O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Parece que a restauração do Museu Nacional não vai sair.Não há dinheiro.



jajejijoju

Veterano
Mensagens
296
Reações
633
Pontos
118
Normal o governo cagar, agora o que me deixa triste é que não existem mecenas pra por grana como é feito em outros países (Mesmo que lá muitos façam pra abater imposto)
A diferença do brasileiro rico e do pobre é o modelo do carro e o tamanho do apartamento
 


ME110

Bam-bam-bam
Mensagens
7.425
Reações
6.594
Pontos
429
Dinheiro tem, pra fazer alguma coisa sempre tem....como já disseram, vão roubar tudo, você daria dinheiro pro ladrão voluntariamente?

Cada a emoção do assalto?
Batman.jpg


Abraço a todos.
 

Xenoblade

Bam-bam-bam
Mensagens
3.018
Reações
6.098
Pontos
283
Procede a história de uma milionária brasileira que supostamente doou uma fortuna para a restauração de Notre Dame e não sentiu-se motivada a doar um centavo sequer para a reconstrução do nosso museu?
 

_alef_

Bam-bam-bam
Mensagens
8.708
Reações
8.717
Pontos
353
Normal o governo cagar, agora o que me deixa triste é que não existem mecenas pra por grana como é feito em outros países (Mesmo que lá muitos façam pra abater imposto)
A diferença do brasileiro rico e do pobre é o modelo do carro e o tamanho do apartamento
existe
só que ninguem vai por com psolistas no poder.
 

Landstalker

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.683
Reações
25.063
Pontos
584
Como não?? Já que o nosso presidente vai liberar 40 milhões de reais para cada parlamentar votar na PEC da reforma da previdência?

:viraolho
 

Calcifer

Bam-bam-bam
Mensagens
1.718
Reações
3.867
Pontos
294
Recentemente fiz uma campanha pra arrecadar doações pro museu. Conseguimos perto de 300 reais. Oque me deixa triste que nem o estado, nem as elites, nem os próprios cidadãos comuns do país dão a mínima.

Nós merecemos onde estamos e os presidentes que temos.
 

soap

Bam-bam-bam
Mensagens
8.158
Reações
12.983
Pontos
344
:klolAi q bosta tem q ser assinante da folha pra ler ....:facepalm
 

The legend

Supra-sumo
Mensagens
716
Reações
660
Pontos
154
Houve uma milionária aqui q doou para a Notre Dame, podia ao menos ter doado um pouco ao museu do Rio. O problema crônico da corrupção e a incompetência (q tmb houve no incêndio na França, diga-se de passagem) em não reformar as instalações elétricas desmotivam maiores doações, mas a verdade é q a elite econômica daqui não tem tradição em investir em pesquisa, o fardo recai quase todo nos ombros do governo. Tem tmb, claro, a pouca importância no geral que a cultura tem pra sociedade.
 

City Hunter

Bam-bam-bam
Mensagens
2.643
Reações
4.809
Pontos
309
Procede a história de uma milionária brasileira que supostamente doou uma fortuna para a restauração de Notre Dame e não sentiu-se motivada a doar um centavo sequer para a reconstrução do nosso museu?
Isso foi citado no podcast dos colunistas do estado de São Paulo pela Eliana Cantanhêde.

Aliás, a propria jornalista se esquivou de doar pois disse “não haver um movimento social que facilitasse as doações”
 

ffaabbiio

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.012
Reações
20.008
Pontos
594
Para receber doações a primeira coisa que deveria ser feita é a desvinculação do museu com a universidade. A mesma já se mostrou incapaz de administrar esse patrimônio.

Na verdade isso já poderia ter sido feito, mas o pessoal da universidade não quis abrir mão da exclusividade na administração do museu, pois querem é roubar o dinheiro que vem para manter o museu.


Na ocasião eram U$80 milhões de dólares ou em reais hoje em dia mais de R$300 milhões...

O pior é ver gente defendendo a administração da universidade achando que a culpa é do governo, sendo que as universidades têm autonomia para administrar seu orçamento. E o orçamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro subiu muito nos anos anteriores ao incêndio, mas as verbas destinadas a manutenção diminuiu muito mais... Por exemplo em 2018, chegando a não gastar nenhum centavo para a manutenção do prédio. Em 2013, a universidade destinou R$ 284,1 mil para a manutenção do museu, R$ 163 mil em 2014 e 2015, e despencaram para meros R$ 5,1 mil em 2016. A situação não melhorou substancialmente em 2017, quando apenas R$ 26,4 mil foram gastos com a conservação do imóvel..

Enquanto isso a universidade usou em 2016 R$2,2 milhões de reais em uma rádio na universidade.

