O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


OMS rebate governo do Brasil e diz que não é momento de declarar pandemia

constatine

Bam-bam-bam
Mensagens
5.913
Reações
29.763
Pontos
344
110821
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, durante entrevista coletiva em Genebra
03/03/2020 13h46

RESUMO DA NOTÍCIA
  • Declaração de pandemia seria vista como fracasso da atual estratégia de contenção
  • OMS estima que não é momento de a comunidade internacional se render
  • Entidade alerta para falta de luvas e máscaras e pede que fabricantes aumentem produção
A Organização Mundial da Saúde (OMS) insiste que não existe motivo para que o coronavirus seja declarado uma pandemia, principalmente na América Latina onde os casos são limitados. Mas a entidade alerta que todos precisam preparar planos em caso de uma transmissão maior entre a população.

Nesta terça-feira, o jornal Folha de S.Paulo revelou como uma parcela do governo brasileiro estaria irritada com o comportamento da OMS diante de sua demora em declarar a pandemia.

Questionado pela coluna, a direção da agência de saúde rebateu as críticas. "Se vamos levantar a bandeira branca com apenas um ou dois casos, temos um sério problema", criticou Michael Ryan, diretor-executivo do programa de emergências da OMS.

Na declaração de uma pandemia, a estratégia de conter e isolar casos seria trocada por um plano de mitigar o impacto na sociedade. Na prática, a medida seria um reconhecimento de fracasso do plano usado até agora.

Segundo ele, existem países que estão "se sacrificando" para conter a doença e o mundo deve usar o tempo para se preparar.

Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, tampouco aceitou a ideia de uma declaração de pandemia, pelo menos por enquanto. "Por qual motivo levantar a bandeira branca se ainda podemos conter?", questionou. "É irracional. Não há motivo para se entregar", insistiu.

A entidade insiste que a proliferação em grande escala estava sendo registrada apenas em cidades chinesas, com casos fora do país asiático ainda podendo ser contidos. Isso, em termos técnicos, não representaria uma pandemia e, portanto, a entidade resistiria em passar para um nível superior de alerta.

Enquanto Tedros explicava a situação na sala de operações da entidade, telões pelas paredes mostravam a dimensão do surto pelo mundo: 90 mil casos confirmados e mais de 3,1 mil mortes.

Desse total de casos, 80 mil estão na China. Mas a expansão no número de casos na Itália, Irã e Coreia do Sul (4,2 mil casos) transformou a maneira pela qual a OMS reage à situação.

Outro destaque da OMS é a queda no número de novos casos diários na China, com pouco mais de cem nas últimas 24 horas. A entidade estima que o país vem registrando uma queda gradual desde final de janeiro.

Tedros revelou que manteve uma reunião telefônica com o presidente do Chile, Sebastian Piñera, para falar sobre a situação na região. "A América Latina está na categoria de países sem casos ou poucos casos", disse. "Por isso, mantemos a proposta de que foquem na contenção", insistiu.

Segundo Tedros, existem apenas sete casos no Equador, cinco no México, dois no Brasil e um na República Dominicana. "Recomendamos uma contenção agressiva, enquanto os casos são baixos", disse.

O etíope insistiu que, apesar do número elevado de casos pelo mundo, 80% dos registros foram detectados em apenas três países. Em 122 países pelo mundo, o vírus ainda não chegou. Em 21 países, existe apenas um caso.

Apesar de mais agressivo que uma gripe e uma taxa de letalidade superior, o coronavírus não teria a mesma capacidade de transmissão dentro de uma comunidade como outros surtos.

Preparação

Apesar de insistir em não declarar a pandemia, a OMS alerta que todos precisam estar prontos para adotar planos de mitigação se houve uma transmissão sustentável na comunidade.

"Precisamos nos preparar para eventualidades. Tudo pode ocorrer. Os países devem se preparar para o pior. Mas mantendo suas estratégias de contenção", afirmou.

"Se fracassarmos com a contenção, pelo menos teremos ganhado tempo e um mês faz diferença", disse Ryan. Ele destacou como leitos na Itália tiveram de ser ocupados com pessoas com o coronavírus, causando problemas para o sistema de saúde.


Material

Uma outra preocupação da OMS se refere à falta de material de proteção, principalmente para hospitais. Segundo a entidade, a produção precisa aumentar em 40% para que não haja uma quebra de estoques.

