O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

GTA V - Melhor trimestre da história para Take-two

yakuzz4

Supra-sumo
Mensagens
944
Reações
1.296
Pontos
194
Grand Theft Auto Online continua a render dinheiro para a Take-Two
O rendimento subiu e muito
Grand Theft Auto Online teve seu melhor trimestre de todos os tempos, rendendo muito para a publisher Take-Two Interactive.

Em comunicado sobre os rendimentos do último trimestre fiscal, a empresa registrou aumento de 72% em lucros líquidos provenientes de conteúdo digital em relação ao mesmo período do ano anterior, sendo que GTA Online foi o principal motor desse aumento, devido a "despesas recorrentes dos consumidores".




Isto se refere à compra de "moeda virtual, conteúdo adicional e microtransações", mas não é apenas em GTA Online que o público investe dinheiro. NBA 2K17 continua a trazer dinheiro para a publisher, tanto em gastos recorrentes quanto em vendas gerais, sendo que o game é o título de esportes mais vendidos de todos os tempos para a empresa.

Em declaração oficial, o diretor executivo Strauss Zelnick disse que há um novo game "de uma das maiores franquias da 2K" por vir para ajudar na renda do ano fiscal de 2019 -- que começa em maio de 2018 para a empresa --, junto com Red Dead Redemption 2

O enorme sucesso de Grand Theft Auto V e Grand Theft Auto Online pode ser uma faca de dois gumes. Em fevereiro, Grand Theft Auto V vendeu mais de 75 milhões de unidades, mas no texto oficial dos relatórios financeiros, a Take-Two disse que "determinou necessário estender a vida" do game e seu modo online "por motivos de diferimentos", isto é, atrasos ou adiamentos.

Rumores começaram a circular recentemente sobre o inevitável início da produção de Grand Theft Auto 6, mas o ator cujo currículo foi usado como evidência negou que o documento fosse real, culpando um terceiro pela informação incorreta. Considerando que GTA 5 continua a render para a Take-Two, a empresa provavelmente não está muito preocupada com uma continuação tão cedo.
 


Metal God

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
33.139
Reações
26.959
Pontos
944
Considerando que GTA 5 continua a render para a Take-Two, a empresa provavelmente não está muito preocupada com uma continuação tão cedo.
Isso é trágico pra mim. Eu não gosto da parte online. Mas a maioria vence, então não há muito o que fazer.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.003
Reações
11.256
Pontos
353
Vai fazer igual ao gordão, parar de fazer jogo.
Ainda acho que não (pelo menos não a curto-médio prazo). Apostaria apenas num maior espaçamento entre os grandes lançamentos, ainda lançando grandes e interessantes modos single-player, mas necessariamente acompanhados de um modo online robusto e "com pernas" [para quê te quero].

A iniciativa pode nos parecer desastrosa, mas ela também garante uma maior "depuração" de lançamentos, vez que eles tendem a rarear, mas também a manter a sua qualidade e a sua longevidade - o que é uma belíssima faca de dois (le)gumes, é claro. Isto dito, e por isto mesmo, esta tendência também é preocupante, visto que há uma progressiva diminuição do número de produtoras de jogos de alto orçamento no mercado.

É questionável o que poderá vir a acontecer a médio-longo prazo no mercado de AAAs. Será que nos tornaremos "de nicho" dentro dos videogames? Limitados apenas a um punhado de opções repetitivas, de modo a diminuir o risco, a insegurança e a irracionalidade deste tipo de mercado, levando, por esta "playing it safe kind of attitude", a uma saturação do mercado de triple A(s)?

Com isto, não é que eu estou dizendo categoricamente que já não há mais apreciadores de jogos single-player de longo termo, mas sim que a tendência está mais numa progressiva migração online, e em "freeware(s)" free-to-play e pay-to-win. O sucesso de GTA online, assim como o dos jogos de comunidade online no PC, quando somados à febre do free-to-play mobile e de baixo orçamento, podem precipitar o nosso bem-prezado segmento a ser um mero fator de nicho num futuro lá não muito distante.

A questão é: com a massiva migração para as comunidades (e modos) online, e sendo estas grandes produções single-player cada vez mais ambiciosas e dispendiosas, como fica a proporção/razão de custo x benefício de se apostar nestas "ultrapassadas" grandes produções gamísticas? O meu medo é justamente o do início de um fatal círculo vicioso, onde apenas poucas produções de grande monta são mantidas, e estas, por mesmo serem poucas e de alto orçamento, tornam-se repetitivas, o que fatalmente acaba(ria) por saturar e esclerosar de vez este segmento.

