Nomura ao meu ver não vai deixar nada que esteja relacionado a FFVII e que foi lançado pela Square para trás nesse Remake, os livros e os jogos todos terão referencia agora do obscuro Before passando por Crisis Core e até a porcaria do Dirge of Cerberus vão aparecer em algum momento no jogo e Advent Children será mais presente a cada parte nova.
O que me faz lembrar:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.

Estou com pena do Cloud.
O terror psicológico do Sephirot é muito foda!!! O cara é a própria entropia do universo do FFVII.
 

Ultima Weapon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.950
Reações
20.508
Pontos
629
CHEGOU A HORA!!!! ESTÁ PREPARADA SAMANTHA????

Eu tenho que começar com a versão resumida pra preparar sua mente. No fim mando minha análise completa pra mostrar como cheguei a essas conclusões. Só na análise completa você também poderá perceber a sutileza da Square em inserir uma deliciosa metalinguagem no jogo.


Pra começar algo que até você já deve ter percebido: É um REMAKE/CONTINUAÇÃO.

Algo inédito até então no mundo dos jogos. Se é que existe isso em alguma outra mídia.

Continuação porque é muito óbvio que o Sephiroth do fim é o do Advent CHildren. Ao que parece os planos da Square sobre a compilação FF VII sempre envolveram essa ideia. Na entrevista dos produtores eles disseram que a cena em Edge of Creation foi uma das primeiras a ser pensada para o remake.

Fora a frase dita por Sephiroth no fim de Advent Children:



Era uma promessa e não uma bravata de alguém derrotado. Sempre esteve nos planos da Square esse retorno pelo que tudo indica (tem um vídeo aí relacionando todos os jogos da compilação, mas ainda preciso vê-lo, todavia está muito claro esse planejamento).


O pulo do gato é que a Square quis fazer todos acreditarem que o Sephiroth que aparece para o CLoud é um truque da mente dele (oficialmente isso está no GUidebook). Só que não é nada disso. As penas da asa dele são os sinais da presença real do vilão que veio do futuro com um objetivo: Mudar tudo o que aconteceu para que ele possa vencer. Uma viagem no tempo pelo Lifestream ao que tudo indica.

Essa tentativa de interferir no passado revelou para nós jogadores os Murmúrios. Seres que vemos pela primeira vez no primeiro encontro com CLoud e Aerith. Ali arrisco dizer com toda a certeza de que já é uma interferência desse Sephiroth do futuro, pois o objetivo era impedir o encontro de Cloud e Aerith, algo que poderia levar o vilão à vitória. Todavia, os Murmúrios atrasam Aerith para que o encontro ocorra e depois colocam ela pra fugir mantendo as coisas semelhantes a história original.

Eu cheguei a analisar frase a frase do Sephiroth e todas as aparições dos Murmúrios pra chegar a essa conclusão. Mais uma vez digo que esses detalhes estão no post gigantesco que enviarei no fim aqui.

Dito isso temos duas questões essenciais aqui: No jogo revelam que os Murmúrios são os guardiões do destino à serviço do próprio planeta (Red XIII conta isso e diz que descobriu ao ser tocado por Aerith). A outra questão é justamente sobre o papel enigmático de Aerith na história. Claramente ela não está a par de tudo o que está acontecendo, mas sabe muito mais do que deveria. Tudo indica que isso ocorre porque o planeta está reagindo contra Sephiroth e usando ela para combater a ameaça (algo que reinvoca a batalha dos dois no jogo original por conta da origem de Aerith).

Também pense nos Murmúrios metaforicamente como a vontade dos jogadores de não ver a história ser mudada, algo que dá uma camada genial de metalinguagem a essa história toda.

Então o Sephiroth do futuro começa a aproveitar em CLoud as crises de memória do jogo original para inserir visões do futuro de Aerith. Ele provoca ele sobre não conseguir salvar ninguém. Com isso ele também mexe no sentimentos dos jogadores chocados pela morte no jogo original. Essas interferências de Sephiroth acabam levando o jogo a algumas diferenças da linha do tempo original, mas que são sempre corrigidas pelos Murmúrios.

Quando finalmente chegamos ao fim do jogo Sephiroth do futuro manipula o grupo para entrar na encruzilhada dos destinos. Lá ele continua usando visões do futuro para que todos pensem ser necessário mudar o destino destruindo os avatares dos Murmúrios. Quando isso finalmente ocorre Sephiroth dá continuidade ao seu teatro e luta contra o grupo. Curioso notar que nesse momento os Murmúrios parecem fazer parte dele. No último golpe de Cloud ele sorri e os dois vão para Edge of Creation.

