O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

O Series S e X NÃO são o que aparentam ser

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
Gamepass é legal, mas entre ter crackdown/grounded day one ou ter que comprar Demons Souls ou um Zelda da vida, prefiro demons e zelda. É só não comprar no lançamento.
Maior falácia dos haters da Microsoft, como se jogos como The Outer Worlds, Gears 5, Forza Horizon 4, Flight Simulator e outros não aparecessem day one no serviço, fora jogos de thirds que chegam ao Gamepass, como Monster Hunter World, Devil May Cry 5, Soulcalibur VI e muitos outros.

Posso falar a mesma coisa, só que invertendo. "Pagar 250 reais em lançamento é legal, mas entre jogar Predador day one ou assinar o Gamepass pra jogar Forza Horizon 4, eu prefiro Forza."

O que não falta no Gamepass é AAA, aliás, jogos para todos os gostos, e com o crescimento do serviço, além da aquisição de mais estúdios Microsoft, isso só vai aumentar. E é até bizarro querer citar Nintendo nessa brincadeira, quando ela lança jogos que o pessoal daqui chamaria de indie em qualquer outra plataforma, como os maiores jogos dela esse ano: Paper Mario e Animal Crossing. Se fossem jogos de Xbox, seriam indies de Gamepass, né?

"Eu prefiro Nintendo, Microsoft só lança jogo com gráfico feio e de baixo orçamento, como Grounded e Crackdown"
Os jogos da Nintendo:





Imagina se fosse a Microsoft colocando jogos assim no Gamepass, ao invés de só vender por 300 reais. Pqp, estariam aqui metendo o pau e falando que Xbox não tem jogo, que só tem jogo m**** e de celular. Mas é o Switão, né? Ele pode. Animal Crossing AAA supremo. Day one no Gamepass é só indie:





E claro, a cagação de gosto continua. Porque todo mundo tem que amar jogos da Sony e Nintendo, é impossível preferir os jogos da Microsoft. Eu, por exemplo, cago pra biblioteca inteira da Nintendo e nada em um Playstation vale mais do que a franquia Forza. É o meu gosto, gosto é subjetivo. Mas não, eu tenho que "admitir" que os jogos da Microsoft são um lixo por causa de notinha ou qualquer outra besteira. Aí falam de "relevância". Vou jogar League of Legends e Minecraft então, porque são dois dos jogos mais populares hoje.

Você citou Zelda e Demon Souls, dois jogos que eu não jogaria nem de graça, porque não fazem meu gosto. Podem ser maravilhosos pra ti, não pra mim, nem pra todo mundo. Não adianta querer cagar gosto de jogo pra cima dos outros.
 
Ultima Edição:


San São

Bam-bam-bam
Mensagens
1.773
Reações
2.558
Pontos
303
Você fez uma redação estilo ENEM para detetive da federal pra dizer que X e S são uma "porcaria".


Era mais fácil deixar um resumo em cima do primeiro parágrafo que tu não gosta disto que poupava o tempo da galera lendo essa porra toda


Eu vou de SX porque eu gosto mesmo, entre Ki e SFV prefiro o primeiro; entre Forza e GT, idem.... entre GOWs é mema coisa.



Aceite que o XS tem mais força que esse videocassete
 

San São

Bam-bam-bam
Mensagens
1.773
Reações
2.558
Pontos
303
Maior falácia dos haters da Microsoft, como se jogos como The Outer Worlds, Gears 5, Forza Horizon 4, Flight Simulator e outros não aparecessem day one no serviço, fora jogos de thirds que chegam ao Gamepass, como Monster Hunter World, Devil May Cry 5, Soulcalibur VI e muitos outros.

Posso falar a mesma coisa, só que invertendo. "Pagar 250 reais em lançamento é legal, mas entre jogar Predador day one ou assinar o Gamepass pra jogar Forza Horizon 4, eu prefiro Forza."

O que não falta no Gamepass é AAA, aliás, jogos para todos os gostos, e com o crescimento do serviço, além da aquisição de mais estúdios Microsoft, isso só vai aumentar. E é até bizarro querer citar Nintendo nessa brincadeira, quando ela lança jogos que o pessoal daqui chamaria de indie em qualquer outra plataforma, como os maiores jogos dela esse ano: Paper Mario e Animal Crossing. Se fossem jogos de Xbox, seriam indies de Gamepass, né?

