O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

One Piece E o racismo, politica e criticas sociais

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
6.991
Reações
21.588
Pontos
353
Bom, eu pensei em criar esse tópico na pasta de animes, mas como trata de politica resolvi deixar aqui.

Faz um tempo que vejo a fandom do one piece aumentando e na maior parte dos casos, aumentando para pior, com as famigeradas "twitteiros" fazendo a maior parte dos novos entrantes.
E ai cada vez mais eu vejo exatamente esses novos fans com discussões cada vez mais idiotas e politica sobre a obra como, por exemplo:

Breve explicação: A personagem assume a personalidade de outro personagem, homem, porque vê nele uma espécie de ídolo, alguém a ser seguido, mas isso por causa de seus feitos, não gênero.
E ai alguns dos fans "twitteiros" ficaram bravos porque o gênero dela não foi colocado como homem.


E está para exemplificar(Eu sei que muitos podem levar como só um meme ou hipérbole, mas tem gente que realmente leva a sério, só olhar os comentários):


Dizer que One Piece é uma obra que trata de forma profunda sobre outros esses assuntos na sua maior parte.

E Vou dividir o argumento em três pontos:

1º Pontos polêmicos e criticas sócias servem mais para introduzir, qualificar e formar personagens(Passar para o espectador quem é o vilão e quem é o herói) do que necessariamente tratar deles. Os vilões que luffy enfrenta, sempre ficam bem definidos como vilões, não existe aquela linha tênue que te pensar quem é o certo. Ele é mau porque escraviza, mata é racista etc e o outro lado é exatamente o oposto(Do flamingo e rei riku, por exemplo).

Por exemplo, se você pegar a introdução do zoro você vê um personagem sofrendo abusos de um agente do estado. Isso é uma crítica do Oda ao estado ? Não, é só para falar que morgan mão de machado é um vilão e o luffy agora terá nossa empatia para ir lá meter um gomu gomu nele.


2º Os pontos são tratados de forma simplista. Analisando a saga de arlong e da ilha dos tritões fica visível que tratam de temas pesados, como escravidão e racismo, principalmente essa última saga. Mas de novo, toda a saga é bem simplista, apresentando uma personagem que quer união pela paz(Rainha Otohime) e o outro que quer vingança(Hody Jones), dando para ver uma possível analogia a Martin luther king e malcolm x. E tudo bem, é bem feita, mas não é profunda. Não é uma crítica que lhe faz pensar ou refletir.
Por exemplo, o manga monster estabelece uma filosofia realmente aplicada e trabalhada sobre a questão se um médico deve salvar uma vida, te faz questionar ao final dele(Pode não concordar, mas realmente te faz questionar), ou o vinland saga debatendo sobre vingança.

3º Algumas pautas que estão sendo levantadas são cada vez mais estupidas, vi gente acusando oda de transfobia e homofobia, sendo que os okamas aparecem desde do começo do One Piece(E de forma bem trabalhada, os personagens não são simplesmente seu gênero - cof, cof netflix -, mas personagens bem construídos que tem uma real personalidade).

Concluindo, é inegável que One Piece trata sobre diversos assuntos políticos(Racismo, estado, revolucionários, ditaduras etc.), mas estão elevando a forma como eles são tratados como se fosse um marco, algo genial, o que na minha opinião é só bom e que se serve para apresentar e dar contexto a personagens e situações e não serem debatidas.


De qualquer forma, vocês concordam o que discorri aqui ou não ?
 


Protogen

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.104
Reações
56.915
Pontos
553
No 4chan já perceberam esse influxo; assim como aconteceu nos games, com a legião de "fãs" que diziam adorar videogames, mas exigiram que os videogames mudassem para agradá-los, a área de anime e mangá está recebendo esse tipo de "fã" que diz que adora anime ao mesmo tempo que critica todas as qualidades da mídia, exigindo que ela se transforme.

Alguns mangakas já mencionaram que estão tendo dificuldades em publicar seus trabalhos porque os "investidores" estão exigindo mudanças nas estruturas. Temo que possa acontecer com os mangás mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a indústria ocidental de games.
 

Valefor III

Supra-sumo
Mensagens
695
Reações
1.325
Pontos
168
q frescura dessa fanboyada

ela e mulher mais se inspira nos feitos do ODEN... dane-se se ela se identifica como ele ja que e uma admiracao q ela tem pelo ODEN

eu so quero ver o Sanji dando encima dela quando ela entrar pra tripulacao e ele tomar altos tocos dela
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
6.991
Reações
21.588
Pontos
353
No 4chan já perceberam esse influxo; assim como aconteceu nos games, com a legião de "fãs" que diziam adorar videogames, mas exigiram que os videogames mudassem para agradá-los, a área de anime e mangá está recebendo esse tipo de "fã" que diz que adora anime ao mesmo tempo que critica todas as qualidades da mídia, exigindo que ela se transforme.

