O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[Oficial] Welcome Refugees =] Saiba o que está Acontecendo na Europa e no Mundo

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353


Tópico destinado a notícias sobre o que os imigrantes estão fazendo na Europa.

O intuito do tópico é compilar todas as notícias e vídeos para que eu não venha aqui todos os dias postar uma coisa diferente.

Lembrando que as regras do fórum precisam ser respeitadas como não postar:

- Gore;
- Pedofilia ou incentivo a;
- Insultos, ofensas a determinada raça, religião, etnia, credo e ideologia.

-Apenas serão postado fatos.
-As fontes citadas, NEM SEMPRE serão as que vemos na mídia. Portanto cabe a vocês quererem contestar ou não (o tópico é feito para isso).

----------------------------------------------------------------------------

Não sabem por onde começar? Nem o que está acontecendo ao certo? Assistam esses vídeos





Os 4 estágios da conquista islâmica

Por Civilus Defendus

ESTÁGIO 1: INVASÃO

Muçulmanos começam a imigrar para países não-muçulmanos frequentemente, e o início dos conflitos culturais já são visíveis, mesmo que na maior parte das vezes esses sejam sutis.

  • Primeira onda de imigração no país não-muçulmano.
  • Apelos para uma tolerância humanitária por parte da sociedade local.
  • Tentativas de descrever o islã como uma religião pacífica, e os muçulmanos como vítimas da ignorância e do racismo (mesmo o islã não sendo uma “raça”)
  • Alta taxa de natalidade nas famílias muçulmanas residentes no país que as recebeu causa o crescimento da população muçulmana.
  • Mesquitas são usadas para disseminar o islã e desmoralizar o país onde residem e sua cultura.
  • Pressões para a criminalização da “islamofobia” como discurso de ódio.
  • Apontamento de todo tipo de ação legal contra muçulmanos como uma suposta discriminação
  • São propostos “diálogos interreligiosos” para indoutrinar os não-muçulmanos.
Quantos países estão hoje sofrendo uma invasão muçulmana? Um? Cinco? Praticamente todos? As “lideranças” islâmicas da Irmandade Muçulmana e de outras organizações desejam acabar com a soberania de todos os países e substituí-las com a imposição global da Sharia, a lei islâmica. A Sharia, baseada no Alcorão, na Sira e no Hádice, condena a liberdade e o estado democrático de direito, sendo portanto incompatível com as leis de todos os países ocidentais, como o autor e historiador Serge Trifkovic afirma:

“A recusa das elites ocidentais em proteger seus países da invasão jihadista é a maior traição da história”.


ESTÁGIO 2: CONSOLIDAÇÃO DO PODER

Muçulmanos imigrantes e nativos convertidos continuam a exigir mais e mais assistência estatal: emprego, educação, serviços sociais, financiamentos e benefícios legais.

