O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Por que você acredita, ou não, em Deus?

D L

Veterano
Mensagens
215
Reações
924
Pontos
103
Não me parece que a ciência está provando tudo que foi escrito pela bíblia, entendo que está acontecendo o oposto. A bíblia nos diz que o mundo surgiu em torno de 6 mil anos atrás, enquanto que a ciência nos diz que a Terra surgiu em torno de 4,5 bilhões de anos atrás.
Concordo contigo quando você diz que Deus está se tornando um comércio. Muitos ganham em cima disso, inclusive psicopatas (como no caso de João de Deus). Com a lógica estratégica e racional atualmente, muitos não tem mais tanto medo do sagrado, dizendo a palavra de Deus em vão com fins lucrativos. Mas, sei lá... ainda tenho minhas dúvidas. Anos atrás Deus foi utilizado para ganhos pessoais de todos os tipos, mas acho que naquela época os crentes realmente acreditavam muito que estavam realizando alguma coisa certa. Hoje parece que os crentes que praticam a manipulação psicológica e violência social, com o uso da palavra de Deus, têm consciência que estão fazendo algo errado porque sabem que a bíblia é passível de inúmeras interpretações.
Onde a Bíblia diz que a Terra surgiu há 6 mil anos?
Amigo, para de usar argumentos de ateus. Se quiser aprender sobre a Bíblia, leia a mesma. Ou vai continuar com essas suposições mentirosas de terceiros.
Em nenhuma passagem da Bíblia é dito isso.
 


-Drope-

Veterano
Mensagens
521
Reações
598
Pontos
108
O infinito é apenas a pulsão de morte do finito em paradoxal autorrelação, à semelhança de como a ausência é sentida como um excesso apenas pelo resultado de uma paralaxe - a pergunta ontológica clássica está equivocada: não é "por que existe algo ao invés do nada?" Mas sim "por que existe o nada ao invés de algo?". O que temos é o impossível que possibilita "algo" em sua própria autodiferenciação. O Absoluto está em guerra consigo próprio.
É como uma tentativa pela busca do gozo pleno que nunca chega. Uma fantasia de gozo infinito do próprio sujeito que projeta esse desejo na imagem de Deus. Só ver aqueles lokos que saem aí se explodindo em nome de Deus e acreditam que a destruição de seu organismo irá fazê-lo alcançar o prazer ilimitado (ir de encontro a Deus, ou algo assim).
 

Vaçago

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.028
Reações
26.697
Pontos
553
Não acredito no deus papai do céu, mas talvez no universo e na natureza como algo consciente (não exatamente da mesma forma que entendemos a consciência, talvez a consciência de algo tão grandioso seja impossível pra nossos pequenos cérebros conseguir imaginar). Como se nós fôssemos as bactérias vivendo dentro de algo vivo e infinitamente maior.
E também acho que este ser não estaria nem aí pra gente, assim como não ligamos se um microorganismo que vive em nosso corpo está passando por uma crise existencial.

Via Tapatalk
 

-Drope-

Veterano
Mensagens
521
Reações
598
Pontos
108
Onde a Bíblia diz que a Terra surgiu há 6 mil anos?
Amigo, para de usar argumentos de ateus. Se quiser aprender sobre a Bíblia, leia a mesma. Ou vai continuar com essas suposições mentirosas de terceiros.
Em nenhuma passagem da Bíblia é dito isso.
Logo no primeiro/segundo capítulo da Gênesis é dito que Deus criou o mundo em 6 dias e no 7º descansou. Daí pra frente, você vê uma geração em que cada descendente vive em torno de 800-900 anos. Fazendo os cálculos dessas gerações e dos 7 dias que levaram para Deus criar o mundo, você já tem aí em torno de 6, 7 ou 8 mil anos. Acho que me exaltei em falar que a Terra tem 6 mil anos, segundo a bíblia, mas isso foi uma interpretação que eu havia ouvido alguns teólogos da faculdade na qual consiste que esses anos enormes que aquelas pessoas viveram nos tempos mais remotos eram anos simbólicos (talvez até com erros de registros, podendo cada um deles terem vivido menos de 800/900 anos), e aí por isso daria 6 mil anos (contando os anos passados que foram registrados em outros livros da bíblia).

Não sou um estudioso da bíblia, mas já li Gênesis, Êxodo, Levítico e algumas passagens de Matheus.
 


