O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Retro Game Challenge (NDS): Uma carta de amor a cena gamer dos anos 80

Asha

Bam-bam-bam
Mensagens
1.903
Reações
5.748
Pontos
303

Estava vendo uns vídeos de Super Mario Maker 2 na internet e as condições de conclusão de fase de alguns estágios me fizeram lembrar desse game maravilhoso de Nintendo DS que é a cara da Retrospace, sendo uma verdadeira viagem no tempo aos anos 80: Retro Game Challenge. Para aqueles que ainda não conhecem o jogo e nem o recomendadíssimo programa de televisão de onde ele se baseia, deixo um pequeno resumo da peça:



Retro Game Challenge ou Game Center CX: Arino no Chousenjou é inspirado no programa de TV japonês Game Center CX (ou Retro Game Master no ocidente) onde o comediante Shinya Arino realiza gameplays bem humorados e desafiantes de vários títulos populares de videogames antigos, tentando finalizá-los. Ele também contém quadros de curiosidades sobre jogos, plataformas e entrevistas com pessoas importantes na indústria.



Neste game, uma versão virtual maligna de Arino chamada "Mestre Gamer Arino" transforma o jogador numa criança e o transporta para o quarto do humorista durante sua infância nos anos 80. O único modo dele voltar ao normal é completando os desafios de Mestre Gamer Arino em jogos fictícios baseados em games reais que marcaram aquela época como Dragon Quest e Galaga.


A lista de games que você deve desafiar é:




Robot Ninja Haggle Man 1, 2 e 3 - Baseados nos jogos Ninja JaJaMaru-kun (1 e 2) e Ninja Gaiden (3);



Star Prince - Homenagem a Star Force;



Guadia Quest - Adaptação de Dragon Quest/Dragon Warrior;



Cosmic Gate - Galaga com outro nome;



Rally King e Rally King SP - Jogo de corrida visto de cima parecido com títulos como Monaco GP e Road Fighter.​

Cada um deles possuí uma pequena lista de metas que devem ser batidas durante o gameplay ao estilo "Vença o estágio X!", "Faça X pontos", "Mate X inimigos", etc. e não são exatamente mini-games: suas durações são aproximadamente o que um jogo de seu gênero teria durante aquele tempo. Para auxiliar o jogador a vencer os desafios, o Arino do passado regularmente compra edições de uma revista in-game chamada "Gamefan Magazine" (provavelmente baseada na Famitsu), contendo matérias e truques sobre os games jogados:



Ele também costuma a conversar assuntos bem nostálgicos sobre videogames com jogador e até falar durante os gameplays. Sabe aqueles papos bobos e gritarias que você tinha com seus amigos de infância enquanto jogava? Para completar a atmosfera retrô com chave de ouro, eles estão aqui também.


Eu nasci em 91, mas me identifiquei demais com o jogo pois a experiência replicada por ele não foi muito diferente da minha. Além de eu ter tido contato com consoles 8-bit como Master System e o Dynavision (um clone de NES), jogava com meus amigos da escola, familiares, crianças da vizinhança e gostava de comprar revistas para saber das últimas novidades. As coisas que o Arino fala e pergunta também se parecem demais com o que eu dizia para outras pessoas quando era nova.

Enfim, deixo essa recomendação para aqueles que possuem saudade dos tempos antigos e gostariam de recordar de algo perdido nas nossas memórias gamísticas. Retro Game Challenge possui duas sequências que infelizmente nunca foram localizadas graças as baixas vendas do antecessor: Game Center CX: Arino no Chousenjou 2 (com patch de tradução em inglês e, na minha opinião, ainda melhor) também no Nintendo DS e Game Center CX: 3-Choume no Arino para 3DS.

PS: As fotos foram retiradas desse pequeno review em inglês que resume o game com mais detalhes. Recomendo a leitura!
 
Ultima Edição:


Master_Mutaito

Supra-sumo
Mensagens
962
Reações
1.987
Pontos
168
Ótimo tópico,que pérola,impressionante como o DS é cheio desses titulos "diferentões" ou seja,fora do mainstream e que oferece outras experiências.

