O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


[Tópico Oficial] VestibulandOS 2020 - DICAS, ASSUNTOS, APOSTILAS, LIVROS, PROVAS, DÚVIDAS E ETC.

Polla el niño

Habitué da casa
Mensagens
358
Reações
233
Pontos
53
Acredito, pelo que andei lendo em grupos de vestibulandos, geralmente é por traços visiveis. Se vc tiver uma pele clara, já vai ser dificil se enquadrar nas cotas de cor.
Mas e se a pessoa tem a pele só um pouco parda, mas tem nariz largo e lábios grossos, será que ela se encaixa na cota?
 


z NukeMars z

Novato
Mensagens
18
Reações
30
Pontos
13
agora me vem uma duvida: Qual precisa ser o meu fenótipo pra me enquadrar nas cotas de pardos? conta mais a cor do individuo ou outros fatores (nariz largo, labios grossos, textura do cabelo, etc) contam muito também?
caso a pessoa seja negada, ela pode recorrer? quais são as chances de funcionar e quanto tempo demora pra sair o resultado?
Atualmente tá complicado mano...
Conheço um caso do irmão de uma amiga minha, que tu olha pra ele assim e SEM dúvida nenhuma tu diz que ele é pardo, tendendo a um negro leve, com lábios grossos, tudo mais. Em fim, depois de 3 anos estudando, ele passa na UFRGS. O mano tava morrendo de alegria por ter passado, daí ele foi fazer a matricula dele e barraram por que não consideraram ele como sendo pardo... Foi muito tenso. Ele tentou recorrer, mas não deu em nada.

Por sorte ele passou em outra facul pública no meio do ano, então tá sereno. Mas daí não sei te dizer se ele colocou por cota de pardo nessa.
 

TheEndless

Ser evoluído
Mensagens
45
Reações
90
Pontos
18
Eu tava vendo uns vídeo no YouTube e lendo uns comentário e pensando como essa prova é estranha.

1- Muita gente que não estuda consegue uma nota boa(não foi meu caso kk), li diversos comentários "não estudei nada e tirei 50+/90", matando as fáceis e chutando as difíceis. Detalhe que, por mais que falem todo ano "esse é o ENEM mais difícil", as notas de cortes sempre continuam alta.
2- Tem um vídeo de um desses professor de cursinho de biologia que ele fala que algumas questões do ENEM são tiradas de livros do ensino superior(os mesmos utilizados para estudar pra ITA/IME. Então o cara que estuda o conteúdo do ensino médio pode ser surpreendido por questões fora da realidade e do edital da prova, que por sinal é muito vago. ENEM 2018 ENEM 2019
3- O TRI do ENEM tem a função de eliminar chutes, um cara que sabe um conteúdo mais avançado tem que ter acertado o mais básico. Só que o cara que sabe um conteúdo mais avançado pode ter errado uma questão mais básica por deslize ou ter deixado de responder e perder pontos na questão mais avançada que ele sabia, afinal ele estudou.

Não desmerecendo a prova, mas acho que é uma prova que envolve "muita sorte", o que um cara que não estuda consegue fazer no ENEM ele jamais conseguiria fazer num vestibular tradicional e o desempenho baixo que algumas pessoas que estudaram tem no ENEM dificilmente seriam reproduzidos em um vestibular tradicional. A sensação que bate é que o ENEM não é uma prova que valoriza o cara que estudou.
 

z NukeMars z

Novato
Mensagens
18
Reações
30
Pontos
13
Eu tava vendo uns vídeo no YouTube e lendo uns comentário e pensando como essa prova é estranha.

1- Muita gente que não estuda consegue uma nota boa(não foi meu caso kk), li diversos comentários "não estudei nada e tirei 50+/90", matando as fáceis e chutando as difíceis. Detalhe que, por mais que falem todo ano "esse é o ENEM mais difícil", as notas de cortes sempre continuam alta.
2- Tem um vídeo de um desses professor de cursinho de biologia que ele fala que algumas questões do ENEM são tiradas de livros do ensino superior(os mesmos utilizados para estudar pra ITA/IME. Então o cara que estuda o conteúdo do ensino médio pode ser surpreendido por questões fora da realidade e do edital da prova, que por sinal é muito vago. ENEM 2018 ENEM 2019
3- O TRI do ENEM tem a função de eliminar chutes, um cara que sabe um conteúdo mais avançado tem que ter acertado o mais básico. Só que o cara que sabe um conteúdo mais avançado pode ter errado uma questão mais básica por deslize ou ter deixado de responder e perder pontos na questão mais avançada que ele sabia, afinal ele estudou.

