O que há de Novo?
Fórum Outer Space - O maior fórum de games do Brasil

Registre uma conta gratuita hoje para se tornar um membro! Uma vez conectado, você poderá participar neste site adicionando seus próprios tópicos e postagens, além de se conectar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada!

  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

[JAMES BOND 007 - TÓPICO OFICIAL] Catálogo de 007 disponível no Prime Video

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
Uma pena, já que as filmagens estavam próximas de começar.

O motivo alegado foi de diferenças criativas.

 


Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.951
Reações
68.770
Pontos
753
Uma pena, já que as filmagens estavam próximas de começar.

O motivo alegado foi de diferenças criativas.



Vendo a lista de direções dele a maioria tem aquela visão particular britânica que deixa muitos filmes chatos. 007 atual já tem uma pegada ação norte americana na estruturação do filme.
O jeito de dirigir britânico mesmo tendo filmes bons te da uma sensação amarga em algum momento.
 
Ultima Edição:

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
Saíram mais informações

Diferenças criativas, restrições e desentendimentos. Saiba o que pode ter afastado Danny Boyle da direção de Bond 25
0
POR MARCOS KONTZE EM 23 DE AGOSTO DE 2018BOND 25, NOTÍCIAS GERAIS


A notícia da saída de Danny Boyle da direção de Bond 25 na terça-feira (21) pegou não só os fãs, mas todo mundo de surpresa. Faltando pouco mais de três meses para o início das filmagens, o destino da produção agora parece incerto.


Oficialmente, “diferenças criativas” foram as razões que levaram a desistência de Boyle do projeto, conforme publicado nas redes sociais da franquia. No entanto, informações de tabloides ingleses e pessoas supostamente ligadas a produção apontam que outros motivos podem ter sido relevantes para o premiado diretor de “Quem Quer Ser Um Milionário?”, “A Praia” e “Trainspotting”, abandonar o barco.

Danny-Boyle_MadridT2.jpg

Danny Boyle © Foto: Juan Naharro Gimenez (Getty Images)

Embora a “grande ideia” que teria convencido a EON Productions a abandonar o script originalmente escrito por Neal Purvis e Robert Wade, e seguir em frente com a história de John Hodge, foi justamente esse roteiro um dos principais motivos da desavença, segundo o The Telegraph. Michael G. Wilson e Barbara Broccoli estariam insatisfeitos com a insistência de concentrar a trama em tensões políticas com a Rússia em um tipo de Guerra Fria contemporânea.

Tomasz-Kot.jpg

Tomasz Kot © WOJTAL

Entretanto, uma fonte ligada ao jornal revelou que outro fator determinante teriam sido as restrições impostas durante a escolha do elenco, entre elas, a recusa pelo ator polonês Tomasz Kot, que participou de testes de câmera com Danny Boyle. Kot estava sendo testado para ser o vilão principal do filme, e segundo sua representante, o ator de 41 anos reinterpretou diálogos dos últimos vilões da franquia.

Como se isso não bastasse, ainda segundo a publicação, constantes desentendimentos entre Daniel Craig e Danny Boyle podem ter sido a causa definitiva do afastamento do diretor.

“Craig tem uma papel importante em todas as escolhas do elenco. Nenhuma das Bond Girls foi escolhida sem que ele participasse”,revelou a fonte. “Por exemplo, ele foi decisivo na escolha de Eva Green quando restavam apenas quatro finalistas. E tem sido assim com todas as Bond Girls com quem ele trabalhou.”

O que esperar de agora em diante?
Apesar das especulações de que os problemas com a produção poderiam também acarretar na saída de Daniel Craig do papel. Vale destacar que desde 007 Contra SPECTRE, o ator também exerce a função de co-produtor ao lado de Andrew Noakes e David Pope, e justamente por causa disso seu nome também constava no anúncio feito essa semana.

Entretanto, com a saída de Danny Boyle, outra dúvida que surgiu imediatamente foi sobre a permanência do roteirista John Hodge. Embora o anúncio tenha mencionado apenas Boyle, parecia inevitável que Hodge (e outros membros da produção) também fossem desligados de Bond 25. De acordo com Mirror, uma representante do escritor confirmou as suspeitas: “Não, ele não está mais trabalhando no projeto”.

jbbr_SPECTRE_Elenco_DanielCraig.jpg

007 Contra SPECTRE © 2015 Danjaq LLC, United Artists Corporation, Columbia Pictures Industries Inc.

O que não ficou claro, é se os produtores agora vão permanecer com o polêmico roteiro de Boyle/Hodge, ou se voltarão para a história desenvolvida por Purvis e Wade, dupla de roteiristas que está na franquia desde 1999.

