O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Tópico oficial Steam Deck ''Switch-like'' Portátil PC Gaming da Valve - Lançamento em Dezembro!



andrei.bnu

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.413
Reações
13.235
Pontos
604
Bem isso ai.

Lá na gringa quem realmente gosta de videogame compra todos de boa.

A briga é mais entre as fabricantes pois geralmente o povão "casual" compra apenas um ou outro por não dedicar tempo suficiente para jogar todos, então ai levam em consideração o preço.

Agora aqui no Brasil até quem gosta de videogames precisa escolher apenas uma plataforma pelos preços serem astronômicos. E o maior problema não é nem comprar o videogame em si, mas manter os jogos, só agora com o Game Pass que deu uma melhorada,
Concordo plenamente. Aqui no HUE a console wars é mt mais acirrada mt devido ao fato de justamente o brasileiro só ter condição de ter uma das opçoes do mercado... e isso é pessimo pra nós.. e considerando esse quesito mais um ponto pro steam deck visto q ele vai rodar tudo de todos praticamente.
 

MorpheusX

Habitué da casa
Mensagens
171
Reações
326
Pontos
73
Steam deck não custa 400 dólares. Se comprar essa versão necessariamente gastará mais com mais espaço.
Falavam o mesmo do Switch... Eu mesmo conheço muita gente que tem o Switch e teve que comprar um Cartão SD, por que focaria em comprar jogos digitais, ou queria instalar mais de 3 jogos AA/AAA no SD... Tem muitos jogos grandes no PC, mas também tem muitos jogos AA/AAA no PC (Inclusive jogos recentes), que não passam dos 50 GB.

SD Card UHS-1 Sandisk 128 GB está na faixa dos 90 R$ aqui na minha cidade, e que pelo que entendi vai funcionar de boa no Steam Deck, então espaço parece ser o menor dos problemas.
 

Covinhas

Bam-bam-bam
Mensagens
1.025
Reações
1.685
Pontos
203
eMMC e sdcard são a mesma coisa? esses cartões sd baratos são muito lentos.
 

VanHalenBR

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
GOLD
Mensagens
17.209
Reações
24.025
Pontos
644
Instalar o Windows 11 em máquinas antigas vai funcionar, existirão diversos meios para isso. Porém, é provável que ele se comporte basicamente igual ao Windows 10.

....

Eles adicionaram instruções ARM, mas não removeram as demais, tanto que o sistema agora existe 64 GB livres para instalar, quando antes pedia só 30 GB.
"Forçando" até Core 2 Duo... eles removeram sim uma serie de bibliotecas de 32-bit, o Core 2 Duo é exatamente o primeiro processador com suporte com set de instruções x86-64 (alguns chamam de x64)

Mas o set de instruções dos primeiros processadores Intel, não usava toda especificação da arquitetura, até por uma questão de compatibilidade a Microsoft limitou muito a oferta oficial de processadores, isso indica mudanças de como os compiladores de optimizar código... alias recomendo ver os docs do Microsoft Build

Assim como a Apple fez para migrar para ARM a Microsoft esta disponibilizando APIs aceleradoras no Game Stack, mudou a forma de acesso de registradores entre CPU e GPU (permitindo modelo de memória unificada do ARM/ RISC-V)

O movimento esta ai... e lembre-se a nVidia não esta comprando a ARM atoa, a Intel não esta comprando a SiFive atoa (e fazendo próprias GPUs) ...

Esse tipo de console como o Deck é o futuro ao meu ver, pois a corrida de desempenho por watt vai ser a nova "Lei de Moore"... que dizer essa se chama Lei de Koomey
 


Kachō

Bam-bam-bam
Mensagens
7.348
Reações
7.328
Pontos
419
eMMC e sdcard são a mesma coisa? esses cartões sd baratos são muito lentos.
eMMC é um formato de cartão de armazenamento, muito usado em celulares e tablets:



Ele é mais ou menos a mesma tecnologia do cartão SD (na verdade é uma variante do pai do SD, o MMC), só que para ser embutido no aparelho, apesar que existem eMMC soquetados, que permitem ser trocados.

