O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

O que aconteceu com a música?

Samba sincopado

Bam-bam-bam
Mensagens
5.284
Reações
3.569
Pontos
374
Meus caros, quem me conhece, mesmo que muito pouco, sabe que sou um cara extremamente "mente aberta" quando o assunto é música. Respeito muito o gosto alheio, e sou da crença de que música é algo subjetivo. Frequento muito boates, casas de show etc... e vejo todos curtindo muito a música. Mas sinceramente? Há muito tempo que vou mais pela companhia. Na verdade, praticamente sempre foi assim, já que sou bem novo (23 anos), e não tem mais de 6 anos que faço isso com certa frequência. Eu juro que tento muito, mas muito mesmo, entender o motivo para as pessoas curtirem o que ouvem nesses locais, mas não consigo de maneira alguma. Vou dar o exemplo de hoje, que culminou neste tópico: Estava hoje ouvindo o show de uma banda, que tocava na sua maioria músicas de Reggae, grande parte delas do "O Rappa". Prestei atenção no show inteiro, aplaudí no final de cada música, e sorrí junto às pessoas vibrando e dançando com a música, inclusive meus amigos, até porque já fui músico "profissional" e tento sempre mostrar respeito por aqueles que estão em cima do palco tentando colocar um prato de comida em suas mesas. Porém, cheguei agora pouco em casa, e coloquei para tocar o álbum "Exodus" de Bob Marley, em meu amado sistema estéreo de fones(Topping D20 + Burson HA-160 + HiFiMAN HE-500), sem pretensões, até porque estava ligeiramente alcoolizado e sem sono, e a sensação que tive, logo na primeira música, intitulada "Natural Mystic", foi de alívio. A melodia, a harmonia, as letras e, principalmente, a dinâmica, são incoparávelmente "superiores", se assim posso dizer, já me desculpando aos fãs do "O Rappa".

Meus caros, eu, como já repetí várias vezes aqui, respeito muito o gosto alheio, mas depois de vários anos segurando essa "indagação" dentro de mim, vos pergunto: O que aconteceu com a música? Será que a música morreu mesmo, virou puramente um negócio, ou sou apenas um "jovem saudosista", um rebelde sem causa, que cresceu ouvindo Pink Floyd e King Crimson(e algum heavy metal no meio do caminho rs) e não aceita o fato das coisas terem mudado? Será que dou importância demais a música?

Sintam-se a vontade para responder da maneira que quiserem. Podem me tacar pedras, não ligo. Até agradeço, pra falar a verdade. Esse foi um post vindo bem do fundo do meu coração, mesmo, e eu posso te garantir que o álcool não tem absolutamente nada a ver com isso (até mesmo porque nem bebí direito). É apenas o desabafo de uma pessoa realmente apaixonada pela música, desde que nasceu.

Abraços.
 


Aigaion

Hunter of Hunters
VIP
GOLD
Mensagens
20.645
Reações
18.380
Pontos
619
Depois que qualquer amador passou a precisar só de beleza para vender discos virou essa m****.

Sent from my RAZR i
 

PSPbr

Bam-bam-bam
Mensagens
4.567
Reações
397
Pontos
224
Concordo contigo, mas se procurar um pouco dá pra achar bastante coisa FODA, principalmente no cenário indie, é questão de gosto sempre né, eu mesmo ouvia só paradas mais antigas e desde que formei uma banda abri a cabeça pra procurar coisas novas, e nunca parei de descobrir coisas boas. Enquanto tu tiver procurando vai ter infinitas coisas fodas que tu vai gostar.
 

Kill Moves

Bam-bam-bam
Mensagens
6.320
Reações
3.167
Pontos
429

Haagenti

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
38.627
Reações
49.676
Pontos
762
o rock moheu
ta cada ano mais deprimente
mas o resto ta de boa
sertanejo se reciclou e se manteve na midia com o universitario inclusive indo pra gringa e explodindo la fora com mixel telo e gustavo lima
funk ta saindo da putaria e adotando um ar meio gringo de ostentacao
ta surgindo uma galerinha pop tambem meio americanizadinha como anitta e naldo
e felizmente ivete sangalo e craudia leite tao se ausentando da musica popular
pra mim so ta melhorando
 


Samba sincopado

Bam-bam-bam
Mensagens
5.284
Reações
3.569
Pontos
374
Pessoal, acho que me expressei mal. Vou quotar o que respondí a um colega em outro fórum pra vocês terem uma idéia mais ou menos do que quis dizer:

