O que há de Novo?


Sua última aquisição livrística



_alef_

Bam-bam-bam
Mensagens
7.114
Curtidas
6.420
Pontos
353
Leiam Jonathan Franzen
Favor para de ficar postando livros pq eu vou compra-los.

Falando nisto, tu leu o livro do Willian Finnegan? Gostei muito.
Esta semana vou fazer umas comprinhas e compro a sua indicação juntamente com o que eu quero ler.
vc sabe algum local aqui no Brasil que venda livros espanhóis? To afim de comprar dois livros ( um arg e outro esp), mas não acho em venda no território brasileiro =(
 

luizsidi

Bam-bam-bam
Mensagens
4.106
Curtidas
2.240
Pontos
294
Favor para de ficar postando livros pq eu vou compra-los.

Falando nisto, tu leu o livro do Willian Finnegan? Gostei muito.
Esta semana vou fazer umas comprinhas e compro a sua indicação juntamente com o que eu quero ler.
vc sabe algum local aqui no Brasil que venda livros espanhóis? To afim de comprar dois livros ( um arg e outro esp), mas não acho em venda no território brasileiro =(
hehe, ainda não

e já testou a estante virtual?

no mais: aumentando minha coleção negra.


Enviado de meu SM-G955U1 usando Tapatalk
 
Curtidas: M_V
Mensagens
435
Curtidas
785
Pontos
128
Legal essa fase do Spider Superior. Falta eu comprar o Mal Necessário e esse lançamento do Venom, aí restará o sexto e último volume dessa saga, que sabe-se lá quando a Panini irá lançar. Com esse novo aumento nos preços, ficou complicado comprar Hqs aqui, nesta republiqueta fajuta e eu sei que a Panini nem é a culpada. Os reais culpados são os vermes da classe política que estão aí há décadas só aumentando os impostos. Bando de comunistas imundos ( com o perdão da redundância ).
 
Ultima Edição:


Niko

Bam-bam-bam
Mensagens
6.319
Curtidas
4.939
Pontos
354

Dom Casmurro de Machado de Assis

Como não tem tópico de 'Qual foi ultimo livro que você leu?' (estranho, porque 'qual foi a última HQ que você leu?' tem), vou postar aqui o que achei desse livro. O livro na verdade foi adquirido pelo meu irmão de 14 anos, pra escola, mas como ele não lê e provavelmente não lerá, decidi começar, visto que quero ler algumas literaturas do Brasil, para algo que precisarei mais a frente.
É simplesmente sensacional, muito bem feita e escrita pelo Realista carioca Machado de Assis. Muitos aqui já devem ter lido, assim como outras obras chamadas de clássicos da literatura brasileira, que o professor de português do ensino médio sempre recomenda, mas todo mundo não tem a menor vontade. Descreverei o que achei, sem contar spoilers, é claro.
O título Dom Casmurro se refere à potencial personalidade do protagonista narrador, como uma pessoa chata, retraída, ciumenta, frustrada ou difícil de lidar. Em minha opinião, de dom casmurro não tem nada, é apenas uma pessoa muito retraída sim, mas que é sufocada pelo extremo excesso de retidão e compostura do século XIX, em que tudo era mais formal, simples e tedioso. O fator religioso era algo muito sério naquela época também e que contribui e isso é possível observar durante todo o livro.
A narrativa é sensacional, muito bem conduzida pelo escritor que, na verdade, coloca o protagonista para narrar como se tivesse contando um livro e em muitos momentos temos que se lembrar que na verdade foi o Machado que escreveu e não personagem que conta em forma literária. Parece algo feito por outra pessoa que não Machado de Assis, embora essa seja a primeira obra que leio dele. É muito legal essa trajetória diferente, muito original.
A história tem um tom bem romancista, mas no sentido romântico, detalhado de maneira impressionante, que nos faz imaginar da forma mais tênue que é escrita. Isso se dá também por, em 80% da história, se passar no período em que o protagonista e sua prometida têm lá seus 15, 16 anos. É escrita da forma mais pura que uma pessoa dessa idade possa ser, lá nos meados dos anos 1850, ou seja, é algo fechado, formal, respeitoso, a forma de relacionar de dois jovens que se gostam. No entanto, isso não pode ser cem por cento confirmado pelo narrador sobre sua namorada, a qual vê sempre de maneira muito romântica, mas sendo racional com o que está a volta dela, muitos diriam neurótico, mas confesso que não consegui enxergar a paranoia, que só em um momento ou dois é de fato vista. Soa muito mais racional e condizente com a época em que vive, isso sim.
Confesso que me diverti demais lendo esse livro, como não o fazia a muito tempo, pois só posso ler nos finais de semana, que é quando tenho tempo livre e sempre ficava muito entusiasmado pra descobrir mais o enrolar da história, mas principalmente para ver mais sobre a protagonista feminina, Capitu, muito bem descrita pelo narrador. Ele a deixa extremamente interessante, a forma de descrevê-la, deixando enigmas no ar, personagem muito bem feita, assim como o protagonista. A forma apaixonada de citá-la lembra a mais forma ingênua e pura de um adolescente mais lento dos que os de hoje em dia, assim como eu fui, bem lento, via as garotas com muito romance, por isso me identifiquei mais ainda com o livro e a história.
Outro ponto muito bom, e que ocasionalmente é possível observar são os pontos de humor, mas é bem suave mesmo, que nem se percebe, as formas irônicas de escrever, muito leve, por vezes me pegava sorrindo enquanto lia.

