O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


O futuro da mulher brasileira jovem de classe média

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
Você nega que mulheres tendem a esquerda e votaram em massa no Pt (especialmente na faixa etária citada pelo OP)?
Vc nega que os rapazes que frequentam os chans votaram no Bolso?

Esses "privilégios" de outrora bem ou mal, em partes, serviam de equilíbrio à sociedade. Claro que haviam excessos, mas até esses excessos estão se invertendo.
E isso é ruim. Isso pode e vai trazer problemas à sociedade como um todo. Já está trazendo.
Tudo muito equilibrado com a mulher na cozinha, o negro na senzala e a bicha no armário.
Agora vivemos nunca convulsão social pq os conservadores estão intimidados pelos privilégios feministas, gayzistas e comunistas.

O Brasil só tem 196 anos de idade... Mas estão há 500 anos no poder.

Caralho, essa direita é foda, hein.
Minha cidade foi capital da colônia é tem 500, nomenclaturas mudam com o tempo mas aqui existem famílias privilegiadas desde este época.

Não li todos os posts, nem sei pra qual rumo a conversa foi, mas tenho comigo que a coisa começou a desandar com o gênero feminino a partir do momento de sua emancipação total. Porque a partir disso a coisa se confundiu com privilégios.
Gostaria de saber explicitamente quais são esses privilégios.

O pessoal aqui adora de pagar de liberal mas gostaria mesmo de viver na Arábia Saudita.

Defender equidade de gênero, respeito a diversidade sexual, aborto é coisa de esquedista. Justamente nos países mais liberais do mundo isso já é legalmente garantido.

Não sei pq reclamam tanto de Cuba, Venezuela lá não existe feminismo e nem movimento gay. Se querem o capitalismo conservador mudem para o Islã.
 


Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
1.777
Reações
3.724
Pontos
268
Não sei pq reclamam tanto de Cuba, Venezuela lá não existe feminismo e nem movimento gay. Se querem o capitalismo conservador mudem para o Islã.
Ninguém reclama, a gente só usa como exemplo pra demonstrar que socialismo não funciona. Islão não é conservador, visto que o conservadorismo ocidental mantém tradições greco-romanas e judaico-cristãs. Na verdade conservador tem que ser contra o islão. Isso sem mencionar o fato dessa religião ser totalmente contra a liberdade individual que é uma característica básica do capitalismo.

Não existe feminismo e movimento gay em Cuba e Venezuela porque eles estão muito preocupados c/ o que vão comer amanhã pra perder tempo c/ as utopias de gente mimada.
 

JackDeWitt

Supra-sumo
Mensagens
406
Reações
1.348
Pontos
168
Vc nega que os rapazes que frequentam os chans votaram no Bolso?


Tudo muito equilibrado com a mulher na cozinha, o negro na senzala e a bicha no armário.
Agora vivemos nunca convulsão social pq os conservadores estão intimidados pelos privilégios feministas, gayzistas e comunistas.


Minha cidade foi capital da colônia é tem 500, nomenclaturas mudam com o tempo mas aqui existem famílias privilegiadas desde este época.



Gostaria de saber explicitamente quais são esses privilégios.

O pessoal aqui adora de pagar de liberal mas gostaria mesmo de viver na Arábia Saudita.

Defender equidade de gênero, respeito a diversidade sexual, aborto é coisa de esquedista. Justamente nos países mais liberais do mundo isso já é legalmente garantido.

Não sei pq reclamam tanto de Cuba, Venezuela lá não existe feminismo e nem movimento gay. Se querem o capitalismo conservador mudem para o Islã.
Toma aqui teus privilégios:


1. LEI FEDERAL No. 13104/2015 (Lei do Feminicídio)
Aumenta a pena do homicida caso a vítima do homicídio tenha sido mulher

2. LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991(Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências)
Determina tempo de contribuição e idade mínima da mulher para obter aposentadoria inferior ao do homem.

3. LEI Nº 11.340, DE 7 DE AGOSTO DE 2006(Lei Maria da Penha)
Amplia a caracterização de atos como violência e dá maiores penas quando a vítima for mulher.

4. LEI FEDERAL No. 150/2015 (Dispõe sobre o contrato de trabalho doméstico)
Prevê rescisão por culpa do empregador APENAS quando a violência feita pelo empregador ser contra uma mulher.

5. LEI FEDERAL No. 5948/2006 (Aprova a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas)
Aumenta a punição caso a pessoa traficada seja mulher e prevê maior assistência a mulher.

6. LEI FEDERAL No. 0/2015 (Dispõe sobre a realização de cirurgia plástica feita no SUS em reparo aos danos causados por violência)
Dá direito de cirurgia plástica reparadora de sequelas de lesões causadas por atos de violência APENAS a mulher.

7. LEI No 10.778, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2003(Estabelece a notificação compulsória do caso de violência contra a mulher que for atendida em serviços de saúde públicos ou privados) Prevê notificação compulsória de violência APENAS quando a vítima for mulher.

8. LEI Nº 11.977, DE 7 DE JULHO DE 2009(PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA)
Dá prioridade de atendimento às famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar. E dá preferencia de efetivação de contratos e registros em nome da mulher.

9. LEI Nº 11.804, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2008(Disciplina o direito a alimentos gravídicos e a forma como ele será exercido e dá outras providências)
Determina que despesas referentes a alimentação especial, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas indispensáveis deverão ser custeadas pelo futuro pai.

10. LEI Nº 11.489, DE 20 DE JUNHO DE 2007(Institui data comemorativa)
Institui o dia 6 de dezembro como o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

11. LEI FEDERAL No. 10836/2004 (Programa Bolsa Família)
Determina que o pagamento do beneficio seja feito preferencialmente a mulher.

12. LEI FEDERAL No. 10745/2003 (Institui o ano de 2004 como o “Ano da Mulher”)
Determina ao Poder Público a divulgação e comemoração do “Ano da Mulher”.

13. LEI FEDERAL 12.272 (empoderamento da mulher no esporte)
Art. 1o É instituído o ano de 2016 como o Ano do Empoderamento da Mulher na Política e no Esporte.

14. LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964(Lei do Serviço Militar)
Prevê obrigatoriedade de prestação de serviço militar do homem e isenta a mulher do serviço militar em período de paz.

15. CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988 e Lei do Serviço Militar (LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964): Mulheres têm direito a votar e ser votadas sem necessidade de alistamento militar. Para obter o título de eleitor, os homens entre 18 e 45 anos devem comprovar quitação com o alistamento militar. Durante o serviço militar obrigatório, os homens não têm direito de ser votados – e nem de votar.

Leis trabalhistas (CLT)

16. Toda mulher tem direito
a intervalo de 15 minutos antes de começar o trabalho em jornada extraordinária, de acordo com o artigo 384 da CLT,

17. Aposentadoria: A idade mínima para mulheres é de 60 anos, enquanto os homens devem esperar até os 65.

18. Licença-maternidade de 120 dias (a partir do 8º mês de gestação), sem prejuízo do emprego e do salário, que será integral.

19. Ser dispensada no horário de trabalhopara a realização de pelo menos seis consultas médicas e demais exames complementares.

20. Mudar de função ou setor de acordo com o estado de saúde e ter assegurada a retomada da antiga posição

Presta BEM a atenção no item 9:


Nesse tipo de ação basta a mulher "indicar" o suposto pai, e se o juiz acreditar que exista a mera possibilidade de ser verdade, o homem é obrigado a pagar a pensão mais os custos citados. Somente depois que a criança nasce é que o juiz autoriza o exame de DNA, caso dê negativo, o homem NÃO PODE pedir devolução dos valores pagos.

Fora que se a mulher acusar o homem de violência doméstica, consegue uma medida protetiva em segundos impedindo-o de ter contato com os filhos mesmo que nada tenha sido provado.


Mulheres podem fazer falsa acusação de estupro pra ver se cola e se for descoberta a mentira não acontece porra nenhuma com elas. Najila Trindade que o diga. @constatine é especialista sobre e pode trazer mais inúmeros casos pra provar.