"Léo, acho que o título do tópico e a minha pergunta foram meio exageradas e acabaram por não expressar muito bem o que quis dizer. Na verdade, eu penso exatamente igual a você: a música popular piorou. Por conseguinte, dificilmente você vai encontrar algo decente tocando no barzinho da esquina. Tenho certeza que antigamente o acesso a música de qualidade era muito maior, tanto na mídia como "ao vivo". Aliás, esse é o ponto que eu pretendia tocar. Eu sinto muito falta de música de qualidade feita ao vivo. Por exemplo, como já deu pra notar no tópico de recomendações, eu sou um amante de jazz. Agora eu te pergunto, quais são as chances de estar tocando algum jazz(de boa qualidade) nos locais que eu e meus amigos frequentamos? 0. Nenhuma. Sim, é claro que existem lugares que tocam, mas são minoria, locais muito específicos, que eu e meus amigos não frequentamos ou não temos acesso, até porque eles não gostam. Essa é a minha grande indignação. Se eu morasse no Rio de Janeiro nas décadas de 50 e 60, eu podia ser o maior pé rapado do mundo, morar na favela, que você pode ter certeza que não estaria aqui criando esse tópico (desconsiderando o fato de não ter internet naquela época, lógico hahaha)."
 

Jujuba o cão idealista

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.947
Reações
22.192
Pontos
659
sei lá, melhor ler os frankfurtianos.

não é a música ou qualquer outra forma de arte que degenera, mas a indústria. quer dizer, quanto mais mainstream, menor as chances de algo ter qualidade. a tendência é rebaixarem mesmo.
 

Outro Eu Mesmo

Bam-bam-bam
Mensagens
5.364
Reações
2.430
Pontos
414
Vejo a coisa da seguinte maneira: sempre houve música ruim. Acontece que nas décadas passadas a coisa era equilibrada. Nos anos 70 o mesmo programa que passava Agnaldo Timóteo hoje, no dia seguinte levava os Secos e Molhados. Durante a década de 80 foi a mesma coisa. O Chacrinha passava o Polegar e depois Ira.

Hoje em dia o que está em destaque é só coisa ruim, o tempo inteiro. Graças as facilidades da internet, as coisas se propagam muito rápido, e daí basta ter um rosto bonito, ou fazer uma música com uma sílaba, e pronto, o "artista" estará sendo interrompido pelo Faustão.

Até deve (falo deve porque não estou por dentro do que toca) existir música bacana, mas quem gosta tem que garimpar muito mais do que nos anos 70/80. Daí essa impressão de que hoje é só coisa ruim.
 

Rafa - Él

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.114
Reações
54.923
Pontos
604
A "música" de hoje virou um produto pasteurizado e perecível. Música de verdade precisa ser atemporal e transcendental.

De qualquer forma ainda existe muita música boa saindo hoje em dia. Só não espere encontrar essa música na grande mídia...
 

Oscar Metal

Bam-bam-bam
Mensagens
7.836
Reações
961
Pontos
314
A música boa não morreu, mas não espere ouvir qualidade em lugares que vão pessoas com gosto duvidoso, a música ruim ganhou mais espaço na mídia sempre foi assim mas hoje em dia é maior. Basicamente se resume a se vc quer música boa vá atrás, não espere ouvir música boa na grande mídia.
 

Kuuks

Habitué da casa
Mensagens
217
Reações
193
Pontos
58
Ainda tem muita coisa boa por aí, só é preciso abrir a mente, largar um pouco os clássicos e procurar outros gêneros.

As bandas hoje em dia não tocam mais Prog Rock 70's, mas isso não significa que são todas ruins.
 

soltonatural

Bam-bam-bam
Mensagens
6.162
Reações
14.019
Pontos
354
Sou da mesma opinião, não só o rock morreu, mas tbm o hip-hop. Hj em dia 99% do que se faz é lixo geração hipster.
 

Povo da Areia

Bam-bam-bam
Mensagens
2.394
Reações
5.843
Pontos
303
Cara, eu concordo com você, mas não é assim, quem é você para falar que a música ''morreu''? Por acaso conhece todos os musicos do mundo?

Esse é o ponto, você pode falar que o ''comercial'' de hoje, não lhe agrada, mas a música vai muito além dos que fazem um certo sucesso, como já falaram aqui, você precisa pesquisar sobre novos musicos.