Hoje em dia os smartphones utilizam o formato UFS, que é muito mais rápido, mais ou menos a velocidade de um SSD.
 

nando3d

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
30.542
Reações
46.304
Pontos
854
"Forçando" até Core 2 Duo... eles removeram sim uma serie de bibliotecas de 32-bit, o Core 2 Duo é exatamente o primeiro processador com suporte com set de instruções x86-64 (alguns chamam de x64)

Mas o set de instruções dos primeiros processadores Intel, não usava toda especificação da arquitetura, até por uma questão de compatibilidade a Microsoft limitou muito a oferta oficial de processadores, isso indica mudanças de como os compiladores de optimizar código... alias recomendo ver os docs do Microsoft Build

Assim como a Apple fez para migrar para ARM a Microsoft esta disponibilizando APIs aceleradoras no Game Stack, mudou a forma de acesso de registradores entre CPU e GPU (permitindo modelo de memória unificada do ARM/ RISC-V)

O movimento esta ai... e lembre-se a nVidia não esta comprando a ARM atoa, a Intel não esta comprando a SiFive atoa (e fazendo próprias GPUs) ...

Esse tipo de console como o Deck é o futuro ao meu ver, pois a corrida de desempenho por watt vai ser a nova "Lei de Moore"... que dizer essa se chama Lei de Koomey
Não duvido, as empresas estão se preparando para isso. Mas essa mudança não vai ser imediata, ainda vai levar uns bons anos. Intel e AMD tem roadmaps de CPU já programadas para pelo menos 10 anos.
 

chubilubi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.086
Reações
2.400
Pontos
304
Quais as chances da Epic/Tencent criar algo parecido com o Deck e querer atrair mais e mais produtoras pro seu ecossistema-loja cobrando menos royalties?

Teriam bala na agulha pra um movimento assim?
 
Ultima Edição:

Kachō

Bam-bam-bam
Mensagens
7.348
Reações
7.328
Pontos
419
Ultima Edição:

nando3d

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
30.542
Reações
46.304
Pontos
854
Imagina lá em 2023/2024 em 3nm, ryzen 8c, rdna 3... Se der mole a MS lança um Series M também.

Espero mesmo que esse mercado encontre demanda para crescer forte.
Pior que tem tantas possibilidades se o Deck fizer o mercado crescer:

Microsoft com um portátil GamePass Machine + XCloud.
Sony, se for esperta, faz um retro Portátil pegando do PS1 ao PS4.
 

robocrazy

Bam-bam-bam
Mensagens
2.570
Reações
5.695
Pontos
304
Postando minhas impressões que eu deixei na pasta PC:

"Do ponto de vista de alguém que sempre apreciou portátil, essa maquininha é realmente incrível e acho que vale demais pelo preço de cada uma de suas versões.
O que vejo positivo de cara:


- CPU decente, RAM bem robusta e GPU com o que a AMD tem de ponta, devidamente adaptada para realidade do bixo, claro, mas pela proposta, mais do que grande parte dos entusiastas poderiam esperar, ainda mais tendo 1280x800 como alvo. E com amadurecimento de tecnologias como FSR, VRS e um eventual DirectML(Windows, mas n é um problema no caso aqui), podem estender ainda mais as possibilidades. Acredito tbm que o suporte oficial por parte da Valve possa ser um diferencial crucial.


Isso tudo já é positivo pensando no futuro, e quando se olha pra tudo que ele já poderia entregar de cara, a coisa é mais incrível ainda, só de pensar que esse portátil seria capaz de rodar um dos AAA mais pesados da geração até momento, que é o Cyberpunk(que sim, tem lá seus problemas, mas que inegavelmente é lindo e que muito provavelmente pode indicar o que games AAA dos próximos anos podem requerer) é realmente de cair o queixo.


Pontos fracos:


- eMMC no modelo de entrada: Que talvez possa segurar a barra por um tempo, afinal até o presente momento não existe nenhum jogo que um HDD mecânico(que já é consideravelmente inferior aos eMMC recentes) minimamente decente não segure sem maiores problemas, mas no futuro com as tecnologias disponíveis, nunca se sabe; e já de cara a quantidade de armazenamento disponível poderia ser um problema. Boa noticia é que aparentemente esse emmc pode ser trocado por um ssd m.2, então, talvez nem seja um problema real afinal de contas, mas é algo que se deve prestar atenção.


