O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Jogos por assinatura podem ser ruins para o mercado, diz analista

terroso

Bam-bam-bam
Mensagens
2.038
Reações
4.800
Pontos
303
Mat Piscatella usou Twitter para contrapor Jim Ryan, CEO da SIE

A indústria dos games pode ter problemas com os jogos por assinatura. Pelo menos é o que pensa Mat Piscatella, conhecido analista do Grupo NPD. A popularidade de tais serviços poderiam desvalorizar os conteúdos existentes, ainda mais em países que consomem muitos jogos.


Piscatella usou o Twitter para reagir às declarações de Jim Ryan, CEO da SIE, que concedeu entrevista a Games Industry recentemente. Na ocasião, o chefão da PlayStation disse que o streaming pode ser uma “ótima oportunidade”. Agora, o analista contrapôs o argumento dele, afirmando que os EUA podem sofrer com isso.


O risco das assinaturas está na potencial desvalorização dos conteúdos, um problema que o crescimento da distribuição digital não enfrentou. Se baseia numa expansão significativa do número de jogadores, o que poderá ser um desafio quando metade dos consumidores de videogames nos Estados Unidos jogam exclusivamente títulos gratuitos.
O analista do Grupo NPD também lembrou que nos EUA, 71% da população consome games. Isso significa que os jogos por assinatura podem desvalorizar o mercado norte-americano em relação a mídias físicas e digitais. Por outro lado, países menos desenvolvidos tendem a aceitar melhor a prática de streaming.


Apostar alto nas assinaturas e streaming traz uma enorme oportunidade em termos globais, particularmente em mercados menos desenvolvidos em termos de games. Mas não posso deixar de ver o risco da desvalorização dos conteúdos em mercados gaming mais maduros como os Estados Unidos, onde 71% da população já joga videogames.
Finalizando, Piscatella diz estar satisfeito com o preço do streaming como consumidor. Entretanto, de um ponto de vista analítico, ele crê que será um desafio enfrentar outros mercados.


Enquanto como consumidor estou muito contente com o valor na maioria dos serviços por assinatura no mercado. Uma quantidade incrível de conteúdo disponível por um baixo preço, tanto que é difícil acompanhar todos os novos jogos que ficam disponíveis. Mas é justamente aí que mora o desafio.

PS1: Deve ser esse prognostico que a Sony tem em não levar lançamentos para a PSNow.
PS2: Não coloquei o tweet correto, não sei usar direito mas na fonte está ok.
PS3: Só estou postando a opinião do analista, espero que os caixinhas não venham encher as bolas do meu saco, pois com qualquer coisinha já se ofendem.
 


sonicflood

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
7.420
Reações
7.158
Pontos
399
penso como ele..uma hora alguém vai ter que pagar a conta..fazer jogos tem seu custo..é cada vez mais dispendioso fazer um jogo...nego paga 1 real para jogar eles..não consigo ver sustentabilidade nisso...

não estou falando de games digitais e streaming..tô falando dos preços praticados..
 

firmino_666

Bam-bam-bam
Mensagens
1.552
Reações
3.171
Pontos
293
Esse papo de 1 real desse ser a maior besteira que já vi , isso se chama " avaliação" , quem testou e gostou vai assinar no valor real. Não fica 1 real pra sempre , rs


Enviado de meu Moto G (5S) usando o Tapatalk
Exatamente, a qtd de pessoas q devem ter assinado um ano ou mais depois de testar 1 mês por 1 real, deve ter valido o esforço por essa promo, eu msm fui um q peguei 1 ano, agora só pego de graça, toda hora tem algum site dando meses grátis, só olhar o tópico do game pass pra pc, já postei lá algumas vezes q teve pesquisas dando 3 meses de ultimate, minha tá indo até 2021, doideira hahaha
 


sonicflood

Bam-bam-bam
VIP
Mensagens
7.420
Reações
7.158
Pontos
399
Falaram o mesmo sobre Netflix...
Hj até TV aberta tem conteúdo exclusivo para assinatura.
Adaptação à mudanças ou tendências causa esse receio mesmo.

como disse..não eh um negócio simples..que vai compartilhamento de contas..a custo de se fazer séries.
 

pavomba

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.158
Reações
16.912
Pontos
614

como disse..não eh um negócio simples..que vai compartilhamento de contas..a custo de se fazer séries.
De fato é algo caro, só que o custo para esse ramo é muito maior que de um jogo, aquele filme O Irlandês do Scorsese custou mais de 100 milhões, ou seja, custou ai uns 2 AAA, e isso que a Netflix por ano lança um monte de filme e série que cada um custa mais de 10-20 milhões fácil e flopam, a maior parte da grana que pegam emprestado é pra isso. Sem contar que eles sequer oferecem Blu Ray deles na maioria das vezes, acho que só os de sucesso grande como o Stranger Things (que deve ser bem rentável até pelos licenciamentos que tem).
 