E sobre O Rappa, já ouvi muito, letras fod@s que me fizeram refletir muito.
 

firulero

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
37.697
Reações
46.404
Pontos
877
O problema é que hj em dia tem muito menos música boa do que antigamente. Ai fica essa sensação ruim de que a música está ruim no geral.

Mas felizmente ainda dá pra encontrar muito material bom, principalmente se você sair da linha "comercial".
 

luis_arf

Habitué da casa
Mensagens
228
Reações
144
Pontos
78
Sou da mesma opinião, não só o rock morreu, mas tbm o hip-hop. Hj em dia 99% do que se faz é lixo geração hipster.

Só se for internacional.
O hip hop brasileiro está a mil anos luz dos gringos, tanto em musicalidade quanto ideologia
 

El Psy Congroo

Bam-bam-bam
Mensagens
3.297
Reações
2.806
Pontos
303
Sou da mesma opinião, não só o rock morreu, mas tbm o hip-hop. Hj em dia 99% do que se faz é lixo geração hipster.
De cabeça:

Captain Murphy, Chance The Rapper, Danny Brown, Death Grips, Earl Sweatshirt, alguns dirão Kanye West, Kendrick Lamar, Pusha T, Run The Jewels, Schoolboy Q, Tyler The Creator, Killer Mike (que é metade do Run The Jewels), entre vários outros.

Parece que tu fala sem conhecer muito...
 

Samba sincopado

Bam-bam-bam
Mensagens
5.284
Reações
3.569
Pontos
374
O problema é que hj em dia tem muito menos música boa do que antigamente. Ai fica essa sensação ruim de que a música está ruim no geral.

Mas felizmente ainda dá pra encontrar muito material bom, principalmente se você sair da linha "comercial".
É esse o ponto que quero tocar. A música popular, que foi o que me motivou a criar esse tópico. Não sei se o pessoal aqui sai muito, ou que tipo de local frequenta, mas a esmagadora maioria dos locais tocam músicas horríveis, assim como a rádio, TV e outros meios de comunicação. Isso tudo é um reflexo dessa indústria decadente. Não restam dúvidas de que antigamente o público comum tinha muito mais acesso a música de qualidade, e que era muito mais comum estar tocando algo decente no "barzinho da esquina".

Parece que muita gente aqui nem leu meu tópico direito e já saiu postando frases prontas, me taxando de ignorante, ou talvez eu que não tenha me expressado bem no post inicial(confesso que estava um pouco "emocionado" no momento que o redigí). Eu tenho total consciência de que existe muita música boa hoje em dia. Eu mesmo sou um tremendo garimpador, saio baixando tudo o que me interessa, independente de época ou estilo. Ontem mesmo estava ouvindo "The Hawk is Howling" do Mogwai, um álbum de 2008 de uma banda relativamente recente. Não é isso que estou questionando aqui.
 

Lupin

Bam-bam-bam
Mensagens
6.532
Reações
4.310
Pontos
394
Bom, na minha opinião estamos em uma geração onde a musica é feita por pessoas sem vivência, maior parte do cenário indie que tenta de alguma maneira ser diferente é composto por meninos mimados sem nenhuma carga emocional, são musicas que não transpõem nada somadas com o conceito anti-arte de ser sempre perfeito, aquele show sem apelo que ficar em casa ouvindo o álbum é equivalente a ir ao show. Musica ao vivo é transpor sentimentos, ser humano, errar, acertar, estar alegre ou de mal humor.

Hoje em dia o que é bom é aquela musica totalmente sintetizada, não é como antigamente onde o bom artista e um violão eram suficientemente bons para transpor alguma coisa. Mesmo os mais "originais" são uma mistura sem personalidade.
 

Povo da Areia

Bam-bam-bam
Mensagens
2.394
Reações
5.843
Pontos
303
Se vocês acham que falta música boa no mercado, falta criatividade, o que você estão esperando? Gogo criar uma banda, ser um gênio da musica no seculo 21, afinal, só vocês sabem o que é bom, o que os outros fazem, estudam anos, é merd@, imagina.

Ninguém pode generalizar a música hoje, como eu disse, a musica vai muito alem do comercial, muito.
 

Zaporozhets

Bam-bam-bam
Mensagens
5.576
Reações
9.441
Pontos
353
Uma das coisas que mais me desanima é ter que cavar até o fundo para achar algo bom. E infelizmente sou obrigado a fazer isso por conta do cenário musical atual...
 