-Drope-

Veterano
Mensagens
521
Reações
598
Pontos
108
Você cria esse tópico, com pompa de discussão séria. E agora me vem com esse tipo de deboche "Paulo era maluco derp".
E já está politizando o tópico destilando seus sentimentos políticos sobre o Bolsonaro.
Ridículo.
Todas as relações são disputas de poder e portanto todas as relações terão discussões políticas envolvidas, na própria crença em Deus ou não há cunho ideológico político.

E não é deboche, desculpe se pareceu arrogância. Mas apenas uma visão psiquiátrica que eu quis colocar no tópico para pôr mais "lenha na fogueira" e assim gerar mais discussões. Fico feliz que deu certo.
 

D L

Veterano
Mensagens
215
Reações
924
Pontos
103
Logo no primeiro/segundo capítulo da Gênesis é dito que Deus criou o mundo em 6 dias e no 7º descansou. Daí pra frente, você vê uma geração em que cada descendente vive em torno de 800-900 anos. Fazendo os cálculos dessas gerações e dos 7 dias que levaram para Deus criar o mundo, você já tem aí em torno de 6, 7 ou 8 mil anos. Acho que me exaltei em falar que a Terra tem 6 mil anos, segundo a bíblia, mas isso foi uma interpretação que eu havia ouvido alguns teólogos da faculdade na qual consiste que esses anos enormes que aquelas pessoas viveram nos tempos mais remotos eram anos simbólicos (talvez até com erros de registros, podendo cada um deles terem vivido menos de 800/900 anos), e aí por isso daria 6 mil anos (contando os anos passados que foram registrados em outros livros da bíblia).

Não sou um estudioso da bíblia, mas já li Gênesis, Êxodo, Levítico e algumas passagens de Matheus.
Entendo, mas é um equívoco afirmar que a Bíblia diz isso. A criação de Genesis é um simbolismo.
 

DanielMF

Veterano
Mensagens
852
Reações
643
Pontos
118
Deus onipotente eu descarto. Não vejo sentido um Deus onipotente permitir tanto sofrimento e desgraça pelo mundo simplesmente em nome do suposto livre-arbitrio.

Agora, se tirar a onipotência aí eu admito que tem muito sentido a existência. Se podemos chamar de "Deus" sem a onipotência é uma outra questão, mas considerando que podemos, então eu acredito nesse Deus onipresente e onisciente. Se existe vida, seres humanos inteligentes, para mim é porque existe algo que conduziu a isso, em vez de enormes coincidências e variáveis do universo que se fossem minimamente diferentes, nada disso existiria.

Existem aqueles que acreditam que é tudo acaso, e aqueles que acreditam que há algum sentido maior para tudo o que existe. Claro que existem várias crenças diferentes sobre esse "sentido", eu não tenho nenhuma definida.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
6.045
Reações
7.713
Pontos
353
É como uma tentativa pela busca do gozo pleno que nunca chega. Uma fantasia de gozo infinito do próprio sujeito que projeta esse desejo na imagem de Deus. Só ver aqueles lokos que saem aí se explodindo em nome de Deus e acreditam que a destruição de seu organismo irá fazê-lo alcançar o prazer ilimitado (ir de encontro a Deus, ou algo assim).
Sim, é bem por aí. E a própria tentativa de alcançar o gozo consigo cria o (difuso e abstrato) horizonte de felicidade do que supostamente deveremos alcançar. Inclusive, eu gostei do fato de que você reagiu com uma gargalhada ao meu post: de fato é uma patética piada. Quando pensamos na bizarra estrutura lógica do mundo, pegamos Deus com as suas constrangedoras calças abaixadas.

Não é à toa que o processo dialético é uma constante piada, com as suas constantes reversões paradoxais, onde nada é aquilo que aparenta ser, e também não é à toa que, segundo Kierkegaard, o cristianismo é a religião da comicidade. Tudo é essencialmente tragicômico na existência. Tudo é ao mesmo tempo impossível e irrenunciável. Infinitamente impossível e possibilitado.
 

DanielMF

Veterano
Mensagens
852
Reações
643
Pontos
118
Não acredito pq essa coisa de Deus é ideia pré medieval usada pra justificar uma dada ordem social.
Mesmo que Deus exista na cabeça das pessoas como uma "ideia", uma necessidade pessoal ou uma construção social, isso não quer dizer muita coisa.

