O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

LobOS of Wallter Space - Discussão sobre investimentos [Principalmente Bolsa de Valor]

BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
Mas os índices tbm são cheios de tranqueiras.
Depende do índice, porem os Total markets realmente vão ter tudo.
só que é exatamente aí que entra o ponto dele, não tem como prever o futuro, vários estudos mostram que 80% (se não me engano) dos gerentes ativos não conseguem vencer o índice em um período de 5 anos e desses 20% a maioria não consegue manter a performance por mais 5 anos. Se nem os melhores dos melhores conseguem vencer a S&P500, ao comprar o índice, e ter o retorno praticamente idêntico ao mercado, vc vai estar se saindo melhor que quase todos que não o fazem.

Você está tanto exposto às melhores quanto as piores empresas (e nem sempre pq por exemplo a S&P500 tem uma seleção um pouco mais rigorosa), diferente da Bovespa que só pega as mais líquidas.

Diversificação é o almoço grátis, vc não perde rendimento por causa dela e sim afunila as probabilidades para algo mais certeiro.
 


EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
Diversificação é o almoço grátis, vc não perde rendimento por causa dela e sim afunila as probabilidades para algo mais certeiro.
concordo com tudo que disse sobre os fundos mas não concordo com essa definição.

vc não perde dinheiro com diversificação mas potencialmente reduz o ganho (assim como potencialmente reduz a perda).

e não afunila para algo mais certeiro, pelo contrário.
afunilar seria restringir o escopo, e aí pode errar ou acertar.

diversificação é apostar na média, e a média é sempre de amplitude total.
 

Sic Parvis Magna

The Intelligent Investor
Mensagens
16.090
Reações
6.956
Pontos
529
Diversificação é o almoço grátis, vc não perde rendimento por causa dela e sim afunila as probabilidades para algo mais certeiro.
Procurei mas não encontrei pra mandar aqui, tem um vídeo muito bom que desmentia esse mantra que os planejadores financeiros de youtube repetem sobre diversificação ser almoço grátis.

Quem quiser procurar os argumentos busque por "diworsification". Cai dentro da dualidade stock picking x index investing. Quer diminuir seu risco, beleza, mas seu retorno vai diminuir também. Alguns repetem que é almoço grátis como se diminuísse o risco e aumentasse o retorno, por exemplo.

Matematicamente o maior retorno possível é ter 100% (ou mais) no ativo que mais deu retorno no período. Quanto mais diversificado você está, menos você vai ter alocado nesse ativo. Então diversificação tá na contra mão do retorno. Otimização de Markowitz mostra exatamente isso, a carteira na fronteira eficiente de maior retorno é sempre uma carteira de apenas um ativo.
 
Ultima Edição:

BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
concordo com tudo que disse sobre os fundos mas não concordo com essa definição.

vc não perde dinheiro com diversificação mas potencialmente reduz o ganho (assim como potencialmente reduz a perda).

e não afunila para algo mais certeiro, pelo contrário.
afunilar seria restringir o escopo, e aí pode errar ou acertar.

diversificação é apostar na média, e a média é sempre de amplitude total.
Procurei mas não encontrei pra mandar aqui, tem um vídeo muito bom que desmentia esse mantra que os planejadores financeiros de youtube repetem sobre diversificação ser almoço grátis.

Quem quiser procurar os argumentos busque por "diworsification". Cai dentro da dualidade stock picking x index investing. Quer diminuir seu risco, beleza, mas seu retorno vai diminuir também. Alguns repetem que é almoço grátis como se diminuísse o risco e aumentasse o retorno, por exemplo.

Matematicamente o maior retorno possível é ter 100% (ou mais) no ativo que mais deu retorno no período. Quanto mais diversificado você está, menos você vai ter alocado nesse ativo. Então diversificação tá na contra mão do retorno. Otimização de Markowitz mostra exatamente isso, a carteira na fronteira eficiente de maior retorno é sempre uma carteira de apenas um ativo.
Vou pesquisar, esse termo de "diversificação é o almoço grátis" eu peguei daquele vídeo do MIT que tinha postado à um tempo atrás onde o professor mostra como que um portfolio diversificado diferente de diminuir o rendimento, na verdade garantia ele já que ele conseguia capturar a performance de tudo.


53:00

mas para falar a verdade estava debatendo com algums colegas e me perdi bem no que tinha estudado já, parece que quando vc começa a entender melhor vem um treco e te faz re-aprender tudo kkk
 
Ultima Edição:

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.806
Reações
9.828
Pontos
303
Vou pesquisar, esse termo de "diversificação é o almoço grátis" eu peguei daquele vídeo do MIT que tinha postado à um tempo atrás onde o professor mostra como que um portfolio diversificado diferente de diminuir o rendimento, na verdade garantia ele já que ele conseguia capturar a performance de tudo.


53:00
Captura a performance de TUDO. Do mais alto e do mais baixo também.