Lá Sephiroth parece ter mudado sua atitude (usa um pronome que só usou antes de descobrir sua origem pra referir-se a si mesmo). Ele pede que CLoud o ajude a se livrar das amarras do destino como se fosse alguém arrependido dos próprios atos. Quando Cloud recusa ele vence a batalha mas deixa o herói ir. Não antes de dizer:

"7 seconds until the end"
"time enough for you, perhaps"
"what will you do with it?"

Ao que isso se refere??? Tudo indica que a essa cena:


São exatos sete segundos que Sephiroth permanece no ar até a fatídica estocada na maravilhosa Flower Girl.

Sete segundos... Tempo o suficiente pra você, talvez.... O que você fará com isso???

E é aqui... Nesse momento... que todas as fibras do seu ser serão abaladas pelas palavras de Doom.

É aqui em que a profecia do Senhor da Lavéria se revela. Somente aqui você irá se lembrar da promessa de Doom desde o início desse tópico. Eis que revelo a Missão sagrada que foi embuída a Victor Von Doom desde a primeira vez que pesquisei na internet uma maneira de salvar Aerith, me levando a conhecer esse fórum. Toda a existência da Outer Space, todos os posts, discussões e eventos... Tudo na existência desse mundo virtual nos leva a esse momento de redenção:

DESSA VEZ DOOM SALVARÁ AERITH!!!!

Pois com os Murmúrios mortos, o planeta não pode mais interferir no destino. A vontade férrea de DOOM ultrapassou todos os limites ao mudar a essência do próprio jogo original.

Como isso acontecerá???

Desde que falhou em impedir CLoud e Aerith a se encontrarem Sephiroth incita Cloud em um caminho que o levará a tentar salvar Aerith. Quando isso acontecer, Sephiroth vai garantir sua vitória, pois sem a Flower Girl no Lifestream para impedir o meteoro o vilão vence e concluí seu intuito original!!!

Para Aerith viver... O mundo deve morrer!!!!

QUE O MUNDO QUEIME ENTÃO!!!!!

QUem está preparado para fazer esse tipo de escolha? Quem tem sido forjado no coração da mais dura tormenta para mudar o destino a qualquer custo? Somente DOOM. Para os reles mortais o peso dessa escolha será insuportável, mas para DOOM o que deve ser feito é muito claro, pois um mundo sem Aerith não vale a pena.

Aqui acredito que ou a Square fará algo opcional para o jogador, imagina o peso disso pra cada um, ou fará um desvio na história para reafirmar a importância desse que é um dos momentos mais memoráveis da história dos videogames. Quiça da história da Humanidade!!!!


Você deve estar se retorcendo agora com a possibilidade de tal mudança na história. Todavia, sua mente ainda não chegou no cerne da questão.

A visão de um Zack vivo com os Murmúrios se desfazendo tem um objetivo claro: Mostrar que a partir de agora temos universos paralelos. O saquinho de salgadinho com um cachorro diferente mostra claramente isso. Zack está vivo, mas não na linha do tempo original.

Então arrisco dizer que a Square deve colocar um caminho opcional ou obrigatório em uma realidade alternativa onde Aerith foi finalmente salva por CLoud. Nessa nova realidade Sephiroth inevitavelmente irá vencer. E provavelmente de alguma maneira isso vai nos arremessar de volta ao momento onde Cloud mudou o destino... E dessa vez ele PRECISA deixar Aerith morrer.

Para salvar o mundo.
Para que a história siga seu curso normal.
Para finalizar o Remake.

Consegue perceber o peso das ações de Sephiroth? COnsegue ver a Square reavivando todo o ódio ao vilão e dando ainda mais dramaticidade a morte de Aerith??? Consegue suportar a revelação de que nos darão esperança e redenção só para que nossos corações sejam despedaçados novamente????

Você

Consegue

Imaginar

Tamanha

Crueldade?


Mas não tenho dúvidas de que farão coisas assim ou muito similares.

Isso me leva a outro ponto que elaborei lendo alguns posts mais recentes:








Muito bem senhores... Aproveitando esses posts e uma discussão recente envolvendo o @Megazordi64 fiz alguns refinamentos aqui:

Eu não consigo imaginar que tipo de final pode ser bom ou feliz com Aerith morta. Todavia, existe o final triste do original, para quem tem sensibilidade, e o final triste e desastroso que traria Sephiroth vencendo caso ela não estivesse no Lifestream para salvar todos nós.

Fora que a cena final se passa 500 anos depois da morte de Sephiroth!!! Então o planeta se recuperou e não está próximo ao seu fim. As ações contra Sephiroth e Shinra levaram o planeta a um futuro bem longe da própria destruição..

