O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Se Haddad tivesse ganhado, dólar estaria a mais de 10 reais e o Brasil quebraria

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.720
Reações
49.984
Pontos
544
Olhem isso na Argentina:

https://istoe.com.br/apos-derrota-de-macri-bolsa-argentina-despenca-30/
https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/mundo/2019/08/12/interna_mundo,776769/moeda-argentina-peso-despenca-14-apos-primarias-adversas-a-macri.shtml#targetText=Buenos Aires, Argentina — O peso,as eleições gerais de outubro.


Ou seja, a mera prévia de que a esquerda Kirchnerista será eleita na Argentina já faz com que o dólar aumente muito por lá e que a bolsa despenque.
A mera prévia de que a esquerda kirchnerista será eleita já deu uma porrada gigantesca na economia de lá. Um peso vale 7 centavos de reais hoje.
E nada, nada prova que seria diferente com Haddad aqui. O descrédito dos investidores estrangeiros seria tamanho que nos quebraria.
Nada que Bolsonaro possa fazer ou falar de ruim hoje, e repito: nada, é pior do que seria um eventual governo Haddad. Isso é o que estaríamos vivendo com uma volta do PT ao poder.
Claro que isso não isenta o atual governo de críticas, mas é bom termos sempre em mente que, ou era o que estamos vivendo hoje, ou era a bolsa quebrada com dólar à 10 reais sem parar de crescer - e sem economia, não tem nada. Não tem educação, não tem saúde, não tem segurança, não tem emprego, não tem porra nenhuma. Isso tem que ser entendido, caralho.
E não, isso não é uma teoria da conspiração baratinha. Os números estão aí. Ainda tem tempo pra Argentina se ajeitar, mas se as coisas continuarem, a veremos se tornar a Venezuela do Sul.
 


Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.720
Reações
49.984
Pontos
544
Um vídeo ilustrativo:



E que fique claro: isso é culpa da paumolência do Macri, que durante seu governo não fez o que deveria ter feito. Não foi nem de longe o liberal que prometeu ser, não privatizou, não cortou cargos, não fez quase nada. Ainda continuou imprimindo dinheiro e dando sequência à políticas que comem os cofres públicos da época dos Kirchner.
 

X_1010_

Bam-bam-bam
Mensagens
785
Reações
3.719
Pontos
274
Mas se o Haddad tivesse ganho não existiriam campos de concentração para o extermínio de gays, negros e nordestinos em toda esquina. O brasileiro viveria uma vida bem mais tranquila, tendo o direito de ir e vir pelas ruas portando o seu fuzil (Com a numeração raspada, obviamente. Armas legais são muito perigosas).

Responda essa, bolsominion. Quero ver que pano vocês vão passar agora. Hum.
 

Chimpanú

Supra-sumo
Mensagens
471
Reações
1.337
Pontos
168
A recessão no Brasil é pior, mas a política monetária da Argentina só perde pra Venezuela aqui na América do Sul.

Eu não acho que seria o que aconteceria. O mercado nunca teve grandes problemas com o PT e, ao contrário deles, o problema do Brasil não é de balanço de pagamentos.
 

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
28.635
Reações
44.846
Pontos
553
A recessão no Brasil é pior, mas a política monetária da Argentina só perde pra Venezuela aqui na América do Sul.

Eu não acho que seria o que aconteceria. O mercado nunca teve grandes problemas com o PT e, ao contrário deles, o problema do Brasil não é de balanço de pagamentos.
Ia falar que a Argentina deve ser um Paraguai melhorado mas acho que atualmente é o contrário.
 


Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
4.435
Reações
18.666
Pontos
303
A recessão no Brasil é pior, mas a política monetária da Argentina só perde pra Venezuela aqui na América do Sul.

Eu não acho que seria o que aconteceria. O mercado nunca teve grandes problemas com o PT e, ao contrário deles, o problema do Brasil não é de balanço de pagamentos.
Como assim nunca teve grandes problemas? O presente cenário econômico do Brasil, em estagnação econômica há quase uma década, é culpa de quem?

Toda vez que o Haddad/Lula ameaçavam subir nas pesquisas, o dolar disparou e a bolsa despencou. O mesmo aconteceu nas chicanas jurídicas de tentativa de liberação do Lula.

Aliás, o que o @Spike Spiegal fala não é nenhuma novidade:

https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7627830/haddad-eleito-levaria-dolar-a-5-derrubaria-bolsa-poderia-ate-criar-oportunidade-de-investimento-diz-ricardo-amorim

O mercado odeia o PT. Isso é inquestionável.
 