O que me tocou mesmo foram os momentos de romance, muito bem detalhados, crus e suaves. Nada de pudor (embora seja muito bom de vez em quando, por vezes, desejei), e que fazem nos desejar algo assim para nossa vida. Pessoalmente já fui muito mais romântico do que sou hoje em dia, mas tenho que admitir que romance assim gosto muito, amor puro.
Bem, não posso escrever mais sem citar spoilers, mas gostei do final, mesmo sendo um pouco triste, acho que casou bem e, em minha visão o protagonista, Bento Santiago, apesar de ser lento e atrasado em suas maneiras de decidir, agiu da forma correta, não tinha muito o que e fazer ali - eu teria feito muitas coisas.

Nessa edição que tenho aqui, após terminar toda a historia do livro, tem uma rápida mini biografia do autor Machado de Assis e conta um pouco seu estilo, sua obras. Com certeza lerei muitas dele, gostei demais. Principalmente por ver que gosta de colocar mulheres num sentido bem descrito, gosto disso.

Até gostaria de aproveitar e pedir que me deem, se alguém souber, mais recomendações que sigam esse estilo de Dom Casmurro, um romance de duas pessoas bem escrito.
 

Guastinha

Bam-bam-bam
Mensagens
17.733
Curtidas
9.994
Pontos
489

Dom Casmurro de Machado de Assis

Como não tem tópico de 'Qual foi ultimo livro que você leu?' (estranho, porque 'qual foi a última HQ que você leu?' tem), vou postar aqui o que achei desse livro. O livro na verdade foi adquirido pelo meu irmão de 14 anos, pra escola, mas como ele não lê e provavelmente não lerá, decidi começar, visto que quero ler algumas literaturas do Brasil, para algo que precisarei mais a frente.
É simplesmente sensacional, muito bem feita e escrita pelo Realista carioca Machado de Assis. Muitos aqui já devem ter lido, assim como outras obras chamadas de clássicos da literatura brasileira, que o professor de português do ensino médio sempre recomenda, mas todo mundo não tem a menor vontade. Descreverei o que achei, sem contar spoilers, é claro.
O título Dom Casmurro se refere à potencial personalidade do protagonista narrador, como uma pessoa chata, retraída, ciumenta, frustrada ou difícil de lidar. Em minha opinião, de dom casmurro não tem nada, é apenas uma pessoa muito retraída sim, mas que é sufocada pelo extremo excesso de retidão e compostura do século XIX, em que tudo era mais formal, simples e tedioso. O fator religioso era algo muito sério naquela época também e que contribui e isso é possível observar durante todo o livro.
A narrativa é sensacional, muito bem conduzida pelo escritor que, na verdade, coloca o protagonista para narrar como se tivesse contando um livro e em muitos momentos temos que se lembrar que na verdade foi o Machado que escreveu e não personagem que conta em forma literária. Parece algo feito por outra pessoa que não Machado de Assis, embora essa seja a primeira obra que leio dele. É muito legal essa trajetória diferente, muito original.