Pois essa lógica vale para tudo. O ser humano cria uma ideia até sobre si mesmo e chama isso de "Eu". Esse "Eu" tem que ser de um jeito que satisfaça suas próprias necessidades, tem que construir uma ordem social a partir de algumas ideias em comum.

Isso significa que não existe um "Eu"? Não, mas esse "Eu" pode não ser exatamente como acreditamos que seja. Tanto é que autoconhecimento muitas vezes significa se livrar da ideia que temos sobre nós mesmos, e passar a conhecer como realmente somos, sem as idealizações.

Se Deus existe, as pessoas que acreditam nele não o conhecem de verdade. Conhecem apenas a "ideia de Deus" que possuem. De uma forma ou de outra, sempre vai existir a idealização, mas isso não é evidência de nada.

De modo que nunca se criou e destruiu nada DO ZERO, a criação é fruto de uma destruição que a precedeu.
Isso é um paradoxo.

A suposta destruição serve para explicar o que se criou posteriormente. Mas isso é apenas transferir o problema para mais longe do nosso alcance. Pois o que criou aquilo que foi destruído para criar outra coisa? Outra destruição? Nessa lógica, o tempo segue infinitamente em direção ao passado e isso não pode acontecer.

Se o tempo for infinito em direção ao passado, nunca teríamos chegado nesse momento em que estamos. Pois para chegar até esse momento, teria que se ter percorrido um tempo infinito. Entendeu o paradoxo?

Por isso eu gosto da teoria do Big Bang que diz que tudo, inclusive o tempo, foi criado a partir da singularidade. Existem diversas teorias ai querendo explicar o que causou a singularidade, mas para mim isso é transferir o problema para mais além do nosso alcance. Podem acabar explicando o nosso universo, mas qual a explicação para o surgimento daquilo que causou a singularidade? Aí é impossível de responder, e vão responder criando outra coisa que "causou" isso?

Esse é o problema da dualidade de pensamento "causa-efeito". A origem de tudo o que existe não pode ter nenhuma causa material sem cair em paradoxo.
 

Ero_Seenin

Spaaaaaace Geek
Mensagens
21.233
Reações
17.460
Pontos
734
Ó preguiça disso.

Até considero que provavelmente deve existir algum princípio por trás da existência do universo, mas duvido que seja qualquer coisa parecida com o personagem bíblico ou de outras religiões. O motivo de achar que deve existir está relacionado a certos aspectos da realidade física que parecem implicar algum tipo de propósito direcionado. Não existem provas disso, é apenas uma "suspeita", mas enfim, a alternativa (naturalismo, tudo tem uma causa natural, mesmo que não saibamos qual é ainda) também é apenas uma hipótese filosófica.

Porém mesmo que exista, isso não resolver em nada os questionamentos filosóficos sobre a razão da existência. Apenas transfere o problema para outro "nível". Você considera que o princípio do universo seria causado por este ser, mas não sabe explicar porque este ser existe também. Dá na mesma. Não resolver o problema, mesmo que a realidade do universo possa sugerir que ele exista.
 

Giant Enemy Crab

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.699
Reações
48.905
Pontos
553
o apóstolo Paulo era um fariseu ( parecido com um servidor publico ganhando bem ) , era um aluno de gamalieu ( um dos maiores autoridades judaicas da época respeitado por todos os judeus) tinha dinheiro , tinha simpatia de grande autoridade ( sumo sarcedote ) e rejeitou tudo isso para ser perseguido , apanhar . ser açoitado e passou fome , tudo isso para pregar jesus cristo crucificado, morto e ressucitado , e isso era visto como escândalo para os proprios judeus e loucura para os gentios , ou seja se fosse invenção dele qual a lógica dele inventar algo para ganhar ( o que ele já tinha ) se isso não tem sentido para as pessoas da epoca dele ?

alem disso ele perseguiu os seguidores cristos e acabou virando um dos perseguidos ,
Assim como muita ladainha de pastor atual.


Mas você sabia que o novo testamento quem escreveu boa parte deles não foram os próprios discípulos originais? Existindo uma janela de até 1 século entre os acontecimentos e a escrita?

Se hoje em dia quando tudo é registrado pela imprensa, o povo ainda consegue distorcer fatos nem tão antigos, imagina na época dos "disse me disse".
Adicionar informações aleatórias sobre seria tão fácil.


