O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


TÓPICO OFICIAL DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA JAIR MESSIAS BOLSONARO

Qual será a moeda nova agora com Bolsonaro?

  • BOLSOS

  • MITOS

  • PITÚS

  • BOLSONAROS

  • TALKEIS

  • NIÓBIOS

  • HELENÕES

  • COISOS

  • JAIRES

  • BONOROS


Results are only viewable after voting.

Darth_Tyranus

Bam-bam-bam
Mensagens
961
Reações
4.989
Pontos
283
"No cenário mais pessimista, a lei pode eliminar 500 empregos diretos e indiretos "

É tudo ridículo na matéria. Com um argumento bosta desse criticar uma decisão nacional que pode beneficiar toda uma indústria.,
Sendo que esses "indiretos" maroto aí pode ser uma mera estimativa e com a má vontade podem ter puxado ao máximo o número "para cima" - e isso no cenário mais pessimista possível.

Como tem gente comentando, se governo Bolsonaro resolver o problema da dengue, vai aparecer doido defendendo o mosquito.
Um site de tecnologia reclamando de redução de imposto em videogames. Sem o que falar, conseguem escrever uma merda dessa e tem coragem de publicar. O estrago que o PT fez (e esquerdistas similares se fingindo de oposição) foi muito grande e vai levar muito tempo para limpar.
Tem algum site bom para acompanhar notícias de videogames? Esse Voxel não tem mais condições, todo mundo que era bom caiu fora há tempos, e a redação atual é totalmente esquerdista. A IGN é outra porcaria, ainda pior.
 


Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
56.379
Reações
137.272
Pontos
1.029
Maia escala Fraga para projeto sobre armas
SALVARBrasil 14.08.19 16:17

Rodrigo Maia escalou o ex-deputado Alberto Fraga para ajudar a elaborar um texto sobre posse e porte de armas a ser votado nas próximas semanas, informa Igor Gadelha na Crusoé. Coronel da reserva da PM do DF, Fraga também é filiado ao DEM e um dos integrantes do partido mais próximos de Jair Bolsonaro.
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Vamos ver o que vem por aí, não dá pra saber ainda.
 

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
2.824
Reações
18.315
Pontos
303
Vamos falar sobre uma tática esquerdista que será bastante utilizada esse ano, a tática da validação internacional de teses petistas por jornalismo de opinião.

O departamento de agitação e propaganda do PT solta as seguintes notícias:

New York Times: Bolsonaro está liquidando com direito à oposição e liberdade de expressão
Artigo publicado no The New York Times afirma que o Brasil vive uma escalada autoritária em que o governo Jair Bolsonaro considera que "o jornalismo é um ofício criminoso e os políticos e ativistas que o criticam são considerados inimigos do Estado"


Brasil vive “ditadura sutil”, aponta artigo do New York Times

A tática é fazer essas notícias(propaganda petista) entrarem na grande imprensa brasileira com o selo e o peso do The New York Times.



Onde está a malandragem dessa tática?

O tal artigo foi publicado na coluna de opinião da versão em espanhol do jornal por um tal BRUNO BIMBI.

Então temos a primeira malandragem, não é uma reportagem do The New York Times, mas sim um artigo de opinião publicado por um dos colunistas do jornal.

E agora a parte final da malandragem, quem é o senhor Bruno Bimbi?
Bem... Bruno Bimbi é jornalista, doutor em Letras/Estudos da Linguagem (PUC-Rio), ativista gay e integrante da executiva estadual do PSOL-RJ.

Ou seja, trata-se de um artigo escrito por um comunista brasileiro, filiado e integrante da executiva do PSOL que foi publicado no The New York Times.


Evento da esquerda brasileira com Bruno Bimbi.


Jean Wyllys faz propaganda do livro escrito por Bruno Bimbi.


Bruno Bimbi.


E essa é a tática de tentar dar validação internacional a teses petistas/psolistas por meio não de reportagens dos respectivos jornais internacionais, mas por meio de artigos de opinião publicados em "jornais internacionais" que na verdade são escritos por militantes comunistas brasileiros, o militante escreve o artigo, o jornal internacional pública na coluna de opinião, e o departamento de agitação e propaganda do PT sai espalhando nos 4 ventos que A IMPRENSA INTERNACIONAL está criticando Bolsonaro, quando na verdade foi um psolento safado e brasileiro que escreveu a coluna de opinião.
 