Até agora, nada foi dito sobre atrasos no lançamento e o filme segue previsto para os dias 25 de outubro de 2019 no Reino Unido e 08 de novembro de 2019 nos Estados Unidos. Ainda assim, especialistas da indústria afirmam que encontrar um novo diretor a tempo de lançar o filme antes de 2020, parece improvável, o que resultaria em um intervalo de cinco anos desde que vimos Bond na telona pela última vez.

There’s no news, like bad news.
Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/2018/08/o-que-pode-ter-afastado-danny-boyle-de-bond-25/
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.951
Reações
68.770
Pontos
753
Saíram mais informações

Diferenças criativas, restrições e desentendimentos. Saiba o que pode ter afastado Danny Boyle da direção de Bond 25
0
POR MARCOS KONTZE EM 23 DE AGOSTO DE 2018BOND 25, NOTÍCIAS GERAIS


A notícia da saída de Danny Boyle da direção de Bond 25 na terça-feira (21) pegou não só os fãs, mas todo mundo de surpresa. Faltando pouco mais de três meses para o início das filmagens, o destino da produção agora parece incerto.


Oficialmente, “diferenças criativas” foram as razões que levaram a desistência de Boyle do projeto, conforme publicado nas redes sociais da franquia. No entanto, informações de tabloides ingleses e pessoas supostamente ligadas a produção apontam que outros motivos podem ter sido relevantes para o premiado diretor de “Quem Quer Ser Um Milionário?”, “A Praia” e “Trainspotting”, abandonar o barco.

Danny-Boyle_MadridT2.jpg

Danny Boyle © Foto: Juan Naharro Gimenez (Getty Images)

Embora a “grande ideia” que teria convencido a EON Productions a abandonar o script originalmente escrito por Neal Purvis e Robert Wade, e seguir em frente com a história de John Hodge, foi justamente esse roteiro um dos principais motivos da desavença, segundo o The Telegraph. Michael G. Wilson e Barbara Broccoli estariam insatisfeitos com a insistência de concentrar a trama em tensões políticas com a Rússia em um tipo de Guerra Fria contemporânea.

Tomasz-Kot.jpg

Tomasz Kot © WOJTAL

Entretanto, uma fonte ligada ao jornal revelou que outro fator determinante teriam sido as restrições impostas durante a escolha do elenco, entre elas, a recusa pelo ator polonês Tomasz Kot, que participou de testes de câmera com Danny Boyle. Kot estava sendo testado para ser o vilão principal do filme, e segundo sua representante, o ator de 41 anos reinterpretou diálogos dos últimos vilões da franquia.

Como se isso não bastasse, ainda segundo a publicação, constantes desentendimentos entre Daniel Craig e Danny Boyle podem ter sido a causa definitiva do afastamento do diretor.

“Craig tem uma papel importante em todas as escolhas do elenco. Nenhuma das Bond Girls foi escolhida sem que ele participasse”,revelou a fonte. “Por exemplo, ele foi decisivo na escolha de Eva Green quando restavam apenas quatro finalistas. E tem sido assim com todas as Bond Girls com quem ele trabalhou.”

O que esperar de agora em diante?
Apesar das especulações de que os problemas com a produção poderiam também acarretar na saída de Daniel Craig do papel. Vale destacar que desde 007 Contra SPECTRE, o ator também exerce a função de co-produtor ao lado de Andrew Noakes e David Pope, e justamente por causa disso seu nome também constava no anúncio feito essa semana.

Entretanto, com a saída de Danny Boyle, outra dúvida que surgiu imediatamente foi sobre a permanência do roteirista John Hodge. Embora o anúncio tenha mencionado apenas Boyle, parecia inevitável que Hodge (e outros membros da produção) também fossem desligados de Bond 25. De acordo com Mirror, uma representante do escritor confirmou as suspeitas: “Não, ele não está mais trabalhando no projeto”.

jbbr_SPECTRE_Elenco_DanielCraig.jpg

007 Contra SPECTRE © 2015 Danjaq LLC, United Artists Corporation, Columbia Pictures Industries Inc.

O que não ficou claro, é se os produtores agora vão permanecer com o polêmico roteiro de Boyle/Hodge, ou se voltarão para a história desenvolvida por Purvis e Wade, dupla de roteiristas que está na franquia desde 1999.