Você pode dizer que "isto jamais irá acontecer", vez que (obviamente) "ainda há muita gente interessada em grandes modos single-player", mas não se esqueça de que coisas muito estranhas já aconteceram antes - como na era Atari, onde um mercado pulsante e ainda cheio de interessados também conseguiu falir, sendo apenas recuperado mais tardiamente, via a Nintendo e o Super Mario. Não é que eu estou aqui "profetizando um desastre iminente", mas acho que questionamentos do tipo ainda são dignos de preocupação.
 
Ultima Edição:


pavomba

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.215
Reações
20.259
Pontos
614
Ainda acho que não (pelo menos não a curto-médio prazo). Apostaria apenas num maior espaçamento entre os grandes lançamentos, ainda lançando grandes e interessantes modos single-player, mas necessariamente acompanhados de um modo online robusto e "com pernas" [para quê te quero].

A iniciativa pode nos parecer desastrosa, mas ela também garante uma maior "depuração" de lançamentos, vez que eles tendem a rarear, mas também a manter a sua qualidade e a sua longevidade - o que é uma belíssima faca de dois (le)gumes, é claro. Isto dito, e por isto mesmo, esta tendência também é preocupante, visto que há uma progressiva diminuição do número de produtoras de jogos de alto orçamento no mercado.

É questionável o que poderá vir a acontecer a médio-longo prazo no mercado de AAAs. Será que nos tornaremos "de nicho" dentro dos videogames? Limitados apenas a um punhado de opções repetitivas, de modo a diminuir o risco, a insegurança e a irracionalidade deste tipo de mercado, levando, por esta "playing it safe kind of attitude", a uma saturação do mercado de triple A(s)?

Com isto, não é que eu estou dizendo categoricamente que já não há mais apreciadores de jogos single-player de longo termo, mas sim que a tendência está mais numa progressiva migração online, e em "freeware(s)" free-to-play e pay-to-win. O sucesso de GTA online, assim como o dos jogos de comunidade online no PC, quando somados à febre do free-to-play mobile e de baixo orçamento, podem precipitar o nosso bem-prezado segmento a ser um mero fator de nicho num futuro lá não muito distante.

A questão é: com a massiva migração para as comunidades (e modos) online, e sendo estas grandes produções single-player cada vez mais ambiciosas e dispendiosas, como fica a proporção/razão de custo x benefício de se apostar nestas "ultrapassadas" grandes produções gamísticas? O meu medo é justamente o do início de um fatal círculo vicioso, onde apenas poucas produções de grande monta são mantidas, e estas, por mesmo serem poucas e de alto orçamento, tornam-se repetitivas, o que fatalmente acaba(ria) por saturar e esclerosar de vez este segmento.

Você pode dizer que "isto jamais irá acontecer", vez que (obviamente) "ainda há muita gente interessada em grandes modos single-player", mas não se esqueça de que coisas muito estranhas já aconteceram antes - como na era Atari, onde um mercado pulsante e ainda cheio de interessados também conseguiu falir, sendo apenas recuperado mais tardiamente, via a Nintendo e o Super Mario. Não é que eu estou aqui "profetizando um desastre iminente", mas acho que questionamentos do tipo ainda são dignos de preocupação.
Eu acho que a Rockstar vai é ficar na zona de conforto que nem a Valve

Várias fontes já falaram que a Valve ficou na zona de conforto e caga e anda pra Half Life, que quando tentam reviver o pessoal de cima + Gabe cancela, pois eles ganham muito mais fazendo item pra vender pro gado, e que um impacto negativo do HL3 seria maior que um positivo.

Basicamente, estamos numa era aonde se faz jogos para o gado com as 4 palavrinhas



Aquela tranqueira de Battlegrounds já vendeu mais de 6 milhões de cópias, e todos esses jogos da imagem acima tem algo em comum, são mal otimizados, feios e nunca saem do early acess.
 

neil young

Mil pontos, LOL!
Mensagens
56.481
Reações
59.346
Pontos
1.064
O sucesso do GTAV foi a pior coisa que aconteceu na historia dos videogames.
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
90.359
Reações
196.407
Pontos
979
Ainda acho que não (pelo menos não a curto-médio prazo). Apostaria apenas num maior espaçamento entre os grandes lançamentos, ainda lançando grandes e interessantes modos single-player, mas necessariamente acompanhados de um modo online robusto e "com pernas" [para quê te quero].

A iniciativa pode nos parecer desastrosa, mas ela também garante uma maior "depuração" de lançamentos, vez que eles tendem a rarear, mas também a manter a sua qualidade e a sua longevidade - o que é uma belíssima faca de dois (le)gumes, é claro. Isto dito, e por isto mesmo, esta tendência também é preocupante, visto que há uma progressiva diminuição do número de produtoras de jogos de alto orçamento no mercado.