Crimes contra mulheres classificados como feminicidio possuem penas mais duras em relação a homicídios. Mas qualquer morte de mulher por assassinato hoje é classificada como feminicidio. E sabe o quê é o mais interessante de tudo isso? 90% dos assassinatos no país são de homens e a única preocupação do estado é frear as mortes de mulheres através de punições mais rigorosas SÓ favorecendo elas. É 1 mulher morta pra 10 homens mortos. Simplesmente ridículo.

---------------
Lembrando que mulheres se aposentam 5 anos mais cedo, mesmo que a expectativa de vida delas seja de 7 anos a mais que as dos homens.
-------------
Em 80% dos casos a guarda dos filhos fica com a mãe:

------------
Descer fora do ponto de ônibus após as 22h
Embora nem todos os municípios brasileiros adotem essa lei, muitas cidades brasileiras permitem que mulheres desçam fora do ponto de ônibus no período que vai das 22h às 5h do dia seguinte para sua segurança, principalmente em áreas de grande periculosidade.

A lei 172/2014 também vale para idosos e é aplicada nas cidades de São Paulo, Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Cuiabá (MT).

Sim, porque só o homem pode correr risco de tomar chumbo a noite e ser assaltado.
------------
Misoginia na internet
Em abril, foi sancionada a lei 13.642/2018, que atribui à Polícia Federal a responsabilidade por investigar a divulgação de mensagens, pela internet, com conteúdo misógino, conceito definido pela legislação como "aqueles que propagam o ódio ou a aversão às mulheres".

Cadê a lei pra investigar a misandria das femistas na net?
---------------
Mais e mais direitos exclusivos para mulheres e o homem que se f0d4. Isso que fiz uma pesquisinha de merda por cima, deve ter muito mais. O seu comentário sobre igualdade é uma bela de uma piada.
 
Ultima Edição:

DoMorro

Bam-bam-bam
Mensagens
842
Reações
3.868
Pontos
283
Toma aqui teus privilégios:


1. LEI FEDERAL No. 13104/2015 (Lei do Feminicídio)
Aumenta a pena do homicida caso a vítima do homicídio tenha sido mulher

2. LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991(Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências)
Determina tempo de contribuição e idade mínima da mulher para obter aposentadoria inferior ao do homem.

3. LEI Nº 11.340, DE 7 DE AGOSTO DE 2006(Lei Maria da Penha)
Amplia a caracterização de atos como violência e dá maiores penas quando a vítima for mulher.

4. LEI FEDERAL No. 150/2015 (Dispõe sobre o contrato de trabalho doméstico)
Prevê rescisão por culpa do empregador APENAS quando a violência feita pelo empregador ser contra uma mulher.

5. LEI FEDERAL No. 5948/2006 (Aprova a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas)
Aumenta a punição caso a pessoa traficada seja mulher e prevê maior assistência a mulher.

6. LEI FEDERAL No. 0/2015 (Dispõe sobre a realização de cirurgia plástica feita no SUS em reparo aos danos causados por violência)
Dá direito de cirurgia plástica reparadora de sequelas de lesões causadas por atos de violência APENAS a mulher.

7. LEI No 10.778, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2003(Estabelece a notificação compulsória do caso de violência contra a mulher que for atendida em serviços de saúde públicos ou privados) Prevê notificação compulsória de violência APENAS quando a vítima for mulher.

8. LEI Nº 11.977, DE 7 DE JULHO DE 2009(PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA)
Dá prioridade de atendimento às famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar. E dá preferencia de efetivação de contratos e registros em nome da mulher.

9. LEI Nº 11.804, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2008(Disciplina o direito a alimentos gravídicos e a forma como ele será exercido e dá outras providências)
Determina que despesas referentes a alimentação especial, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas indispensáveis deverão ser custeadas pelo futuro pai.

10. LEI Nº 11.489, DE 20 DE JUNHO DE 2007(Institui data comemorativa)
Institui o dia 6 de dezembro como o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

11. LEI FEDERAL No. 10836/2004 (Programa Bolsa Família)
Determina que o pagamento do beneficio seja feito preferencialmente a mulher.

12. LEI FEDERAL No. 10745/2003 (Institui o ano de 2004 como o “Ano da Mulher”)
Determina ao Poder Público a divulgação e comemoração do “Ano da Mulher”.

13. LEI FEDERAL 12.272 (empoderamento da mulher no esporte)
Art. 1o É instituído o ano de 2016 como o Ano do Empoderamento da Mulher na Política e no Esporte.

14. LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964(Lei do Serviço Militar)
Prevê obrigatoriedade de prestação de serviço militar do homem e isenta a mulher do serviço militar em período de paz.

15. CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988 e Lei do Serviço Militar (LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964): Mulheres têm direito a votar e ser votadas sem necessidade de alistamento militar. Para obter o título de eleitor, os homens entre 18 e 45 anos devem comprovar quitação com o alistamento militar. Durante o serviço militar obrigatório, os homens não têm direito de ser votados – e nem de votar.

Leis trabalhistas (CLT)

16. Toda mulher tem direito
a intervalo de 15 minutos antes de começar o trabalho em jornada extraordinária, de acordo com o artigo 384 da CLT,

17. Aposentadoria: A idade mínima para mulheres é de 60 anos, enquanto os homens devem esperar até os 65.

18. Licença-maternidade de 120 dias (a partir do 8º mês de gestação), sem prejuízo do emprego e do salário, que será integral.

19. Ser dispensada no horário de trabalhopara a realização de pelo menos seis consultas médicas e demais exames complementares.

20. Mudar de função ou setor de acordo com o estado de saúde e ter assegurada a retomada da antiga posição

Presta BEM a atenção no item 9:


Nesse tipo de ação basta a mulher "indicar" o suposto pai, e se o juiz acreditar que exista a mera possibilidade de ser verdade, o homem é obrigado a pagar a pensão mais os custos citados. Somente depois que a criança nasce é que o juiz autoriza o exame de DNA, caso dê negativo, o homem NÃO PODE pedir devolução dos valores pagos.

Fora que se a mulher acusar o homem de violência doméstica, consegue uma medida protetiva em segundos impedindo-o de ter contato com os filhos mesmo que nada tenha sido provado.


Mulheres podem fazer falsa acusação de estupro pra ver se cola e se for descoberta a mentira não acontece porra nenhuma com elas. Najila Trindade que o diga. @constatine é especialista sobre e pode trazer mais inúmeros casos pra provar.

Crimes contra mulheres classificados como feminicidio possuem penas mais duras em relação a homicídios. Mas qualquer morte de mulher por assassinato hoje é classificada como feminicidio. E sabe o quê é o mais interessante de tudo isso? 90% dos assassinatos no país são de homens e a única preocupação do estado é frear as mortes de mulheres através de punições mais rigorosas SÓ favorecendo elas. É 1 mulher morta pra 10 homens mortos. Simplesmente ridículo.

---------------
Lembrando que mulheres se aposentam 5 anos mais cedo, mesmo que a expectativa de vida delas seja de 7 anos a mais que as dos homens.
-------------
Em 80% dos casos a guarda dos filhos fica com a mãe:

------------
Descer fora do ponto de ônibus após as 22h
Embora nem todos os municípios brasileiros adotem essa lei, muitas cidades brasileiras permitem que mulheres desçam fora do ponto de ônibus no período que vai das 22h às 5h do dia seguinte para sua segurança, principalmente em áreas de grande periculosidade.

A lei 172/2014 também vale para idosos e é aplicada nas cidades de São Paulo, Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Cuiabá (MT).

Sim, porque só o homem pode correr risco de tomar chumbo a noite e ser assaltado.
------------
Misoginia na internet
Em abril, foi sancionada a lei 13.642/2018, que atribui à Polícia Federal a responsabilidade por investigar a divulgação de mensagens, pela internet, com conteúdo misógino, conceito definido pela legislação como "aqueles que propagam o ódio ou a aversão às mulheres".

Cadê a lei pra investigar a misandria das femistas na net?
---------------
Mais e mais direitos exclusivos para mulheres e o homem que se f0d4. Isso que fiz uma pesquisinha de merda por cima, deve ter muito mais. O seu comentário sobre igualdade é uma bela de uma piada.
TAPORRÉÉSSA TAQUEOPARIU!!!