Cara para e pensa, não existe mitigação de risco sem mitigação de retorno. Isso é ponto pacífico. O contrário contra as leis fundamentais do mercado. Se isso fosse possível o sistema estaria desfuncional.

A diversificação por definição busca a MÉDIA de performance entre uma série de ativos distintos com performances distintas. Alguns deles terão valorização maior do que outros. Você está aceitando deixar de obter o ganho máximo dos ativos mais performantes, em troca de reduzir as perdas dos seus ativos com pior performance.

Esse é o trade-off. É por isso que os ETF's estão atrelados a índices, cada qual com suas próprias regras de alocação, que competem entre si em busca de um equilíbrio que maximize os ganhos frente a concorrência.

A diversificação é uma ferramenta para reduzir o risco de errar na escolha de ativos, pois quanto mais você centraliza o seu investimento, mais chances você tem de errar na escolha. O potencial retorno de uma carteira diversificada sempre será reduzido pois você nunca estará 100% exposto ao ativo que mais terá se valorizado no período.

Eu sinto que você morre de medo de perder dinheiro no mercado. Mas esse é um pensamento limitante demais. Seu perfil parece o de quem procura segurança de renda fixa, mas que quer os resultados (positivos) da renda variável. Isso não existe. Se quer segurança da renda fixa, vai ter que se contentar com os retornos da renda fixa.

Uma hora ou outra você vai ter que entender que para maximizar seus potenciais ganhos você precisa necessariamente aumentar sua exposição e seu apetite para o risco. É no risco e na volatilidde que estão os verdadeiros ganhos. DO contrário, você está no máximo usando instrumentos de acúmulo e mitigação de risco. Se esse for seu objetivo, tudo bem. Só não fique se enganando achando que encontrou alguma fórmula mágica ou instrumento superior aos demais.

Do modo que eu vejo, existem duas abordagens quando se trata de fazer investimento: a de gerar riqueza e a de proteger riqueza. Gerar riqueza é literalmente fazer dinheiro no mercado, busca maximizar os retornos. Isso necessariamente passa pela exposição ao risco. Proteger é o oposto: é a busca pela mitigação de riscos e mantenimento do riqueza já conquistada. A diversificação é uma estratégia que claramente pende para o lado da proteção.
 
Ultima Edição:


BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
Captura a performance de TUDO. Do mais alto e do mais baixo também.

Cara para e pensa, não existe mitigação de risco sem mitigação de retorno. Isso é ponto pacífico. O contrário contra as leis fundamentais do mercado. Se isso fosse possível o sistema estaria desfuncional.

A diversificação por definição busca a MÉDIA de performance entre uma série de ativos distintos com performances distintas. Alguns deles terão valorização maior do que outros. Você está aceitando deixar de obter o ganho máximo dos ativos mais performantes, em troca de reduzir as perdas dos seus ativos com pior performance.

Esse é o trade-off. É por isso que os ETF's estão atrelados a índices, cada qual com suas próprias regras de alocação, que competem entre si em busca de um equilíbrio que maximize os ganhos frente a concorrência.

A diversificação é uma ferramenta para reduzir o risco de errar na escolha de ativos, pois quanto mais você centraliza o seu investimento, mais chances você tem de errar na escolha. O potencial retorno de uma carteira diversificada sempre será reduzido pois você nunca estará 100% exposto ao ativo que mais terá se valorizado no período.

Eu sinto que você morre de medo de perder dinheiro no mercado. Mas esse é um pensamento limitante demais. Seu perfil parece o de quem procura segurança de renda fixa, mas que quer os resultados (positivos) da renda variável. Isso não existe. Se quer segurança da renda fixa, vai ter que se contentar com os retornos da renda fixa.

Uma hora ou outra você vai ter que entender que para maximizar seus potenciais ganhos você precisa necessariamente aumentar sua exposição e seu apetite para o risco. É no risco e na volatilidde que estão os verdadeiros ganhos. DO contrário, você está no máximo usando instrumentos de acúmulo e mitigação de risco. Se esse for seu objetivo, tudo bem. Só não fique se enganando achando que encontrou alguma fórmula mágica ou instrumento superior aos demais.