Não desmerecendo a prova, mas acho que é uma prova que envolve "muita sorte", o que um cara que não estuda consegue fazer no ENEM ele jamais conseguiria fazer num vestibular tradicional e o desempenho baixo que algumas pessoas que estudaram tem no ENEM dificilmente seriam reproduzidos em um vestibular tradicional. A sensação que bate é que o ENEM não é uma prova que valoriza o cara que estudou.
1 - Na minha visão, 80% desses comentários estilo "ah estudei 2 dias pra prova e fiz 35 em Matemática e natureza" é mentira/trollagem só pra desmotivar o pessoal que estudou pra caralho e mesmo assim não foi bem (induz o pessoal a pensar "caralho eu estudei tanto e fui pior que um cara que não estudou eu sou um merda"). Alguns casos até pode ser verdade, mas o pessoal omite que estudou em colégio top, ou que já estudou essas paradas no passado, etc. Só pra dar os meus 2 cents, os casos verdadeiros em que pessoas que não estudam vão melhor do que outras que se mataram estudando se deve a um fator: EMOCIONAL. Muitas vezes o cara que estudou meses fica muito emocional e deposita muita Expectativa na prova (meu caso), e isso atrapalha o desempenho. Enquanto isso, o cara que não estudou faz com a mente bem tranquila, com os pensamentos em ordem, copa todas as questões fáceis, acerta umas médias + uns chutes e acaba com uma média melhor. Psicológico é chave nessa prova

2 - É o vídeo do jubilut né? Hauahauahauahaa. Isso é verdade, sempre tem questões tiradas de livros de nível superior. Esse ano não foi tão nítido isso, mas ano passado foi bem exarcebado os enunciados de livros como Atkins, Campbell, etc. Uma questão que teve esse ano que por muitos foi considerada de nível superior foi aquela de química sobre Corantes que dava as cadeias carbonicas e perguntava o que garantia o efeito da cor. Tinha gente fazendo graduação em química que não sabia aquela droga. E realmente, o edital do ENEM é um lixo, ninguém sabe o que pode cair, tudo é possível

3 - Esse é o lado ruim do TRI. Muitas vezes o ENEM bota pegadinhas bestas nas questões mais fáceis, e é muito fácil deslizar nelas enquanto se acerta as difíceis, e isso joga teu TRI lá embaixo, já que as difíceis que tu acertar vão ser vistas como chute.

Igual o Jubilut falou no vídeo que saiu no canal dele xingando a prova desse ano, o ENEM é uma prova que tu tem que estudar e dar o teu máximo pra ir MENOS pior que o resto do povo, e assim pleitear uma vaga no curso desejado.
 


Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
Eu tava vendo uns vídeo no YouTube e lendo uns comentário e pensando como essa prova é estranha.

1- Muita gente que não estuda consegue uma nota boa(não foi meu caso kk), li diversos comentários "não estudei nada e tirei 50+/90", matando as fáceis e chutando as difíceis. Detalhe que, por mais que falem todo ano "esse é o ENEM mais difícil", as notas de cortes sempre continuam alta.
2- Tem um vídeo de um desses professor de cursinho de biologia que ele fala que algumas questões do ENEM são tiradas de livros do ensino superior(os mesmos utilizados para estudar pra ITA/IME. Então o cara que estuda o conteúdo do ensino médio pode ser surpreendido por questões fora da realidade e do edital da prova, que por sinal é muito vago. ENEM 2018 ENEM 2019
3- O TRI do ENEM tem a função de eliminar chutes, um cara que sabe um conteúdo mais avançado tem que ter acertado o mais básico. Só que o cara que sabe um conteúdo mais avançado pode ter errado uma questão mais básica por deslize ou ter deixado de responder e perder pontos na questão mais avançada que ele sabia, afinal ele estudou.

Não desmerecendo a prova, mas acho que é uma prova que envolve "muita sorte", o que um cara que não estuda consegue fazer no ENEM ele jamais conseguiria fazer num vestibular tradicional e o desempenho baixo que algumas pessoas que estudaram tem no ENEM dificilmente seriam reproduzidos em um vestibular tradicional. A sensação que bate é que o ENEM não é uma prova que valoriza o cara que estudou.
Não acho que seja tão simples assim ir bem. Acho que a maioria das pessoas que fazem sem estudar e dizem por aí que se saíram muito bem ou mentem a nota ou arredondam pra cima. Mas eu acho perfeitamente viável, e até estatisticamente comum, alguém que foi fazer só com aquela base mais ou menos tirar umas 20~ questões em cada caderno (Vai variar mais em matemática e se caiu muita questão de física com eixgência de matemática, porque é mais dificil fazer um chute consciente).

Agora a questão da nota é que é bem zoada, até porque o TRI é o maior câncer que existe... Coisa sem transparência alguma e que cumpre um objetivo que nunca foi problema em lugar algum e que te dá um score que não significa nada porque não segue uma escala de score normal de 0 a 1000. Se a pessoa entregar o gabarito em branco ela ainda tira alguma coisa entre 300 e 400 de nota... É ridículo.

Os caras resolvem um "problema" criando outro que é o próprio TRI.