Muita lei aí que eu nem tinha ideia que existia, de tão ridícula.

Ainda bem que eu já estou na meia idade, muito bem casado a quase 20 anos. Coitado de quem está começando a vida agora. Só confirma que o melhor caminho é o MGTOW mesmo. E pra transar, que pague uma profissional que sai muito mais barato e ainda dá pra variar.

PS: Dó do meu filho de 7 anos que nasceu homem. Tá fudidu. Pior que eu sempre quis uma MENINA.
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
5.040
Reações
25.802
Pontos
353
Vc nega que os rapazes que frequentam os chans votaram no Bolso?


Tudo muito equilibrado com a mulher na cozinha, o negro na senzala e a bicha no armário.
Agora vivemos nunca convulsão social pq os conservadores estão intimidados pelos privilégios feministas, gayzistas e comunistas.


Minha cidade foi capital da colônia é tem 500, nomenclaturas mudam com o tempo mas aqui existem famílias privilegiadas desde este época.



Gostaria de saber explicitamente quais são esses privilégios.

O pessoal aqui adora de pagar de liberal mas gostaria mesmo de viver na Arábia Saudita.

Defender equidade de gênero, respeito a diversidade sexual, aborto é coisa de esquedista. Justamente nos países mais liberais do mundo isso já é legalmente garantido.

Não sei pq reclamam tanto de Cuba, Venezuela lá não existe feminismo e nem movimento gay. Se querem o capitalismo conservador mudem para o Islã.
Você pode defender sua equidade e seu respeito ao gênero (seja lá qual seja o conceito de "respeito" na cabeça de um esquerdista). O que você NÃO PODE, é usar a força do estado para me coagir a adequar a sua abominação ideológica querendo moldar o indivíduo.

Aliás pior do que isso, defender privilégio legal para certos indivíduos ou grupos, é coisa de gente covarde.

Só existem 3 direitos eticamente e racionalmente justificáveis (vida, liberdade, propriedade privada). Qualquer tentativa de negar esses direitos, é agressão. Te torna um tirano enrustido como qualquer outro que usou o estado para cometer injustiças e forçar o indivíduo.

PS: países islâmicos não são conservadores, eles também usam esses privilégios legais e agressões ao indivíduo por parte do estado, tal qual a esquerda progressista. Não é atoa que são dois grupos que se entendem.
Conservadorismo trata da prudência e do respeito as leis éticas.
 
Ultima Edição:

Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
1.777
Reações
3.724
Pontos
268
Você pode defender sua "equidade" e seu "respeito" ao gênero (seja lá qual seja o conceito de respeito na cabeça de um esquerdista). O que você NÃO PODE, é usar a força do estado para me coagir a adequar a sua abominação ideológica.
Já tentei explicar isso p/ ele(a). Mas eu até entendo a perspectiva desse pessoal, eles pensam que, por exemplo, por mulheres sofrerem mais agressão e correrem mais riscos domésticos que os homens, logo merecem mais direitos sobre essa questão. O problema dessa Nova Esquerda é que eles só enxergam os problemas de X grupo (as tais minorias), e esquecem outros. Tipo, na Europa atual é mais provável aprovarem leis contra a "islamofobia" do que contra a cristofobia. Mesmo que a cristofobia seja anos-luz mais comum que "islamofobia".

Fascismo é o modelo político usado p/ descrever sistemas autoritários num geral. O feminismo quer aumento do Estado através de leis que privilegiam as mulheres e inibem os homens. Isso é autoritarismo em sua forma mais pura, ou seja, isso é fascismo.
 


teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
---------------

Mais tarde irei comentar 1 por 1 cada Lei, primeiramente acho importante jogarmos uma luz sobre o assassinatos de homens:

1. Como esses homens morrem?

2. Quantos desses homens são mortos por mulheres?

3. No caso da criminosa ser mulher, quantas abusam sexualmente das suas vítimas e/ou foram ex namoradas ou esposas desses homens?

Sobre guarda compartilhada, fico feliz que como mostra a reportagem mais homens estão entrando na justiça pedindo a guarda de seus filhos.
 

geist

Bam-bam-bam
Mensagens
9.602
Reações
33.155
Pontos
353
Toma aqui teus privilégios:


1. LEI FEDERAL No. 13104/2015 (Lei do Feminicídio)
Aumenta a pena do homicida caso a vítima do homicídio tenha sido mulher

2. LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991(Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências)
Determina tempo de contribuição e idade mínima da mulher para obter aposentadoria inferior ao do homem.

3. LEI Nº 11.340, DE 7 DE AGOSTO DE 2006(Lei Maria da Penha)
Amplia a caracterização de atos como violência e dá maiores penas quando a vítima for mulher.

4. LEI FEDERAL No. 150/2015 (Dispõe sobre o contrato de trabalho doméstico)
Prevê rescisão por culpa do empregador APENAS quando a violência feita pelo empregador ser contra uma mulher.

5. LEI FEDERAL No. 5948/2006 (Aprova a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas)
Aumenta a punição caso a pessoa traficada seja mulher e prevê maior assistência a mulher.

6. LEI FEDERAL No. 0/2015 (Dispõe sobre a realização de cirurgia plástica feita no SUS em reparo aos danos causados por violência)
Dá direito de cirurgia plástica reparadora de sequelas de lesões causadas por atos de violência APENAS a mulher.

7. LEI No 10.778, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2003(Estabelece a notificação compulsória do caso de violência contra a mulher que for atendida em serviços de saúde públicos ou privados) Prevê notificação compulsória de violência APENAS quando a vítima for mulher.

8. LEI Nº 11.977, DE 7 DE JULHO DE 2009(PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA)
Dá prioridade de atendimento às famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar. E dá preferencia de efetivação de contratos e registros em nome da mulher.

9. LEI Nº 11.804, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2008(Disciplina o direito a alimentos gravídicos e a forma como ele será exercido e dá outras providências)
Determina que despesas referentes a alimentação especial, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas indispensáveis deverão ser custeadas pelo futuro pai.

10. LEI Nº 11.489, DE 20 DE JUNHO DE 2007(Institui data comemorativa)
Institui o dia 6 de dezembro como o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

11. LEI FEDERAL No. 10836/2004 (Programa Bolsa Família)
Determina que o pagamento do beneficio seja feito preferencialmente a mulher.

12. LEI FEDERAL No. 10745/2003 (Institui o ano de 2004 como o “Ano da Mulher”)
Determina ao Poder Público a divulgação e comemoração do “Ano da Mulher”.

13. LEI FEDERAL 12.272 (empoderamento da mulher no esporte)
Art. 1o É instituído o ano de 2016 como o Ano do Empoderamento da Mulher na Política e no Esporte.

14. LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964(Lei do Serviço Militar)
Prevê obrigatoriedade de prestação de serviço militar do homem e isenta a mulher do serviço militar em período de paz.

15. CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988 e Lei do Serviço Militar (LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964): Mulheres têm direito a votar e ser votadas sem necessidade de alistamento militar. Para obter o título de eleitor, os homens entre 18 e 45 anos devem comprovar quitação com o alistamento militar. Durante o serviço militar obrigatório, os homens não têm direito de ser votados – e nem de votar.

Leis trabalhistas (CLT)

16. Toda mulher tem direito
a intervalo de 15 minutos antes de começar o trabalho em jornada extraordinária, de acordo com o artigo 384 da CLT,

17. Aposentadoria: A idade mínima para mulheres é de 60 anos, enquanto os homens devem esperar até os 65.

18. Licença-maternidade de 120 dias (a partir do 8º mês de gestação), sem prejuízo do emprego e do salário, que será integral.

19. Ser dispensada no horário de trabalhopara a realização de pelo menos seis consultas médicas e demais exames complementares.

20. Mudar de função ou setor de acordo com o estado de saúde e ter assegurada a retomada da antiga posição

Presta BEM a atenção no item 9:


Nesse tipo de ação basta a mulher "indicar" o suposto pai, e se o juiz acreditar que exista a mera possibilidade de ser verdade, o homem é obrigado a pagar a pensão mais os custos citados. Somente depois que a criança nasce é que o juiz autoriza o exame de DNA, caso dê negativo, o homem NÃO PODE pedir devolução dos valores pagos.