Dito isso, os produtores do jogo já disseram que não iriam mudar a estrutura básica da história. Disso não tenho dúvidas, mas faço todas as apostas que fiz acima sobre como vão tratar a morte de Aerith e lembro da frase dela sobre os próprios personagens mudarem caso eles entrassem na encruzilhada dos destinos.


Vejam que esse Remake tem um papel de não só refazer o jogo original, mas também de REAVIVAR cada um dos sentimentos que tivemos ao jogá-lo. Então Sephiroth continua envolvido em um mistério, uma vez que jamais existiria qualquer mistério sobre ele para quem já conhece a história. Se existia dúvida sobre o papel dele no jogo original, lançaram dúvida sobres as intenções dele ao falar com Cloud no fim (por isso a sutileza no uso do pronome e a proposta ao CLoud).

Se sofremos com a morte de Aerith, reavivaram essa memória ainda nesse primeiro jogo para tornar tudo mais trágico a atrelar isso a um plano de Sephiroth.

Se achamos Sephiroth maléfico antes, vão reaviar toda a sua malignidade com um plano que continuará despedaçando nossos corações.

Já imagino Cloud reassistindo a morte de Aerith e sendo arremessado novamente ao estado catatônico de uma mente fragmentada pelas mentiras do passado e pelo desastre do futuro.

E quando o curso da história finalmente seguir o original e formos levados ao embate final em Edge of Creatiton, a cena não mais carregará somente o significado do game original conforme palavras do próprio Pitecos ao comparar esse momento com o que vimos no final dessa primeira parte do Remake:




O último embate do game em Edge of Creation não será mais com o mesmo CLoud e com o mesmo Sephiroth do original. Teremos ali o grande clímax de uma rivalidade que se estendeu por toda a compilação de FF VII. Um Cloud que com certeza estará consciente de todas as ações realizadas por Sephiroth, com uma dor renovada pela inevitável perda de Aerith para salvar o próprio mundo (e por isso eu aposto que ele verá uma linha do tempo com Sephiroth vencendo e o mundo inteiro sendo destroçado). Por isso a frase de Sephiroth em AC:

-Tell me what you cherish most. Give me the pleasure of taking it away.


Esse Cloud sentirá na pele a perda de TUDO!!! Ele sabe o que significa perder. E mesmo vencendo, ele sabe que não pode salvar todos, pois um sacrifício enorme precisou ser feito.

Do outro lado um Sephiroth que teve todos os seus planos do passado, do presente e do futuro destruídos por CLoud e Aerith.


Conseguem ver todo o poder desse confronto final REAVIVADO no fim desse remake???

Conseguem ver toda a genialidade da Square nesse REMAKE/REIMAGINAÇÃO/REAVIVAMENTO de FFVII e de todos os seus significados???


Agora senhora SAMANTHA... Leia a análise completa que nos levou a esse futuro que só pode ser vislumbrado por Doom:

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/final-fantasy-vii-remake-tópico-só-para-spoilers.558834/page-5#post-17763493


E DISCORDE DE DOOM SE FOR CAPAZ!!!
Ri alto aqui. Sério, vai jogar Kingdom Hearts se você gosta tanto desse malabarismo que parece uma mistura daquela franquia com o carnaval que é FF8, não tem como dar errado.

QUEBRAMOS AS AMARRAS DO DESTINO, existe algo mais cafona?

Eu gostei da sua análise e é por ai mesmo, fica claro que os whispers querem manter a história enquanto um Sephiroth muito bem informado tá aloprando. Será que as sombras ainda existem?
Se elas ainda existem então seguirá essa queda de braço chata até a morte ou não da Aeris, a queda do meteoro ou não, pra saber qual será a loucura da vez.
Se tiverem sido extintos ai a história muda bastante porém acredito que a narrativa pode melhorar com apenas um "viajante do futuro" interferindo.

Eu não boto fé nesse Sephiroth arrependido, acho que é apenas uma provocação mas depois penso melhor. Na realidade não boto fé alguma que a Square-Enix tenha condições de fazer uma história com multi-versos que faça sentido, já vai se preparando pra esse negócio do Zack feder muito, na hora até quis imaginar que é só um trecho e que ao chegar mais na ponta do desfiladeiro ele será novamente interceptado pra morrer, só não teriam mostrado. Só de lembrar no que virou Kingdom Hearts me dá calafrios, é o caos em forma de plot de jogo eletrônico. Mal posso esperar por mais personagens sendo atravessados por uma masamune que gera fumaça e uma reviravolta imediata.

