O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Tópico oficial T.O. - Covid-19: Milhares vão às ruas na França (e outros países) contra "ditadura da vacina"

Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.366
Reações
95.174
Pontos
829


Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.366
Reações
95.174
Pontos
829


200378

Macron anunciou em 13 de julho que duas regiões insulares da França (Martinica e La Réunion) voltariam ao status de emergência sanitária e adotariam um toque de recolher às 23h.

O presidente também anunciou que a partir de 21 de julho, o passaporte da vacina será necessário para a participação em qualquer atividade não essencial com mais de 50 pessoas (teatros, salas de concerto, festivais, etc.)

Esta medida será aplicada a todos os cidadãos com 12 anos ou mais.

A partir de meados de agosto, o passaporte da vacina será exigido para todos os clientes e funcionários de cafés, bares, restaurantes.

O passaporte da vacina também será necessário para embarcar no trem ou no avião.

Shopping centers, casas de repouso e estabelecimentos “sociomédicos” também exigirão passaporte para vacinas.

Embora a vacinação seja obrigatória para profissionais de saúde e bombeiros, a polícia ficará isenta
do passaporte da vacina.

Em setembro de 2021, o governo lançará sua terceira campanha de injeção de “reforço” de dose, dirigida principalmente a cidadãos vulneráveis e idosos.

O governo francês também lançará uma campanha de vacinação em escolas, faculdades e universidades.

A partir de 15 de setembro, os controles policiais serão implementados nos profissionais de saúde que enfrentarão a vacinação obrigatória. Sanções serão aplicadas àqueles que ainda não foram vacinados.

Em 14 de julho, um dia após o anúncio, e coincidentemente feriado nacional da França, os cidadãos foram às ruas em 17 cidades para protestar contra o passaporte de vacina do governo.


 


Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.366
Reações
95.174
Pontos
829
Acho curioso como as postagens do user em questão são basicamente pra atacar as vacinas. Não deve ter outras coisas pra comentar.

Mas o topico é interessante, serve pra perceber que tem gente imbecil na Europa também.
Merkel provavelmente é uma imbecil também, por anunciar que não adotará as medidas impositivas francesas:

Merkel diz que Alemanha não terá vacinação obrigatória contra covid-19
"Estamos no início da fase em que ainda estamos promovendo a campanha de imunização, onde temos mais vacinas do que pessoas que querem se vacinar", declarou

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que, diferentemente da França, não pretende tornar a vacinação contra a covid-19 obrigatória no País. "Não pretendemos seguir esse caminho", disse Merkel. "Estamos no início da fase em que ainda estamos promovendo a campanha de imunização, onde temos mais vacinas do que pessoas que querem se vacinar", declarou.
Wolfram Henn, especialista em genética da Universidade de Saarland e membro do Conselho de Ética da Alemanha, que assessora o governo sobre sua estratégia de vacinação, pediu hoje que a vacinação seja obrigatória para professores. No entanto, Merkel disse não acreditar que o governo alemão possa "ganhar confiança" seguindo esse caminho. "Acho que podemos ganhar confiança anunciando a vacinação e também permitindo que o maior número possível de pessoas na população se tornem embaixadores da vacina por experiência própria", pontuou ela.


 

tiagobronson

We've adopted Satan!
VIP
Mensagens
10.649
Reações
35.222
Pontos
659
Assim, nem precisa tornar a vacina obrigatória, mas eles fazem de um jeito indireto.

Se vc não tiver as 2 doses da vacina, vai ter que testar milhões de vezes e fazer quarentena pra viajar, só aí já bota em cheque quem resiste em tomar.

Mas claro que já chegou a turma que gosta de ver todo mundo de 4 pro Estado, "tem que ser obrigatório mesmo e acabou!" diz fulano que clama por um Estado democrático de direito, kkkk
 

Darkx1

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.205
Reações
57.282
Pontos
544
Macron foi o quje podemos chamar exatamente de 3º via francesa nas eleições, ele mesmo se descrevia como "nem direita nem esquerda"
c***lho esse Merdón é a síntese de tudo que não presta, certeza que é esse tipo de perfil cusão que o povo da 3º via pretende votar.
Bolsonarista criticar politico de qualquer país é uma coisa bem engraçada.
Melhor ainda quando esse pais é a sétima maior economia do mundo.
 

PicaPauBiruta

Bam-bam-bam
Mensagens
3.919
Reações
15.636
Pontos
288
acho que a França é o país mais soça da Europa , deve ser por isso que eles nunca ganharam nada, só levam ferro, duas guerras mundiais, as tretas com a Inglaterra e etc...


no mais , eu não duvido nada dessa m**** de "passaporte Covid" vir pra cá também , já que político Br adora copiar esses lixos , pra ter mais controle sob o gado eleitoral que acredita em estado e democracia
 

Drew Brees

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
11.187
Reações
22.088
Pontos
639
Considerando que eles chegaram em torno de apenas 50% de vacinados recentemente, o pessoal que está protestando tem um ponto.

