O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

Texto I - Quem somos nós na sociedade

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
Bom dia para todos

Quero começar hoje com um projeto que deveria ter realizado durante a minha vida, eu falhei ao me isolar e com isso compartilharmos de novos conhecimentos e sentimentos adquiridos, queria tudo para mim e me sentia bem assim, muitos por aqui devem saber saber disso, tanto que nunca me viram fazendo parte de panelas, militando a favor de qualquer ideologia ou partido, simplesmente não me preocupava com isso e agora teremos que correr contra o tempo.

Não serei o detentor da razão absoluta, estou apenas propondo algumas reflexões de extrema importância, o perigo iminente é, muito provavelmente, um dos maiores, se não o maior pelo qual este país já passou, não é nem uma questão de fascismo ou violência contra minoria, o buraco é muito mas muito mais embaixo.

Que fique bem claro, não pretendo mudar o seu voto, isso é improvável, a não ser que você tenda para isto, ainda que sem saber ou confie demais em mim, o que não teria cabimento. Por isso estou me manifestando como posso, quero preservar dentre tantas coisas que considero boas, este direito inalienável.

Farei um texto por dia abordando um assunto relacionado aos riscos da problemática atual, portanto, nos outros não haverá uma introdução tão longa como esta, não tratarei de todos os assunto em um texto pois teria que escrever um livro e muitas ideias de uma vez seria difícil de absorvermos, também não me expressarei da forma mais clara mas como os meus sentimentos permitirem, vocês são inteligentes, tenho certeza que se deixarem a polarização de lado podemos coexistir pacificamente.

Primeiro, nós somos uma unidade na sociedade, adoramos conviver em grupos, agimos de acordo com as expectativas, só que elas não nos representam, nenhum espelho nos representa, é importante sabermos disso porque quando concedemos o aval de nossa unidade para o ideal de um grupo, estaremos desfazendo laços com os demais e estas diferenciações inevitavelmente culminam em violência, somos assim desde que nos conhecemos por espécie. Agora, se deixamos de nos aliar a um grupo e não nos importamos com espelhos, estaremos mais próximos de uma essência, o que nos torna diferentes e especiais.

Portanto, o problema não é como cada um pensa ou age, mas como nos relacionamos com isso, se não aprendemos a aceitar as diferenças sofreremos até o último dia de nossas vidas, porque jamais haverá um ponto em comum como desejamos, cada um de nós só podemos ser nós mesmos, ainda que estejamos clamando pela mesma coisa entre milhões.

Este é o pouco que escreverei por hoje, amanhã, se tiver tempo de lançar um novo texto, irei direto ao ponto, pretendo também, ao fim de cada postagem, deixar um ótimo filme de recomendação sobre o assunto, será ainda mais fácil de compreenderem o que pretendo dizer, assim trabalharemos juntos para aflorar o que existe de melhor em nós.

Este é bem clichê entre as recomendações mas é excelente, bem mastigadinho, ao fim dele dificilmente imperará qualquer dúvida, ainda que não consigam transcrevê-lo para a nossa realidade atual. É um filme alemão chamado A Onda, Die Welle em alemão, encontram com facilidade pela internet.
https://filmow.com/a-onda-t7918/

Tenham uma boa tarde e se quiserem podem compartilhar e fazer perguntas, tendo em mente que muito provavelmente responderei cada uma delas nos textos posteriores, por isso eu talvez não possa dá-los a devida atenção neste momento, preciso continuar estudando para embasar cada vez mais meus raciocínio.
 


Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
É apenas uma questão numérica. Sabe a expressão "dar murro em ponta de faca", ou ainda "arremessar pérolas para os porcos"? Pois bem. Qualquer tópico que porventura jogue alguma dúvida que seja sobre ideologias hegemônicas por aqui é logo brutalmente atacado com fake news, memes, teorias da conspiração, os mais patéticos dos reducionismos e piadas em geral, tudo para angariar joinhas dos 90% que automaticamente estão ao seu lado, haja o que houver, e seja lá quais forem os seus "argumentos" (cujo conteúdo real por aqui é basicamente irrelevante nesta ocasião). A iniciativa, é claro, é sempre muito boa, mas o local, totalmente inadequado.