No mesmo período o orçamento da universidade passou de R$ 2,29 bilhões (2010) para R$ 3,95 bilhões em 2017.

O problema é que a universidade gasta 85% do orçamento com salários e aposentadorias, não sabe priorizar o resto, mas o pessoal ainda acha que não precisa de reforma da previdência...

Eu não tenho coragem de doar nem 1 real pra essa obra mesmo, pois o dinheiro vai ser roubado.

Enviado de meu Redmi Note 7 usando o Tapatalk
 

Calcifer

Bam-bam-bam
Mensagens
1.718
Reações
3.867
Pontos
294
Para receber doações a primeira coisa que deveria ser feita é a desvinculação do museu com a universidade. A mesma já se mostrou incapaz de administrar esse patrimônio.

Na verdade isso já poderia ter sido feito, mas o pessoal da universidade não quis abrir mão da exclusividade na administração do museu, pois querem é roubar o dinheiro que vem para manter o museu.


Na ocasião eram U$80 milhões de dólares ou em reais hoje em dia mais de R$300 milhões...

O pior é ver gente defendendo a administração da universidade achando que a culpa é do governo, sendo que as universidades têm autonomia para administrar seu orçamento. E o orçamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro subiu muito nos anos anteriores ao incêndio, mas as verbas destinadas a manutenção diminuiu muito mais... Por exemplo em 2018, chegando a não gastar nenhum centavo para a manutenção do prédio. Em 2013, a universidade destinou R$ 284,1 mil para a manutenção do museu, R$ 163 mil em 2014 e 2015, e despencaram para meros R$ 5,1 mil em 2016. A situação não melhorou substancialmente em 2017, quando apenas R$ 26,4 mil foram gastos com a conservação do imóvel..

Enquanto isso a universidade usou em 2016 R$2,2 milhões de reais em uma rádio na universidade.

No mesmo período o orçamento da universidade passou de R$ 2,29 bilhões (2010) para R$ 3,95 bilhões em 2017.

O problema é que a universidade gasta 85% do orçamento com salários e aposentadorias, não sabe priorizar o resto, mas o pessoal ainda acha que não precisa de reforma da previdência...

Eu não tenho coragem de doar nem 1 real pra essa obra mesmo, pois o dinheiro vai ser roubado.

Enviado de meu Redmi Note 7 usando o Tapatalk
A gazeta do Povo já virou piada faz muito tempo jornalismo deles já não vale nem o 1 real do jornal. Já é segunda vez que publicam essa reportagem e das duas vezes só contam oque lhe convém.
Sim, Museu recebeu essa oferta mas em troca eles teriam que abrir mão do museu ser gratuito para escolas, valor da entrada seria decidido por este grupo Klabin, eles teriam direito de exploração da imagem e das peças do Museu, a Universidade não poderia mais fazer pesquisa livremente do Museu e olha só que coisa linda todo lucro iria pra o grupo Klabin dessa empresária super bondosa que reformaria o Museu com dinheiro dos outros...

Literalmente uma empresária super santa e caridosa tentou COMPRAR o museu NACIONAL e uma universidade malvadona não quis deixar BUÁÁ

Só procura no Google "Klabin + gazeta do Povo" não tem UMA notícia publicada pela que não louva a 7 glórias o grupo Klabin (mesmo eles tendo + 700 mi de prejuízo em 2018) que curiosamente é de produtor de papel...
 

ffaabbiio

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.012
Reações
20.008
Pontos
594
A gazeta do Povo já virou piada faz muito tempo jornalismo deles já não vale nem o 1 real do jornal. Já é segunda vez que publicam essa reportagem e das duas vezes só contam oque lhe convém.
Sim, Museu recebeu essa oferta mas em troca eles teriam que abrir mão do museu ser gratuito para escolas, valor da entrada seria decidido por este grupo Klabin, eles teriam direito de exploração da imagem e das peças do Museu, a Universidade não poderia mais fazer pesquisa livremente do Museu e olha só que coisa linda todo lucro iria pra o grupo Klabin dessa empresária super bondosa que reformaria o Museu com dinheiro dos outros...

Literalmente uma empresária super santa e caridosa tentou COMPRAR o museu NACIONAL e uma universidade malvadona não quis deixar BUÁÁ

Só procura no Google "Klabin + gazeta do Povo" não tem UMA notícia publicada pela que não louva a 7 glórias o grupo Klabin (mesmo eles tendo + 700 mi de prejuízo em 2018) que curiosamente é de produtor de papel...
Melhor seria, pelo menos não teria pego fogo, e o resto das informações? O aumento do orçamento da universidade e o corte drástico na verba de manutenção do museu? É culpa do governo?

