O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[Oficial] Welcome Refugees =] Saiba o que está Acontecendo na Europa e no Mundo

Goblin_Slayer

Habitué da casa
Mensagens
159
Reações
396
Pontos
63
A partir de 2021 será necessário autorização para brasileiros entrarem na Europa. Quem quiser ir pra lá, que vá logo.
Não que o Brasil seja exatamente um paraíso, longe disso. Mas do jeito que a Europa está hoje, quem decidir não ir pra lá também não vai estar perdendo grande coisa...

Eu mesmo, se tivesse muito dinheiro e quisesse viajar pelo mundo, acho que colocaria poucos países da Europa no meu roteiro - talvez me limitasse apenas aos países do Leste Europeu.
 


arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353
Eleição da Saxônia na Alemanha o AfD (Partido Nacionalista) já está em segundo com 37 cadeiras.






Sim um partido que nunca ganhava nada desde o pós guerra em 1945 era como se fosse um partido inexpressivo com menos de 1% dos votos... chegou a por ser muito extremista e "Nacionalista" demais. Lembrando que Nazista vem de Nacionalista.

Eu acho engraçado que até quem mora na Alemanha fica querendo negar isso acho que é medo de ser expulso do país caso ocorra uma revolta Nazista. Isso mesmo continuem acolhendo refugiados, encobrindo crimes pra ver a merda que vai dar.

O BREXIT foi por conta também da imigração e política da UE de fronteiras abertas.

O CDU é uma espécie de PSDB Cristão lá pró UE. Que por pouco perdeu. Esperem daqui a 4 anos pra ver como a coisa vai estar.


"Mein Kampf", livro de Hitler, vira best-seller na Alemanha



Fonte: Gente - iG @ https://gente.ig.com.br/cultura/2017-01-04/mein-kampf.html
 
Ultima Edição:

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353
Eleição em 2017




Direita lá juntas teve de 53,5% pra 60% esse ano.

A diferença é que uma é aquela direita meia-bomba com a piroca murcha pendendo pra esquerda/socialismo, etc... e a outra é direita mesmo. As esquerdas perderam, mas os partidos do naipe de PSDB também ganharam.

Ou seja a tendência lá é o povo ser menos esquerdista depois que tomaram no cu.
 
Ultima Edição:

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.695
Reações
51.318
Pontos
553
Bom, torcemos pra não serem uma direita que usa Viagra nas eleições e, assim que elas acabam, tomam maracujina.
 

ptsousa

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
48.686
Reações
133.904
Pontos
814
Eleição da Saxônia na Alemanha o AfD (Partido Nacionalista) já está em segundo com 37 cadeiras.






Sim um partido que nunca ganhava nada desde o pós guerra em 1945 era como se fosse um partido inexpressivo com menos de 1% dos votos... chegou a por ser muito extremista e "Nacionalista" demais. Lembrando que Nazista vem de Nacionalista.

Eu acho engraçado que até quem mora na Alemanha fica querendo negar isso acho que é medo de ser expulso do país caso ocorra uma revolta Nazista. Isso mesmo continuem acolhendo refugiados, encobrindo crimes pra ver a merda que vai dar.

O BREXIT foi por conta também da imigração e política da UE de fronteiras abertas.

O CDU é uma espécie de PSDB Cristão lá pró UE. Que por pouco perdeu. Esperem daqui a 4 anos pra ver como a coisa vai estar.


"Mein Kampf", livro de Hitler, vira best-seller na Alemanha



Fonte: Gente - iG @ https://gente.ig.com.br/cultura/2017-01-04/mein-kampf.html
Eleição em 2017




Direita lá juntas teve de 53,5% pra 60% esse ano.

A diferença é que uma é aquela direita meia-bomba com a piroca murcha pendendo pra esquerda/socialismo, etc... e a outra é direita mesmo. As esquerdas perderam, mas os partidos do naipe de PSDB também ganharam.

Ou seja a tendência lá é o povo ser menos esquerdista depois que tomaram no cu.

Nesse caso não é só o caso dos refugiados. Tem um histórico e um outro fator que diria eu até ter um peso maior apesar de sim, o caso da imigração desenfreada ter acelerado o processo mais por receio disso espalhar para o leste (porque refugiado do oriente médio não vai pra vila pequena do leste, escolhe ir pra Berlin, Frankfurt, Hamburgo e etc)

O leste alemão, que era a antiga DDR,, nunca de fato se integrou ao oeste. É a região mais pobre (para os padrões alemães) e talz.

O pessoal dessas províncias sempre teve muita restrição com o Gov. Federal. Acreditam que beneficiam muito Berlin e as cidades maiores em detrimento deles.


Nos últimos anos, com a pressão sobre a Alemanha quanto ao meio-ambiente, a indústria do carvão, que emprega muita gente ali e é uma das principais fontes de riqueza, vem sendo ameaçada e não se fala em substituto ou compensação. Isso tá enervando a galera ali.

