O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


O MegaDrive fazia 3d melhor que o Snes?

Martel

Bam-bam-bam
Mensagens
6.110
Reações
16.205
Pontos
353
Esse tópico é pra treta mesmo.
Isso pq recente depois de pesquisar um pouco e conversar com um pessoal acabaram me dizendo que o Mega era melhor pra 3D do que o Snes.
Fiquei surpreso e meio puto pq pra mim o Snes dava uma surra de pau mole no Mega de quase todos os jeitos.
Então é isso senhores, qual dos 2 faz 3D melhor.
Isso com chip, sem chip, com o cambalacho que for.

O Snes tinha uma porrada de Chip. O Mega o SVP.
Sei que o SVP ao que parece foi caro e a sega investiu bem nele. Já a nintendo sempre foi mão de vaca e pensou no custo benefício.

Logo, minha conclusão é que SE o SVP foi melhor que o SuperFX foi pq a Nintendo não quis investir mais.

Imagens chamativas:





 


Leon Powalski

Bam-bam-bam
Mensagens
1.025
Reações
2.744
Pontos
283
cara... se vc ver uma demo chamada Titan Overdrive, vc fica é doido só de ver o que o Meguinha era capaz de fazer. Se a tecnologia da época fosse um pouquinho mais avançada, certamente teríamos uma porçao de jogos que bateriam de igual pra igual com o Snes.

Aqui ó:


Detalhe: essas demos podem ser rodadas no próprio Meguinha...
 
Ultima Edição:

doraemondigimon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.260
Reações
13.322
Pontos
619
O Mega Drive sempre foi um monstro na sua tecnologia, mas muito do que NÃO FOI APRESENTADO pelo videogame, foi culpa direta da SEGA. (e sim, continuo batendo na mesma tecla)

Uma das coisas que as empresas faziam era a customização e aprimoramento dos kits de desenvolvimento. A SEGA sempre barrou esse tipo de ideia, o que poderia ter impulsionado projetos como o SEGA CD e o 32X a um patamar que não foi utilizado nos equipamentos.

Até a própria Nintendo fazia isso, mas ela era mais condizente, liberando as empresas de fazerem aprimoramento nos kits, em software mas não alterando o hardware.
 

Denrock

Bam-bam-bam
Mensagens
8.190
Reações
40.709
Pontos
384
Mega sempre foi melhor em 3D pois conseguia rodar polígonos sem ajuda de chip, coisa que o snes não conseguia






.
 

GameRetro

Habitué da casa
Mensagens
176
Reações
232
Pontos
58
Mega drive eu ficava revoltado porque nao tinha aquele efeito zoom que o snes abusou nos jogos iniciais, aliás o motivo que fez trocar meu mega drive pelo snes na época foi poder utilizar efeitos visuais que o mega não conseguia executar , eles efeitos 3D de zoom, já esses jogos em 3D eram lixo em ambos consoles, ficou lixo no ps1 geração que eu migrei para o pc que tinha gráficos melhores, somente no ps2 que o 3D poligonal ficou bom.

No geral o mega e snes foram consoles para jogar jogos em 2D e o snes levou a melhor pelo efeito mod 7 , na época isso foi um diferencial para mim.
 


wtuemura

Ser evoluído
Mensagens
105
Reações
157
Pontos
43
Eu pude acompanhar toda essa guerra desde o início no Japão e pelo menos por lá a questão nunca foi qual o hardware que era mais potente e sim quais os jogos eram os mais legais de se jogar.
 

wtuemura

Ser evoluído
Mensagens
105
Reações
157
Pontos
43
O mega tem algo nível Starfox?
Não.
Então tá respondido.
Eu me lembro até hoje, imagine uma pessoa que só tinha visto gráfico de Atari e NES, já tinha visto o F-Zero e Super Mario World que já tinha feito meu queixo cair de tão impressionante que foi a experiência. Cheguei no Japão, ainda não tínhamos televisão, coisa de 2 meses depois achamos uma TV no lixo e o primeiro comercial de game que eu vi foi esse:

Se for para botar lenha na fogueira apesar de eu ter os dois consoles na época, no Mega eu nunca vi nada parecido com o Actraiser, esse foi outro também que PQP!
Só a intro já humilhava! :lolwtf
 

sparcx86_GHOST

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
26.081
Reações
16.999
Pontos
784
A maioria destes jogos aqui postados nao sao 3D ou seja nao sao renderizados em real time como era Star Fox. Mas sim sprites que trocavam de perspectiva simulando 3D mas na pratica eram jogos 2D.
Para que Star Fox fosse possível era necessário o chip Super FX.
 

Soldado!

Bam-bam-bam
Mensagens
3.063
Reações
6.450
Pontos
294
Fazia melhor quem colocasse o chip melhor no cartucho.

Star Fox era bom mas o Virtua Racing foi melhor. Mas se houvesse outro Star Fox ou outro jogo que usasse chip mais recente, certamente seria melhor.