"Eu prefiro Nintendo, Microsoft só lança jogo com gráfico feio e de baixo orçamento, como Grounded e Crackdown"
Os jogos da Nintendo:





Imagina se fosse a Microsoft colocando jogos assim no Gamepass, ao invés de só vender por 300 reais. Pqp, estariam aqui metendo o pau e falando que Xbox não tem jogo, que só tem jogo m**** e de celular. Mas é o Switão, né? Ele pode. Animal Crossing AAA supremo. Day one no Gamepass é só indie:





E claro, a cagação de gosto continua. Porque todo mundo tem que amar jogos da Sony e Nintendo, é impossível preferir os jogos da Microsoft. Eu, por exemplo, cago pra biblioteca inteira da Nintendo e nada em um Playstation vale mais do que a franquia Forza. É o meu gosto, gosto é subjetivo. Mas não, eu tenho que "admitir" que os jogos da Microsoft são um lixo por causa de notinha ou qualquer outra besteira. Aí falam de "relevância". Vou jogar League of Legends e Minecraft então, porque são dois dos jogos mais populares hoje.

Você citou Zelda e Demon Souls, dois jogos que eu não jogaria nem de graça, porque não fazem meu gosto. Podem ser maravilhosos pra ti, não pra mim, nem pra todo mundo. Não adianta querer cagar gosto de jogo pra cima dos outros.
Os caras pagam de PRO Player como se fosse gostosão.


Até ver a dura realidade que cada um tem o seu **, nem tô ligando pra essa merd@ de exclusivos da Çoni. Único, eu disse UNICO jogo que eu pago pau pra Sony é a franquia Gran Turismo, mas Forza também é excelente!



Daí só por causa de único jogo no meio de tanto lixos eu vou ter de comprar o aparelho inteiro só pra isso?? Não, né. Porque M$ também tem jogos top que são Forza, Ki, GoW, Halo e muitos outros títulos que me agradam bastante e não gosto de jogar no PC, então tem que ser Xbox! E melhor ainda rodando todos ou alguns jogos de muitas gerações enquanto no PS ainda resta muitas dúvidas, inclusive com grande possibilidade de pagar de novo pelos remasters que no lado verde tu não paga uma mixaria e já tem direito com toda melhoria!



Massss.... cada um cada né. Se alguém tá disposto a pagar por 350 achando que está tendo uma bela experiência de assistir filme, que bom! Porque prefiro pagar GP + EA Access por um ano e sobrando troco pra ficar mais de boa pra outro ano também!


EDIT: Único jogo que eu seria forçado a realmente fazer uma loucura das braba seria o NS por causa do D3. Mas tô esperando pra ver qual será a do PRO, pra ver se compensa. Se for full console de mesa, prefiro pegar um portátil que com tempo cai no preço! E ainda aproveitar a pirataria no talo com muitos jogos da BigN que realmente dão uma surra de pau mole na Sony quando é pra entreter!
 

San São

Bam-bam-bam
Mensagens
1.773
Reações
2.558
Pontos
303
Ainda bem que existem Sony e Nintendo no mercado, pq se fosse depender dos exclusivos da Microsoft...
Ainda bem que a M$ existe né, senão era monopólio pra Sony, porque a BigN tá nem aí pra concorrência.



Em vez 350, seria 700 pra atestar a sua burrice, já que nem sabe do que tá falando
 

konuhi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.532
Reações
2.004
Pontos
214
Ainda bem que a M$ existe né, senão era monopólio pra Sony, porque a BigN tá nem aí pra concorrência.



Em vez 350, seria 700 pra atestar a sua burrice, já que nem sabe do que tá falando
Saiba respeitar a opinião dos outros seu maluco. Em nenhum momento eu te ofendi e vc vem me chamando de burro a toa?

Reportado por ofensa.
 


MetroidPirate

Bam-bam-bam
Mensagens
6.605
Reações
8.125
Pontos
353
Maior falácia dos haters da Microsoft, como se jogos como The Outer Worlds, Gears 5, Forza Horizon 4, Flight Simulator e outros não aparecessem day one no serviço, fora jogos de thirds que chegam ao Gamepass, como Monster Hunter World, Devil May Cry 5, Soulcalibur VI e muitos outros.

