O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Homeschooling - Agora vai?

Ghim

Bam-bam-bam
Mensagens
9.710
Reações
15.744
Pontos
474
Sem necessidade de lacração.

Não vai encontrar um post meu neste fórum defendendo alguma pauta de minoria.
certamente nao vou ir procurando, entao vou confiar na tua palavra nisso. mas se eu tô enganado, me fala aí que contexto é esse que faz a defesa das minorias valerem mas não para esse caso
 


Makenshi

Bam-bam-bam
Mensagens
8.515
Reações
8.268
Pontos
474
Como disseram e é sempre bom reafirmar: a adoção do homeschooling será opcional. E é ótimo que seja assim. E é ótimo que seja com critérios bem fundamentados e rigorosos. Talvez na adolescência esses critérios poderiam ser um pouco suavizados, afinal é uma fase que, caso a pessoa em processo já esteja acostumada com esta modalidade, o próprio aluno adolescente vai aperfeiçoar o seu domínio de pesquisa e reger uma parte considerável de seu próprio aprendizado, cabendo aos pais somente fiscalizar isto. Contudo, na etapa inicial de ensino, é fundamental que existam estes critérios.

E a chance do homeschooling se popularizar é próxima de zero. Como já adiantaram aqui, a maior parte dos pais não vê a hora do retorno da criança para a escola.
Contudo, é importante deixar esta opção para a parcela da população que prefira utilizá-la.
Post extremamente sensato, parabéns. Os grifos são apenas para destacar o que eu ia postar também.
 

DanielMF

Bam-bam-bam
Mensagens
4.622
Reações
8.178
Pontos
288
certamente nao vou ir procurando, entao vou confiar na tua palavra nisso. mas se eu tô enganado, me fala aí que contexto é esse que faz a defesa das minorias valerem mas não para esse caso
Tem dois contextos.

Primeiro, o contexto do país. Temos uma grave crise sanitária, econômica e social que demanda foco total pelo menos até o final de 2021. Neste caso, independentemente de qual pauta minoritária seja, não é a hora.

Segundo, o contexto da própria pauta. Como eu disse, a educação está uma m**** para a maioria e ainda segue sem perspectiva de melhoras, pelo contrário, há um agravamento por causa da pandemia. É prioritário colocar a educação brasileira no rumo certo antes de lidar com temas laterais, como o homeschooling.

O contexto aceitável, nesse segundo caso, seria quando está ok para a maioria, e existe uma minoria esquecida ou deixada de lado em sua pauta. Por exemplo, a união homoafetiva era uma pauta de um grupo deixado de lado nesse assunto, enquanto a maioria heterossexual sempre teve o seu direito ao casamento garantido.

Essa é apenas a minha opinião. É legítimo que quem é a favor, defenda a deliberação imediata da pauta, mas também é legítimo defender prioridades para o momento atual. É o que faz sentido para mim.
 

Ghim

Bam-bam-bam
Mensagens
9.710
Reações
15.744
Pontos
474
Tem dois contextos.

Primeiro, o contexto do país. Temos uma grave crise sanitária, econômica e social que demanda foco total pelo menos até o final de 2021. Neste caso, independentemente de qual pauta minoritária seja, não é a hora.

Segundo, o contexto da própria pauta. Como eu disse, a educação está uma m**** para a maioria e ainda segue sem perspectiva de melhoras, pelo contrário, há um agravamento por causa da pandemia. É prioritário colocar a educação brasileira no rumo certo antes de lidar com temas laterais, como o homeschooling.

O contexto aceitável, nesse segundo caso, seria quando está ok para a maioria, e existe uma minoria esquecida ou deixada de lado em sua pauta. Por exemplo, a união homoafetiva era uma pauta de um grupo deixado de lado nesse assunto, enquanto a maioria heterossexual sempre teve o seu direito ao casamento garantido.

