O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


TÓPICO OFICIAL DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA JAIR MESSIAS BOLSONARO

Qual será a moeda nova agora com Bolsonaro?

  • BOLSOS

  • MITOS

  • PITÚS

  • BOLSONAROS

  • TALKEIS

  • NIÓBIOS

  • HELENÕES

  • COISOS

  • JAIRES

  • BONOROS


Results are only viewable after voting.


Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
44.927
Reações
96.090
Pontos
989

Paulo, que historia é essa de assinar antes e descobrir depois do que se trata? Não me lembro disso em outras legislaturas. Esses deputados são tão ingênuos assim?

Nada, isso sempre aconteceu. Há dezenas de pessoas, deputados ou não, que ficam pressionando todos a assinar propostas. Às vez, por questão pessoal, o cara assina pra ajudar um colega a tramitar sua proposta e depois vê que é uma bomba. Eu nunca fiz isso, mas acontece muito
Dá um desânimo tão grande de ler isso...
 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
7.057
Reações
33.565
Pontos
353
:viraolho
Senadores argumentam que aprovar pacote anticrime em 2020 seria mais difícil


Como noticiamos, Simone Tebet costura um acordo com senadores para votar o pacote anticrime na CCJ do Senado ainda neste ano.
A ideia é votar o pacote desfigurado, mesmo que o colegiado ainda não tenha analisado o relatório do senador Marcos do Val sobre o mesmo tema, que mantém os principais pontos da proposta de Sergio Moro.

Nas discussões, alguns senadores argumentam que é melhor acelerar a tramitação do pacote, porque votá-lo em 2020 seria mais difícil, já que é ano eleitoral.
 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
7.057
Reações
33.565
Pontos
353



Psicóloga cristã tem registro cassado por ser contra ideologia de gênero

Conselho Federal de Psicologia acusou profissional de “preconceito”.


Patrícia de Sousa Teixeira (Foto: Arquivo Pessoal)

A psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira foi informada nesta quinta-feira (5) que seu registro profissional foi cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ela ter se posicionado contra a famigerada ideologia de gênero.




O julgamento ocorreu no dia 18 de outubro, conforme informou com exclusividade o Gospel Prime, mas somente agora ela ficou sabendo sobre a decisão do CFP pela cassação de seu registro.
Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.
Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.
Seu recurso foi feito, na época, pelo advogado Jorge Vacite Neto, que já defendeu o pastor Silas Malafaia. Ele alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional.
Ainda assim, o caso foi encaminhado para CFP para apreciação e a psicóloga acabou ficando sem defesa, já que o conselho atua em Brasília, o que culminou na perda do registro.
O processo no conselho federal teve relatoria da psicóloga Sandra Elena Sposito. Em sua tese de doutorado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) ela defende “à luta por direitos” dos homossexuais.
No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.




Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
 

Superd7br

Bam-bam-bam
Mensagens
3.268
Reações
4.715
Pontos
303
Grande TCU
.
Propaganda do Projeto Anti-Crime não pode, é mal uso do dinheiro publico.
.
Dar dinheiro para sustentar vagabundo da Folha pode, é democrático.
.
Tem que mandar matar.
Trata-se de uma licitação pública, não de uma assinatura particular. Deve obedecer aos princípios gerais do direito administrativo.
Quer cancelar assinatura da Folha? Que o faça na sua casa na Barra...
Além do que, com a base política fragilizada pelo racha no PSL, qualquer coisa pode ser usada pra justificar um impeachment.
 


Godot

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.691
Reações
31.658
Pontos
574
Galera ficou exaltada aqui hein. Eita.



Psicóloga cristã tem registro cassado por ser contra ideologia de gênero

Conselho Federal de Psicologia acusou profissional de “preconceito”.


Patrícia de Sousa Teixeira (Foto: Arquivo Pessoal)

A psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira foi informada nesta quinta-feira (5) que seu registro profissional foi cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ela ter se posicionado contra a famigerada ideologia de gênero.




O julgamento ocorreu no dia 18 de outubro, conforme informou com exclusividade o Gospel Prime, mas somente agora ela ficou sabendo sobre a decisão do CFP pela cassação de seu registro.
Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.
Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.
Seu recurso foi feito, na época, pelo advogado Jorge Vacite Neto, que já defendeu o pastor Silas Malafaia. Ele alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional.
Ainda assim, o caso foi encaminhado para CFP para apreciação e a psicóloga acabou ficando sem defesa, já que o conselho atua em Brasília, o que culminou na perda do registro.
O processo no conselho federal teve relatoria da psicóloga Sandra Elena Sposito. Em sua tese de doutorado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) ela defende “à luta por direitos” dos homossexuais.
No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.




Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
Pqp..... que raiva eu tive ao ler isso.

Doentes mentais do caralho. Querem empurrar a degeneração para os nossos filhos.

Enviado de meu SM-M305M usando o Tapatalk
 

Trump

Bam-bam-bam
Mensagens
1.919
Reações
6.451
Pontos
303
Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
Que professora folgada e sem noção,

Ela também merecia ser vítima de algum "mal entendido" na rua.
 