Fora que se a mulher acusar o homem de violência doméstica, consegue uma medida protetiva em segundos impedindo-o de ter contato com os filhos mesmo que nada tenha sido provado.


Mulheres podem fazer falsa acusação de estupro pra ver se cola e se for descoberta a mentira não acontece porra nenhuma com elas. Najila Trindade que o diga. @constatine é especialista sobre e pode trazer mais inúmeros casos pra provar.

Crimes contra mulheres classificados como feminicidio possuem penas mais duras em relação a homicídios. Mas qualquer morte de mulher por assassinato hoje é classificada como feminicidio. E sabe o quê é o mais interessante de tudo isso? 90% dos assassinatos no país são de homens e a única preocupação do estado é frear as mortes de mulheres através de punições mais rigorosas SÓ favorecendo elas. É 1 mulher morta pra 10 homens mortos. Simplesmente ridículo.

---------------
Lembrando que mulheres se aposentam 5 anos mais cedo, mesmo que a expectativa de vida delas seja de 7 anos a mais que as dos homens.
-------------
Em 80% dos casos a guarda dos filhos fica com a mãe:

------------
Descer fora do ponto de ônibus após as 22h
Embora nem todos os municípios brasileiros adotem essa lei, muitas cidades brasileiras permitem que mulheres desçam fora do ponto de ônibus no período que vai das 22h às 5h do dia seguinte para sua segurança, principalmente em áreas de grande periculosidade.

A lei 172/2014 também vale para idosos e é aplicada nas cidades de São Paulo, Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Cuiabá (MT).

Sim, porque só o homem pode correr risco de tomar chumbo a noite e ser assaltado.
------------
Misoginia na internet
Em abril, foi sancionada a lei 13.642/2018, que atribui à Polícia Federal a responsabilidade por investigar a divulgação de mensagens, pela internet, com conteúdo misógino, conceito definido pela legislação como "aqueles que propagam o ódio ou a aversão às mulheres".

Cadê a lei pra investigar a misandria das femistas na net?
---------------
Mais e mais direitos exclusivos para mulheres e o homem que se f0d4. Isso que fiz uma pesquisinha de merda por cima, deve ter muito mais. O seu comentário sobre igualdade é uma bela de uma piada.
Perfeito. Não poderia ter respondido melhor o @teresabahia

Quanto à questão liberal, eu só defendo no âmbito econômico e não no de costumes e moralidade. Nunca fui favorável ao aborto e outras abominações como a ideologia de gênero, eugenia, liberalização de drogas ilícitas, etc.
 

Layzem

Bam-bam-bam
Mensagens
2.110
Reações
2.046
Pontos
354
Bom, para poder responder essa pergunta, uma outra pergunta precisa ser respondida 1°.
Qual o papel da mulher na sociedade ?
 

Kaciq

Habitué da casa
Mensagens
200
Reações
577
Pontos
93
Isso varia. Tem gente que pensa que papéis sociais são opressores e fascistas, e que a sociedade deveria ser um grande oba-oba, tem gente com aquela visão tradicional da mulher dona de casa, e tudo mais entre esses dois pontos
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.569
Reações
46.743
Pontos
544
Vc nega que os rapazes que frequentam os chans votaram no Bolso?


Tudo muito equilibrado com a mulher na cozinha, o negro na senzala e a bicha no armário.
Agora vivemos nunca convulsão social pq os conservadores estão intimidados pelos privilégios feministas, gayzistas e comunistas.


Minha cidade foi capital da colônia é tem 500, nomenclaturas mudam com o tempo mas aqui existem famílias privilegiadas desde este época.



Gostaria de saber explicitamente quais são esses privilégios.

O pessoal aqui adora de pagar de liberal mas gostaria mesmo de viver na Arábia Saudita.

Defender equidade de gênero, respeito a diversidade sexual, aborto é coisa de esquedista. Justamente nos países mais liberais do mundo isso já é legalmente garantido.

Não sei pq reclamam tanto de Cuba, Venezuela lá não existe feminismo e nem movimento gay. Se querem o capitalismo conservador mudem para o Islã.
Ninguém falou de negro na senzala nem gay no armário. Você é que fez uma falsa correlação.

Diria que até os anos 90 e início dos 2000 esse equilíbrio estava em vigor. Na época os gays já estavam saindo do armário (o que é um pleno direito deles, e desde que não firam liberdades de outros, podem fazê-lo), a escravidão já havia acabado oficialmente em todo o mundo, mas o feminismo radical tinha muita pouca aderência.

Quanto aos privilégios, o geist já falou. E outra, não é impossível ser a favor da liberdade, mas ter seus próprios juízos de valor dentro do julgo pessoal.
E outra coisa: na Europa, tudo isso tá indo pro ralo nos ditos países mais liberais, graças à imigração massiva islâmica. França e Suécia são grandes exemplos. Enquanto as conservadoras Polônia e Hungria estão conseguindo manter suas sociedades saudavelmente.
 

ptsousa

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
48.686
Reações
133.904
Pontos
814
Mais tarde irei comentar 1 por 1 cada Lei, primeiramente acho importante jogarmos uma luz sobre o assassinatos de homens:

1. Como esses homens morrem?

2. Quantos desses homens são mortos por mulheres?

3. No caso da criminosa ser mulher, quantas abusam sexualmente das suas vítimas e/ou foram ex namoradas ou esposas desses homens?

Sobre guarda compartilhada, fico feliz que como mostra a reportagem mais homens estão entrando na justiça pedindo a guarda de seus filhos.
Essa eu respondo e vou inverter o 2 com o 3 para ficar mais fluida a explicação.

1 - De tudo que é jeito (sério, não é uma resposta zuera)

3 - O único dado que temos é que homens são mais vítimas de violência doméstica do que as mulheres. Homens são aproximadamente 80% dos vitimados por assassinatos ocorridos dentro do lar. Segundo os dados oficiais do Governo colhidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/Datasus/MS), do total de 8.770 homicídios por violência doméstica que ocorreram em 2016 no Brasil, morreram quase quatro vezes mais homens do que mulheres.

2 - Aí é fazer a conta: Foram 61.619 mortes violentas em 2016 das quais 56.962 foram homens (92,4% do total) e 4.657 mulheres (7,6% do total). Além disso, 96,3% dos homicidas identificados são homens, e suas vítimas preferenciais são outros homens (85,9%).

Ou seja, fazendo uma conta estimativa 1:1 (1 morte = 1 homicida), são 2.279 mulheres homicidas e 59.340 homens homicidas. Claro que existem os homicídios múltiplos então o número de homens homicidas deve ser menor, embora grande ainda (já que mulher é bem menos propensa a cometer múltiplos homicídios)

Então, temos o dado de que 8.770 homicídios foram por violência doméstica, dos quais por volta de 7.000 tiveram homens como vítima e os outros 1.770 tiveram mulheres como vítima.

Aí é matemática: Como a grande maioria das mulheres vítimas de violência doméstica é vitimada por homens e como homicídios fora do ambiente doméstico são cometidos super majoritariamente por homens (latrocínios, confronto com gangues, polícia e etc, briga de bar, briga no trânsito e por aí vai), há mais mulheres vitimando homens no ambiente doméstico do que homens vitimando mulheres no mesmo ambiente.


Obs: Morreram mais homens em violência doméstica do que mulheres somando tudo.


Aliás, para registro, houve por volta de 49.500 estupros. Se levarmos em consideração que quase a totalidade desses tiveram mulheres como vítimas:

Estupros + homicídios de mulheres < homicídios de homens. Mas eu sei que teve aumento global em 2017 então é provável que Estupros + homicídios + feminicídios tenham igualado ou passado por pouco os homicídios de homens sozinhos.



Fonte: Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública do ano passado, relativo a 2016. O site deles está fora do ar. Quando voltar, faço o de 2017.