- LCD IPS: Talvez dependendo da qualidade da tela n faça tanta diferença, mas eu realmente gostaria de ver uma versão OLED em um desses carinhas, OLED de qualidade é outro nível!Se der tudo como aposta a Valve, talvez alguma parceira possa vim com algo do tipo em um futuro próximo.


- Tamanho: portátil ele nem é tanto, mas se olhar pra ele como uma espécie de netbook(que é como eu vejo), talvez faça mais sentido.


Apesar de tudo, dificilmente terei uma belezinha como essa em mãos tão cedo, e mesmo com todas essas features demasiadamente interessantes pra jogos, são as possibilidades dele como PC portátil que me chamam mais atenção. Pra games, o local stream tem me atendido fantasticamente bem nesse sentido. Vou fazer um post sobre isso no tópico "Os consoles portáteis seguem vivos e fortes" e faço um edit no post aqui.
edit:
"
Continuo firme e forte nos portáteis, em especial o PSP, que jogo de tudo, desde os nativos aos inúmeros emuladores.

Tbm tenho um New 3ds e um VITA(sim, poderia usar mais o vita no lugar do PSP como meu principal, mas por conta do peso, bateria e d-pad, o PSP acaba me sendo mais conveniente), que andam meio abandonados aqui, mas pretendo voltar a jogar alguns jogos que eu deixei no backlog em breve.

Por curtir bastante portátil, considerei pegar um Switch, principalmente por conta do BotW, mas como o preço n estava muito amigável e com o mesmo já sendo totalmente destrinchado e melhorado por emuladores no PC, achei mais negócio simplesmente abandonar a ideia e jogar no PC mesmo. E devo dizer que pelos resultados foi uma decisão acertada por conta de todas as possibilidades extras que o PC proporciona. Mas pra quem curte exclusivamente portáteis, o switch sem duvidas é algo que sempre será lembrado, um verdadeiro monstrinho.

Também estou bem empolgado com o Steam Deck, mas mais por conta do potencial impacto que ele pode causar na indústria do que por conveniência direta, até pq duvido que eu consiga colocar as mãos em um desses no curto ou médio prazo. O que me serve de consolo é que eu tenho uma alternativa bem interessante a ele, que talvez possa funcionar para uma meia dúzia aí, já explico...

Costumo jogar portáteis mais dentro de casa do que fora, fora mesmo só levo o PSP pra jogar games mais arcades, principalmente em emuladores, motivo é a falta de concentração que eu tenho fora de casa por conta da correria do dia a dia e a paranoia de roubo. Neste estado, é simplesmente impossível e bem desconfortável admirar de forma devida: personagens, enredo, trilha sonora, gráficos e etc...

Explicado isto, o portátil que eu tenho mais usado no momento depois do meu PSP, curiosamente é o meu celular, um Moto X Force, mas não pra jogar algo nativo dele, e sim espelhar o meu PC através do app moonlight, que permite stream local para quem tem placa nvidia. E olha, devo dizer que foi uma das coisas mais surpreendente que vi nos últimos anos, pq eu já havia testado esse tipo de feature antes e era uma m**** total a latência, quase impraticável, já com o moonlight, acredito que pra quem tem hardware adequado, a latência possa ser algo parecido com a diferença de uma TV padrão para uma TV com modo baixa latência ativado, diria que menos ainda já que na maioria das vezes uso controle aqui, ou seja, pra maioria das pessoas, imperceptível, e para os mais sensíveis, totalmente tolerável e até mesmo esquecível na maioria dos jogos, e olha que o relato vem de uma pessoa que tem uma certa sensibilidade a isso e que joga alguns FPS online em monitor 144hz de baixa latência. E só reforçando o ponto, se muitos acham perfeitamente aceitável o gamestream por nuvem, o stream local tem tudo pra ser ainda mais estável(com hardware adequado, claro), afinal, menos interlocutores para se comunicar e menor distancia, logo, menos latência.