Ultima Edição:

Adam Sandler

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
26.606
Reações
41.446
Pontos
553
Maia escala Fraga para projeto sobre armas
SALVARBrasil 14.08.19 16:17

Rodrigo Maia escalou o ex-deputado Alberto Fraga para ajudar a elaborar um texto sobre posse e porte de armas a ser votado nas próximas semanas, informa Igor Gadelha na Crusoé. Coronel da reserva da PM do DF, Fraga também é filiado ao DEM e um dos integrantes do partido mais próximos de Jair Bolsonaro.
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Vamos ver o que vem por aí, não dá pra saber ainda.

A questão é ter posse ou porte apenas com treinamento e avaliação psicológica, volte e meia aparece notícia de uns casos de pessoas que nunca deveriam ter posse pelo perfil.
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
42.504
Reações
89.892
Pontos
989
Governo estima 3,7 milhões de novos empregos em dez anos com MP da Liberdade Econômica



BRASÍLIA - O governo calcula que a Medida Provisória da Liberdade Econômica, cujo texto-base foi aprovado na noite de terça-feira no plenário da Câmara, permitirá a geração de 3,7 milhões de novos empregos em um prazo de até dez anos. O número, já antecipado pelo Estadão/Broadcast no início de julho, faz parte de um estudo da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia e foi reiterado hoje pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel.
Segundo ele, também em um prazo de dez anos, a medida provisória permitirá um acréscimo de 7% ao Produto Interno Bruto (PIB). “Isso é um crescimento muito expressivo. Em 2019, por exemplo, o PIB poderia dobrar, se as mudanças pudessem ser introduzidas no início do ano”, afirmou Uebel a jornalistas na saída do Ministério da Economia, após reunião com o ministro Paulo Guedes e uma série de representantes do setor empresarial.
Ministério da Economia
MP da Liberdade Econômica reduz burocracia para startups e microempresas Foto: Ernesto Rodrigues / Estadão

O impacto previsto pelo governo será consequência do processo de desburocratização de uma série de atividades econômicas. “A MP facilita a abertura e o fechamento de empresas”, citou o secretário. “Estabelecimentos de baixo risco não dependerão mais de alvará, de licença”, acrescentou, lembrando que a espera por alguns documentos, atualmente, chega a durar seis meses.
Para Uebel, é difícil mensurar o impacto de curto prazo da MP, mas já há sinais positivos. “Justamente porque os micro e pequenos empreendedores, que são a maior parte dos serviços no Brasil, com atividades de baixo risco, contarão com um efeito imediato. Eles não precisarão mais esperar por um alvará, uma autorização, para começar uma atividade de costureira, um pequeno comércio de rua, uma atividade de sapateiro”, disse o secretário “Isso daí faz muita diferença na vida das pessoas.”
Uebel destacou ainda a possibilidade, trazida na nova lei, de as empresas promoverem a digitalização de documentos. Além disso, defendeu a criação de uma “imunidade tributária” para a inovação, o que tornaria o Brasil mais próximo das regras adotadas pelos membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com a harmonização de regras, segundo ele, o Brasil poderá fazer parte da OCDE em breve.
Destaques da MP da Liberdade Econômica

Aprovada no plenário da Câmara por 345 votos a favor e 76 contrários, a MP da Liberdade Econômica passará ainda pela votação de destaques hoje. De acordo com Uebel, a expectativa do governo é de que não haja alterações do texto-base aprovado. “O texto foi muito mais debatido, mais consensual, os pontos polêmicos foram retirados. Então, isso criou condições para que os destaques sejam rejeitados”, afirmou.
Entre os acordos feitos na tramitação do texto, está o da retirada de questões ligadas aos caminhoneiros e à tabela do frete. Uebel afirmou que, por não estar 100% relacionado à matéria da MP, o assunto será tratado em um projeto à parte.
O secretário também afirmou que foram mantidos no texto da MP “pouquíssimos pontos” relacionados à legislação trabalhista. “Apenas a questão do trabalho aos domingos e a questão do (controle de) ponto, pela exceção. Os demais itens foram retirados, para que eles sejam debatidos também em um projeto de lei específico sobre este assunto”, disse.
 

Bugiga

Habitué da casa
Mensagens
96
Reações
297
Pontos
73
O que o meu sindicato diz sobre a MP da Liberdade Econômica (não nestas palavras):

"É a volta da escravidão, pois os bancários agora serão obrigados a trabalhar aos finais de semana..."

