O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


TÓPICO OFICIAL DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA JAIR MESSIAS BOLSONARO

Qual será a moeda nova agora com Bolsonaro?

  • BOLSOS

  • MITOS

  • PITÚS

  • BOLSONAROS

  • TALKEIS

  • NIÓBIOS

  • HELENÕES

  • COISOS

  • JAIRES

  • BONOROS


Results are only viewable after voting.

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
3.283
Reações
21.833
Pontos
303
Pra quem anda cansado de ser censurado nas redes sociais do google e do facebook por criticar a demência progressista, vem aí uma nova plataforma, criada pelo Dave Rubin e pelo Jordan Peterson, a locals.com entrou no ar hoje.

Torcer pra crescer e fazer frente a esse monstrengo censor e progressista que as Big Techs se tornaram.

Dave Rubin Launches ‘Locals,’ A New Venture To Combat Big Tech Censorship
By Josh Hammer
DailyWire.com
Dave Rubin at The Ice House Comedy Club on March 8, 2019 in Pasadena, California.
Michael S. Schwartz/Getty Images
Facebook
Twitter
Mail
On Wednesday, right-leaning political personality and “Intellectual Dark Web” icon Dave Rubin announced the launch of a previously teased venture whose goal is to combat the status quo of rampant Big Tech censorship, de-platforming, and de-monetization practices: Locals.com.

Dave Rubin
@RubinReport


If you’re a creator and you want to own your own community, set your own rules, post video and audio to a curated feed, chat with supporters, sell tickets to events, build your own network with other creators and much more, join us on http://locals.com

The future is now.
View image on Twitter
303
3:08 PM - Dec 4, 2019
Twitter Ads info and privacy
132 people are talking about this



With the tag line of “Own your community, Own your future,” Locals pitches itself to content creators as a one-stop “home for all your content” through which creators can “[p]ost videos, photos, podcasts, messages, and polls,” as well as “ell tickets to events, and offer exclusive content to your supporters.” The site advertises that it can strengthen content creators’ relationship with their fans by removing the Big Tech middlemen and serve as a networking/community hub by allowing content creators to easily and freely associate with others. Perhaps most importantly, Locals tells creators to “et your own rules” for interaction, in marked distinction with the “inconsistent and unfair moderation” of Big Tech.
Rubin, who is currently the only person publicly identified with launching the Locals project, spoke exclusively with The Daily Wire for a wide-ranging interview about the origins and importance of Locals.

“Everyone knows there is a massive problem with Big Tech,” Rubin began. “We have all outsourced all of our ability to communicate with each other to these Big Tech behemoths — no one really owns their content or knows what their terms of service are.”
Creators have very little access to their own audiences, Rubin continued, because Big Tech companies are clearly manipulating their algorithms and engaging in clandestine shadow-banning-type behavior. With the status quo, content creators have no way of ensuring that they can actually reach all of their followers and subscribers.

“For someone like me, from a libertarian/classical liberal way of thinking,” Rubin went on, “it’s time to reverse this. It’s time for creators, who are the real drivers of social media — the people who are generating clicks and creating podcasts — to be in control. It’s time for a new model.”
Locals, Rubin explained, “is a community-based app and desktop website where you can post audio, post video, communicate with your fans, and so forth. It’s subscription-only, so that takes care of all the bots and trolls and anonymous haters. One of the reasons that everyone hates everything online is that you have smart people arguing with these pink fox anime avatars on Twitter.”
Rubin’s signature “Rubin Report” program is the very first Local, he said, and he promised that more big-name creators will be rolled out soon. It will be up to each content creator to decide how much to charge for access to his/her Local, beginning with as little as three dollars per month. Each Local not only sets his/her own rules, but also owns his/her users’ data — “so that, even if you leave Locals,” Rubin noted, “you can still communicate directly” with your fans.
Suffice it to say this is a very different model than the one currently deployed by Big Tech giants like YouTube.