A história tem um tom bem romancista, mas no sentido romântico, detalhado de maneira impressionante, que nos faz imaginar da forma mais tênue que é escrita. Isso se dá também por, em 80% da história, se passar no período em que o protagonista e sua prometida têm lá seus 15, 16 anos. É escrita da forma mais pura que uma pessoa dessa idade possa ser, lá nos meados dos anos 1850, ou seja, é algo fechado, formal, respeitoso, a forma de relacionar de dois jovens que se gostam. No entanto, isso não pode ser cem por cento confirmado pelo narrador sobre sua namorada, a qual vê sempre de maneira muito romântica, mas sendo racional com o que está a volta dela, muitos diriam neurótico, mas confesso que não consegui enxergar a paranoia, que só em um momento ou dois é de fato vista. Soa muito mais racional e condizente com a época em que vive, isso sim.
Confesso que me diverti demais lendo esse livro, como não o fazia a muito tempo, pois só posso ler nos finais de semana, que é quando tenho tempo livre e sempre ficava muito entusiasmado pra descobrir mais o enrolar da história, mas principalmente para ver mais sobre a protagonista feminina, Capitu, muito bem descrita pelo narrador. Ele a deixa extremamente interessante, a forma de descrevê-la, deixando enigmas no ar, personagem muito bem feita, assim como o protagonista. A forma apaixonada de citá-la lembra a mais forma ingênua e pura de um adolescente mais lento dos que os de hoje em dia, assim como eu fui, bem lento, via as garotas com muito romance, por isso me identifiquei mais ainda com o livro e a história.
Outro ponto muito bom, e que ocasionalmente é possível observar são os pontos de humor, mas é bem suave mesmo, que nem se percebe, as formas irônicas de escrever, muito leve, por vezes me pegava sorrindo enquanto lia.

O que me tocou mesmo foram os momentos de romance, muito bem detalhados, crus e suaves. Nada de pudor (embora seja muito bom de vez em quando, por vezes, desejei), e que fazem nos desejar algo assim para nossa vida. Pessoalmente já fui muito mais romântico do que sou hoje em dia, mas tenho que admitir que romance assim gosto muito, amor puro.
Bem, não posso escrever mais sem citar spoilers, mas gostei do final, mesmo sendo um pouco triste, acho que casou bem e, em minha visão o protagonista, Bento Santiago, apesar de ser lento e atrasado em suas maneiras de decidir, agiu da forma correta, não tinha muito o que e fazer ali - eu teria feito muitas coisas.

Nessa edição que tenho aqui, após terminar toda a historia do livro, tem uma rápida mini biografia do autor Machado de Assis e conta um pouco seu estilo, sua obras. Com certeza lerei muitas dele, gostei demais. Principalmente por ver que gosta de colocar mulheres num sentido bem descrito, gosto disso.

Até gostaria de aproveitar e pedir que me deem, se alguém souber, mais recomendações que sigam esse estilo de Dom Casmurro, um romance de duas pessoas bem escrito.
Geralmente o pessoal usa esse tópico para falar do ultimo livro que leu, ou do atual, que esta lendo:

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/os-books-reading-now.74825/page-209#post-15822138

Eu geralmente posto lá os que já li, como você fez aqui.

Eu copiaria o texto e publicava lá, ou então pedia para mover o post, não sei se tem como.
 

Niko

Bam-bam-bam
Mensagens
6.319
Curtidas
4.939
Pontos
354

Nargwya

Bam-bam-bam
Mensagens
2.388
Curtidas
3.643
Pontos
303
Fiquei uns 4 meses sem comprar quadrinhos, e como coleciono as HQ's de luxo da Disney que a Abril tá lançando, acabou acumulando muita coisa e tive que fazer uma compra grande. Aproveitei e comprei o primeiro volume do mangá de Zelda.