Sobre essas questões de ensino superior, aí eu acho que tem um fundo de verdade mas também tem muito choro de gente que não percebeu que o ENEM mudou nos últimos anos. Algumas coisas que as pessoas choraram ano passado dizendo que era de ensino superior, eram coisas que são comuns aqui no sul pelo menos. É comum cair por aqui, por exemplo, questões que envolvam elementos radioativos (Tipo o experimento Meselson–Stahl pra comprovar a duplicação semi-conservativa do DNA) como marcador pra descobrir alguma coisa em células ou em algum processo bioquímico, e esse tipo de coisa você encontra nos Amabis da vida, mas quando apareceu algo do tipo no ENEM teve até professor de cursinho por aí dizendo que era assunto de ensino superior.

As vezes o texto-base até é alguma coisa bizonha de complexa, mas o enunciado dificilmente cobra algo muito alienígena. Esse ano, de todas as matérias, acho que a única questão que cobrava algo muito mais underground foi a questão sobre eletroscopia das ligações conjugadas lá. Se estiver em algum livro de ensino médio isso eu acho que deve ser nota de roda-pé.
 

Polla el niño

Habitué da casa
Mensagens
358
Reações
233
Pontos
53
Atualmente, como possivelmente tem uma banca avaliadora, bem dificil de vc se enquadrar se tiver uma pele muito clara.
Atualmente tá complicado mano...
Conheço um caso do irmão de uma amiga minha, que tu olha pra ele assim e SEM dúvida nenhuma tu diz que ele é pardo, tendendo a um negro leve, com lábios grossos, tudo mais. Em fim, depois de 3 anos estudando, ele passa na UFRGS. O mano tava morrendo de alegria por ter passado, daí ele foi fazer a matricula dele e barraram por que não consideraram ele como sendo pardo... Foi muito tenso. Ele tentou recorrer, mas não deu em nada.

Por sorte ele passou em outra facul pública no meio do ano, então tá sereno. Mas daí não sei te dizer se ele colocou por cota de pardo nessa.
Por experiência própria, não. Os examinadores querem que os pardos claros se f0d4m.
E se for algo entre essas duas cores, talvez algo um pouco mais claro
94677
94678
 

heitoroliveira

Veterano
Mensagens
775
Reações
451
Pontos
104
@Maladino, não sei se já te perguntei, mas poderia postar seus acertos e respectivas notas no Enem 2018? Queria ter uma base pra já ir planejando o próximo ano, surgiu uns imprevistos e preciso ver como poderia ser.

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
@Maladino, não sei se já te perguntei, mas poderia postar seus acertos e respectivas notas no Enem 2018? Queria ter uma base pra já ir planejando o próximo ano, surgiu uns imprevistos e preciso ver como poderia ser.

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
Problema é achar essas coisas a essa altura do campeonato. Eu sei que acertei 40 ou 41 em naturezas do ano passado e mesmo assim ficou em 789, sendo que a nota máxima foi 870.

Eu praticamente nem corrijo ENEM, só vejo algumas questões que fiquei em dúvida e vejo se errei alguma de biologia e química pra ver se preciso estudar algo pra segunda fase da UFPR. Esse ano eu corriji a primeira prova só e fui ver umas quatro questões de natureza... Como o SISU tá praticamente impossível eu trato ENEM igual a dinheiro que você acha no bolso depois e se for um dinheiro bom você fica feliz. :klol
 

heitoroliveira

Veterano
Mensagens
775
Reações
451
Pontos
104
Problema é achar essas coisas a essa altura do campeonato. Eu sei que acertei 40 ou 41 em naturezas do ano passado e mesmo assim ficou em 789, sendo que a nota máxima foi 870.

Eu praticamente nem corrijo ENEM, só vejo algumas questões que fiquei em dúvida e vejo se errei alguma de biologia e química pra ver se preciso estudar algo pra segunda fase da UFPR. Esse ano eu corriji a primeira prova só e fui ver umas quatro questões de natureza... Como o SISU tá praticamente impossível eu trato ENEM igual a dinheiro que você acha no bolso depois e se for um dinheiro bom você fica feliz. :klol
Tava curioso com linguagens, pq tô achando que vai ser a única esperança que eu tenha por ter sido minha melhor área. Queria ver uma média mais ou menos. No mais, boa sorte nas próximas provas, sua aprovação tá muito perto, pode ter certeza!

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
 

jocoso196

Novato
Mensagens
41
Reações
23
Pontos
8
O que vcs acham de estudar a partir de conteudos do ensino superior (especificamente em naturezas) pra se preparar pro Enem ?

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
 

z NukeMars z

Novato
Mensagens
18
Reações
30
Pontos
13
Corrigi pelo gabarito oficial, deu diferença de três questões em linguagens (só pra vocês verem a ambiguidade das questões da prova...), no final fiquei com 33 em LG, 36 em HM, 24 em MAT e 25 em NAT. Admito que até to contente devido ao fato de que fui melhor em relação ao ano passado por uma margem de 20+ questões, mas também tô puto por que uns 6 ou 7 acertos a mais em matemática esse ano me deixariam MUITO mais seguro e com probabilidades altas de passar, e isso era totalmente alcançável. Agora vou ficar com a pulga atrás da orelha até janeiro, e rezar pro TRI me abençoar e minha redação ser mítica pra fechar uma média 740+.