T.Chico

Bam-bam-bam
Mensagens
7.163
Reações
10.016
Pontos
384
Como assim nunca teve grandes problemas? O presente cenário econômico do Brasil, em estagnação econômica há quase uma década, é culpa de quem?

Toda vez que o Haddad/Lula ameaçavam subir nas pesquisas, o dolar disparou e a bolsa despencou. O mesmo aconteceu nas chicanas jurídicas de tentativa de liberação do Lula.

Aliás, o que o @Spike Spiegal fala não é nenhuma novidade:

https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7627830/haddad-eleito-levaria-dolar-a-5-derrubaria-bolsa-poderia-ate-criar-oportunidade-de-investimento-diz-ricardo-amorim
Isso acontecia por que o Bolsa de valores é agente da CIA sobre ordens do Trump:kbeca
 

Munn Rá

Bam-bam-bam
Mensagens
2.077
Reações
7.709
Pontos
303
Espero que os nossos hermanos futuramente ainda dancem isso


Porque caso eles venham á dançar isso ...................................................


Falando em dança tem um pessoal no fórum que ainda dança isso

 
Ultima Edição:

DanielMF

Veterano
Mensagens
852
Reações
644
Pontos
118
Não precisa chutar o balde falando em 10 reais.

Com certeza subiria, pelas especulações dos investidores. Mas a concretização de qualquer cenário depende de qual política econômica de fato fosse sendo implementada.

Se o Haddad chegasse e não apresentasse uma reforma da previdência por exemplo, aí sim o dólar dispararia sem perspectiva de estabilização.

Mas o que vocês estão acreditando é que a mera presença dele iria afundar o país..., isso é uma análise equivocada. O país poderia afundar (ainda mais) com as políticas dele e do PT.

A especulação do mercado é uma previsão que pode ou não se concretizar, não é uma condição determinante para o sucesso ou não de um governo.

É claro que quando o impacto é tão grande como no caso da Argentina, esse se torna um fator agravante da situação do país. Mas não determinante.

Falando exclusivamente em economia, eu com certeza prefiro a política econômica do governo Bolsonaro do que seria a do Haddad (sim, pasmem). Mas na campanha, mesmo todo mundo sabendo que o Bolsonaro considerava algumas estatais estratégicas, quando ele dava uma entrevista falando que não privatizaria a Petrobrás, o mercado já reagia mal. Qual a lógica nisso? Nenhuma, passava um tempo, um dia, e a bolsa voltava ao normal.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.720
Reações
49.984
Pontos
544
Não precisa chutar o balde falando em 10 reais.

Com certeza subiria, pelas especulações dos investidores. Mas a concretização de qualquer cenário depende de qual política econômica de fato fosse sendo implementada.

Se o Haddad chegasse e não apresentasse uma reforma da previdência por exemplo, aí sim o dólar dispararia sem perspectiva de estabilização.

Mas o que vocês estão acreditando é que a mera presença dele iria afundar o país..., isso é uma análise equivocada. O país poderia afundar (ainda mais) com as políticas dele e do PT.

A especulação do mercado é uma previsão que pode ou não se concretizar, não é uma condição determinante para o sucesso ou não de um governo.

É claro que quando o impacto é tão grande como no caso da Argentina, esse se torna um fator agravante da situação do país. Mas não determinante.

Falando exclusivamente em economia, eu com certeza prefiro a política econômica do governo Bolsonaro do que seria a do Haddad (sim, pasmem). Mas na campanha, mesmo todo mundo sabendo que o Bolsonaro considerava algumas estatais estratégicas, quando ele dava uma entrevista falando que não privatizaria a Petrobrás, o mercado já reagia mal. Qual a lógica nisso? Nenhuma, passava um tempo, um dia, e a bolsa voltava ao normal.
10 reais não é chutada de balde não, é uma estimativa otimista até. E continuaria crescendo, que fique claro. Até o final do ano já estaria batendo no mínimo entre 15 e 20 reais.

No fim, seria uma Dilma 2.0 piorada.
 

Resu Anera

Bam-bam-bam
Mensagens
8.404
Reações
13.394
Pontos
454
A mera expectativa da esquerda no poder já direciona o país vizinho ao buraco. Isso nós temos que admitir: a esquerda tem um poder quase sobrenatural. Não precisa nem chegar ao poder, de fato, pra implementar sua agenda de destruição.
 

Don Toreno

Bam-bam-bam
Mensagens
3.341
Reações
4.271
Pontos
303
Não precisa chutar o balde falando em 10 reais.

Com certeza subiria, pelas especulações dos investidores. Mas a concretização de qualquer cenário depende de qual política econômica de fato fosse sendo implementada.

Se o Haddad chegasse e não apresentasse uma reforma da previdência por exemplo, aí sim o dólar dispararia sem perspectiva de estabilização.