Esses dados de 2016 são os que eu já tinha.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.569
Reações
46.743
Pontos
544
Você também descobriu que poder político é a única coisa levada em consideração, poder cultural não existe.
A teresabahia curtiu seu comentário, seriamente. Talvez ela realmente acredite que não existe poder cultural.
 

Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
1.777
Reações
3.724
Pontos
268
Essa eu respondo e vou inverter o 2 com o 3 para ficar mais fluida a explicação.

1 - De tudo que é jeito (sério, não é uma resposta zuera)

3 - O único dado que temos é que homens são mais vítimas de violência doméstica do que as mulheres. Homens são aproximadamente 80% dos vitimados por assassinatos ocorridos dentro do lar. Segundo os dados oficiais do Governo colhidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/Datasus/MS), do total de 8.770 homicídios por violência doméstica que ocorreram em 2016 no Brasil, morreram quase quatro vezes mais homens do que mulheres.

2 - Aí é fazer a conta: Foram 61.619 mortes violentas em 2016 das quais 56.962 foram homens (92,4% do total) e 4.657 mulheres (7,6% do total). Além disso, 96,3% dos homicidas identificados são homens, e suas vítimas preferenciais são outros homens (85,9%).

Ou seja, fazendo uma conta estimativa 1:1 (1 morte = 1 homicida), são 2.279 mulheres homicidas e 59.340 homens homicidas. Claro que existem os homicídios múltiplos então o número de homens homicidas deve ser menor, embora grande ainda (já que mulher é bem menos propensa a cometer múltiplos homicídios)

Então, temos o dado de que 8.770 homicídios foram por violência doméstica, dos quais por volta de 7.000 tiveram homens como vítima e os outros 1.770 tiveram mulheres como vítima.

Aí é matemática: Como a grande maioria das mulheres vítimas de violência doméstica é vitimada por homens e como homicídios fora do ambiente doméstico são cometidos super majoritariamente por homens (latrocínios, confronto com gangues, polícia e etc, briga de bar, briga no trânsito e por aí vai), há mais mulheres vitimando homens no ambiente doméstico do que homens vitimando mulheres no mesmo ambiente.


Obs: Morreram mais homens em violência doméstica do que mulheres somando tudo.


Aliás, para registro, houve por volta de 49.500 estupros. Se levarmos em consideração que quase a totalidade desses tiveram mulheres como vítimas:

Estupros + homicídios de mulheres < homicídios de homens. Mas eu sei que teve aumento global em 2017 então é provável que Estupros + homicídios + feminicídios tenham igualado ou passado por pouco os homicídios de homens sozinhos.



Fonte: Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública do ano passado, relativo a 2016. O site deles está fora do ar. Quando voltar, faço o de 2017.

Esses dados de 2016 são os que eu já tinha.
Melhor comentário deste tópico. Parabéns, soldado.
 

Geo

Bam-bam-bam
Mensagens
9.180
Reações
10.240
Pontos
429
Toma aqui teus privilégios:


1. LEI FEDERAL No. 13104/2015 (Lei do Feminicídio)
Aumenta a pena do homicida caso a vítima do homicídio tenha sido mulher

2. LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991(Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências)
Determina tempo de contribuição e idade mínima da mulher para obter aposentadoria inferior ao do homem.

3. LEI Nº 11.340, DE 7 DE AGOSTO DE 2006(Lei Maria da Penha)
Amplia a caracterização de atos como violência e dá maiores penas quando a vítima for mulher.

4. LEI FEDERAL No. 150/2015 (Dispõe sobre o contrato de trabalho doméstico)
Prevê rescisão por culpa do empregador APENAS quando a violência feita pelo empregador ser contra uma mulher.

5. LEI FEDERAL No. 5948/2006 (Aprova a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas)
Aumenta a punição caso a pessoa traficada seja mulher e prevê maior assistência a mulher.

6. LEI FEDERAL No. 0/2015 (Dispõe sobre a realização de cirurgia plástica feita no SUS em reparo aos danos causados por violência)
Dá direito de cirurgia plástica reparadora de sequelas de lesões causadas por atos de violência APENAS a mulher.

7. LEI No 10.778, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2003(Estabelece a notificação compulsória do caso de violência contra a mulher que for atendida em serviços de saúde públicos ou privados) Prevê notificação compulsória de violência APENAS quando a vítima for mulher.

8. LEI Nº 11.977, DE 7 DE JULHO DE 2009(PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA)
Dá prioridade de atendimento às famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar. E dá preferencia de efetivação de contratos e registros em nome da mulher.

9. LEI Nº 11.804, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2008(Disciplina o direito a alimentos gravídicos e a forma como ele será exercido e dá outras providências)
Determina que despesas referentes a alimentação especial, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas indispensáveis deverão ser custeadas pelo futuro pai.

10. LEI Nº 11.489, DE 20 DE JUNHO DE 2007(Institui data comemorativa)
Institui o dia 6 de dezembro como o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

11. LEI FEDERAL No. 10836/2004 (Programa Bolsa Família)
Determina que o pagamento do beneficio seja feito preferencialmente a mulher.

12. LEI FEDERAL No. 10745/2003 (Institui o ano de 2004 como o “Ano da Mulher”)
Determina ao Poder Público a divulgação e comemoração do “Ano da Mulher”.

13. LEI FEDERAL 12.272 (empoderamento da mulher no esporte)
Art. 1o É instituído o ano de 2016 como o Ano do Empoderamento da Mulher na Política e no Esporte.

14. LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964(Lei do Serviço Militar)
Prevê obrigatoriedade de prestação de serviço militar do homem e isenta a mulher do serviço militar em período de paz.

15. CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988 e Lei do Serviço Militar (LEI No 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964): Mulheres têm direito a votar e ser votadas sem necessidade de alistamento militar. Para obter o título de eleitor, os homens entre 18 e 45 anos devem comprovar quitação com o alistamento militar. Durante o serviço militar obrigatório, os homens não têm direito de ser votados – e nem de votar.

Leis trabalhistas (CLT)

16. Toda mulher tem direito
a intervalo de 15 minutos antes de começar o trabalho em jornada extraordinária, de acordo com o artigo 384 da CLT,

17. Aposentadoria: A idade mínima para mulheres é de 60 anos, enquanto os homens devem esperar até os 65.

18. Licença-maternidade de 120 dias (a partir do 8º mês de gestação), sem prejuízo do emprego e do salário, que será integral.

19. Ser dispensada no horário de trabalhopara a realização de pelo menos seis consultas médicas e demais exames complementares.

20. Mudar de função ou setor de acordo com o estado de saúde e ter assegurada a retomada da antiga posição

Presta BEM a atenção no item 9:


Nesse tipo de ação basta a mulher "indicar" o suposto pai, e se o juiz acreditar que exista a mera possibilidade de ser verdade, o homem é obrigado a pagar a pensão mais os custos citados. Somente depois que a criança nasce é que o juiz autoriza o exame de DNA, caso dê negativo, o homem NÃO PODE pedir devolução dos valores pagos.

Fora que se a mulher acusar o homem de violência doméstica, consegue uma medida protetiva em segundos impedindo-o de ter contato com os filhos mesmo que nada tenha sido provado.


Mulheres podem fazer falsa acusação de estupro pra ver se cola e se for descoberta a mentira não acontece porra nenhuma com elas. Najila Trindade que o diga. @constatine é especialista sobre e pode trazer mais inúmeros casos pra provar.

Crimes contra mulheres classificados como feminicidio possuem penas mais duras em relação a homicídios. Mas qualquer morte de mulher por assassinato hoje é classificada como feminicidio. E sabe o quê é o mais interessante de tudo isso? 90% dos assassinatos no país são de homens e a única preocupação do estado é frear as mortes de mulheres através de punições mais rigorosas SÓ favorecendo elas. É 1 mulher morta pra 10 homens mortos. Simplesmente ridículo.

---------------
Lembrando que mulheres se aposentam 5 anos mais cedo, mesmo que a expectativa de vida delas seja de 7 anos a mais que as dos homens.
-------------
Em 80% dos casos a guarda dos filhos fica com a mãe:

------------
Descer fora do ponto de ônibus após as 22h
Embora nem todos os municípios brasileiros adotem essa lei, muitas cidades brasileiras permitem que mulheres desçam fora do ponto de ônibus no período que vai das 22h às 5h do dia seguinte para sua segurança, principalmente em áreas de grande periculosidade.