Do modo que eu vejo, existem duas abordagens quando se trata de fazer investimento: a de gerar riqueza e a de proteger riqueza. Gerar riqueza é literalmente fazer dinheiro no mercado, busca maximizar os retornos. Isso necessariamente passa pela exposição ao risco. Proteger é o oposto: é a busca pela mitigação de riscos e mantenimento do riqueza já conquistada. A diversificação é uma estratégia que claramente pende para o lado da proteção.
Eu entendo que sem risco extra não existe retorno extra, o que digo é de reduzir o risco idiossincrático, aquele que não te dá retorno extra.
O risco do mercado, o risco de tamanho, value e etc são conhecidos por gerarem retorno extra, porém por exemplo risco de uma empresa só, um país só, um setor só não garantem um ganho extra, só aumentam a sua volatilidade, por isso que quando falo da diversificação mitigar riscos digo em mitigar esses riscos, os que não dão retorno extra.

eu não tenho aversão ao risco, desde que ele seja algo que beneficie o meu portfolio no longo prazo.

quando teve aquela queda da bolsa depois da fala do Bolsonaro no começo do ano, tive uma conversa com um colega (que trabalha em um hedge fund) e ele me deu uma explicada boa sobre esse assunto, a Petrobrás por exemplo é mais barata por causa do risco de interferência governamental, porém esse risco extra não necessariamente vai trazer maiores retornos futuros, e sim podem prejudicar os resultados daqui à 40-50 anos.
 

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.806
Reações
9.828
Pontos
303
Só mais uma coisa sobre o S&P500: Nos ultimos 50, 100, sei lá quantos anos, nenhum fundo conseguiu bater o índice consistentemente. Ok, concordo. O índice é certamente forte.

Mas isso será verdade até o dia em que não for mais. E ninguém pode prever isso.

Além disso, essas visões de longuíssimo prazo não contam toda a história. Existem prazos GRANDES entre elas, onde a performance é desastrosa.

Sabia que o S&P500 entre 1999 e 2008, teve um retorno de -3,8%?

Isso é um retorno negativo em um periodo de 10 anos. E não faz tanto tempo assim...o mercado já era bem moderno e parecido com o de hoje. Você pode até dizer que tudo caiu em 2008, que outros setores foram até piores, e que logo em seguida, o índice se recuperou. E é tudo verdade. Porém, não muda o fato de que, em 1999, o índice estava na máxima histórica, era uma época de bonança e ninguém estava preparado para ver algo assim. E convenhamos, o estouro da crise foi justamente o momento em que as pessoas mais precisaram contar com suas reservas. Imagine as pessoas que estavam sendo despejadas, perdendo suas casas...e o seu investimento de 10 anos estava no prejuizo?

Então não existe almoço grátis mesmo e investimento também não é fácil. Momentos difíceis acontecem, não importa o quão sólido, protegido e diversificado seja seu patrimônio.

Dê uma olhada nesses links:

 

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.806
Reações
9.828
Pontos
303
Eu entendo que sem risco extra não existe retorno extra, o que digo é de reduzir o risco idiossincrático, aquele que não te dá retorno extra.
O risco do mercado, o risco de tamanho, value e etc são conhecidos por gerarem retorno extra, porém por exemplo risco de uma empresa só, um país só, um setor só não garantem um ganho extra, só aumentam a sua volatilidade, por isso que quando falo da diversificação mitigar riscos digo em mitigar esses riscos, os que não dão retorno extra.

eu não tenho aversão ao risco, desde que ele seja algo que beneficie o meu portfolio no longo prazo.

quando teve aquela queda da bolsa depois da fala do Bolsonaro no começo do ano, tive uma conversa com um colega (que trabalha em um hedge fund) e ele me deu uma explicada boa sobre esse assunto, a Petrobrás por exemplo é mais barata por causa do risco de interferência governamental, porém esse risco extra não necessariamente vai trazer maiores retornos futuros, e sim podem prejudicar os resultados daqui à 40-50 anos.
Pois é, mas foi a interferência do governo que fez com que a ação da Petrobrás fosse de R$2,30 para R$23,00 entre Janeiro de 2003 (posse do Lula) até novembro de 2007. Cresceu 10 vezes (1.000%) em menos de 5 anos. Ou seja, a interferência do governo, neste período, foi extremamente positiva para os acionistas.

Viu como a coisa não é tão preto e branco assim?

A relação risco x retorno é muito sensível a variável TEMPO. O mesmo ativo com o mesmo componente de risco (petro / governo) apresentaram uma excelente oportunidade nos anos 2000, que virou uma bomba relógio na década seguinte. Isso acontece o tempo todo. Inclusive, o governo foi o grande motivador da alta que ocorreu nesse período, bem como a eventual queda. Percebe como o risco e o retorno estão íntimamente ligados?

Naquela época todo mundo que estava na bolsa tinha ações da Petrobrás, era loucura não ter. As pessoas abriam contas em corretoras só pra comprar as ações da Petro. Levou muitos anos até se evidenciar publicamente os malefícios dessa relação com o governo. E mesmo aqueles que captaram os sinais de alerta e esperavam que o preço dessa interferência em algum momento teria que ser pago, puderam se beneficiar do momento de fartura enquanto durava.