Você entende que essa obra está muito estranha né? Pois não é um remake e sim uma continuação, é muito ousado e está no limiar da burrice comercial transformar FFVII remake em uma sequência que pede conhecimento prévio de um jogo de 1997. Eu não me importo, azar de quem foi infeliz ao ponto de não jogar FFVII que foi relançado 500 vezes (eu joguei 5 vezes e a última foi ano passado, é atemporal), o problema maior desse plot que você citou é que é muito, mas muuuuuuuito pior do que a história original. Não era mais coerente só atualizar tecnicamente e expandir o universo?

A análise completa ainda não abri.

No mais...

 
Ultima Edição:

Rel666

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
3.225
Reações
5.686
Pontos
339
Ri alto aqui. Sério, vai jogar Kingdom Hearts se você gosta tanto desse malabarismo que parece uma mistura daquela franquia com o carnaval que é FF8, não tem como dar errado.

QUEBRAMOS AS AMARRAS DO DESTINO, existe algo mais cafona?

Eu gostei da sua análise e é por ai mesmo, fica claro que os whispers querem manter a história enquanto um Sephiroth muito bem informado tá aloprando. Será que as sombras ainda existem?
Se elas ainda existem então seguirá essa queda de braço chata até a morte ou não da Aeris, a queda do meteoro ou não, pra saber qual será a loucura da vez.
Se tiverem sido extintos ai a história muda bastante porém acredito que a narrativa pode melhorar com apenas um "viajante do futuro" interferindo.

Eu não boto fé nesse Sephiroth arrependido, acho que é apenas uma provocação mas depois penso melhor. Na realidade não boto fé alguma que a Square-Enix tenha condições de fazer uma história com multi-versos que faça sentido, já vai se preparando pra esse negócio do Zack feder muito, na hora até quis imaginar que é só um trecho e que ao chegar mais na ponta do desfiladeiro ele será novamente interceptado pra morrer, só não teriam mostrado. Só de lembrar no que virou Kingdom Hearts me dá calafrios, é o caos em forma de plot de jogo eletrônico. Mal posso esperar por mais personagens sendo atravessados por uma masamune que gera fumaça e uma reviravolta imediata.

Você entende que essa obra está muito estranha né? Pois não é um remake e sim uma continuação, é muito ousado e está no limiar da burrice comercial transformar FFVII remake em uma sequência que pede conhecimento prévio de um jogo de 1997. Eu não me importo, azar de quem foi infeliz ao ponto de não jogar FFVII que foi relançado 500 vezes (eu joguei 5 vezes e a última foi ano passado, é atemporal), o problema maior desse plot que você citou é que é muito, mas muuuuuuuito pior do que a história original. Não era mais coerente só atualizar tecnicamente e expandir o universo?

A análise completa ainda não abri.

No mais...

Bom o plot não está completo por isso não sabemos bem o que vem por ai mas o que me ajuda a ter fé nas continuações pois sim eu tenho medo que o jogo vire um Final Hearts 7 é principalmente a forma que os personagens foram tratados nesse capitulo acho que quem jogou o original sentiu bem isso na forma como eles são e como eles interagem Cloud com Barret, Aerith com Tifa, Wedge Jessie e Bigs, tiveram um cuidado para que esses personagens tivessem o carisma que tinham no original e ai só foi ampliado tomará que consigam manter tudo a esse nível o grande problema esta justamente em Sephirot o ponto fora da curva nesta nova versão tudo será baseado nas ações dele mas gostei muito da Square arriscar tudo na sua mais famosa obra hoje em dia estamos cheios de Remakes sem inspiração e ainda faltando conteúdo ter esta coragem pode custar caro mas aplaudo a ousadia dos caras.
 

Rel666

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
3.225
Reações
5.686
Pontos
339
Voltando a falar em ousadia lembram como a Square foi ousada no lançamento de FF7 original? Saiu da zona de conforto foi o primeiro jogo fora de uma plataforma da nintendo e isso depois do ótimo FF6 o primeiro jogo em 3d tecnologia que até então não dominava por isso a forma que os personagens são no jogo uma onda de propaganda massiva mundial num verdadeiro tudo ou nada como disse @doutordoom reviver é a palavra para este Remake.
 

Wein

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.041
Reações
15.814
Pontos
739
Só espero que não seja igual Game of Thrones que foram criadas 16723535 teorias pela galera e o final todos nós ja sabemos como foi... =/
 

Megazordi64

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.577
Reações
32.158
Pontos
553
nem se compara a KH

está tudo muito bem entendivel em FFVII R, KH nem jogando em portugues eu consigo entender.