Observação: Pateta Faz História foi finalmente finalizado, esse volume de capa rosa foi o último (são 5 volumes no total), são muito boas as histórias! A próxima coleção que vai ser finalizada é a dos manuais, só falta um manual, mas a Abril ainda não deu uma previsão de quando sai o último. Então ficarei com apenas 3 coleções (Barks, Don Rosa e a coleção normal de capa-dura), o que vai dá uma aliviada no bolso!

 

Agito

Bam-bam-bam
Mensagens
4.092
Curtidas
15.122
Pontos
303
Fiquei uns 4 meses sem comprar quadrinhos, e como coleciono as HQ's de luxo da Disney que a Abril tá lançando, acabou acumulando muita coisa e tive que fazer uma compra grande. Aproveitei e comprei o primeiro volume do mangá de Zelda.

Observação: Pateta Faz História foi finalmente finalizado, esse volume de capa rosa foi o último (são 5 volumes no total), são muito boas as histórias! A próxima coleção que vai ser finalizada é a dos manuais, só falta um manual, mas a Abril ainda não deu uma previsão de quando sai o último. Então ficarei com apenas 3 coleções (Barks, Don Rosa e a coleção normal de capa-dura), o que vai dá uma aliviada no bolso!

Eu já tive esse mangá do Zelda e achei uma bosta, a história até segue bem o jogo, porém o autor tem uma mania retardada de fazer piadinhas a cada três quadros. Isso mata completamente o ritmo, principalmente nas partes sérias.
 

Nargwya

Bam-bam-bam
Mensagens
2.388
Curtidas
3.643
Pontos
303
Eu já tive esse mangá do Zelda e achei uma bosta, a história até segue bem o jogo, porém o autor tem uma mania retardada de fazer piadinhas a cada três quadros. Isso mata completamente o ritmo, principalmente nas partes sérias.
Poxa, que zoado. Eu ainda nem li, mas já comprei os dois primeiros volumes. Acho que fiz cagada então.
 

luizsidi

Bam-bam-bam
Mensagens
4.106
Curtidas
2.240
Pontos
294
Essa edição de dampyr está ótima graficamente, e com mais de 400 páginas (contendo 4 edições). Belíssimo trabalho da editora 85. Comprei no Marketplace da Amazon.


Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk
 

guiracer

Bam-bam-bam
Mensagens
7.064
Curtidas
3.041
Pontos
434


Estou bem viciado em Mistborn, depois de ler O nome do Vento e o Temor do Sábio, tava a tempos procurando uma fantasia com um sistema de magia lógico e crível, e Mistborn têm um (na verdade mais de um) sistema fantástico, terminei o primeiro livro muito rápido e já estou no segundo, o bom é que o autor, ao contrário do George RR Martin e do Patrick Rothfuss, escreve rápido, e como ele sabe fazer CliffHanger pro próximo episódio/livro, é fantástico.
 
Ultima Edição:

M_V

Veterano
Mensagens
763
Curtidas
765
Pontos
143
@luizsidi , tem alguma foto de como a sua coleção negra ta ficando, na estante? (Principalmente das lombadas. Sem querer sem chato nem nada, mas notei q n existe padrão nelas rsrs).
 

Flavio Branford

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.966
Curtidas
3.495
Pontos
514
Depois de tempos sem ter chance de comprar finalmente peguei para voltar no tempo, Camelot 3000 eu me lembro de ter lido ainda moleque nos anos 80, bateu uma saudade de reler de novo e peguei a edição da Panini
 

luizsidi

Bam-bam-bam
Mensagens
4.106
Curtidas
2.240
Pontos
294
Últimas compras (sebo + Amazon com promoções + cupom PN15 que vale até dia 27):


Enviado de meu SM-G955U1 usando o Tapatalk
 
Curtidas: M_V

Flavio Branford

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.966
Curtidas
3.495
Pontos
514
Chegou hoje, tava pensando que ia demorar pra chegar pela greve dos caminhoneiros...


Alex Ross mito sagrado, o cara não desenha, ele faz arte nas HQs....
 


Topo