Tudo que está escrito na Bíblia teve varios séculos de possibilidades de retcom.
Se ler ela de ponta a ponta vai notar que ela mesma se diverge dentro de si.
Sinceramente não tenho nada contra a pessoa acreditar nela. Mas "quem tem tendências a não ser cristão, o primeiro passo pra deixar de se-lo é ler a bíblia de ponta a ponta".

No fim admiro quem tem tendências religiosas, acho que a vida deve ficar bem mais fácil.
 
Ultima Edição:

kapiel10

Bam-bam-bam
Mensagens
5.531
Reações
3.132
Pontos
354
[
Assim como muita ladainha de pastor atual.


Mas você sabia que o novo testamento quem escreveu boa parte deles não foram os próprios discípulos originais? Existindo uma janela de até 1 século entre os acontecimentos e a escrita?

Se hoje em dia quando tudo é registrado pela imprensa, o povo ainda consegue distorcer fatos nem tão antigos, imagina na época dos "disse me disse".
Adicionar informações aleatórias sobre seria tão fácil.


Tudo que está escrito na Bíblia teve varios séculos de possibilidades de retcom.
Se ler ela de ponta a ponta vai notar que ela mesma se diverge dentro de si.
Sinceramente não tenho nada contra a pessoa acreditar nela. Mas "quem tem tendências a não ser cristão, o primeiro passo pra deixar de se-lo é ler a bíblia de ponta a ponta".

No fim admiro quem tem tendências religiosas, acho que a vida deve ficar bem mais fácil.
os livros de paulo foram escritos pelo punho do mesmo (quando ele esta preso) e distribuido as igrejas , inclusive outros livros também como atos , lucas e etc . Vc esta confundindo ACHADOS ARQUEÓLOGICOS com datação do primeiro e segundo século com a data do "de quando surgiu o primeiro livro"

Os Manuscritos do Mar Morto provam que sua ideia de adulteração estão errado , esse achado tem a datação de 2000 anos e possui quase toda o antigo testamento e bate com o que temos hoje

aqui um site arqueologico falando um pouco mais
https://www.chamada.com.br/mensagens/manuscritos_mar_morto.html
http://novotempo.com/evidencias/2011/04/01/a-arqueologia-e-a-biblia/
 
Ultima Edição:

D L

Veterano
Mensagens
215
Reações
924
Pontos
103
Deus onipotente eu descarto. Não vejo sentido um Deus onipotente permitir tanto sofrimento e desgraça pelo mundo simplesmente em nome do suposto livre-arbitrio.

Agora, se tirar a onipotência aí eu admito que tem muito sentido a existência. Se podemos chamar de "Deus" sem a onipotência é uma outra questão, mas considerando que podemos, então eu acredito nesse Deus onipresente e onisciente. Se existe vida, seres humanos inteligentes, para mim é porque existe algo que conduziu a isso, em vez de enormes coincidências e variáveis do universo que se fossem minimamente diferentes, nada disso existiria.

Existem aqueles que acreditam que é tudo acaso, e aqueles que acreditam que há algum sentido maior para tudo o que existe. Claro que existem várias crenças diferentes sobre esse "sentido", eu não tenho nenhuma definida.
Claro que faz sentido. Deus não é um tirano que impõe suas vontades. Ele quis criar seres livres.
Inclusive para o rejeitarem. E a causa de todo mal e sofrimento é a ausência de Deus.
E, logicamente, só um ser onipotente poderia ter criado o universo.
 

-Drope-

Veterano
Mensagens
521
Reações
598
Pontos
108
Ó preguiça disso.

Até considero que provavelmente deve existir algum princípio por trás da existência do universo, mas duvido que seja qualquer coisa parecida com o personagem bíblico ou de outras religiões. O motivo de achar que deve existir está relacionado a certos aspectos da realidade física que parecem implicar algum tipo de propósito direcionado. Não existem provas disso, é apenas uma "suspeita", mas enfim, a alternativa (naturalismo, tudo tem uma causa natural, mesmo que não saibamos qual é ainda) também é apenas uma hipótese filosófica.

Porém mesmo que exista, isso não resolver em nada os questionamentos filosóficos sobre a razão da existência. Apenas transfere o problema para outro "nível". Você considera que o princípio do universo seria causado por este ser, mas não sabe explicar porque este ser existe também. Dá na mesma. Não resolver o problema, mesmo que a realidade do universo possa sugerir que ele exista.
Argumento bem lógico e claro.

