O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


TÓPICO OFICIAL DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA JAIR MESSIAS BOLSONARO

Qual será a moeda nova agora com Bolsonaro?

  • BOLSOS

  • MITOS

  • PITÚS

  • BOLSONAROS

  • TALKEIS

  • NIÓBIOS

  • HELENÕES

  • COISOS

  • JAIRES

  • BONOROS


Results are only viewable after voting.

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.812
Reações
93.607
Pontos
989
Reforma pode prever imposto menor para saúde, educação e transportes



Os setores de saúde, educação e transportes podem receber tratamento específico no projeto de reforma tributária em estudo pelo governo. Uma das propostas é que o novo tributo que será criado para substituir o PIS e a Cofins incidentes sobre produtos e serviços – e que foi batizado no projeto como Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) – tenha algum tipo de isenção para esses três setores. A nova contribuição funcionaria nos moldes do Imposto de Valor Agregado (IVA) que existe em outros países.
Em entrevista ao Estado, a assessora especial do ministro da Economia, Paulo Guedes, Vanessa Rahal Canado, antecipou que a meta do governo é trabalhar com uma alíquota única para a CBS federal, entre 11% e 12%, mas será “sensível” aos impactos na saúde, educação e transportes para evitar uma variação abrupta de preços.
Críticos de um imposto único para todos os setores afirmam que haveria um aumento grande na carga tributária no setor de serviços, o que provocaria, por exemplo, elevação na mensalidade de escolas, consultas médicas e mensalidades de planos de saúde.
“Esses setores podem ser isentos. Há muito países em que eles são isentos do IVA. Pode fazer a isenção menor ou maior”, disse Vanessa, que ingressou há pouco tempo na equipe econômica para ajudar na elaboração da proposta de reforma tributária. De acordo com ela, o governo trabalha para enviar o texto ao Congresso ainda este ano.
Segundo ela, é possível fixar uma alíquota crescente durante um período predefinido para que esses setores se adaptem à mudança de preços relativos que a substituição do PIS e Cofins vai provocar.
“São setores socialmente sensíveis. Ainda estamos estudando qual é a melhor forma de mitigar o impacto. Mas uma delas é isenção, mesmo que ela seja gradual”, afirmou a assessora, acrescentando que, na União Europeia, saúde e educação têm isenção do IVA.
Fatiado

A criação da CBS faz parte da primeira parte da reforma tributária em estudo no governo. A ideia é fatiar o projeto. Na segunda fase, prevista inicialmente para o início de 2020, o plano é encaminhar a mudança no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que deverá se tornar um tributo seletivo aplicado a bens como cigarros, bebidas e veículos.
A terceira fase, a ser enviada até o fim do primeiro trimestre, deve se concentrar no Imposto de Renda de empresas e pessoas físicas – neste caso, incluindo o aumento da faixa de isenção e a criação de nova alíquota para os mais ricos. A última etapa, em meados do próximo ano, fará referência à desoneração da folha de salários das empresas.

Vanessa disse que o Ministério da Economia está atento à mitigação de impactos com a incorporação de PIS e Cofins em uma única contribuição. Segundo ela, é difícil tratar de forma homogênea os impactos da CBS, inclusive entre empresas de um mesmo setor.
Ainda não está definido, por exemplo, como será a transição do modelo atual para o novo sistema. “Estamos terminando de estudar como fazer uma transição que mitigue o impacto de forma mais ou menos homogênea entre os setores”, disse. A assessora de Paulo Guedes explicou que o objetivo da proposta do governo é manter a atual carga tributária do PIS/Cofins.
Com o projeto de criação da CBS, a ideia do governo é acompanhar o movimento do Congresso de começar a reforma pela tributação sobre o consumo. Câmara e Senado têm duas Propostas de Emenda Constitucional (PECs) que também alteram a tributação do consumo. A diferença é que essas PECs incluem ainda os tributos cobrados pelos Estados e por municípios.
Vanessa afirmou que o projeto de reforma do PIS/Cofins anterior do governo não era propriamente de criação de tributo nos moldes do IVA. Mas, sim, focado na simplificação e calibragem de alíquota. “Pegamos a reforma do PIS/Cofins, que é absolutamente necessária, e aproveitamentos todos os princípios de um bom IVA”, explicou ela.
Segundo ela, o governo vai propor uma reforma compatível com as duas PECs já em tramitação no Congresso. “Tramitando mais rápido ou devagar, o projeto é completamente compatível”, disse. Os setores com tributação monofásicas (em apenas um elo da cadeia) – como combustíveis, medicamentos e automóveis, higiene pessoal – serão reduzidos ao “mínimo possível”. A proposta é que esse sistema fique restrito a setores que não sofram tanta variabilidade de preços no consumidor final.
Vanessa afirmou ainda que o princípio a ser seguido é uma contribuição de base ampla (cobrado em todos os setores), alíquota única e o mínimo de exceções.
 


Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.812
Reações
93.607
Pontos
989
Bolsonaro recua e revoga licitação da Presidência que excluiu a Folha


O presidente Jair Bolsonaro recuou e revogou o edital que excluiu a Folha da relação de veículos exigidos em um processo de licitação para fornecimento de acesso digital ao noticiário da imprensa.
A decisão foi publicada nesta sexta-feira (6) no Diário Oficial da União, oito dias depois de o edital ter sido anunciado. Em um breve aviso, a Secretaria-Geral da Presidência informa que "fica revogada a licitação", sem mais detalhes.
Bolsonaro volta atrás após críticas de entidades que defendem a liberdade de expressão e de diversos juristas.
O subprocurador-geral junto ao TCU (Tribunal de Contas da União), Lucas Furtado, por exemplo, havia entrado com uma representação na corte pedindo a inclusão da Folha no edital. Para ele, a medida de Bolsonaro possuia motivos que “desbordam dos estreitos limites da via discricionária do ato administrativo”, além de ofender os “princípios constitucionais da impessoalidade, isonomia, motivação e moralidade”.
A ABI (Associação Brasileira de Imprensa) e o PC do B haviam ingressado com ações na Justiça Federal contra o edital da Presidência. Para a ABI, a exclusão da Folha apresentava "claros contornos de desvio de finalidade e de burla à liberdade de expressão".
No dia 31 de outubro, Bolsonaro anunciou que havia determinado o cancelamento de todas as assinaturas da Folha no governo federal.
O edital agora revogado previa a contratação pela Presidência da República por um ano, prorrogável por mais cinco, de uma empresa especializada em oferecer a assinatura dos veículos à Presidência.
A lista citava 24 jornais e 10 revistas. A Folha não era mencionada. O pregão eletrônico estava marcado para terça-feira (10) e tinha um valor total estimado de R$ 194 mil: R$ 131 mil para jornais e R$ 63 mil para revistas.
O edital estipulava, por exemplo, 438 assinaturas de jornais, sendo 74 de O Globo e 73 de O Estado de S. Paulo. Em relação às revistas, a exigência era de 44 acessos digitais à Veja, 44 à IstoÉ, além de 14 à Carta Capital. Também estavam no edital veículos internacionais, como o The New York Times e o El País.
"O governo federal age contra os princípios da moralidade e impessoalidade que devem nortear a administração pública. Com a atitude, agride toda a imprensa brasileira, e não apenas a Folha", disse Taís Gasparian, advogada da Folha, na semana passada, quando o edital foi publicado.
Na segunda-feira (2), pressionado, o presidente Bolsonaro admitiu que o governo poderia voltar atrás na licitação.
"A questão da Folha de S.Paulo não é de hoje. Para a Folha de S.Paulo as eleições não acabaram. Agora, se isso [a exclusão do jornal da licitação] ferir qualquer norma ética ou legal, a gente volta atrás sem problemas. De qualquer maneira a gente vai reduzir essa despesa [com assinaturas de veículos de comunicação] também, sem a ideia de perseguição", declarou Bolsonaro, em entrevista ao Jornal da Record.
Ao falar sobre o tema, Bolsonaro disse no dia 29 que estava “deixando de gastar dinheiro público”. "Olha, a Folha de S.Paulo não serve nem para forrar aí o galinheiro. Olha só, eu estou deixando de gastar dinheiro público", disse. Na mesma entrevista, Bolsonaro fez novas ameaças à Folha e disse que boicota produtos de anunciantes do jornal.
Uma das ações contra o edital foi ajuizada pelo deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO), hoje desafeto de Bolsonaro.
Em manifestação na ação, protocolada na Justiça Federal do DF, a AGU (Advocacia-Geral da União) já informava a Justiça sobre a revogação do edital. Por isso, advogados da União defendiam a perda do objeto do processo.
No documento, os advogados da União afirmam que o atual contrato para prestação do serviço que vence na quinta-feira (12) seria prorrogado.
 