Soldado!

Bam-bam-bam
Mensagens
3.780
Reações
8.765
Pontos
294
Se encher de assinantes vai gerar muito dinheiro que vai gerar maid jogos que vai gerar mais assinantes que vai gerar mais dinheiro...

Até hoje não entendi como a indústria vai quebrar.
 

konde10

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.320
Reações
12.399
Pontos
689
Falaram o mesmo sobre Netflix...
Hj até TV aberta tem conteúdo exclusivo para assinatura.
Adaptação à mudanças ou tendências causa esse receio mesmo.
Netflix cresceu muito realmente, mas das dezenas de séries que eles lançam todos os anos, quantas que dá para salvar realmente? Meu medo é acontecer a mesma coisa com jogos, virar uma infinidade de jogos lixosos e quebrados, de baixa qualidade.

Além disso, a Netflx não lucra faz anos, as empresas de jogos não podem se dar ao luxo de ficar anos e anos só no prejuízo.

Para mim, todas as comparações que fazem com o streaming de jogos são negativas.
 

DATUM

Bam-bam-bam
Mensagens
9.348
Reações
4.610
Pontos
484
O aluguel de jogos de antigamente era como o sas dos jogos de hoje.

Se 30% dos consumidores dos consoles assinar o serviço já vai dar muito mais lucro para empresa do que vender o jogo, lembrando que isso impede o mercado de usados, o que realmente impede o lucro das empresas.

Lembre que a média de vendas de um jogo ė de um milhão para 50 milhões de consoles vendidos.

Enviado de meu motorola one usando o Tapatalk
 

nominedomine

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.778
Reações
28.455
Pontos
554
Quem mais apostou nisso até agora foi a EA e a MS, dai da pra ter certeza que vem coisa boa.

Grandes jogos de muita qualidade vieram disso, a MS não teria como bancar Gears 5 cobrando normalmente, dando o jogo por 2 reais foi uma forma muito inteligente de aumentar os lucros.

Precisamos de um mercado saudável onde os lucros vem todos de microtransações e os jogos são F2P com mensalidade.
 

Sega&AMD

Supra-sumo
Mensagens
2.016
Reações
1.847
Pontos
168
Já assistiram Animatrix ?

os robos vs humanos, depois robos ganharam e criaram a matrix e fim

é assim com qualquer mercado

1- quando saturn disputou com play 1 o saturn visava 2d amadurecidos, o ps1 3d precários, e no fim o 3d venceu
resultado: adeus jogos baseados em sprites (sprites de verdade, não esse 3d travestido de 2d, como Klonoa)
quem perdeu ? quem gosta de jogos 2d.

2- as gerações costumavam ser formada por saltos gigantescos, wii veio vendeu para cascalho lucrando desde o day one com hardware defasado....
resultado: adeus consoles de ponta. ninguém pode negar que ps4 e one são abaixo do que poderiam ter sido

Mas o que acontece com fica ? resposta; eles não sabem como teria sido....imagine um mundo só com musicas estilo Re start, carrossel e similares.... ninguém jamais reclamaria, pois não teriam conhecido algo diferente....

3- Assim também com esses streamings e similares... quando isso substituir o que temos hoje, ruim ou não, já era...e quem vier depois vai defender vai gostar e os resto bola para frente
 
Ultima Edição:

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
2.608
Reações
7.754
Pontos
303
Se toda empresa resolver entrar no ramo de streaming vai começar a encher o saco e a brincadeira não vai sair tão vantajosa assim. Igual hoje em dia com streaming de filme, tá começando a ficar saturado, disney+, amazon, netflix, hbo e o caralho a 4, cada um com suas exclusividades. Quem é que paga por tudo isso mensalmente? Aposto que todo mundo aqui, se não apela pra pirataria, perde uma série ou outra que gostaria de assistir.