Posso falar a mesma coisa, só que invertendo. "Pagar 250 reais em lançamento é legal, mas entre jogar Predador day one ou assinar o Gamepass pra jogar Forza Horizon 4, eu prefiro Forza."

O que não falta no Gamepass é AAA, aliás, jogos para todos os gostos, e com o crescimento do serviço, além da aquisição de mais estúdios Microsoft, isso só vai aumentar. E é até bizarro querer citar Nintendo nessa brincadeira, quando ela lança jogos que o pessoal daqui chamaria de indie em qualquer outra plataforma, como os maiores jogos dela esse ano: Paper Mario e Animal Crossing. Se fossem jogos de Xbox, seriam indies de Gamepass, né?

"Eu prefiro Nintendo, Microsoft só lança jogo com gráfico feio e de baixo orçamento, como Grounded e Crackdown"
Os jogos da Nintendo:





Imagina se fosse a Microsoft colocando jogos assim no Gamepass, ao invés de só vender por 300 reais. Pqp, estariam aqui metendo o pau e falando que Xbox não tem jogo, que só tem jogo m**** e de celular. Mas é o Switão, né? Ele pode. Animal Crossing AAA supremo. Day one no Gamepass é só indie:





E claro, a cagação de gosto continua. Porque todo mundo tem que amar jogos da Sony e Nintendo, é impossível preferir os jogos da Microsoft. Eu, por exemplo, cago pra biblioteca inteira da Nintendo e nada em um Playstation vale mais do que a franquia Forza. É o meu gosto, gosto é subjetivo. Mas não, eu tenho que "admitir" que os jogos da Microsoft são um lixo por causa de notinha ou qualquer outra besteira. Aí falam de "relevância". Vou jogar League of Legends e Minecraft então, porque são dois dos jogos mais populares hoje.

Você citou Zelda e Demon Souls, dois jogos que eu não jogaria nem de graça, porque não fazem meu gosto. Podem ser maravilhosos pra ti, não pra mim, nem pra todo mundo. Não adianta querer cagar gosto de jogo pra cima dos outros.
Gears é a mesma porra desde o 3, não da mais, não pra mim. Jogo de corrida pra mim é Mario Kart e The Outer World achei fraco. São jogos interessante até, mas de nicho né, fora Gears que o que vale é o multiplayer, mas cara, cod warzone, que é de graça, deixou qualquer outro multi desinteressante. Troco facil todos esses aí por FF7 remake.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
Gears é a mesma porra desde o 3, não da mais, não pra mim. Jogo de corrida pra mim é Mario Kart e The Outer World achei fraco. São jogos interessante até, mas de nicho né, fora Gears que o que vale é o multiplayer, mas cara, cod warzone, que é de graça, deixou qualquer outro multi desinteressante. Troco facil todos esses aí por FF7 remake.
Resumo: gosto pessoal, e cada um tem o seu. Mas o ponto do meu comentário nem é o seu gosto, mas basicamente a desinformação ao induzir leitores a pensar que Gamepass só tem jogo de baixa renda como Grounded e Crackdown. Todo mundo é livre pra fazer flame, foda é flamear com mentira. Ainda mais a hipocrisia de criticar jogo baixa renda do Xbox (como se não tivesse AAA no Gamepass) e defender o console que tem Animal Crossing e Paper Mario como destaques esse ano, dois jogos mais feios que o próprio Crackdown 3.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
eu já assinei o esse negócio, com 10 mil por cento de certeza é bem melhor pegar o jogo que a pessoa quer separado, os jogos só entram aí depois que envelhecem, a maioria são de indies uns muito ruins até, aí vem esses jogos da MS que não são nada de especial.
Seu gosto e nada mais. Gosto é subjetivo. E falar que só entra jogo quando envelhece é mentira, nem vale a pena discutir esse ponto.
 

San São

Bam-bam-bam
Mensagens
1.773
Reações
2.558
Pontos
303
Saiba respeitar a opinião dos outros seu maluco. Em nenhum momento eu te ofendi e vc vem me chamando de burro a toa?

Reportado por ofensa.
Então tu ofendeu por ser burro porque tem coragem mesmo de pagar 700 no caso do monopólio.



Reporta aí mesmo, nada vai mudar o fato do seu atestado
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
tudo bem, mas tu evita o diálogo pois sabe que eu sei como a banda toca. enfim segue o tópico
Sabe como a banda toca sem ter Switch, sem ter Ps4 e não consumindo mais Xbox? É, sabe mesmo. Deve ver muitos videos do Drake Sincero e discutir muito no Facebook da Playstation Mil Grau.
 