É brabo...
 


Crystal

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.411
Reações
15.618
Pontos
729
Governo estima 3,7 milhões de novos empregos em dez anos com MP da Liberdade Econômica



BRASÍLIA - O governo calcula que a Medida Provisória da Liberdade Econômica, cujo texto-base foi aprovado na noite de terça-feira no plenário da Câmara, permitirá a geração de 3,7 milhões de novos empregos em um prazo de até dez anos. O número, já antecipado pelo Estadão/Broadcast no início de julho, faz parte de um estudo da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia e foi reiterado hoje pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel.
Segundo ele, também em um prazo de dez anos, a medida provisória permitirá um acréscimo de 7% ao Produto Interno Bruto (PIB). “Isso é um crescimento muito expressivo. Em 2019, por exemplo, o PIB poderia dobrar, se as mudanças pudessem ser introduzidas no início do ano”, afirmou Uebel a jornalistas na saída do Ministério da Economia, após reunião com o ministro Paulo Guedes e uma série de representantes do setor empresarial.
Ministério da Economia
MP da Liberdade Econômica reduz burocracia para startups e microempresas Foto: Ernesto Rodrigues / Estadão

O impacto previsto pelo governo será consequência do processo de desburocratização de uma série de atividades econômicas. “A MP facilita a abertura e o fechamento de empresas”, citou o secretário. “Estabelecimentos de baixo risco não dependerão mais de alvará, de licença”, acrescentou, lembrando que a espera por alguns documentos, atualmente, chega a durar seis meses.
Para Uebel, é difícil mensurar o impacto de curto prazo da MP, mas já há sinais positivos. “Justamente porque os micro e pequenos empreendedores, que são a maior parte dos serviços no Brasil, com atividades de baixo risco, contarão com um efeito imediato. Eles não precisarão mais esperar por um alvará, uma autorização, para começar uma atividade de costureira, um pequeno comércio de rua, uma atividade de sapateiro”, disse o secretário “Isso daí faz muita diferença na vida das pessoas.”
Uebel destacou ainda a possibilidade, trazida na nova lei, de as empresas promoverem a digitalização de documentos. Além disso, defendeu a criação de uma “imunidade tributária” para a inovação, o que tornaria o Brasil mais próximo das regras adotadas pelos membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com a harmonização de regras, segundo ele, o Brasil poderá fazer parte da OCDE em breve.
Destaques da MP da Liberdade Econômica

Aprovada no plenário da Câmara por 345 votos a favor e 76 contrários, a MP da Liberdade Econômica passará ainda pela votação de destaques hoje. De acordo com Uebel, a expectativa do governo é de que não haja alterações do texto-base aprovado. “O texto foi muito mais debatido, mais consensual, os pontos polêmicos foram retirados. Então, isso criou condições para que os destaques sejam rejeitados”, afirmou.
Entre os acordos feitos na tramitação do texto, está o da retirada de questões ligadas aos caminhoneiros e à tabela do frete. Uebel afirmou que, por não estar 100% relacionado à matéria da MP, o assunto será tratado em um projeto à parte.
O secretário também afirmou que foram mantidos no texto da MP “pouquíssimos pontos” relacionados à legislação trabalhista. “Apenas a questão do trabalho aos domingos e a questão do (controle de) ponto, pela exceção. Os demais itens foram retirados, para que eles sejam debatidos também em um projeto de lei específico sobre este assunto”, disse.
Só acredito vendo;
Mas tomara que seja isso, quero muito outro emprego.
 

*Splash*

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
17.311
Reações
35.244
Pontos
664
PSL escolhe Filipe Barros para coordenar comissões
O deputado Filipe Barros (PSL-PR) foi escolhido o novo coordenador do PSL nas comissões, O coordenador é responsável por orientar as estratégias de atuação da bancada em cada uma das comissões nas quais a legenda tem representantes, função que era exercida por Alexandre Frota.

O deputado disse que sua missão será colocar ordem na casa: “Vamos criar estratégias, semanalmente, para análise e votação de projetos corriqueiros e importantes que tramitam na Casa. Ou seja, faremos algo que já deveria estar sendo feito. Mas o primeiro semestre foi de aprendizado para todo mundo.