Imagina isso com jogos:

Conta de energia
Internet
EA acess
Rockstar pass
Ps now
Nintendo pass
Game pass
Ubisoft pass
Capcom pass
Etc etc

Sai fora. Podem me chamar de antiquado mas prefiro continuar como é hoje, pegando meus joguinhos físicos à dedo.
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.980
Reações
43.849
Pontos
553
Como ganhar dinheiro é problema das empresas, eu como consumidor vou atrás do que é mais vantajoso, no caso pagar pouco por um vasto catálogo de jogos.
Fora que os games entram no gamepass meses depois do lançamento, provavelmente por não terem tido vendas suficientes.
 

Axel_DM

Bam-bam-bam
Mensagens
3.584
Reações
8.416
Pontos
293
Tá foda esse negócio de streaming.

O jeito é aproveitar bem essa gen atual e depois virar retrogamer.
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
82.976
Reações
177.636
Pontos
979
Netflix cresceu muito realmente, mas das dezenas de séries que eles lançam todos os anos, quantas que dá para salvar realmente? Meu medo é acontecer a mesma coisa com jogos, virar uma infinidade de jogos lixosos e quebrados, de baixa qualidade.

Além disso, a Netflx não lucra faz anos, as empresas de jogos não podem se dar ao luxo de ficar anos e anos só no prejuízo.

Para mim, todas as comparações que fazem com o streaming de jogos são negativas.
Acho mais difícil fazer jogo ruim do que filme ou série.

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
 

seifervll

Supra-sumo
Mensagens
1.207
Reações
1.781
Pontos
194
Acho que tem dois assuntos misturados aí, que embora estejam direta ou indiretamente ligados, tem impactos diferentes no mercado. O streaming já é uma realidade, mas na boa, vai demorar a engrenar. Pra outras mídias é bem mais tranquila a execução, já que não são tão interativas. Porém com jogos a situação muda. Pessoal está cada vez mais exigente com desempenho, tanto de resolução quanto consistência de fps. Imagina em um cenário competivo, onde cada frame, cada ms de input lag faz diferença. Por enquanto nem entro muito nessa questão.

Agora o serviço de assinaturas sim, este além de realidade, já está com milhões de adeptos. Tempos atrás eu já entrava no mesmo mérito do analista citado. Em saber, no longo prazo, o impacto que serviços como game pass e PSNow teriam no mercado. Agora só o tempo dirá se este formato realmente se paga, e se para a indústria é realmente válido. Para os pequenos developers está sendo uma porta excelente, mas para os grandes, vamos ver até que ponto.

No momento acho que o que interessa é que realmente está bom para o consumidor, ainda mais com a concorrência. Game Pass tem um CxB excelente, e levou a Sony a procurar oferecer um serviço melhor. Seguindo assim, por enquanto tá ótimo.
 

Sega&AMD

Supra-sumo
Mensagens
2.016
Reações
1.847
Pontos
168
Eu aprendi o seguinte, o quão poder nenhum o gamer tem, quem faz as diversões são as companhias, se você não gostar outros milhares vão gostar, e você apenas, ou aceita ou se fody, tu pode não gostar como a disney produz ou como os filmes estão cheios de coisas ideológicas, ou se tudo ta tão plastificado e descartável com mais efeitos especiais e menos atuação.... A única opção é tu ter x milhões de euros e patrocinar aquilo que tu acha certo...tem, não ? então blz, bola pra frente.
 
Ultima Edição:

nominedomine

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.778
Reações
28.455
Pontos
554
Se toda empresa resolver entrar no ramo de streaming vai começar a encher o saco e a brincadeira não vai sair tão vantajosa assim. Igual hoje em dia com streaming de filme, tá começando a ficar saturado, disney+, amazon, netflix, hbo e o caralho a 4, cada um com suas exclusividades. Quem é que paga por tudo isso mensalmente? Aposto que todo mundo aqui, se não apela pra pirataria, perde uma série ou outra que gostaria de assistir.

Imagina isso com jogos:

Conta de energia
Internet
EA acess
Rockstar pass
Ps now
Nintendo pass
Game pass
Ubisoft pass
Capcom pass
Etc etc

Sai fora. Podem me chamar de antiquado mas prefiro continuar como é hoje, pegando meus joguinhos físicos à dedo.
Com filme esta insuportável já, você quer assistir um filme não sabe onde esta, tem que buscar em cada serviço pra ver se ta neles. Fora mil outros problemas. No fim das contas agora as pessoas que eu conheço assistem o que esta no Prime ou Netflix (dividindo a conta entre múltiplas pessoas e pagando pouquíssimo) e o que não esta nesses serviços é como se nem existisse.