Até agora, nada foi dito sobre atrasos no lançamento e o filme segue previsto para os dias 25 de outubro de 2019 no Reino Unido e 08 de novembro de 2019 nos Estados Unidos. Ainda assim, especialistas da indústria afirmam que encontrar um novo diretor a tempo de lançar o filme antes de 2020, parece improvável, o que resultaria em um intervalo de cinco anos desde que vimos Bond na telona pela última vez.

There’s no news, like bad news.
Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/2018/08/o-que-pode-ter-afastado-danny-boyle-de-bond-25/

Porra acho que sairia coisa boa com esse diretor, tensão com a Rússia e pela foto o vilão tem presença, agora se atua bem é outros 500, Daniel Craig deve assinar um filme medíocre de despedida.
O Craig só deve querer aparecer.
 
Ultima Edição:

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
Danny Boyle teria saído de Bond 25 porque queriam matar 007

POR BRUNO PORCIUNCULA EM 28 DE AGOSTO DE 2018

Danny Boyle teria deixado Bond 25 por uma ideia dos produtores: eles queriam matar James Bond. Segundo fontes ouvidas pelo The Sun, a produtora Barbara Broccoli e Daniel Craig teriam a ideia de Bond morrer em um “final espetacular”.

O diretor teria classificado a ideia como “ridícula” e discutido com Broccoli e Craig sobre o assassinato de Bond de uma forma dramática no final. “Também deixaria o final aberto para uma reviravolta, Bond não teria realmente morrido ou poderia haver uma “regeneração” como as do Doctor Who, com um novo ator”, revelou uma fonte.
As fontes do The Sun também revelaram que a equipe de filmagem está preocupada com um possível atraso, o que envolveria também um hiato no trabalho deles, e, com isso, nada de pagamento.

Uma possível morte de James Bond já foi tratada no livro A Morte no Japão. Como todos sabem, ele voltou no livro seguinte, 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro desmemoriado após passar meses sofrendo lavagem cerebral dos inimigos. Na obra, ele volta ao MI6 com a missão de matar M. Após falhar, o MI6 o traz de volta à realidade e o velho 007 é enviado para enfrentar Francisco Scaramanga.

O possível título de Bond 25, Shatterhand, também remete ao livro A Morte no Japão, mas fontes revelaram que o filme pode ser um remake de 007 – A Serviço Secreto De Sua Majestade.

Ou seja, Bond 25, que tem estreia prevista para novembro de 2019, ainda está com uma imensa confusão em seus bastidores.

Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/2018/08/danny-boyle-teria-bond-25-queriam-matar-007/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Que bom que foi por água abaixo esse papo de "regeneração Doctor Who". Péssima ideia.
 

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
Produtores queriam saída do roteirista John Hodge de Bond 25
POR BRUNO PORCIUNCULA EM 3 DE SETEMBRO DE 2018BOND 25
Surgiu mais um motivo para Danny Boyle ter deixado a direção de Bond 25. Após falarem que uma possível morte de Bond no final teria desagradado o diretor, o colunista Baz Bamigboye, do The Daily Mail, revelou que o motivo da saída de Boyle seria porque os produtores e Daniel Craig queriam substituir o roteirista John Hodge.

John Hodge é roteirista de confiança de Danny Boyle, que desde o início atrelou a participação dele em Bond 25 com a utilização do roteiro de Hodge, que teria retornado com o tema de Guerra Fria em Bond 25“Cova Rasa”, Trainspotting 1 e 2 e “A Praia”.
O motivo, a essa altura, é o menos importante. O que importa agora é ver quais os novos rumos da franquia, que também tem Daniel Craig como uma das “mentes” por trás dos filmes.

Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/201...am-saida-do-roteirista-john-hodge-de-bond-25/
 


Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
Cary Joji Fukunaga é o novo diretor de Bond 25
POR BRUNO PORCIUNCULA EM 20/09/2018

O americano Cary Joji Fukunaga foi anunciado nesta quinta-feira, 20, como diretor de Bond 25, que ganhou uma nova data de lançamento: 14 de fevereiro de 2020. As filmagens começam no dia 4 de março de 2019.
“Estamos encantados em trabalhar com Cary. Sua versatilidade e inovação fazem dele uma excelente escolha para a nossa próxima aventura de James Bond“, disse Barbara Broccoli e Michael G. Wilsonatravés de comunicado.