É questionável o que poderá vir a acontecer a médio-longo prazo no mercado de AAAs. Será que nos tornaremos "de nicho" dentro dos videogames? Limitados apenas a um punhado de opções repetitivas, de modo a diminuir o risco, a insegurança e a irracionalidade deste tipo de mercado, levando, por esta "playing it safe kind of attitude", a uma saturação do mercado de triple A(s)?

Com isto, não é que eu estou dizendo categoricamente que já não há mais apreciadores de jogos single-player de longo termo, mas sim que a tendência está mais numa progressiva migração online, e em "freeware(s)" free-to-play e pay-to-win. O sucesso de GTA online, assim como o dos jogos de comunidade online no PC, quando somados à febre do free-to-play mobile e de baixo orçamento, podem precipitar o nosso bem-prezado segmento a ser um mero fator de nicho num futuro lá não muito distante.

A questão é: com a massiva migração para as comunidades (e modos) online, e sendo estas grandes produções single-player cada vez mais ambiciosas e dispendiosas, como fica a proporção/razão de custo x benefício de se apostar nestas "ultrapassadas" grandes produções gamísticas? O meu medo é justamente o do início de um fatal círculo vicioso, onde apenas poucas produções de grande monta são mantidas, e estas, por mesmo serem poucas e de alto orçamento, tornam-se repetitivas, o que fatalmente acaba(ria) por saturar e esclerosar de vez este segmento.

Você pode dizer que "isto jamais irá acontecer", vez que (obviamente) "ainda há muita gente interessada em grandes modos single-player", mas não se esqueça de que coisas muito estranhas já aconteceram antes - como na era Atari, onde um mercado pulsante e ainda cheio de interessados também conseguiu falir, sendo apenas recuperado mais tardiamente, via a Nintendo e o Super Mario. Não é que eu estou aqui "profetizando um desastre iminente", mas acho que questionamentos do tipo ainda são dignos de preocupação.




Os poucos jogos que eles fizerem, vão achar algum jeito de meter um online.
 

Pega§us BR

Habitué da casa
Mensagens
367
Reações
331
Pontos
94
Rockstar vai abrir a loja online dela como Ea, Blizzard, Actvision. É esperar pra ver. Infelizmente isso é ruim pros consumidores.
Por que ruim se é ela que investe nos próprios jogos? Pagar uma porcentagem pra Steam/Valve ficarem criando skins de DOTA2 e CSGO? Prefiro que o dinheiro fique com quem faz jogos novos.
 

OUTKAST

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.372
Reações
51.636
Pontos
594
:klol:klol:klol:klol:klol

Vão reclamar da EA/Ubisoft que lançam todo ano a mesma b*sta vão
 

PROPHETTA

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.587
Reações
26.514
Pontos
609
Por que ruim se é ela que investe nos próprios jogos? Pagar uma porcentagem pra Steam/Valve ficarem criando skins de DOTA2 e CSGO? Prefiro que o dinheiro fique com quem faz jogos novos.
Aí é que está. Com essa política, não vão existir novos jogos. Só vão ficar lançando material pro online e dando suporte pro online.
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
39.785
Reações
67.746
Pontos
849
Aquela tranqueira de Battlegrounds já vendeu mais de 6 milhões de cópias, e todos esses jogos da imagem acima tem algo em comum, são mal otimizados, feios e nunca saem do early acess.
Vendeu pq o jogo é bom, de onde tu tirou que é uma tranqueira?

Esse jogo é basicamente o Counter Strike dessa geração, é divertidíssimo.
 

pavomba

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.215
Reações
20.259
Pontos
614
Vendeu pq o jogo é bom, de onde tu tirou que é uma tranqueira?

Esse jogo é basicamente o Counter Strike dessa geração, é divertidíssimo.
Já vi essa história antes e se chama Day Z, Ark e por ai vai

-Jogo lança em Early Acess e no começo é divertido, mas é pesado e bugado
-Passa o tempo e o jogo ainda continua pesado e bugado
-Updates inuteis
-Com o passar do tempo o jogo começa a receber DLC sem ter sido finalizado
-Começam a meter o pau no jogo.
 

fusca0km

Bam-bam-bam
Mensagens
5.349
Reações
6.625
Pontos
389
Tenho o jogo pra PS3 e PS4. Comprei no lançamento e até hoje não passei do assalto a joalheria.
Será que falta muito pra terminar o jogo ??:kkk


A RockStar merece o sucesso. O jogo já é velho mas ninguém se enjoa dele.
 

Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
39.785
Reações
67.746
Pontos
849
Já vi essa história antes e se chama Day Z, Ark e por ai vai

-Jogo lança em Early Acess e no começo é divertido, mas é pesado e bugado
-Passa o tempo e o jogo ainda continua pesado e bugado
-Updates inuteis
-Com o passar do tempo o jogo começa a receber DLC sem ter sido finalizado
-Começam a meter o pau no jogo.
E pelo visto tu nem conhece o jogo né?

Ce gastou meia duzia de linha com justificativa genérica pra falar que o jogo é porcaria e aparentemente tu nem sabe como ele é.
 
Ultima Edição:

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.003
Reações
11.256
Pontos
353



Os poucos jogos que eles fizerem, vão achar algum jeito de meter um online.
Mas foi exatamente isso o que eu falei, tortas: poucos (e espaçados) jogos, e com um modo online robusto e longevo - ou seja, de 2013 para cá, "seremos todos GTA" (ainda mais do que já somos).
 

sanchies

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.839
Reações
33.388
Pontos
553
Vai fazer igual ao gordão, parar de fazer jogo.
Só sabe fazer chapeuzinho e pintura de arminha. Agora a rockstar se continuar assim, vai até cancelar GTA VI e os outros jogos que poderiam ter projeto.

Rockstar vai abrir a loja online dela como Ea, Blizzard, Actvision. É esperar pra ver. Infelizmente isso é ruim pros consumidores.
Problema nenhum em abrir uma loja própria, aliás ela já até faz isso, com o Rockstar Social Club, mas que como sempre tem uma péssima usabilidade.
 

pavomba

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.215
Reações
20.259
Pontos
614
E pelo visto tu nem conhece o jogo né?

Ce gastou meia duzia de linha com justificativa genérica pra falar que o jogo é porcaria e aparentemente tu nem sabe como ele é.
Mano, eu nem questionei o fato de ser divertido ou não, e sim que o estilo e a ética de produção e venda desses games são as piores de todas e que não devem ser seguidas.

Eu gosto de Land of the Dead e outros jogos considerados ruins, e mesmo assim sei dos problemas e que não devem ser incentivados a continuarem assim, e sim manter o que fazem de certo e corrigir o errado.
 

neil young

Mil pontos, LOL!
Mensagens
56.481
Reações
59.346
Pontos
1.064
Estou mentindo?

Qual foi o ultimo jogo da rockstar depois de 2013?

Para ter uma ideia, 2013 comecei a faculdade e agora 2017 estou terminando a faculdade e a rockstar não entregou nenhum outro jogo. Nem jogo de tenis de mesa kkkkkk
 

Mechamorafa

Bam-bam-bam
Mensagens
6.669
Reações
13.406
Pontos
374
Estou mentindo?

Qual foi o ultimo jogo da rockstar depois de 2013?

Para ter uma ideia, 2013 comecei a faculdade e agora 2017 estou terminando a faculdade e a rockstar não entregou nenhum outro jogo. Nem jogo de tenis de mesa kkkkkk
Não está mentindo, está exagerando e muito.

Realmente 4 anos sem um jogo novo da Rockstar é algo inédito, mas dizer que é a "pior coisa que já aconteceu na historia dos videogames" é mais do que drama. rs

Como achei LA Noire e Max Payne 3 medíocres, acho bom que estejam focando em GTA e RDR.
 

Ash Fury

Bam-bam-bam
Mensagens
755
Reações
2.454
Pontos
283
Já vi essa história antes e se chama Day Z, Ark e por ai vai

-Jogo lança em Early Acess e no começo é divertido, mas é pesado e bugado
-Passa o tempo e o jogo ainda continua pesado e bugado
-Updates inuteis
-Com o passar do tempo o jogo começa a receber DLC sem ter sido finalizado
-Começam a meter o pau no jogo.
Considerando que o jogo já passou de analises ligeiramente positivas para neutras na steam
 

neil young

Mil pontos, LOL!
Mensagens
56.481
Reações
59.346
Pontos
1.064
Não está mentindo, está exagerando e muito.

Realmente 4 anos sem um jogo novo da Rockstar é algo inédito, mas dizer que é a "pior coisa que já aconteceu na historia dos videogames" é mais do que drama. rs

Como achei LA Noire e Max Payne 3 medíocres, acho bom que estejam focando em GTA e RDR.
Talvez seja a pior coisa que aconteceu na historia dos videogames na minha perspectiva porque eu sinto que os anos que a rockstar estava a todo vapor para mim foram anos dourados. Era jogão todo ano. (a fase do PS2 e PS3)
 

Ultima Weapon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.700
Reações
20.111
Pontos
629
E pensar que a Rockstar já foi uma grande produtora de jogos. É a vida, outras ocuparão seu espaço.
 
Topo