O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Sonic O Filme - É a maior bilheteria de estreia de uma adaptação de videogame!

mendingo_26

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.050
Reações
61.258
Pontos
554
O pior é que os artistas de CG sempre souberam que o visual anterior estava errado, mas os produtores que não entendem bolhufas de conceito de design forçaram fazer aquela cagada, e por sorte o pessoal malhou na porrada o CGI errado, só sinto pena dos artistas de CGI que tiveram que modelar e renderizar o sonic novamente, sempre sobra pros coitados as cagadas dos produtores de terno e gravata.
A negada do CGI foi a falência, filme lucrando bem e a galera que realmente salvou o filme tomou no briôco, é um dos ramos mais injustiçados de um filme, mesma coisa com o filme As Aventuras de Pi, após o lançamento do filme decretaram falência.

https://rollingstone.uol.com.br/noticia/estudio-responsavel-por-salvar-design-do-sonic-fecha-portas/

Estúdio responsável por salvar design do Sonic fecha as portas

De acordo com as informações reveladas pelo site CBC Canada na última quarta, 11, o estúdio Moving Picture Company, responsável por salvar o design do Sonic, fechou as portas.

A equipe baseada em Vancouver, especificamente, teria recebido um email informando a todos do encerramento imediato das atividades por causa de uma "crescente pressão externa do mercado".

Ao repercutir a notícia, o portal Nintendo Wire contou que o estúdio de efeitos visuais teve um "papel importante" durante a criação do novo design do ouriço azul, e segundo a publicação de um dos ex-funcionário no Reddit, esse envolvimento na nova versão gerou uma crise intensa na empresa.

A Moving Picture Company tinha no currículo nada menos que As Aventuras de Pi, filme vencedor do Oscar de melhores efeitos visuais.

Recentemente, um site revelou que essa mudança na aparência do protagonista (à qual Jim Carrey se posicionou contra) custou menos de US$ 5 milhões.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

https://cinemacao.com/2013/03/04/falencia-da-rhythm-hues-e-pessima-para-o-cinema/

FALÊNCIA DA RHYTHM & HUES É PÉSSIMA PARA O CINEMA

inda sobre o Oscar e toda sua repercussão, eis que uma série de más notícias agitou a vida dos especialistas em efeitos visuais.

A Rhythm & Hues Studios, uma das maiores empresas de efeitos visuais do mundo, abriu falência no dia 13 de Fevereiro, após diversas tentativas de se manter em pé. A empresa possuía 250 funcionários nos Estados Unidos, Índia, Canadá, Malásia e Taiwan, que estão agora desempregados.

A empresa foi responsável pelos efeitos visuais de “Babe: O porquinho Atrapalhado”, “A Bússola de Ouro” e, muito recentemente, “As Aventuras de Pi”. Isso significa que os criadores do tigre que encantou o mundo no filme de Ang Lee não foram respeitados e nem valorizados por seus trabalhos.

Rhythm&Hues_studios

Tem sido muito comum que algumas empresas de efeitos visuais recebam muito pouco por seus trabalhos. Os grandes estúdios começaram a pedir descontos altíssimos a estes estúdios de VFX (sigla para efeitos visuais), alegando que participar de um grande projeto seria muito bom para eles, e isso passou a ser uma prática tão comum que os estúdios passaram a precisar fazer isso para conseguir serviços.

Pior do que uma situação desta, notificada no Hollywood Reporter, é o fato de que a Academia de Hollywood cortou o discurso dos ex trabalhadores da R&H quando eles estavam no palco recebendo o Oscar de Efeitos Visuais pelo último trabalho que fizeram. Foi a primeira vez na noite em que a trilha sonora do filme “Tubarão” tocou para podar o discurso de algum vencedor.