Fukunaga dirigiu os filmes Jane Eyre e Beasts of No Nation (com Idris Alba), além da primeira temporada de True Detective, pelo qual ganhou o Emmy em 2014. Seu primeiro filme, Sin Nombre, lhe rendeu o prêmio de direção no Sundance em 2009. Ele também é o diretor e roteirista de Maniac, série com Emma Stone e Jonah Hill que vai estrear nesta sexta-feira, 21, na Netflix.
beasts-of-no-nation-cary-fukunaga-01750r1.jpg

Cary Joji Fukunaga dirige Idris Alba em “Beasts of No Nation”

Fukunaga também escreveu a adaptação de It: A Coisa e alguns episódios da série O Alienista (Netflix). Ou seja, não será surpresa se ele contribuir com o roteiro de Bond 25 escrito por Neal Purvis e Robert Wade.

O nome do diretor surpreende, já que nunca apareceu como cotado para assumir o cargo deixado por Danny Boyle após diferenças criativas.

Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/2018/09/cary-joji-fukunaga-e-o-novo-diretor-de-bond-25/
 

billpower

Power Poster
Mensagens
45.214
Reações
36.197
Pontos
989
O Danny Boyle queria festivalizar 007, melhor não. Deixa o filme com a característica base dele de ser um blockbuster.
 
Ultima Edição:

TrevorPhilips

Veterano
Mensagens
829
Reações
921
Pontos
123
filmaço que ele dirigiu...é bom dar uma respirada diferente mas mantendo a pegada mais realista linha bourne..
 

doraemondigimon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.780
Reações
18.255
Pontos
619
queria um 007 no estilo do Cassino Royale...

Diga assim: "Eu queria um 007 incorporando o estilo criado no primeiro filme "Kingsman - Serviço Secreto", um suspense e ação incorporados (com uma perseguição de carros no estilo de Bullit) e, pra terminar, algo que pudesse ser uma pseudo continuação de 007 - Moonraker.

Daí, seria o filme perfeito!
 

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
Léa Seydoux vai reprisar seu papel como Madeleine Swann em Bond 25
Filme vai quebrar a tradição da franquia de não repetir a "Bond Girl"
Modo noturnoPublicado em7 de dezembro de 2018 às 18h56
lea-seydoux-bond-25-760x428.jpg

Cary Fukunaga anunciou recentemente que Léa Seydoux vai reprisar seu papel como Madeleine Swann em Bond 25, o que quebra a tradição da franquia de não repetir a “Bond Girl”. A informação é do Deadline.
Além da atriz, o retorno de Ralph Fiennes, Ben Whishaw e Naomie Harristambém foram confirmados, mas isso já era esperado uma vez que eles interpretam os icônicos M, Q e Moneypenny, respectivamente.
Neal Purvis e Robert Wade assinam o roteiro, mas o projeto segue sem diretor desde a saída de Danny Boyle.
O 25º filme de 007 trará Daniel Craig novamente como James Bond e tem estreia prevista para 2020.

Fonte: https://jovemnerd.com.br/nerdbunker/lea-seydoux-bond-25/
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.951
Reações
68.770
Pontos
753
Léa Seydoux vai reprisar seu papel como Madeleine Swann em Bond 25
Filme vai quebrar a tradição da franquia de não repetir a "Bond Girl"
Modo noturnoPublicado em7 de dezembro de 2018 às 18h56
lea-seydoux-bond-25-760x428.jpg

Cary Fukunaga anunciou recentemente que Léa Seydoux vai reprisar seu papel como Madeleine Swann em Bond 25, o que quebra a tradição da franquia de não repetir a “Bond Girl”. A informação é do Deadline.
Além da atriz, o retorno de Ralph Fiennes, Ben Whishaw e Naomie Harristambém foram confirmados, mas isso já era esperado uma vez que eles interpretam os icônicos M, Q e Moneypenny, respectivamente.
Neal Purvis e Robert Wade assinam o roteiro, mas o projeto segue sem diretor desde a saída de Danny Boyle.
O 25º filme de 007 trará Daniel Craig novamente como James Bond e tem estreia prevista para 2020.

Fonte: https://jovemnerd.com.br/nerdbunker/lea-seydoux-bond-25/

Não que faça diferença mas essa atriz é genérica, não sei qual a vibe de não escolherem atrizes mesmo desconhecidas mas com presença.
 