Foda é que agora eu sei que eu posso e devo relaxar, mas mesmo assim ta difícil, as vezes eu to de boas fazendo algo com alguém e começo a pensar nessa moléstia de prova. Mas acho que é normal, parece que foi um século atrás mas na real foi só há 3 dias SHUDAHSUDHA, não to acostumado a ficar dias sem ter nada pra fazer (vulgo estudar), então os dias parecem que estão mais longos.

Uma coisa que me indignou de verdade foi aquela questão dos climogramas que todo mundo tava discutindo se era A ou C, e o gabarito oficial disse que era A. Até agora não me entrou na cabeça o por que disso, e não entendo como colocam uma questão tão ambígua numa prova.
 

jocoso196

Novato
Mensagens
41
Reações
23
Pontos
8
Boa compatriota, espero que passe!

Em relação aquela questão, eu botei a letra A. Uma coisa que definiu essa resposta é pq ela é definitivamente e completamente verdadeira, ao contrário da C que considera o negócio de climatologia 12 lá. Pelo visto, no Enem não existe meia verdade ou coisas do tipo, uma simples vírgula ou dado podem modificar totalmente a resposta.

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
Bom, saiu o resultado da segunda fase da UFPR. Fui aprovado pra segunda fase e aparentemente estou entre os primeiros, porque o primeiro colocado acertou 80 e eu acertei 79. Eu havia acertado 80 de 90 mas mudaram a resposta de uma que eu acertei e a UFPR manteve o gabarito de duas questões com erros totalmente objetivos e facilmente provados.

(Tem uma questão de Geografia que eles dizem que a cidade de Juárez é a cidade mais violenta do mundo, sendo que qualquer pessoa que acompanha atualidades viu várias matérias que falam exatamente como Juárez deixou de ser a cidade mais violenta do mundo nos últimos anos. A UFPR argumentou que isso é apenas uma hipérbole e que não interfere na questão. Também tem uma questão de inglês que tem um texto falando sobre American Dream, ae eles te dão várias definições no texto e pedem pra você contar quantos significados foram dados, o problema é que em um uma parte dizem que "para metade dos millenials o American Dream está morto" e ninguém considera isso como uma definição, mas a UFPR considerou, deu uma banana para bilhões de recursos e foda-se todo mundo.)

A prova da UFPR desse ano foi MUITO mais difícil que a do ano passado, principalmente na parte de humanas, Geografia e Filosofia/Sociologia estavam muito mais difíceis do que no ano passado e a nota de corte caiu horrores. Pra vocês terem uma ideia, nos últimos anos a nota de corte só aumentou sem parar, ano passado a nota de corte pra Medicina (pra ir pra segunda fase) foi 77 questões e esse ano agora ficou em 72, cair 5 pontos é absurdo.

Eu tenho prova da UEPG agora no fim de semana e eu vou fazer sem revisar. Vou continuar estudando exclusivamente para a segunda fase da UFPR dia 24 e 25.

Depois disso eu ainda tenho UEM em dezembro e vou ter um intervalo de algumas semanas pra revisar.
 

Abiliocelio

Larva
Mensagens
4
Reações
3
Pontos
3
E se for algo entre essas duas cores, talvez algo um pouco mais claro
Visualizar anexo 94677
Visualizar anexo 94678
Eu sinceramente acredito que estes tons de pele se enquadrariam no que eles "aceitam" em matéria de cota, especialmente porque os traços das duas têm características próprias de etnias africanas e/ou indígenas. Por outro lado, o que pega na maioria das universidades é a percepção dos demais alunos. Muitos casos se tornaram controversos por causa de denúncias de outros alunos, que afirmaram que fulano ou sicrano tinha burlado as cotas para passar no vestibular.
Tentando resolver isso, na Uerj, em 2014, eles passaram a adotar uma autodeclaração justificada, na qual você tem de dizer por extenso porque se considera apto a entrar pelas cotas. Aí você pode falar sobre seus traços, cor de pele ou herança familiar. Eu penso que o ponto da herança familiar pesa muito. Ainda que você tenha a pele mais clara, se um dos seus pais é negro ou mais obviamente pardo, você pode usar isso a seu favor.
 

jocoso196

Novato
Mensagens
41
Reações
23
Pontos
8
@Maladino @heitoroliveira @Polla el niño

Sei que já comentaram, mas gostaria de saber mais detalhadamente o que vcs acharam da prova de Naturezas.