E, acaba que o único partido que fala a favor da indústria do carvão é o AfD. A galera do leste tá se apoiando neles por sobrevivência mesmo pois acha que a Merkel tá pouco se fodendo para a condição deles lá.
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.483
Reações
15.757
Pontos
729
Beta cuck "em ação".

CARALHO MEU IRMÃO!

EU TERIA DESTRUIDO ESSA MULHER, PQPPPPP NAO CONSIGO ACREDITAR NO QUE EU VI

MEU IRMAO EU TERIA TIRADO FORÇAS DO ALEM PRA ABRIR AS TRIPAS DESSA VACA GORDA

Sent from my MI 9 using Tapatalk
 


Darth_Tyranus

Bam-bam-bam
Mensagens
1.332
Reações
7.009
Pontos
303
CARALHO MEU IRMÃO!

EU TERIA DESTRUIDO ESSA MULHER, PQPPPPP NAO CONSIGO ACREDITAR NO QUE EU VI

MEU IRMAO EU TERIA TIRADO FORÇAS DO ALEM PRA ABRIR AS TRIPAS DESSA VACA GORDA

Sent from my MI 9 using Tapatalk
Desculpe, mas me senti ofendido com tamanha masculinidade tóxica.

Não permitirei que o senhor passe, porque machistas não passarão.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353
Nesse caso não é só o caso dos refugiados. Tem um histórico e um outro fator que diria eu até ter um peso maior apesar de sim, o caso da imigração desenfreada ter acelerado o processo mais por receio disso espalhar para o leste (porque refugiado do oriente médio não vai pra vila pequena do leste, escolhe ir pra Berlin, Frankfurt, Hamburgo e etc)

O leste alemão, que era a antiga DDR,, nunca de fato se integrou ao oeste. É a região mais pobre (para os padrões alemães) e talz.

O pessoal dessas províncias sempre teve muita restrição com o Gov. Federal. Acreditam que beneficiam muito Berlin e as cidades maiores em detrimento deles.


Nos últimos anos, com a pressão sobre a Alemanha quanto ao meio-ambiente, a indústria do carvão, que emprega muita gente ali e é uma das principais fontes de riqueza, vem sendo ameaçada e não se fala em substituto ou compensação. Isso tá enervando a galera ali.

E, acaba que o único partido que fala a favor da indústria do carvão é o AfD. A galera do leste tá se apoiando neles por sobrevivência mesmo pois acha que a Merkel tá pouco se fodendo para a condição deles lá.
Discordo totalmente.

Muita coincidência um partido inexpressivo há quase 80 anos chegar ao 2º Lugar desde de 2014 (que foi quando abriram as fronteiras) crescendo exponencialmente chegando a uma marca nunca vista na história.

Pra mim cada dia mais Alemães estão querendo botar todos os Muçulmanos pra fora e expressam isso nos votos, já que falar isso abertamente vão presos.
 

ptsousa

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
48.686
Reações
133.904
Pontos
814
Discordo totalmente.

Muita coincidência um partido inexpressivo há quase 80 anos chegar ao 2º Lugar desde de 2014 (que foi quando abriram as fronteiras) crescendo exponencialmente chegando a uma marca nunca vista na história.

Pra mim cada dia mais Alemães estão querendo botar todos os Muçulmanos pra fora e expressam isso nos votos, já que falar isso abertamente vão presos.
Mas eu não digo que não tem parte. Só pontuei que tem outros fatores que datam de bem antes. A questão imigratória agregou mais à indignação.

Aí é tudo uma bola de neve. Uma hora estoura.

O Linke, que era o partido de protesto, perdeu a força por justamente não atacar essas questões. O AfD tomou o seu posto.



Muito provavelmente, o AfD também terá votação recorde nas províncias do oeste, aí sim majoritariamente pelas questões imigratórias pois essas províncias não têm esse histórico e circunstâncias que mencionei.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353






A grande maioria lá não trabalha.

Agora vai você Brasileiro morar lá, se conseguir um emprego vai pagar um imposto alto pra manter essa gente coçando o saco.

Se for pra Europa vai trabalhar pra manter Kebab e Somali coçando o saco e praticando crimes.
 

Darth_Tyranus

Bam-bam-bam
Mensagens
1.332
Reações
7.009
Pontos
303
A grande maioria lá não trabalha.

Agora vai você Brasileiro morar lá, se conseguir um emprego vai pagar um imposto alto pra manter essa gente coçando o saco.

Se for pra Europa vai trabalhar pra manter Kebab e Somali coçando o saco e praticando crimes.
Eu pto fico com isso. Brasileiro é tratado pior que cachorro de rua. Os caras vão pra estudar, trabalhar e admiram muito a Europa e só se fdem, enquanto os imigrantes muçulmanos que claramente só querem f*der com o país são recebidos de braços abertos. Não pode nem criticá-los publicamente, senão você corre o risco de ser preso e mandado para uma prisão com maioria muçulmana para eles quebrarem todos os teus dentes.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353
Eu pto fico com isso. Brasileiro é tratado pior que cachorro de rua. Os caras vão pra estudar, trabalhar e admiram muito a Europa e só se fdem, enquanto os imigrantes muçulmanos que claramente só querem f*der com o país são recebidos de braços abertos. Não pode nem criticá-los publicamente, senão você corre o risco de ser preso e mandado para uma prisão com maioria muçulmana para eles quebrarem todos os teus dentes.
Bem isso.