MetroidPirate

Bam-bam-bam
Mensagens
6.605
Reações
8.125
Pontos
353
Resumo: gosto pessoal, e cada um tem o seu. Mas o ponto do meu comentário nem é o seu gosto, mas basicamente a desinformação ao induzir leitores a pensar que Gamepass só tem jogo de baixa renda como Grounded e Crackdown. Todo mundo é livre pra fazer flame, foda é flamear com mentira. Ainda mais a hipocrisia de criticar jogo baixa renda do Xbox (como se não tivesse AAA no Gamepass) e defender o console que tem Animal Crossing e Paper Mario como destaques esse ano, dois jogos mais feios que o próprio Crackdown 3.
Esses daí foram uns dos últimos da MS, posso fazer nada se foram dois lixos. Mas o gamepass vai ficar bom quando começar a sair jogos novos da zenimax, então daqui a uns 2 anos mais ou menos. Eu não duvido que eu acabe comprando um series X lá no meio da gen, as promessas são realmente boas, mas hj prefiro esperar elas serem cumpridas.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
Esses daí foram uns dos últimos da MS, posso fazer nada se foram dois lixos. Mas o gamepass vai ficar bom quando começar a sair jogos novos da zenimax, então daqui a uns 2 anos mais ou menos. Eu não duvido que eu acabe comprando um series X lá no meio da gen, as promessas são realmente boas, mas hj prefiro esperar elas serem cumpridas.
Lixos pro seu gosto, isso se você jogou Crackdown e Grounded, claro. Grounded que, inclusive, está em early acess. Mas gosto é subjetivo, então tanto faz. Sem contar que foi outra mentira, já que Crackdown não foi um dos ultimos, ele é do inicio de 2019. De lá pra cá teve Gears 5, Ori and the Will of the Wisps, Gears Tactics, Flight Simulator, Tell me Why, Minecraft Dungeons, Bleeding Edge, Wasteland 3, Battletoads e talvez algum que eu tenha me esquecido. Claro, se são bons ou ruins, vai de cada um que jogou. Mas Crackdown não é um dos "últimos".

Se fala de AAA, até eu concordo que está fraco e que a Microsoft precisa aumentar a quantidade deles, só que aí citar Nintendo (com Zelda de Wii U, ainda) é sacanagem, quando os jogos dela são visualmente simples. Sony sim investiu bastante em AAA e tem lançado com boa frequência, 2020 mesmo está sendo um ano bem forte.
 

Mim

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
42.786
Reações
40.460
Pontos
984
c***lho quem q paga 350 nos jogos play? Seguindo argumento caixinha kkk

Passei a geraçao ps4 inteira pagando de 80 a 180 reais. So o cyberpunk especial steelbook saiu do controle mas só

Gamepass existe ha um tempo ja.. e a treta é sempre "hur dur sonista curte queimar 350 por jogo"

Me falem q lojas sao essas pra eu passar longe
 

Gamer King

O Soberano
VIP
Mensagens
57.816
Reações
67.212
Pontos
1.069
c***lho quem q paga 350 nos jogos play? Seguindo argumento caixinha kkk

Passei a geraçao ps4 inteira pagando de 80 a 180 reais. So o cyberpunk especial steelbook saiu do controle mas só

Gamepass existe ha um tempo ja.. e a treta é sempre "hur dur sonista curte queimar 350 por jogo"

Me falem q lojas sao essas pra eu passar longe
Vc está falando do passado.

Agora na next gen o preço padrão dos jogos será 350 reais no lançamento para as softhouses que subiram pra $70 dólares.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
Vc está falando do passado.

Agora na next gen o preço padrão dos jogos será 350 reais no lançamento para as softhouses que subiram pra $70 dólares.
Sim. Principalmente porque sonysta compra tudo no lançamento, e não jogam velharias como as da Mendigopass, que eles tanto criticam. E ainda pagarão os 350 reais com orgulho, que é pra valorizar a empresa que sustenta a indústria com os melhores jogos da história.
 