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154
EXCLUSIVE: PAUL HAGGIS HAS CONTRIBUTED TO THE ‘BOND 25’ SCRIPT
By Thomas Polito
January 1, 2019
0
SHARE:
http://www.facebook.com/sharer.php?...haggis-has-contributed-to-the-bond-25-script/
DF416839-C940-48A8-BD47-D79D22E76C02.jpeg


Amid all the director drama surrounding the upcoming James Bond movie, ‘Casino Royale’ scribe Paul Haggis revised and turned in a draft of the ‘Bond 25’ script, originally written by Neal Purvis and Robert Wade.

His draft of the script is labeled “intermittent,” so while it was likely commissioned before Cary Fukunaga took over as director, the script was turned in on November 22, 2018, so it could be the version Fukunaga is polishing before production starts later this year.

Danny Boyle was originally set to direct the 25th entry to the Bond franchise before creative differences caused him to depart the project. After interviewing a multitude of directors, execs selected ‘True Detective’ director Cary Fukunaga to take the reigns. Production is currently set to begin this March with a targeted February 2020 release date.

Fonte: GWW

----------------------------------------------------------------------------------------
Mesmas pessoas que trabalharam no roteiro de Casino Royale....que venha algo excelente.
 

Merovíngio

Mil pontos, LOL!
Mensagens
36.171
Reações
28.779
Pontos
1.009
O Craig tem ido muito bem nos filmes.

Pena que o roteiro são umas bostas. Só se salva Cassino Royale.
 

Merovíngio

Mil pontos, LOL!
Mensagens
36.171
Reações
28.779
Pontos
1.009
Foi o primeiro livro que Ian Fleming escreveu, ou seja, o debut do agente 007.

Boa info.

Porra, então Holywood tá mesmo carente critividade einh. Só prestou o roteiro adaptado.

Os roteiros originais dos filmes posteriores a Cassino Royale, tristes.

Nesse quesito, o pior deles é Skyfall (apesar da melhor música). E nem falo por ser o 1º 007 com uma Bond Girl idosa (uahuhauehaue :klol sério :kclassic a bond girl em Skyfall é, de fato, a "M"). Mas o plot desse filme - SPOILERS A SEGUIR - é uma bolha ridícula em torno de si mesmo. Bond deixa de cuidar de coisas grandes (porra, cadÊ as grandes tramas internacionais!!!?) e cuida da sua própria instituição (que é atacada por um ex-agente, olha a bolha aê). O filme dedica-se quase que completamente ao salvamento da velhota lá (Bond Girl idosa), sua chefe - B O L H A. Enfim, o filme parte de lugar algum e chegar a lugar nenhum. Completamente dispensável. Poderia nem ter acontecido.

Já outros, apesar de uma premissa inicial interessante, tem o enredo conduzido de forma a ofender a inteligência em alguns momentos.
 
Ultima Edição:

Piga

Alien Pro-Gear Spec!
VIP
GOLD
Mensagens
9.798
Reações
24.153
Pontos
348

Só complementando, umas informações sobre os livros de Ian Fleming escreveu, em ordem de lançamento por ano:

Casino Royale (1953)
Live and Let Die (1954)
Moonraker (1955)
Diamonds Are Forever (1956)
From Russia, with Love (1957)
Dr. No (1958)
Goldfinger (1959)

For Your Eyes Only (1960) contém cinco contos:
-From a View to a Kill
-For Your Eyes Only
-Quantum of Solace
-Risico
-The Hildebrand Rarity

Thunderball (1961)
The Spy Who Loved Me (1962)
On Her Majesty's Secret Service (1963)
You Only Live Twice (1964)
The Man with the Golden Gun (1965)

Octopussy and The Living Daylights (1966) contém quatro contos:
- Octopussy
- The Living Daylights
- The Property of a Lady
- 007 in New York

Nota-se claramente que os filmes não seguiram a ordem dos livros e teve histórias que nem filme virou (por enquanto). Mesmo após a morte de Ian Fleming alguns outros autores continuaram a escrever livros do Agente 007, sejam histórias inéditas ou romantização dos filmes posteriormente lançados.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_romances_e_contos_de_James_Bond#Livros
 

Blunt Instrument

Supra-sumo
Mensagens
696
Reações
628
Pontos
154

Sam Heughan é convidado para fazer teste como James Bond, diz jornal

POR BRUNO PORCIUNCULA

O ator Sam Heughan, da série Outlander, surge como forte candidato a substituir Daniel Craig como James Bond. Segundo o jornal Daily Mail, Barbara Broccoli o convidou para fazer um teste como 007.