Sem luvas, óculos e máscaras, os mais expostos são os médicos e enfermeiros. O resultado pode ser uma falha importante na capacidade dos governos em dar respostas. "Não podemos parar o coronavirus sem proteger essas pessoas", declarou.

Diante da procurada elevada por máscaras, o preço da unidade aumentou em seis vezes. "O fornecimento está acabando", disse Tedros. "Pedimos que os fabricantes aumentem a produção e que os governos facilitem o comércio", apelou.

Segundo ele, a OMS enviou 500 mil equipamentos para 27 países. Mas as estimativas apontam para a necessidade de 89 milhões de máscaras, 76 milhões de luvas e 1,6 milhão de óculos.
https://noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2020/03/03/oms-rebate-governo-e-diz-que-nao-e-momento-de-declarar-pandemia.htm








China pressionou OMS a não declarar novo coronavírus emergência mundial, diz Le Monde


110822
Pedestres circulam por rua de Honk Kong enquanto o governo aumenta o fechamento de locais públicos em prevenção contra o novo coronavírus
Imagem: Anthony WALLACE / AFP
29/01/2020 14h39

Dividida desde a semana passada sobre o novo coronavírus representar ou não uma emergência mundial de saúde pública, a Organização Mundial da Saúde (OMS) sofreu pressões da China para não intensificar o alerta a respeito da epidemia. A doença, batizada de 2019-nCov, já matou pelo menos 132 pessoas no país. Segundo o jornal Le Monde, a decisão de não decretar a emergência foi "resultado de uma oposição categórica da China e seus aliados".

Em reportagem de capa na edição desta quinta-feira (30), baseada em fontes de diferentes nacionalidades junto à organização, o diário francês afirma que "as considerações políticas parecem ter superado os argumentos científicos" na hora de prorrogar o decreto. A mudança resulta em uma série de medidas coordenadas entre os países para conter uma epidemia - mas, ao mesmo tempo, exporia ao mundo que Pequim não conseguiu controlar a propagação da doença.

Na reunião de quarta-feira passada (22), o comitê de emergências da OMS, formado por 15 integrantes e seis conselheiros, se dividiu em dois quanto à avaliação da situação, que seria transmitida na sequência ao diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Representantes da China, Japão, Coreia do Sul e Tailândia, os mais afetados pelo novo coronavírus, foram convidados a participar.

Segundo o Le Monde, foi a partir deste momento que as pressões se acentuaram, com o chinês insistindo que era "fora de questão" declarar uma emergência internacional. Na ocasião, o chefe da organização acabou não decretando a urgência mundial - decisão mantida no dia seguinte, quando comunicou, entretanto, a existência de uma divisão interna. Mesmo assim, até agora, a OMS ainda não mudou sua posição.

Medidas obrigatórias para 196 países

Le Monde relata ainda que o atraso na declaração de emergência teve um objetivo preciso para a OMS: conseguir viabilizar o envio de uma equipe internacional de especialistas ao país para verificar de perto a situação. O compromisso de Pequim nesse sentido foi obtido por Tedros durante uma visita oficial a Pequim, entre os dias 27 e 28, de acordo com um comunicado publicado no site da entidade.

O dispositivo para emergências mundiais de saúde pública foi revisto em 2005, justamente na sequência da epidemia de Sars (Síndrome Respiratória Aguda Severa), originada na China e sobre a qual Pequim dissimulou informações. A nova determinação obriga os 196 países-membros a adotarem medidas especificas de prevenção e inclui restrições de viagens, inclusive comerciais, entre outras recomendações.

Por que tantas epidemias vêm da Ásia?

O histórico de omissões da China quando o assunto é epidemia não é de hoje. O continente asiático costuma ser a origem de coronavírus, uma cepa que passa de animais para o homem. Além da superpopulação, especificidades culturais ajudam a explicar essa propensão: nos países asiáticos, é comum a venda de animais silvestres e vivos nos mercados a céu aberto, para serem consumidos na gastronomia. Desta forma, morcegos, serpentes e até lobos são comercializados.