Enviado de meu Redmi Note 7 usando o Tapatalk
 

Monogo

Bam-bam-bam
Mensagens
9.731
Reações
36.280
Pontos
379
Melhor seria, pelo menos não teria pego fogo, e o resto das informações? O aumento do orçamento da universidade e o corte drástico na verba de manutenção do museu? É culpa do governo?

Enviado de meu Redmi Note 7 usando o Tapatalk
Tem o dinheiro dos ingressos tb que sumiu, pq a entrada no museu não era gratuita.
E se a entrada não era gratuita, qualquer desculpa pra não privatizarem vai pelo ralo.
Como tb a probabilidade de pegar fogo seria drasticamente reduzida.
E mesmo se pegasse fogo, a cabeça dos responsáveis estaria numa bandeja no outro dia, e não ficaria nesse jogo de empurra completamente idiota e zero responsáveis punidos.
 
Ultima Edição:

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.623
Reações
46.353
Pontos
553
Revolta contra o fato!

Normal o governo cagar, agora o que me deixa triste é que não existem mecenas pra por grana como é feito em outros países (Mesmo que lá muitos façam pra abater imposto)
A diferença do brasileiro rico e do pobre é o modelo do carro e o tamanho do apartamento
Me surpreenderia se fosse restaurado.
Recentemente fiz uma campanha pra arrecadar doações pro museu. Conseguimos perto de 300 reais. Oque me deixa triste que nem o estado, nem as elites, nem os próprios cidadãos comuns do país dão a mínima.

Nós merecemos onde estamos e os presidentes que temos.
=-=-=-=-=-=-=-=-=​


Revolta contra quem não age contra o que eu acho correto!

Procede a história de uma milionária brasileira que supostamente doou uma fortuna para a restauração de Notre Dame e não sentiu-se motivada a doar um centavo sequer para a reconstrução do nosso museu?
Houve uma milionária aqui q doou para a Notre Dame, podia ao menos ter doado um pouco ao museu do Rio. O problema crônico da corrupção e a incompetência (q tmb houve no incêndio na França, diga-se de passagem) em não reformar as instalações elétricas desmotivam maiores doações, mas a verdade é q a elite econômica daqui não tem tradição em investir em pesquisa, o fardo recai quase todo nos ombros do governo. Tem tmb, claro, a pouca importância no geral que a cultura tem pra sociedade.
Azar do Museu Nacional não ser tão famoso quanto Notre Dame e não gerar tanta comoção.
Doar pra Notre Dame = chic/revista caras
Daor pro Nacional = blazé/Meh

Abraço a todos.
=-=-=-=-=-=-=-=​

A verdade dolorosa!

Errado.
já doaram, mas o dinheiro não foi pro museu.

Aí não tem como.
Ng quer doar, pq não sabem pra onde vai o dinheiro.

Abçs.
Claro que não tem dinheiro, a verba sempre acaba virando super salários.

Para receber doações a primeira coisa que deveria ser feita é a desvinculação do museu com a universidade. A mesma já se mostrou incapaz de administrar esse patrimônio.

Na verdade isso já poderia ter sido feito, mas o pessoal da universidade não quis abrir mão da exclusividade na administração do museu, pois querem é roubar o dinheiro que vem para manter o museu.


Na ocasião eram U$80 milhões de dólares ou em reais hoje em dia mais de R$300 milhões...

O pior é ver gente defendendo a administração da universidade achando que a culpa é do governo, sendo que as universidades têm autonomia para administrar seu orçamento. E o orçamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro subiu muito nos anos anteriores ao incêndio, mas as verbas destinadas a manutenção diminuiu muito mais... Por exemplo em 2018, chegando a não gastar nenhum centavo para a manutenção do prédio. Em 2013, a universidade destinou R$ 284,1 mil para a manutenção do museu, R$ 163 mil em 2014 e 2015, e despencaram para meros R$ 5,1 mil em 2016. A situação não melhorou substancialmente em 2017, quando apenas R$ 26,4 mil foram gastos com a conservação do imóvel..

Enquanto isso a universidade usou em 2016 R$2,2 milhões de reais em uma rádio na universidade.

No mesmo período o orçamento da universidade passou de R$ 2,29 bilhões (2010) para R$ 3,95 bilhões em 2017.

O problema é que a universidade gasta 85% do orçamento com salários e aposentadorias, não sabe priorizar o resto, mas o pessoal ainda acha que não precisa de reforma da previdência...

Eu não tenho coragem de doar nem 1 real pra essa obra mesmo, pois o dinheiro vai ser roubado.

