O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Qual foi o ultimo jogo retro que vc terminou???



Leira

Bam-bam-bam
Mensagens
1.809
Reações
1.105
Pontos
234
Último foi esse aqui
Visualizar anexo 200174

Na finaleira abusei de save state, não lembrava que esse game causava tanto rage, mas foi legal revisitá-lo!


A jogatina começa depois dos 4:30 mais ou menos.
Lembro que esse jogo é difícil mesmo, mais do que Quackshot e os jogos do Mickey. Ainda não tive paciência para jogar até o fim, mas está na minha lista do "Quem sabe um dia".
 

geek_tche

Habitué da casa
Mensagens
281
Reações
771
Pontos
93
Lembro que esse jogo é difícil mesmo, mais do que Quackshot e os jogos do Mickey. Ainda não tive paciência para jogar até o fim, mas está na minha lista do "Quem sabe um dia".
Ele tem várias daquelas partes meio cilada, do tipo "o pulo é longo, dá no limite, e tem um bichinho esperando na ponta da plataforma onde tu vai pousar". Claramente feito pra irritar o jogador kkkkk mas gosto do game assim mesmo!
 

NEOMATRIX

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.933
Reações
42.850
Pontos
909
O jogo que me introduziu ao mundo dos rally's, joguei boa parte dele e formatei o pc sem fazer backup do save, mas considero terminado por que deu pra matar saudades

Eu amava esse jogo. Mesmo com toda a dificuldade e limitações dele


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 


Grandpa

Mestre Jedi
Mensagens
5.587
Reações
2.428
Pontos
434
Army Men Advance (GBA)



É um jogo curtinho, mas achei as missões divertidas. Ao final de cada fase você recebe uma senha. Se morrer é só entrar com a senha daquela fase que você recomeça dali.

O jogo não é difícil, com exceção da última fase, onde morri várias vezes até conseguir matar o chefão. Depois de terminado não há praticamente nenhum incentivo para você jogar de novo, a não ser que queira aumentar a dificuldade ou trocar de personagem (tem 2 para escolher).
 

Wein

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.160
Reações
16.397
Pontos
739
Comprei uma Super Scope do SNES (até fiz um relato aqui) e comecei a jogar alguns jogos, deles terminei o Yoshi Safari.

O jogo é um gallery shooter com movimentação automática bem legal, a precisão da scope é excelente também, são 12 fases no total e no final de cada uma tem um boss que geralmente são os filhos do Bowser do SMW, é legal que cada boss usa um mecha diferente pra te enfrentar, bem estranho aparecer um monte de robô num jogo do Mario lol

Os inimigos são os que se espera de um Mario, Koopa Tropa, Goomba, Hammer Bros e etc, é basicamente sair atirando em tudo que se move, como o jogo é Mario então tem um botão de pulo que você precisa usar pra não cair em buracos e etc, só pra dar uma variada na jogabilidade.

Os gráficos são bem coloridos e agradváveis, tem umas partes clássicas de rotação de tela de Mode 7 e tals, o unico ponto negativo é a trilha sonora que achei irritante, no mais é bem bacana o jogo.







200624

200625
 

BAKADESU

Bam-bam-bam
Mensagens
2.282
Reações
2.757
Pontos
303
Visualizar anexo 200131
Terminei o primeirão com o meu amigo o user @BAKADESU aqui em casa, que dia divertido porra....

Outro joguinho terminado e ainda testando o Redmi Note 10 :Bloody Roar - Primal Fury
Visualizar anexo 200142
Divertidíssimo, e rodando "aceitável" pra um smartphone com o snapdragon 678 como SOC.
Visualizar anexo 200144
Visualizar anexo 200143
Terminei o jogo com Yugo e senti pouquíssima diferença das versões de PS2.
Inclusive graficamente.
Então é um bom jogo exclusivo pra o Game Cube.

Tmj Zubatero... quero jogar gears contigo só me enrola! kk
 

BAKADESU

Bam-bam-bam
Mensagens
2.282
Reações
2.757
Pontos
303
Visualizar anexo 200131
Terminei o primeirão com o meu amigo o user @BAKADESU aqui em casa, que dia divertido porra....

Outro joguinho terminado e ainda testando o Redmi Note 10 :Bloody Roar - Primal Fury
Visualizar anexo 200142
Divertidíssimo, e rodando "aceitável" pra um smartphone com o snapdragon 678 como SOC.
Visualizar anexo 200144
Visualizar anexo 200143
Terminei o jogo com Yugo e senti pouquíssima diferença das versões de PS2.
Inclusive graficamente.
Então é um bom jogo exclusivo pra o Game Cube.

Tmj Zubatero... quero jogar gears contigo só me enrola! kk
Vou levar amanhã o HD pra você assim a gente joga junto meu chuchu.:kpaixao
Leva porr a nenhuma só me enrola hahahah
 

Jazz!