Mas o que vocês estão acreditando é que a mera presença dele iria afundar o país..., isso é uma análise equivocada. O país poderia afundar (ainda mais) com as políticas dele e do PT.

A especulação do mercado é uma previsão que pode ou não se concretizar, não é uma condição determinante para o sucesso ou não de um governo.

É claro que quando o impacto é tão grande como no caso da Argentina, esse se torna um fator agravante da situação do país. Mas não determinante.

Falando exclusivamente em economia, eu com certeza prefiro a política econômica do governo Bolsonaro do que seria a do Haddad (sim, pasmem). Mas na campanha, mesmo todo mundo sabendo que o Bolsonaro considerava algumas estatais estratégicas, quando ele dava uma entrevista falando que não privatizaria a Petrobrás, o mercado já reagia mal. Qual a lógica nisso? Nenhuma, passava um tempo, um dia, e a bolsa voltava ao normal.
Exatamente. O mercado reage conforme a crença de que tal governo ou tal medida será boa ou ruim para a economia, mas não é como se fosse uma sentença definitiva ao estilo profecia. É apenas uma especulação, como você disse. O que vai definir realmente o destino da economia são as ações do governo eleito.
 

Chimpanú

Supra-sumo
Mensagens
471
Reações
1.337
Pontos
168
Para quem não conhece o Oriovisto, não somente é um grande professor e empresário, como também é uma grande pessoa. É o fundador do grupo Positivo, que é uma rede educacional que hoje é conhecido também pela área de informática. Foi professor do meu pai.
Como assim nunca teve grandes problemas? O presente cenário econômico do Brasil, em estagnação econômica há quase uma década, é culpa de quem?

Toda vez que o Haddad/Lula ameaçavam subir nas pesquisas, o dolar disparou e a bolsa despencou. O mesmo aconteceu nas chicanas jurídicas de tentativa de liberação do Lula.

Aliás, o que o @Spike Spiegal fala não é nenhuma novidade:

https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7627830/haddad-eleito-levaria-dolar-a-5-derrubaria-bolsa-poderia-ate-criar-oportunidade-de-investimento-diz-ricardo-amorim

O mercado odeia o PT. Isso é inquestionável.
Odeia, mas faria as pazes. Há muitíssimos setores que não o de capitais que celebrariam bastante. O Brasil é uma economia de compadrio e não uma economia de mercado. E mesmo na queda há grandes oportunidades de realização de lucros.

Não digo que não seria ruim, só que não seria como na Argentina. Para ver como aconteceria não precisa olhar para lá, mas para o Brasil em 2001.

Os condicionantes para que isso acontecesse simplesmente não existem no Brasil (ainda). Não temos grandes passivos externos, nem problemas de balanço pagamentos nem uma institucionalidade tão ruim quanto a Argentina. É só observar o efeito diverso da alta de juros americanos sob as duas economias.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.720
Reações
49.984
Pontos
544
Odeia, mas faria as pazes. Há muitíssimos setores que não o de capitais que celebrariam bastante. O Brasil é uma economia de compadrio e não uma economia de mercado. E mesmo na queda há grandes oportunidades de realização de lucros.

Não digo que não seria ruim, só que não seria como na Argentina. Para ver como aconteceria não precisa olhar para lá, mas para o Brasil em 2001.

Os condicionantes para que isso acontecesse simplesmente não existem no Brasil (ainda). Não temos grandes passivos externos, nem problemas de balanço pagamentos nem uma institucionalidade tão ruim quanto a Argentina. É só observar o efeito diverso da alta de juros americanos sob as duas economias.
O mercado chegou a fazer as pazes com o PT em 2001, mas justamente, os tempos eram outros. Havia a questão da tal "carta ao povo brasileiro" (que na verdade era pros empresários) e o Lula estava tendo uma evolução de sua imagem pública ao longo dos anos anteriores, de um comunista extremista pra um social-democrata pragmático. Diferente do Haddad em 2018, que era visto como poste do Lula, que por sua vez teve sua imagem pública retrocedida de um político social-democrata que venceu na vida, pra um presidiário extremista de novo.

Se o Haddad tentasse conseguir um ministro da fazenda liberal-moderado, talvez num médio prazo, ele conseguisse reduzir os danos, mas estes seriam enormes de qualquer maneira só pelo curto prazo. A mera expectativa do PT ganhar já faria a economia do país quebrar. Os três meses pós-eleições (outubro, novembro e dezembro) seriam terríveis, simples assim.
 