PhylteR

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
22.865
Reações
12.412
Pontos
769
Grande TCU
.
Propaganda do Projeto Anti-Crime não pode, é mal uso do dinheiro publico.
.
Dar dinheiro para sustentar vagabundo da Folha pode, é democrático.
.
Tem que mandar matar.
Mas se autorizar publicidade de projeto de lei, tem que autorizar de qualquer projeto... Inclusive projetos de esquerda. Imagina o Haddad presidente, fazendo publicidade de projeto de lei que flexibiliza soltura de presos por crimes "menos graves"...
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.937
Reações
7.293
Pontos
349
Aliás, alguns pontos sobre a vaporwave:

1° Usam o argumento que são anônimos para não serem perseguidos, mas zombam de forma constante usando atributos físicos de quem não é anônimo.

2° Esquerda na sua maioria tá nem aí para esses caras. Para eles inclusive é bom, afinal estão sempre perdendo mais tempo brigando com a direita do que atacando a esquerda. Dúvida ? Vai lá nos twittes dele. No máximo vai achar os "newleft".
:kpensa
 

Lord_Revan

Mil pontos, LOL!
Mensagens
61.901
Reações
102.512
Pontos
1.124
Mas se autorizar publicidade de projeto de lei, tem que autorizar de qualquer projeto... Inclusive projetos de esquerda. Imagina o Haddad presidente, fazendo publicidade de projeto de lei que flexibiliza soltura de presos por crimes "menos graves"...
Estou imaginando e estou vendo nego tirando ele de dentro do palácio a base de porrada e esquartejando o corpo de todos os envolvidos em um projeto de lei merda desse.
.
:klolz
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.937
Reações
7.293
Pontos
349
O mamaefalei já caiu no meu conceito. Ele pode fazer o que for que vai demorar pra recobrar minha confiança nele, se é que algum dia vou.

Sobre o tópico da maromba faz tempo que eu não visito lá e na vdd nem sei quem é esse user.
Mamãe Caguei não é burro. Tava caindo no ostrasísmo, precisava de algo pra se alavancar e cair na mídia de novo. Conseguiu. É só chamar meia dúzia de esquerdista vagabundo de vagabundo e chamar pra briga, pronto, magicamente tão falando dele denovo. Agora vai ter um monte de partido de portas abertas pra ele, pra puxar votos, já que muita gente não sabia que ele estava sem partido porque tinha sido expulso. Profit:kpuke
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.937
Reações
7.293
Pontos
349
Eu tbm peguei a treta já andando! Esse lance da esposa do Nando parece que tá sendo agora depois da foto do Kodhak. Em alguns comentários estão falando que foi exposto a família e local de trabalho do Kodhak mas não achei nada.


Sobre quem passou as informações do Kodhak:



Esse gordinho aí que não nunca transou é @OpressorNoob, o cara que passou os dados do Kodhak pro Nano dar o exposed.

O cara já fez até podcast com o Kodhak... Esse é aquele aasistente porco que faz o serviço sujo pra agradar o patrão!
Minha humilde opinião, o Nando quis usar as armas nojentas que a esquerda usa pra perseguir seus opositores? ótimo, então agora aguenta. Todo exposed que fizerem de qualquer membro próximo ao Nando É POUCO. E tem que esculachar mesmo. Quer ter diálogo com esquerdista? acontece isso aew, eles expõe seu endereço, sua casa, sua família, e dizem que estão fazendo um dever cívico em expor 'canalhas anonimos'. Fizeram a mesma coisa com o Alan Dos Santos do Terça Livre e o cara teve que mudar de cidade porque tavam ameaçando a família dele. MUDOU DE FUCKIN CIDADE. E vem PNC falar que o Kodhak não deveria ter mostrado a CHUPETA DE BALEIA DA MULHER DO NANDO MOURA? VTNC ISENTÃO DOS CARALHOS. Quer guerra, então vai ter guerra. E isso me lembra uma frase que vi em COD, se seu inimigo está no alcance de seu rifle, lembre-se que você também está no alcance dele.


ps: pra mim a mulher do Nando Moura parece a Marilia Mendonça:klolwtf

 

Ayatollah Khomeini

Bam-bam-bam
Mensagens
7.057
Reações
33.565
Pontos
353
Cadê Cadê Cadê???
PêTista na pgr.... :kgrr

PGR rebate narrativa petista de suspeição de Moro em caso de Lula e não vê irregularidades em diálogos vazados pelo The Intercept.
A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou manifestação, nesta quinta-feira (5), ao Supremo Tribunal Federal (STF) em resposta a um habeas corpus movido pela defesa do ex-presidente Lula da Silva (PT).

Os advogados de Lula pediam a anulação do processo do tríplex do Guarujá sob o argumento de que o então juiz Sergio Moro não teve imparcialidade no caso.

Assinada pelo coordenador da Lava-Jato na PGR, o subprocurador-geral da República José Adônis Callou, a manifestação diz que não há elementos que comprovem uma suspeição de Moro no processo que condenou Lula.