Carter-A259

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.979
Reações
20.523
Pontos
734
Eu vejo muita gente aqui sem entender uma coisa muito simples: a Microsoft não está interessada numa "nova geração" no sentido que nós ainda atribuímos a ela. O Xbox Series S/X é apenas mais um meio para se usufruir de seu unificado e amplo ecossistema. A sua integração com o Windows é que é a verdadeira chave aqui. O console é apenas a Microsoft cumprindo tabela no mercado de consoles, nos dando uma outra forma de interagir com esta unificada plafaforma, com este ecossistema, que atende por nomes como "gamepass" e "play anywhere". É a Sony que ainda se agarra a um modelo mais tradicional de geração, defendendo preços de 70 dólares/full retail.

Para a Microsoft, videogames significam algo diferente. Apenas pensem no que ela tentou fazer já na apresentação do Xbox One, naquela escandalosa tentativa de criar um claustrofóbico e draconiano Big Brother anti-consumidor, que, como todos nós sabemos, foi duramente rechaçado. Apenas lembrem (se é que vocês já não sabiam disso antes) o que arrematou, para Bill Gates, a decisão de criar a divisão Xbox (pois, sim, Gates sabidamente relutou em aceitá-la): a ideia da centralidade, bem na nossa sala de estar, de um console de videogames. Desde a criação da marca/divisão, a ideia sempre foi para além dos videogames. Sempre. Para a Sony, a ideia sempre foi mais comedida, centrada, quando muito "híbrida".

A relutância da Sony de criar uma simples "Netflix dos videogames", aos moldes do gamepass/play anywhere da Microsoft, já nos mostra isso muito bem. Há uma clara separação entre a política da Sony e a de empresas do vale do silício (como a própria Microsoft). Ao passo que, para a Sony, os games permanecem sendo o seu principal eixo norteador, a centralidade dos seus negócios, para a Microsoft, eles são (e sempre foram) um meio para algo mais, uma visão mais corporativa, mais "holística", algo que extrapola o mero lucro com os videogames.

Querem mais um sintoma óbvio que sinaliza para esta diferença? Que tal a total (e pública) despreocupação da MS para com o fato de que, por dois anos consecutivos, nenhum grande jogo sairá que seja exclusivamente desenvolvido para o Series X? A ideia é claramente ter um console bem menos poderoso (como o Series S) como plataforma-base de desenvolvimento e dar somente up(s) de resolução e framerate para o Series X, algo que claramente frustra (senão diretamente afronta) o propósito de seus alardeados 12 teraflops de poder computacional.

E de onde vem esta patente falta de preocupação da Microsoft de se adequar ao que seria razoável de se esperar de uma nova geração? Ora, precisamente de tudo aquilo eu já expus aqui. A Microsoft não liga para uma nova geração de consoles como a Sony liga. Ela liga somente para a sua plataforma unificada, o seu ecossistema, a sua forma de expandir a privatização dos meios da nossa comunicação e atividade online.

Mas, que fique suficientemente claro, o propósito desde texto NÃO é o de condenar X como um demônio e de redimir Y como um santo, mas apenas assinalar uma diferença clara entre A e B. A Microsoft e a Sony já não parecem mais falar a mesma língua quando falam de videogames. Não é só a Nintendo que é "excêntrica" em sua visão das coisas. De certa maneira, as três grandes empresas de videogame são três ilhas solitárias no meio do oceano.

EDIT:
[Respondendo alguns comentários]


Como eu já havia dito, o propósito do tópico NÃO foi de condenar X e absolver Y. Não há empresa "boazinha". Mesmo quando uma empresa faz doações para a caridade, esta ação nada tem a ver com um "coração cálido", mas (obviamente) apenas com uma ação "de caso pensado", algo estritamente hipócrita e oportunista.

Sendo assim, tanto a Sony quanto a Microsoft têm, ambas, culpa no cartório. Se a Sony não age pensando numa "netflixização dos videogames", é SOMENTE por não ser grande e nem independente da maneira como a Microsoft é. NINGUÉM disse aqui que uma empresa é má e a outra boazinha. Não se trata disso. Pelo amor de Deus.

Mas permanece um fato que, por mesmo serem empresas de tamanhos de mercado muito diferentes, os videogames têm diferentes significados para estas empresas, ocupando funções diferentes em suas pretensões corporativas. Não tem NADA a ver com fazer juízo de valor. Se a Sony tivesse o tamanho da Microsoft, também estaria fazendo as mesmas coisas que ela e na exata mesma proporção.