Estamos falando de gente que segue Nando Moura, Joice Hasselmann e Olavo de Carvalho como que a um dogma. Acredite, nada de produtivo sairá daqui. Seus esforços serão todos jogados ao lixo. Outro problema é como abordar a atual situação (que é complexa pra cacete, e carregada de esdrúxulos paradoxos). Não é fácil de se entender o mundo hoje (muito pelo contrário). Não é mais como na guerra fria. É como diz a famosa frase: a tragédia do mundo (especialmente hoje) é que os idiotas estão repletos de certezas, e os inteligentes, de dúvidas. O encontro destes dois extremos só pode resultar em m****. Muita m****.
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
É apenas uma questão numérica. Sabe a expressão "dar murro em ponta de faca", ou ainda "arremessar pérolas para os porcos"? Pois bem. Qualquer tópico que porventura jogue alguma dúvida que seja sobre ideologias hegemônicas por aqui é logo brutalmente atacado com fake news, memes, teorias da conspiração, os mais patéticos dos reducionismos e piadas em geral, tudo para angariar joinhas dos 90% que automaticamente estão ao seu lado, haja o que houver, e seja lá quais forem os seus "argumentos" (cujo conteúdo real por aqui é basicamente irrelevante nesta ocasião). A iniciativa, é claro, é sempre muito boa, mas o local, totalmente inadequado.

Estamos falando de gente que segue Nando Moura, Joice Hasselmann e Olavo de Carvalho como que a um dogma. Acredite, nada de produtivo sairá daqui. Seus esforços serão todos jogados ao lixo. Outro problema é como abordar a atual situação (que é complexa pra cacete, e carregada de esdrúxulos paradoxos). Não é fácil de se entender o mundo hoje (muito pelo contrário). Não é mais como na guerra fria. É como diz a famosa frase: a tragédia do mundo (especialmente hoje) é que os idiotas estão repletos de certezas, e os inteligentes, de dúvidas. O encontro destes dois extremos só pode resultar em m****. Muita m****.
Entendo, estão achando que sou louco por abordar questões polêmicas com educação e o máximo de embasamento, ainda que de forma acessível e prática, porém, é o que posso fazer, tenho conversado com a família, postado onde participo na internet e me prontificado com quem queira discutir pessoalmente, é o que posso fazer mesmo que seja ignorado pela maioria, não sei o que se passa mas é uma coisa muito louca ver que estamos beirando para o momento mais perigoso da nossa história, com diversos exemplos históricos, e as pessoas achando que tá de boa, sendo que nem roubo e corrupção chega aos pés do tormento que está porvir, com aval da população ainda por cima.

Fico feliz por você e quem curtiu, este dias expliquei para um amigo que melhor que nos prepararmos para duvidar das pessoas, devemos apostar no melhor delas, isso sim fará a diferença, violência nunca foi e jamais será o melhor caminho, pode ver, onde foi implantado violência gerou o caos, depois o próprio povo teve que apagar o incêndio, gerando guerras civis e desastres ambientais que levaram décadas para minimizar.

Cara, é muito louco pensar que as pessoas que vemos indo e vindo por aí estão mesmo embarcando nessa, é triste demais.

Falando em Fake News, será um dos próximos textos, é talvez a arma mais perigosa da atualidade.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
Entendo, estão achando que sou louco por abordar questões polêmicas com educação e o máximo de embasamento, ainda que de forma acessível e prática, porém, é o que posso fazer, tenho conversado com a família, postado onde participo na internet e me prontificado com quem queira discutir pessoalmente, é o que posso fazer mesmo que seja ignorado pela maioria, não sei o que se passa mas é uma coisa muito louca ver que estamos beirando para o momento mais perigoso da nossa história, com diversos exemplos históricos, e as pessoas achando que tá de boa, sendo que nem roubo e corrupção chega aos pés do tormento que está porvir, com aval da população ainda por cima.

Fico feliz por você e quem curtiu, este dias expliquei para um amigo que melhor que nos prepararmos para duvidar das pessoas, devemos apostar no melhor delas, isso sim fará a diferença, violência nunca foi e jamais será o melhor caminho, pode ver, onde foi implantado violência gerou o caos, depois o próprio povo teve que apagar o incêndio, gerando guerras civis e desastres ambientais que levaram décadas para minimizar.