  • O proselitismo cresce: estabelecimento e admissão de células jihadistas.
  • Dedicação na conversão dos segmentos alienados da sociedade para o islã.
  • Esforços revisionistas são empregados para islamizar a história.
  • Empenho na destruição das evidências históricas que revelam a verdade sobre o islã.
  • Intensificação da propaganda anti-ocidental e da guerra psicológica.
  • Busca por alianças com os que compartilham dos mesmos objetivos (comunistas, anarquistas).
  • Tentativas de indoutrinar as crianças com a cosmovisão islâmica.
  • Intensificação dos esforços para intimidar, calar e eliminar os não-muçulmanos.
  • Pressão para a criação de leis contra a “islamofobia” e a blasfêmia para calar os críticos.
  • Foco contínuo no crescimento da população muçulmana via reprodução e imigração.
  • Uso de ONG’s para atrair patrocinadores e financiar a jihad.
  • Esforços são empregados para converter os cidadãos nativos e assim causar a destruição da sociedade local a partir de dentro.
  • Criação de bases políticas muçulmanas na sociedade não-muçulmana.
  • Redes islâmicas de financiamento sustentam o crescimento político e financiam a aquisição de terras.
  • Ostensivos assassinatos de críticos, com objetivo de intimidar oposição.
  • Tolerância com os não-muçulmanos diminui.
  • Aumento das reivindicações para adoção de condutas estritamente islâmicas
  • Criação de arsenais clandestinos reunindo armas e explosivos
  • Ostensiva rejeição e desconsideração da cultura e do sistema legal do país não-muçulmano
  • Esforços voltados para o enfraquecimento e para a destruição dos pilares de sustentação das religiões não-muçulmanas, em especial os do judaísmo e do cristianismo.
Não é óbvio que existe uma tendência aqui? Theo van Gogh assassinado na Holanda por “insultar” o islã; apelos por parte da Organização das Conferências Islâmicas para a criação de leis “anti-blasfêmia” nos países da ONU; França volta e meia atacada por “jovens” (leia-se muçulmanos); ódio perpetrado contra cristãos, judeus, hindus e budistas; aumento do número de assassinatos em nome da (des-)honra… negação do holocausto… anti-semitismo… a fraude é um dos princípios do islã. A tendência que vemos em tudo isso é ascensão da intolerância islâmica e da jihad cultural silenciosa para a recriação das sociedades locais conforme a Sharia, as destituindo de sua soberania e substituindo-a pela lei islâmica, que condena todo o tipo de liberdade terrena e individual, rejeitando por extensão o convívio pacífico entre as religiões, a igualdade entre os sexos e ideia de soberania nacional fora da esfera de influência islâmica (doutrina Dar al-islam).



ESTÁGIO 3: GUERRA ABERTA CONTRA AS LIDERANÇAS E A CULTURA

A violência é usada como instrumento para imposição da Sharia e das restrições culturais associadas a ela; cresce a rejeição ao governo local e a subjugação das outras religiões e costumes.

  • Ações intencionais para o enfraquecimento do governo e da cultura local.
  • Atos de barbaridade para intimidar os cidadãos e fomentar o medo e a subserviência.
  • Esforços, tanto visíveis como secretos, para causar o colapso econômico da sociedade.
  • Toda a oposição é confrontada e, então, erradicada ou calada.
  • Execução em massa de não-muçulmanos.
  • Limpeza étnica generalizada por parte das milícias islâmicas.
  • Rejeição e provocações à cultura e às leis seculares da sociedade local.
  • Assassinato dos intelectuais muçulmanos “moderados” que não apoiam a islamização.
  • Destruição de igrejas, sinagogas e outras instituições não-muçulmanas.
  • Mulheres têm seus direitos restringidos, de acordo com a Sharia.
  • Extermínio populacional em grande escala, assassinatos e bombardeios.
  • Deposição do governo e usurpação do poder político.
  • Imposição da Sharia.
O site www.thereligionofpeace.com mantém um registro do número de ataques violentos dos jihadistas da melhor forma que pode. O site lista mais de 14.000 ataques desde setembro de 2001, vale a visita. No entanto, acontece que é praticamente impossível estimar o número de ocorrências onde muçulmanos são ameaçados pelos seus próprios correligionários por não serem “muçulmanos o suficiente”, onde não-muçulmanos são intimidados e forçados a fazer o que os muçulmanos desejam, onde o restante da população está numa espiral de mortes pelo simples fato de não ser muçulmana em uma área predominantemente muçulmana. Cristãos, judeus, hindus, budistas, animistas e ateus convivem diariamente com a iminência da morte, com o confisco e a destruição de suas propriedades, com estupros, conversões forçadas, excessiva taxação (a jizya), escravidão, multidões furiosas e várias outras formas de (in-)justiças islâmicas nas mãos dos muçulmanos no Sudão, nas Filipinas, no Quênia, na Malásia, na Índia e em outros países, isso sem contar a “morte aos apóstatas” em todo o mundo.



ESTÁGIO 4: “TEOCRACIA” TOTALITÁRIA ISLÂMICA

O Islã se torna a única ideologia religiosa/política/judicial/cultural.