A lei 172/2014 também vale para idosos e é aplicada nas cidades de São Paulo, Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Cuiabá (MT).

Sim, porque só o homem pode correr risco de tomar chumbo a noite e ser assaltado.
------------
Misoginia na internet
Em abril, foi sancionada a lei 13.642/2018, que atribui à Polícia Federal a responsabilidade por investigar a divulgação de mensagens, pela internet, com conteúdo misógino, conceito definido pela legislação como "aqueles que propagam o ódio ou a aversão às mulheres".

Cadê a lei pra investigar a misandria das femistas na net?
---------------
Mais e mais direitos exclusivos para mulheres e o homem que se f0d4. Isso que fiz uma pesquisinha de merda por cima, deve ter muito mais. O seu comentário sobre igualdade é uma bela de uma piada.
Material copiado daqui: https://br.avoiceformen.com/politica-e-os-sexos/20-privilegios-legais/

Quem é A Voice For Men? https://br.avoiceformen.com/missao-e-valores/

  • Promover a oposição, não violenta e dentro da lei, a todos os agentes de misandria e gênero-centrismo, desde os membros do meio acadêmico, passando por gestores públicos, agentes da segurança pública e outros servidores estatais, até blogueiros(as) populares e colaboradores de empresas que promovam a misandria e gênero-centrismo para lucro pessoal;
  • Apoiar atos não violentos de desobediência civil quando necessário;
  • Informar homens, mulheres, meninos e meninas sobre as ameaças que eles enfrentam onde houver ingerência do feminismo de gênero, e promover o fim dessa ingerência;
  • Desmascarar mentiras sexistas onde quer que elas ocorram;
  • Oferecer uma perspectiva mais razoável, cogente e intelectualmente honesta de políticas em questões de gênero;
  • Abordar a variedade de problemas enfrentados por homens e meninos sob ingerência feminista de gênero e tentar reduzir esses problemas;
  • Promover um fim para a histeria causada pela campanha da “cultura do estupro”, informações falsas sobre violência doméstica e falsas acusações;
  • Promover uma cultura que valorize o tratamento igual perante a lei a todos os seres humanos;
  • Facilitar um novo contrato social entre homens e mulheres, levando a respeito mútuo, responsabilidade e expectativas igualitárias e justas.
  • O AVfM tem como única ideologia a compaixão por meninos e homens. Igualmente a meninas, mulheres e qualquer outro grupo humano.
♦♦♦​



Nossos valores
  • O AVfM considera ideólogos de gênero e todos os outros agentes de misandria como uma malignidade social. Nós não os consideramos bem intencionados ou agentes honestos dos objetivos nobres que eles afirmem defender. Nós não lhes estendemos mais cortesia do que a racistas, neo-nazistas ou outros propagadores de ódio. Nós vamos informá-los onde eles desejarem aprender, mas responsabilizá-los tanto pela sua ignorância quanto por suas ações;
  • Nós não seremos partidários, de forma alguma, em lutas políticas e, em vista da evidência disponível, consideramos que geralmente as opções políticas predominantes praticam preconceito contra os Direitos Humanos e Dignidade Humana dos homens e meninos;
  • Nós apoiamos reações não-violentas à ingerência do feminismo de gênero e procuramos na prática evitar futuros atos de violência que a ingerência feminista de gênero já inspira;
  • Nós nos opomos a qualquer autoridade do Estado sobre as vidas particulares de cidadãos adultos em relações inter-pessoais consensuais;
  • Nós não nos partidarizamos em termos de religião ou ausência de religião. Nem defendemos, nem nos opomos a princípios religiosos.
Para maiores informações, indicamos o contato com Aldir Gracindo, Editor do AVfM Brasil, através do e-mail:

myemail

Caso necessário, pode ser feito contato com o Editor-Chefe internacional do AVfM Paul Elam (EUA) pelo e-mail:

email-img-paul

-----------------------------------------

Trata-se de uma ONG internacional que, como muitos grupos conservadores, negam fatos históricos (como a questão do voto feminino) e os distorce como se fosse luz da verdade.
 

antonioli

O Exterminador de nicknames
VIP
Mensagens
88.402
Reações
133.340
Pontos
949
Pleno 2019 e gente falando em negro em senzala e gay em armário. Parece que estamos em 1650 ou 1930.

Parece que negro não pode estudar (com direito às cotas), trabalhar, votar, empreender, ganhar dinheiro, gerar emprego, prestar concurso (com direito às cotas) e etc.

Parece que não vemos gays em nosso dia-a-dia, nem na TV ou cinema e estão todos escondidos.

Esse é um total desvio da realidade. Se bobear daqui a pouco descobriremos que em algum universo paralelo a mulher ainda não pode votar.
 

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
O único dado que temos é que homens são mais vítimas de violência doméstica do que as mulheres. Homens são aproximadamente 80% dos vitimados por assassinatos ocorridos dentro do lar. Segundo os dados oficiais do Governo colhidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/Datasus/MS), do total de 8.770 homicídios por violência doméstica que ocorreram em 2016 no Brasil, morreram quase quatro vezes mais homens do que mulheres.
Não consegui acessar o sistema, me tira uma dúvida:

1. Existe alguma definição no sistema sobre o que é caracterizado como violência doméstica? Pelo que entendi essa categoria se refere a mortes ocorridas dentro de casa por inúmeros motivos...

2. Desses homens que morreram por "violência doméstica" quanto foram assassinados por mulheres?

A teresabahia curtiu seu comentário, seriamente. Talvez ela realmente acredite que não existe poder cultural.
Eu acredito 100% no "poder cultural"! O Patriarcado também é um exercício cultural do poder.


Material copiado daqui: https://br.avoiceformen.com/politica-e-os-sexos/20-privilegios-legais/
-----------------------------------------
Trata-se de uma ONG internacional que, como muitos grupos conservadores, negam fatos históricos (como a questão do voto feminino) e os distorce como se fosse luz da verdade.
Confesso que fiquei chocada!
 

Geo

Bam-bam-bam
Mensagens
9.180
Reações
10.240
Pontos
429
Essa eu respondo e vou inverter o 2 com o 3 para ficar mais fluida a explicação.

1 - De tudo que é jeito (sério, não é uma resposta zuera)

3 - O único dado que temos é que homens são mais vítimas de violência doméstica do que as mulheres. Homens são aproximadamente 80% dos vitimados por assassinatos ocorridos dentro do lar. Segundo os dados oficiais do Governo colhidos pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/Datasus/MS), do total de 8.770 homicídios por violência doméstica que ocorreram em 2016 no Brasil, morreram quase quatro vezes mais homens do que mulheres.

2 - Aí é fazer a conta: Foram 61.619 mortes violentas em 2016 das quais 56.962 foram homens (92,4% do total) e 4.657 mulheres (7,6% do total). Além disso, 96,3% dos homicidas identificados são homens, e suas vítimas preferenciais são outros homens (85,9%).

Ou seja, fazendo uma conta estimativa 1:1 (1 morte = 1 homicida), são 2.279 mulheres homicidas e 59.340 homens homicidas. Claro que existem os homicídios múltiplos então o número de homens homicidas deve ser menor, embora grande ainda (já que mulher é bem menos propensa a cometer múltiplos homicídios)

Então, temos o dado de que 8.770 homicídios foram por violência doméstica, dos quais por volta de 7.000 tiveram homens como vítima e os outros 1.770 tiveram mulheres como vítima.

Aí é matemática: Como a grande maioria das mulheres vítimas de violência doméstica é vitimada por homens e como homicídios fora do ambiente doméstico são cometidos super majoritariamente por homens (latrocínios, confronto com gangues, polícia e etc, briga de bar, briga no trânsito e por aí vai), há mais mulheres vitimando homens no ambiente doméstico do que homens vitimando mulheres no mesmo ambiente.


Obs: Morreram mais homens em violência doméstica do que mulheres somando tudo.