Tipo, imagina vc estudar estudar estudar o ano todo pra chegar na prova e ter coisa que nunca havíamos visto na vida, gastando todo tempo precioso e esforço durante o ano inteiro (ou anos) pra ter mínimas diferenças comparadas aos seus acertos dos anos anteriores. Todos sabemos que a vida é curta e ninguém quer gastar muito tempo estudando pra chegar lá na prova e não conseguir realiza-lá propriamente.

Pode-se ter boas médias em outras áreas, mas parece que, caso não sabemos conhecimentos específicos, principalmente em biologia e química, meses de estudos podem parecer que foram pro lixo. E isso não é de hoje, muitos professores já vem criticando essa parte do Enem há tempos, aquele negócio de "Enem desigual etc etc"

Não estou querendo fingir de afetado até porque o Enem tem todo o direito de eliminar candidatos, mas infelizmente é assim que funciona. Talvez nem o melhor dos colégios, cursinhos ou materiais consigam auxiliar o candidato para que esse atenda as exigências e competências que o Enem cobra (algumas inclusive não estão escritas nas matrizes de referencias, mas estão nas provas).

Não sei estou muito certo disso, mas (minha prof de bio disse) muitos estudantes que fazem faculdade de biológicas e áreas de saúde utilizam a coleção dos livros do Amabis e Martho e da coleção do Feltre pra estudarem. Já sabemos que o Enem tá cobrando muita coisa específica em Naturezas, então queria saber se alguém que já leu alguma dessas coleções poderia opinar sobre. Não sei se continuo nas apostilas Bernoulli em Química e Biologia porque, apesar de ser bem didático e ajudar o candidato a atender boa parte da prova e a contextualização dos problemas, tenho medo que não possa me nortear sobre assuntos mais desconhecidos e específicos, esses quais o Enem parece que está explorando cada vez mais e criando um padrão a cada ano.
 
Ultima Edição:

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
@Maladino @heitoroliveira @Polla el niño

Sei que já comentaram, mas gostaria de saber mais detalhadamente o que vcs acharam da prova de Naturezas.

Tipo, imagina vc estudar estudar estudar o ano todo pra chegar na prova e ter coisa que nunca havíamos visto na vida, gastando todo tempo precioso e esforço durante o ano inteiro (ou anos) pra ter mínimas diferenças comparadas aos seus acertos dos anos anteriores. Todos sabemos que a vida é curta e ninguém quer gastar muito tempo estudando pra chegar lá na prova e não conseguir realiza-lá propriamente.

Pode-se ter boas médias em outras áreas, mas parece que, caso não sabemos conhecimentos específicos, principalmente em biologia e química, meses de estudos podem parecer que foram pro lixo. E isso não é de hoje, muitos professores já vem criticando essa parte do Enem há tempos, aquele negócio de "Enem desigual etc etc"

Não estou querendo fingir de afetado até porque o Enem tem todo o direito de eliminar candidatos, mas infelizmente é assim que funciona. Talvez nem o melhor dos cursinhos e materiais consigam auxiliar o candidato para que esse atenda as exigências e competências que o Enem cobra (algumas inclusive não estão escritas nas matrizes de referencias, mas estão nas provas).

E agora me bateu uma reflexão. Não sei estou muito certo disso, mas (minha prof de bio disse) muitos estudantes dos cursos de biológicas e áreas de saúde utilizam a coleção dos livros do Amabis e Martho e da coleção do Feltre pra estudarem. Já sabemos que o Enem tá cobrando muita coisa específica em Naturezas, então queria saber se alguém que já leu alguma dessas coleções poderia opinar sobre. Não sei se continuo nas apostilas Bernoulli em Química e Biologia porque, apesar de ser bem didático e ajudar o candidato a atender boa parte da prova, tenho medo que não possa me nortear sobre assuntos mais desconhecidos e específicos, esses quais o Enem parece que está explorando cada vez mais e criando um padrão a cada ano.

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
Eu acho que "estudar o ano inteiro e cair algo que você nunca estudou" é mais culpa dos professores que estão dormindo no ponto ou de aluno que achou que era só estudar ecologia e estava tudo bem. A única coisa de naturezas que foi cobrado que você não estudaria pra qualquer vestibular por aí foi a questão da espectrografia das ligações conjugadas.

Fora essa questão a prova estava completamente normal do que se espera em qualquer vestibular pelo país.

O problema é que é um afastamento do que se espera do ENEM de 3~4 anos atrás. Faz no mínimo 3 anos que o ENEM vem dando uma guinada na prova de naturezas pra cobrar mais conteúdo de Naturezas e menos questão genérica que você mataria com bom-senso e interpretação de texto. Você vê isso claramente em canais de professores de youtube que insistiram, pelo segundo ano seguido, na fórmula generalista de "você só precisa entender o conceito", depois reclamaram que o aluno teve de "decorar coisas". O ENEM do ano passado já demonstrou que a prova generalista de antes estava morrendo.

O que pode ser discutível é a dificuldade objetiva das questões e a confiabilidade do TRI pela rapidez com que elas foram formuladas. Mas em termos programáticos, fora a questão que eu citei que era uma nota de roda-pé, o tema deles é algo que qualquer aluno que tenha estudado a matéria deveria ter visto.