O problema é que os controles sanitários nem sempre são eficientes. Foi assim no surgimento da Sars, em um mercado público do sul do país chinês. A gripe asiática de 1957, que se transformou em pandemia e causou 1,1 milhão de mortes no mundo, foi transmitida ao homem pelo pato. Agora, após a aparição do novo coronavírus em um mercado de Wuhan, a China proibiu temporariamente a venda de animais vivos para consumo humano.
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/rfi/2020/01/29/china-pressionou-oms-a-nao-declarar-novo-coronavirus-emergencia-mundial-diz-le-monde.htm
 


Charrua

Mil pontos, LOL!
Mensagens
50.193
Reações
56.115
Pontos
1.034
Mentalidade dos bolsonaristas

* É gripinha, não é tudo isto, há um exagero etc Olavo tem razão, num morreu ninguém

10 minutos depois:

* a china demorou a reconhecer esta doença fatal!!! que absurdo!!!! comunistas!!!!


duplipensar na veia para aniquilar o próprio povo e defender o bolsonaro
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.398
Reações
54.186
Pontos
544
De novo outro tópico sobre o papel da China na epidemia do corona.
Mas a China tem responsabilidade sobre isso sim. Eles foram lenientes com a doença quando ela surgiu.
Não adianta ficar putinho e negar isso.


Mentalidade dos bolsonaristas

* É gripinha, não é tudo isto, há um exagero etc Olavo tem razão, num morreu ninguém

10 minutos depois:

* a china demorou a reconhecer esta doença fatal!!! que absurdo!!!! comunistas!!!!


duplipensar na veia para aniquilar o próprio povo e defender o bolsonaro
Também é verdade.
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.288
Reações
59.867
Pontos
553
Mentalidade dos bolsonaristas

* É gripinha, não é tudo isto, há um exagero etc Olavo tem razão, num morreu ninguém

10 minutos depois:

* a china demorou a reconhecer esta doença fatal!!! que absurdo!!!! comunistas!!!!


duplipensar na veia para aniquilar o próprio povo e defender o bolsonaro
Mentalidade dos PTistas que não são PTistas:

25/02 Carnaval tá aí, tem boato que o Bozo quer acabar com essa festa do povo.
03/03 ONU diz que não é Pandemia.
08/03 Vamos fazer passeata pelo dia da mulher.
15/03 Meu Deus, os minions querem fazer passeata? E o vírus?
17/03 Todas as escolas fechadas? Vou pra praia!
18/03 O Bozo não tá fazendo nada?
19/03 O Bozo tá fazendo tudo errado.
24/03 Estão colocando a culpa na China, sendo que a culpa é do Bozo, que deveria ter feito algo já antes do Carnaval.

Acabam sendo bem coerentes.
 


Baralho

Bam-bam-bam
Mensagens
4.248
Reações
12.235
Pontos
303
Quando o Brasil vai exportar qualquer mercadoria de consumo, é uma caralhada de imposições sanitárias, de fiscalizações, conferências, inclusive com representantes da UE, dos Eua, da China e países árabes, dependendo do que se exporte.

Recentemente, de uns 20 anos pra cá, tem havido também imposições de condutas ''ecologicamente corretas'' em relação a manejo de florestas e matas nativas.

Do contrário, não só não exporta, como recebe multas e sanções.

E geral concorda, beleza, são as regras 'do jogo'.

No entanto, muitos que apontam para o Brasil, tem plantas industriais na China, que ironicamente, não seguem com tanta rigidez, critérios sobre meio-ambiente e direito trabalhista né.

E suas filiais no país asiático (e vizinhos) reexportam a preços módicos para o ocidente e países periféricos como africanos e latino-americanos também.

Passou e muito da hora de essas organizações multi-laterais mostrarem se servem pra algo, apesar do medo de já saber a resposta: de nada servem.

Que fique registrado pra história, tanto as providências corretas e não-corretas, a criação da vacina, que sirvam de lição.

Hoje, o momento é de combate, mitigação e resolução desse desastre histórico.

E que fique igualmente registrado na história quem andou sendo leniente e irresponsável, também, pra que sirva de lição (e correção).

Sem censuras nem monopólio de narrativas, a história de verdade.
 