“There are so many people out there around the world who have all this great stuff to say, but these platforms are controlled by external platforms who manipulate,” Rubin said, coming to a crescendo. “I want to give every creator the chance to be truly independent. I created a tech company, not a platform.”
Combatting Big Tech censorship is an increasingly popular political agenda for the American Right. Freshman Sen. Josh Hawley (R-MO) has made taking on Big Tech a focal point of his first year in office. Earlier this week, furthermore, numerous leading conservative thinkers co-signed an essay for the Claremont Institute’s American Mind online journal that called for a “Tech New Deal” intended to ultimately “ensure[] America can extend its greatness well into the digital age.”
 


Dreamscape

Bam-bam-bam
Mensagens
4.235
Reações
10.764
Pontos
278
O congresso ta pistola com o mito pq a promessa de verba para emendas parlamentares para quem votou a favor da reforma da previdencia nao foi cumprida ainda. Dai desfiguraram o projeto anticrime por vinganca e para tirar o protagonismo do governo no combate a criminalidade

Enviado de meu LG-K130 usando o Tapatalk
Mas aí você queria culpar o Bolsonaro ou os deputados? Fuder c/ a segurança por vingancinha política é anos-luz pior que não cumprir promessa de emenda.
 

Doydis

Bam-bam-bam
Mensagens
6.416
Reações
8.737
Pontos
394
Essa aí o Bolsonaro tem que passar longe.
Mas por achismo o Bolsonaro tem que passar longe de todos. Ele mesmo diz que só confia 100% no pai e na mãe dele, e nao é a toa. Esse lance de mulher não ser confiável cai por terra pq o que tem de "homens de direita" por aí que já apunhalaram o Bolsonaro/isentaram/esquerdaram não está no gibi...
 


Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
11.428
Reações
43.557
Pontos
634
Pra quem anda cansado de ser censurado nas redes sociais do google e do facebook por criticar a demência progressista, vem aí uma nova plataforma, criada pelo Dave Rubin e pelo Jordan Peterson, a locals.com entrou no ar hoje.

Torcer pra crescer e fazer frente a esse monstrengo censor e progressista que as Big Techs se tornaram.

Dave Rubin Launches ‘Locals,’ A New Venture To Combat Big Tech Censorship
By Josh Hammer
DailyWire.com
Dave Rubin at The Ice House Comedy Club on March 8, 2019 in Pasadena, California.
Michael S. Schwartz/Getty Images
Facebook
Twitter
Mail
On Wednesday, right-leaning political personality and “Intellectual Dark Web” icon Dave Rubin announced the launch of a previously teased venture whose goal is to combat the status quo of rampant Big Tech censorship, de-platforming, and de-monetization practices: Locals.com.

132 people are talking about this



With the tag line of “Own your community, Own your future,” Locals pitches itself to content creators as a one-stop “home for all your content” through which creators can “[p]ost videos, photos, podcasts, messages, and polls,” as well as “ell tickets to events, and offer exclusive content to your supporters.” The site advertises that it can strengthen content creators’ relationship with their fans by removing the Big Tech middlemen and serve as a networking/community hub by allowing content creators to easily and freely associate with others. Perhaps most importantly, Locals tells creators to “et your own rules” for interaction, in marked distinction with the “inconsistent and unfair moderation” of Big Tech.
Rubin, who is currently the only person publicly identified with launching the Locals project, spoke exclusively with The Daily Wire for a wide-ranging interview about the origins and importance of Locals.

“Everyone knows there is a massive problem with Big Tech,” Rubin began. “We have all outsourced all of our ability to communicate with each other to these Big Tech behemoths — no one really owns their content or knows what their terms of service are.”
Creators have very little access to their own audiences, Rubin continued, because Big Tech companies are clearly manipulating their algorithms and engaging in clandestine shadow-banning-type behavior. With the status quo, content creators have no way of ensuring that they can actually reach all of their followers and subscribers.