Enviado de meu Redmi Note 7 usando o Tapatalk
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=​

Os colegas que eu citei nos outros casos, não os citei pra fazer chacota.

A responsabilidade pelos museus está a cargo das universidades, que recebem os recursos para manutenção do museu, mas gerem eles conforme acham correto (shows milionários para alunos sim, reformar museu velho, não). Tanto que assim que o incêndio começou Bolsonaro virou o monstro, até descobrirem e soltarem que os reitores das universidades eram os responsáveis. Aí, o assunto de "achar culpados" sumiu.

Voltando ao assunto, adianta você doar para o museu (como tentaram fazer) se o reitor não garante que o dinheiro irá para o museu? Aliás, sabendo que o reitor vai usar o dinheiro para tudo, menos para o museu?

Eu não doarei um centavo, sou um ex professor de história. Era doido para retornar para o museu (que visitei antes de me formar) e levar a esposa junto. Não levei porque pouco tempo antes um colega - aqui mesmo do fórum - foi assaltado (junto com a família) em frente ao museu, porque não havia segurança lá!!!! E perguntei pra amigos que moram no Rio se era perigoso ir lá e todos os que perguntei, sem excessão, disseram que não era bom ir lá. Era loteria, poderia ir a nada acontecer, mas tbm poderia ser assaltado.

Então, entre doar para BR - sabendo que BR é amigo de uma corrupção - e doar pra França, não tem que pensar duas vezes.

=-=-=-=-=-=-=-=-=​

A revolta contra a verdade:

Sim, Museu recebeu essa oferta mas em troca eles teriam que abrir mão do museu ser gratuito para escolas, valor da entrada seria decidido por este grupo Klabin, eles teriam direito de exploração da imagem e das peças do Museu, a Universidade não poderia mais fazer pesquisa livremente do Museu e olha só que coisa linda todo lucro iria pra o grupo Klabin dessa empresária super bondosa que reformaria o Museu com dinheiro dos outros...

Literalmente uma empresária super santa e caridosa tentou COMPRAR o museu NACIONAL e uma universidade malvadona não quis deixar BUÁÁ

Só procura no Google "Klabin + gazeta do Povo" não tem UMA notícia publicada pela que não louva a 7 glórias o grupo Klabin (mesmo eles tendo + 700 mi de prejuízo em 2018) que curiosamente é de produtor de papel...
A resposta 2

Melhor seria, pelo menos não teria pego fogo, e o resto das informações? O aumento do orçamento da universidade e o corte drástico na verba de manutenção do museu? É culpa do governo?
Tem o dinheiro dos ingressos tb que sumiu, pq a entrada no museu não era gratuita.
E se a entrada não era gratuita, qualquer desculpa pra não privatizarem vai pelo ralo.
Como tb a probabilidade de pegar fogo seria drasticamente reduzida.
E mesmo se pegasse fogo, a cabeça dos responsáveis estaria numa bandeja no outro dia, e não ficaria nesse jogo de empurra completamente idiota e zero responsáveis punidos.
Ou seja, melhor NÃO ter museu, podendo utilizar a verba para outras coisas, podendo desaparecer com a bilheteria que deixar um grupo fazer um contrato, cuidar por 10, 15, 20 anos e devolver o museu intacto e reformado?

Não adianta ser de graça para estudantes, se os estudantes não vão porque é perigoso. Os não-estudantes não vão porque é perigoso. Ninguém vai e se justifica que não se investe no museu porque ninguém vai... A logica corruptocrática em sua total glória.[/b]
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.623
Reações
46.353
Pontos
553
Na verdade, vale bastante a pena ler os fatos:

"Por que a UFRJ recusou R$ 300 milhões para reforma do Museu Nacional

Confirmando o que eu havia dito antes, sabendo que dar dinheiro para a UFRJ "cuidar" do museu como estava cuidando era certeza de envio, fizeram uma proposta (bem boa, por sinal) de tirar deles (e de nosso governo corrupto) a gestão desse dinheiro e do museu - a preocupação deles era o museu, bem diferente de nossa Educação - e foi recusado.

"Ain, ficamos preocupados com as crianças que não poderiam ir de graça lá"

Uhum... Sempre há uma razão para ir contra os capitalistas opressores. Sempre.

Aliás, A Folha fez uma boa reportagem que repete a mesma coisa.
Ou seja, essa história de "Ai, coitadas das crianças!" pode até ser uma justificativa que deram, mas não quer dizer que fosse o melhor para o museu e para a história e cultura mundiais.

Universidade Recusou Reforma

Basicamente a história do Brasil: Melhor ninguém usar e acabar que outra pessoa usar.
 
Ultima Edição:
Topo