"Refugiado" nenhum trabalha na Europa, são mantidos com bolsa do governo enquanto tu vai lá e tem que se virar senão vai morar na rua.
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353
Risco de recessão na Alemanha aumenta com tombo em encomendas à indústria

PIB do país caiu 0,1% no 2º trimestre, afetado por exportações mais fracas, com a queda nas vendas externas causada principalmente pelo Reino unido e pela demanda abaixo da média da China.

A demanda mais fraca do exterior provocou uma queda maior do que a esperada nas encomendas industriais alemãs em julho, sugerindo que o setor manufatureiro poderia levar a maior economia da Europa a uma recessão no terceiro trimestre.

A economia alemã --dependente de exportação-- está sofrendo com o crescimento global mais lento e com a incerteza empresarial causada pelas políticas comerciais "América Primeiro" do presidente Donald Trump e pela saída planejada, mas atrasada, do Reino Unido da União Europeia (UE).

Os contratos de bens produzidos na Alemanha caíram em julho 2,7% em relação ao mês anterior, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira, puxados por uma grande queda nas encomendas de países que não pertencem à zona do euro, informou o Ministério da Economia. O número veio pior que a previsão de analistas consultados pela Reuters (-1,5%).

"A miséria na fabricação continua. O declínio de novos pedidos aumenta significativamente o risco de uma recessão para a economia alemã", disse o analista do VP Bank Thomas Gitzel.

O PIB da Alemanha contraiu 0,1% no segundo trimestre em relação aos três meses anteriores, devido a exportações mais fracas, com a queda nas vendas externas causada principalmente pelo Reino unido e pela demanda abaixo da média da China.

O Ministério da Economia disse que as novas encomendas de manufatura tiveram um início fraco no terceiro trimestre e que as perspectivas para o setor também estão sombrias.

As encomendas de países fora da zona do euro caíram quase 7% no mês, enquanto a demanda de outros países da zona do euro e as encomendas domésticas aumentaram ligeiramente, mostraram os dados.

O governo espera que o crescimento econômico da Alemanha desacelere para 0,5% este ano, ante 1,5% no ano anterior. Essa seria a expansão mais fraca desde 2013, quando a zona do euro sofria em meio a uma crise da dívida soberana.

https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/09/05/risco-de-recessao-na-alemanha-aumenta-com-tombo-em-encomendas-a-industria.ghtml

--------------------

Ainda gastam Bilhões de EUR pra sustentar os Refugees deles não há economia que aguente.
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.695
Reações
51.318
Pontos
553
Risco de recessão na Alemanha aumenta com tombo em encomendas à indústria

PIB do país caiu 0,1% no 2º trimestre, afetado por exportações mais fracas, com a queda nas vendas externas causada principalmente pelo Reino unido e pela demanda abaixo da média da China.

A demanda mais fraca do exterior provocou uma queda maior do que a esperada nas encomendas industriais alemãs em julho, sugerindo que o setor manufatureiro poderia levar a maior economia da Europa a uma recessão no terceiro trimestre.

A economia alemã --dependente de exportação-- está sofrendo com o crescimento global mais lento e com a incerteza empresarial causada pelas políticas comerciais "América Primeiro" do presidente Donald Trump e pela saída planejada, mas atrasada, do Reino Unido da União Europeia (UE).

Os contratos de bens produzidos na Alemanha caíram em julho 2,7% em relação ao mês anterior, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira, puxados por uma grande queda nas encomendas de países que não pertencem à zona do euro, informou o Ministério da Economia. O número veio pior que a previsão de analistas consultados pela Reuters (-1,5%).

"A miséria na fabricação continua. O declínio de novos pedidos aumenta significativamente o risco de uma recessão para a economia alemã", disse o analista do VP Bank Thomas Gitzel.

O PIB da Alemanha contraiu 0,1% no segundo trimestre em relação aos três meses anteriores, devido a exportações mais fracas, com a queda nas vendas externas causada principalmente pelo Reino unido e pela demanda abaixo da média da China.

O Ministério da Economia disse que as novas encomendas de manufatura tiveram um início fraco no terceiro trimestre e que as perspectivas para o setor também estão sombrias.

As encomendas de países fora da zona do euro caíram quase 7% no mês, enquanto a demanda de outros países da zona do euro e as encomendas domésticas aumentaram ligeiramente, mostraram os dados.