É uma pena que não faltarão trabalhadores que topem fazer serviços a preço de banana para os filmes “300: Rise of an Empire” e “Percy Jackson e o Mar de Monstros” e “Jogos Vorazes – Em Chamas”, cujos trabalhos o estúdio deixou para trás, junto com as dívidas. Muitas pessoas fizeram protestos em Los Angeles e também pelo Facebook, onde colocaram quadros verdes no lugar das fotos de perfil, lembrando a todos como seriam os filmes se não fosse o trabalho deles.
É uma pena também que a Academia, órgão máximo do cinema estadunidense, não dê voz a esta classe de trabalhadores.

Enquanto trabalhadores suam a camisa para fazer bons filmes com pouco dinheiro no bolso, os grandes estúdios lucram como nunca.
 


leotrix14

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.422
Reações
12.800
Pontos
639
A negada do CGI foi a falência, filme lucrando bem e a galera que realmente salvou o filme tomou no briôco, é um dos ramos mais injustiçados de um filme, mesma coisa com o filme As Aventuras de Pi, após o lançamento do filme decretaram falência.

https://rollingstone.uol.com.br/noticia/estudio-responsavel-por-salvar-design-do-sonic-fecha-portas/

Estúdio responsável por salvar design do Sonic fecha as portas

De acordo com as informações reveladas pelo site CBC Canada na última quarta, 11, o estúdio Moving Picture Company, responsável por salvar o design do Sonic, fechou as portas.

A equipe baseada em Vancouver, especificamente, teria recebido um email informando a todos do encerramento imediato das atividades por causa de uma "crescente pressão externa do mercado".

Ao repercutir a notícia, o portal Nintendo Wire contou que o estúdio de efeitos visuais teve um "papel importante" durante a criação do novo design do ouriço azul, e segundo a publicação de um dos ex-funcionário no Reddit, esse envolvimento na nova versão gerou uma crise intensa na empresa.

A Moving Picture Company tinha no currículo nada menos que As Aventuras de Pi, filme vencedor do Oscar de melhores efeitos visuais.

Recentemente, um site revelou que essa mudança na aparência do protagonista (à qual Jim Carrey se posicionou contra) custou menos de US$ 5 milhões.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

https://cinemacao.com/2013/03/04/falencia-da-rhythm-hues-e-pessima-para-o-cinema/

FALÊNCIA DA RHYTHM & HUES É PÉSSIMA PARA O CINEMA

inda sobre o Oscar e toda sua repercussão, eis que uma série de más notícias agitou a vida dos especialistas em efeitos visuais.

A Rhythm & Hues Studios, uma das maiores empresas de efeitos visuais do mundo, abriu falência no dia 13 de Fevereiro, após diversas tentativas de se manter em pé. A empresa possuía 250 funcionários nos Estados Unidos, Índia, Canadá, Malásia e Taiwan, que estão agora desempregados.

A empresa foi responsável pelos efeitos visuais de “Babe: O porquinho Atrapalhado”, “A Bússola de Ouro” e, muito recentemente, “As Aventuras de Pi”. Isso significa que os criadores do tigre que encantou o mundo no filme de Ang Lee não foram respeitados e nem valorizados por seus trabalhos.

Rhythm&Hues_studios

Tem sido muito comum que algumas empresas de efeitos visuais recebam muito pouco por seus trabalhos. Os grandes estúdios começaram a pedir descontos altíssimos a estes estúdios de VFX (sigla para efeitos visuais), alegando que participar de um grande projeto seria muito bom para eles, e isso passou a ser uma prática tão comum que os estúdios passaram a precisar fazer isso para conseguir serviços.

Pior do que uma situação desta, notificada no Hollywood Reporter, é o fato de que a Academia de Hollywood cortou o discurso dos ex trabalhadores da R&H quando eles estavam no palco recebendo o Oscar de Efeitos Visuais pelo último trabalho que fizeram. Foi a primeira vez na noite em que a trilha sonora do filme “Tubarão” tocou para podar o discurso de algum vencedor.

É uma pena que não faltarão trabalhadores que topem fazer serviços a preço de banana para os filmes “300: Rise of an Empire” e “Percy Jackson e o Mar de Monstros” e “Jogos Vorazes – Em Chamas”, cujos trabalhos o estúdio deixou para trás, junto com as dívidas. Muitas pessoas fizeram protestos em Los Angeles e também pelo Facebook, onde colocaram quadros verdes no lugar das fotos de perfil, lembrando a todos como seriam os filmes se não fosse o trabalho deles.
É uma pena também que a Academia, órgão máximo do cinema estadunidense, não dê voz a esta classe de trabalhadores.