De acordo com a fonte, o fato de ser escocês favorece o ator de 38 anos. “Já se passaram 36 anos desde que Sean Connery, um escocês, interpretou Bond. Os produtores estão procurando alguém para imitar esse sucesso”, afirmou a fonte.

A fonte ainda destacou o que pode favorecer o ator. Sam é um ator experiente, está em ótima forma e tem um lado insolente que é atraente. É isso que os produtores querem”.

Essa não é a primeira vez que ele faz teste para interpretar James Bond. Conforme já falamos por aqui, ele já havia revelado ter feito um teste na época de 007 – Cassino Royale.

É bom também ressaltar que, com as gravações de Bond 25 já iniciadas – e envoltas em mistério e problemas – é capaz de Broccoli ter marcado esse teste para depois do lançamento do filme.

Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/201...-E6aUD5Sddz3jYxYFylMbjymlbX74VYqq5C_o-4LzJvyA

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Acho que nunca assisti nada com ele, mas curti o visual. Se tiver esse lado insolente que disseram, será interessante também. E foi bom citarem que ele está em forma...não dá pra voltar a um Bond "magro" depois do Craig.
 

T.Chico

Bam-bam-bam
Mensagens
9.356
Reações
14.145
Pontos
384

Sam Heughan é convidado para fazer teste como James Bond, diz jornal
POR BRUNO PORCIUNCULA

O ator Sam Heughan, da série Outlander, surge como forte candidato a substituir Daniel Craig como James Bond. Segundo o jornal Daily Mail, Barbara Broccoli o convidou para fazer um teste como 007.

De acordo com a fonte, o fato de ser escocês favorece o ator de 38 anos. “Já se passaram 36 anos desde que Sean Connery, um escocês, interpretou Bond. Os produtores estão procurando alguém para imitar esse sucesso”, afirmou a fonte.

A fonte ainda destacou o que pode favorecer o ator. Sam é um ator experiente, está em ótima forma e tem um lado insolente que é atraente. É isso que os produtores querem”.

Essa não é a primeira vez que ele faz teste para interpretar James Bond. Conforme já falamos por aqui, ele já havia revelado ter feito um teste na época de 007 – Cassino Royale.

É bom também ressaltar que, com as gravações de Bond 25 já iniciadas – e envoltas em mistério e problemas – é capaz de Broccoli ter marcado esse teste para depois do lançamento do filme.

Fonte: https://www.jamesbondbrasil.com/201...-E6aUD5Sddz3jYxYFylMbjymlbX74VYqq5C_o-4LzJvyA

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Acho que nunca assisti nada com ele, mas curti o visual. Se tiver esse lado insolente que disseram, será interessante também. E foi bom citarem que ele está em forma...não dá pra voltar a um Bond "magro" depois do Craig.
Não sendo mulher ou negro ou um ator péssimo, tanto faz.
 

doraemondigimon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.780
Reações
18.255
Pontos
619
Só complementando, umas informações sobre os livros de Ian Fleming escreveu, em ordem de lançamento por ano:

Casino Royale (1953)
Live and Let Die (1954)
Moonraker (1955)
Diamonds Are Forever (1956)
From Russia, with Love (1957)
Dr. No (1958)
Goldfinger (1959)

For Your Eyes Only (1960) contém cinco contos:
-From a View to a Kill
-For Your Eyes Only
-Quantum of Solace
-Risico
-The Hildebrand Rarity

Thunderball (1961)
The Spy Who Loved Me (1962)
On Her Majesty's Secret Service (1963)
You Only Live Twice (1964)
The Man with the Golden Gun (1965)

Octopussy and The Living Daylights (1966) contém quatro contos:
  • Octopussy
  • The Living Daylights
  • The Property of a Lady
  • 007 in New York

Nota-se claramente que os filmes não seguiram a ordem dos livros e teve histórias que nem filme virou (por enquanto). Mesmo após a morte de Ian Fleming alguns outros autores continuaram a escrever livros do Agente 007, sejam histórias inéditas ou romantização dos filmes posteriormente lançados.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_romances_e_contos_de_James_Bond#Livros

Me tire uma dúvida: a sequência dos livros, leva alguma coisa como uma 'compilação do dia a dia' de Bond, tendo lembranças ou algum outro tipo de repercussão do que ele fez antes?

Pra mim, uma boa ideia (mesmo não sendo algo praticável) poderia ser um completo e TOTAL reboot dos filmes, recomeçando do zero e abrangendo muito mais dos livros do que foi feito nos trabalhos anteriores.
 
Topo Fundo