Charrua

Mil pontos, LOL!
Mensagens
50.193
Reações
56.115
Pontos
1.034
Mentalidade dos PTistas que não são PTistas:

25/02 Carnaval tá aí, tem boato que o Bozo quer acabar com essa festa do povo.
03/03 ONU diz que não é Pandemia.
08/03 Vamos fazer passeata pelo dia da mulher.
15/03 Meu Deus, os minions querem fazer passeata? E o vírus?
17/03 Todas as escolas fechadas? Vou pra praia!
18/03 O Bozo não tá fazendo nada?
19/03 O Bozo tá fazendo tudo errado.
24/03 Estão colocando a culpa na China, sendo que a culpa é do Bozo, que deveria ter feito algo já antes do Carnaval.

Acabam sendo bem coerentes.
A última frase me faz relembrar da piada da situação mesmo:
Nego reclama que a china demorou assumir uma posição e começar agir, enquanto se alegra igual bobo em ver o bolsonaro fazendo pouco caso com o coronavirus AINDA HOJE.

Sei lá, não consigo ser assim "Olha aí o mito no dia 20 de março fazendo chacota da gripe kkkkk
chuta mais pixuleco, mito! faz arminha, faz!"

O cara vai pro EUA, volta com 22 dos puxa-sacos contaminados, e ele vem dizer que não pegou nada, tá igual eu quando saia com meus amigos aos 16 anos onde todo mundo faturava e só eu não pegava nada.
Ainda vai em manifestação Irresponsabilidade é apelido. Até o motorista dele está com coronavirus e ele não. Tão bom então.


Obs.: A china proibiu a população de ir a rua, quarentena chegando a 60 dias, e aqui o bolsonaro continua culpando a mídia.
 
Ultima Edição:

Charrua

Mil pontos, LOL!
Mensagens
50.193
Reações
56.115
Pontos
1.034
mimimi a china minimizou o coronavirus em novembro meldels olavo tem razão, #teambolsonaro



Bolsonaro minimizando a porra do coronavirus ainda em vinte quatro de março de dois mil e vinte
aqui, quentinho ainda


Os bolsolovers são incoerentes e passivos de mais, pelo amor
 

Baralho

Bam-bam-bam
Mensagens
4.248
Reações
12.235
Pontos
303
Não tem como esconder.

Pelo contrário, essa MP de não dar publicidade a boletins médicos de burocratas do governo, só confirmou que se está buscando omitir algo, no caso, que o presidente pegou infecção do covid - o que não seria nenhum absurdo também.

Quem vai crer que além das ''dezenas'' de casos (inclusive dois ministros) ao redor de si, e só o próprio foi o único (ou um dos únicos) a não pegar covid, exatamente o líder da missão que veio de Washington?

O mais grave é não coadunar 100% suas falas com o ministro Mandetta, o JB está perdendo capital político nessa e, sobretudo, está errado.
NOmeou certo, uma boa equipe de ministros, um quadro essencialmente técnico e não político.

Cabe ser coerente e seguir, exatamente, as recomendações de quem entende dessa crise.
E não bancar o el Cid.
 

Papelzinho

Supra-sumo
Mensagens
206
Reações
1.078
Pontos
153
Aqui estamos nós, se por um lado vivemos sob a ditadura fascista do bulbassauro, que por subestimar uma doença de impacto mundial está prezando pelas liberdades indivíduais (não que ele verdadeiramente esteja preocupado com as liberdades individuais, ele está bem mais preocupado com a economia do país), por outro lado temos a galerinha mais à esquerda que dizia temer a ditadura, clamando para que ele tome as mais autoritárias ações possíveis nessa crise.

Que momento que vivemos, senhores!
 

Azeon

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.674
Reações
17.718
Pontos
554
Não é mesmo, tá suave igual estava na Itália.

Sent from my MI 9 using Tapatalk
 

Charrua

Mil pontos, LOL!
Mensagens
50.193
Reações
56.115
Pontos
1.034
Aqui estamos nós, se por um lado vivemos sob a ditadura fascista do bulbassauro, que por subestimar uma doença de impacto mundial está prezando pelas liberdades indivíduais (não que ele verdadeiramente esteja preocupado com as liberdades individuais, ele está bem mais preocupado com a economia do país), por outro lado temos a galerinha mais à esquerda que dizia temer a ditadura, clamando para que ele tome as mais autoritárias ações possíveis nessa crise.