Sério mesmo, eu não consigo entender a crítica do pessoal em relação aos temas das matérias. Pode-se reclamar da dificuldade, mas o que caiu ali está tudo em livro de ensino médio. E são temas que são tocados até em semi-extensivo de cursinhos por aí. Agora, discutir a respeito de dificuldade em relação ao ensino do país e o papel do ENEM é válido.

Mas essa discussão em relação a seletividade é bem inútil. A menos que o TRI tenha sido manipulado, as notas vão ser normalizadas de qualquer jeito. Se a prova estivesse mais fácil quem estudou toda a matéria continuaria na frente na nota de qualquer jeito.

Sobre os livros, eles são os livros de cabeceira de medicineiro. São bem mais aprofundados que apostilas normais e ótimas fontes, mas são bem mais densos e, diferentemente de uma apostila, não pegam você pela mão pra ficar retomando explicação depois. Eu tenho Amabis e Martho aberto aqui na minha frente direto. Geralmente eu estudo pelo material do Poliedro e aprofundo pelo Amabis. Feltre eu uso menos, mas é de cabeceira também.
 

z NukeMars z

Novato
Mensagens
18
Reações
30
Pontos
13
Boa noite pessoal o/

Hoje fiz o primeiro dia do vestibular da UFRGS, que tinha Língua Estrangeira, Literatura e Física. Tô simplesmente perplexo, por que estudei basicamente pro ENEM minha juventude toda (quando eu entrei no médio já se excluíram praticamente 98% dos vestibulares de federais aqui do sul do país), e sinto que hoje foi a primeira prova de QUALIDADE que eu fiz na vida.

Sério, a prova é simplesmente incrível. Tu tem 4h e meia pra fazer 75 questões (sendo que dois dos 4 dias são apenas 50 questões), têm tempo pra raciocinar os problemas, pensar nas questões, fazer tudo com calma... As questões são bem elaboradas, vão direto ao ponto, muito bem contextualizadas e atuais. Simplesmente um tesão de prova, principalmente a de física.

Sinto um pouco de remorso por não ter estudado pra essa prova, principalmente as partes mais específicas tipo as leituras obrigatórias, português e língua estrangeira, mas vivendo e aprendendo.

Queria muito ter pegado a época que ainda existiam vestibulares... Acho que pro pessoal que mora mais no sudeste/SP o impacto não foi tão grande, por que ainda tem vários vestibulares tradicionais, mas aqui no sul é desastroso. Pra med, acredito que fora o ENEM a UFRGS é a única opção, depois só subindo pra Santa Catarina e outros estados.
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
Boa noite pessoal o/

Hoje fiz o primeiro dia do vestibular da UFRGS, que tinha Língua Estrangeira, Literatura e Física. Tô simplesmente perplexo, por que estudei basicamente pro ENEM minha juventude toda (quando eu entrei no médio já se excluíram praticamente 98% dos vestibulares de federais aqui do sul do país), e sinto que hoje foi a primeira prova de QUALIDADE que eu fiz na vida.

Sério, a prova é simplesmente incrível. Tu tem 4h e meia pra fazer 75 questões (sendo que dois dos 4 dias são apenas 50 questões), têm tempo pra raciocinar os problemas, pensar nas questões, fazer tudo com calma... As questões são bem elaboradas, vão direto ao ponto, muito bem contextualizadas e atuais. Simplesmente um tesão de prova, principalmente a de física.

Sinto um pouco de remorso por não ter estudado pra essa prova, principalmente as partes mais específicas tipo as leituras obrigatórias, português e língua estrangeira, mas vivendo e aprendendo.

Queria muito ter pegado a época que ainda existiam vestibulares... Acho que pro pessoal que mora mais no sudeste/SP o impacto não foi tão grande, por que ainda tem vários vestibulares tradicionais, mas aqui no sul é desastroso. Pra med, acredito que fora o ENEM a UFRGS é a única opção, depois só subindo pra Santa Catarina e outros estados.
Queria muito fazer a UFRGS, mas tem conflito com as datas de algumas provas mais próximas (Segunda fase da UFPR por exemplo é amanhã).

Que bom que gostou da prova, tomara que dê boas aí. Boa sorte e sucesso no próximo dia.

Por aqui eu costumava gostar do vestibular da UFPR. Primeiro porque eu gosto de vestibulares que são divididos em fases, segundo porque a qualidade das questões era boa e a segunda fase era bem interessante. Mas esse ano a prova da primeira fase da UFPR foi um LIXO. Sendo que já vinha decaindo nos últimos dois anos. O aluno coloca o futuro em uma prova e os caras colocam informações erradas nas questões e não anulam, simplesmente alegam que o "erro não afeta o intuito da questão", além de várias questões com problemas de ordem subjetiva.