Essa é apenas a minha opinião. É legítimo que quem é a favor, defenda a deliberação imediata da pauta, mas também é legítimo defender prioridades para o momento atual. É o que faz sentido para mim.
1) Você está dizendo que num contexto em que as escolas estão fechadas e/ou os professores se recusam a dar aulas (não sei como está no seu estado), em que há risco sanitário de se frequentar o colégio e em que as pessoas estão sendo requisitadas a ficar em casa, não é uma boa hora para se autorizar que o ensino doméstico?!
o Estado fecha as escolas, te manda ficar em casa, e não é uma boa hora para autorizar que as crinças sejam educadas em casa? :keehk

2) Você também está dizendo que uma vez que a educação brasileira é muito ruim, não devemos permitir que as pessoas resolvam o problema por si mesmas em sua casa, e devemos condenar as crianças a ter educação ruim. Tipo, tu sequer percebe o que tu tá dizendo?!
"A educação brasileira é muito ruim, logo, vamos proibir que as pessoas com condições eduquem as crianças em casa para que elas fiquem usando o nosso sistema ruim e usem mais dos nossos recursos"
É um TOTAL ABSURDO
Você conseguiu a proeza de misturar lógica circular com ciclo vicioso

3) supondo que não houvesse pandemia e a educação pública fosse aceitável, estaria tudo bem aprovar o projeto então?
 

DanielMF

Bam-bam-bam
Mensagens
4.622
Reações
8.178
Pontos
288
1) Você está dizendo que num contexto em que as escolas estão fechadas e/ou os professores se recusam a dar aulas (não sei como está no seu estado), em que há risco sanitário de se frequentar o colégio e em que as pessoas estão sendo requisitadas a ficar em casa, não é uma boa hora para se autorizar que o ensino doméstico?!
o Estado fecha as escolas, te manda ficar em casa, e não é uma boa hora para autorizar que as crinças sejam educadas em casa? :keehk

2) Você também está dizendo que uma vez que a educação brasileira é muito ruim, não devemos permitir que as pessoas resolvam o problema por si mesmas em sua casa, e devemos condenar as crianças a ter educação ruim. Tipo, tu sequer percebe o que tu tá dizendo?!
"A educação brasileira é muito ruim, logo, vamos proibir que as pessoas com condições eduquem as crianças em casa para que elas fiquem usando o nosso sistema ruim e usem mais dos nossos recursos"
É um TOTAL ABSURDO
Você conseguiu a proeza de misturar lógica circular com ciclo vicioso

3) supondo que não houvesse pandemia e a educação pública fosse aceitável, estaria tudo bem aprovar o projeto então?
1) As escolas já estão abrindo aos poucos, e a tendência é que logo voltem totalmente a ser presencial. Até que esse projeto fosse aprovado, e os país se organizassem para esse tipo de ensino, as escolas já estarão funcionando normalmente.

2) Se não tivermos prioridade, estaremos condenando a maioria a permanecer neste ensino público ruim. Dois anos e meio de governo, e nada de ação concreta para melhorar o ensino público, e agora querem o homeschooling? Antes de tudo, tem que ser cobrado uma agenda de reformas e políticas para a melhoria do ensino público! Cadê?

Quando começarem a tocar uma agenda e quiserem incluir o homeschooling no meio, ok. Mas não há agenda!

3) Para mim estaria tudo bem conforme as minhas postagens anteriores, sendo garantido uma socialização razoável às crianças.
 

Killer Queen

Bam-bam-bam
Mensagens
2.272
Reações
1.308
Pontos
239
Homeschooling, assim como qualquer outra coisa, deve ser desregulado. Ninguém pode ser dono de ninguém, mas o estado acha que é dono de você e dos seus filhos e quer ditar como você vai viver e como criar sua família. Cabe a quem tenha a guarda ou tutoria da criança escolher aquilo que é melhor para ela até que esse indivíduo amadureça e seja capaz de escolher o que é melhor para ele mesmo. Não existe fórmula mágica para se educar alguém, cada pessoa é de um jeito diferente, centralizar as decisões sobre o destino de milhões de pessoas é autoritário e criminoso.