Alguns mangakas já mencionaram que estão tendo dificuldades em publicar seus trabalhos porque os "investidores" estão exigindo mudanças nas estruturas. Temo que possa acontecer com os mangás mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a indústria ocidental de games.
Recentemente o presidente da kadowaka falou algo nesse sentido:

Atualmente, existem muitos mangás que têm imagens muito extremas ou que tocam em temas delicados, isso infelizmente é um obstáculo para podermos aprovar os critérios do Google e da Apple. Temos que criar um novo padrão para o que pode ser mostrado ao público e o que não pertence mais a esta era da internet. A empresa para a qual trabalho está cheia de pessoas que estão do lado da liberdade, mas acho que devemos dar um passo atrás.

Por sorte, o backslash foi tão grande(Os autores e o público se revoltaram) que ele teve que pedir desculpas e até ofereceu parte do salário para as desculpas.

 


João Ninguém

Veterano
Mensagens
986
Reações
1.551
Pontos
148
No 4chan já perceberam esse influxo; assim como aconteceu nos games, com a legião de "fãs" que diziam adorar videogames, mas exigiram que os videogames mudassem para agradá-los, a área de anime e mangá está recebendo esse tipo de "fã" que diz que adora anime ao mesmo tempo que critica todas as qualidades da mídia, exigindo que ela se transforme.

Alguns mangakas já mencionaram que estão tendo dificuldades em publicar seus trabalhos porque os "investidores" estão exigindo mudanças nas estruturas. Temo que possa acontecer com os mangás mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a indústria ocidental de games.
sim, e é justamente assim que a indústria começa a ser subvertida. animes/mangás/lns são os únicos em que os progressistas ainda não conseguiram colocar a mão, mas creio que isso seja questão de tempo, visto que eles dominam todas as outras indústrias de entretenimento.

creio que é questão de tempo até eles conseguirem tomar esta indústria também. o que é uma pena e me deixa indignado, mas não há mto o que fazer. a subversão sempre se dá início com a popularização, e animes estão se tornando mais populares.
 

Darkx1

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.189
Reações
57.239
Pontos
544
No 4chan já perceberam esse influxo; assim como aconteceu nos games, com a legião de "fãs" que diziam adorar videogames, mas exigiram que os videogames mudassem para agradá-los, a área de anime e mangá está recebendo esse tipo de "fã" que diz que adora anime ao mesmo tempo que critica todas as qualidades da mídia, exigindo que ela se transforme.

Alguns mangakas já mencionaram que estão tendo dificuldades em publicar seus trabalhos porque os "investidores" estão exigindo mudanças nas estruturas. Temo que possa acontecer com os mangás mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a indústria ocidental de games.
Tai uma coisa que eu nunca entendi.

Eu não gosto de Halo, mas nem por isso quero que ele mude pra me satisfazer. Gêneros nos games existem justamente por isso.

E eu acho que é mais fácil o mercado japonês se fechar mais. O que eu acompanho da industria, deixa bem claro que animes e mangás são feitos pensando no Japão mesmo.
 

João Ninguém

Veterano
Mensagens
986
Reações
1.551
Pontos
148
Tai uma coisa que eu nunca entendi.

Eu não gosto de Halo, mas nem por isso quero que ele mude pra me satisfazer. Gêneros nos games existem justamente por isso.

E eu acho que é mais fácil o mercado japonês se fechar mais. O que eu acompanho da industria, deixa bem claro que animes e mangás são feitos pensando no Japão mesmo.
ou não, aqui tem se a possbilidade dos japas se adaptarem ao padrão ocidental com grandes chances de expandir seu mercado e gerar mais lucros, mesmo que percam um pouco de mercado no japão. talvez esse saldo, economicamente falando, seja positivo para a indústria
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
6.991
Reações
21.588
Pontos
353
Tai uma coisa que eu nunca entendi.

Eu não gosto de Halo, mas nem por isso quero que ele mude pra me satisfazer. Gêneros nos games existem justamente por isso.

E eu acho que é mais fácil o mercado japonês se fechar mais. O que eu acompanho da industria, deixa bem claro que animes e mangás são feitos pensando no Japão mesmo.
Sinceramente, eu acho que é porque mangas são poucos abrangentes em temas "lacradores", e com isso não digo que não tratam desses temas, pelo contrário tratam muito, mas não de forma lacradora. Tem um monte de manga yaoi e yuri por ai a diferença é que esses não precisam distorcer histórias já estabelecidas, dar uma lacrada a cada capitulo ou seus personagens não se resumem ao gênero. E nunca vi(Pelo menos não de forma forte e constante) ninguém brigando com isso. Querendo cancelar citrus ou falando mal da autora só porque é manga de yuri.
Sei lá, me parece uma reprise do que aconteceu com as HQs.