Por fim, aprender com os profissionais é válido, mas tenha em mente que gestores de fundos gerenciam milhões, quando não bilhões, em dinheiro de terceiros. Não tente ficar seguindo as estratégias deles, isso é pedir pra se dar mal. Fazer é abdicar da grande vantagem que você tem sobre eles, que é seu tamanho pequeno, sua agilidade e autonomia, sem ter os mesmos instrumentos e ferramentas que eles tem acesso. Via de regra, você não sabe o que eles realmente fazem, apenas escuta o que eles querem que você escute.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
Eu entendo que sem risco extra não existe retorno extra, o que digo é de reduzir o risco idiossincrático, aquele que não te dá retorno extra.
O risco do mercado, o risco de tamanho, value e etc são conhecidos por gerarem retorno extra, porém por exemplo risco de uma empresa só, um país só, um setor só não garantem um ganho extra, só aumentam a sua volatilidade, por isso que quando falo da diversificação mitigar riscos digo em mitigar esses riscos, os que não dão retorno extra.

eu não tenho aversão ao risco, desde que ele seja algo que beneficie o meu portfolio no longo prazo.

quando teve aquela queda da bolsa depois da fala do Bolsonaro no começo do ano, tive uma conversa com um colega (que trabalha em um hedge fund) e ele me deu uma explicada boa sobre esse assunto, a Petrobrás por exemplo é mais barata por causa do risco de interferência governamental, porém esse risco extra não necessariamente vai trazer maiores retornos futuros, e sim podem prejudicar os resultados daqui à 40-50 anos.
Petrobras abriu capital em 1957.
em 40-50 anos, quanto não valorizou e quanto não pagou de dividendos, seu amigo fez a conta?
duvido que ele tenha esse cálculo, pois tem que considerar desdobramentos, mudança de moeda, bonificações, etc.

Vale, CSN, Petro, até mesmo o BB ... se duvidar nos últimos 40-50 anos essas empresas devem ter dado tanto retorno quanto muita empresa americana (em percentual, não em valor financeiro já que a escala aqui é menor).

hoje é fácil chutar a Petro ... como tb foi fácil chutar a Kodak quando ela faliu, basta esquecer que ela gerou retorno por 100 anos (foi fundada em 1888, não sei quando foi listada na bolsa).
 
Ultima Edição:

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.806
Reações
9.828
Pontos
303
Petrobras abriu capital em 1957.
em 40-50 anos, quanto não valorizou e quanto não pagou de dividendos, seu amigo fez a conta?
duvido que ele tenha esse cálculo, pois tem que considerar desdobramentos, mudança de moeda, bonificações, etc.

Vale, CSN, Petro, até mesmo o BB ... se duvidar nos últimos 40-50 anos essas empresas devem ter dado tanto retorno quanto muita empresa americana (em percentual, não em valor financeiro já que a escala aqui é menor).

hoje é fácil chutar a Petro ... como tb foi fácil chutar a Kodak quando ela faliu, basta esquecer que ela gerou retorno por 100 anos (foi fundada em 1888, não sei quando foi listada na bolsa).
Ótimos exemplos também para nos lembrar que não é porque alguem está no topo hoje que também vai estar amanhã. Por isso eu não apoio o "buy and f**a-se". Buy and hold também exige manutenção.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
nesse caso o índice ajuda e muito, já que faz a manutenção por você!
olha só que interessante na Infomoney de hoje, não sei a exatidão, teria que buscar outras fontes.

nos últimos 20 anos, desde o atentado de 11/9, o Bovespa subiu quase 3x mais que o SP500 e pouco mais que a Nasdaq.
só perde quando é dolarizado.

212092

 

_DaNiLo__

Bam-bam-bam
Mensagens
10.009
Reações
3.277
Pontos
464
olha só que interessante na Infomoney de hoje, não sei a exatidão, teria que buscar outras fontes.

nos últimos 20 anos, desde o atentado de 11/9, o Bovespa subiu quase 3x mais que o SP500 e pouco mais que a Nasdaq.
só perde quando é dolarizado.

Visualizar anexo 212092

O que importa é a comparação dolarizada. Comparar índices de diferentes países em diferentes moedas serve pra nada.
Veja aqui da Argentina. Que maravilhoso que é lá se fosse ver sem dolarizar.


Em 20 anos da mais de 70x
 

BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
olha só que interessante na Infomoney de hoje, não sei a exatidão, teria que buscar outras fontes.

nos últimos 20 anos, desde o atentado de 11/9, o Bovespa subiu quase 3x mais que o SP500 e pouco mais que a Nasdaq.
só perde quando é dolarizado.

Visualizar anexo 212092

Como o Danilo falou infelizmente tem que ver dolarizado, pq o real perdeu 70% pro dólar e é um dos culpados da nossa situação mais apertada hoje kkk
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
O que importa é a comparação dolarizada. Comparar índices de diferentes países em diferentes moedas serve pra nada.
Veja aqui da Argentina. Que maravilhoso que é lá se fosse ver sem dolarizar.