Interferir no livre-arbítrio de outrem é julgá-lo inapto para tomar as próprias decisões, tornando-o dependente de uma instituição criminosa como o estado. Mesmo a preocupação sobre a socialização, o aprendizado e outras questões inerentes à educação sendo legítimas, não podemos obrigar pessoas a fazerem algo que não prejudique a propriedade privada delas. Se assim fosse, seríamos obrigados a interferir no quanto de bebida alcoólica alguém pode consumir, proibir alimentação prejudicial à saúde, falta de atividade física, interferir no volume do fone de ouvido alheio, até mesmo criar leis proibindo o suicídio, tudo isso pensando no bem-estar de cada indivíduo e tentando protegê-lo de si mesmo. Se vale para uma situação, seria hipocrisia haver uma régua moral que podemos levantar ou baixar para atender ao interesse de um indivíduo sobre a coletividade, de qualquer forma sendo um crime contra a liberdade de indivíduos pacíficos.

Por isto o argumento deve ser da ética da liberdade. Não é porque você acha que algo é melhor para você que devemos obrigar outros, sob ameaça de violência estatal (multa, prisão, sequestro de bens), a fazer aquilo que você acha que é melhor para eles, e isto vale para tudo, não só educação formal.
 


Monogo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.697
Reações
59.644
Pontos
579
Nao vejo problema algum em deixa isso como opção, nunca entendi a motivacao pra ser contra, tirando os fanaticos ideologicos

Problema seria se fosse forçado.

E se no fim, isso se resume a vc passar numa prova, entao tanto faz a origem.
 

Ghim

Bam-bam-bam
Mensagens
9.710
Reações
15.744
Pontos
474
1) As escolas já estão abrindo aos poucos, e a tendência é que logo voltem totalmente a ser presencial. Até que esse projeto fosse aprovado, e os país se organizassem para esse tipo de ensino, as escolas já estarão funcionando normalmente.
Pra você ver como você faz malabarismo. Primeiro fala que a pandemia deixa o contexto caótico e que não é hora do projeto do homeschooling. Aí quando demonstro que o contexto é justamente o ideal para um projeto de homeschooling, você fala que a situação já está voltando ao funcionamento normal. Bem, então se as coisas estão se encaminhando para a normalidade, então não há porque seguir trancando o projeto.


2) Se não tivermos prioridade, estaremos condenando a maioria a permanecer neste ensino público ruim. Dois anos e meio de governo, e nada de ação concreta para melhorar o ensino público, e agora querem o homeschooling? Antes de tudo, tem que ser cobrado uma agenda de reformas e políticas para a melhoria do ensino público! Cadê?

Quando começarem a tocar uma agenda e quiserem incluir o homeschooling no meio, ok. Mas não há agenda!


Percebe que sempre haverão prioridades da maioria sobre a minoria, a não ser que vivamos numa sociedade quase perfeita.
Para que falar de aborto (quem aborta é uma minoria) se o SUS está um caco?
Para que falar de casamento gay se existe um problema tão sério como violência doméstica?

Aliás, se você fosse coerente com seu próprio argumento, tu deveria ser minarquista (no mínimo). Afinal, se elegermos como prioridade Saúde, Educação e Segurança, e uma vez que estamos muito mal nas 3 coisas, deveríamos então concentrar os recursos do Estado nessas áreas e deixar o resto para fora do escopo estatal, afinal "É prioritário colocar a educação brasileira no rumo certo antes de lidar com temas laterais".