Veterano
Mensagens
667
Reações
313
Pontos
124
Xenogears

Final do mês passado terminei pela segunda vez (a primeira no lançamento). E digo amigos, que jogo maravilhoso. Pra mim o jogo foi um meio pra contar uma história única e marcante que eu ainda tento assimilar.
Recomendo muito pra quem é fã do jogo a ler perfect works, o ótimo podcast retrograde amnesia que discute cena por cena do jogo todo, e outro podcast. O resonant Arc que tá muito bom também compartilhando muita informação.

Apesar de algumas falhas esse jogo é de fato o mais importante pra mim e abriu muito minha cabeça na época.
 

Master_Mutaito

Supra-sumo
Mensagens
962
Reações
1.987
Pontos
168
Hoje estive jogando Soulcalibur do Dreamcast. Acho que a resolução nativa desse videogame era 480p. Mas aumentando a resolução interna pelo emulador (flycast), gráficos 3D ficam bem aceitáveis. Nem parece de 2 décadas atrás.



Quem me dera se existisse sistema de troféus na época, eu basicamente platinei esse jogo maravilhoso, bom até hoje, impressionante.
 

Wein

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.160
Reações
16.397
Pontos
739
Continunando minha saga do Super Scope, terminei Battle Clash e caramba fiquei surpreso, baita jogo foda, ao invés de ser um estilo mais on rails ele é 1x1, como se fosse um jogo de luta, só que com a Super Scope.

Cada boss tem um design diferente, com estilos de luta e pontos fracos diferentes, o design dos inimigos é excelente e variado, em alguns momentos lembra bastante Punch-out.

Nas "lutas" você tem dois tipos diferentes de tiro, um tiro rápido tipo metralhadadora que da pouquissimo dano mas é útil pra interceptar os tiros inimigos e um tiro carregado que da um dano alto porém leva um tempo pra carregar e nesse período você fica mais vulnerável.

Os gráficos são muito bonitos, boa trilha sonora, excelente precisão da mira, no geral é um jogo bem feito demais, pena que ficou limitado a bazooka, fiquei até surpreso nos créditos pois quem produziu o jogo foi o Gunpei Yokoi, bem legal.





 

Kaiketsu_Zubat

Bam-bam-bam
Mensagens
6.956
Reações
18.039
Pontos
353
Continunando minha saga do Super Scope, terminei Battle Clash e caramba fiquei surpreso, baita jogo foda, ao invés de ser um estilo mais on rails ele é 1x1, como se fosse um jogo de luta, só que com a Super Scope.

Cada boss tem um design diferente, com estilos de luta e pontos fracos diferentes, o design dos inimigos é excelente e variado, em alguns momentos lembra bastante Punch-out.

Nas "lutas" você tem dois tipos diferentes de tiro, um tiro rápido tipo metralhadadora que da pouquissimo dano mas é útil pra interceptar os tiros inimigos e um tiro carregado que da um dano alto porém leva um tempo pra carregar e nesse período você fica mais vulnerável.

Os gráficos são muito bonitos, boa trilha sonora, excelente precisão da mira, no geral é um jogo bem feito demais, pena que ficou limitado a bazooka, fiquei até surpreso nos créditos pois quem produziu o jogo foi o Gunpei Yokoi, bem legal.





Parece muito bom.
 

Kimer

Bam-bam-bam
Mensagens
3.748
Reações
6.785
Pontos
329


Depois de 7 meses e um pouco mais de 50 horas de gameplay, finalmente terminei Final Fantasy VIII, que era o único da série principal lançado para o Playstation 1 que eu ainda não tinha jogado.

Era pra eu ter jogado antes esse jogo, mas eu sempre adiava por causa do sistema de sistema de junctions, que eu não entendia e por isso eu achava complicado demais. Mas eu finalmente resolvi deixar o preconceito de lado e ver alguns vídeos na internet que explicavam o sistema, e conforme eu fui jogando, fui percebendo que, na verdade, toda aquela coisa de GFs e junções é bem menos complicado do que parece, embora ainda requer um pouco de atenção. Por fim, consegui avançar sem muitos problemas durante o jogo, ficando bastante poderoso conforme eu fazia draw de magias melhores e as "junctionava" nos status dos meus personagens. Após ter zerado, posso dizer que gostei do sistema, embora eu ainda prefira um sistema tradicional, com MP, baús de tesouros, e adquirir armas e armaduras melhores.

Fiz basicamente somente o principal, ignorando o card game dentro do jogo e algumas sidequests. Mas eu "craftei" as melhores armas de cada personagem e matei o Omega Weapon, o terceiro chefe mais difícil que eu derrotei em um RPG, perdendo apenas para o Ruby Weapon e o Emerald Weapon de Final Final Fantasy VII.