Em 20 anos da mais de 70x
Como o Danilo falou infelizmente tem que ver dolarizado, pq o real perdeu 70% pro dólar e é um dos culpados da nossa situação mais apertada hoje kkk
não importa ser é dolarizado ou não, importa em relação à inflação do país no mesmo período.
até porque 10 anos atrás o dólar era 1x1 e se isso repetisse amanhã, muita gente estaria chorando em ver o patrimônio encolher 5x.

sem falar nos diversos planos econômicos que jogaram o dólar lá embaixo artificialmente.
lembro que na transportadora que eu trabalhava, entre 1993-1998, o faturamento caiu de 15 milhões de dólares para 5 milhões de dólares, da noite por dia, porque um dos planos da época manipulou o câmbio.
empresa quebrou em menos de 5 anos.

em 20 anos a inflação foi 450%.
Bovespa cresceu 900%.
isso dá, numa conta grosseira, 450% / 20 anos = 22% de crescimento em média por ano.
queria eu que os próximos 20 anos fossem de 22% de crescimento real.

a gente acha que Bolsa reflete a riqueza (ou falta ) da população, mas não é verdade.
Bolsa é reflexo de uma parcela minúscula da população, e tem muito investidor milionário, até na Argentina.
 

BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
212121

@Sic Parvis Magna adicionei esse no carrinho para dar uma lida melhor sobre a eficiência e os "factors", quando terminar dou meu veredito kkkk
mas vc teria algum outro livro interessante para ler?

não importa ser é dolarizado ou não, importa em relação à inflação do país no mesmo período.
até porque 10 anos atrás o dólar era 1x1 e se isso repetisse amanhã, muita gente estaria chorando em ver o patrimônio encolher 5x.

sem falar nos diversos planos econômicos que jogaram o dólar lá embaixo artificialmente.
lembro que na transportadora que eu trabalhava, entre 1993-1998, o faturamento caiu de 15 milhões de dólares para 5 milhões de dólares, da noite por dia, porque um dos planos da época manipulou o câmbio.
empresa quebrou em menos de 5 anos.

em 20 anos a inflação foi 450%.
Bovespa cresceu 900%.
isso dá, numa conta grosseira, 450% / 20 anos = 22% de crescimento em média por ano.
queria eu que os próximos 20 anos fossem de 22% de crescimento real.

a gente acha que Bolsa reflete a riqueza (ou falta ) da população, mas não é verdade.
Bolsa é reflexo de uma parcela minúscula da população, e tem muito investidor milionário, até na Argentina.
Complicado mesmo, pode ser que a performance atual, situação política e etc etc etc também estejam atrapalhando à ver os dados com imparcialidade.
 

Comedor de Caixinha

Bam-bam-bam
Mensagens
3.806
Reações
9.828
Pontos
303
não importa ser é dolarizado ou não, importa em relação à inflação do país no mesmo período.
até porque 10 anos atrás o dólar era 1x1 e se isso repetisse amanhã, muita gente estaria chorando em ver o patrimônio encolher 5x.

sem falar nos diversos planos econômicos que jogaram o dólar lá embaixo artificialmente.
lembro que na transportadora que eu trabalhava, entre 1993-1998, o faturamento caiu de 15 milhões de dólares para 5 milhões de dólares, da noite por dia, porque um dos planos da época manipulou o câmbio.
empresa quebrou em menos de 5 anos.

em 20 anos a inflação foi 450%.
Bovespa cresceu 900%.
isso dá, numa conta grosseira, 450% / 20 anos = 22% de crescimento em média por ano.
queria eu que os próximos 20 anos fossem de 22% de crescimento real.

a gente acha que Bolsa reflete a riqueza (ou falta ) da população, mas não é verdade.
Bolsa é reflexo de uma parcela minúscula da população, e tem muito investidor milionário, até na Argentina.
Só que na Argentina qualquer pobre é milionário :klolz

Claro que precisa colocar a variação cambial na conta...o que importa no final é o valor absoluto do retorno. Se a performance do ibov foi maior que o SP500, mas a depreciação do real frente ao dolar fez com que ao final o investimento aqui deu menos dinheiro, então foi mais negócio investir lá ué. Não tem ambiguidade. Ganhou da inflação, mas perdeu para o exterior.

O lado bom é que o real tem se segurado até bem. Considerando que ainda estamos na mesma dezena que o dólar e o euro, 26 anos depois. Hoje temos um US mais inflacionado que o Brasil por exemplo. O problema é que a perspectiva futura não é bonita. Não há nenhuma perspectiva de qualquer governo mais libertário no futuro próximo, todos os players são os mesmos ou tem as mesmas tendências socialistas.
 

Sic Parvis Magna

The Intelligent Investor
Mensagens
16.090
Reações
6.956
Pontos
529
Vou pesquisar, esse termo de "diversificação é o almoço grátis" eu peguei daquele vídeo do MIT que tinha postado à um tempo atrás onde o professor mostra como que um portfolio diversificado diferente de diminuir o rendimento, na verdade garantia ele já que ele conseguia capturar a performance de tudo.