Que momento que vivemos, senhores!
Aparentemente, depois da turnê paga pelas pessoas que roubou, o Lula se negou a fazer o teste do coronavirus
é outro fdp
 

-=|R.R.|=-

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
37.298
Reações
100.059
Pontos
814
A porcaria da China tem sim responsabilidade nessa merda e o governo brasileiro encabeçado pelo nosso presida tá dando uma aula de boçalidade...


eu hein, se falo mal de um não posso falar do outro? Tá todo mundo errado nessa merda.



E lembrem-se, a ideologia política bate com a petralhada então vão passar pano sim. Passam pano pra Coreia do Norte, Cuba e Venezuela pelo mesmo motivo. Ninguém nasceu ontem pra não perceber isso. Fosse o Lula falando a mesma boçalidade do Bolsonaro hoje, estariam defendendo. Agem igual ao gado do Bonoro.
 

overoad

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.821
Reações
17.231
Pontos
659
A OMS, aliás, foi completamente irresponsável ao demorar tanto pra declarar pandemia. Muitas vidas entram na conta deles.

Enviado de meu SM-A705MN usando o Tapatalk
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.288
Reações
59.867
Pontos
553
Bom tópico, não recebeu a atenção que merecia por nossa parte, espero que sirva pra retificar.

Então, a OMS disse pra gente que era de boas? Em março? A pedido da China?

Hmmm...
 

constatine

Bam-bam-bam
Mensagens
5.913
Reações
29.763
Pontos
344
Bom tópico, não recebeu a atenção que merecia por nossa parte, espero que sirva pra retificar.

Então, a OMS disse pra gente que era de boas? Em março? A pedido da China?

Hmmm...
Pessoal não sabe lidar quando se esfregam dados na cara deles. Se você vier com argumentos eles distorcem e mudam a pauta, vide o cara que colocou o pronunciamento no post sendo que não tem nada haver com o tema discutido, mas quando você esfrega dados na cara, ai não tem para onde correr.
 

constatine

Bam-bam-bam
Mensagens
5.913
Reações
29.763
Pontos
344
OMS defende China de críticas americanas

111058
(Arquivo) O chefe do departamento de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan - AFP/Arquivos

4/02/20 - 17h22 - Atualizado em 15/02/20 - 00h16

A Organização Mundial da Saúde (OMS) saiu em defesa da China nesta sexta-feira (14), após críticas americanas pela suposta “falta de transparência” de Pequim envolvendo a epidemia do novo coronavírus, que deixou cerca de 1.400 mortos.

“Temos um governo que coopera conosco, que convida especialistas internacionais, que compartilhou sequências [genéticas do vírus], que continua a trabalhar com o mundo exterior, que publicou em revistas médicas internacionais confiáveis”, destacou o chefe do departamento de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan.

“Acho que isso dificilmente se encaixa nos comentários de [Larry] Kudlow, mas cada um é livre para dar sua opinião”, disse à imprensa, referindo-se às críticas do assessor econômico do presidente americano, Donald Trump.

Larry Kudlow lamentou, na quinta, a “falta de transparência” da China, ao considerar que isso torna difícil a avaliação dos riscos provocados pela epidemia que afeta principalmente o gigante asiático.

“Estamos um pouco decepcionados com a falta de transparência dos chineses”, declarou Kudlow.
https://istoe.com.br/oms-defende-china-de-criticas-americanas/








Chefe da OMS elogia China por sua “transparência” sobre coronavírus
Cientistas políticos criticam etíope Tedros Ghebreyesus por elogios pessoais a Xi Jiping e atraso em alerta sobre pandemia
25/03/2020
111059

Na última sexta-feria, dia 20, o canal americano Fox News denunciou o atual chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), o etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus, de esconder a responsabilidade chinesa pelo coronavírus.

De acordo com a reportagem, Tedros tem ligações pessoais com o ditador chinês, Xi Jiping, e este seria o motivo da ascensão do etíope como líder da OMS em 2017:

Ele [Tedros] não foi treinado como médico, não possuía experiência minima em gestão da saúde e fez algumas mudanças seriamente questionáveis, incluindo tentar nomear o então ditador do Zimbábue Robert Mugabe como embaixador da boa vontade da OMS.