  • A Sharia se torna a “lei da terra”.
  • Todos os direitos humanos são anulados.
  • Escravidão e genocídio da população não-muçulmana.
  • A liberdade de expressão e a imprensa são erradicadas.
  • Todas as religiões, exceto o islã, são proibidas e aniquiladas.
  • Destruição de todas as evidências que apontem para a existência dos povos não-muçulmanos, sua cultura e seus símbolos (budas, casas de culto, obras de arte, etc).
A “Casa do Islã” (“paz”), ou Dar al-Islam, inclui aqueles países que se submeteram aos princípios islâmicos, e, portanto, à discriminatória lei Sharia, que condena a liberdade e desintegra a alma. O resto do mundo está na Casa da Guerra, Dar al-harb, pois esse não se submete a Sharia, e vive em uma condição de rebelião ou guerra com a vontade de “Alá”. Nenhum país não-muçulmano e seus cidadãos é “inocente”, sendo possíveis alvos de ataques enquanto não acreditarem em “Alá”. As pessoas cristãs, judias, coptas, hindus e zoroastrianas de todo o mundo tem sofrido subjugação por séculos. Os Dhimmis (súditos não-muçulmanos de um estado muçulmano) são proibidos de construir casas de culto e reparar as já existentes e, além de serem economicamente incapacitados pelos pesados impostos (jizya) e socialmente humilhados, sofrem com a discriminação legalizada, são tidos como alvos das autoridades que os consideram criminosos e geralmente são mantidos num permanente estado de fraqueza, medo e vulnerabilidade pelos governos islâmicos.

Deve-se destacar que as conversões forçadas (Egito) e a escravidão (Sudão) ainda são denunciadas. Homossexuais enforcados em praça pública no Irã, adolescentes forçadas a casar com homens mais velhos, apóstatas ameaçados de morte, rotineiros assassinatos em nome da “honra”, mulheres legalmente tratadas como cidadãs de segunda classe, ainda que os homens muçulmanos insistam em dizer que elas são “mais bem tratadas” em seus países do que no ocidente… Estas manifestações mais óbvias acabam tirando o foco de outras menos evidentes como a ausência de investigação intelectual nas ciências, reduzido âmbito de escrita, artes e música praticamente inexistentes, uso e abuso sexual de jovens e mulheres, e um descaso para com a satisfação pessoal, a busca pela felicidade e a admiração da realidade. Olhe nos olhos de uma menina de 12 anos recém-casada e veja a consequência da depravação moral gerada pelo islã.



Tradução: Direita Realista
 
Ultima Edição:


arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
Pra começar um vídeo comparando Jardim de Infância no Reno Unido x Polônia

 


arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
Imigrantes em Marselha na França reclamando sobre a falta de comida e roupas



Ahan,
Como se a religião delas permitisse ficar se beijando em público dessa maneira.
No caso da promoção de diversidade pouco importa se é permitido ou não, o objetivo é tornar o Hijab algo normal.
 

Zefiris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.974
Reações
33.381
Pontos
664
A exibição pública de romance e luxúria é desencorajada no Islã. Mas a India de maioria hinduísta, e de onde veio o Kama Sutra, tampouco vê com bons olhos a situação.
De todo modo, é meio triste ver um país ocidental querer seguir esse caminho enquanto se iludindo que não é assim.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
55 No Go zones em Malmo na Suécia... e contando.