Independentemente das bibliotecas dos consoles serem fantásticas, aquela leva final de games espetaculares do SNES do final de 94 e anos 95 e 96 foram também pela manutenção do investimento da Nintendo em seu console e o amadurecimento natural das softwarehouses na programação dos jogos, tirando leite de pedra da máquina. O barateamento progressivo das memórias também ajudou muito (em 1991 um jogo de 16 Megabits era o suprassumo. Em 1996, era dos menores).

Já a SEGA abandonou o console em 1994. O que veio depois foi lucro.
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
21.962
Reações
59.404
Pontos
654
Não li os posts, depois volto ao tópico pra ver o que concordo, discordo, etc.

Falar de minha experiência pessoal, pois tive os dois consoles na época. Os jogos do Snes, desde o início, sabiam "vender tecnologia" da plataforma. Muito mais que os jogos do Mega, que pareceu se preocupar com isso lá pra 95, tarde demais. Por exemplo, achava o máximo as "fases 3D" do Jurassic Park. Mesmo com um Mega em casa, achava que o 16 bits da Sega não rodaria um estágio assim:


Fui conhecer o "estágio 3D" do Toy Story (95, né?), que ficou tão bom no Mega, já na emulação. Não me lembro de uma linha de algum lugar destacando esse "achado". Mais uma vez, no final da geração, quem brilhava neste tipo de gráfico era o Snes que ganhou um belo port do DOOM. O jogo utilizava hardware extra no cartucho, mas é game de Snes. O Mega recebeu o jogo precisando do hardware extra do 32x, mas não é jogo de Mega. Até o fim, a imagem era de que isso era ponto forte do Snes e ponto fraco do Mega.

Falando em polígonos, o Snes Brilhou com o Star Fox. Ninguém ligava se tinha hardware extra, era colocar o cartucho e jogar. Se o Mega se saía melhor que o Snes em jogos poligonais sem chip, isso não importava também. Era tudo longe do desempenho de um Star Fox. Jogo poligonal top era no Snes.

O Mega deu a resposta novamente tarde demais, com o Virtua Racing. Um jogo de gráficos incrivelmente rápidos. Essa necessidade de velocidade extrma culminou em um chip caro e fim da história. Depois teve Mega que nem compatível com o chip era, o que acho um absurdo.



Um videogame não é só seu hardware. A plataforma é o conjunto. É também o software, a gestão, tempo, entrega. Hoje podem aparecer demos incríveis, mas na vida útil das plataformas, para quem queria esse tipo de gráfico, o Snes foi melhor porque entregou mais e entregou antes.

Dito isto é extremamente interessante ver projetos que trazem coisas que não víamos na época, por N motivos. 2019 e estou aprendendo coisas novas, que não esperava ver e não tinha visto durante a geração.
 
Ultima Edição:

GFOLDSCHOOL

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.037
Reações
17.258
Pontos
553
Mega Drive me impressionava com esses jogos 3D,bem porreta mesmo sem auxílio de chips.
Com chip então, aquele Virtua Racing é demais.

Mas no geral não curtia 3D da época,muito primitivo.

Acho que o único jogo 3D que se destaca desses é Star Fox, porque o jogo em si é muito bom,os caras pensaram em colocar ali algo a mais no gameplay,na trilha sonora e na experiência como um todo,é mais do que uma tech demo.
 

METALMANIAC

Bam-bam-bam
Mensagens
4.587
Reações
3.650
Pontos
369
Sem auxílio de chips, o Mega era mais capaz em 3D. Com o auxílio de chips extras, o limite "estava" no próprio chip. Tanto que o Super FX2 era superior ao antecessor e levou o Snes a um patamar gráfico mais alto. A Sega teve a idéia do 32X, que eu considero sim um "conjunto de chips" como o FX e FX2, porque ele trabalhava junto com o hw do Mega, assim como os chips gráficos do Snes. No 3D o Mega com o 32x era superiro graficamente a qualquer coisa produzida no Snes com seus chips auxiliares.
 

GFOLDSCHOOL

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.037
Reações
17.258
Pontos
553
O
Sem auxílio de chips, o Mega era mais capaz em 3D. Com o auxílio de chips extras, o limite "estava" no próprio chip. Tanto que o Super FX2 era superior ao antecessor e levou o Snes a um patamar gráfico mais alto. A Sega teve a idéia do 32X, que eu considero sim um "conjunto de chips" como o FX e FX2, porque ele trabalhava junto com o hw do Mega, assim como os chips gráficos do Snes. No 3D o Mega com o 32x era superiro graficamente a qualquer coisa produzida no Snes com seus chips auxiliares.
O problema era o custo do addon,sem contar que ele não melhorava o som do Mega.
Era muito mais viável produzir pra um console que ja tinha todo um esquema pensado pra aceitar chips.

Se fosse uma espécie de 32x + Sega CD talvez fosse excelente como conjunto.
 