O ponto fraco do jogo, ao meu ver, é a história. Ela começa bem, mas depois começa a, "viajar na maionese" com todo aquele negócio de compressão do tempo, passado, presente e futuro, etc. A vilã final, Ultimecia, não é lá muito marcante. Não há uma motivação para as ações dela, ela faz o que faz porque ela quer. Me lembra um pouco o Kefka de Final Fantasy VI, que também fazia o que queria só por querer e ponto final, com a diferença que ao longo de Final Fantasy VI o Kefka fazia o jogador sentir raiva dele o tempo todo com as suas ações, raiva essa que não senti de Ultimecia. O jogo também não explica direito algumas coisas, como oa história de Adel e o porque ela queria sequestrar a Ellone, o Lunatic Pandora, como Squall se recuperou daquela estaca de gelo que o perfurou no final do CD 1 como se não fosse nada, como . O romance entre Squall e Rinoa foi mal desenvolvido e aconteceu do nada.

Mas obviamente o jogo tem pontos fortes e são eles a qualidade gráfica, a trilha sonora e a ambientação.

No geral, gostei do jogo. Nota 8.
 
Ultima Edição:

RedKnight

Bam-bam-bam
Mensagens
2.456
Reações
5.017
Pontos
279
Psx - Breath of Fire 3
Ia jogar mais pra frente, mas deu vontade de jogar agora, então joguei. :P Muito bom jogo.
Boss final foi meio mala, ficava só colocando status nos personagens, dei load, coloquei acessórios de proteção a status e fui enfrentar novamente, tranquilo, comi a deusa galeguinha na porrada, rsrs. Agora é fazer os stats boost dos personagens pra ficar todo mundo fodão, mas isso aí vou fazendo aos poucos.
201591
 

Wein

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.160
Reações
16.397
Pontos
739


Depois de 7 meses e um pouco mais de 50 horas de gameplay, finalmente terminei Final Fantasy VIII, que era o único da série principal lançado para o Playstation 1 que eu ainda não tinha jogado.

Era pra eu ter jogado antes esse jogo, mas eu sempre adiava por causa do sistema de sistema de junctions, que eu não entendia e por isso eu achava complicado demais. Mas eu finalmente resolvi deixar o preconceito de lado e ver alguns vídeos na internet que explicavam o sistema, e conforme eu fui jogando, fui percebendo que, na verdade, toda aquela coisa de GFs e junções é bem menos complicado do que parece, embora ainda requer um pouco de atenção. Por fim, consegui avançar sem muitos problemas durante o jogo, ficando bastante poderoso conforme eu fazia draw de magias melhores e as "junctionava" nos status dos meus personagens. Após ter zerado, posso dizer que gostei do sistema, embora eu ainda prefira um sistema tradicional, com MP, baús de tesouros, e adquirir armas e armaduras melhores.

Fiz basicamente somente o principal, ignorando o card game dentro do jogo e algumas sidequests. Mas eu "craftei" as melhores armas de cada personagem e matei o Omega Weapon, o terceiro chefe mais difícil que eu derrotei em um RPG, perdendo apenas para o Ruby Weapon e o Emerald Weapon de Final Final Fantasy VII.

O ponto fraco do jogo, ao meu ver, é a história. Ela começa bem, mas depois começa a, "viajar na maionese" com todo aquele negócio de compressão do tempo, passado, presente e futuro, etc. A vilã final, Ultimecia, não é lá muito marcante. Não há uma motivação para as ações dela, ela faz o que faz porque ela quer. Me lembra um pouco o Kefka de Final Fantasy VI, que também fazia o que queria só por querer e ponto final, com a diferença que ao longo de Final Fantasy VI o Kefka fazia o jogador sentir raiva dele o tempo todo com as suas ações, raiva essa que não senti de Ultimecia. O jogo também não explica direito algumas coisas, como oa história de Adel e o porque ela queria sequestrar a Ellone, o Lunatic Pandora, como Squall se recuperou daquela estaca de gelo que o perfurou no final do CD 1 como se não fosse nada, como . O romance entre Squall e Rinoa foi mal desenvolvido e aconteceu do nada.

Mas obviamente o jogo tem pontos fortes e são eles a qualidade gráfica, a trilha sonora e a ambientação.

No geral, gostei do jogo. Nota 8.
Eu considero FF8 um baita jogo até o final do segundo CD, gosto bastante das partes das Gardens, as tretas entre eles, Squall vs Seifer e etc, o enredo é bem amarrado.

Eu acho que o jogo tem duas falhas críticas
quando começa essas paradas de compressão temporal realmente caga tudo, quiseram meter umas coisas doidas tipo Chrono Cross que não fazia sentido ali no jogo, e depois a história simplesmente esquece que tem um monte de personagem e só fica em Rinoa e Squall, casal sem química nenhuma, os outros personagens são jogados de lado e mal aparecem, gostava do Irvine e da Quistis mas depois eles simplesmente somem da história.
 