Eu quero passar esse ano pra nunca mais precisar fazer um vestibular elaborado pela UFPR, put* que pariu.
 

JackDeWitt

Supra-sumo
Mensagens
495
Reações
1.947
Pontos
168
Queria muito fazer a UFRGS, mas tem conflito com as datas de algumas provas mais próximas (Segunda fase da UFPR por exemplo é amanhã).

Que bom que gostou da prova, tomara que dê boas aí. Boa sorte e sucesso no próximo dia.

Por aqui eu costumava gostar do vestibular da UFPR. Primeiro porque eu gosto de vestibulares que são divididos em fases, segundo porque a qualidade das questões era boa e a segunda fase era bem interessante. Mas esse ano a prova da primeira fase da UFPR foi um LIXO. Sendo que já vinha decaindo nos últimos dois anos. O aluno coloca o futuro em uma prova e os caras colocam informações erradas nas questões e não anulam, simplesmente alegam que o "erro não afeta o intuito da questão", além de várias questões com problemas de ordem subjetiva.

Eu quero passar esse ano pra nunca mais precisar fazer um vestibular elaborado pela UFPR, put* que pariu.
Porra mano, você foi muito prejudicado? Eu fiz tbm e me senti lesado na questão de inglês dos significados e a de geografia do México. Mas no geral achei a prova absurdamente melhor que no ano passado, que premiou o aluno vagabundo.

No mais, boa sorte amanhã e que de tudo certo pra nósss.
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
Porra mano, você foi muito prejudicado? Eu fiz tbm e me senti lesado na questão de inglês dos significados e a de geografia do México. Mas no geral achei a prova absurdamente melhor que no ano passado, que premiou o aluno vagabundo.

No mais, boa sorte amanhã e que de tudo certo pra nósss.
Dificuldade da prova estava muito boa, porém a elaboração em humanas foi uma merda. Geografia foi criminoso, e Filosofia e Sociologia, apesar de terem aumentado um pouco a dificuldade, cobraram uns conceitos meio rasos dos livros.

Eu não digo prejudicado, mas se não fosse por esses retardos aí talvez eu estivesse em primeiro lugar. Eu acertei 80, aí com a mudança daquela do sarampo lá caiu pra 79 (Eu nem lembrava desse surto). A de inglês me fodeu, a de Juarez me fodeu, a da Groenlândia me fodeu (Eu estudei especificamente a história do Alasca e não me conformo que a alternativa que fala sobre a estratégia consagrada seja errada... Os Americanos explodiam bombas nucleares numa ilha do Alasca, cheio de base militar e entreposto na região e eu preciso interpretar o que o elaborador quer com "consagrado").

Eu abri 9 recursos esse ano. A maioria foi pra tentar chorar nota mesmo, mas teve uns 4 ali que realmente tinham mérito. Aí o meu recurso de inglês foi só "American dream is dead é sim um signficado de american dream para os milenials".

Ah sim. E boa sorte também, prestando pra med também?
 

JackDeWitt

Supra-sumo
Mensagens
495
Reações
1.947
Pontos
168
Dificuldade da prova estava muito boa, porém a elaboração em humanas foi uma merda. Geografia foi criminoso, e Filosofia e Sociologia, apesar de terem aumentado um pouco a dificuldade, cobraram uns conceitos meio rasos dos livros.

Eu não digo prejudicado, mas se não fosse por esses retardos aí talvez eu estivesse em primeiro lugar. Eu acertei 80, aí com a mudança daquela do sarampo lá caiu pra 79 (Eu nem lembrava desse surto). A de inglês me fodeu, a de Juarez me fodeu, a da Groenlândia me fodeu (Eu estudei especificamente a história do Alasca e não me conformo que a alternativa que fala sobre a estratégia consagrada seja errada... Os Americanos explodiam bombas nucleares numa ilha do Alasca, cheio de base militar e entreposto na região e eu preciso interpretar o que o elaborador quer com "consagrado").

Eu abri 9 recursos esse ano. A maioria foi pra tentar chorar nota mesmo, mas teve uns 4 ali que realmente tinham mérito. Aí o meu recurso de inglês foi só "American dream is dead é sim um signficado de american dream para os milenials".

Ah sim. E boa sorte também, prestando pra med também?

Não, esse ano prestei pra direito. Foram três anos pra medicina, dois de segunda fase e eu fiquei de saco cheio. Não quero nunca mais pisar num cursinho na minha vida. :kkk
 

Maladino

Bam-bam-bam
Mensagens
6.404
Reações
7.863
Pontos
459
Não, esse ano prestei pra direito. Foram três anos pra medicina, dois de segunda fase e eu fiquei de saco cheio. Não quero nunca mais pisar num cursinho na minha vida. :kkk
Opa, boa sorte. Meu camarada do Positivo que prestou pra Direito Noturno na minha primeira tentativa em med passou em primeiro lugar. Fia da put* acertou 73 na época que eram 80 questões.