Este tópico quis apenas delinear esta diferença objetiva entre as duas, baseada no tamanho que as duas corporações têm. É errado pensar que o Xbox e o PlayStation encaram o mercado e os videogames da mesma maneira. Sim, a Sony também faz coisas questionáveis à maneira da Microsoft, mas não à sua proporção; não em seu sentido mais "holístico".

O enfoque da Sony ainda é primariamente lucrar com os videogames, mas a Microsoft, não. Ela quer privatizar o meio da nossa vida online, à semelhança da Amazon, (principalmente) do Google, do Facebook, da Apple e de outras megacorporações do Vale do Silício.

A única diferença entre a maneira com que a Sony e a Microsoft tratam os videogames está no tamanho de cada corporação. . Não tem NADA a ver com insinuar a superioridade moral de uma sobre a outra. Estão todas no mesmo barco corporativo moralmente corrompido.
Eu venho dizendo isso há tempos.

A Nintendo, hoje, trilha o caminho do Hardware inovador (não necessariamente de ponta, muito menos "de alto custo"), capitaneado pelos exclusivos da empresa, buscando, atualmente, uma maior proximidade com as thirds para resolver um velho e latente problema de abastecimento que os afligia.

A Sony é a única que, desde que entrou no mercado, segue a mesma linha (e não estou aqui emitindo juízo de valor): busca o melhor hardware possível de acordo com a época em que inicia uma nova geração, e foca no modelo tradicional de venda de software. É, sem dúvidas, entre as três, a que têm maior diálogo com as thirds.

A Microsoft "criou" um novo caminho, resta evidente: segue investindo em "versões de Caixa" que atendam aos entusiastas, mas sem deixar de oferecer opções de "ponte" entre o velho e o novo. A Microsoft não é mais sobre "gerações". A Microsoft é sobre ofertar uma biblioteca de jogos em forma de serviço ("alá Netflix"), e disponibilizar "caixas" que consigam acessar esse catálogo e usufruir dele com diferenças e particularidades de acordo com as especificações de cada uma. Pra esse modelo de negócio da Microsoft, quanto mais "caixas" puderem usufruir do mesmo catálogo (ou da maior parte possível dele), melhor; pois mais clientes potenciais para assinar o catálogo terá. Por isso a MS não tem pressa - nem interesse - em criar rupturas drásticas geracionais nos jogos. Fazer isso, seria isolar todas as caixas anteriores, as impedindo de acessar parte do catálogo e, portanto, reduzindo o interesse destas de manter a assinatura.

Um adendo: embora a Sony seja a mais tradicional, e esteja tentando promover essa linha geracional, conforme indícios recentes, parece que a Sony vai tentar levar um "cross-gen" até 2022, para suportar o PS4. O que criaria um "híbrido", e tira a segurança de quem está comprando, no meu ponto de vista.
 

Galvanor

Veterano
Mensagens
691
Reações
775
Pontos
128
É incrível como nesse fórum, todos os tópicos descanbam para fanático brigando por marquinha de console hahahahaha.

Sobre o tópico, é uma variação de mercado e acho melhor que cada uma fique no seu quadrado, principalmente sendo consumidor de todas as plataformas.

Se a MS conseguir entregar algumas experiências de jogo nível Sony com o Gamepass já é mais que suficiente. Nessa gen eles falharam nessa missão, mas na que está chegando, se trabalherem direitinho terão plenas condições, principalmente em gêneros que a Sony não tem representatividade.
 
Ultima Edição:

Landstalker

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.694
Reações
32.064
Pontos
584
A Sony por estar mais tempo no mercado ela conseguiu um filão que é difícil de conseguir, embora esse processo foi calcado ao longo dos anos de gerações dos PlayStations.

A Microsoft tentou o mesmo nicho, o mesmo filão, o mesmo público e, de fato, ainda o é, usando da mesma estratégia da Sony. No entanto ela conseguiu perceber que o mercado irá mudar muito na próxima década e ela já vem se preparando pra isso.

A Sony, por sua vez, prefere se estabelecer no tipo de mercado que deu a ela à liderança no estilo de comercialização e processo de produção de jogos. Jogos sendo vendidos de forma unitária e focados em narrativa com gameplay. Ela é a líder atual nisso, isso é incontestável, mas o mercado é volátil e, até certo ponto, imprevisível. Se na época do Wii as pessoas o abraçaram porque ele atingiu um público casual que era expressivo e pouco abordado pelas empresas grandes, o mercado atual tenta abocanhar um público expressivo de jogadores focados em multiplayer nas suas diversas expressividades.