PhylteR

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.491
Reações
11.304
Pontos
769
Isso é bom. Presidente não pode ter poder pra interferir dessa forma em licitações. A ampla concorrência existe por diversos motivos, e frear os caprichos dos semi-deuses é um deles.

Hoje acham bonitinho o presidente querer tirar certos veículos de imprensa de uma licitação... Mas aí chega um esquerdista de novo no Poder, e vão achar bonito ele licitar só mídia esquerdista? Duvido...
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.574
Reações
15.400
Pontos
304

E o nosso "lindo Congresso" retirou: - R$500 milhões da saúde - R$280 milhões da educação - R$380 milhões da infraestrutura, habitação e saneamento para o FUNDÃO ELEITORAL. Além de sermos feitos de OTÁRIOS pelo Congresso, temos que pagar (muito) por isso. Pois é...



PEC que recria o imposto sindical prova que o Brasil não precisa de inimigos externos, já há inimigos demais nascidos aqui.



Zé Dirceu, o agente cubano, em campo novamente. Bom dia. Na CUT, Dirceu propõe ‘rede de inteligência’ de esquerda e fala que militantes devem aprender ‘espionagem’



Hoje no Maracanã, eu meu IRMÃO PRESIDENTE BOLSONARO e o Ministro Paulo Guedes, no jogo do Flamengo x Avai! Vamos juntos MUDAR esse BRASIL de VERDADE! Somos um só POVO é um só BRASIL! #BolsonaroÉPresidente #DeputadoHelioLopes #MinhaCorÉoBrasil
 

PhylteR

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.491
Reações
11.304
Pontos
769

E o nosso "lindo Congresso" retirou: - R$500 milhões da saúde - R$280 milhões da educação - R$380 milhões da infraestrutura, habitação e saneamento para o FUNDÃO ELEITORAL. Além de sermos feitos de OTÁRIOS pelo Congresso, temos que pagar (muito) por isso. Pois é...
Não fomos feitos de otários. Somos otários. Geral foi pra rua pra defender uma reforma da previdência que abriu margem pro Congresso ter ainda mais dinheiro público pra usar para seus próprios fins. Dinheiro retirado dos que já se fodem pra conseguir se aposentar...

Ou acharam que a economia com a reforma voltaria pro povo? hueee

Aguardem muitas licitações de camarões e lagostas nos próximos anos.
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.574
Reações
15.400
Pontos
304







DEPUTADO DIZ QUE WITZEL O INTIMIDOU COM FOTO DE TOGA E ACIONA PGR No ofício enviado à PGR, Otoni pede a apuração de denúncias verbalizadas por ele mesmo em sessão da Câmara na terça passada (26), quando acusou Witzel de manter um "ninho de arapongas" no Palácio Guanabara.

Brasil abrirá escritório de negócios da @ApexBrasil dia 15/DEZ em Jerusalem *Fonte: @TimesofIsrael

Maia (@RodrigoMaia) diz que votará novo marco do saneamento na próxima 2ª feira

Apresentei os resultados da @CGUonline em 2019. Atingimos R$ 6,4 bi em benefícios financeiros este ano, totalizando R$ 36,2 bi desde 2012. Valores se referem à redução de desperdícios, ao aumento da eficiência e ao retorno de recursos aos cofres públicos. https://bit.ly/2RgoR4R

CHAMADA CALHORDA! O correto seria: COMPROVANDO ser um BOM GESTOR, WEINTRAUB pega irregularidades ANTES da CGU e SUSPENDE LICITAÇÃO! O repórter escreveu uma matéria decente. O problema é algum chefão mal caráter que fez a chamada. Que "maravilha" é essa família marinho...
Quando a CGU detecta problemas em licitações por meio do sistema ALICE, seu objetivo é auxiliar os gestores e o governo na difícil missão de gerir os recursos publicos. O Ministério da Educação agiu de forma exemplar. Parabéns Ministro @AbrahamWeint e equipe.

Lula, Dilma Rousseff, Antonio Palocci, Guido Mantega e João Vaccari foram absolvidos sumariamente em ação conhecida como "quadrilhão do PT". A decisão é de Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal de Brasília. Segundo ele, houve tentativa de criminalização da política.