Eu nasci em 91, mas me identifiquei demais com o jogo pois a experiência replicada por ele não foi muito diferente da minha.
A cultura pop anos 80 ainda é referência até os dias de hoje,ainda mais para quem nasceu/cresceu nos anos 90,meu avatar diz tudo.

jogava com meus amigos da escola, familiares, crianças da vizinhança e gostava de comprar revistas para saber das últimas novidades
faço das suas palavras as minhas. :kfeliz

e gostariam de recordar de algo perdido nas nossas memórias gamísticas.
Ainda não estão perdidas. :klol

E falando em nostalgia fica a dica,tem um jogo para o 3DS que une os clássicos da nintendo e adiciona desafios inusitados neles.

80353
80354
80355

:kjoinha
 
Ultima Edição:

Jefferson Praxedes

Bam-bam-bam
Mensagens
1.472
Reações
5.102
Pontos
303
Bem legal essa temática de trocar de estilo de jogos como desafio, uma pena que não é muito explorada pelos lados de cá.

Pro DS tem esse da Konami tambem Bokura no TV Game Kentei

 


Asha

Bam-bam-bam
Mensagens
1.903
Reações
5.748
Pontos
303
Ótimo tópico,que pérola,impressionante como o DS é cheio desses titulos "diferentões" ou seja,fora do mainstream e que oferece outras experiências.



A cultura pop anos 80 ainda é referência até os dias de hoje,ainda mais para quem nasceu/cresceu nos anos 90,meu avatar diz tudo.



faço das suas palavras as minhas. :kfeliz



Ainda não estão perdidas. :klol

E falando em nostalgia fica a dica,tem um jogo para o 3DS que une os clássicos da nintendo e adiciona desafios inusitados neles.

Visualizar anexo 80353
Visualizar anexo 80354
Visualizar anexo 80355

:kjoinha
Hoje em dia, sinto que os indies são a nossa maior fonte de títulos mais "experimentais" como esse. Depois do Wii, as desenvolvedoras populares parecem ter se moderado com esses tipos de jogos.

E concordo com você sobre os anos 80. Em alguns sentidos, a década de 90 foi uma extensão dos 80, retendo alguns hábitos populares daquele tempo enquando formava outros.

Ainda não joguei Ultimate NES Remix, mas ele foi desenvolvido pela mesma empresa de Retro Game Challenge (indieszero), então, já sei que deve ser um jogaço.:kcool


Bem legal essa temática de trocar de estilo de jogos como desafio, uma pena que não é muito explorada pelos lados de cá.

Pro DS tem esse da Konami tambem Bokura no TV Game Kentei

Você não quis dizer Namco?:kbeca

O gameplay é bem interessante e me lembra muito dos estágios do 9-Volt em WarioWare. Tentei procurar informações sobre o jogo, mas não encontrei nada muito esclarecedor salvo alguns vídeos e um tópico de uma pessoa interessada em traduzi-lo.

faz tempo que nao assinto o gamecenter cx

nem sei se ainda tem esse programa
Eu assistia o programa via Youtube e um site de traduções, mas após certo tempo, os vídeos começaram a sumir de ambos, provavelmente graças ao DVD ocidental. Hoje em dia, também não tenho conhecimento se o show ainda segue em frente.

Se não me engano, o último episódio que vi foi sobre Splatterhouse no Virtual Console do Wii U.
 

Helghast Trooper

Bam-bam-bam
Mensagens
8.573
Reações
11.094
Pontos
353
Hoje em dia, sinto que os indies são a nossa maior fonte de títulos mais "experimentais" como esse. Depois do Wii, as desenvolvedoras populares parecem ter se moderado com esses tipos de jogos.

E concordo com você sobre os anos 80. Em alguns sentidos, a década de 90 foi uma extensão dos 80, retendo alguns hábitos populares daquele tempo enquando formava outros.

Ainda não joguei Ultimate NES Remix, mas ele foi desenvolvido pela mesma empresa de Retro Game Challenge (indieszero), então, já sei que deve ser um jogaço.:kcool



Você não quis dizer Namco?:kbeca

O gameplay é bem interessante e me lembra muito dos estágios do 9-Volt em WarioWare. Tentei procurar informações sobre o jogo, mas não encontrei nada muito esclarecedor salvo alguns vídeos e um tópico de uma pessoa interessada em traduzi-lo.