Tanto que é impossível chegar a um consenso em discussões teológicas. A resposta geralmente será tudo, ou nada. Os argumentos nao chegarão a um consenso sobre a existencia de um Deus ou não.
 

D L

Veterano
Mensagens
215
Reações
924
Pontos
103
Ó preguiça disso.

Até considero que provavelmente deve existir algum princípio por trás da existência do universo, mas duvido que seja qualquer coisa parecida com o personagem bíblico ou de outras religiões. O motivo de achar que deve existir está relacionado a certos aspectos da realidade física que parecem implicar algum tipo de propósito direcionado. Não existem provas disso, é apenas uma "suspeita", mas enfim, a alternativa (naturalismo, tudo tem uma causa natural, mesmo que não saibamos qual é ainda) também é apenas uma hipótese filosófica.

Porém mesmo que exista, isso não resolver em nada os questionamentos filosóficos sobre a razão da existência. Apenas transfere o problema para outro "nível". Você considera que o princípio do universo seria causado por este ser, mas não sabe explicar porque este ser existe também. Dá na mesma. Não resolver o problema, mesmo que a realidade do universo possa sugerir que ele exista.
Óbvio. Não há como racionalizar o ilimitável numa mente limitada.

 

-Drope-

Veterano
Mensagens
521
Reações
598
Pontos
108
Muito pelo contrário, é muito mais fácil viver como um ateu.
Acho que não. Me parece que um ateu encontra maior dificuldade de encontrar um sentido na vida, levando a uma maior vulnerabilidade de se tornar melancólico.

Se você quer dizer que seria mais fácil, no sentido de o ateu sofrer menos por não sentir culpa (já pecado não existe pra um ateu), acho que não seria facil não. Hoje em dia em um mundo que parece que você está sendo monitorado por hackers, polícia, sites de marketing, etc, até um ateu sentiria culpa e medo ao perceber que, sei lá, o FBI está te espionando.
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.318
Reações
7.565
Pontos
459
Onde a Bíblia diz que a Terra surgiu há 6 mil anos?
Amigo, para de usar argumentos de ateus. Se quiser aprender sobre a Bíblia, leia a mesma. Ou vai continuar com essas suposições mentirosas de terceiros.
Em nenhuma passagem da Bíblia é dito isso.
Isso não é "argumento de ateu". Terra jovem é uma linha teológica aceita por uma quantidade enorme de cristãos. Vai de como o pessoal entende a literalidade do Genesis. É uma das linhas mais comuns dos que se declaram fixistas.

O William Craig tem uma explicação sobre o assunto que mostra bem essa divisão entre o mito da criação como hipótese hermenêutica x científica. Mas muita gente prefere negar a visão científica e adotar a versão literal. No fórum aqui mesmo tem/tinha vários fixistas de erra jovem.

A argumentação do William Craig:

[...]
I find it crucial to distinguish between Young Earth Creationism (YEC) as a hermeneutical hypothesis and as a scientific hypothesis. The hermeneutical hypothesis concerns the correct interpretation of the early chapters of Genesis. Do these passages affirm, either explicitly or implicitly, that the universe was created in the recent past (say, 10,000-20,000 years ago)? The scientific hypothesis concerns the empirical adequacy of the view that the universe is so young. Is the scientific evidence plausibly explained by the hypothesis that the universe originated only 10,000-20,000 years ago?


Now I have long ago taken a stand on YEC as a scientific hypothesis. My defense of the kalām cosmological argument on the basis of Big Bang cosmology presupposes that the universe is more than 13 billion years old. Indeed, I think that YEC as a scientific hypothesis is quite hopeless.


But YEC as a hermeneutical hypothesis is quite another matter. I want to approach the text with an open mind, despite the terrifying prospect that YEC might actually be correct as a hermeneutical hypothesis. In that case, we would face some very hard choices. Given YEC’s failure as a scientific hypothesis, we should have to conclude that the Bible teaches scientific error and therefore revise our doctrine of inspiration to accommodate this fact. That is a route one would prefer not to take.


So I’m very interested in exploring the suggestion of some commentators that the primaeval history of Genesis 1-11 is mytho-historical, a sort of fusion of history and mythology that should not be interpreted literally.
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.435
Reações
18.666
Pontos
303
Não adianta discutir a existência de Deus usando a Bíblia, que é um livro escrito por seres humanos e segue o entendimento limitado e temporal deles. Criticar os atos relatados e a forma que está escrito ali é uma atitude anacrônica e inviabiliza qualquer discussão.