Barros acrescentou que os deputados do partido do presidente têm suas pautas individuais, mas defendeu unidade no discurso. Delegado Waldir continua como líder do PSL na Câmara.


fonte
-

Frota exercia a função, rir não chorar.
Agora falta trocarem o Waldir, líder que só joga contra.
 

ptsousa

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
48.389
Reações
132.954
Pontos
814
Vamos falar sobre uma tática esquerdista que será bastante utilizada esse ano, a tática da validação internacional de teses petistas por jornalismo de opinião.

O departamento de agitação e propaganda do PT solta as seguintes notícias:

New York Times: Bolsonaro está liquidando com direito à oposição e liberdade de expressão
Artigo publicado no The New York Times afirma que o Brasil vive uma escalada autoritária em que o governo Jair Bolsonaro considera que "o jornalismo é um ofício criminoso e os políticos e ativistas que o criticam são considerados inimigos do Estado"


Brasil vive “ditadura sutil”, aponta artigo do New York Times

A tática é fazer essas notícias(propaganda petista) entrarem na grande imprensa brasileira com o selo e o peso do The New York Times.



Onde está a malandragem dessa tática?

O tal artigo foi publicado na coluna de opinião da versão em espanhol do jornal por um tal BRUNO BIMBI.

Então temos a primeira malandragem, não é uma reportagem do The New York Times, mas sim um artigo de opinião publicado por um dos colunistas do jornal.

E agora a parte final da malandragem, quem é o senhor Bruno Bimbi?
Bem... Bruno Bimbi é jornalista, doutor em Letras/Estudos da Linguagem (PUC-Rio), ativista gay e integrante da executiva estadual do PSOL-RJ.

Ou seja, trata-se de um artigo escrito por um comunista brasileiro, filiado e integrante da executiva do PSOL que foi publicado no The New York Times.


Evento da esquerda brasileira com Bruno Bimbi.


Jean Wyllys faz propaganda do livro escrito por Bruno Bimbi.


Bruno Bimbi.


E essa é a tática de tentar dar validação internacional a teses petistas/psolistas por meio não de reportagens dos respectivos jornais internacionais, mas por meio de artigos de opinião publicados em "jornais internacionais" que na verdade são escritos por militantes comunistas brasileiros, o militante escreve o artigo, o jornal internacional pública na coluna de opinião, e o departamento de agitação e propaganda do PT sai espalhando nos 4 ventos que A IMPRENSA INTERNACIONAL está criticando Bolsonaro, quando na verdade foi um psolento safado e brasileiro que escreveu a coluna de opinião.
Fazem isso há tempos.

Como eu já falei algumas vezes: a esquerda é profissional enquanto o arremedo de direita que existe no Brasil é um bando de chimpanzé com metralhadora.
 

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
2.824
Reações
18.315
Pontos
303
Fazem isso há tempos.

Como eu já falei algumas vezes: a esquerda é profissional enquanto o arremedo de direita que existe no Brasil é um bando de chimpanzé com metralhadora.
É uma das rotinas da esquerda alinskyana, nunca deixe seu inimigo descansar.

É verdade, nossa direita é ainda bastante simiesca, lhes falta conhecimento teórico, arcabouço filosófico e conhecimento aprofundado da mentalidade esquerdista e suas estratégias, mas devagarinho e com jeitinho nós vamos educando eles... eu já abri os olhos de tanta gente pro que a esquerda é... mas tanta gente...
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
4.522
Reações
22.211
Pontos
303
Falou besteira na parte técnica e não na ideológica ou histórica se assim preferir.
Imposto e roubo é uma questão ética e não economica.
EDIT: defendeu a zona franca de manaus indiretamente com o negócio de isenção fiscal, falou da questão boba sobre imposto é roubo.
" Uns defendem o foco na renda, outros no consumo, mas isso é irrelevante porque o estrago do imposto é universal. "
UATI?
Aonde que está a tributação que é o problema e não a tributação em si.

A unica coisa que presta é que meteu pau na reforma do Cintra.
Esqueça a parte ética. Até porque o Beltrão é minarquista.
O foco do artigo é a critica a volta da CPMF.
E sim, ele está certo, não existe cobrança de imposto sem consequências econômicas como você acredita. Economia é a ciência da escassez, quer bater de frente a lógica, boa sorte.
Isso deveria ser o pensamento padrão, e não a exceção.