E as pessoas parecem que não aprendem, esses serviços vão certamente forçar os jogos a adotar modelos estilo F2P, GaaS e todo esse tipo de porcaria, no fim das contas você vai acabar pagando pelo que era de graça antes. Essa situação é similar a quando começaram a cobrar pelo Online no Xbox.
 
Ultima Edição:

Atari

Supra-sumo
Mensagens
962
Reações
1.847
Pontos
189
Netflix cresceu muito realmente, mas das dezenas de séries que eles lançam todos os anos, quantas que dá para salvar realmente? Meu medo é acontecer a mesma coisa com jogos, virar uma infinidade de jogos lixosos e quebrados, de baixa qualidade.

Além disso, a Netflx não lucra faz anos, as empresas de jogos não podem se dar ao luxo de ficar anos e anos só no prejuízo.

Para mim, todas as comparações que fazem com o streaming de jogos são negativas.
A série não salvar pra você não quer dizer que não salve pra outra pessoa. Lembre se, você não é o centro do universo.

Enviado de meu SM-G9600 usando o Tapatalk
 

Chico Spina

Bam-bam-bam
Mensagens
7.788
Reações
5.691
Pontos
419
Se toda empresa resolver entrar no ramo de streaming vai começar a encher o saco e a brincadeira não vai sair tão vantajosa assim. Igual hoje em dia com streaming de filme, tá começando a ficar saturado, disney+, amazon, netflix, hbo e o caralho a 4, cada um com suas exclusividades. Quem é que paga por tudo isso mensalmente? Aposto que todo mundo aqui, se não apela pra pirataria, perde uma série ou outra que gostaria de assistir.

Imagina isso com jogos:

Conta de energia
Internet
EA acess
Rockstar pass
Ps now
Nintendo pass
Game pass
Ubisoft pass
Capcom pass
Etc etc

Sai fora. Podem me chamar de antiquado mas prefiro continuar como é hoje, pegando meus joguinhos físicos à dedo.
Uma coisa não exclui a outra, assim como acontece a mais tempo no ramo musical e de cinema, os discos e títulos, individualmente continuam disponíveis para aquisição, seja digital ou físico, cabe ao consumidor escolher o que mais lhe agrada.

O mercado sempre caminha para onde está a demanda e comodidade, está em constante evolução para aquilo que as pessoas querem, as vezes motivadas, as vezes não (afinal, como diria Jobs, as pessoas não sabem o que querem até você mostrar a elas).


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Megazordi64

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.782
Reações
20.906
Pontos
553
Se toda empresa resolver entrar no ramo de streaming vai começar a encher o saco e a brincadeira não vai sair tão vantajosa assim. Igual hoje em dia com streaming de filme, tá começando a ficar saturado, disney+, amazon, netflix, hbo e o caralho a 4, cada um com suas exclusividades. Quem é que paga por tudo isso mensalmente? Aposto que todo mundo aqui, se não apela pra pirataria, perde uma série ou outra que gostaria de assistir.

Imagina isso com jogos:

Conta de energia
Internet
EA acess
Rockstar pass
Ps now
Nintendo pass
Game pass
Ubisoft pass
Capcom pass
Etc etc

Sai fora. Podem me chamar de antiquado mas prefiro continuar como é hoje, pegando meus joguinhos físicos à dedo.
Bom mesmo é ficar pagando R$500 pra comprar todas as temporadas de uma série em bluray.

Pessoal viaja demais. É só assinar por 1 mês o serviço que tem interesse em ver alguma coisa e depois cancelar.

No caso dos jogos vai ser a mesma coisa, "saiu Resident Evil 3 Remake, vou assinar por 1 mês o serviço da Capcom", "opa a Sony lançou The Last of Us 3, no próximo mês eu assino o serviço da Sony" etc.

A maioria das pessoas não tem tempo pra usufruir sequer um serviço por mês, agora imagina 7 como você colocou. Quem zera 7 jogos por mês de publishers diferentes?