O governo espera que o crescimento econômico da Alemanha desacelere para 0,5% este ano, ante 1,5% no ano anterior. Essa seria a expansão mais fraca desde 2013, quando a zona do euro sofria em meio a uma crise da dívida soberana.

https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/09/05/risco-de-recessao-na-alemanha-aumenta-com-tombo-em-encomendas-a-industria.ghtml

--------------------

Ainda gastam Bilhões de EUR pra sustentar os Refugees deles não há economia que aguente.
Que droga.

A Europa entrar em recessão logo agora.
 

Arkham Ferreira

Habitué da casa
Mensagens
175
Reações
811
Pontos
93
Eslovénia aumenta cerca de arame farpado na fronteira com a Croácia
De euronews • Últimas notícias: 22/08/2019

Eslovénia aumenta cerca de arame farpado na fronteira com a Croácia

PARTILHE ESTA NOTÍCIA

TAMANHO DO TEXTOAaAa

A Eslovénia começou a erguer mais 40 quilómetros de cerca de arame farpado na fronteira com a Croácia, lugar por onde passa o maior número de migrantes ilegais provenientes dos Balcãs.

60 people are talking about this



Segundo as autoridades eslovenas, o fluxo de migrantes aumentou este ano. Nos primeiros sete meses foram registadas 7415 travessias, um aumento de 56% em relação a 2018.
Concluída esta nova secção, a cerca irá ocupar 219 quilómetros da fronteira de 670 km entre a Eslovénia e a Croácia.
A política de imigração do Governo de Liubliana encontrou pouca oposição na opinião pública.
Os migrantes são, na sua maioria, provenientes do Paquistão, Argélia, Afeganistão, Marrocos e Bangladesh. Apenas um pequeno número requere asilo na Eslovénia. A maior parte segue viagem ruma a Itália e Áustria.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

H-Kouhai

Ser evoluído
Mensagens
75
Reações
114
Pontos
18
É um sentimento muito ruim. Eu não tenho palavras para isso. Eu posso entender essas pessoas um pouco, mas elas não me entendem de forma alguma. Inacreditável que isso seja possível nesse país!


TEM MAIS É QUE SE FUDER UM CUCK DESSE!
Ah, cara... não sinto pena de um cara desses. Vai ser cuck assim lá na PQP!

Quer dizer que eles invadem a empresa do cara, se instalam ali, e o cara ainda diz que as entende um pouco? Pelo amor de Deus... :facepalm:facepalm:facepalm
 

Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.483
Reações
15.757
Pontos
729






A grande maioria lá não trabalha.

Agora vai você Brasileiro morar lá, se conseguir um emprego vai pagar um imposto alto pra manter essa gente coçando o saco.

Se for pra Europa vai trabalhar pra manter Kebab e Somali coçando o saco e praticando crimes.
Hauahauaha chega ser hilário, os Europeus são literalmente feito de chacota.

Sent from my MI 9 using Tapatalk
 

arqueiro182

Bam-bam-bam
Mensagens
8.541
Reações
32.069
Pontos
353
Eslovénia aumenta cerca de arame farpado na fronteira com a Croácia
De euronews • Últimas notícias: 22/08/2019

Eslovénia aumenta cerca de arame farpado na fronteira com a Croácia

PARTILHE ESTA NOTÍCIA

TAMANHO DO TEXTOAaAa

A Eslovénia começou a erguer mais 40 quilómetros de cerca de arame farpado na fronteira com a Croácia, lugar por onde passa o maior número de migrantes ilegais provenientes dos Balcãs.

60 people are talking about this


Segundo as autoridades eslovenas, o fluxo de migrantes aumentou este ano. Nos primeiros sete meses foram registadas 7415 travessias, um aumento de 56% em relação a 2018.
Concluída esta nova secção, a cerca irá ocupar 219 quilómetros da fronteira de 670 km entre a Eslovénia e a Croácia.
A política de imigração do Governo de Liubliana encontrou pouca oposição na opinião pública.
Os migrantes são, na sua maioria, provenientes do Paquistão, Argélia, Afeganistão, Marrocos e Bangladesh. Apenas um pequeno número requere asilo na Eslovénia. A maior parte segue viagem ruma a Itália e Áustria.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Bela e Moral.
 

constatine

Bam-bam-bam
Mensagens
4.514
Reações
21.982
Pontos
294
Zâmbia e Madagascar cancelam amistosos contra a África do Sul por onda xenofóbica no país

87183

Nesta semana, duas seleções cancelaram seus compromissos contra a África do Sul durante a Data Fifa. Depois da Zâmbia desistir do amistoso contra os Bafana Bafana, Madagascar também optou por não encarar os sul-africanos. A decisão de ambas as federações reforça as preocupações com o caos social vivido na África do Sul desde o início do mês. O país enfrenta uma onda de ataques xenofóbicos e outros distúrbios violentos em cidades importantes.

A Zâmbia deveria enfrentar a África do Sul neste sábado, em seu próprio território, na cidade de Lusaka. Entretanto, a federação declarou sua preocupação após vandalismos realizados contra lojas estrangeiras em Joanesburgo e Pretória. O receio era de que o jogo motivasse outros ataques a residentes zambianos na África do Sul. Mais de 90 mil imigrantes de Zâmbia vivem nas cidades sul-africanas.