A Microsoft está certa em dizer que o "grande vilão" são as outras empresas corporativistas como ela; ou seja, nesse ringue teremos a disputa de um mercado ainda maior por empresas como a Amazon, Google, Apple e Tencent.

A Sony ainda consegue entrar nesse disputa para contrabalancear trazendo um tipo de mercado mais tradicional em evidência. Mas, na medida que ela consegue manter-se em pé, a Microsoft provavelmente ainda não abandonará às caixas, mas, uma queda repentina da Sony poderia exemplificar a queda total de qualquer meio físico que temos hoje como meio de produção dos jogos. A sucessão para jogos apenas em meios virtuais e em eternas assinaturas podem se tornar uma regra. Triste é um mundo onde temos poucas escolhas de como reproduzir os conteúdos que gostamos; restando poucas opções, quem tem um olho acaba sendo um rei em terra de cegos.

É uma tendência natural das empresas se tornarem mais agregadoras para si, corporativistas e monopolistas. Não se enganem que, antes de tudo, toda e qualquer medida tomada por qualquer uma delas é pensando apenas em benefício próprio e, quando assim acaba por nos beneficiar é por falta de opção que a empresa não teve em disputar o mercado de uma outra maneira, mas quando o conforto financeiro atrelado com o domínio do mercado em suas mãos, as suas verdadeiras intenções monopolista e anti-consumidor são expostas.

Em, particularmente temo por um mundo onde não temos nada e sempre deveremos pagar mensalidade eternamente pra tudo.
 

Bebidão

Veterano
Mensagens
635
Reações
1.400
Pontos
148
Concordo.

Se fosse depender delas eu estaria pagando 350R$ num jogo.
Sim, é a Sony e a Nintendo que controlam a economia do Bananil, não ta sabendo? O Jim Ryan é o ministro da economia, colocou os preços de jogos lá em cima...


Tem cara que tem que usar visera msm.
 

arqueiro182

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.850
Reações
57.461
Pontos
553
Sim, é a Sony e a Nintendo que controlam a economia do Bananil, não ta sabendo? O Jim Ryan é o ministro da economia, colocou os preços de jogos lá em cima...


Tem cara que tem que usar visera msm.





:klol:klolwtf
 
Ultima Edição:

Bebidão

Veterano
Mensagens
635
Reações
1.400
Pontos
148


E exatamente o que voce quis demonstrar com essas duas imagens? Que jogo velho em promoção na Steam custa menos que lançamentos no PS5? É esse o raciocinio?

Pensa ai genio da internet, o jogo custa $60 ou 70$, converte isso em real, esse é o preço que vai ser cobrado com uma ou outra variação. Não é Sony ou a Nintendo, mesmo lancamentos na Steam estão cada vez mais caros e ficando inviáveis, o Brasil esta indo pro fundo do poço e vocês usam isso como combustível pra discussão de ista retarda.
 

Grave Uypo

Piloto de Grifos
VIP
Mensagens
14.227
Reações
24.670
Pontos
553
Maior falácia dos haters da Microsoft, como se jogos como The Outer Worlds, Gears 5, Forza Horizon 4, Flight Simulator e outros não aparecessem day one no serviço, fora jogos de thirds que chegam ao Gamepass, como Monster Hunter World, Devil May Cry 5, Soulcalibur VI e muitos outros.

Posso falar a mesma coisa, só que invertendo. "Pagar 250 reais em lançamento é legal, mas entre jogar Predador day one ou assinar o Gamepass pra jogar Forza Horizon 4, eu prefiro Forza."

O que não falta no Gamepass é AAA, aliás, jogos para todos os gostos, e com o crescimento do serviço, além da aquisição de mais estúdios Microsoft, isso só vai aumentar. E é até bizarro querer citar Nintendo nessa brincadeira, quando ela lança jogos que o pessoal daqui chamaria de indie em qualquer outra plataforma, como os maiores jogos dela esse ano: Paper Mario e Animal Crossing. Se fossem jogos de Xbox, seriam indies de Gamepass, né?