  1. Tem seus fans que gostam da histórias e, embora muitas sejam focadas em heróis, são de certa forma diversificadas e já tratam de temas complicados de forma consciente(X-man e racismo, por exemplo).
  2. Entra um público novo
  3. Esse público novo começa a cobrar mudanças em todas as obras
  4. Público novo fala mal do antigo porque não quererem a mudança.
  5. Mudança acontece e lentamente mata a criatividade dos autores e por consequência qualidade.
  6. Publico "novo" Vai para outro mercado.
É literalmente o que acontece em grande parte com os mangas com fan-service de garotas(Posições e roupas sexys etc.). Já cansei de ver o tanto que gostaria ver proibido, que vendesse mal etc. só porque não gosta.

ou não, aqui tem se a possbilidade dos japas se adaptarem ao padrão ocidental com grandes chances de expandir seu mercado e gerar mais lucros, mesmo que percam um pouco de mercado no japão. talvez esse saldo, economicamente falando, seja positivo para a indústria
Eu acho difícil os japas se adaptarem ao padrão ocidental, acho mais fácil se adaptarem ao padrão chinês, embora eu tenha para mim que o futuro vai ser web mangas/toon o que vai permitir vários escritores independentes e livres dessas amarras.
 

Bill Kamp

Bam-bam-bam
Mensagens
13.959
Reações
7.830
Pontos
474
Oda escreve pra c***lho, e isso não vai mudar, ele não é mudado por opinião de fã.

Sò vamos entender uma seperação entre cultura japonesa e ocidental.

Os caras escrevem traps com put* frequência.

Vai ver a Poison do Final Fight, ela era classificada com trans já faz uns 15 anos, e pessoal nem deu bola.

E nessa mesma saga já tinha uma personagem mulher que usava pronome masculino de samurai, o que significava que ela se reconhecia como samurai, e era pra ser isso aí.
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
6.991
Reações
21.588
Pontos
353
Oda escreve pra c***lho, e isso não vai mudar, ele não é mudado por opinião de fã.

Sò vamos entender uma seperação entre cultura japonesa e ocidental.

Os caras escrevem traps com put* frequência.
Algo que notei há um tempo, é que traps/trans etc., pelo menos na maioria da mídia japonesa que vi, eram considerados homens ou como trans, não exatamente mulheres, ou pelo não eram tratados como tal(Seria como o Brasil uns 10 anos atrás que ainda não existia com força as discussões de gênero).

Isso desde yuyu hakusho, até um anime dessa temporada como o meikyuu black company.

Agora, é só chute meu mesmo, não sei como os japas vê essa questão de gênero.
 
Ultima Edição:

Bill Kamp

Bam-bam-bam
Mensagens
13.959
Reações
7.830
Pontos
474
Algo que notei há um tempo, é que traps/trans etc., pelo menos na maioria da mídia japonesa que vi, eram considerados homens ou como trans, não exatamente mulheres, ou pelo não eram tratados como tal(Seria como o Brasil uns 10 anos atrás que ainda não existia com força as discussões de gênero).

Isso desde yuyu hakusho, até um anime dessa temporada como o meikyuu black company.

Agora, é só chute meu mesmo, não sei como os japas vê essa questão de gênero.
Normalmente japa vê tudo que sai da norma como ruim e errado pq pode incomodar os outros.

Acho que só nessas mídias que eles se dão a liberdade de serem um pouco transgressores.

Mas já vi histórias de traps respeitadas como mulheres.

Tem todo tipo de gênero né?
 

Duolks

Bam-bam-bam
Mensagens
3.845
Reações
6.226
Pontos
303
  1. Tem seus fans que gostam da histórias e, embora muitas sejam focadas em heróis, são de certa forma diversificadas e já tratam de temas complicados de forma consciente(X-man e racismo, por exemplo).
  2. Entra um público novo
  3. Esse público novo começa a cobrar mudanças em todas as obras
  4. Público novo fala mal do antigo porque não quererem a mudança.
  5. Mudança acontece e lentamente mata a criatividade dos autores e por consequência qualidade.
  6. Publico "novo" Vai para outro mercado.


Famosos gafanhotos culturais, destroem uma mídia e vão para a próxima, já cagaram as séries, filmes, hqs, rpgs de mesa, card games ocidentais, vídeo games e agora estão ai "na luta" para cagar as mídias orientais.
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
6.991
Reações
21.588
Pontos
353
Normalmente japa vê tudo que sai da norma como ruim e errado pq pode incomodar os outros.