“For someone like me, from a libertarian/classical liberal way of thinking,” Rubin went on, “it’s time to reverse this. It’s time for creators, who are the real drivers of social media — the people who are generating clicks and creating podcasts — to be in control. It’s time for a new model.”
Locals, Rubin explained, “is a community-based app and desktop website where you can post audio, post video, communicate with your fans, and so forth. It’s subscription-only, so that takes care of all the bots and trolls and anonymous haters. One of the reasons that everyone hates everything online is that you have smart people arguing with these pink fox anime avatars on Twitter.”
Rubin’s signature “Rubin Report” program is the very first Local, he said, and he promised that more big-name creators will be rolled out soon. It will be up to each content creator to decide how much to charge for access to his/her Local, beginning with as little as three dollars per month. Each Local not only sets his/her own rules, but also owns his/her users’ data — “so that, even if you leave Locals,” Rubin noted, “you can still communicate directly” with your fans.
Suffice it to say this is a very different model than the one currently deployed by Big Tech giants like YouTube.

“There are so many people out there around the world who have all this great stuff to say, but these platforms are controlled by external platforms who manipulate,” Rubin said, coming to a crescendo. “I want to give every creator the chance to be truly independent. I created a tech company, not a platform.”
Combatting Big Tech censorship is an increasingly popular political agenda for the American Right. Freshman Sen. Josh Hawley (R-MO) has made taking on Big Tech a focal point of his first year in office. Earlier this week, furthermore, numerous leading conservative thinkers co-signed an essay for the Claremont Institute’s American Mind online journal that called for a “Tech New Deal” intended to ultimately “ensure[] America can extend its greatness well into the digital age.”
Pô.. roubando a ideia do Sandro Rocha, mano..

Acho que ele não vai gostar :klol
 
Ultima Edição:

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
7.023
Reações
33.350
Pontos
353
Os líderes e presidentes que pediram o aumento do fundão

Como noticiamos, presidentes e líderes partidários enviaram ao relator da proposta orçamentária, deputado Domingos Neto, um pedido para aumentar o fundão eleitoral para R$ 4 bilhões.
Veja quem pediu o aumento do fundão:

Presidentes partidários:
  1. Ciro Nogueira (PP)
  2. Romero Jucá (MDB)
  3. Gleisi Hoffmann (PT)
  4. Luciano Bivar (PSL)
  5. Valdemar Costa Neto (PL)
  6. Gilberto Kassab (PSD)
  7. Marcos Pereira (Republicanos)
  8. Bruno Araújo (PSDB)
  9. Carlos Lupi (PDT)
  10. Paulinho da Força (Solidariedade)
Líderes da Câmara:
  1. Arthur Lira (PP)
  2. Pedro Lucas Fernandes (PTB)
  3. Wellington Roberto (PL)
  4. André de Paula (PSD)
  5. Tadeu Alencar (PSB)
Líderes do Senado:
  1. Jorginho Mello (PL)
  2. Rodrigo Pacheco (DEM)
 

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
3.283
Reações
21.833
Pontos
303
Atenção classe média, pobres e fodidos, o tCU decidiu que vocês só vão bancar as lagostas e os vinhos importados pros ministros do supremo se houverem mais de duas "autoridades" nos eventos, ok?
Ficou bom agora? Vão parar de reclamar?

O tCU sabe o que faz, sabe o que é melhor pra todo mundo.

TCU libera lagosta e vinho no menu do Supremo, mas só para eventos com mais de duas ‘altas autoridades’
Ministros indicaram ainda que a licitação de R$ 1,3 milhão da Corte para 'serviços de fornecimento de refeições institucionais' resultou em uma contratação com preços 'significativamente inferiores' aos celebrados pelo Ministério das Relações Exteriores em Pregão semelhante realizado em 2017
  • Pepita Ortega/SÃO PAULO e Rafael Moraes Moura/BRASÍLIA
05 de dezembro de 2019 | 17h13




Os ministros do Tribunal de Contas da União decidiram liberar refeições com lagosta e vinhos importados contratadas pelo Supremo Tribunal Federal, mas indicaram que o cardápio só seria compatível com eventos que contassem com a presença de ao menos duas ‘altas autoridades’. Nesta quarta, 4, o plenário da Corte julgou parcialment
As refeições descritas na licitação previam itens como bobó de camarão, camarão à baiana, medalhões de lagosta com molho de manteiga queimada, bacalhau à Gomes de Sá, frigideira de siri, moqueca (capixaba e baiana), arroz de pato, vitela assada, codornas assadas, carré de cordeiro e medalhões de filé.