"Quase uma Zona de Guerra" Carros depredados e queimados no distrito de imigrantes em Estocolmo


Tentaram entrar na NO-GO Zone e apanharam (por isso que se chama No-Go Zone :klol

 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
Sueca Estuprada por Imigrante Sírio ao saber da absolvição dele no tribunal, Comete Suicídio



"The woman chose to end her life by overdosing on her medication; she felt devastated in the aftermath of her violent rape, and the failure to prosecute the perpetrator exacerbated her sense of low worth," wrote the site. "She was raped in her own apartment during the evening and according to involved Swedish investigative journalist Lamotte she reportedly told police [the following]:"

“'Her neighbour, Adnan, together with his friend Samir [not their real names], came to her apartment late one evening in spring. Because Angelica had taken sleeping pills, she is unsure about the exact timing, but she remembers Adnan pushing her into the bedroom, using violence to force her on her bed and holding her down and raping her ... While she is being raped, Samir is somewhere in the apartment.' [sic]"

Lamotte demonstrates that police and the prosecutor ignored evidence incriminating the suspects, including opportunities to analyze DNA in the woman’s apartment in addition to ‘assault related bruises’ she had sustained.

During the police interrogation Samir admitted that he and Adnan had been in Angelica’s apartment. However the Swedish prosecutor chose to close the case, citing a “lack of evidence”.


Notícia aqui: https://www.israelnationalnews.com/News/News.aspx/238579

Mas só é procurar no Google se quiser pra ver mais fontes.

---------------------------------------

Basicamente ao ver a sentença que foi deferida, tipo "não podemos provar nada, não tem evidências fica por isso mesmo" ela cometeu suicídio com uma overdose de medicamentos.

Triste...
 

leotrix14

Bam-bam-bam
Mensagens
9.674
Reações
10.810
Pontos
439
Sueca Estuprada por Imigrante Sírio ao saber da absolvição dele no tribunal, Comete Suicídio



"The woman chose to end her life by overdosing on her medication; she felt devastated in the aftermath of her violent rape, and the failure to prosecute the perpetrator exacerbated her sense of low worth," wrote the site. "She was raped in her own apartment during the evening and according to involved Swedish investigative journalist Lamotte she reportedly told police [the following]:"

“'Her neighbour, Adnan, together with his friend Samir [not their real names], came to her apartment late one evening in spring. Because Angelica had taken sleeping pills, she is unsure about the exact timing, but she remembers Adnan pushing her into the bedroom, using violence to force her on her bed and holding her down and raping her ... While she is being raped, Samir is somewhere in the apartment.' [sic]"

Lamotte demonstrates that police and the prosecutor ignored evidence incriminating the suspects, including opportunities to analyze DNA in the woman’s apartment in addition to ‘assault related bruises’ she had sustained.

During the police interrogation Samir admitted that he and Adnan had been in Angelica’s apartment. However the Swedish prosecutor chose to close the case, citing a “lack of evidence”.


Notícia aqui: https://www.israelnationalnews.com/News/News.aspx/238579

Mas só é procurar no Google se quiser pra ver mais fontes.

---------------------------------------

Basicamente ao ver a sentença que foi deferida, tipo "não podemos provar nada, não tem evidências fica por isso mesmo" ela cometeu suicídio com uma overdose de medicamentos.

Triste...
Puxa, que País da Europa que tá seguro pra eu me mudar então?
O brasil parece seguro com esse monte de atentado por lá, pelo menos aqui é dois caras em uma moto, não uma bomba ou uma van transformers :klol
 

Unstoppable

Bam-bam-bam
Mensagens
648
Reações
2.532
Pontos
283
Sueca Estuprada por Imigrante Sírio ao saber da absolvição dele no tribunal, Comete Suicídio



"The woman chose to end her life by overdosing on her medication; she felt devastated in the aftermath of her violent rape, and the failure to prosecute the perpetrator exacerbated her sense of low worth," wrote the site. "She was raped in her own apartment during the evening and according to involved Swedish investigative journalist Lamotte she reportedly told police [the following]:"

“'Her neighbour, Adnan, together with his friend Samir [not their real names], came to her apartment late one evening in spring. Because Angelica had taken sleeping pills, she is unsure about the exact timing, but she remembers Adnan pushing her into the bedroom, using violence to force her on her bed and holding her down and raping her ... While she is being raped, Samir is somewhere in the apartment.' [sic]"

Lamotte demonstrates that police and the prosecutor ignored evidence incriminating the suspects, including opportunities to analyze DNA in the woman’s apartment in addition to ‘assault related bruises’ she had sustained.