É tipo Evangelion, tem o normal e o Rebuild e os 2 tem seu charme, mas eu nao consigo entender Evangelion.
Mas o problema do Kingdom Hearts foi de justamente começarem a criar plots em cima de plots de forma desnecessária.

Os jogos em si não são difíceis de entender, mas chega num ponto que a confusão na história é muito grande com a quantidade de plots sem noção que inventaram e arcos dramáticos que nunca são fechados, se o jogador pula um jogo ou esquece o que aconteceu no jogo anterior vai ficar perdido igual barata tonta na continuação.

E uma das formas de fechar arcos dramáticos para simplificar a história é justamente o de
matar personagens quando já atingiram os seus propósitos e não o de reviver eles.

Pra mim o Final Fantasy VII Remake ta flertando com esse problema do Kingdom Hearts no momento que querem trazer
universos paralelos
para um jogo que já mistura ficção alienígena com um planeta que é uma entidade viva que tem vontade própria.

Ainda mais nesse contexto de jogos episódicos muito esparsados um do outro, não da pra ficar se apegando muito aos detalhes para se explicar as coisas, só devo jogar a parte 2 do Final Fantasy VII Remake daqui uns 3 anos e muita coisa já vou ter esquecido, depois vão ser mais uns 3 anos para a terceira parte ser lançada. Nesse caso os jogos terem plots simples e coesos é quase uma necessidade se não vira Kingdom Hearts literalmente.
 
Ultima Edição:

ValenS

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
9.620
Reações
7.480
Pontos
424
Ri alto aqui. Sério, vai jogar Kingdom Hearts se você gosta tanto desse malabarismo que parece uma mistura daquela franquia com o carnaval que é FF8, não tem como dar errado.

QUEBRAMOS AS AMARRAS DO DESTINO, existe algo mais cafona?

Eu gostei da sua análise e é por ai mesmo, fica claro que os whispers querem manter a história enquanto um Sephiroth muito bem informado tá aloprando. Será que as sombras ainda existem?
Se elas ainda existem então seguirá essa queda de braço chata até a morte ou não da Aeris, a queda do meteoro ou não, pra saber qual será a loucura da vez.
Se tiverem sido extintos ai a história muda bastante porém acredito que a narrativa pode melhorar com apenas um "viajante do futuro" interferindo.

Eu não boto fé nesse Sephiroth arrependido, acho que é apenas uma provocação mas depois penso melhor. Na realidade não boto fé alguma que a Square-Enix tenha condições de fazer uma história com multi-versos que faça sentido, já vai se preparando pra esse negócio do Zack feder muito, na hora até quis imaginar que é só um trecho e que ao chegar mais na ponta do desfiladeiro ele será novamente interceptado pra morrer, só não teriam mostrado. Só de lembrar no que virou Kingdom Hearts me dá calafrios, é o caos em forma de plot de jogo eletrônico. Mal posso esperar por mais personagens sendo atravessados por uma masamune que gera fumaça e uma reviravolta imediata.

Você entende que essa obra está muito estranha né? Pois não é um remake e sim uma continuação, é muito ousado e está no limiar da burrice comercial transformar FFVII remake em uma sequência que pede conhecimento prévio de um jogo de 1997. Eu não me importo, azar de quem foi infeliz ao ponto de não jogar FFVII que foi relançado 500 vezes (eu joguei 5 vezes e a última foi ano passado, é atemporal), o problema maior desse plot que você citou é que é muito, mas muuuuuuuito pior do que a história original. Não era mais coerente só atualizar tecnicamente e expandir o universo?

A análise completa ainda não abri.

No mais...

Eu acho que a luta do penúltimo boss contra os fantasminhas foi mais para dar um ar de epicidade para o final da primeira parte. Como cada parte é um jogo "completo", achei interessante a viagem deles em colocar a luta naquele universo paralelo e seus altos efeitos psicodélicos. Todo FF tem essas viagens no final.

Sobre o Final Boss, eu achei a luta SENSACIONAL. A musica, o ambiente, a conversa dos personagens durante a luta ("beg for pardon"), porra achei tudo muito FODA.

História confusa?? Não achei, muito pelo contrário, achei tudo muito direto. "As correntes do destino não existem mais e agora temos liberdade de fazer algo novo ou modificar o que acharmos conveniente". Tudo pode acontecer!!!, Poxa que legal ficar nesse suspense de que agora pode acontecer qualquer reviravolta. Página em branco totalIII Agora não sabemos como as coisas vão acontecer!!! Aerith vai morrer novamente?? Vai morrer mais gente?? Personagens novos na party?? E assim vai...
 
Ultima Edição:
Topo