O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Governo dos EUA - Joe Biden - 2021-2024 - "Uma festa linda"





The Kong

Cruz Bala Trevoso
VIP
GOLD
Mensagens
27.420
Reações
117.743
Pontos
584
O que eu vejo acontecer é aumento do ódio da extrema direita que não aceita que seus filhos se tornem meninas trans.

Parem que inventar, Bill Gates está aí salvando o mundo do desastre e vocês implicando com ele.

Relaxe aí, mano, vá escutar uma musiquinha.

Festa Bonita esse vídeo aí... belo show!

:coolface
 

constatine

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.429
Reações
50.810
Pontos
544
Biden’s admin now wants to charge reporters $170 for a #COVID19 test every time they come to the White House. This would effectively prohibit smaller media outlets from covering the WH.



:viraolho
É para bem deles. vai ser "proibitivo" de trabalhar, mas é para o bem desses fascistas trumpistas que são racistas porque sim.
 

Flea.

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.138
Reações
17.797
Pontos
644
c***lho mano, tava lendo o tópico e ainda tem jenios nesse fórum que acham que QAnon é brincadeira :brbr

E o melhor de tudo é que todos esses dados dos maiores bombardeios da história do oriente médio que tão rolando e o pessoal tá aqui desesperadamente tentando abafar ? Vazados pelo Q :kcool

mas é tudo teoria de conspiração gurizada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk podem seguir normalmente, nada de errado por aqui, ignorem as explosões pacifistas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Notem como vai ter uma enxurrada de canhotinho passando pano e falando de tErRaPlAnIsMo

 

Monogo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.211
Reações
56.825
Pontos
579
c***lho mano, tava lendo o tópico e ainda tem jenios nesse fórum que acham que QAnon é brincadeira :brbr

E o melhor de tudo é que todos esses dados dos maiores bombardeios da história do oriente médio que tão rolando e o pessoal tá aqui desesperadamente tentando abafar ? Vazados pelo Q :kcool

mas é tudo teoria de conspiração gurizada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk podem seguir normalmente, nada de errado por aqui, ignorem as explosões pacifistas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Notem como vai ter uma enxurrada de canhotinho passando pano e falando de tErRaPlAnIsMo

 

constatine

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.429
Reações
50.810
Pontos
544


Rand Paul vs. Genital Mutilation of Minors: Has American politics gone so far off the rails that Rand needs to bring this up during Senate confirmation hearings?
"What I am alarmed at is that you are not willing to say absolutely minors shouldn't be willing to make decisions to amputate their breasts or to amputate their genitalia."
- Rand Paul questioning Rachel Levine, February 25, 2021


"X nomeadX de Biden se recusX a responder pergunta do Sen. Rand Paul sobre se o governo deve anular o consentimento dos pais para permitir que um menor receba bloqueadores da puberdade ou amputação cirúrgica de seios ou genitais."

Ninguém responde nada.













173654
 

Rampal

Veterano
Mensagens
268
Reações
745
Pontos
113
Estou aguardando a postagem do nosso amigo pedrinho.

É diferente. O novo Migrant Facility (eu disse Migrant Facility) de Carrizo Springs idealizado pelo humanista Biden é bem diferente das PRISÕES do Trump.

A Jennifer Rene "Jen" Psaki, a atual Secretária de Imprensa da Casa Branca no governo Joe Biden, já mandou a real:

“This is not kids being kept in cages,” Psaki said at the briefing. “This is a facility that was opened that’s going to follow the same standards as other [Health and Human Services] facilities” in keeping in line with COVID-19 safety protocols. :kpaixao:kpaixao:kpaixao
E eu já fui lá e digo que é um campo muito bonito com vários beliches fofos para o conforto e segurança das crianças. Não é que nem a jaulas do Trump.




CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DO BEM
 

Flea.