A Etiópia é totalmente depende da China, aponta a matéria. Pequim investiu em megaprojetos no país, incluindo um novo estadio nacional que custou mais de 160 milhões de dólares. O país asiático é o maior parceiro econômico da nação africana, já foram investidos quase 3 bilhões de dólares para um projeto ferroviário que termina nos portos de Djibuti, país da africa oriental.

Enquanto a China conscientemente enganou o mundo, Tedros elogiou publicamente o país por sua ‘transparência’. Por que ele fez isso? Alguns dizem que manter a China feliz tem enormes vantagens não apenas para a OMS, mas também para a Etiópia, o país de origem de Tedros.

No entanto, o investimento bilionário que os chineses fizeram à Etiópia não deram o retorno esperado. Se a China parar de investir, o país quebra. Assim, Tedros está desesperado para evitar a bancarrota, afirma a reportagem da Fox News.

Não é possível confiar a OMS a Tedros, aponta o professor de ciências políticas Bradley A, Thayer, entrevistado pelo canal. A lealdade do líder da OMS para com a China e seu atraso em alertar o mundo sobre o coronavírus, mostram que ele é incapaz de ser chefe da OMS:

“O mundo agora está enfrentando infecções crescentes e muitos países impuseram restrições. Como líder da OMS, Tedros deve ser responsabilizado por seu papel na má gestão dos esforços para controlar a propagação do vírus”.
http://sensoincomum.org/2020/03/25/tedros-oms-xijiping/
https://www.foxnews.com/world/coronavirus-china-who-chief-relationship-trouble
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
24.398
Reações
54.186
Pontos
544
De fato a China tem culpa pelo que tá acontecendo. Não anula culpas que outros tenham, mas ela também tem e devia ser responsabilizada.
Infelizmente, essa ditadura comunista se transformou num leviatã, e muito por culpa dos próprios países ocidentais.
 

Omega Frost

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.352
Reações
27.388
Pontos
709
mimimi a china minimizou o coronavirus em novembro meldels olavo tem razão, #teambolsonaro



Bolsonaro minimizando a porra do coronavirus ainda em vinte quatro de março de dois mil e vinte
aqui, quentinho ainda


Os bolsolovers são incoerentes e passivos de mais, pelo amor
Não querendo passar o pano no Bolsonaro, até porque desaprovo essa minimização, mas não acho justo estabelecer uma relação de hipocrisia nesse caso.

O Bolsonaro está bostejando baseado nos efeitos do surto na China e em outros países, mas qual a disculpa da China pra minimizar? O vírus começou lá, sem informações de virulência e mortalidade, sem a menor ideia do impacto social e econômico que poderia ter.

O Bolsonaro está fazendo sacrifícios em cima do que ele acha, já a China não achava nada e sacrificou do mesmo jeito.
 

Sun Bro

Praise the Sun!
VIP
Mensagens
6.977
Reações
9.463
Pontos
374
O cara abre um tópico essa semana com uma notícia do dia 03 DE MARÇO? Não tem meio termo. Ou é burrice ou mau caratismo.
 

constatine

Bam-bam-bam
Mensagens
5.913
Reações
29.763
Pontos
344
OMS pede que países parem de usar remédios não testados contra o coronavírus
Líderes como Jair Bolsonaro e Donald Trump vinham enfatizando resultados promissores de medicamentos usados no tratamento da malária

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu nesta sexta-feira que os governos de todo o mundo parem de usar remédios não testados para tratar pessoas infectadas com o novo coronavírus.

O pedido não foi direcionado a um país específico, mas ocorre após alguns líderes mundiais, como Jair Bolsonaro e Donald Trump, terem exaltado resultados promissores de estudos conduzidos com a hidroxocloroquina, um conhecido remédio antimalária, no combate ao vírus que provoca a covid-19.

A OMS afirma que não há nenhum tratamento aprovado para a covid-19, apesar dos vários estudos em andamento em todo o mundo. Uma possível vacina para o novo coronavírus deve demorar pelo menos 18 meses.

111455
Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da OMS, durante entrevista coletiva em Genebra — Foto: Salvatore Di Nolfi/Keystone via AP

"Pedimos que indivíduos e países evitem usar terapêuticas que não demonstraram ser eficazes no tratamento da covid-19. A história da medicina está repleta de exemplos de remédios que funcionavam no papel ou no laboratório, mas não funcionavam em humanos ou eram realmente prejudiciais”, afirmou Tedros em entrevista coletiva em Genebra.