A PF desarticulou uma organização criminosa que extraía aroreira ilegal da região da Terra Indígena Sararé, em MT A estimativa é de que, desde o início das investigações, em 2017, mais de 1,2 mil lascas de aroeira tenham sido apreendidas. http://m.radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2019-12/em-mato-grosso-policia-federal-prende-suspeitos-de-extrair-madeira-ilegal-em …
 


Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.574
Reações
15.400
Pontos
304







Foi este @TCUoficial que proibiu a propraganda do anti crime?

Aliança pelo Brasil pede registro em cartório “É um registro, uma formalidade. É o estatuto, o programa e um requerimento de registro”, disse o secretário-geral da comissão provisória do partido
Gonzaga deve pedir na Justiça a validação das assinaturas digitais e também por meio de biometria para a criação do partido. “Vamos entrar com a petição dizendo que o partido foi registrado e pedindo a utilização dos meios eletrônicos”, disse

Começando dia com 3 boas notícias para aviação no Brasil: Governo @jairbolsonaro resolveu impasse que durava anos com Argentina. Conseguimos ampliar de 133 para 170 o limite semanal de voos comerciais entre os países e acabamos com limite para voos de carga. Demanda em alta!

AGU recorrerá da decisão da Justiça para manter presidente da Fundação Palmares no cargo https://www.agoranoticiasbrasil.com.br/agu-recorrera-da-decisao-da-justica-para-manter-presidente-da-fundacao-palmares-no-cargo/ … via @AgoraNoticiasBr

"Preço elevado da carne não vai permanecer,afirma Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. De acordo com a instituição, o país não vai passar por uma escassez de carne, em decorrência do aumento das exportações para a China https://bit.ly/2PdPiFP

- Hoje à tarde fui até à feira de importados em Brasília. Nossa conhecida "Feira do Paraguai" continua a mesma, acolhedora e com um inigualável pastel.

"O perito judicial Charles F. William é acusado de fraudar laudos para favorecer empresas de ônibus e outros clientes, superfaturando valores de trabalhos no TJ-RJ, entre outras manobras contábeis. De acordo com os investigadores, ele recebeu ao menos R$4,9 milhões da Fetranspor"
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.574
Reações
15.400
Pontos
304







Ministério do Meio Ambiente divulga medidas para acabar com lixões no Brasil
um para a logística reversa do lixo eletrônico e outro de baterias automotivas de chumbo ácido.outro projeta que 90% das baterias de automóveis descartadas sejam destinadas corretamente nos próximos quatro anos, o que inclui a reciclagem de 153 mil toneladas de chumbo ao ano.

Sergio Moro diz não ser Político mas ja entendeu que não é citando as leis que conseguirá que medidas de combate a corrupção sejam aprovadas. É um exímio negociador e com paciência,educação e Bom senso vai nos mostrando que não é no grito que se ganha.

Moro:“Seria impossível fazer algo diferente de apoiar Bolsonaro à reeleição” E acrescento: O povo não quer bolsa família na CF @tabataamaralsp O povo quer dignidade,essa so vem com trabalho! E o Governo vem ajudando a empregabilidade à crescer! Parabéns @jairbolsonaro

Fundo Eleitoral é INCONSTITUCIONAL. Cadê os advogados da REDE e do PSOL, a OAB e as ONG's que adoram uma ADIN? Certamente já estão preparando a "peça", pois o povo clama e o tempo urge.

DF vai ao Supremo contra nomeação do chefe do MP pelo presidente

Lava-Jato prende perito judicial que superfaturava laudos para Fetranspor https://www.agoranoticiasbrasil.com.br/lava-jato-prende-perito-judicial-que-superfaturava-laudos-para-fetranspor/ … via @AgoraNoticiasBr
judicial Charles Fonseca William em uma nova fase da Lava-Jato. Ele é acusado de, em troca de propina, fraudar laudos para favorecer empresas de ônibus e a outros clientes, superfaturando valores apurados em seus trabalhos no TJ-RJ, entre outras manobras contábeis.