Death Knight

Bam-bam-bam
Mensagens
11.004
Reações
4.595
Pontos
444
Como tudo dependia do chip que estava no cartucho, o SNES venceu por ter ficado mais tempo no mercado como console principal (enquanto o N64 não era lançado) e ter recebido mais investimentos por parte da Nintendo.
 

METALMANIAC

Bam-bam-bam
Mensagens
4.587
Reações
3.650
Pontos
369
O

O problema era o custo do addon,sem contar que ele não melhorava o som do Mega.
Era muito mais viável produzir pra um console que ja tinha todo um esquema pensado pra aceitar chips.

Se fosse uma espécie de 32x + Sega CD talvez fosse excelente como conjunto.
Sim... o som não melhorava. Mas como estamos falando de 3D, o Mega com seus "chips" era mais forte. Só que a idéia foi mal executada msm. Ela deveria se concentrar nos SVPs da vida e não dar importância pra paleta de cores inferior. Um Virtua Fighter usando um SVP iria chocar muito a concorrência. Mas ela quis criar um chipset mais caro ainda, e externo....
 

Axel Stone

Ser evoluído
Mensagens
58
Reações
165
Pontos
43
Sem chip, Mega ganha. Com chip disponível na época, ganha em certos aspectos e perde em outros. SVP era bem poderoso, e aqui vai um artigo com comparações:

http://www.sega-16.com/2006/03/segas-svp-chip-the-road-not-taken/



Pessoalmente digo que fazia melhor, principalmente por conta do frame-rate (mesmo não sendo ideal, mas ainda bem acima dos jogos do superfx 1 e 2) e da velocidade.

Vale ressaltar a quantidade de polígonos por segundo que falavam na época do superfx era enorme mas nunca se via na prática. O que fazia os jogos ficarem bonitos era a combinação com outros efeitos como mode7, bem mais cores, etc.

Isso em jogos 3D com polígonos, e não pseudo 3d que na verdade usam sprites, como um monte de jogos mencionados no tópico.
 

Martel

Bam-bam-bam
Mensagens
6.110
Reações
16.205
Pontos
353
Sem chip, Mega ganha. Com chip disponível na época, ganha em certos aspectos e perde em outros. SVP era bem poderoso, e aqui vai um artigo com comparações:

http://www.sega-16.com/2006/03/segas-svp-chip-the-road-not-taken/



Pessoalmente digo que fazia melhor, principalmente por conta do frame-rate (mesmo não sendo ideal, mas ainda bem acima dos jogos do superfx 1 e 2) e da velocidade.

Vale ressaltar a quantidade de polígonos por segundo que falavam na época do superfx era enorme mas nunca se via na prática. O que fazia os jogos ficarem bonitos era a combinação com outros efeitos como mode7, bem mais cores, etc.

Isso em jogos 3D com polígonos, e não pseudo 3d que na verdade usam sprites, como um monte de jogos mencionados no tópico.
Nunca encontrei em canto algum falando quantos polígonos o super FX fazia.
 

Ridge

Bam-bam-bam
Mensagens
1.306
Reações
2.461
Pontos
303
O SVP era muito potente, a Sega deveria ter investido mais nele, talvez um port do Virtua Fighter com ele pro Mega, mesmo sendo um chip com um custo muito caro, o Virtua Racing era 100 doláres se não me engano, ainda sim seria mais em conta que um novo add-on como o 32X.
 

Axel Stone

Ser evoluído
Mensagens
58
Reações
165
Pontos
43
DK brigava até com alguns jogos de 32bits. Os ceguistas não gostam de admitir isso.
Brigava? Eu diria que ganhava de um monte. Lembro até hoje a decepção no começo da gen quando fui jogar jogos como Jex, johnny bazookatone, Skeleton Warriors e outros que não tinham nem de perto a qualidade e a diversão de DK.

Mas isso não tem nada com o tópico. Sobre jogos 3d e não sprites.
 

GFOLDSCHOOL

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.037
Reações
17.258
Pontos
553
Brigava? Eu diria que ganhava de um monte. Lembro até hoje a decepção no começo da gen quando fui jogar jogos como Jex, johnny bazookatone, Skeleton Warriors e outros que não tinham nem de perto a qualidade e a diversão de DK.

Mas isso não tem nada com o tópico. Sobre jogos 3d e não sprites.
Verdade,melhor deixar o tópico só pra discutir 3D nesses consoles.
 

NÃOMEQUESTIONE

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.439
Reações
25.392
Pontos
599
O SVP era muito potente, a Sega deveria ter investido mais nele, talvez um port do Virtua Fighter com ele pro Mega, mesmo sendo um chip com um custo muito caro, o Virtua Racing era 100 doláres se não me engano, ainda sim seria mais em conta que um novo add-on como o 32X.
Não era viável, o chip era muito poderoso e tal mas só permitia 16 cores aplicadas nos polígonos, insuficiente pra rodar um Virtua Fighter decente.
 
Topo