Isso não significa, entretanto, que o Livro deixe de ter um significado espiritual com a nossa sociedade. Por pior e mais difícil que seja a sua leitura, a verdade está lá, na maioria das vezes mais nas entrelinhas do que no que é relatado diretamente.

Deus é muito maior que a Bíblia. O mesmo Deus está presente em muitas outras religiões. Se é para discutir sua existência, não há como colocar a Bíblia em discussão. Vocês, no máximo, estarão colocando o cristianismo em cheque, mas não a existência de Deus.
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.318
Reações
7.565
Pontos
459
Muito pelo contrário, é muito mais fácil viver como um ateu.
Não posso falar por ninguém além de mim mesmo, mas deixar de acreditar foi uma das coisas mais difíceis da minha vida. Como disse eu adoraria poder acreditar em algo objetivo, transcendental de onde emana todas as respostas e propósitos.

Antes eu tinha minhas respostas respondidas de maneira objetivas pela Bíblia e a noção de ter sido criado com um propósito e com uma série de objetivos e deveres objetivos estabelecidos. Com a promessa de, seguindo os caminhos objetivos na vida, viveria para sempre ao lado de um ser transcendental de bondade e justiça.

Agora eu acho que eu tenho uns 60~80 anos, no melhor dos casos, pra viver sem nenhuma objetividade, sem nenhuma promessa, em um universo que está pouco se fodendo para mim , que mal posso dizer que eu sou eu mesmo porque quantitativamente falando eu sou mais bactéria que homem e que a qualquer momento podemos ser exterminados por algo completamente fora do nosso controle.

E porque eu preferiria acreditar nisso se me sentia melhor antes? Porque não se trata de preferir e escolher, se trata de honestidade comigo mesmo.
 

Pipoca Verde

Bam-bam-bam
Mensagens
4.630
Reações
8.636
Pontos
303
Eu já passei por muita situação ruim na vida. Eu sempre costumo orar e pedir respostas, e sempre sou atendido. Não era pra eu estar digitando agora. Em 2012 eu fiquei muito doente, coisa pesada, mas agora estou bem. Eu acredito que seja algo pessoal. As minhas experiências de vida me ajudaram nessa crença. Respeito quem não acredita. Eu sempre quis respostas. Já fui ateu por um tempo, mas quando a coisa ficou feia, mudei de ideia. :klol
 

DanielMF

Veterano
Mensagens
852
Reações
643
Pontos
118
Claro que faz sentido. Deus não é um tirano que impõe suas vontades. Ele quis criar seres livres.
Inclusive para o rejeitarem. E a causa de todo mal e sofrimento é a ausência de Deus.
E, logicamente, só um ser onipotente poderia ter criado o universo.
Não acho que seja assim.

Crianças passam fome, sofrem, são abusadas inclusive sexualmente, morrem em decorrência de cada uma dessas coisas ou de outras, enquanto outras crianças crescem envolta de amor e acolhimento.

Nada disso sendo fruto das escolhas das crianças, ou da ausência da crença em Deus por parte delas.
 

D L

Veterano
Mensagens
215
Reações
924
Pontos
103
Não posso falar por ninguém além de mim mesmo, mas deixar de acreditar foi uma das coisas mais difíceis da minha vida. Como disse eu adoraria poder acreditar em algo objetivo, transcendental de onde emana todas as respostas e propósitos.

Antes eu tinha minhas respostas respondidas de maneira objetivas pela Bíblia e a noção de ter sido criado com um propósito e com uma série de objetivos e deveres objetivos estabelecidos. Com a promessa de, seguindo os caminhos objetivos na vida, viveria para sempre ao lado de um ser transcendental de bondade e justiça.

Agora eu acho que eu tenho uns 60~80 anos, no melhor dos casos, pra viver sem nenhuma objetividade, sem nenhuma promessa, em um universo que está pouco se fodendo para mim , que mal posso dizer que eu sou eu mesmo porque quantitativamente falando eu sou mais bactéria que homem e que a qualquer momento podemos ser exterminados por algo completamente fora do nosso controle.