Enquanto trabalhadores suam a camisa para fazer bons filmes com pouco dinheiro no bolso, os grandes estúdios lucram como nunca.
É sempre essa m****, sempre, os caras tomaram no cu porque exigiu demais deles, o orçamento não cobriu o salário do pessoal, produtora lucrou em cima, o time de animação e CGI se fodeu, sempre assim.
 

jasque

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.629
Reações
48.909
Pontos
629
A negada do CGI foi a falência, filme lucrando bem e a galera que realmente salvou o filme tomou no briôco, é um dos ramos mais injustiçados de um filme, mesma coisa com o filme As Aventuras de Pi, após o lançamento do filme decretaram falência.

https://rollingstone.uol.com.br/noticia/estudio-responsavel-por-salvar-design-do-sonic-fecha-portas/

Estúdio responsável por salvar design do Sonic fecha as portas

De acordo com as informações reveladas pelo site CBC Canada na última quarta, 11, o estúdio Moving Picture Company, responsável por salvar o design do Sonic, fechou as portas.

A equipe baseada em Vancouver, especificamente, teria recebido um email informando a todos do encerramento imediato das atividades por causa de uma "crescente pressão externa do mercado".

Ao repercutir a notícia, o portal Nintendo Wire contou que o estúdio de efeitos visuais teve um "papel importante" durante a criação do novo design do ouriço azul, e segundo a publicação de um dos ex-funcionário no Reddit, esse envolvimento na nova versão gerou uma crise intensa na empresa.

A Moving Picture Company tinha no currículo nada menos que As Aventuras de Pi, filme vencedor do Oscar de melhores efeitos visuais.

Recentemente, um site revelou que essa mudança na aparência do protagonista (à qual Jim Carrey se posicionou contra) custou menos de US$ 5 milhões.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

https://cinemacao.com/2013/03/04/falencia-da-rhythm-hues-e-pessima-para-o-cinema/

FALÊNCIA DA RHYTHM & HUES É PÉSSIMA PARA O CINEMA

inda sobre o Oscar e toda sua repercussão, eis que uma série de más notícias agitou a vida dos especialistas em efeitos visuais.

A Rhythm & Hues Studios, uma das maiores empresas de efeitos visuais do mundo, abriu falência no dia 13 de Fevereiro, após diversas tentativas de se manter em pé. A empresa possuía 250 funcionários nos Estados Unidos, Índia, Canadá, Malásia e Taiwan, que estão agora desempregados.

A empresa foi responsável pelos efeitos visuais de “Babe: O porquinho Atrapalhado”, “A Bússola de Ouro” e, muito recentemente, “As Aventuras de Pi”. Isso significa que os criadores do tigre que encantou o mundo no filme de Ang Lee não foram respeitados e nem valorizados por seus trabalhos.

Rhythm&Hues_studios

Tem sido muito comum que algumas empresas de efeitos visuais recebam muito pouco por seus trabalhos. Os grandes estúdios começaram a pedir descontos altíssimos a estes estúdios de VFX (sigla para efeitos visuais), alegando que participar de um grande projeto seria muito bom para eles, e isso passou a ser uma prática tão comum que os estúdios passaram a precisar fazer isso para conseguir serviços.

Pior do que uma situação desta, notificada no Hollywood Reporter, é o fato de que a Academia de Hollywood cortou o discurso dos ex trabalhadores da R&H quando eles estavam no palco recebendo o Oscar de Efeitos Visuais pelo último trabalho que fizeram. Foi a primeira vez na noite em que a trilha sonora do filme “Tubarão” tocou para podar o discurso de algum vencedor.