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.138
Reações
17.797
Pontos
644
Mano que saudades de quando a OS não era um antro de canhotos amantes do mohamed e vagabundos, aliás desculpa não quero ferir o sentimentinho de ninguém, são iMiGrAnTeS :kbozo

Tá rolando tanta soja nessas últimas páginas que vai ter gente nascendo um 3o mamilo :kkk
 

Xenoblade

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.156
Reações
30.153
Pontos
553
Eu cantei a pedra meses atrás.

Só espero que esse bombardeio na Síria não seja m**** atirada no ventilador.
 

_alef_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.964
Reações
14.113
Pontos
553
Mano que saudades de quando a OS não era um antro de canhotos amantes do mohamed e vagabundos, aliás desculpa não quero ferir o sentimentinho de ninguém, são iMiGrAnTeS :kbozo

Tá rolando tanta soja nessas últimas páginas que vai ter gente nascendo um 3o mamilo :kkk
Aqui não tem canhoto não amigo qanion.
Aqui é uma fazenda da extrema direita cheia de gado
 

NÃOMEQUESTIONE

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.739
Reações
38.134
Pontos
599


Rand Paul vs. Genital Mutilation of Minors: Has American politics gone so far off the rails that Rand needs to bring this up during Senate confirmation hearings?
"What I am alarmed at is that you are not willing to say absolutely minors shouldn't be willing to make decisions to amputate their breasts or to amputate their genitalia."
- Rand Paul questioning Rachel Levine, February 25, 2021


"X nomeadX de Biden se recusX a responder pergunta do Sen. Rand Paul sobre se o governo deve anular o consentimento dos pais para permitir que um menor receba bloqueadores da puberdade ou amputação cirúrgica de seios ou genitais."

Ninguém responde nada.













Visualizar anexo 173654
A era da procrastinação, das meias medidas, dos expedientes que acalmam e confundem, a era dos adiamentos está chegando ao fim. No seu lugar estamos entrando na era das conseqüências!” Frase atualíssima, dita por Winston Churchill
 

Flea.

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
15.138
Reações
17.797
Pontos
644
Humanidade nasceu na era da procrastinação e vai morrer na era da procrastinação, o último humano vai procrastinar o fim da procrastinação até o tumulo
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
48.527
Reações
107.650
Pontos
989
Trump reaparece em público em conferência conservadora e insinua que tentará retornar à Casa Branca


Após mais de cinco semanas sem falar em público, o ex-presidente americano Donald Trump deu a entender neste domingo (28) que tentará voltar à Presidência em 2024.

“Eles [democratas] perderam a Casa Branca em novembro. E quem sabe, quem sabe, posso decidir derrotá-los pela terceira vez”, afirmou em discurso de encerramento da reunião da Cpac, sigla em inglês para Conferência de Ação Política Conservadora, em Orlando, na Flórida.

O republicano não fazia um discurso público desde que partiu da Casa Branca para seu resort de Mar-a-Lago, na Flórida, em 20 de janeiro —um hiato desse não ocorria havia cinco anos.

Lotado, o evento no Hotel Hyatt tem o potencial de se tornar mais um comício disseminador do coronavírus, com o público aglomerado e desafiando a ordem da prefeitura de Orlando de usar máscaras.

Banido das redes sociais e faminto por atenção, Trump discursou por por 1h30 e violou a etiqueta habitual entre ex-presidentes de não criticar seus sucessores.

Ele acusou Joe Biden de ser um desastre para o país na gestão da economia e no cancelamento de políticas que ele implementou, em imigração e política externa. “Fomos de América primeiro para América por último,” disse Trump.

Segundo ele, Biden criou uma crise de imigração ilegal, especialmente de menores desacompanhados, acusando-o de ter suspendido medidas de segurança na fronteira.

Os ataques a Biden foram tão prolongados que Trump parecia ainda estar em campanha. Disse que todo o plano de combate à pandemia do coronavírus é dele.

Ridicularizou o democrata por ter dito que não tinha encontrado estoque de vacinas ao chegar à Casa Branca. Mas disse que Biden não deveria estar mentindo porque não tem ideia do que está acontecendo, numa sugestão de que Biden é senil —o democrata tem 78 anos, e Trump, 74.