E porque eu preferiria acreditar nisso se me sentia melhor antes? Porque não se trata de preferir e escolher, se trata de honestidade comigo mesmo.
Para mim a Bíblia não responde nada objetivamente. Até o conceito de Deus, é alegorizado na figura de um Pai. Porque nossa mente não consegue nem começar a compreender o que é esse Deus. É limitada a uma comparação simplória, para caber na mente humana.
Não há respostas na Bíblia. É apenas mostrado um caminho. As respostas estarão do outro lado desse caminho. Que não cabe a nós entendermos com nossa mente finita. Por isso ficar angustiado nessa filosofia é a mesma coisa que tentar explicar o que é cor a um cego de nascença.
Paulo diz que é impossível explicar o que há além. Nada que vem de lá pode ser racionalizado por nós. Por isso no fim tudo se resume a fé, e a fé é descrita como um dom na Bíblia, dada por Deus. Porque nem isso seríamos capazes de alcançar com nossa limitação humana.


Para mim é muito mais cômodo um mundo onde nada importa, absolutamente nada no fim faz diferença. Tudo é vão. Até o seu incômodo é vão e a tôa. Esse tempo de 60~80 anos, poderia ser 1 milhão de anos. Só sua ensiedade se importa. É o mesmo sopro 1 ano ou 1 bilhão de anos. Ao acabar em nada.

Viver com a responsabilidade consciente de que tudo que você faz nessa vida ecoará para a eternidade tem peso.
 
Ultima Edição:

trevz

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.342
Reações
17.906
Pontos
609
Deus existe e ele nos salvou com as esferas do dragao

Aliás se deus existisse já era pra alguém ter feito stories ou postado uma selfie no Facebook

até hoje não vi nenhum
 
Ultima Edição:

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.435
Reações
18.666
Pontos
303
Não acho que seja assim.

Crianças passam fome, sofrem, são abusadas inclusive sexualmente, morrem em decorrência de cada uma dessas coisas ou de outras, enquanto outras crianças crescem envolta de amor e acolhimento.

Nada disso sendo fruto das escolhas das crianças, ou da ausência da crença em Deus por parte delas.
Você jamais entenderá as razões e decisões de Deus. Existe um propósito para cada provação que cada ser humano passa. Todos nós temos uma missão na terra, onde temos que lidar com o sofrimento e a miséria o tempo todo. O paraíso é após a morte, e não durante a vida.
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.318
Reações
7.565
Pontos
459
Para mim a Bíblia não responde nada objetivamente. Até o conceito de Deus, é alegorizado na figura de um Pai. Porque nossa mente não consegue nem começar a compreender o que é esse Deus. É limitada a uma comparação simplória, para caber na mente humana.
Não há respostas na Bíblia. É apenas mostrado um caminho. As respostas estarão do outro lado desse caminho. Que não cabe a nós entendermos com nossa mente finita. Por isso ficar angustiado nessa filosofia é a mesma coisa que tentar explicar o que é cor a um cego de nascença.
Paulo diz que é impossível explicar o que há além. Nada que vem de lá pode ser racionalizado por nós. Por isso no fim tudo se resume a fé, e a fé é descrita como um dom na Bíblia, dada por Deus. Porque nem isso seríamos capazes de alcançar com nossa limitação humana.
Quando o livro te dá um caminho a se seguir, explicitamente te ordena certas coisas, te diz que existe um ser transcendental que criou tudo e que ele é tudo e que existe uma eternidade no fim da vida, eu diria que é já é uma bela de uma resposta. Só o fato de você estar usando o que Paulo fala sobre a fé já é uma resposta sobre algo.

Isso claro, assumindo crença total no livro.

Para mim é muito mais cômodo um mundo onde nada importa, absolutamente nada no fim faz diferença. Tudo é vão. Até o seu incômodo é vão e a tôa. Esse tempo de 60~80 anos, poderia ser 1 milhão de anos. Só sua ensiedade se importa. É o mesmo sopro 1 ano ou 1 bilhão de anos. Ao acabar em nada.

Viver com a responsabilidade consciente de que tudo que você faz nessa vida ecoará para a eternidade tem peso.
Então temos opiniões bem contrastantes a respeito de comodidade e sobre não fazer diferença.

Pra mim sempre foi muito mais reconfortante saber que eu tinha um peso pré-estabelecido e bem definido pra carregar, pra mim isso gerava propósito.
 

D L

Veterano
Mensagens
215
Reações
924
Pontos
103
Não acho que seja assim.

Crianças passam fome, sofrem, são abusadas inclusive sexualmente, morrem em decorrência de cada uma dessas coisas ou de outras, enquanto outras crianças crescem envolta de amor e acolhimento.