MP da ID Estudantil é publicada; emissão de carteirinhas começa em 90 dias - MEC @carlosjordy @CarlaZambelli17 @danielPMERJ Ela está prestes a caducar? http://portal.mec.gov.br/component/content/article/12-noticias/acoes-programas-e-projetos-637152388/80041-mp-da-id-estudantil-e-publicada-emissao-de-carteirinhas-comeca-em-90-dias?Itemid=164 … via @mec_comunicacao
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.574
Reações
15.400
Pontos
304







Durante a Cúpula do #MercosulnoBrasil, o presidente @jairbolsonaro destacou o trabalho do Bloco para agilizar e simplificar acordos comerciais. #Bolsonaro também defendeu a redução da Tarifa Externa Comum. A Cúpula ocorrem em Bento Gonçalves (RS)

Bivar, cadê os 450 milhões do fundo partidário do PSL que ficou nas suas mãos????

Marcel van Hattem afirma que oposição defende estatais pois lucros são destinados ao Fundão Partidário

Nao basta querer aumento de 4 bilhões no fundão? @FFrancischini_ Vcs querem mesmo SEGUIR na carreira política ? Meu Deus, que atraso de vida este @PSL_Nacional

“Sinceramente, acredito que não falta mais nada para o governo, a justiça e as forças de segurança, tomarem a decisão de considerar esse homem um fora da lei, por associação ao crime organizado (...)”

- O Vale dos Vinhedos (RS), é referência na produção de vinhos e espumantes. Um dos mais belos cartões postais do Brasil. Ao lado dos nossos parceiros do Mercosul, fizemos o plantio de vinhas, simbolizando o cultivo dos laços de amizade e cooperação entre os países do Cone Sul.

A CANETA AZUL DO @jairbolsonaro: nosso novo quadro semanal!
 

Hobgoblin

Bam-bam-bam
Mensagens
3.574
Reações
15.400
Pontos
304
Bom, pelo visto o Flávio Bolsonaro não é o único que assina sem saber do que se trata:



Isso é real? O Kim Katakoquinho assinou a favor da volta do imposto sindical? É isso msm produção?

Ele retirou a assinatura assim que eu expliquei do que se tratava, assim como diversos outros deputados. Por isso eles tiveram que reapresentar a PEC várias vezes. Note que a lista acima é da PEC 161, mas a que tramita é PEC 167.



Paulo, que historia é essa de assinar antes e descobrir depois do que se trata? Não me lembro disso em outras legislaturas. Esses deputados são tão ingênuos assim?

Nada, isso sempre aconteceu. Há dezenas de pessoas, deputados ou não, que ficam pressionando todos a assinar propostas. Às vez, por questão pessoal, o cara assina pra ajudar um colega a tramitar sua proposta e depois vê que é uma bomba. Eu nunca fiz isso, mas acontece muito
 

Lord_Revan

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.616
Reações
100.349
Pontos
1.124

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
43.812
Reações
93.607
Pontos
989

Paulo, que historia é essa de assinar antes e descobrir depois do que se trata? Não me lembro disso em outras legislaturas. Esses deputados são tão ingênuos assim?

Nada, isso sempre aconteceu. Há dezenas de pessoas, deputados ou não, que ficam pressionando todos a assinar propostas. Às vez, por questão pessoal, o cara assina pra ajudar um colega a tramitar sua proposta e depois vê que é uma bomba. Eu nunca fiz isso, mas acontece muito
Dá um desânimo tão grande de ler isso...
 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
6.784
Reações
31.753
Pontos
353
:viraolho
Senadores argumentam que aprovar pacote anticrime em 2020 seria mais difícil


Como noticiamos, Simone Tebet costura um acordo com senadores para votar o pacote anticrime na CCJ do Senado ainda neste ano.
A ideia é votar o pacote desfigurado, mesmo que o colegiado ainda não tenha analisado o relatório do senador Marcos do Val sobre o mesmo tema, que mantém os principais pontos da proposta de Sergio Moro.

Nas discussões, alguns senadores argumentam que é melhor acelerar a tramitação do pacote, porque votá-lo em 2020 seria mais difícil, já que é ano eleitoral.
 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
6.784
Reações
31.753
Pontos
353



Psicóloga cristã tem registro cassado por ser contra ideologia de gênero

Conselho Federal de Psicologia acusou profissional de “preconceito”.


Patrícia de Sousa Teixeira (Foto: Arquivo Pessoal)

A psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira foi informada nesta quinta-feira (5) que seu registro profissional foi cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ela ter se posicionado contra a famigerada ideologia de gênero.




