O que há de Novo?


[T.O] HADES - Novo jogo dos criadores de Bastion, Transistor e Pyre. O retorno aos ACTION RPG.



Kise Ryota

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
38.944
Curtidas
49.404
Pontos
909
#5
Ontem na empolgação do anúncio eu quase comprei pelos $20 dólares cobrados. Mas consegui me segurar.

O problema é que eu não curto esse lance de early access. Não é comigo.

Eu fiquei meio preocupado com a situação financeira da SGG. Acho que o Pyre pode não ter vendido muito bem (aliás, comprei o jogo na pré-venda e não curti), e por falta de grana eles tenham ido por esse caminho de early access.
Espero que eu esteja enganado.


Anyway, boa notícia é que o Darren Korb confirmou sua presença. E a giant disse que o jogo estará disponível em outras lojas/plataformas quando for lançado (só resta saber quando isso ocorrerá).
 


7 outros

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.531
Curtidas
54.847
Pontos
849
#9
Espero que seja mais nos moldes de Bastion.
É nos moldes do Bastion mesmo.
Transistor ainda tinha umas pausas, nesse nem isso pelo que vi.

Ontem na empolgação do anúncio eu quase comprei pelos $20 dólares cobrados. Mas consegui me segurar.

O problema é que eu não curto esse lance de early access. Não é comigo.

Eu fiquei meio preocupado com a situação financeira da SGG. Acho que o Pyre pode não ter vendido muito bem (aliás, comprei o jogo na pré-venda e não curti), e por falta de grana eles tenham ido por esse caminho de early access.
Espero que eu esteja enganado.
Se fosse pré-order no Steam eu comprava pq lá o preço é ajustado para reais, na loja da Epic dependemos da cotação do Dolar... e o Dolar ta CARO PRA CARALHO, ainda mais pra um "early access". Então fiquei na mesma situação que a sua, se o preço fosse mais convidativo até iria.

Pyre não vendeu muito mesmo, o jogo era extremamente de nicho mesmo abordando um tema popular que são os "e-sports", acho que o maior defeito foi não ter um multiplayer online e isso acabou matando a própria proposta do game. Sem contar a gameplay, pra funcionar como "e-sports" teria que ter 3 players em cada time controlando os personagens ao mesmo tempo, misturaram e-sport com a mania de jogo single player e ficou tudo embolado.

Mas achei Pyre maravilhoso, adorei a temática e como a história se desenvolve e tudo mais.
Porem é um LIVRO de tanto texto, mas é tudo muito bem feito com muitas variaveis na história e finais diferentes dependendo do que acontece.
É um jogo ótimo mas fechado para um publico muito especifico.

Nesse Hades estão voltando pro espirito do Bastion que era fazer algo para um publico bem amplo, economicamente vai ser ótimo para eles.
 

Notwen

Bam-bam-bam
Mensagens
1.031
Curtidas
1.364
Pontos
203
#19
Vou pegar pq sou fã da SuperGiant!.. mas ainda tô devendo platinar o Pyre :/
Pelo visto vai vir a pegada de roguelite
 

renbh

Bam-bam-bam
Mensagens
12.094
Curtidas
8.750
Pontos
434
#20
Eu queria comprar aquele controle Gamevice oficial, mas é 1.299,00.
Acho que acaba sendo um dinheiro mal gasto, o melhor caminho parece mesmo ir atrás de um portátil hardcore como Switch. Aliás, esta seria uma boa plataforma para jogar os games da Supergiant.

Enviado de meu SM-T815Y usando o Tapatalk
 

7 outros

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
34.531
Curtidas
54.847
Pontos
849
#23
Esse tópico me lembrou que comprei Bastion pro IPAD e não joguei até hoje. :facepalm
Nas promoções do Steam e etc o jogo aparece bem baratinho, esse jogo eu até prefiro jogar em controle que em teclado por exemplo.

Mesmo já tendo o game é tão barato que talvez valha a pena jogar com um controle, pq é bem legal.
Lógico na época que saiu o impacto era muito maior, mas ainda tem muitas qualidade.
 

renbh

Bam-bam-bam
Mensagens
12.094
Curtidas
8.750
Pontos
434
#26
É bastion com outra skin

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
Não vejo assim. A Supergiant é conhecida por fazer ARPGs isometrico com uma arte semelhante, isso é igual para todos os games, mas cada um tem sua característica única.

Bastion é mais classicão, mas Nada a não só é bem mais rápido, com momentos que parecem até bullet hell, mas também é roguelike. Uma coisa que não dá para acusar a Supergiant é de derivação, seus jogos são únicos.

Enviado de meu SM-T815Y usando o Tapatalk
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
78.271
Curtidas
165.887
Pontos
979
#27
Não vejo assim. A Supergiant é conhecida por fazer ARPGs isometrico com uma arte semelhante, isso é igual para todos os games, mas cada um tem sua característica única.

Bastion é mais classicão, mas Nada a não só é bem mais rápido, com momentos que parecem até bullet hell, mas também é roguelike. Uma coisa que não dá para acusar a Supergiant é de derivação, seus jogos são únicos.

Enviado de meu SM-T815Y usando o Tapatalk
Olhei o gameplay e achei bem parecido. Até o narrador está ali.

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
 

renbh

Bam-bam-bam
Mensagens
12.094
Curtidas
8.750
Pontos
434
#28
Olhei o gameplay e achei bem parecido. Até o narrador está ali.

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
Graficamente os jogos da Supergiant são todos parecidos, o que muda é o sistema de batalha.

Hades é muito mais rápido que Bastion e até mesmo no trailer dá para ver que é roguelike o que muda todo o design das fases.

Não tem muita continuidade nos jogos da produtora, o que é uma virtude e um problema, uma vez que o sucesso de um game não garante nada para o seguinte. O fato de você gostar de Bastion não garante que vai gostar de Hades, já que roguelike tem uma pegada totalmente diferente.

Enviado de meu SM-T815Y usando o Tapatalk
 

tortinhas10

É Nintendo ou nada!
Mensagens
78.271
Curtidas
165.887
Pontos
979
#29
Mais rápido que o bastion dependendo de onde você está e da sua habilidade. Bastion lá para o final, quando você está equipado, fica igual.

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
 

renbh

Bam-bam-bam
Mensagens
12.094
Curtidas
8.750
Pontos
434
#30
Mais rápido que o bastion dependendo de onde você está e da sua habilidade. Bastion lá para o final, quando você está equipado, fica igual.

Enviado de meu Redmi 5 Plus usando o Tapatalk
Sei lá, Hades me para eu muito mais rápido, até mesmo baseado em rush, quando Bastion a ideia era evitar isso.

Mas a maior diferença é no design, os games da produtora sempre foram baseados em uma forte narrativa linear, este novo game, por outro lado, é um roguelike e portanto não tem como ter narrativa linear, é baseado em run. Neste aspecto é o game mais distante da maior virtude da produtora.

Enviado de meu SM-T815Y usando o Tapatalk
 


Topo