Bom, talvez alguns possam se perguntar ou até mesmo afirmar que é uma m**** jogar em cel por conta do touch e alternativas meio duvidosas ao controle, mas no caso aqui eu simplesmente sincronizo o meu DS4 no app e uso esse suporte aqui pra acoplar o cel:
Visualizar anexo 201232


Pra jogar deitado é GG

Dito isso, uma vez que só consigo me concentrar no lar, essa alternativa caiu como uma luva. Claro, existem contras: como um fucking PC ligado consumindo 200/250W média em games AAA no talo(no meu caso um tanto menos já que sempre faço underclock e não faço questão alguma de colocar jogos no talo ou de sempre estar jogando AAA pesados, mas ainda sim, é considerável), quando penso nisso é impossível não lembrar do GPD XD do Luciano Braga consumindo apenas 20/25W :klol Mas como tá tudo na tomada e eu iria gastar do mesmo jeito de frente ao monitor sem essa alternativa, whatever! ao menos agora tenho a opção de continuar a jogatina deitado, cagando ou em qualquer outro canto da casa :klingua

Enfim, talvez minha próxima aquisição do tipo(que vai demorar) possa ser um steam deck ou algum derivado da vida, mas mais por conta do fator laptop do que game portátil. E se for exclusivamente para jogar, talvez um eventual futuro aparelho da Nintendo, Sony, Microsoft ou de qualquer outra empresa de nome com o projeto minimamente convincente. Por hora os gadgets que eu tenho em mãos têm me servido muito bem, e para fins mais exigentes, o stream local tem se revelado algo realmente espetacular, sendo assim, não fico tão triste em saber que não poderei pôr as mãos em uma maravilhas como essa tão cedo!
"
Outra coisa que me anima muito, é que se tudo isso der certo, até quem está cagando para esse portátil tem muito a receber. Começando pelo próprio ecossistema da steam, que de forma resumida já ajudaria em coisa como: Proton e otimizações gerais para Linux; dev kit para melhor desenvolvimento, otimizações e ports pra PC; big picture ; otimizações e mitigações de dados para armazenamento; melhor compatibilidade com joystick; Features que possam vim a nascer com o deck e convenientes portadas para desktop e etc...



Do ponto de vista da indústria, a Nintendo pode sim ter que se mexer e de repente fazer um hardware minimamente decente, aliás, nem precisava ser decente ou ter a potencia de um deck, com o talento que ela tem pra desenvolver e otimizar jogos, só de implementar um DLSS da vida com a devida revisão de hardware já faria um belo de um estrago(se bem que conhecendo a peça, talvez ela nem tome conhecimento do Steam Deck e simplesmente lance um switch U tendo um vibrador como diferencial e f**a-se); Existe rumores que a Microsoft tbm poderia tbm entrar na brincadeira, e com o deck na área fazendo sucesso, não poderão fazer algo meia boa(ou pode né, vai saber); E quem sabe a própria Sony poderia animar e voltar pra esse mercado tbm, pois essa com certeza faz falta aqui.


Enfim, possibilidades e mais possibilidades, espero que tudo isso vingue no final das contas."
 
Ultima Edição:

chubilubi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.086
Reações
2.400
Pontos
304

chubilubi

Bam-bam-bam
Mensagens
2.086
Reações
2.400
Pontos
304
Pior que tem tantas possibilidades se o Deck fizer o mercado crescer:

Microsoft com um portátil GamePass Machine + XCloud.
Sony, se for esperta, faz um retro Portátil pegando do PS1 ao PS4.
Cara, mas a Microsoft indo pelo Full Xcloud, tem como um belo de um trunfo na manga a total falta de necessidade de se adquirir um hardware novo pra usar o seu serviço. Milhões de celulares já nas mãos das pessoas. No máximo seria preciso um controle.
 
Ultima Edição:

nando3d

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
30.542
Reações
46.304
Pontos
854
Cara, mas a Microsoft indo pelo Full Xcloud, tem como um belo de um trunfo na manga a total falta de necessidade de se adquirir um hardware novo pra usar o seu serviço. Milhões de celulares já nas mãos das pessoas. No máximo seria preciso um controle.
É uma opção a mais, tem quem prefere um hardware dedicado. Basta a Microsoft fazer um Surface Duo com controles físicos.

