O que há de Novo?
  • Novo tema escuro está disponível
    Um novo visual para o fórum com fundo escuro agora está disponível para todos. Você pode escolher o tema clicando no ícone de pincel no canto inferior esquerdo da página.
  • Estamos de volta. Informações sobre o downtime desta quarta estão na pasta Moderadores.


Lugares com uma forte presença energética.



Mensagens
2.540
Curtidas
5.371
Pontos
303
#38
dois locais: 1. uma casa (sobrado) de uma colega do ens. medio, era mt bom visita-la e ficar na casa dela; 2. antiga casa onde minha vó morava
 
Mensagens
5.409
Curtidas
19.637
Pontos
343
#39
no ultimo dia resolvi visitar aquele shopping de muambas que tem la pra trás do estacionamento...
depois de ir lá, eu só queria ir pra casa, cansado sei lá...
Putz, velho.... Quase igual. Fui pegar uma ex-namorada que voltava de uma romaria. Daí ela resolveu passar nessas lojas de "santos". Porra, achei bem deprimente, ainda mais que ela trabalhava com isso e ficava lá especulando preços e materiais e tamanhos.

Sobre a pergunta do OP, nunca senti nada energético em lugares. Mas já senti pessoas com uma energia ruim, negativas, sempre fracassadas e querendo levar os outros junto.
 

Dig Joy

Vem brincar comigo!
VIP
Mensagens
9.187
Curtidas
23.208
Pontos
353
#40
Espíritos marcam território.
Super normal se sentir mal ou bem em certo lugar.

Dependendo da religião que tu pratica, as pessoas irão te reconhecer por bem ou mal. Já conheci N pessoas que já foram chutadas de terreiros de macumba, por que dizendo os pai de santo ali não era o local deles. O contrario também é reciproco, é fácil perceber pela energia se a pessoa e católica devota, se mexe com macumba etc.
-----
Eu mesmo já fui perguntado se participava de religião X, sem mais nem menos...
O dia mais engraçado foi quando uma moça cega do nada no ponto de ônibus me disse que eu era de religião X, dizendo que tinha uma luz sobre mim. Estávamos no ponto de ônibus eu e uns amigos meus, foi super estranho... :kfreeze (Obs: Eu sou mesmo de tal religião)
 

CapetaJr

Habitué da casa
Mensagens
114
Curtidas
107
Pontos
68
#41
Lembro de uma vez que eu tava mal pra caralho pq tinha tomado um pé na bunda da minha primeira ex... Tudo de ruim eu sentia, ansiedade, mal estar, não dormia, não comia.
Minha mãe me levou pra uma senhora que fazia orações, pra ora por mim. Quando ela terminou, parece que tudo de ruim, absolutamente tudo de ruim que eu sentia, se esvaiu na mesma hora. Não tive mais um sentimento ruim referente à minha ex desde então.

---

Depoimento - OK
Nao eh Lorota!
Aprovo!

Abs!
Fé em Deus DJ kkk
[]´s
 


Mensagens
1.013
Curtidas
991
Pontos
163
#44
Espíritos marcam território.
Super normal se sentir mal ou bem em certo lugar.

Dependendo da religião que tu pratica, as pessoas irão te reconhecer por bem ou mal. Já conheci N pessoas que já foram chutadas de terreiros de macumba, por que dizendo os pai de santo ali não era o local deles. O contrario também é reciproco, é fácil perceber pela energia se a pessoa e católica devota, se mexe com macumba etc.
-----
Eu mesmo já fui perguntado se participava de religião X, sem mais nem menos...
O dia mais engraçado foi quando uma moça cega do nada no ponto de ônibus me disse que eu era de religião X, dizendo que tinha uma luz sobre mim. Estávamos no ponto de ônibus eu e uns amigos meus, foi super estranho... :kfreeze (Obs: Eu sou mesmo de tal religião)
E qual a sua religião?
 

sparcx86_GHOST

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.767
Curtidas
16.412
Pontos
784
#46
Tem vários tipos de "presença energética" e algumas pessoas podem sentir. Eu nao tenho tendencia a perceber coisas assim, mas agora quando "o clima está pesado" é facil de notar.
Evitar lugares como abatedouros e cemitérios é uma boa pedida, investigar o passado de uma casa antes de compra-la também e por aí vai.
 
Mensagens
4.693
Curtidas
5.678
Pontos
303
#51
É a mesma lição de sempre: não há "energia negativa" em si, mas somente para nós. O que nós experienciamos como "em-si", imperceptivelmente já é "para-nós", é resultado da nossa própria atividade, ainda que não percebamos. Tomemos como exemplo a própria Chapada Diamantina que alguns aqui já mencionaram.

Sim, ao chegarmos lá, "sentimos algo", mas este "algo" não é gerado porque adentramos uma qualidade intrínseca ao objeto, mas sim a sua construção. Há sempre uma inconsciente rede de predisposições que silenciosamente determina a nossa experiência e que tomamos pela "coisa em si", como algo independente de nossa atividade perceptiva. É uma síntese de certas percepções objetivas (que sempre já possuem a marca do sujeito) com tantas outras subjetivas.

Se o local é frio e está a uma certa altura, não só sentimos estes dados sensíveis, como instantaneamente os sentimos como indício de seu "algo mais", da sua "aura" mítica, da sua "energia"; isto é, um indício do seu "em-si" supostamente independente de nós. Portanto, devemos evitar esta tentação ao sobrenatural. Tudo o que nós sentimos é sempre-já mediado por uma inconsciente intervenção cultural do sujeito que o experimenta, e o que nós não temos acesso é o próprio "em-si" desta constante atividade de pôr essências do sujeito, que não é substancial, mas somente um erro de paralaxe.
 

Topo