Aliás, para registro, houve por volta de 49.500 estupros. Se levarmos em consideração que quase a totalidade desses tiveram mulheres como vítimas:

Estupros + homicídios de mulheres < homicídios de homens. Mas eu sei que teve aumento global em 2017 então é provável que Estupros + homicídios + feminicídios tenham igualado ou passado por pouco os homicídios de homens sozinhos.



Fonte: Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública do ano passado, relativo a 2016. O site deles está fora do ar. Quando voltar, faço o de 2017.

Esses dados de 2016 são os que eu já tinha.
Primeiro, vamos às definições:

1) Casa: objeto físico onde fixamos residência.

2) Lar: é um sentimento. É o conjunto de objetos e de pessoas onde nos sentimos seguros e acolhidos.

3) Violência doméstica: violência cometida por aqueles do lar.

4) Homicídio dentro de casa: homicídio ocorrido dentro do endereço de residência.

Portanto, violência doméstica =/= homicídio dentro de casa. Quantos desses homens foram mortos dentro de casa por bandidos, milicianos, vingadores e parentes?

Tuas conclusões estão todas equivocadas.
 

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
Primeiro, vamos às definições:

1) Casa: objeto físico onde fixamos residência.

2) Lar: é um sentimento. É o conjunto de objetos e de pessoas onde nos sentimos seguros e acolhidos.

3) Violência doméstica: violência cometida por aqueles do lar.

4) Homicídio dentro de casa: homicídio ocorrido dentro do endereço de residência.

Portanto, violência doméstica =/= homicídio dentro de casa. Quantos desses homens foram mortos dentro de casa por bandidos, milicianos, vingadores e parentes?

Tuas conclusões estão todas equivocadas.
É boa e velha jogada com os números pra desqualificar as leis pela igualdade de gênero e contra a violência doméstica

Pleno 2019 e gente falando em negro em senzala e gay em armário. Parece que estamos em 1650 ou 1930.
Parece que negro não pode estudar (com direito às cotas), trabalhar, votar, empreender, ganhar dinheiro, gerar emprego, prestar concurso (com direito às cotas) e etc.
Parece que não vemos gays em nosso dia-a-dia, nem na TV ou cinema e estão todos escondidos.
Pois é né até 1930 nem as mulheres podiam votar plenamente, nem os negros podiam trabalhar em outras atividades que não fossem de baixa remuneração. Considerando apenas o período Cristão, durante mil e novecentos anos esses direitos foram negados, legislações que buscam reparar essas desigualdades históricas são chamadas de PRIVILÉGIOS!

Quase esqueci que os conservadores questionam as cotas, se incomodam com o protagonismo feminino e op estava incomodado pela inexistência de jovens mulheres homofóbicas!
 
Ultima Edição:

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.569
Reações
46.743
Pontos
544
Vamo lá ptsousão da massa, acaba com o Geozenho na tréplica. Eu acredito em você.

Dá pra ver que o Geo simplesmente fez cherry picking e distorceu os dados trazidos pelo ptsousa pra ganhar a discussão de forma desonesta. Arrebenta com ele ptsousa !
 

Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
1.777
Reações
3.724
Pontos
268
Quase esqueci que os conservadores questionam as cotas, se incomodam com o protagonismo feminino e op estava incomodado pela inexistência de jovens mulheres homofóbicas!
Mano você tem uma perspectiva muito louca sobre conservadorismo e liberalismo, associando-os ao islamismo até. "países liberais aborto é permitido", ué, liberalismo é de direita agora? Até onde sei o liberalismo em si defende o aborto e direitos individuais, o liberalismo conservador de direita que é contra isso. Ah, e a maioria desses "países liberais" são a favor do desarmamento também. Sendo que o liberalismo tanto de esquerda quanto de direita são a favor do armamentismo para defesa pessoal.

Não precisa ser conservador p/ ser contrário a essas palhaçadas. É aquilo que eu disse: qualquer ideologia igualitarista é de extrema-esquerda, incluindo feminismo.
 

Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
1.777
Reações
3.724
Pontos
268
A esquerda em si é anarquista ou libertária e luta por maiores direitos. Ou seja, ela [por definição] não vai lutar contra as desigualdades sociais através de leis e restringindo os agentes coercitivamente. Além de não acreditar em igualdade absoluta, mas em >>maior<< igualdade.

Só nessa base já refuta todo o seu argumento de apenas os conservadoristas serem contrários a essas palhaçadas.
 

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
Mano você tem uma perspectiva muito louca sobre conservadorismo e liberalismo, associando-os ao islamismo até. "países liberais aborto é permitido", ué, liberalismo é de direita agora? Até onde sei o liberalismo em si defende o aborto e direitos individuais, o liberalismo conservador de direita que é contra isso. Ah, e a maioria desses "países liberais" são a favor do desarmamento também. Sendo que o liberalismo tanto de esquerda quanto de direita são a favor do armamentismo para defesa pessoal.

Não precisa ser conservador p/ ser contrário a essas palhaçadas. É aquilo que eu disse: qualquer ideologia igualitarista é de extrema-esquerda, incluindo feminismo.
Estou me referindo aos conservadores nova erinha aqui do tópico. Essa galera que quer o livre mercado dos Estados Unidos e políticas para minorias Islâmicas.

Sobre minha associação com Islamismo, vem do posicionamento oficial do Ministério da Relações Exteriores do Brasil:

Na ONU, governo Bolsonaro se alia a islâmicos em temas como sexo e família
O discurso oficial é de que o governo Bolsonaro tem a missão de defender os valores ocidentais e até lutar pela preservação do cristianismo. Mas, nas votações na ONU, o governo descobriu que é um dos poucos no mundo a se associar às ideias ultrarradicais de países islâmicos

https://oglobo.globo.com/mundo/brasil-acompanha-paises-islamicos-em-votacoes-sobre-direitos-das-mulheres-sexuais-na-onu-23800730.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.569
Reações
46.743
Pontos
544
Quase esqueci que os conservadores questionam as cotas, se incomodam com o protagonismo feminino e op estava incomodado pela inexistência de jovens mulheres homofóbicas!
Não estou incomodado com a aparente inexistência de mulheres jovens homofóbicas per se, estou incomodado com o fato de existir um extremo e não existir o outro.
Se você não entendeu ainda, paciência.

Quanto ao protagonismo feminino, ele pode existir. O problema é quando começam a importar características masculinas às mulheres como se isso fosse uma vitória, quando na verdade não é.

Por fim, talvez você seja o exemplo extremo á que me refiro no tópico.


Mano você tem uma perspectiva muito louca sobre conservadorismo e liberalismo, associando-os ao islamismo até. "países liberais aborto é permitido", ué, liberalismo é de direita agora? Até onde sei o liberalismo em si defende o aborto e direitos individuais, o liberalismo conservador de direita que é contra isso. Ah, e a maioria desses "países liberais" são a favor do desarmamento também. Sendo que o liberalismo tanto de esquerda quanto de direita são a favor do armamentismo para defesa pessoal.

Não precisa ser conservador p/ ser contrário a essas palhaçadas. É aquilo que eu disse: qualquer ideologia igualitarista é de extrema-esquerda, incluindo feminismo.
O liberalismo defende os direitos individuais, mas não o aborto em si. Não existe consenso liberal se o aborto é válido ou não.
 

User666

Bam-bam-bam
Mensagens
6.775
Reações
15.313
Pontos
354
Tá foda arrumar namorada da minha idade hoje em dia, principalmente por eu ter pego o combo: Branco, classe média, hétero, cristão e conservador. As vezes uma ou outra da mole pra mim na faculdade, mas grande parte delas são esquerdistas/alternativas/progressistas/feministas/etc, então se me conhecerem é capaz de me darem um pé na bunda e depois reclamar com textão no tuiter.

Graças a isso nem procuro mais, fico nos jogos mesmo que não estressa muito e sou muito tímido pra esses apps de encontro só pra esvaziar o saco(tinder e afins).
 

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
Não estou incomodado com a aparente inexistência de mulheres jovens homofóbicas per se, estou incomodado com o fato de existir um extremo e não existir o outro.
Se você não entendeu ainda, paciência.