Madagascar substituiria os zambianos, em partida remarcada para Joanesburgo. Sua federação também preferiu voltar atrás na ideia, depois de uma consulta a outros organismos nacionais. Segundo nota publicada pelos malgaxes, eles preferiram recusar o convite para preservar a segurança de sua delegação e também de sua população em território sul-africano.

Ao longo dos últimos anos, a África do Sul viveu outras ondas de violência contra estrangeiros. Os maiores ataques aconteceram em 2008, quando a revolta provocou mais de 60 mortes. A falta de melhores condições de emprego, consumo e moradia, bem como o sentimento de superioridade em relação a outra nações africanas foram apontadas pelo Conselho de Pesquisa em Ciências Humanas da África do Sul como principais motivações àqueles ataques. Um sentimento de ódio que se renovou em outros atos desde então, provocando mais mortes.

Os atuais tumultos, iniciados no último domingo, deixaram ao menos sete pessoas mortas em Joanesburgo. Os ataques foram direcionados principalmente contra estrangeiros de outros países africanos, sobretudo da Nigéria e de Zâmbia. Cerca de 50 lojas de proprietários estrangeiros foram destruídas durante os incidentes, assim como uma mesquita acabou atacada. A polícia sul-africana prendeu 189 pessoas entre 1° e 3 de setembro. Há uma percepção de que o aumento de negócios conduzidos por estrangeiros tem levado à ruína os comércios locais.

Presidente da Associação de Futebol Sul-Africana (SAFA), Danny Jordaan pediu o fim da violência no país. O dirigente comparou os episódios recentes com os boicotes sofridos durante o Apartheid. “Os jogos contra Zâmbia e Madagascar foram cancelados como resultado da violência. Como uma federação, um país e um povo, precisamos enfrentar isso. Nunca devemos nos extrair do continente africano. Nosso destino e nosso futuro estão ligados à África”, apontou Jordaan.

A África do Sul deveria promover a estreia de Molefi Ntseki, seu novo treinador, durante a Data Fifa. Diante da inviabilidade, a primeira partida do comandante será adiada para outubro. “Os jogadores vieram dos clubes locais e de outros países. Estão treinando e precisam lidar com o senso de desapontamento por não podermos ver o time sob as ordens do novo treinador”, complementou o cartola. Neste momento, o futebol é um assunto secundário, dentro de preocupações bem maiores aos sul-africanos e aos estrangeiros residentes no país.
https://trivela.com.br/zambia-e-madagascar-cancelam-amistosos-contra-a-africa-do-sul-por-onda-xenofobica-no-pais
 

constatine

Bam-bam-bam
Mensagens
4.514
Reações
21.982
Pontos
294
Olha só mundo, como os Judeus são maus. Nem deixam a gente matar eles em paz.







Alemanha: Cidadãos alemães estão se armando mais.O número de indivíduos que possuem uma licença para portar armas tem aumentado há anos.
6 setembro 2019.
Atualmente, cerca de 640,00 cidadãos alemães têm permissão legal para portar uma arma de dissuasão ou arma de autodefesa. Para colocar as coisas em perspectiva, em 2014, havia apenas 260.000 permissões.

Isso representa um aumento de quase 250% em apenas cinco anos.

A Die Welt relata que esses números foram capazes de ver a luz do dia graças a uma pesquisa realizada pelo diário regional, Rheinische Post, nos ministérios do interior de todos os 16 estados federais.

De acordo com os dados obtidos, somente no último ano, o aumento nas licenças de armas pequenas aumentou cerca de 9% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Per capita, o número de proprietários de armas de fogo é mais alto em Schleswig-Holstein (9,6 por 1.000 habitantes) e em Sarre (9.2). O número de indivíduos que possuem uma pequena licença para armas tem aumentado há anos.


O Sindicato da Polícia (GdP) acredita que o principal motivo que está impulsionando a tendência é um "sentimento latente de insegurança" na população.

"Desde os eventos na catedral de Colônia, na véspera de Ano Novo de 2015, mais e mais pessoas parecem se sentir inseguras", disse o presidente do GdP, Oliver Malchow.

Como muitos já sabem, as celebrações da véspera de Ano Novo em Colônia viram agressões sexuais em massa de mulheres alemãs por homens do norte da África e do Oriente Médio. No total, houve pelo menos 24 supostos estupros e numerosos roubos que ocorreram, principalmente no centro da cidade de Colônia.

"O aumento problemático das licenças de armas pequenas mostra que precisamos trabalhar para restaurar uma sensação de segurança para muitos cidadãos", disse Malchow.

"Um primeiro passo importante é mais presença policial na estrada", acrescentou.