During the police interrogation Samir admitted that he and Adnan had been in Angelica’s apartment. However the Swedish prosecutor chose to close the case, citing a “lack of evidence”.


Notícia aqui: https://www.israelnationalnews.com/News/News.aspx/238579

Mas só é procurar no Google se quiser pra ver mais fontes.

---------------------------------------

Basicamente ao ver a sentença que foi deferida, tipo "não podemos provar nada, não tem evidências fica por isso mesmo" ela cometeu suicídio com uma overdose de medicamentos.

Triste...
Se vai cometer suicídio então tentasse matar o fdp antes.
Não tinha nada a perder mesmo.
 

Lascaux

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Reações
3.696
Pontos
303
Querem saber a verdade sobre a Europa? Olhem o Plano Kalergi e o documento da ONU sobre Migração substitutiva. Está tudo claro e transparente, os europeus se acham muito superiores e isso é o que vai destruí-los.

https://153news.net/view_item.php?item=Y972M1HMMK88&type=photos&collection=29
http://www.un.org/esa/population/publications/migration/migration.htm

Se vai cometer suicídio então tentasse matar o fdp antes.
Não tinha nada a perder mesmo.
O problema é que eles acreditam no desarmamento, no governo que cuida deles e não têm sangue nos olhos que nem a gente.

E provavelmente a família do desgraçado iria querer vingança.
 

Grave Uypo

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.158
Reações
16.803
Pontos
553
nossa esse povo beta da europa me tira a esperança pro mundo viu.
vamos morrer no apocalipse sjw
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.036
Reações
11.151
Pontos
729
Caralho, tá um zorra essa Europa mesmo ein.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
Querem saber a verdade sobre a Europa? Olhem o Plano Kalergi e o documento da ONU sobre Migração substitutiva. Está tudo claro e transparente, os europeus se acham muito superiores e isso é o que vai destruí-los.

https://153news.net/view_item.php?item=Y972M1HMMK88&type=photos&collection=29
http://www.un.org/esa/population/publications/migration/migration.htm



O problema é que eles acreditam no desarmamento, no governo que cuida deles e não têm sangue nos olhos que nem a gente.

E provavelmente a família do desgraçado iria querer vingança.
Eu to ligado nisso.

Pior que se você fala isso o pessoal fala que é "teoria da conspiração". Cultura Européia (toda ela) está indo pro buraco.



:facepalm

Caralho, tá um zorra essa Europa mesmo ein.
Não mostrei nada meu caro, tem coisa 10x pior...
 

xDoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.991
Reações
103.914
Pontos
589
Mano, isso é assustador. É tipo jogar Civilization e vencer por dominação cultural.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
Puxa, que País da Europa que tá seguro pra eu me mudar então?
O brasil parece seguro com esse monte de atentado por lá, pelo menos aqui é dois caras em uma moto, não uma bomba ou uma van transformers :klol
Polônia, Hungria, Rep. Techeca basicamente aqueles países que "fecharam a casinha" e não deixaram nenhum imigrante entrar.

Esses lugares estão na mais perfeita paz.
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.036
Reações
11.151
Pontos
729
Haha "pior foco" foi a melhor :klol

Acredito que na Suécia e Inglaterra em Londres por exemplo.
HAHUAHAH
É que já tá meio que alastrado né.
Complicado mesmo, eu tava seriamente pensando em ir para lá ano que vem, acho que vou repensar.
 

Lascaux

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Reações
3.696
Pontos
303
Mas onde tá o pior foco? Tenho uma amiga na Italia e ela não me comentou nada.
Só falando da Itália.

Bom, o George Clooney se mudou da Itália porque estava ficando meio perigoso, mesmo sendo ele um propagandista dos refugiados.

Nigerianos estupraram e esquartejaram uma mulher de 75 anos recentemente...