94482
 
Ultima Edição:

YuriLopesXtreme

Bam-bam-bam
Mensagens
2.147
Reações
3.455
Pontos
278
Eu aprendi o seguinte, o quão poder nenhum o gamer tem, quem faz as diversões são as companhias, se você não gostar outros milhares vão gostar, e você apenas, ou aceita ou se fody, tu pode não gostar como a disney produz ou como os filmes estão cheios de coisas ideológicas, ou se tudo ta tão plastificado e descartável com mais efeitos especiais e menos atuação.... A única opção é tu ter x milhões de euros e patrocinar aquilo que tu acha certo...tem, não ? então blz, bola pra frente.
Por isso que existe Nichos, em diferentes gêneros pra atender diversos usuários.

Claro que hoje é inviável fazer um jogo de navinha com orçamento de AAA não tem mercado pra isso, vai ser um puta prejuízo a empresa, mas jogos menores AA, A ou até B existem pra atender.

o Estilo 2D foi dominante por 2, 3 gerações , hoje ele tem um segmento de nicho/médio hoje em dia, recebendo vários jogos anualmente nesse estilo.
 

Falken

Bam-bam-bam
Mensagens
2.608
Reações
7.754
Pontos
303
Uma coisa não exclui a outra, assim como acontece a mais tempo no ramo musical e de cinema, os discos e títulos, individualmente continuam disponíveis para aquisição, seja digital ou físico, cabe ao consumidor escolher o que mais lhe agrada.

O mercado sempre caminha para onde está a demanda e comodidade, está em constante evolução para aquilo que as pessoas querem, as vezes motivadas, as vezes não (afinal, como diria Jobs, as pessoas não sabem o que querem até você mostrar a elas).


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Se for assim ótimo, mas se o serviço realmente se popularizar, eu não duvido lançarem algum jogo exclusivo pro streaming ou conteúdos tipo dlc's exclusivos pra assinantes pra ir forçando aos poucos quem não tem a assinar o serviço tbm.

Bom mesmo é ficar pagando R$500 pra comprar todas as temporadas de uma série em bluray.

Pessoal viaja demais. É só assinar por 1 mês o serviço que tem interesse em ver alguma coisa e depois cancelar.

No caso dos jogos vai ser a mesma coisa, "saiu Resident Evil 3 Remake, vou assinar por 1 mês o serviço da Capcom", "opa a Sony lançou The Last of Us 3, no próximo mês eu assino o serviço da Sony" etc.

A maioria das pessoas não tem tempo pra usufruir sequer um serviço por mês, agora imagina 7 como você colocou. Quem zera 7 jogos por mês de publishers diferentes?

Visualizar anexo 94482
Nossa senhora, q bosta. Se for pra ser assim melhor voltar as locadoras de jogos então, ora.
 

Chico Spina

Bam-bam-bam
Mensagens
7.788
Reações
5.691
Pontos
419
Se for assim ótimo, mas se o serviço realmente se popularizar, eu não duvido lançarem algum jogo exclusivo pro streaming ou conteúdos tipo dlc's exclusivos pra assinantes pra ir forçando aos poucos quem não tem a assinar o serviço tbm.
Mas já se popularizou, nada muda nesse aspecto, é uma opção a mais para o consumidor. Na realidade é um tipo de serviço que alcança mais aquela faixa de usuários que não tem muito o hábito e comprar muitos títulos, para esse o mercado encontrou nas assinaturas uma opção a mais para lucrar. Quem gosta de colecionar e comprar jogos vai continuar a fazer, até porque é muito difícil que as softhouses terceiras disponibilizem seus lançamentos logo de cara, elas querem capitalizar ao máximo para só quando a demanda baixar lucrar um pouco mais disponibilizando seus títulos nas assinaturas.

Honestamente, para elas é um ganha ganha e para o consumidor expande o leque.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Megazordi64

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.782
Reações
20.906
Pontos
553
Se for assim ótimo, mas se o serviço realmente se popularizar, eu não duvido lançarem algum jogo exclusivo pro streaming ou conteúdos tipo dlc's exclusivos pra assinantes pra ir forçando aos poucos quem não tem a assinar o serviço tbm.


Nossa senhora, q bosta. Se for pra ser assim melhor voltar as locadoras de jogos então, ora.
Pra alguns jogos locadora seria uma boa mesmo.

Em um final de semana poderia zerar The Last of Us 2 sem precisar pagar R$200 no lançamento.
 
Topo