Master_Mutaito

Supra-sumo
Mensagens
962
Reações
1.987
Pontos
168
De boas hoje eu zerei Power Rangers Fighting Edition.

201687

201686

Que jogo bacaninha, se bem que a abertura da série tocando quase o tempo inteiro cansa um pouco e para a minha surpresa eu descubro que o final Boss é Ivan Ooze,o vilão do primeiro filme, ao menos eu esperava outra coisa. :kpensa
 

Kaiketsu_Zubat

Bam-bam-bam
Mensagens
6.956
Reações
18.039
Pontos
353
De boas hoje eu zerei Power Rangers Fighting Edition.

Visualizar anexo 201687

Visualizar anexo 201686

Que jogo bacaninha, se bem que a abertura da série tocando quase o tempo inteiro cansa um pouco e para a minha surpresa eu descubro que o final Boss é Ivan Ooze,o vilão do primeiro filme, ao menos eu esperava outra coisa. :kpensa
Jogaço, e eu concordo a trilha sonora é beeem limitada, mas é muito divertido, tanto que serviu de base pra o ótimo Gundam Wing: Endless Duel.
 

Master_Mutaito

Supra-sumo
Mensagens
962
Reações
1.987
Pontos
168
Jogaço, e eu concordo a trilha sonora é beeem limitada, mas é muito divertido, tanto que serviu de base pra o ótimo Gundam Wing: Endless Duel.
Bandai né cara, inconfundível, inclusive estou tentando zerar Gundam logo em seguida (o anime é foda) mas ele é um pouco mais cascudo no Hard do que o Power Rangers, estou tendo um pouco dificuldade, esse negócio de retroachievement tá me deixando doido, tô jogando qualquer coisa pela frente. :kkk
 

Axel:

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.291
Reações
23.682
Pontos
553
De boas hoje eu zerei Power Rangers Fighting Edition.

Visualizar anexo 201687

Visualizar anexo 201686

Que jogo bacaninha, se bem que a abertura da série tocando quase o tempo inteiro cansa um pouco e para a minha surpresa eu descubro que o final Boss é Ivan Ooze,o vilão do primeiro filme, ao menos eu esperava outra coisa. :kpensa
Bom jogo.

Pena que não teve jogos do segundo filme e das outras temporadas pré Lightspeed Rescue.Seria da hora enfrentar os vilões do segundo filme e as outras temporadas que vieram depois, tipo os Piranhatrons, o Elgar, Maligore/Dark Specter, Darkonda, Psycho Rangers e etc.
 

Master_Mutaito

Supra-sumo
Mensagens
962
Reações
1.987
Pontos
168
Bom jogo.

Pena que não teve jogos do segundo filme e das outras temporadas pré Lightspeed Rescue.Seria da hora enfrentar os vilões do segundo filme e as outras temporadas que vieram depois, tipo os Piranhatrons, o Elgar, Maligore/Dark Specter, Darkonda, Psycho Rangers e etc.
Eu não me lembro muito bem mas acho que assisti até a temporada no espaço, já achava um pouco chato,mas que bela memória hein? Visualmente eu lembro de alguns mas nomes nem pensar.

Engraçado, eu curti pra caramba o Lightspeed Rescue,aliás o último que eu assisti e ele teve um jogo bem bosta, coisas da vida.
 

Axel:

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.291
Reações
23.682
Pontos
553
Eu não me lembro muito bem mas acho que assisti até a temporada no espaço, já achava um pouco chato,mas que bela memória hein? Visualmente eu lembro de alguns mas nomes nem pensar.

Engraçado, eu curti pra caramba o Lightspeed Rescue,aliás o último que eu assisti e ele teve um jogo bem bosta, coisas da vida.
É que eu curto bastante power rangers, tanto é que até pouco tempo atrás eu ainda assistia no pc e no Cartoon Network, por isso lembro dos nomes, inclusive, tenho o lost galaxy baixado aqui, só deletei as outras porque tava ocupando muito espaço, sendo que eu já tinha assistido.

Ps: Joguei esse jogo do Lightspeed Rescue, achei bacaninha, só é estranho que não tenha tido jogo do "in space" e do "lost galaxy".
 

Leira

Bam-bam-bam
Mensagens
1.809
Reações
1.105
Pontos
234
Elevator Action EX (Gameboy Color)

Mais um do desafio Retrogame (LINK). Particularmente, acho esta a melhor versão de Elevator Action, para mim entra na lista de "clássicos atualizados". Jogabilidade melhor e mais dinâmica, sem perder a essência do primeirão.

202608
 
Topo Fundo