E nem me fale de cursinho. Esse ano eu só apareci lá pra ver coisas de física e matemática que não estavam tão fixadas e pra redação. :klol
 

Flicks

Ser evoluído
Mensagens
2
Reações
1
Pontos
23
Eae pessoal do fórum, preciso de umas opiniões, vocês acham q seria exagero estudar Humanas para o Enem por livros(como o de História do Vicentino e o de geografia do Eustáquio)? A minha outra opção é assinar o curso online do Se liga nessa história, que além de humanas tem linguagens e redação.
Ou vcs acham q nem vale a pena(estudar essas matérias), só resolver exercícios, Enems anteriores e aprender com eles, dá conta do recado?
 

The-super-game

Ser evoluído
Mensagens
85
Reações
137
Pontos
33
O resultado de uma das muitas provas que fiz vai sair em dezembro, sem data fixa. Não consigo dormir até lá, parece um período de pendência, vazio, um purgatório. Não consigo parar de pensar se passei ou não, e quando acho que parei de pensar, acordo no meio da noite pensando. Ando tendo 3 horas de sono, e não consigo voltar a dormir de maneira nenhuma. Passar ou não passar é o que define se vou comemorar o fim do ano ou não, pois se não passei, vou ficar bem triste, mesmo. Eu já não gosto dessas festividades de fim de ano e essa prova era a meta principal de 2019. Vou ficar sem vibe pra nada se eu ver que não consegui atingir a meta. Esse negócio de data desafixada é o péor cu possível.
 

heitoroliveira

Veterano
Mensagens
775
Reações
451
Pontos
104
O resultado de uma das muitas provas que fiz vai sair em dezembro, sem data fixa. Não consigo dormir até lá, parece um período de pendência, vazio, um purgatório. Não consigo parar de pensar se passei ou não, e quando acho que parei de pensar, acordo no meio da noite pensando. Ando tendo 3 horas de sono, e não consigo voltar a dormir de maneira nenhuma. Passar ou não passar é o que define se vou comemorar o fim do ano ou não, pois se não passei, vou ficar bem triste, mesmo. Eu já não gosto dessas festividades de fim de ano e essa prova era a meta principal de 2019. Vou ficar sem vibe pra nada se eu ver que não consegui atingir a meta. Esse negócio de data desafixada é o péor cu possível.
Te entendo bem, mas o meu resultado é só em janeiro pelo Enem. Só pude fazer ele esse ano, então não tive outras chances e ainda não fui tão bem como queria. Desde que corrigi o gabarito, não consigo dormir direito, acordando do nada. Mas só nos resta esperar, infelizmente não tem nada a se fazer.

Enviado de meu Mi A2 Lite usando o Tapatalk
 

Mr Green

Supra-sumo
Mensagens
307
Reações
1.031
Pontos
168
Fiz a prova esse ano pra ter alguma noção de como é.
68 no primeiro dia é uma nota o quê? Pessima/ruim/regular/boa/otima

Eu vou estudar ano que vem e se essa nota for boa eu nao vou focar tanto nessas matérias.
Levando em conta que preciso ter 750 de nota final no próximo enem.
 

juvebrit80

Bam-bam-bam
Mensagens
2.462
Reações
2.132
Pontos
303
O resultado de uma das muitas provas que fiz vai sair em dezembro, sem data fixa. Não consigo dormir até lá, parece um período de pendência, vazio, um purgatório. Não consigo parar de pensar se passei ou não, e quando acho que parei de pensar, acordo no meio da noite pensando. Ando tendo 3 horas de sono, e não consigo voltar a dormir de maneira nenhuma. Passar ou não passar é o que define se vou comemorar o fim do ano ou não, pois se não passei, vou ficar bem triste, mesmo. Eu já não gosto dessas festividades de fim de ano e essa prova era a meta principal de 2019. Vou ficar sem vibe pra nada se eu ver que não consegui atingir a meta. Esse negócio de data desafixada é o péor cu possível.
Não querendo ser o tiozão chato, moralista e dono da verdade.....MAS...
Não caia nesse turbilhão, não deixe que a aprovação ou não em um vestibular te defina ou defina o teu futuro..
É só uma fase que infelizmente está superestimada, e 99% da turma compra essa ideia ( bancada por escolas particulares, cursinhos, canais do youtube, etc.....que fazem fortuna disseminando essa ladainha )....
Vestibular e Enem tem todo ano e não há limite de tentativas. Segue forte que uma hora tudo sairá nos conformes.
 

MAGNUS00

Larva
Mensagens
13
Reações
10
Pontos
3
@Bug_Secular Eai meus parças.Lembram de mim?Bug secular,voce e seu irmao fazem ciencia da computacao certo???Como é o curso ?Voce precisa fazer esse curso para ter emprego na area de dev( ti e respectivos).Ele da oporunidades de arranjar emprego no sudeste?

Meu amigo ta querendo mudar de curso aqui e fiquei curioso.
 
Topo