Quem está no final da fila da vacinação só se foderia. Também não vejo com bons olhos essa imposição baseado nesse percentual.
 

kapiel10

Bam-bam-bam
Mensagens
8.258
Reações
6.623
Pontos
354
acho que a França é o país mais soça da Europa , deve ser por isso que eles nunca ganharam nada, só levam ferro, duas guerras mundiais, as tretas com a Inglaterra e etc...


no mais , eu não duvido nada dessa m**** de "passaporte Covid" vir pra cá também , já que político Br adora copiar esses lixos , pra ter mais controle sob o gado eleitoral que acredita em estado e democracia
cara já foi votado isso no congresso , tem menos de 7 dias, foi rejeitado por 1 VOTO, ou seja por causa de 1 VOTO essa b*sta não passou aqui no brasil
 

ptsousa

Moderador
Membro STAFF
Mensagens
55.756
Reações
157.045
Pontos
814
Considerando que eles chegaram em torno de apenas 50% de vacinados recentemente, o pessoal que está protestando tem um ponto.

Quem está no final da fila da vacinação só se foderia. Também não vejo com bons olhos essa imposição baseado nesse percentual.
Exato.

Se a vacinação fosse totalmente aberta, até haveria um ponto para uma medida como essa (mesmo sob debate)

Agora, o governo centraliza a vacinação, te bota no fim da fila da vacinação e depois diz que você não pode acessar serviços públicos e privados porque não tá vacinado é uma baita sacanagem :obrigue
 

Huenyan

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.093
Reações
17.474
Pontos
639
Acho curioso como as postagens do user em questão são basicamente pra atacar as vacinas. Não deve ter outras coisas pra comentar.

Mas o topico é interessante, serve pra perceber que tem gente imbecil na Europa também.
E gordos. Ele não gosta de vacinas e de gordos.
 

Baneman

Discípulo de São Jorge
VIP
Mensagens
14.933
Reações
25.400
Pontos
553
Eu não só sou a favor da vacina, como fui cobaia no estudo de Oxford.
Mas put* que pariu, querer obrigar qualquer pessoa a fazer qualquer coisa é patético, não seria muito mais simples conscientizar dos benefícios (e provável revés) que a vacina traria?
 

overoad

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.027
Reações
25.329
Pontos
659
Considerando que eles chegaram em torno de apenas 50% de vacinados recentemente, o pessoal que está protestando tem um ponto.

Quem está no final da fila da vacinação só se foderia. Também não vejo com bons olhos essa imposição baseado nesse percentual.
Não, você esta sendo antivaxxer falando isso, ora ora!!!!

Antivaxxer e fascista e nazista e taxista!!!
 

overoad

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.027
Reações
25.329
Pontos
659
Eu não só sou a favor da vacina, como fui cobaia no estudo de Oxford.
Mas put* que pariu, querer obrigar qualquer pessoa a fazer qualquer coisa é patético, não seria muito mais simples conscientizar dos benefícios (e provável revés) que a vacina traria?
Seria.

Mas isso não causaria ruptura na sociedade, né? É melhor vir com essas imposições autoritárias, porque daí tu ativa os minions que odeiam liberdades individuais e amam um controle estatal a gerar guerra entre as pessoas.
 

Insônia

Bam-bam-bam
Mensagens
4.581
Reações
12.406
Pontos
294
O correto é o governo estimular a vacinação através de campanhas de conscientização e material informativo. Impor algo só gera desconfiança por parte da população e revolta.

Seria a mesma coisa que obrigar as pessoas a usar camisinha pra evitar HIV e DSTs, mas sem explicar a necessidade de tal coisa.
 

-Saint-

Bam-bam-bam
Mensagens
2.829
Reações
4.672
Pontos
288
A França é um fracasso em TODAS as políticas públicas dela!

Justamente por essas presepadas...

Tem maior número de moradores de rua da UE!

Tem uma epidemia de opióides gigantesca!

Tem índices de criminalidade mais altos da UE!