Um dono de hotel foi obrigado a abrigar um monte de africanos.

A Itália é a primeira parada dos africanos que estão invadindo com seus barquinhos, e os outros países da UE fecharam as fronteiras para ficarem por lá mesmo.

E num passado distante os muçulmanos atacavam constantemente o sul da Itália para saquear e capturar escravos. Parece que esqueceram disso.
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.036
Reações
11.151
Pontos
729
Só falando da Itália.

Bom, o George Clooney se mudou da Itália porque estava ficando meio perigoso, mesmo sendo ele um propagandista dos refugiados.

Nigerianos estupraram e esquartejaram uma mulher de 75 anos recentemente...

Um dono de hotel foi obrigado a abrigar um monte de africanos.

A Itália é a primeira parada dos africanos que estão invadindo com seus barquinhos, e os outros países da UE fecharam as fronteiras para ficarem por lá mesmo.

E num passado distante os muçulmanos atacavam constantemente o sul da Itália para saquear e capturar escravos. Parece que esqueceram disso.
Meu deus, capturando escravos? Como assim?
 

Lascaux

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Reações
3.696
Pontos
303
Meu deus, capturando escravos? Como assim?
Isso aí foi há muito tempo, durou até o século 18. Só parou quando foram destruídos.

Até a Wikipedia é sincera nesse assunto.
https://en.wikipedia.org/wiki/Barbary_slave_trade

Uma curiosidade, a primeira intervenção externa dos EUA foi num país Berbere para destruir os piratas que estavam escravizando cidadãos americanos.

Muçulmanos sempre atacaram a Europa quando ela estava fraca.
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.036
Reações
11.151
Pontos
729
Complicado a situação, se vocês analisarem estamos reféns onde quer que estivermos.
Se for para chegar lá, e ser confundido com muçulmano, pois tenho pele morena e cabelos bem negros, capaz de ainda apanhar igual um cachorro. Prefiro ficar aqui no huesil mesmo.
 

Lascaux

Bam-bam-bam
Mensagens
1.043
Reações
3.696
Pontos
303
Complicado a situação, se vocês analisarem estamos reféns onde quer que estivermos.
Se for para chegar lá, e ser confundido com muçulmano, pois tenho pele morena e cabelos bem negros, capaz de ainda apanhar igual um cachorro. Prefiro ficar aqui no huesil mesmo.
Aí que está, na Suécia e Alemanha até estupradores muçulmanos são liberados porque não entendiam que NEIN era não...
Na Inglaterra os allahu recebem casa de graça para as quatro esposas (uma para cada) enquanto o povo de lá mesmo tem que pagar 50% de impostos.
Então por enquanto está suave para eles.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
HAHUAHAH
É que já tá meio que alastrado né.
Complicado mesmo, eu tava seriamente pensando em ir para lá ano que vem, acho que vou repensar.
Então cara, olha no caso de Portugal, por incrível que pareça é onde quase esse pessoal não pisou! E é bem mais fácil.

Agora tipo, Paris e grandes capitais? Londres parece mais a Arábia Saudita só se vê mulher de Hijab andando pelas ruas, tá feia a coisa. Até elegeram um prefeito Muçulmano que acoberta todos os crimes envolvendo Muçulmanos.

Suécia então... quem fala bem igual uma garota aí no Youtube disse que era maravilhoso, etc... daí descobriram que ela mora numa das áreas mais nobres e só tem Sueco lá. Assim é fácil.
 

xRookie

Bam-bam-bam
Mensagens
1.996
Reações
2.841
Pontos
303
Eu não vejo outra alternativa se não a retirada a força. Sinto muito...
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
5.844
Reações
20.334
Pontos
353
Eu não vejo outra alternativa se não a retirada a força. Sinto muito...
E não tem outra.

Ou lutam, ou deixam a Europa virar um califado. Pois morrer eles irão morrer de qualquer forma, seja numa guerra, seja sendo extintos com os outros tendo 10 filhos e eles apenas 1.
 
Topo