Quanto ao protagonismo feminino, ele pode existir. O problema é quando começam a importar características masculinas às mulheres como se isso fosse uma vitória, quando na verdade não é.

Por fim, talvez você seja o exemplo extremo á que me refiro no tópico.
O liberalismo defende os direitos individuais, mas não o aborto em si. Não existe consenso liberal se o aborto é válido ou não.
Vc não é homofóbico?
 

Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
1.777
Reações
3.724
Pontos
268
Estou me referindo aos conservadores nova erinha aqui do tópico. Essa galera que quer o livre mercado dos Estados Unidos e políticas para minorias Islâmicas.

Sobre minha associação com Islamismo, vem do posicionamento oficial do Ministério da Relações Exteriores do Brasil:

Na ONU, governo Bolsonaro se alia a islâmicos em temas como sexo e família
O discurso oficial é de que o governo Bolsonaro tem a missão de defender os valores ocidentais e até lutar pela preservação do cristianismo. Mas, nas votações na ONU, o governo descobriu que é um dos poucos no mundo a se associar às ideias ultrarradicais de países islâmicos

https://oglobo.globo.com/mundo/brasil-acompanha-paises-islamicos-em-votacoes-sobre-direitos-das-mulheres-sexuais-na-onu-23800730.
Ah, sim, entendi, estou descontextualizado. Desculpa-me pela dislexia.
O liberalismo defende os direitos individuais, mas não o aborto em si. Não existe consenso liberal se o aborto é válido ou não.
Depende do espectro ao qual você se refere. Tem o liberalismo clássico, social, econômico e conservador. O social defende aborto.
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
5.040
Reações
25.802
Pontos
353
É boa e velha jogada com os números pra desqualificar as leis pela igualdade de gênero e contra a violência doméstica



Pois é né até 1930 nem as mulheres podiam votar plenamente, nem os negros podiam trabalhar em outras atividades que não fossem de baixa remuneração. Considerando apenas o período Cristão, durante mil e novecentos anos esses direitos foram negados, legislações que buscam reparar essas desigualdades históricas são chamadas de PRIVILÉGIOS!

Quase esqueci que os conservadores questionam as cotas, se incomodam com o protagonismo feminino e op estava incomodado pela inexistência de jovens mulheres homofóbicas!
E muita dessas leis de segregação foram respaldadas e criadas por Progressistas (sim, ESQUERDISTAS), que eram inclusive eugenistas.

Você está querendo justificar uma injustiça com outra injustiça do passado.
Qual a justificativa ética formal você tem para uma lei que dá privilégios as mulheres?

Isso não é igualdade. Leis de privilégio perante a lei não são igualdade. São SUPREMACIA, tal qual as leis segregacionistas do passado.

A esquerda progressista defende o mesmo patamar moral de quem defendia o Apartheid. Privilégio e supremacia perante a lei.
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
5.040
Reações
25.802
Pontos
353
Material copiado daqui: https://br.avoiceformen.com/politica-e-os-sexos/20-privilegios-legais/

Quem é A Voice For Men? https://br.avoiceformen.com/missao-e-valores/

  • Promover a oposição, não violenta e dentro da lei, a todos os agentes de misandria e gênero-centrismo, desde os membros do meio acadêmico, passando por gestores públicos, agentes da segurança pública e outros servidores estatais, até blogueiros(as) populares e colaboradores de empresas que promovam a misandria e gênero-centrismo para lucro pessoal;
  • Apoiar atos não violentos de desobediência civil quando necessário;
  • Informar homens, mulheres, meninos e meninas sobre as ameaças que eles enfrentam onde houver ingerência do feminismo de gênero, e promover o fim dessa ingerência;
  • Desmascarar mentiras sexistas onde quer que elas ocorram;
  • Oferecer uma perspectiva mais razoável, cogente e intelectualmente honesta de políticas em questões de gênero;
  • Abordar a variedade de problemas enfrentados por homens e meninos sob ingerência feminista de gênero e tentar reduzir esses problemas;
  • Promover um fim para a histeria causada pela campanha da “cultura do estupro”, informações falsas sobre violência doméstica e falsas acusações;
  • Promover uma cultura que valorize o tratamento igual perante a lei a todos os seres humanos;
  • Facilitar um novo contrato social entre homens e mulheres, levando a respeito mútuo, responsabilidade e expectativas igualitárias e justas.
  • O AVfM tem como única ideologia a compaixão por meninos e homens. Igualmente a meninas, mulheres e qualquer outro grupo humano.



Nossos valores
  • O AVfM considera ideólogos de gênero e todos os outros agentes de misandria como uma malignidade social. Nós não os consideramos bem intencionados ou agentes honestos dos objetivos nobres que eles afirmem defender. Nós não lhes estendemos mais cortesia do que a racistas, neo-nazistas ou outros propagadores de ódio. Nós vamos informá-los onde eles desejarem aprender, mas responsabilizá-los tanto pela sua ignorância quanto por suas ações;
  • Nós não seremos partidários, de forma alguma, em lutas políticas e, em vista da evidência disponível, consideramos que geralmente as opções políticas predominantes praticam preconceito contra os Direitos Humanos e Dignidade Humana dos homens e meninos;
  • Nós apoiamos reações não-violentas à ingerência do feminismo de gênero e procuramos na prática evitar futuros atos de violência que a ingerência feminista de gênero já inspira;
  • Nós nos opomos a qualquer autoridade do Estado sobre as vidas particulares de cidadãos adultos em relações inter-pessoais consensuais;
  • Nós não nos partidarizamos em termos de religião ou ausência de religião. Nem defendemos, nem nos opomos a princípios religiosos.
Para maiores informações, indicamos o contato com Aldir Gracindo, Editor do AVfM Brasil, através do e-mail:

myemail

Caso necessário, pode ser feito contato com o Editor-Chefe internacional do AVfM Paul Elam (EUA) pelo e-mail:

email-img-paul

-----------------------------------------

Trata-se de uma ONG internacional que, como muitos grupos conservadores, negam fatos históricos (como a questão do voto feminino) e os distorce como se fosse luz da verdade.
Queimem os livros agora. Não pode mais copiar as leis que existem.

Rebater a cada uma dessas leis que determinam PRIVILÉGIOS para um grupo em específico, nada não é?

É óbvio que um esquerdista jamais teria a capacidade para refutar logicamente um argumento pautado em fatos.
 
Ultima Edição:

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.569
Reações
46.743
Pontos
544
Vc não é homofóbico?
Não sou. Respeito todos os gays que conheço e não lembro de ter discriminado ou maltratado algum homossexual por sê-lo em muito tempo. A última vez que eu fiz isso foi na adolescência há uns 10 anos com um moleque que tava enchendo meu saco, se muito.
Também já frequentei ambientes predominantemente LGBT sem nenhum tipo de problema. O que questionei é porque entre as mulheres jovens não há o mesmo comportamento extremista que há pros homens quanto à esse ponto em questão.
 

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
Não sou. Respeito todos os gays que conheço e não lembro de ter discriminado ou maltratado algum homossexual por sê-lo em muito tempo. A última vez que eu fiz isso foi na adolescência há uns 10 anos com um moleque que tava enchendo meu saco, se muito.
Também já frequentei ambientes predominantemente LGBT sem nenhum tipo de problema. O que questionei é porque entre as mulheres jovens não há o mesmo comportamento extremista que há pros homens quanto à esse ponto em questão.
Que bom!
 

teresabahia

Bam-bam-bam
Mensagens
1.040
Reações
1.356
Pontos
213
Interessante que na cabeça da esquerda progressista, se você não concorda com as leis anti-éticas, e a tentativa de engenharia social usando a força do estado para moldar a sociedade. Além de viverem tentando enfiar Socialismo no meio das pautas LGBT. Você se torna automaticamente um homofóbico (ou racista o que quer que seja).

Já ouviu falar em liberdade?
Quais leis anti-éticas vc não concorda?
(Tentativa de engenharia social usando a força do estado para moldar a sociedade). Só a esquerda progressista faz isso?
O que é liberdade pra vc?
 
Topo