E só toma idéia desse nível de imbecilidade!!! :facepalm

Edit: Os funça pira nas idéia, vai obrigar o cara a tomar vacina? Vai apontar um fuzil e atirar se ele se recusar é ? Galera nunca saiu do próprio quarto e vem achar essa idéia bonita, só pode!
 

xxxnerozzz

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.300
Reações
22.891
Pontos
569
Eu não só sou a favor da vacina, como fui cobaia no estudo de Oxford.
Mas put* que pariu, querer obrigar qualquer pessoa a fazer qualquer coisa é patético, não seria muito mais simples conscientizar dos benefícios (e provável revés) que a vacina traria?
Não, é a mesma coisa de vc andar a 200km/h numa bia de 80km/h e falar que não matou ninguém, ou encher o rabo de cachaça e sair dirigindo e falar que nunca causou um acidente, vc gera risco a outras pessoas
 

xxxnerozzz

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
18.300
Reações
22.891
Pontos
569

Chris Redfield jr

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.366
Reações
95.174
Pontos
829
200425


Milhares de pessoas se reuniram em ruas de cidades francesas neste sábado, 17, contra a exigência de passaporte sanitário comprovando a vacinação contra Covid-19 ou teste negativo dos moradores do país para entrada em bares, restaurantes, festivais e até mesmo no transporte público. A medida, chamada de “ditadura sanitária” pelos manifestantes, foi anunciada pelo governo de Emmanuel Macron na última segunda-feira, 12, e será dividida em duas etapas que passam a valer no dia 26 de julho e no mês de agosto. Em Paris, um primeiro protesto seguiu da Praça do Louvre até o Ministério da Saúde do país e uma manifestação menor foi convocada pelo partido de ultradireita Os Patriotas. “Entendo os manifestantes reticentes, mas acredito que é necessário convencer a todos os nossos cidadãos que se vacinem”, afirmou o primeiro-ministro Jean Castex. A intenção da vacinação no país é evitar uma segunda onda da doença potencializada pela variante Delta, que já é responsável por 67% das novas infecções na França. Os primeiros protestos contra a medida sanitária anunciada por Macron ocorreram na quarta-feira, 14, quando cerca de 19 mil pessoas se reuniram no Dia da Bastilha. Apesar das manifestações, uma corrida para imunização foi registrada após o anúncio. Nas primeiras 48 horas após fala do presidente, mais de 2 milhões de pessoas se cadastraram para receber as vacinas.

200426

A apresentação de um “passaporte sanitário” provando ter sido vacinado ou testado negativo para a Covid-19 será obrigatória na França para acesso a shoppings, teatros, cinemas e transportes.

Apesar da resistência de uma pequena parte da população, a medida levou milhares de pessoas a se vacinar para poder circular livremente no país. Já os comerciantes terão que se adaptar para fiscalizar a entrada dos clientes em seus estabelecimentos. Quem aceitar consumidores sem o comprovante vai pagar caro.
Os comerciantes ou organizadores de eventos que forem flagrados desrespeitando a exigência do passaporte sanitário para seus clientes estarão sujeitos a uma multa de até € 45 mil (mais de R$ 270 mil), além de um ano de prisão.
Além dos clientes a partir de 12 anos de idade, todos os empregados de estabelecimentos comerciais estão sujeitos à obrigatoriedade do passaporte sanitário e terão que apresentar o comprovante. O projeto de lei prevê a possibilidade de demitir um funcionário que não respeitar a norma.
A regra faz parte das anúncios feitos pelo presidente francês Emmanuel Macron na terça-feira (12). O chefe de Estado informou que a partir da próxima semana o passaporte sanitário será necessário para entrar em cinemas, teatros e locais que acolham mais de 50 pessoas.
Já a partir de agosto, o documento, que prova que seu portador foi vacinado ou que fez recentemente um teste de Covid-19 com resultado negativo, será obrigatório em cafés, restaurantes, shoppings, trens e ônibus que fazem trajetos de longa distância.
Diante da chegada das férias de verão e o medo de não ter acesso aos meios de transporte, mas também ao comércio, os anúncios de Macron provocaram uma corrida pelas vacinas. Em apenas algumas horas, após o pronunciamento do presidente, mais de um milhão de pessoas marcaram um horário para serem imunizadas.

Protestos populares e da oposição

No entanto, a oposição tem se exprimido contra as regras anunciadas pelo presidente. O presidente do partido de centro direita UDI, Jean-Christophe Lagarde, disse que a multa de € 45 mil é uma medida “muito excessiva”.
Já o secretário-geral do Partido Socialista, Olivier Faure, pediu que as restrições sejam “corrigidas”. Os líderes da extrema direita e da esquerda radical afirmam que a exigência do passaporte sanitário representa um perigo para as liberdades individuais.

Mais de 20 mil pessoas foram às ruas esta semana em protesto contra os anúncios de Emmanuel Macron. A questão do respeito das liberdades foi o mote principal dos cortejos, além da denúncia do que os manifestantes chamaram de “ditadura da vacina”, alegando que o passaporte era uma forma de obrigar toda a população a ser imunizada.
Vídeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
 
Topo Fundo