 

LucianoBraga

Operador de Marreta
Membro STAFF
Mensagens
42.332
Reações
151.716
Pontos
834
XCloud é pro futuro. Depende muito de infraestrutura e isso ainda varia muito de um país pro outro.
Fora que se a MS for pra cima com tudo e começar a gerar problema de sobrecarga na rede, vai tomar na cabeça.
 

Flavio Branford

NERF THIS
VIP
GOLD
Mensagens
21.276
Reações
22.985
Pontos
714
Na opinião de vcs será que no futuro a Valve vai lançar oficialmente o Deck aqui no Brasil?
 

DarkVoid

Bam-bam-bam
Mensagens
1.725
Reações
1.663
Pontos
203
Não sou muito chegado em portáteis, o que me interessa é o Proton, fico me perguntando se esse tipo de ameaça que fez a Microsoft "se mexer" e ter algo como o DirectStore e melhor suporte a games, acho bom a MS ficar esperta, ela normalmente depende do mercado corporativo no Windows, mas uma parcela do publico normal usando Linux pode provocar outras empresas a aumentar o suporte.

Agora com um hardware dedicado a Valve vai ter uma distro dela com suporte dedicado? Vai apenas disponibilizar para todos as distros?

Vamos ver como vai ficar o Windows 11.
 

Kise Ryota

Exploiter Lixoso
VIP
Mensagens
46.252
Reações
68.228
Pontos
909
Streaming é foda, mas vai levar anos até o pessoal poder jogar com planos móveis.

Além disso, a distância pros servers é ponto crítico. E a MS não vai sair montando datacenters em todos os locais para atender a demanda. Não rola. E como a política da empresa é a de oferecer o máximo de opções para os consumidores, um hardware mobile dedicado é muito bem vindo.


Quanto a valve trazer o deck, eu duvido. Não trouxe o steam controller, não trouxe o Index, e não vai trazer o deck (meu chute). É foda comprar uma parada cara pra kct e não ter acesso à garantia.
 

nando3d

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
30.542
Reações
46.304
Pontos
854
Não sou muito chegado em portáteis, o que me interessa é o Proton, fico me perguntando se esse tipo de ameaça que fez a Microsoft "se mexer" e ter algo como o DirectStore e melhor suporte a games, acho bom a MS ficar esperta, ela normalmente depende do mercado corporativo no Windows, mas uma parcela do publico normal usando Linux pode provocar outras empresas a aumentar o suporte.

Agora com um hardware dedicado a Valve vai ter uma distro dela com suporte dedicado? Vai apenas disponibilizar para todos as distros?

Vamos ver como vai ficar o Windows 11.
A distro vai ser disponibilizada para uso geral. A Valve também informou que a interface do Deck vai ser o novo padrão do Big Picture.

Interface do Steam Deck vai substituir modo Big Picture no PC
Valve pretende descontinuar o Big Picture do PC e levar a interface do SteamOS à versão para desktop do Steam em breve

O modo Big Picure do Steam vai deixar de existir e será substituído pela interface do Steam Deck, mesmo no aplicativo para desktop da plataforma. A informação foi divulgada no fórum da comunidade do Steam, na última terça-feira (20), por um funcionário da Valve conhecido como "austinp_valve". No entanto, ainda não há previsão para a mudança acontecer.



Disponível desde 2012, o modo Big Picture do Steam é uma forma de usar a plataforma no PC como um console. Ao ativar o modo, a plataforma ganha uma nova interface mais parecida com a de um videogame e ocupa a tela inteira do monitor. Assim, fica mais fácil navegar pelos jogos usando um controle em vez do mouse.

O visual do Big Picture também foi usado como base para desenvolver o SteamOS, o sistema operacional baseado em Linux do Steam Deck. Segundo a Valve, o PC portátil vai rodar uma nova versão do sistema — o SteamOS 3.0 —, que terá a interface reformulada. É justo a empresa querer atualizar o Big Picture, afinal o modo é tão antigo que ainda funciona em PCs com Windows Vista.



Big Picture deve ficar mais minimalista no desktop
A nova interface do Big Picture promete ser mais minimalista, com poucos textos na tela e fotos maiores dos jogos da biblioteca do Steam. Além disso, os menus devem ficar centralizados em um único lugar, acessado pelo botão "Opções" dos controles. Vale mencionar que a versão de PC da plataforma é compatível com qualquer joystick que funciona em Windows.