O julgamento ocorreu no dia 18 de outubro, conforme informou com exclusividade o Gospel Prime, mas somente agora ela ficou sabendo sobre a decisão do CFP pela cassação de seu registro.
Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.
Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.
Seu recurso foi feito, na época, pelo advogado Jorge Vacite Neto, que já defendeu o pastor Silas Malafaia. Ele alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional.
Ainda assim, o caso foi encaminhado para CFP para apreciação e a psicóloga acabou ficando sem defesa, já que o conselho atua em Brasília, o que culminou na perda do registro.
O processo no conselho federal teve relatoria da psicóloga Sandra Elena Sposito. Em sua tese de doutorado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) ela defende “à luta por direitos” dos homossexuais.
No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.




Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
 

Superd7br

Bam-bam-bam
Mensagens
3.014
Reações
4.297
Pontos
303
Grande TCU
.
Propaganda do Projeto Anti-Crime não pode, é mal uso do dinheiro publico.
.
Dar dinheiro para sustentar vagabundo da Folha pode, é democrático.
.
Tem que mandar matar.
Trata-se de uma licitação pública, não de uma assinatura particular. Deve obedecer aos princípios gerais do direito administrativo.
Quer cancelar assinatura da Folha? Que o faça na sua casa na Barra...
Além do que, com a base política fragilizada pelo racha no PSL, qualquer coisa pode ser usada pra justificar um impeachment.
 

Godot

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.258
Reações
29.151
Pontos
574
Galera ficou exaltada aqui hein. Eita.



Psicóloga cristã tem registro cassado por ser contra ideologia de gênero

Conselho Federal de Psicologia acusou profissional de “preconceito”.


Patrícia de Sousa Teixeira (Foto: Arquivo Pessoal)

A psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira foi informada nesta quinta-feira (5) que seu registro profissional foi cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ela ter se posicionado contra a famigerada ideologia de gênero.




O julgamento ocorreu no dia 18 de outubro, conforme informou com exclusividade o Gospel Prime, mas somente agora ela ficou sabendo sobre a decisão do CFP pela cassação de seu registro.
Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.
Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.
Seu recurso foi feito, na época, pelo advogado Jorge Vacite Neto, que já defendeu o pastor Silas Malafaia. Ele alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional.
Ainda assim, o caso foi encaminhado para CFP para apreciação e a psicóloga acabou ficando sem defesa, já que o conselho atua em Brasília, o que culminou na perda do registro.
O processo no conselho federal teve relatoria da psicóloga Sandra Elena Sposito. Em sua tese de doutorado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) ela defende “à luta por direitos” dos homossexuais.
No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.




Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
Pqp..... que raiva eu tive ao ler isso.

Doentes mentais do caralho. Querem empurrar a degeneração para os nossos filhos.

Enviado de meu SM-M305M usando o Tapatalk
 

Trump

Bam-bam-bam
Mensagens
1.746
Reações
5.800
Pontos
303
Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
Que professora folgada e sem noção,

Ela também merecia ser vítima de algum "mal entendido" na rua.
 

PhylteR

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.491
Reações
11.304
Pontos
769
Grande TCU
.
Propaganda do Projeto Anti-Crime não pode, é mal uso do dinheiro publico.
.
Dar dinheiro para sustentar vagabundo da Folha pode, é democrático.
.
Tem que mandar matar.
Mas se autorizar publicidade de projeto de lei, tem que autorizar de qualquer projeto... Inclusive projetos de esquerda. Imagina o Haddad presidente, fazendo publicidade de projeto de lei que flexibiliza soltura de presos por crimes "menos graves"...
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.588
Reações
5.851
Pontos
349
Aliás, alguns pontos sobre a vaporwave:

1° Usam o argumento que são anônimos para não serem perseguidos, mas zombam de forma constante usando atributos físicos de quem não é anônimo.