Sobre a isenção, é óbvio que está falando da realidade como é agora. Qualquer isenção é benéfica. Mais dinheiro nas mãos da iniciativa privada, que é quem produz e gera renda, e menos nas mãos do estado.
Quanto menor for a cobrança de impostos, mais benéfica ao setor privado. Por uma questão lógica.
Mas claro, ele defende um corte generalizado como ideal.
 
Ultima Edição:

Fernando Collor

Habitué da casa
Mensagens
318
Reações
965
Pontos
93
É uma das rotinas da esquerda alinskyana, nunca deixe seu inimigo descansar.

É verdade, nossa direita é ainda bastante simiesca, lhes falta conhecimento teórico, arcabouço filosófico e conhecimento aprofundado da mentalidade esquerdista e suas estratégias, mas devagarinho e com jeitinho nós vamos educando eles... eu já abri os olhos de tanta gente pro que a esquerda é... mas tanta gente...
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
4.522
Reações
22.211
Pontos
303
Fazem isso há tempos.

Como eu já falei algumas vezes: a esquerda é profissional enquanto o arremedo de direita que existe no Brasil é um bando de chimpanzé com metralhadora.
Nossa direita a até alguns anos se resumia a gatos pingados como Carlos Lacerda, Nelson Rodrigues e Roberto Campos.
Os militares só tinham conhecimento dentro das doutrinas positivistas que seguiam, e portanto, eram presa fácil para a narrativa da esquerda.

A vantagem é que temos a razão e a lógica do nosso lado. Um direitista bem instruído consegue fazer um estrago intelectual muito grande em uma boa parte da esquerda.
Roberto Campos mesmo humilhou bastante a manada vermelha que fazia parte da intelligentsia em sua época.
A desvantagem, é que um direitista mal instruído, serve tanto de presa fácil para a esquerda, quanto de validação a muitos dos seus ideais profanos. Pois eles já tem a cartilha bem montada e organizada.
 

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
56.379
Reações
137.272
Pontos
1.029
O alvo do projeto da dupla Requião-Renan é um só: a Lava Jato
Brasil 14.08.19 19:04

Como acabamos de destacar, o projeto de abuso de autoridade que Rodrigo Maia colocará para votar ainda hoje no plenário da Câmara é aquele construído por Roberto Requião e Renan Calheiros, muito mais amplo do que relatado por Rodrigo Pacheco, no Senado, no fim do primeiro semestre. O projeto de lei que teve requerimento de urgência na tarde de hoje define os crimes de abuso de autoridade cometidos por servidores públicos e membros dos três poderes da República, do Ministério Público, dos tribunais e conselhos de contas e das Forças Armadas — o projeto de Pacheco alcançava exclusivamente magistrados e membros do Ministério Público. A proposta da dupla Requião-Renan lista 37 ações que poderão ser consideradas abuso de autoridade, quando praticadas com a finalidade específica de prejudicar alguém ou beneficiar a si mesmo ou a terceiro. Alguns exemplos: obter provas por meios ilícitos; executar mandado de busca e apreensão em imóvel, mobilizando veículos, pessoal ou armamento de forma ostensiva, para expor o investigado a vexame; impedir encontro reservado entre um preso e seu advogado; e decretar a condução coercitiva de testemunha ou investigado sem intimação prévia de comparecimento ao juízo. Tudo parece muito bonito, mas o alvo é um só: a Lava Jato.
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

#VETABOLSONARO
 

Cafetão Chinês

Bam-bam-bam
Mensagens
4.522
Reações
22.211
Pontos
303
A questão é ter posse ou porte apenas com treinamento e avaliação psicológica, volte e meia aparece notícia de uns casos de pessoas que nunca deveriam ter posse pelo perfil.
Já é extremamente restrito.
Qual notícia você viu de pessoas com posse que não deveriam ter?

Geralmente quem tem a posse são os bandidos que compram no mercado negro. Acidentes com armas legais é um número bastante irrisório. Desprezível (Bene Barbosa falou recentemente sobre isso).
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
3.924
Reações
16.858
Pontos
303
Vocês acreditam que teve lacração nesse episódio novo de A Vida Moderna de Rocko feito pelo Netflix?

Transformaram o filho do Ed Cabeção num travesti.