O teor do Pregão foi divulgado pelo ‘Estado’ no fim de abril e, no início de maio, o Ministério Público apresentou ao TCU uma representação para apurar supostas irregularidades na licitação.

No texto, o subprocurador-geral do Ministério Público junto ao TCU, Lucas Rocha Furtado, indicou que a notícia provocou ‘forte e negativa repercussão popular’ e que os itens previstos no Pregão contrastavam ‘com a escassez e a simplicidade dos gêneros alimentícios acessíveis – ou nem isso – à grande parte da população brasileira que ainda sofre com a grave crise econômica que se abateu sobre o País há alguns anos’.
e procedente uma representação do Ministério Público e fez algumas considerações sobre a licitação de R$ 1,3 milhão feita pela Corte para ‘serviços de fornecimento de refeições institucionais’. O Pregão não foi suspenso.
Os ministros seguiram o parecer do relator, Benjamin Zymler. Ele observou que, dado o ‘elevado grau de sofisticação dos alimentos e bebidas’, os preços fechados com a empresa que venceu a concorrência aparentaram ser ‘razoáveis e compatíveis com sua finalidade’.

Ao analisarem a representação nesta quarta, 4, os ministros do TCU, acolheram alguns documentos do Ministério Público, mas não suspenderem o Pregão, como foi pedido em medida cautelar.

Segundo o acórdão, o contrato de R$ 481.720,88 fechado pelo Supremo Tribunal Federal a partir do pregão questionado tem preços ‘significativamente inferiores’ aos de um contrato semelhante celebrado pelo Ministério das Relações Exteriores, em 2017.

O Pregão que resultou em tal contratação do Itamaraty foi o que serviu como exemplo para que o STF fizesse sua licitação de R$ 1,3 milhão.

Em seu voto, Luciano Brandão Alves de Souza registra que o contrato do Itamaraty tinha valores 57% maiores dos que o do STF.

Segundo o ministro, o fato indicaria que a contratação do Relações Exteriores teria ‘preços desalinhados aos de mercado’.

O relator indicou então que a constatação fosse informada ao ministério para que o mesmo buscasse ‘repactuação do contrato’.

O acórdão dá 90 dias para o Itamaraty informar ao Tribunal de Contas as providências que tomou com relação ao contrato.

Luciano Brandão Alves de Souza também explica o porquê da necessidade de presença de duas ou mais ‘altas autoridades’ para justificar a realização de evento com os itens estabelecidos pela licitação.

Segundo ele, não houve especificação do número minimo de ‘altas autoridades’ que precisariam estar presentes nos eventos e, dessa maneira, seria possível concluir que bastaria a presença do Presidente do Supremo Tribunal Federal para que o banquete fosse servido.

“Esse parece ter sido um dos motivos da presente representação, o qual apontou suposta violação dos princípios da moralidade. Com efeito, trata-se aqui de serviços com alto grau de sofisticação que, embora possam ser compatíveis com atividades e relacionamentos institucionais próprios das altas funções de Poder da República envolvendo altas autoridades de outros Poderes ou de Estados Estrangeiros, podem não se mostrar compatíveis com atividades exclusivamente internas do Supremo Tribunal Federal”, diz o relator em um trecho de seu voto.

O ministro ressaltou que a própria resposta da administração do STF indicaria o entendimento de que o contrato só seria utilizado quando houver pelo menos uma ‘alta autoridade’ não integrante da Corte máxima.

O acórdão do TCU faz uma consideração sobre a exigência, no edital do Supremo, de que os espumantes e vinhos comprados tivessem sido contemplados com quatro premiações internacionais. “Não há maiores explicações para esse quantitativo de premiações internacionais e tampouco para o não aproveitamento de premiações nacionais”, registrou o relator.

De 2,1 mil para 4,6 mil refeições. O dimensionamento das refeições licitadas também foi alvo de anotações do TCU, porque, segundo os ministros, não havia estudos técnicos que justificassem as quantidades de refeições descritas no texto final do Pregão.