É uma pena que não faltarão trabalhadores que topem fazer serviços a preço de banana para os filmes “300: Rise of an Empire” e “Percy Jackson e o Mar de Monstros” e “Jogos Vorazes – Em Chamas”, cujos trabalhos o estúdio deixou para trás, junto com as dívidas. Muitas pessoas fizeram protestos em Los Angeles e também pelo Facebook, onde colocaram quadros verdes no lugar das fotos de perfil, lembrando a todos como seriam os filmes se não fosse o trabalho deles.
É uma pena também que a Academia, órgão máximo do cinema estadunidense, não dê voz a esta classe de trabalhadores.

Enquanto trabalhadores suam a camisa para fazer bons filmes com pouco dinheiro no bolso, os grandes estúdios lucram como nunca.
Bizarro isso do oscar, parece algo que aconteceria em algum episódio dos simpsons

 


Seladonia

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
39.684
Reações
67.395
Pontos
849
A negada do CGI foi a falência, filme lucrando bem e a galera que realmente salvou o filme tomou no briôco, é um dos ramos mais injustiçados de um filme, mesma coisa com o filme As Aventuras de Pi, após o lançamento do filme decretaram falência.

https://rollingstone.uol.com.br/noticia/estudio-responsavel-por-salvar-design-do-sonic-fecha-portas/

Estúdio responsável por salvar design do Sonic fecha as portas

De acordo com as informações reveladas pelo site CBC Canada na última quarta, 11, o estúdio Moving Picture Company, responsável por salvar o design do Sonic, fechou as portas.

A equipe baseada em Vancouver, especificamente, teria recebido um email informando a todos do encerramento imediato das atividades por causa de uma "crescente pressão externa do mercado".

Ao repercutir a notícia, o portal Nintendo Wire contou que o estúdio de efeitos visuais teve um "papel importante" durante a criação do novo design do ouriço azul, e segundo a publicação de um dos ex-funcionário no Reddit, esse envolvimento na nova versão gerou uma crise intensa na empresa.

A Moving Picture Company tinha no currículo nada menos que As Aventuras de Pi, filme vencedor do Oscar de melhores efeitos visuais.

Recentemente, um site revelou que essa mudança na aparência do protagonista (à qual Jim Carrey se posicionou contra) custou menos de US$ 5 milhões.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

https://cinemacao.com/2013/03/04/falencia-da-rhythm-hues-e-pessima-para-o-cinema/

FALÊNCIA DA RHYTHM & HUES É PÉSSIMA PARA O CINEMA

inda sobre o Oscar e toda sua repercussão, eis que uma série de más notícias agitou a vida dos especialistas em efeitos visuais.

A Rhythm & Hues Studios, uma das maiores empresas de efeitos visuais do mundo, abriu falência no dia 13 de Fevereiro, após diversas tentativas de se manter em pé. A empresa possuía 250 funcionários nos Estados Unidos, Índia, Canadá, Malásia e Taiwan, que estão agora desempregados.

A empresa foi responsável pelos efeitos visuais de “Babe: O porquinho Atrapalhado”, “A Bússola de Ouro” e, muito recentemente, “As Aventuras de Pi”. Isso significa que os criadores do tigre que encantou o mundo no filme de Ang Lee não foram respeitados e nem valorizados por seus trabalhos.

Rhythm&Hues_studios

Tem sido muito comum que algumas empresas de efeitos visuais recebam muito pouco por seus trabalhos. Os grandes estúdios começaram a pedir descontos altíssimos a estes estúdios de VFX (sigla para efeitos visuais), alegando que participar de um grande projeto seria muito bom para eles, e isso passou a ser uma prática tão comum que os estúdios passaram a precisar fazer isso para conseguir serviços.

Pior do que uma situação desta, notificada no Hollywood Reporter, é o fato de que a Academia de Hollywood cortou o discurso dos ex trabalhadores da R&H quando eles estavam no palco recebendo o Oscar de Efeitos Visuais pelo último trabalho que fizeram. Foi a primeira vez na noite em que a trilha sonora do filme “Tubarão” tocou para podar o discurso de algum vencedor.