53:00

mas para falar a verdade estava debatendo com algums colegas e me perdi bem no que tinha estudado já, parece que quando vc começa a entender melhor vem um treco e te faz re-aprender tudo kkk
Acho que já fiz meu comentário sobre esse vídeo mais pra trás, ele é muito bom. Mas é uma aula sobre uma das formas de balancear uma carteira, tem várias outras. Tem muito investidor bem sucedido que não usa Markowitz por exemplo.
 

Sic Parvis Magna

The Intelligent Investor
Mensagens
16.090
Reações
6.956
Pontos
529
Visualizar anexo 212121

@Sic Parvis Magna adicionei esse no carrinho para dar uma lida melhor sobre a eficiência e os "factors", quando terminar dou meu veredito kkkk
mas vc teria algum outro livro interessante para ler?


Complicado mesmo, pode ser que a performance atual, situação política e etc etc etc também estejam atrapalhando à ver os dados com imparcialidade.
Eu tenho montado uma biblioteca na Amazon, quando tiver pronta disponibilizo ela aqui. Mas tenho muitas recomendações sim. Vai passar de uns 50 livros, e todos técnicos. Cuidado que esses dois autores são bastante téoricos. Tem que balancear com autores práticos também: gestores, investidores e professores mais atuantes.
 

_DaNiLo__

Bam-bam-bam
Mensagens
10.009
Reações
3.277
Pontos
464
não importa ser é dolarizado ou não, importa em relação à inflação do país no mesmo período.
até porque 10 anos atrás o dólar era 1x1 e se isso repetisse amanhã, muita gente estaria chorando em ver o patrimônio encolher 5x.

sem falar nos diversos planos econômicos que jogaram o dólar lá embaixo artificialmente.
lembro que na transportadora que eu trabalhava, entre 1993-1998, o faturamento caiu de 15 milhões de dólares para 5 milhões de dólares, da noite por dia, porque um dos planos da época manipulou o câmbio.
empresa quebrou em menos de 5 anos.

em 20 anos a inflação foi 450%.
Bovespa cresceu 900%.
isso dá, numa conta grosseira, 450% / 20 anos = 22% de crescimento em média por ano.
queria eu que os próximos 20 anos fossem de 22% de crescimento real.

a gente acha que Bolsa reflete a riqueza (ou falta ) da população, mas não é verdade.
Bolsa é reflexo de uma parcela minúscula da população, e tem muito investidor milionário, até na Argentina.
Vamos lá

Tu tem 1000 reais no dia 9/9/2000, tem a opção de comprar Ibovespa ou Nasdaq Composite
Ibovespa na época - 11922
Nasdaq Composite na época - 1695
Dólar na época - 2,6

Quantidade que se compra com 1000 reais na Ibovespa = 1000/11922 = 0,0838
Quantidade que se compra com 1000 reais na Nasdaq Composite = (1000 / 2,6) / 1695 = 0,227

Valores em 9/9/2021
Ibovespa - 115370
Nasdaq Composite - 15248
Dólar - 5,25

Valor que se teria nesta data
Valor se investido na Ibovespa = 0,0838 * 115370 = R$ 9668
Valor se investido na Nasdaq Composite = 0,227 * 15248 * 5,25 = R$ 18171

Agora me diz, qual das duas tabelas que você colocou é a que chega mais perto da realidade, da direita ou da esquerda?

Outra coisa, o ganho real não é assim como você fez. A fórmula é
Rendimento Real = { [ ( 1 + Rendimento Líquido) / (1 + Inflação) ] - 1} x 100
Então usando os seus 900% do Ibovespa e 450% da inflação teríamos
Rendimento Real = { [ ( 1 + 900/100) / (1 + 450/100) ] - 1} x 100 = 81,81%
Em 20 anos : 81,81 / 20 = 4,09% de rendimento ao ano
 
Ultima Edição:

BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
Acho que já fiz meu comentário sobre esse vídeo mais pra trás, ele é muito bom. Mas é uma aula sobre uma das formas de balancear uma carteira, tem várias outras. Tem muito investidor bem sucedido que não usa Markowitz por exemplo.
Sim, peguei ele de novo (e re-assisti kk) para ver se eu não estava esquecendo algum detalhe

Eu tenho montado uma biblioteca na Amazon, quando tiver pronta disponibilizo ela aqui. Mas tenho muitas recomendações sim. Vai passar de uns 50 livros, e todos técnicos. Cuidado que esses dois autores são bastante téoricos. Tem que balancear com autores práticos também: gestores, investidores e professores mais atuantes.
Muito Obrigado!
Então, atualmente uma dificuldade que estou tendo com a teoria é entender se muita coisa é só isso mesmo, teoria, ou se é possível de aplicar. (até que a recomendação da maioria dos meus colegas me dão é de 100% MSCI World e se quiser ganhos extras utilizar alavancagem, desde que não passe de 4% a/a em juros) a minha carteira atual, que tem small cap, value e mercados emergentes para eles não é interessante para eles, porém faz sentido se você se basear na teoria do fama-french; então fico meio desnorteado kkk