Por enquanto, a Valve não informou uma data de lançamento para o novo Big Picture. O Steam Deck, por outro lado, chega em dezembro deste ano já com o SteamOS 3.0 instalado. Por isso, é provável que a empresa não demore muito para levar a interface do sistema do PC portátil ao desktop.

Com informações: The Verge.

 

andrei.bnu

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.413
Reações
13.235
Pontos
604
Cara, mas a Microsoft indo pelo Full Xcloud, tem como um belo de um trunfo na manga a total falta de necessidade de se adquirir um hardware novo pra usar o seu serviço. Milhões de celulares já nas mãos das pessoas. No máximo seria preciso um controle.
Ainda não acredito nessa tecnologia... Olha o mega flop que rolou com a google stadia.
 

andrei.bnu

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.413
Reações
13.235
Pontos
604
A distro vai ser disponibilizada para uso geral. A Valve também informou que a interface do Deck vai ser o novo padrão do Big Picture.

Interface do Steam Deck vai substituir modo Big Picture no PC
Valve pretende descontinuar o Big Picture do PC e levar a interface do SteamOS à versão para desktop do Steam em breve

O modo Big Picure do Steam vai deixar de existir e será substituído pela interface do Steam Deck, mesmo no aplicativo para desktop da plataforma. A informação foi divulgada no fórum da comunidade do Steam, na última terça-feira (20), por um funcionário da Valve conhecido como "austinp_valve". No entanto, ainda não há previsão para a mudança acontecer.



Disponível desde 2012, o modo Big Picture do Steam é uma forma de usar a plataforma no PC como um console. Ao ativar o modo, a plataforma ganha uma nova interface mais parecida com a de um videogame e ocupa a tela inteira do monitor. Assim, fica mais fácil navegar pelos jogos usando um controle em vez do mouse.

O visual do Big Picture também foi usado como base para desenvolver o SteamOS, o sistema operacional baseado em Linux do Steam Deck. Segundo a Valve, o PC portátil vai rodar uma nova versão do sistema — o SteamOS 3.0 —, que terá a interface reformulada. É justo a empresa querer atualizar o Big Picture, afinal o modo é tão antigo que ainda funciona em PCs com Windows Vista.



Big Picture deve ficar mais minimalista no desktop
A nova interface do Big Picture promete ser mais minimalista, com poucos textos na tela e fotos maiores dos jogos da biblioteca do Steam. Além disso, os menus devem ficar centralizados em um único lugar, acessado pelo botão "Opções" dos controles. Vale mencionar que a versão de PC da plataforma é compatível com qualquer joystick que funciona em Windows.

Por enquanto, a Valve não informou uma data de lançamento para o novo Big Picture. O Steam Deck, por outro lado, chega em dezembro deste ano já com o SteamOS 3.0 instalado. Por isso, é provável que a empresa não demore muito para levar a interface do sistema do PC portátil ao desktop.

Com informações: The Verge.

Isso só mostra como o Uncle Gabe ta levando a serio o Steam Deck. Não é mais só mais um tiro no escuro..
 

andrei.bnu

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.413
Reações
13.235
Pontos
604
Por quanto vcs acham que o steamdeck vai custar por aqui?
Algo em torno de um Ps5....Por ai... dependendo da versão.. Isso se vier oficialmente. Se trazer do PY da pra pagar algo perto do valor em dolar convertido pra real com uns 20% de acréscimo.
 

gulavisk

Bam-bam-bam
Mensagens
2.502
Reações
2.622
Pontos
288
A steam não é mercenaria igual nintendo e Sony !! Imagino que a politica deles de vendas seria algo mais proximo do q a microsoft faz no Brasil...

E ainda tem a possibilidade do steam deck vir como PC... Se vier assim tera impostos reduzidos e um preço mt mais atrativo.
A questao 'e a Valve conseguir suprir a demanda. Caso contrario, o preco sobe bem. Nao duvido nada o Steam Deck sendo vendido por 1.000$
 
Topo Fundo