Acho que só nessas mídias que eles se dão a liberdade de serem um pouco transgressores.

Mas já vi histórias de traps respeitadas como mulheres.

Tem todo tipo de gênero né?
Sim, também já vi, mas às vezes fico em dúvida se não é tradução(Que pode pender para qualquer lado). Sinceramente eu não me incomodo e de preferência acho justo seguir a intenção do autor(Se quis tratar no feminino que trate, por exemplo).
 

Pinguim 55

Bam-bam-bam
Mensagens
5.226
Reações
7.396
Pontos
344
No 4chan já perceberam esse influxo; assim como aconteceu nos games, com a legião de "fãs" que diziam adorar videogames, mas exigiram que os videogames mudassem para agradá-los, a área de anime e mangá está recebendo esse tipo de "fã" que diz que adora anime ao mesmo tempo que critica todas as qualidades da mídia, exigindo que ela se transforme.

Alguns mangakas já mencionaram que estão tendo dificuldades em publicar seus trabalhos porque os "investidores" estão exigindo mudanças nas estruturas. Temo que possa acontecer com os mangás mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a indústria ocidental de games.
Lol, isto é só se for publicar no ocidente.


No mais, eu nem me estresso muito com isto, pois o mesmo não irá acontecer com mangas e animes, pelo menos não da forma como aconteceu no ocidente.

Primeiro que o Japão e responsável por 80% do lucro dos mangas, e os outros 20% mais da metade e do Sudeste Asiático.

One Piece por exemplo, dos 490 milhões de unidades vendidas, 430 milhões foi no próprio Japão.


E diferente dos escritores ocidentais, os mangakas ganham proporcionalmente ao que seus mangas vendem (ganham cerca de 10% do produto que e em torno de 50 yen por unidade vendida).

Logo dificilmente imagino mangaka fazendo mudanças que desagradam fãs ou ofender fãs para agradar povinho do Twitter que fica no outro lado do mundo e não contribui de forma direta para sua renda.

A menos que o mercado ocidental aumente muito, mas muito mesmo (uns 1000%), mangakas continuarão ’refens‘ dos otakus japoneses, e acho que não preciso dizer como este povo é chato quando se sentem ofendidos ou traídos.

Isto sem falar que tem muitas revistas no Japão, não é monopolizado como nos EUA pela Marvel e DC, isto sem falar que vários sao independentes com web novel e estas coisas.

O que acho que vai acontecer é que terá mais mangakas novos que pegarão algumas ideias e darão mais espaço para mulheres e algo do tipo para tentar deixar mais ‘mundial’ o que não é exatamente ruim em si, mas no final eles vao e querer vender mangá, e o público principal e o mercado principal e o Japão, logo no final não ira mudar tanto a menos que a população japonesa mude, e já sabemos como japonês e orgulhoso e conservador,.
 

T.Chico

Bam-bam-bam
Mensagens
9.037
Reações
13.460
Pontos
384
No 4chan já perceberam esse influxo; assim como aconteceu nos games, com a legião de "fãs" que diziam adorar videogames, mas exigiram que os videogames mudassem para agradá-los, a área de anime e mangá está recebendo esse tipo de "fã" que diz que adora anime ao mesmo tempo que critica todas as qualidades da mídia, exigindo que ela se transforme.

Alguns mangakas já mencionaram que estão tendo dificuldades em publicar seus trabalhos porque os "investidores" estão exigindo mudanças nas estruturas. Temo que possa acontecer com os mangás mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a indústria ocidental de games.
Não vai vender para ninguém e vai ser esmagado pelos wenbtons/mangas coreanos somente.
 

Putinzao

Veterano
Mensagens
477
Reações
1.995
Pontos
143
Geralmente,eu ignoro fandom.
Fandom de qualquer coisa costuma ser retardado.
Curta a obra por si mesmo.
 

algaldia

Bam-bam-bam
Mensagens
5.841
Reações
3.983
Pontos
439
Esse tipo de idiotice é consequência desse pensamento tosco esquerdista de que tudo é política e toda obra é política.

A personagem usa pronome masculino por um motivo da história, mas o militante não sabe pensar normalmente sem querer militar em cima e acaba ocorrendo esse tipo de babaquice. E ainda vem atacar o autor quando são contrariados, o cara que fez os personagens drag Queens mais fodas dos animes, e que salvaram o futuro rei dos piratas 3 vezes, mas contrariou o militante que acha que tudo é política, então o autor é "transfobico".

É o mesmo tipo de gente que quer transformar One piece em uma obra de esquerda e que defende o comunismo (sim gente que fez isso).
 
Topo Fundo