Assim como fazia em comícios, Trump falou em detalhes sobre assuntos tangentes que nada têm a ver com a conferência de conservadores, como mulheres no esporte. Repetiu mais de uma vez a falsa narrativa de que venceu a eleição de novembro passado. O público respondeu, aos gritos: “Você ganhou! Você ganhou!”.

Embora não tenha se declarado candidato oficialmente, Trump deixou claro que não abre mão de reivindicar a liderança do Partido Republicano.

O ex-presidente destacou a importância de recuperar as maiorias na Câmara e no Senado, nas eleições legislativas de 2022. E citou nominalmente todos os senadores e deputados republicanos que votaram pelo impeachment, a lista de alvos de vingança, políticos cuja reeleição vai tentar impedir abençoando outros candidatos leais.

Mas foi Trump que empurrou os republicanos para derrota expressivas, perdendo a maioria da Câmara em 2018 e a do Senado em janeiro, com o segundo turno para duas vagas de senadores na Geórgia —além de ele mesmo não conseguir se reeleger.

As pesquisas confirmam que a devoção a Trump entre republicanos é semelhante à reservada ao líder de um culto. O problema é que o partido, cuja composição demográfica já estava encolhendo ao longo dos anos, sofreu perdas com a invasão do Capitólio, insuflada justamente por Trump, em 6 de janeiro.

Pelo menos 140 mil eleitores se desligaram da legenda nas semanas seguintes ao episódio, um número que pode ser maior, porque 19 dos 50 estados americanos não identificam a filiação partidária de eleitores registrados.

Trump acumulou uma fortuna de mais de US$ 250 milhões arrecadando, via um comitê de ação política, fundos para desafiar a apuração da eleição presidencial.

Na conferência da Cpac, eleitores entrevistados por vários canais se disseram convictos de que Joe Biden não venceu, e Trump seria o presidente legítimo. No fim do discurso, ele pediu ao público para continuar doando para o mesmo comitê, “façam o que puderem”.

Esta forma de arrecadação de fundos, dizem críticos, é um golpe ardiloso para Trump usar os fundos em proveito próprio, em viagens, despesas jurídicas e outros gastos permitidos pela porosa legislação eleitoral americana.

A questão é se ele vai, mais uma vez, voltar atrás de promessas de financiar campanhas de candidatos que vier a apoiar nos estados. A campanha de reeleição torrou quase US$ 1 bilhão (R$ 5,6 bilhões) até agosto de 2020 e seguiu mancando, obrigada a cancelar anúncios e outras despesas até a derrota.

O primeiro presidente a tratar a Casa Branca como um cenário de reality show extraiu o máximo da aparição na TV.

Atrasou o início do discurso, marcado para o meio da tarde, e aumentou o suspense da chegada. Assim, teve valioso espaço grátis nos canais de cabo de direita. As redes CNN e MSNBC não transmitira o discurso ao vivo.

Ao entrar no palco, Trump passou cinco minutos passeando de um lado para o outro e bebendo a adoração da multidão. Tocou até num monstro sagrado republicano, perguntando à plateia: “Alguém alguma vez disse ‘nós te amamos’ a Ronald Reagan?”.

O plano de Trump é continuar sugando o oxigênio no território republicano e impedir a emergência de candidatos à eleição de 2024 —a fila de aspirantes é longa.

Por ora, até o senador Mitch McConnell, o mais poderoso republicano em Washington que detesta o presidente, evita cutucar a onça com a vara curta. Apesar de ter acusado Trump de ser responsável pela violência no Capitólio, disse que certamente apoiaria Donald Trump, caso ele fosse o candidato do partido em 2024.

O que McConnell não disse é se apoia a candidatura do homem que enfrenta duas investigações criminais, além de várias outras civis, e terá 78 anos em 2024.
 
Topo