Destruíram mais um desenho da minha infância.
 

edineilopes

Retrogamer
Mensagens
22.967
Reações
64.017
Pontos
654
Tem algum site bom para acompanhar notícias de videogames? Esse Voxel não tem mais condições, todo mundo que era bom caiu fora há tempos, e a redação atual é totalmente esquerdista. A IGN é outra porcaria, ainda pior.
Não sou assíduo ou fã de algum para indicar. Fica meio descentralizado. Notícias acabam vindo de alertas do Google, grupos e compartilhamentos nas redes sociais. E páginas acompanhadas de fãs/desenvolvedores.
Vocês acreditam que teve lacração nesse episódio novo de A Vida Moderna de Rocko feito pelo Netflix?
Se quem lacra não lucra, o dia do Netflix vai chegar...
 

Godot

Bam-bam-bam
Mensagens
9.657
Reações
26.425
Pontos
374
Vocês acreditam que teve lacração nesse episódio novo de A Vida Moderna de Rocko feito pelo Netflix?

Transformaram o filho do Ed Cabeção num travesti.

Destruíram mais um desenho da minha infância.
Cara, eu acabei de ver essa merda. Eu assistia quando era garoto. Aí eu vejo no Netflix, e acabei botando para assistir. Sim, eu sei que Rocko era meio bizarro para a época (ele trabalha na hot LINE Hue), mas era sempre meio subliminar. Nunca ficava tão evidente assim.

Aí chega a parte do Sapo transexual. Eu fiquei de cara. Olha que se a minha filha tivesse do meu lado, talvez eu cogitaria em assistir com ela. Mas como conheço a animação da Nickelodeon, eu desisti.

Enviado de meu Moto G Play usando o Tapatalk
 

Godot

Bam-bam-bam
Mensagens
9.657
Reações
26.425
Pontos
374
O Flavio Bolsonaro era a favor se não me engano
Cara, vai ser bem ruim pro Jair apoiar isso dai, vai contra a principal bandeira dele que é a questão da corrupção
Quero acreditar nisso também, mas o Bolsonaro tem focado em respeitar o congresso. E depois que o Moro elogiou quando cortaram algumas coisas do texto base, já tô vendo que isso vai passar e não ser vetado.

Enviado de meu Moto G Play usando o Tapatalk
 

Ataru

Bam-bam-bam
Mensagens
3.924
Reações
16.858
Pontos
303
Cara, eu acabei de ver essa merda. Eu assistia quando era garoto. Aí eu vejo no Netflix, e acabei botando para assistir. Sim, eu sei que Rocko era meio bizarro para a época (ele trabalha na hot LINE Hue), mas era sempre meio subliminar. Nunca ficava tão evidente assim.

Aí chega a parte do Sapo transexual. Eu fiquei de cara. Olha que se a minha filha tivesse do meu lado, talvez eu cogitaria em assistir com ela. Mas como conheço a animação da Nickelodeon, eu desisti.

Enviado de meu Moto G Play usando o Tapatalk
Cara, esse desenho tinha muito humor negro e coisas com conotação sexual. Mas eram piadas que vinham naturalmente, sem essa agenda lacradora.

Essa parte é um exemplo perfeito e que foi cortada do desenho:
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
2.936
Reações
9.586
Pontos
303
Quero acreditar nisso também, mas o Bolsonaro tem focado em respeitar o congresso. E depois que o Moro elogiou quando cortaram algumas coisas do texto base, já tô vendo que isso vai passar e não ser vetado.

Enviado de meu Moto G Play usando o Tapatalk
O acordo da que fecharam é basicamente não mudar texto para não ter que voltar para o senado e depois Bolsonaro vai vetar algumas partes.
 

Harold_Finch

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
20.750
Reações
22.988
Pontos
654
Minha esposa me falou que na empresa que ela trabalha, eles tinham sido entrevistados para uma revista e que seria publicado na Exame, na InfoMoney, Globo, etc.

Tá né, ela me mostra a matéria e fala que ela está super mal escrita e blablabla. Lendo mais a fundo, no topo do site da Exame diz que o conteúdo do site é da Dino Produções e que a Exame não se responsabilizaria. Também pudera, era um texto disfarçado de propaganda.

Aí fui nesse Dino e vejo que você pode criar um texto e publicar em vários sites com Globo, Veja, pagando um valor ou assinatura.

Enfim, aí eu vejo que a crise chegou para o setor mesmo. Tá que isso não é novidade, matérias pagas sempre existiram. Mas o curioso é que agora aceitam qualquer coisa.


84266
 
Topo