Atualmente, cerca de 5,4 milhões de armas de diferentes categorias pertencem a cidadãos particulares na Alemanha. Isso equivale a 66 armas por 1.000 habitantes.
https://www.welt.de/politik/deutschland/article199587324/Kleiner-Waffenschein-Immer-mehr-Deutsche-bewaffnen-sich.html
https://voiceofeurope.com/2019/09/german-citizens-are-arming-themselves-with-firearms/






Jovens em província no Canadá adotam costumes islâmicos
87188

Jovens de Quebec estão adotando costumes islâmicos em “solidariedade” com muçulmanos.

A província de Quebec, no Canadá, presencia uma nova tendência no mundo ocidental. Jovens não muçulmanos estão adotando costumes islâmicos.

O novo fenômeno foi observado pela antropóloga Géraldine Mossière, que encontrou jovens, principalmente mulheres, em Montreal, que frequentavam associações e cafés muçulmanos e começaram a adotar práticas islâmicas sem nunca se converter formalmente, relata o jornal La Presse.

De acordo com Mossière, as pessoas que ela estudou incluíram várias práticas islâmicas em sua rotina, desde a decisão de não comer carne de porco até celebrar o mês sagrado islâmico do Ramadã.


“São jovens que experimentaram na escola uma mistura cultural propícia à integração de certas crenças culturais. Às vezes, fazem isso em solidariedade com seus amigos muçulmanos. Aqueles que não fazem a conversão enxergam as práticas muçulmanas como desenvolvimento pessoal, como ioga ou meditação ”, afirmou Mossière.
https://renovamidia.com.br/jovens-em-provincia-no-canada-adotam-costumes-islamicos/



Depois quando falam que essa mulherada mimada tem fetiche por submissão sjw até do concreto dando ataque histérico.
Black Pigeon Speak que o diga....
 
Ultima Edição:

Darth_Tyranus

Bam-bam-bam
Mensagens
1.332
Reações
7.009
Pontos
303
Mulheres

23:59

A cultura judaico-cristã ocidental oprime as mulheres há milhares de anos. Eu quero andar nua na rua sem nenhum homem olhar para mim!

00:00

Ai gente! Que lindo esse véu, vou usar também. A cultura islâmica é tão libertadora, adoro usar roupas que escondem o meu corpo.
 
Ultima Edição:

yage

Bam-bam-bam
Mensagens
7.538
Reações
25.863
Pontos
363
Olha só mundo, como os Judeus são maus. Nem deixam a gente matar eles em paz.







Alemanha: Cidadãos alemães estão se armando mais.O número de indivíduos que possuem uma licença para portar armas tem aumentado há anos.
6 setembro 2019.
Atualmente, cerca de 640,00 cidadãos alemães têm permissão legal para portar uma arma de dissuasão ou arma de autodefesa. Para colocar as coisas em perspectiva, em 2014, havia apenas 260.000 permissões.

Isso representa um aumento de quase 250% em apenas cinco anos.

A Die Welt relata que esses números foram capazes de ver a luz do dia graças a uma pesquisa realizada pelo diário regional, Rheinische Post, nos ministérios do interior de todos os 16 estados federais.

De acordo com os dados obtidos, somente no último ano, o aumento nas licenças de armas pequenas aumentou cerca de 9% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Per capita, o número de proprietários de armas de fogo é mais alto em Schleswig-Holstein (9,6 por 1.000 habitantes) e em Sarre (9.2). O número de indivíduos que possuem uma pequena licença para armas tem aumentado há anos.


O Sindicato da Polícia (GdP) acredita que o principal motivo que está impulsionando a tendência é um "sentimento latente de insegurança" na população.

"Desde os eventos na catedral de Colônia, na véspera de Ano Novo de 2015, mais e mais pessoas parecem se sentir inseguras", disse o presidente do GdP, Oliver Malchow.

Como muitos já sabem, as celebrações da véspera de Ano Novo em Colônia viram agressões sexuais em massa de mulheres alemãs por homens do norte da África e do Oriente Médio. No total, houve pelo menos 24 supostos estupros e numerosos roubos que ocorreram, principalmente no centro da cidade de Colônia.

"O aumento problemático das licenças de armas pequenas mostra que precisamos trabalhar para restaurar uma sensação de segurança para muitos cidadãos", disse Malchow.

"Um primeiro passo importante é mais presença policial na estrada", acrescentou.

Atualmente, cerca de 5,4 milhões de armas de diferentes categorias pertencem a cidadãos particulares na Alemanha. Isso equivale a 66 armas por 1.000 habitantes.
https://www.welt.de/politik/deutschland/article199587324/Kleiner-Waffenschein-Immer-mehr-Deutsche-bewaffnen-sich.html
https://voiceofeurope.com/2019/09/german-citizens-are-arming-themselves-with-firearms/






Jovens em província no Canadá adotam costumes islâmicos
Visualizar anexo 87188

Jovens de Quebec estão adotando costumes islâmicos em “solidariedade” com muçulmanos.

A província de Quebec, no Canadá, presencia uma nova tendência no mundo ocidental. Jovens não muçulmanos estão adotando costumes islâmicos.