Mas vou ler o Theory of Finance e os que você recomendar (talvez não os 50 kkk) e depois retorno com uma análise melhor :)
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
Vamos lá

Tu tem 1000 reais no dia 9/9/2000, tem a opção de comprar Ibovespa ou Nasdaq Composite
Ibovespa na época - 11922
Nasdaq Composite na época - 1695
Dólar na época - 2,6

Quantidade que se compra com 1000 reais na Ibovespa = 1000/11922 = 0,0838
Quantidade que se compra com 1000 reais na Nasdaq Composite = (1000 / 2,6) / 1695 = 0,227

Valores em 9/9/2021
Ibovespa - 115370
Nasdaq Composite - 15248
Dólar - 5,25

Valor que se teria nesta data
Valor se investido na Ibovespa = 0,0838 * 115370 = R$ 9668
Valor se investido na Nasdaq Composite = 0,227 * 15248 * 5,25 = R$ 18171

Agora me diz, qual das duas tabelas que você colocou é a que chega mais perto da realidade, da direita ou da esquerda?
nenhuma das duas.
porque não está considerando inflação, dividendos, imposto de renda nem mesmo o aumento do risco de se morar no Brasil.
não tem cenário que a economia brasileira ganha da americana, isso é fato.

mas as vezes a gente está tão obcecado pela grama do vizinho que queremos sempre o "melhor retorno possível do planeta".
eu já passei da fase de achar que ficaria rico com investimento, ou da ambição de patrimônio multi-milionário, ou de tentar adivinhar o futuro.
nunca vou pegar medalha numa maratona, mas ter fôlego para terminar já é uma vitória (sendo que a maioria nem consegue se inscrever).
 

_DaNiLo__

Bam-bam-bam
Mensagens
10.009
Reações
3.277
Pontos
464
nenhuma das duas.
porque não está considerando inflação, dividendos, imposto de renda nem mesmo o aumento do risco de se morar no Brasil.
não tem cenário que a economia brasileira ganha da americana, isso é fato.

mas as vezes a gente está tão obcecado pela grama do vizinho que queremos sempre o "melhor retorno possível do planeta".
eu já passei da fase de achar que ficaria rico com investimento, ou da ambição de patrimônio multi-milionário, ou de tentar adivinhar o futuro.
nunca vou pegar medalha numa maratona, mas ter fôlego para terminar já é uma vitória (sendo que a maioria nem consegue se inscrever).
A inflação é fácil. É só pegar os 1000 reais em 2001 e corrigir para o valor atual. Aí comparar com o rendimento pra se ter uma noção.

Agora o problema são as taxas e impostos imbutidos nisso tudo, e aí eu concordo contigo. A realidade é bem menor que nesses cálculos.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
aplicar todo mês ou só quando tem baixa?

Leandro DÁvila (Clube dos Poupadores) fez uma simulação com BOVA11 (ETF do índice Bovespa).


ele simulou comprar 100ETF todos os meses entre 2016 e 2021.
em outra simulação ele comprou só quando o índice fechou negativo, na mesma quantidade de meses que não aportou.

o resultado é aquilo que muitos não concordam, que preço e momento importam.

213037
 

Metal God

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
34.759
Reações
29.618
Pontos
944
aplicar todo mês ou só quando tem baixa?

Leandro DÁvila (Clube dos Poupadores) fez uma simulação com BOVA11 (ETF do índice Bovespa).


ele simulou comprar 100ETF todos os meses entre 2016 e 2021.
em outra simulação ele comprou só quando o índice fechou negativo, na mesma quantidade de meses que não aportou.

o resultado é aquilo que muitos não concordam, que preço e momento importam.

Visualizar anexo 213037
O problema é adivinhar quando irá cair. Esse tipo de simulação com base no passado é preciso analisar com cautela.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
O problema é adivinhar quando irá cair. Esse tipo de simulação com base no passado é preciso analisar com cautela.
não tem adivinhação.
o que ele fez foi simular comprando só quando o papel fechou negativo no mês.

adivinhação é olhar o balanco contábil do ano passado e querer adivinhar a performance do próximo ano.
 

BlueWingedTiger

ROAR!
VIP
Mensagens
15.128
Reações
42.597
Pontos
554
aplicar todo mês ou só quando tem baixa?

Leandro DÁvila (Clube dos Poupadores) fez uma simulação com BOVA11 (ETF do índice Bovespa).


ele simulou comprar 100ETF todos os meses entre 2016 e 2021.
em outra simulação ele comprou só quando o índice fechou negativo, na mesma quantidade de meses que não aportou.

o resultado é aquilo que muitos não concordam, que preço e momento importam.