Eu assistia o programa via Youtube e um site de traduções, mas após certo tempo, os vídeos começaram a sumir de ambos, provavelmente graças ao DVD ocidental. Hoje em dia, também não tenho conhecimento se o show ainda segue em frente.

Se não me engano, o último episódio que vi foi sobre Splatterhouse no Virtual Console do Wii U.
encontrei o site que baixava os episodios, ate abril deste ano continuaram legendando

eh o gamingcx ponto com
 

Luís F.

Larva
Mensagens
7
Reações
6
Pontos
3
Vi a contracapa na imagem, achei que era montagem: "All Your Games are Belong to Us" KKKKKKKKKKKKKKKKK
 

B - Mark

Bam-bam-bam
Mensagens
5.945
Reações
3.194
Pontos
459
Eu já ouvi falar do Retro Game Challenge na época de seu lançamento e gostei da idéia, mas pena que achar original é difícil.

Para mim o início dos anos 90 foi a melhor época da minha vida após passar boa parte dos anos 80 estagnado no Atari 2600 e após ganhar o Master System em 1989 que entrei para valer nos games.

Tenho conhecidos nascidos entre final dos anos 80-início dos anos 90 cujo primeiro cotato com os games foram os das eras 8-16 bits.
 

Asha

Bam-bam-bam
Mensagens
1.903
Reações
5.748
Pontos
303
encontrei o site que baixava os episodios, ate abril deste ano continuaram legendando

eh o gamingcx ponto com
Esse era exatamente o site de traduções que eu acompanhava antes! Vi algumas postagens e, enquanto os outros vídeos parecem ainda estar de pé, eles ainda estão tendo alguns problemas com vídeos deletados.

Eu já ouvi falar do Retro Game Challenge na época de seu lançamento e gostei da idéia, mas pena que achar original é difícil.

Para mim o início dos anos 90 foi a melhor época da minha vida após passar boa parte dos anos 80 estagnado no Atari 2600 e após ganhar o Master System em 1989 que entrei para valer nos games.

Tenho conhecidos nascidos entre final dos anos 80-início dos anos 90 cujo primeiro cotato com os games foram os das eras 8-16 bits.
Ouvi dizer que esse é um dos games raros da plataforma. Procurando preços na internet, parece que uma cópia usada é vendida a preço de jogo novo (Entre $40 e 50,00) enquanto nova em folha chega aos $70,00.

Também considero os anos 90 como a minha melhor época em termos de games. Observar a evolução da era 8/16-bits para a 32, 64 e 128-bits ao vivo foi algo incrivelmente impactante e não sei se sentiria o mesmo se fosse mais nova.
 

B - Mark

Bam-bam-bam
Mensagens
5.945
Reações
3.194
Pontos
459
Ouvi dizer que esse é um dos games raros da plataforma. Procurando preços na internet, parece que uma cópia usada é vendida a preço de jogo novo (Entre $40 e 50,00) enquanto nova em folha chega aos $70,00.

Também considero os anos 90 como a minha melhor época em termos de games. Observar a evolução da era 8/16-bits para a 32, 64 e 128-bits ao vivo foi algo incrivelmente impactante e não sei se sentiria o mesmo se fosse mais nova.
A última vez que vi esse jogo no ML ele estava sendo vendido por um preço alto e não uso ebay porque não tenho cartão de crédito internacional.

A XSeed Games que distribuiu o jogo nos EUA é uma empresa que faz jogos de nicho como certos JRPGs entre jogos de pouca procura pelo grande público.

Me lembro que foi difícil conseguir Ys Seven e Lunar para PSP que foram distribuidos por essa empresa nos EUA.

No caso de jogos usados para DS é mais fácil comprar usado um jogo de uma empresa terceirizada porque a maioria prefere a versão dos concorrentes enquanto que RPG, jogos de nicho e jogos da própria Nintendo são mais caros.

Sobre os anos 90 serem considerados a melhor época dos games recomendo que vc leia as revistas Ação Games,Videogame,Gamepower,Supergame e Supergamepower que foram as revistas mais marcantes da época.
 
Topo Fundo