O novo fenômeno foi observado pela antropóloga Géraldine Mossière, que encontrou jovens, principalmente mulheres, em Montreal, que frequentavam associações e cafés muçulmanos e começaram a adotar práticas islâmicas sem nunca se converter formalmente, relata o jornal La Presse.

De acordo com Mossière, as pessoas que ela estudou incluíram várias práticas islâmicas em sua rotina, desde a decisão de não comer carne de porco até celebrar o mês sagrado islâmico do Ramadã.


“São jovens que experimentaram na escola uma mistura cultural propícia à integração de certas crenças culturais. Às vezes, fazem isso em solidariedade com seus amigos muçulmanos. Aqueles que não fazem a conversão enxergam as práticas muçulmanas como desenvolvimento pessoal, como ioga ou meditação ”, afirmou Mossière.
https://renovamidia.com.br/jovens-em-provincia-no-canada-adotam-costumes-islamicos/



Depois quando falam que essa mulherada mimada tem fetiche por submissão sjw até do concreto dando ataque histérico.
Black Pigeon Speak que o diga....
Mal tem dinheiro pra comida e medicamentos dependendo de ajudas externas, mas pra gastar em foguetes ai sobra grana.
E que coisa linda essa defesa pqp.
 

Metal God

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
29.604
Reações
21.124
Pontos
744
Olha só mundo, como os Judeus são maus. Nem deixam a gente matar eles em paz.







Alemanha: Cidadãos alemães estão se armando mais.O número de indivíduos que possuem uma licença para portar armas tem aumentado há anos.
6 setembro 2019.
Atualmente, cerca de 640,00 cidadãos alemães têm permissão legal para portar uma arma de dissuasão ou arma de autodefesa. Para colocar as coisas em perspectiva, em 2014, havia apenas 260.000 permissões.

Isso representa um aumento de quase 250% em apenas cinco anos.

A Die Welt relata que esses números foram capazes de ver a luz do dia graças a uma pesquisa realizada pelo diário regional, Rheinische Post, nos ministérios do interior de todos os 16 estados federais.

De acordo com os dados obtidos, somente no último ano, o aumento nas licenças de armas pequenas aumentou cerca de 9% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Per capita, o número de proprietários de armas de fogo é mais alto em Schleswig-Holstein (9,6 por 1.000 habitantes) e em Sarre (9.2). O número de indivíduos que possuem uma pequena licença para armas tem aumentado há anos.


O Sindicato da Polícia (GdP) acredita que o principal motivo que está impulsionando a tendência é um "sentimento latente de insegurança" na população.

"Desde os eventos na catedral de Colônia, na véspera de Ano Novo de 2015, mais e mais pessoas parecem se sentir inseguras", disse o presidente do GdP, Oliver Malchow.

Como muitos já sabem, as celebrações da véspera de Ano Novo em Colônia viram agressões sexuais em massa de mulheres alemãs por homens do norte da África e do Oriente Médio. No total, houve pelo menos 24 supostos estupros e numerosos roubos que ocorreram, principalmente no centro da cidade de Colônia.

"O aumento problemático das licenças de armas pequenas mostra que precisamos trabalhar para restaurar uma sensação de segurança para muitos cidadãos", disse Malchow.

"Um primeiro passo importante é mais presença policial na estrada", acrescentou.

Atualmente, cerca de 5,4 milhões de armas de diferentes categorias pertencem a cidadãos particulares na Alemanha. Isso equivale a 66 armas por 1.000 habitantes.
https://www.welt.de/politik/deutschland/article199587324/Kleiner-Waffenschein-Immer-mehr-Deutsche-bewaffnen-sich.html
https://voiceofeurope.com/2019/09/german-citizens-are-arming-themselves-with-firearms/






Jovens em província no Canadá adotam costumes islâmicos
Visualizar anexo 87188

Jovens de Quebec estão adotando costumes islâmicos em “solidariedade” com muçulmanos.

A província de Quebec, no Canadá, presencia uma nova tendência no mundo ocidental. Jovens não muçulmanos estão adotando costumes islâmicos.

O novo fenômeno foi observado pela antropóloga Géraldine Mossière, que encontrou jovens, principalmente mulheres, em Montreal, que frequentavam associações e cafés muçulmanos e começaram a adotar práticas islâmicas sem nunca se converter formalmente, relata o jornal La Presse.

De acordo com Mossière, as pessoas que ela estudou incluíram várias práticas islâmicas em sua rotina, desde a decisão de não comer carne de porco até celebrar o mês sagrado islâmico do Ramadã.


“São jovens que experimentaram na escola uma mistura cultural propícia à integração de certas crenças culturais. Às vezes, fazem isso em solidariedade com seus amigos muçulmanos. Aqueles que não fazem a conversão enxergam as práticas muçulmanas como desenvolvimento pessoal, como ioga ou meditação ”, afirmou Mossière.
https://renovamidia.com.br/jovens-em-provincia-no-canada-adotam-costumes-islamicos/



Depois quando falam que essa mulherada mimada tem fetiche por submissão sjw até do concreto dando ataque histérico.
Black Pigeon Speak que o diga....
Esse vídeo de defesa me fez lembrar o início do filme Terminator 2, o so much da artilharia é muito parecido com o dos Vants caçadores.
É Israel mesmo?
 