Segundo o voto de Luciano de Souza, na primeira versão do termo de referência, elaborado em dezembro do ano passado, foram elencados sete tipos de eventos a serem realizados ao longo do ano para um total de 2.140 pessoas. No entanto, segundo a unidade técnica da Corte a configuração da lista foi ‘profundamente alterada’ em fevereiro, quando passou a indicar 4.672 refeições.

Ainda em seu voto, o relator aponta que poderia ter sido feito um estudo estimativo das quantidades, com base na demanda histórica do Supremo.

Para Souza, a fixação de uma quantidade adequada dos produtos a serem consumidos atende ‘aos princípios licitatórios da busca pela maior competitividade’.

“Entendo que a ausência de estudos que demonstrassem a necessidade dos quantitativos licitados indica que a condução do certame poderia ter sido objeto de aprimoramentos”, arrematou.
 

Denrock

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.685
Reações
55.197
Pontos
584
Bolsonaro pede a aliados que poupem ministros do STF nas redes

Jair Bolsonaro enviou recados aos parlamentares mais críticos do STF para que abaixem o tom nas redes sociais, relata Bela Megale em O Globo.
Entre os destinatários das mensagens, diz a repórter, estão Carla Zambelli e Bia Kicis, que já defendeu publicamente o impeachment de Gilmar Mendes.

FAKE NEWS total, mais uma vez

 
Ultima Edição:

mfalan

Bam-bam-bam
Mensagens
2.648
Reações
4.888
Pontos
288
Flávio Bolsonaro alega 'engano' em voto que aprovou brecha para aumento do fundo eleitoral




05 de dezembro de 2019 | 12h25

Flávio Bolsonaro (sem partido) admitiu nesta quarta-feira, 4, que “não prestou atenção” na votação em que Câmara e Senado apreciaram os vetos à minirreforma eleitoral e garantiram o direito de os próprios parlamentares aumentarem o fundo eleitoral para 2020. Na terça, 3, uma semana após o voto do senador, o relator da Lei Orçamentária Anual (LOA), deputado Domingos Neto (PSD-CE), propôs que o fundo público para o próximo ano fosse de R$ 3,8 bilhões.

“Acabei dando um voto para derrubar esse veto, quando na verdade o voto deveria ter sido para manter o veto”, afirmou o senador em vídeo publicado em seu canal no YouTube, nesta quarta-feira, 4. O veto a que ele se refere foi um dos sete estipulados pelo pai, o presidente Jair Bolsonaro, que impedia um aumento no valor destinado às campanhas para prefeito e vereador em 2020.
O novo valor proposto pelo relator é 120% maior do que o total de verba pública destinada às campanhas eleitorais de 2018. O montante, do qual cerca de 20% será destinado ao PSL e ao PT, é também R$ 1,8 bilhão a mais do que o sugerido pelo governo federal. A proposta ainda precisa ser aprovada pela Comissão Mista Orçamentária e pelo plenário da Câmara.

"Colinha" de votos

Flávio afirma no vídeo que, ao chegar na votação, foi-lhe entregue uma "colinha de votos", distribuída pela liderança do governo, Major Olímpio (PSL-SP). "Eu peguei essa folha e não chequei exatamente esse ponto principal”, admitiu. Ainda de acordo com o Senador, ele teve que votar 259 vezes apenas “naquela folhinha”.
“Agora já passou, não tem como voltar atrás”, afirma o senador no vídeo, comprometendo-se a “jamais usar recursos desse fundo”, uma “monta muito grande”, em sua definição.
De acordo com o artigo 49 da Constituição Federal, uma das funções primárias do Senado Federal e de seus componentes é fiscalizar e controlar os atos contábeis, financeiros e orçamentários do Poder Executivo, com apoio do Tribunal de Contas da União.