"Eu prefiro Nintendo, Microsoft só lança jogo com gráfico feio e de baixo orçamento, como Grounded e Crackdown"
Os jogos da Nintendo:





Imagina se fosse a Microsoft colocando jogos assim no Gamepass, ao invés de só vender por 300 reais. Pqp, estariam aqui metendo o pau e falando que Xbox não tem jogo, que só tem jogo m**** e de celular. Mas é o Switão, né? Ele pode. Animal Crossing AAA supremo. Day one no Gamepass é só indie:





E claro, a cagação de gosto continua. Porque todo mundo tem que amar jogos da Sony e Nintendo, é impossível preferir os jogos da Microsoft. Eu, por exemplo, cago pra biblioteca inteira da Nintendo e nada em um Playstation vale mais do que a franquia Forza. É o meu gosto, gosto é subjetivo. Mas não, eu tenho que "admitir" que os jogos da Microsoft são um lixo por causa de notinha ou qualquer outra besteira. Aí falam de "relevância". Vou jogar League of Legends e Minecraft então, porque são dois dos jogos mais populares hoje.

Você citou Zelda e Demon Souls, dois jogos que eu não jogaria nem de graça, porque não fazem meu gosto. Podem ser maravilhosos pra ti, não pra mim, nem pra todo mundo. Não adianta querer cagar gosto de jogo pra cima dos outros.
pra mim unica coisa q sofreu nao ter no xbox é o genshin impact. to jogando no pc na tv mesmo mas queria que tivesse nativo no xbox :(

Gears é a mesma porra desde o 3, não da mais, não pra mim. Jogo de corrida pra mim é Mario Kart e The Outer World achei fraco. São jogos interessante até, mas de nicho né, fora Gears que o que vale é o multiplayer, mas cara, cod warzone, que é de graça, deixou qualquer outro multi desinteressante. Troco facil todos esses aí por FF7 remake.
velho sempre essa desculpa. os jogos da sony são todos de nicho e nunca vi ninguem falar nada deles.
ou vc acha que é mainstream e de apelo geral esses joguinhos como last of us e god of war?
 

Link_1998

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.379
Reações
19.693
Pontos
649
Bixo, os caras não entendem essa questão, para eles simplesmente a gente quer pagar mais num jogo, não sei o motivo do bloqueio mental para isso, além de chagar carimbando esse termo do "vc gosta de pagar 350 reais em um jogo, eu pago 39 para vários", esse argumento tão batido é extremamente raso, e mostra a falta de vontade dos utilizadores para uma discussão aprofundada do assunto. Uma pergunta que faço, hum jogo como cyberpunk existiria em um mundo onde de game pass?
E tem um pequeno detalhe que esquecem: Eu levei um ano para terminar o Yakuza 0, se fosse no Gamepass o custo total do game seria 12x39,00.

Ah, mas vc tem vários games disponíveis para jogar ! E provavelmente eu só jogaria um desses a mais, além do fato que provavelmente não vou terminar até ele sair do catálogo e vou precisar comprar em definitivo.

Gamepass é bom ? É ! Mas vc precisa analisar seu perfil de consumo e ritmo de jogo, porque pode virar um aluguel muito mais caro do que comprar.
 

ExCaixista

Bam-bam-bam
Mensagens
3.624
Reações
6.242
Pontos
303
E tem um pequeno detalhe que esquecem: Eu levei um ano para terminar o Yakuza 0, se fosse no Gamepass o custo total do game seria 12x39,00.

Ah, mas vc tem vários games disponíveis para jogar ! E provavelmente eu só jogaria um desses a mais, além do fato que provavelmente não vou terminar até ele sair do catálogo e vou precisar comprar em definitivo.

Gamepass é bom ? É ! Mas vc precisa analisar seu perfil de consumo e ritmo de jogo, porque pode virar um aluguel muito mais caro do que comprar.
Realmente, para uma pessoa que levou mais de um ano para zerar God of War, o Game Pass não é recomendado.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
12.536
Reações
20.514
Pontos
553
Neuróticos entrando em neurose porque a Microsoft está quebrando paradigmas. Paradigmas que podem representar pagar menos pelo conteúdo que consumimos.

Realmente....o consumidor hardcore de consoles é meio perturbado.
Ao invés de meterem o pau no Gamepass, deveriam é pedir PS Now no Brasil.
 
Topo