Tedros voltou a destacar o estudo conjunto que está sendo liderado pela OMS para descobrir um antiviral eficaz contra a covid-19. Segundo ele, mais de 45 países estão participando do projeto e outros já expressaram desejo de contribuir com as pesquisas.

“Esse teste histórico reduzirá dramaticamente o tempo para produzir evidências robustas sobre qual medicamento funciona. Quanto mais países se unirem aos testes, mais fácil teremos os resultados. Devemos seguir as evidências. Não há atalhos”, frisou Tedros.

Mais uma vez questionada sobre as medidas restritivas aplicadas por vários governos em todo o mundo, a OMS afirmou não ser possível recomendar um tempo mínimo para que as quarentenas funcionem.

“A posição de cada país é diferente. O truque é saber onde o vírus está”, respondeu o diretor-executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS, Mike Ryan. “Se você tem esse conhecimento em nível nacional, você pode quebrar a corrente e adaptar medidas para essa situação específica.”

Ryan reiterou que, para a OMS, a melhor forma de controlar a pandemia é testar, isolar as pessoas contaminadas, rastrear com quem elas tiveram contato e mobilizar todos os níveis da sociedade para ajudar no combate à pandemia.

Segundo a OMS, há em todo mundo mais de 500 mil casos confirmados do novo coronavírus, que já causou mais de 20 mil mortes. Ontem, os Estados Unidos ultrapassaram a China e são agora o país com mais pessoas infectadas.
https://valor.globo.com/mundo/noticia/2020/03/27/oms-pede-que-paises-parem-de-usar-remedios-nao-testados-contra-o-coronavirus.ghtml




:kduvida
 

Damyen

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.532
Reações
69.522
Pontos
979
Tá simplesmente RIDÍCULO o que a OMS está fazendo, put* que pariu. Não deram uma dentro sequer, desde que essa novela do coronga começou.

Desaconselham o uso de máscaras, sendo que é altamente recomendável, principalmente por não infectados.

Demoraram horrores para declarar a pandemia, elogiam a China pela TRANSPARÊNCIA? Tá de sacanagem!

Agora recomendam que não se usem nenhum remédio ESPECÍFICO para o corona? Querem o que, uma vacina? A vá tomar no cu!

Se o medicamento é eficaz no combate ao vírus, deve ser amplamente utilizado, dane-se se é específico ou não!
 

jasque

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.151
Reações
47.325
Pontos
629

Bob Blu

Bam-bam-bam
Mensagens
573
Reações
2.562
Pontos
283
O cara abre um tópico essa semana com uma notícia do dia 03 DE MARÇO? Não tem meio termo. Ou é burrice ou mau caratismo.
Nossa como é velha essa notícia né? Meu deus que absurdo isso, usar uma notícia tão velha pra atacar a ditadura comunista do meu coração.
MEU CORAÇÂO É VERMELHO! DE VERMELHO VIVE O CORAÇÂO Ê Ô

Isso é burrice ou mau caratismo?
 

Bob Blu

Bam-bam-bam
Mensagens
573
Reações
2.562
Pontos
283
O cara vai pro EUA, volta com 22 dos puxa-sacos contaminados, e ele vem dizer que não pegou nada, tá igual eu quando saia com meus amigos aos 16 anos onde todo mundo faturava e só eu não pegava nada.
Ainda vai em manifestação Irresponsabilidade é apelido. Até o motorista dele está com coronavirus e ele não. Tão bom então.
Ué quer dizer então que o Bolsonaro pegou o vírus e tá mentindo é isso?
Mas se ele pegou o vírus ele devia estar morto, igual os outros 22 puxa sacos dele?
Ou então você quer dizer que ele está certo, ele pegou o vírus mas foi só uma gripezinha?
Vc tá dizendo que ele tá certo é isso mesmo?

Ou ele morreu pro vírus e um holograma tá la falando as besteiras por ele?

PS: o fato dos seus amigos "faturarem" e você não quando saía com eles aos 16 anos quer dizer o que? Que eles tavam mentindo ou que você que não tem a mínima aptidão pra "faturar"?
 
Topo