Sobre não haver uma agenda para o ensino público, bem, só mais um motivo de porque não devemos deixar unicamente ao Estado a nossa educação

3) Para mim estaria tudo bem conforme as minhas postagens anteriores, sendo garantido uma socialização razoável às crianças.
Se pra ti tudo bem então melhor aprovar logo o projeto, aí isso fica para trás e pode-se focar no ensino público, já que tu acha que esse projeto desvia a atenção do que é prioridade
 

DanielMF

Bam-bam-bam
Mensagens
4.622
Reações
8.178
Pontos
288
Pra você ver como você faz malabarismo. Primeiro fala que a pandemia deixa o contexto caótico e que não é hora do projeto do homeschooling. Aí quando demonstro que o contexto é justamente o ideal para um projeto de homeschooling, você fala que a situação já está voltando ao funcionamento normal. Bem, então se as coisas estão se encaminhando para a normalidade, então não há porque seguir trancando o projeto.
Você que está fazendo o malabarismo.

Eu constatei um fato, até esse projeto ser aprovado e aplicado na prática, levará vários meses, e como já temos um ano letivo vigente, seria para o ano que vem (mesmo se for aprovada agora). Mas a pandemia ainda está muito grave no Brasil hoje.

O que você propõe não tem nenhuma possibilidade de acontecer na prática, aprovar o projeto agora e já aplica-lo na prática enquanto a pandemia ainda afeta as escolas.

Além de que eu me referi a crise sanitária, econômica e social também.
ercebe que sempre haverão prioridades da maioria sobre a minoria, a não ser que vivamos numa sociedade quase perfeita.
Para que falar de aborto (quem aborta é uma minoria) se o SUS está um caco?
Para que falar de casamento gay se existe um problema tão sério como violência doméstica?

Aliás, se você fosse coerente com seu próprio argumento, tu deveria ser minarquista (no mínimo). Afinal, se elegermos como prioridade Saúde, Educação e Segurança, e uma vez que estamos muito mal nas 3 coisas, deveríamos então concentrar os recursos do Estado nessas áreas e deixar o resto para fora do escopo estatal, afinal "É prioritário colocar a educação brasileira no rumo certo antes de lidar com temas laterais".


Sobre não haver uma agenda para o ensino público, bem, só mais um motivo de porque não devemos deixar unicamente ao Estado a nossa educação
Sempre existe prioridade, mas isso não significa que outras pautas não possam andar junto.

O que nem sempre existe, é momento de profunda crise social, econômica e sanitária. Eu já falei, se esse tema fosse tratado em 2022, seria outra história. Ou se tivesse sido tratado no segundo semestre de 2019, também.

Essa é a minha opinião, oras. Você tem a sua, eu só acho que esse tema e qualquer outro tema que não tem urgência dentro do contexto da crise, deveria ser deixado pelo menos para 2022.

Se pra ti tudo bem então melhor aprovar logo o projeto, aí isso fica para trás e pode-se focar no ensino público, já que tu acha que esse projeto desvia a atenção do que é prioridade
"Aprovar logo" não, tem que aprovar um projeto bem elaborado e devidamente deliberado e discutido na Câmara.
 

DanielMF

Bam-bam-bam
Mensagens
4.622
Reações
8.178
Pontos
288
Estão vamos acabar com todas as políticas pró LGBT pra ontem!
Eu não falei de "acabar com políticas".

Eu só disse que no momento atual da crise que vivemos, não devemos priorizar medidas sem urgência nesse contexto da crise, ainda mais para uma minoria. Pautas LGBT (nem sei quais são) certamente também não deveriam ser tratados no momento.

A própria CPI não deveria estar ocorrendo agora, para ser justo.
 

Putinzao

Veterano
Mensagens
269
Reações
1.157
Pontos
143
A Menina que fez homeschooling e foi impedida por juízes lixosos daqui,ganhou bolsa e vai pros EUA.
Chupa Brasil!!

 

Darkx1

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
23.647
Reações
52.445
Pontos
544
A Menina que fez homeschooling e foi impedida por juízes lixosos daqui,ganhou bolsa e vai pros EUA.
Chupa Brasil!!

É parecido com aquele caso da cientista que foi embora do Brasil ha algum tempo.


A menina em questão precisava de um ensino próprio, pois tem um grau de autismo. O Brasil não sabe investir nas suas mentes.
 
Topo Fundo