Nada disso sendo fruto das escolhas das crianças, ou da ausência da crença em Deus por parte delas.
Inocentes pagam pela escolha e erros de outrem. Se uma mãe fuma durante a gravidez e um bebê nasce doente em decorrência disso, ele está pagando pelo erro alheio, da mãe. É assim, para o mal ou para o bem. Só há bondade nesse mundo, porque a luz de Deus ainda nos alcança. E não sabemos o que é a total ausência dele.

Muitas pessoas que relatam ter sentido a presença ou visto demônios, costumam dizer que nunca sentiram nada assim antes, sendo a coisa mais aterrorizante já sentido. Descrevem como algo completamente malígno, odioso e negativo. E acredito que em essência é ainda muito pior. Isso é apenas a fumaça da natureza deles.
Demônios são assim porque estão completamente ausentes da luz proveniente de Deus. Que é a própria luz.
 
Ultima Edição:

diegoshark

Veterano
Mensagens
219
Reações
419
Pontos
104
Eu não acredito pelo simples fato de que as pessoas não acreditam no Punabilafito.
 

Giant Enemy Crab

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.699
Reações
48.905
Pontos
553
[


os livros de paulo foram escritos pelo punho do mesmo (quando ele esta preso) e distribuido as igrejas , inclusive outros livros também como atos , lucas e etc . Vc esta confundindo ACHADOS ARQUEÓLOGICOS com datação do primeiro e segundo século com a data do "de quando surgiu o primeiro livro"

Os Manuscritos do Mar Morto provam que sua ideia de adulteração estão errado , esse achado tem a datação de 2000 anos e possui quase toda o antigo testamento e bate com o que temos hoje

aqui um site arqueologico falando um pouco mais
https://www.chamada.com.br/mensagens/manuscritos_mar_morto.html
http://novotempo.com/evidencias/2011/04/01/a-arqueologia-e-a-biblia/
Antigo testamento foi escrito séculos antes de Jesus.


O Paulo escritor não teve contatos direto com Cristo.

Os demais não existe quase nenhum "original de apóstolo"(não tô lembrando de nenhum, a maioria que surge acaba sendo datado de mais ser recente).

Pelos primeiros séculos os evangelhos eram passados oralmente ou copiados a mão por membros de adivinha daonde? Igreja.

No fim, a única prova que se tem que não foi adulterado é a fé que Deus não permitiria. Já teve evangélico que falou isso para mim, quando eu perguntei o que garantiria que a bíblia de hoje é a mesma, sendo que passou pelo menos 13 séculos monopolizada por uma entidade evidentemente gananciosa e corrupta.
A única prova que se tem que foi é que ser humano é ser humano. E a famigerada brincadeira do "telefone sem fio", mas nesse caso, com decadas para zuar ainda mais o barraco das histórias originais.
 
Ultima Edição:

Giant Enemy Crab

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.699
Reações
48.905
Pontos
553
Muito pelo contrário, é muito mais fácil viver como um ateu.
Talvez.

Eu sempre busquei conhecimento religioso (não apenas cristão). O mais comum de se encontrar em cultos/reuniões religiosas eram pessoas com esperança que haveria alguma espécie de milagre pra ajuda-las. Deve ter um peso das costas.

Ter alguém pra jogar a culpa das próprias mazelas deve ser bem reconfortante. :klolz



Mas acho que vai de cada um, no fim.
Vivo em um país de maioria atéia/sem divindades.
Povo aqui não liga.
 
Ultima Edição:

Grave Uypo

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.309
Reações
19.850
Pontos
553
Não acredito por que não tem evidencia alguma disso, e por que violaria basicamente todas as leis da física, que existem, e diferente de poderes misticos do além, são verificáveis e mensuráveis com infinita replicabilidade. deus e coelhinho da pascoa são literalmente a mesma coisa. acredita quem quer, e muitas vezes é mais feliz por isso. Mas independente da quantidade de crentes, a realidade nunca vai mudar pra acomodá-los. Deus é só coelhinho da pascoa para adultos.

Religião se for usada de forma correta é uma boa ferramenta. Bussola de códigos morais para pessoas que não tem capacidade de ter os próprios. O problema são as igrejas que dão uma de mega sena e começam a cobrar imposto sobre a esperança ou salvação.

enfim: sou ateu, não sou contra religião, e sou contra igrejas.
 
Ultima Edição:
Topo