Callou, que atua na Lava Jato por delegação do procurador-geral Augusto Aras, apontou ainda a inexistência de irregularidades nos diálogos hackeados entre o ex-juiz e procuradores da força-tarefa de Curitiba no Telegram.

No documento, a PGR analisou todas as decisões tomadas por Moro na ação do petista e argumentou que seguem o padrão de atuação nos demais casos.

Ainda de acordo com levantamento de informações, segundo o jornal O Globo, a PGR listou que o então juiz Moro rejeitou 13 pedidos do Ministério Público e acolheu, integral ou parcialmente, 64 pedidos feitos pela defesa de Lula.
 

dashman

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.744
Reações
19.477
Pontos
624
Fico me perguntando qual a porra da dificuldade de criarem um jornal de Direita... o lucro que esses filhos da put* teriam com essa guerra que ta tendo seria descomunal, mas não, ninguém toma frente de nada com porra nenhuma, e somos obrigados a ter que ler vozes lixo como essas... infelizmente só a escória tem voz nesse pais.
 

Agito

Bam-bam-bam
Mensagens
4.542
Reações
16.286
Pontos
303



Psicóloga cristã tem registro cassado por ser contra ideologia de gênero

Conselho Federal de Psicologia acusou profissional de “preconceito”.


Patrícia de Sousa Teixeira (Foto: Arquivo Pessoal)

A psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira foi informada nesta quinta-feira (5) que seu registro profissional foi cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ela ter se posicionado contra a famigerada ideologia de gênero.




O julgamento ocorreu no dia 18 de outubro, conforme informou com exclusividade o Gospel Prime, mas somente agora ela ficou sabendo sobre a decisão do CFP pela cassação de seu registro.
Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.
Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.
Seu recurso foi feito, na época, pelo advogado Jorge Vacite Neto, que já defendeu o pastor Silas Malafaia. Ele alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional.
Ainda assim, o caso foi encaminhado para CFP para apreciação e a psicóloga acabou ficando sem defesa, já que o conselho atua em Brasília, o que culminou na perda do registro.
O processo no conselho federal teve relatoria da psicóloga Sandra Elena Sposito. Em sua tese de doutorado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) ela defende “à luta por direitos” dos homossexuais.
No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.




Professora pinta unha de menino de 4 anos em Florianópolis

Pai de menino foi taxado como machista quando foi tirar satisfações.


Unhas de menino pintada na escola (Foto: Reprodução)

O movimento Escola Sem Partido recebeu denúncia de uma mãe de um aluno do Núcleo de Educação Infantil Nagib Jabor, em Florianópolis, Santa Catarina, em que seu filho teve a unha pintada.



Na denúncia, a mãe afirma que na escola não se comemora festas sazonais de cunho conservador, como Páscoa, Natal, Dia das Mães ou Dia dos Pais, mas o Halloween é celebrado normalmente.
Apesar de não gostar da postura da instituição em relação as festividades, a mãe afirma que manteve seu filho, já que havia lá “ótimas professoras.
Porém, no seu relato, ela conta que algo desagradável aconteceu. Ela afirma que em um dia a professora levou esmalte e batom para a sala das crianças.

Como seu filho tem problemas auditivos e passa por tratamento, ela relata que a professora acabou pintando as unhas e os lábios da criança, justificando que foi o menino quem pediu.
Ela diz que não foi uma única vez que aconteceu, mas que a professora disse em outras ocasiões que foram as coleguinhas do menino quem pintou os lábios dele.
Quando o pai foi tomar satisfação, ela conta que a professora o desafiou e tentou taxá-lo de machista por proibir a criança de usar maquiagem.

“Meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não para ser feito no nosso filho. Ela tachou ele de machista: ‘E se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, ele iria impedir?’”, conta.
Ela conta que o caso foi levado para a direção, mas que nenhuma providência foi tomada e que a diretora tratou como um mal entendido.
A escola agora tem exposto cartazes de ícones da esquerda, como Zumbi e Marielle. “Meu Deus as crianças nem falam direito. Pois são crianças pequenas de 1 ano a 6 anos. Mas eles já começam cedo a mexer na cabecinha das crianças”, lamentou.
Rapaz se uma filha da put* fizer isso com meu filho eu vou lá e xingo ela, o pai, a mãe a parteira. Arrombada do caralho.
 

kyubi64

Bam-bam-bam
Mensagens
2.937
Reações
7.293
Pontos
349

Pacote Anticrime aprovado hoje rejeita pautas populares (prisão em 2ª instância e aumento do excludente de ilicitude) e insere o que o povo não pediu: aumento de pena para "crimes contra honra pela internet", o que protege políticos da ira popular. Essa Câmara não me representa!





Fui bloqueado, limitado, não aumenta seguidores e agora meus twitters sofrem limitações de alcance. Acho que o Twitter mudou a minha conta para o exterior só tem praga de estrangeiros me seguindo.




É assim que tá a vida do Presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.
Nem um ovo sem asa indo na cabeça do Tofolli? já fomos melhores:klolwtf
 
Topo