Alone in the Dark

Bam-bam-bam
Mensagens
5.985
Reações
9.670
Pontos
399
Sou nostálgico, saudosista e pessimista, incluindo um pessimismo com a atualidade e o futuro. Podem usar os rótulos que quiserem. Mas realmente também tenho extrema dificuldade em encontrar músicas atuais que me agradem.

No passado, eu escutava rádio por horas seguidas, assistia muito à MTV e comprava um número considerável de CDs.

No ano passado (2013) comprei apenas 4 CDs, sendo apenas 2 discos lançados em 2013 e de bandas antigas (Daft Punk e Black Sabbath).

Mas esse fenômeno não é restrito à música na minha opinião. A cultura produzida no passado me parece melhor e mais rica do que a atual: música, TV, filmes, videogames, ...

Eu de vez em quando vou à festas e boates e, quando eu frequento esses locais, eu vou por causa da música. Sendo assim, ultimamente eu tenho ido à festas que toquem músicas antigas. Por exemplo, festas com a temática da década de 1980.
 

Diego Sakazaki

Bam-bam-bam
Mensagens
5.746
Reações
10.833
Pontos
354
Música de m**** sempre existiu, hoje em dia não é diferente.
Acho que a quantidade de coisa ruim hoje esta maior. No mas, tem que procurar e ter a mente aberta.
 

madruguinha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.946
Reações
22.780
Pontos
654
sei lá, melhor ler os frankfurtianos.

não é a música ou qualquer outra forma de arte que degenera, mas a indústria. quer dizer, quanto mais mainstream, menor as chances de algo ter qualidade. a tendência é rebaixarem mesmo.

Não concordo muito não, vc escuta um R&B dos anos 70/80's e percebe que a qualidade era altíssima e ainda bastante popular na época, com milhares de cópias vendidas.
 

madruguinha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.946
Reações
22.780
Pontos
654
você citou algo de 40 anos atrás pra dizer que a indústria não degenera?

O mainstream vem desde muito antes disso e a qualidade existia, a partir dos anos 2000 a qualidade foi caindo, curiosamente quando a Internet se popularizou e despejou um vasto conteúdo independente fazendo com que e as gravadoras e selos perdessem seu "poder".
Eu acho até que o Mainstream era um meio de manter a qualidade, já que pra entrar em uma grande gravadora o artista deveria ter algum talento.
 

Jujuba o cão idealista

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.947
Reações
22.192
Pontos
659
O mainstream vem desde muito antes disso e a qualidade existia, a partir dos anos 2000 a qualidade foi caindo, curiosamente quando a Internet se popularizou e despejou um vasto conteúdo independente fazendo com que e as gravadoras e selos perdessem seu "poder".
Eu acho até que o Mainstream era um meio de manter a qualidade, já que pra entrar em uma grande gravadora o artista deveria ter algum talento.

mas o que eu disse é que a indústria degenera. em algum momento qualidade já foi um fator, mas ela vai sendo rebaixada em prol do caminho do mais fácil.
não acho que tenha relação com a internet, acho que é um caminho que a indústria toma mesmo. pra mais coisas que a música.
 

OldSchool Retrô

Habitué da casa
Mensagens
230
Reações
139
Pontos
68
Ainda tem muito som bom. O cenário popular que anda muito ruim, mas felizmente em cidades maiores você ainda consegue sair de casa e ouvir uma música boa (São Paulo principalmente) !
 

madruguinha

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.946
Reações
22.780
Pontos
654
mas o que eu disse é que a indústria degenera. em algum momento qualidade já foi um fator, mas ela vai sendo rebaixada em prol do caminho do mais fácil.
não acho que tenha relação com a internet, acho que é um caminho que a indústria toma mesmo. pra mais coisas que a música.

A Indústria fonográfica entrega o que o público quer, se a moda é pagode, vamos focar no pagode, se o público quer sertanejo, vamos no sertanejo, e como o público no geral não tem conhecimento do que é "qualidade musical" qualquer coisa vira sucesso.
E volto a bater na tecla, a qualidade foi ladeira abaixo no momento que as gravadoras começaram a "concorrer" com produções independentes, hoje em dia tem muitos "artistas" postando por conta própria videos no Youtube e muitas de qualidade muito pobre, o que tornou a musica muito democrática, o cara não precisa mais ser o melhor pra fazer mais sucesso, mas é o que o publico está querendo e ainda ficando satisfeito.
 
Topo Fundo