2° Esquerda na sua maioria tá nem aí para esses caras. Para eles inclusive é bom, afinal estão sempre perdendo mais tempo brigando com a direita do que atacando a esquerda. Dúvida ? Vai lá nos twittes dele. No máximo vai achar os "newleft".
:kpensa
 

Lord_Revan

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.616
Reações
100.349
Pontos
1.124
Mas se autorizar publicidade de projeto de lei, tem que autorizar de qualquer projeto... Inclusive projetos de esquerda. Imagina o Haddad presidente, fazendo publicidade de projeto de lei que flexibiliza soltura de presos por crimes "menos graves"...
Estou imaginando e estou vendo nego tirando ele de dentro do palácio a base de porrada e esquartejando o corpo de todos os envolvidos em um projeto de lei merda desse.
.
:klolz
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.588
Reações
5.851
Pontos
349
O mamaefalei já caiu no meu conceito. Ele pode fazer o que for que vai demorar pra recobrar minha confiança nele, se é que algum dia vou.

Sobre o tópico da maromba faz tempo que eu não visito lá e na vdd nem sei quem é esse user.
Mamãe Caguei não é burro. Tava caindo no ostrasísmo, precisava de algo pra se alavancar e cair na mídia de novo. Conseguiu. É só chamar meia dúzia de esquerdista vagabundo de vagabundo e chamar pra briga, pronto, magicamente tão falando dele denovo. Agora vai ter um monte de partido de portas abertas pra ele, pra puxar votos, já que muita gente não sabia que ele estava sem partido porque tinha sido expulso. Profit:kpuke
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.588
Reações
5.851
Pontos
349
Eu tbm peguei a treta já andando! Esse lance da esposa do Nando parece que tá sendo agora depois da foto do Kodhak. Em alguns comentários estão falando que foi exposto a família e local de trabalho do Kodhak mas não achei nada.


Sobre quem passou as informações do Kodhak:



Esse gordinho aí que não nunca transou é @OpressorNoob, o cara que passou os dados do Kodhak pro Nano dar o exposed.

O cara já fez até podcast com o Kodhak... Esse é aquele aasistente porco que faz o serviço sujo pra agradar o patrão!
Minha humilde opinião, o Nando quis usar as armas nojentas que a esquerda usa pra perseguir seus opositores? ótimo, então agora aguenta. Todo exposed que fizerem de qualquer membro próximo ao Nando É POUCO. E tem que esculachar mesmo. Quer ter diálogo com esquerdista? acontece isso aew, eles expõe seu endereço, sua casa, sua família, e dizem que estão fazendo um dever cívico em expor 'canalhas anonimos'. Fizeram a mesma coisa com o Alan Dos Santos do Terça Livre e o cara teve que mudar de cidade porque tavam ameaçando a família dele. MUDOU DE FUCKIN CIDADE. E vem PNC falar que o Kodhak não deveria ter mostrado a CHUPETA DE BALEIA DA MULHER DO NANDO MOURA? VTNC ISENTÃO DOS CARALHOS. Quer guerra, então vai ter guerra. E isso me lembra uma frase que vi em COD, se seu inimigo está no alcance de seu rifle, lembre-se que você também está no alcance dele.


ps: pra mim a mulher do Nando Moura parece a Marilia Mendonça:klolwtf

 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
6.784
Reações
31.753
Pontos
353
Cadê Cadê Cadê???
PêTista na pgr.... :kgrr

PGR rebate narrativa petista de suspeição de Moro em caso de Lula e não vê irregularidades em diálogos vazados pelo The Intercept.
A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou manifestação, nesta quinta-feira (5), ao Supremo Tribunal Federal (STF) em resposta a um habeas corpus movido pela defesa do ex-presidente Lula da Silva (PT).

Os advogados de Lula pediam a anulação do processo do tríplex do Guarujá sob o argumento de que o então juiz Sergio Moro não teve imparcialidade no caso.

Assinada pelo coordenador da Lava-Jato na PGR, o subprocurador-geral da República José Adônis Callou, a manifestação diz que não há elementos que comprovem uma suspeição de Moro no processo que condenou Lula.

Callou, que atua na Lava Jato por delegação do procurador-geral Augusto Aras, apontou ainda a inexistência de irregularidades nos diálogos hackeados entre o ex-juiz e procuradores da força-tarefa de Curitiba no Telegram.

No documento, a PGR analisou todas as decisões tomadas por Moro na ação do petista e argumentou que seguem o padrão de atuação nos demais casos.

Ainda de acordo com levantamento de informações, segundo o jornal O Globo, a PGR listou que o então juiz Moro rejeitou 13 pedidos do Ministério Público e acolheu, integral ou parcialmente, 64 pedidos feitos pela defesa de Lula.
 
Topo