Cadê os:

 

Coffinator

Mil pontos, LOL!
Mensagens
59.037
Reações
151.073
Pontos
1.029
Salles vira réu por remover busto de guerrilheiro
Brasil 05.12.19 19:06

Perícia do Instituto de Criminalística de São Paulo constatou danos antigos no busto do guerrilheiro Carlos Lamarca, retirado de um parque estadual em agosto de 2017 a mando de Ricardo Salles. O atual ministro do Meio Ambiente foi acusado pelo MP paulista de “crime contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural” por causa da retirada do busto, e a denúncia foi aceita pela Justiça.
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Que criminoso, que facínora, que mandrião!
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
4.054
Reações
17.135
Pontos
304







A PF deflagrou hoje a Operação Voo Baixo, para desarticular uma ORCRIM internacional, baseada no Estado de São Paulo, especializada no tráfico de drogas. O grupo era comandado por um empresário que promovia a compra e distribuição de cocaína vinda da Bolívia.

Moro sobre acusação de parcialidade contra Lula: “É uma fantasia, uma farsa” A tese é complicada porque a minha sentença foi confirmada pelo TRF-4 e pelo STJ. Eu teria sido parcial, mas e os demais? Por que confirmaram a sentença?”, questionou Moro. https://gazetabrasil.com.br/politica/moro-sobre-acusacao-de-parcialidade-contra-lula-e-uma-fantasia-uma-farsa/amp/?__twitter_impression=true …

SUSPENSÕES SUSPENSAS... Para desespero da cúpula vingativa do PSL, Rodrigo Maia NÃO irá aplicar as suspensões aos parlamentares leais ao Presidente. Serão analisados caso a caso para averiguar se não houve arbitrariedade. A medida precisa atender ao regimento da Câmara.

Eu consegui,sair desta vida do mundo do crime,o império das trevas, eu era um viciado nas drogas ( cigarro,maconha, cocaína, álcool, pornografia etc.) Sei como que é isto,quase morri baleado aos 20 anos,de cinco tiros que levei,so me acertou um!

Um deputado federal eleito pela Bahia, que tem uma folha de maconha tatuada no pescoço, humilha PM. "Eu sou a lei, eu sou deputado federal". Não faz idéia do que é ser deputado federal muito menos o que é lei. Moral, disciplina e honra, não são qualquer um. #soupm #PMBA

A produção da indústria brasileira teve um crescimento de 0,8% em outubro frente a setembro, informa #IBGE. Foi a terceira taxa positiva seguida, acumulando alta de 2,4% no período de três meses

Sr. Ministro @AbrahamWeint Esse e o tipo de arte que estão ensinando para nossas crianças jovens adolescentes ou estão incentivando ao sexo ? Que vergonha! Colégio estadual jornalista Tim Lopes no complexo do alemão-RJ
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
4.054
Reações
17.135
Pontos
304







O primeiro escritório de inteligência integrado na fronteira será inaugurado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no próximo dia 16, em Foz do Iguaçu.

Vera Magalhães será a nova âncora do programa de entrevistas Roda Viva, substituirá Daniela Lima, que recebeu convite para ser âncora da CNN Brasil.

ATENÇÃO, ATENÇÃO, O carniça saiu fugido pela porta dos fundos, escurraçado de Paraty pela população da cidade!

PF prende 11 pessoas e apreende 7 aviões em operação contra tráfico internacional de drogas Segundo investigações, empresário do interior de SP comandava o transporte de cocaína da Bolívia para o Brasil, de onde seguia para a Europa. Grande dia @SF_Moro

‘Vamos aprovar todas as reformas’, diz Rodrigo Maia Maia concordou que o governo está "legislando muito" por meio de medidas provisórias, mas afirmou que todos os governos recorrem a esse instrumento https://www.agoranoticiasbrasil.com.br/vamos-aprovar-todas-as-reformas-diz-rodrigo-maia/ … via @AgoraNoticiasBr

AGU iniciou força tarefa chamada Defesa da Amazônia e ajuizou 16 ações civis para cobrar R$ 555 milhões de desmatadores da região da Amazônia. O ministro chefe da AGU, André Mendonça, quer obriga-los a fazer o reflorestamento das áreas desmatadas. Excelente decisão

O Sargento Ruas foi assassinado nas ruas da favela do Paraisópolis, alguém viu a mídia fazer pressão pela busca dos culpados??? A mídia é vagabunda, seletiva, suja. Se o morto for um policial eles não estão nem ai, podem ter certeza que comemoram. Lixos!!! Nunca será esquecido!
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
3.788
Reações
11.576
Pontos
303
Nando já tinha descoberto identidade do otario anonymous, provavelmente tem contato com detetive virtual bom, ou não, só foi na conta bancária que o apoia-se pagava, lolz. No mais, quero ver se ele consegue chegar ao lets_dex, esse aí tem áurea diferente.