Ultima Edição:

Cielo

Bam-bam-bam
Mensagens
9.216
Reações
14.396
Pontos
389
O pessoal minimiza demais, seria um presidente do PT e vice do PC do B, 10 pila é ser otimista mesmo, eu acho que poderia ser mais, é só ver a situação que chegamos com a Dilma, imagina o Haddad soltando o Lula dia 01 de Janeiro, o cara ai sim implantando seu projeto com o aval da população, sem mascara.

O mercado chegou a fazer as pazes com o PT em 2001, mas justamente, os tempos eram outros. Havia a questão da tal "carta ao povo brasileiro" e o Lula estava tendo uma evolução de sua imagem pública ao longo dos anos anteriores, diferente do Haddad em 2018, que era visto como poste do Lula, que por sua vez teve sua imagem pública retrocedida de um político social-democrata que venceu na vida, pra um presidiário extremista.

Se o Haddad tentasse conseguir um ministro da fazenda liberal-moderado, talvez num médio prazo ele conseguisse reduzir os danos, mas estes seriam enormes de qualquer maneira só pelo curto prazo. A mera expectativa do PT ganhar já faria a economia do país quebrar. Os três meses pós-eleições (outubro, novembro e dezembro) seriam terríveis, simples assim.
vc ta sendo otimista até demais, ministro da fazenda liberal? Ia ser um Guido Mantega e pnc de td mundo, isso se nao colocasse a Dilma de ministra, essa hora era capaz do Moro, Deltan e td mais estarem presos por atentarem contra o grande lider lula.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.720
Reações
49.984
Pontos
544
O pessoal minimiza demais, seria um presidente do PT e vice do PC do B, 10 pila é ser otimista mesmo, eu acho que poderia ser mais, é só ver a situação que chegamos com a Dilma, imagina o Haddad soltando o Lula dia 01 de Janeiro, o cara ai sim implantando seu projeto com o aval da população, sem mascara.



vc ta sendo otimista até demais, ministro da fazenda liberal? Ia ser um Guido Mantega e pnc de td mundo, isso se nao colocasse a Dilma de ministra, essa hora era capaz do Moro, Deltan e td mais estarem presos por atentarem contra o grande lider lula.
Eu sei que eu fui. Fiz o melhor prognóstico futurologista possível do que seria um governo Haddad. Mas realisticamente, seria sim pior que isso.
 

Fernando Collor

Bam-bam-bam
Mensagens
1.047
Reações
2.570
Pontos
268
eu li em uma página de esquerdistas e apoiadores que se a eleição da argentina balançou a agenda economica mundial é porque eles estão certos, pois quem segue agenda econômica nada mais é do que um escravo do capitalismo.

ai foi o momento que eu parei de ler o resto
e pior que não foi 1 ou 2 comentários, foram mais de 20 comentários.
 

$delúbio$

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.961
Reações
39.475
Pontos
599
eu li em uma página de esquerdistas e apoiadores que se a eleição da argentina balançou a agenda economica mundial é porque eles estão certos, pois quem segue agenda econômica nada mais é do que um escravo do capitalismo.

ai foi o momento que eu parei de ler o resto
e pior que não foi 1 ou 2 comentários, foram mais de 20 comentários.
Mandasse esse pessoal para Venezuela, lugar no qual tudo o que eles querem já existe.
 

Spike Spiegal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.720
Reações
49.984
Pontos
544
Acho que é uma boa comparação.

O pior governo Bolsonaro é melhor do que o melhor governo Haddad. Escapamos por pouco.
O mais curioso são os bostinhas que ficam falando "eu avisei". Tipo, os caras me votaram num sujeito que ia corroer a economia do país em pouco tempo, e falam "eu avisei" sobre um cara que no máximo fala umas bostas (algumas bem grandes, sim) e não passa disso.
E o pior é que o "aviso" deles era que o cara que fala umas bostas ia matar negros, gays e minorias em geral - coisa que como todos podem ver, não está acontecendo.
 
Ultima Edição:

End Of The Line

Bam-bam-bam
Mensagens
8.120
Reações
5.815
Pontos
404
Graças a sorte escapamos de mais PT mas pra mim o Bolsonaro não tem fé no liberalismo econômico e perde muito tempo com guerra cultural sendo para as massas o que importa e o pão na mesa pra garantir a releição.
 

Bob Blu

Bam-bam-bam
Mensagens
486
Reações
2.274
Pontos
268
A gente se livrou de uma puta enrascada.

Falhando muito pelo Tapatalk
Exato.
Só que a situação da argentina nos prova que a caminhada está apenas começando.
O pt ainda tem a maior bancada de deputados, e precisamos continuar na luta para exterminar de vez essa quadrilha de bandidos da nossa política.
Ano que vem tem eleições de novo e não podemos deixar o pt ganhar nem pra sindico de prédio, a batalha continua.
 
Topo