É uma pena que não faltarão trabalhadores que topem fazer serviços a preço de banana para os filmes “300: Rise of an Empire” e “Percy Jackson e o Mar de Monstros” e “Jogos Vorazes – Em Chamas”, cujos trabalhos o estúdio deixou para trás, junto com as dívidas. Muitas pessoas fizeram protestos em Los Angeles e também pelo Facebook, onde colocaram quadros verdes no lugar das fotos de perfil, lembrando a todos como seriam os filmes se não fosse o trabalho deles.
É uma pena também que a Academia, órgão máximo do cinema estadunidense, não dê voz a esta classe de trabalhadores.

Enquanto trabalhadores suam a camisa para fazer bons filmes com pouco dinheiro no bolso, os grandes estúdios lucram como nunca.
Infelizmente é o que mais tem.

Na industria dos games é igual, tem gente que salva um jogo e depois que é lançado é demitido... ai as glorias ficam toda pro diretor.

Só perguntar pros fãs do Metal Gear quem conhece o Shuyo Murata, galera só sabe o nome do Kojima.
Nesse caso pelo menos ele tem um cargo seguro com a franquia, mas tem muitos que caem no esquecimento.
 

Bloodstained

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
19.054
Reações
81.756
Pontos
553
Wow, Sonic The Hedgehog Movie Just Set A Major Box Office Record


There was a time in the not too distant past when Sonic the Hedgehog’s failure seemed all too likely. Now, just a month after its release in theaters, it’s standing on the precipice of an enormous box office milestone: It’s about to become the highest-grossing video game movie of all time in the United States.

Sonic the Hedgehog grossed $143.2 million domestically through March 12. That was a hair length behind the current record holder, Detective Pikachu and its $144.1 million gross. Sonic the Hedgehog needed to make less than $1 million yesterday to overtake Pikachu. And even with growing calls for social distancing in the wake of the coronavirus pandemic, it seems likely that it crossed that mark, given that it made over $10 million last weekend. Other high-grossing video game films in the United States include Lara Croft: Tomb Raider ($131.2 million), The Angry Birds Movie ($107.5 million) and Rampage ($101 million).

This is a huge win for the entire Sonic the Hedgehog team -- especially given the hurdles the film had to overcome to even make it to theaters. After a unanimously negative response to the eponymous hero’s appearance in the first trailer, filmmakers went back to the drawing board to redesign Sonic. Though it was a big financial gamble, it now looks like it may have paid off.

Sonic the Hedgehog’s success, while not a foregone conclusion, seems to be driven by the fact that it’s actually a pretty good movie. By and large, critics had good things to say about the film - it holds a 64% rating on Rotten Tomatoes. CinemaBlend’s own Mike Reyes gave Sonic the Hedgehog 3.5 stars and commended it for adapting its source material in a way that feels both fresh and accurate. And fans -- who were once so dubious about the film’s prospects -- really seem to have enjoyed seeing Sonic the Hedgehog. It has a 93% Audience Score on RT and an A rating on CinemaScore.

So, basically any way you cut it, Sonic the Hedgehog is one of the bigger cinematic success stories of 2020 (at least, thus far). However, despite its domestic box office domination, it still has quite a ways to go to catch up to other video game films internationally. As far as the worldwide box office is concerned, Warcraft appears to be the current winner with $439 million, followed closely behind by Detective Pikachu at $433 million. After that is Prince of Persia: The Sands of Time at $336 million. Sonic the Hedgehog’s current worldwide gross is $301.9 million.

It’s hard to say how much momentum Sonic the Hedgehog still has left at the box office, and whether or not it will be able to climb up another spot in the global rankings. But the film’s surprising success could have potentially been enough to kickstart a franchise, which would undoubtedly mean more box office success in the future.


Fonte
================================================================================================
 

LucianoBraga

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
37.675
Reações
134.414
Pontos
834
É uma situação curiosa porque provavelmente seria um flop se não fosse o redesign apesar do filme aparentar ser "divertidinho" no conjunto, e seria mesmo se o redesign não tivesse acontecido. hahaha
Teria lucrado mais ainda se não fosse o corona.
 
Topo