Pegaram até leve, se fosse eu tacava 3 vpn's e ia atrás de todo mundo até do aborto dele.
Ainda bem que me descolei de pessoas com opinião bosta igual essa.
 

Ares1521

Bam-bam-bam
Mensagens
6.937
Reações
15.856
Pontos
404
Achei vacilo, a mulher do cara nada tem a ver.
Mano, ele acabou de doxxear um dos caras do vaporwave... independente de ter acertado na pessoa, o cara da foto tá fudido, esquerda vai em peso arruinar a vida do cara.

A uns meses atrás alguém afirmou que sabia quem era o dex, soltou uma dessa, erraram a pessoa, mas a pessoa se fodeu pra caralho! doxxear alguém que se opõe a esquerda é mancada absurda pois os "movimentos sociais" vão lá e quebram a casa/carro do cara, fodem com as redes sociais dele, etc...

O Nando tá de boa, é rico, tem sua segurança garantida, mas pela foto ai é um cara trabalhador que vai fotografar em festas, nunca mais vai ter paz, ninguém mais vai contratar ele pois se algum esquerdista reconhece ele na festa, pode dar barraco!
 

♈he Øne

Bam-bam-bam
Mensagens
3.788
Reações
11.576
Pontos
303
Aliás, alguns pontos sobre a vaporwave:

1° Usam o argumento que são anônimos para não serem perseguidos, mas zombam de forma constante usando atributos físicos de quem não é anônimo.

2° Esquerda na sua maioria tá nem aí para esses caras. Para eles inclusive é bom, afinal estão sempre perdendo mais tempo brigando com a direita do que atacando a esquerda. Dúvida ? Vai lá nos twittes dele. No máximo vai achar os "newleft".
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
4.054
Reações
17.135
Pontos
304







Quase 30 anos da criação das cotas e apenas metade das vagas é preenchida. Milhões de pessoas com deficiência estão fora do mercado. No PL 6159/19 estamos propondo uma remodelação, com habilitação p/ PCDs e mais oportunidades. Estamos retirando a urgência p/ aprofundar o debate.

CCJ do Senado contraria acordo e pauta votação de segunda instância Assunto será analisado na próxima terça-feira (10)

O Gaeco deflagrou hoje a segunda fase da Operação Al-Barã, que investiga o pagamento de propina para facilitar a tramitação de processos de alvarás e concessão de licenças pela Secretaria Municipal de Urbanismo de Curitiba, entre os anos de 2013 e 2016.

"O secretário previu para este ano o melhor Natal desde 2015 e renovou a aposta do seu "feeling" ao prever que o PIB de 2020 ficará entre 2,5% e 3%. A estimativa oficial é de 2,32%."

Lula jogará futebol com Chico Buarque em campo do MST

São realmente 4% de perfis fake. O do SEU presidiário favorito são 9% de perfis fake, e aí? Provas abaixo.

Justiça suspende nomeação de presidente da Fundação Palmares
 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
7.023
Reações
33.350
Pontos
353
Aliás, alguns pontos sobre a vaporwave:

1° Usam o argumento que são anônimos para não serem perseguidos, mas zombam de forma constante usando atributos físicos de quem não é anônimo.

2° Esquerda na sua maioria tá nem aí para esses caras. Para eles inclusive é bom, afinal estão sempre perdendo mais tempo brigando com a direita do que atacando a esquerda. Dúvida ? Vai lá nos twittes dele. No máximo vai achar os "newleft".
Palavras e memes machucam. :ksnif










:kkk
 
Ultima Edição:
Topo