Darth_Tyranus

Bam-bam-bam
Mensagens
1.332
Reações
7.009
Pontos
303
Ah, cara... não sinto pena de um cara desses. Vai ser cuck assim lá na PQP!

Quer dizer que eles invadem a empresa do cara, se instalam ali, e o cara ainda diz que as entende um pouco? Pelo amor de Deus... :facepalm:facepalm:facepalm
Se ele não falasse isso seria perseguido até o fim do mundo pela corja da SS SJW e pela justiça, tomando até o que ele não tem por xenofobia. Em alguns países, como na Inglaterra, é melhor você assalta alguém na rua com uma faca do que xingar teus vizinhos muçulmanos no Twitter.
 

Damyen

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.082
Reações
66.281
Pontos
979
Olha só mundo, como os Judeus são maus. Nem deixam a gente matar eles em paz.







Alemanha: Cidadãos alemães estão se armando mais.O número de indivíduos que possuem uma licença para portar armas tem aumentado há anos.
6 setembro 2019.
Atualmente, cerca de 640,00 cidadãos alemães têm permissão legal para portar uma arma de dissuasão ou arma de autodefesa. Para colocar as coisas em perspectiva, em 2014, havia apenas 260.000 permissões.

Isso representa um aumento de quase 250% em apenas cinco anos.

A Die Welt relata que esses números foram capazes de ver a luz do dia graças a uma pesquisa realizada pelo diário regional, Rheinische Post, nos ministérios do interior de todos os 16 estados federais.

De acordo com os dados obtidos, somente no último ano, o aumento nas licenças de armas pequenas aumentou cerca de 9% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Per capita, o número de proprietários de armas de fogo é mais alto em Schleswig-Holstein (9,6 por 1.000 habitantes) e em Sarre (9.2). O número de indivíduos que possuem uma pequena licença para armas tem aumentado há anos.


O Sindicato da Polícia (GdP) acredita que o principal motivo que está impulsionando a tendência é um "sentimento latente de insegurança" na população.

"Desde os eventos na catedral de Colônia, na véspera de Ano Novo de 2015, mais e mais pessoas parecem se sentir inseguras", disse o presidente do GdP, Oliver Malchow.

Como muitos já sabem, as celebrações da véspera de Ano Novo em Colônia viram agressões sexuais em massa de mulheres alemãs por homens do norte da África e do Oriente Médio. No total, houve pelo menos 24 supostos estupros e numerosos roubos que ocorreram, principalmente no centro da cidade de Colônia.

"O aumento problemático das licenças de armas pequenas mostra que precisamos trabalhar para restaurar uma sensação de segurança para muitos cidadãos", disse Malchow.

"Um primeiro passo importante é mais presença policial na estrada", acrescentou.

Atualmente, cerca de 5,4 milhões de armas de diferentes categorias pertencem a cidadãos particulares na Alemanha. Isso equivale a 66 armas por 1.000 habitantes.
https://www.welt.de/politik/deutschland/article199587324/Kleiner-Waffenschein-Immer-mehr-Deutsche-bewaffnen-sich.html
https://voiceofeurope.com/2019/09/german-citizens-are-arming-themselves-with-firearms/






Jovens em província no Canadá adotam costumes islâmicos
Visualizar anexo 87188

Jovens de Quebec estão adotando costumes islâmicos em “solidariedade” com muçulmanos.

A província de Quebec, no Canadá, presencia uma nova tendência no mundo ocidental. Jovens não muçulmanos estão adotando costumes islâmicos.

O novo fenômeno foi observado pela antropóloga Géraldine Mossière, que encontrou jovens, principalmente mulheres, em Montreal, que frequentavam associações e cafés muçulmanos e começaram a adotar práticas islâmicas sem nunca se converter formalmente, relata o jornal La Presse.

De acordo com Mossière, as pessoas que ela estudou incluíram várias práticas islâmicas em sua rotina, desde a decisão de não comer carne de porco até celebrar o mês sagrado islâmico do Ramadã.


“São jovens que experimentaram na escola uma mistura cultural propícia à integração de certas crenças culturais. Às vezes, fazem isso em solidariedade com seus amigos muçulmanos. Aqueles que não fazem a conversão enxergam as práticas muçulmanas como desenvolvimento pessoal, como ioga ou meditação ”, afirmou Mossière.
https://renovamidia.com.br/jovens-em-provincia-no-canada-adotam-costumes-islamicos/



Depois quando falam que essa mulherada mimada tem fetiche por submissão sjw até do concreto dando ataque histérico.
Black Pigeon Speak que o diga....
Quero ver quando começarem a jogar ácido na cara, dar porrada em público, proibir de estudar e por aí vai.
 
Topo