Visualizar anexo 213037
então, estou com minhas dúvidas sobre esses resultados e a probabilidade de repetição em longos períodos

vc tem aí uma diferença de quase 200% de retorno e já ví alguns estudos que mostram que mesmo acertando todas as quedas você não teria um retorno tão grande quanto quem compra todo mês.



os emojis são horríveis mas os dados que importam
 
Ultima Edição:

EvilMonkey

Bam-bam-bam
Mensagens
9.698
Reações
10.827
Pontos
389
Vale anunciou mais dividendos no valor 8,10 reais. Esse ano ela está insana e capaz de anunciar mais porem a bolha do minério de ferro pode estourar.
 

EgonRunner

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.164
Reações
25.248
Pontos
553
então, estou com minhas dúvidas sobre esses resultados e a probabilidade de repetição em longos períodos

vc tem aí uma diferença de quase 200% de retorno e já ví alguns estudos que mostram que mesmo acertando todas as quedas você não teria um retorno tão grande quanto quem compra todo mês.



os emojis são horríveis mas os dados que importam
realidade americana é diferente da realidade brasileira.
o índice mais simples que tivesse Apple, Amazon, Google e Facebook já seria maior que qualquer outro país.
dá pra ser otimista com a estabilidade política e crescimento econômico.

mas Brasil vive de ciclos (e depois do Plano Real, vive de ciclos políticos).
não dá pra usar as mesmas estratégias.
penso que em mercados de alta volatilidade, como por exemplo cripto, a consistência de aportes durante quedas é o que traz o preço médio pra baixo e maior ganhos no longo prazo.
 

Sr.Haller

Bam-bam-bam
Mensagens
7.223
Reações
5.897
Pontos
414
não tem adivinhação.
o que ele fez foi simular comprando só quando o papel fechou negativo no mês.

adivinhação é olhar o balanco contábil do ano passado e querer adivinhar a performance do próximo ano.
Eu fiquei curioso quanto ao impacto da crise de Março do ano passado. Se essa análise não teria sido consideravelmente diferente pegando um período sem Covid.

Então do gráfico original:

213153


Fiz com que a variação mensal de Março não fosse o brutal -31%, dei uma esmerilhada na queda, o mínimo é de 106 em Agosto de 2020. Fecha nos mesmos 114 de agora.

213154

E não muda praticamente nada no agregado, mesmos aproximados 275%.

Mas como o autor falou, essa estratégia é vencedora no período pós Vampirão, se pegar o período de 2010 a 2015 não sei se os resultados seriam tão bons.
 

Anexos

Oh Dae-su

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.429
Reações
25.988
Pontos
654
aplicar todo mês ou só quando tem baixa?

Leandro DÁvila (Clube dos Poupadores) fez uma simulação com BOVA11 (ETF do índice Bovespa).


ele simulou comprar 100ETF todos os meses entre 2016 e 2021.
em outra simulação ele comprou só quando o índice fechou negativo, na mesma quantidade de meses que não aportou.

o resultado é aquilo que muitos não concordam, que preço e momento importam.

Visualizar anexo 213037
Isso de comprar em queda e ficar tranquilo tem muito haver com experiencia...

O problema é adivinhar quando irá cair. Esse tipo de simulação com base no passado é preciso analisar com cautela.
Cara, nesse ponto os graficos ajudam muito....eles dao um parâmetro pra isso, mas ninguém ta procurando fundo e ponto de reversão, a gente so procura um bom ponto de baixar PM, por isso que eu nao espero o mercado cair 50% para comprar, qualquer queda que de 10% ja ta otimo, minha estrategia e basicamente a do Clube do Valor, só compro ativo que ta na m****, simples assim...mas tem que ter casca pra aguentar, eu nunca acertei fundo de nenhum ativo, normalmente eu compro e a desgraça segue caindo ou fica andando de lado por um bom tempo ate reagir
 
Ultima Edição:

Metal God

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
34.759
Reações
29.618
Pontos
944
Isso de comprar em queda e ficar tranquilo tem muito haver com experiencia...



Cara, nesse ponto os graficos ajudam muito....eles dao um parâmetro pra isso, mas ninguém ta procurando fundo e ponto de reversão, a gente so procura um bom ponto de baixar PM, por isso que eu nao espero o mercado cair 50% para comprar, qualquer queda que de 10% ja ta otimo, minha estrategia e basicamente a do Clube do Valor, só compro ativo que ta na m****, simples assim...mas tem que ter casca pra aguentar, eu nunca acertei fundo de nenhum ativo, normalmente eu compro e a desgraça segue caindo ou fica andando de lado por um bom tempo ate reagir
Mas às vezes o ativo tá na mierda porque é uma m_erda... Mas entendi a tua ideia.
 
Topo Fundo