Cara, é muito louco pensar que as pessoas que vemos indo e vindo por aí estão mesmo embarcando nessa, é triste demais.

Falando em Fake News, será um dos próximos textos, é talvez a arma mais perigosa da atualidade.
Como eu te falei, a sua iniciativa é louvável, mas será condenada à censura da enorme e esmagadora maioria que já não quer mais pensar ou argumentar (pois que são convictos absolutos, e pensar é para quem não sabe quem é, e nem aquilo que quer, dizem eles).

Recentemente, também comecei a escrever sobre o tema, chegando até a compor umas 100 páginas com artigos que procuram elucidar esta loucura atual, repleta de paradoxos e monstruosidades (como a migração cristã conservadora em massa para o candidato nazi-fascista defensor da eugenia disfarçada de "racional controle da natalidade").

São literalmente ideais nazistas diretamente defendidos desavergonhadamente (qualquer crítica a este absurdo é logo atacada com "leva o bandido pra casa então, PTralha!", como se a questão sequer fosse compreensível nestes termos - levar ou não levar pra casa um bandido).

Os asnos não conseguem sequer entender que estão atacando um sintoma do neoliberalismo que o Bozo defende. Não conseguem entender que ninguém em sã consciência levaria um bandido para casa (bandido tem que ser responsabilizado sim, mas ele também é um sistemático produto estatístico da exclusão social, e é assim em absolutamente TODOS os países do mundo onde a desigualdade é patente).
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
Não adianta ficar atacando os outros baseados em teoria quando na prática a questão já está decidida
Resta esperar os fatos para análisa-los ao invés de pregar prognósticos que não mudam nada
Adianta, sim. Se perdermos a fé na teoria, a prática também se torna cega. É preciso uma ação dupla aqui: uma teoria que nos norteia a prática, mas uma prática cuja resultante também deve ter o potencial de reorganizar a teoria. Ou seja, se os resultados práticos parecem contrapor a teoria, é a teoria em si que deverá ser repensada, e não forçar a prática mais uma vez como se a teoria tivesse sempre que resistir ilesa. Esta é uma crítica que a esquerda também precisa aprender. Ambos os lados têm culpa no cartório.
 


Sic Parvis Magna

The Intelligent Investor
Mensagens
16.111
Reações
6.993
Pontos
529
Te sugiro focar seus textos em um tópico.

Você faz vários posts nesse tópico, cada um com um texto, e depois você linka cada post dentro do mesmo tópico no post inicial através de um índice.
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.616
Reações
75.359
Pontos
553
Como eu te falei, a sua iniciativa é louvável, mas será condenada à censura da enorme e esmagadora maioria que já não quer mais pensar ou argumentar (pois que são convictos absolutos, e pensar é para quem não sabe quem é, e nem aquilo que quer, dizem eles).

Recentemente, também comecei a escrever sobre o tema, chegando até a compor umas 100 páginas com artigos que procuram elucidar esta loucura atual, repleta de paradoxos e monstruosidades (como a migração cristã conservadora em massa para o candidato nazi-fascista defensor da eugenia disfarçada de "racional controle da natalidade").

São literalmente ideais nazistas diretamente defendidos desavergonhadamente (qualquer crítica a este absurdo é logo atacada com "leva o bandido pra casa então, PTralha!", como se a questão sequer fosse compreensível nestes termos - levar ou não levar pra casa um bandido).

Os asnos não conseguem sequer entender que estão atacando um sintoma do neoliberalismo que o Bozo defende. Não conseguem entender que ninguém em sã consciência levaria um bandido para casa (bandido tem que ser responsabilizado sim, mas ele também é um sistemático produto estatístico da exclusão social, e é assim em absolutamente TODOS os países do mundo onde a desigualdade é patente).
Sabe, acho legal discutir os assuntos, mas chamar quem pensa diferente de nazista e asno não me agradou.
Estou denunciando sua postagem.
Não sei se a moderação vai entender como ofensivo, mas eu assim o entendo.
Sou eleitor do Bolsonaro, não sou um asno, muito menos um nazista.
Me ofenda pelas coisas que sou e eu fico de boa, me ofenda com algo que seja mentira e novamente vou denunciar.

Abraços
 

Kamui Senketsu

Bam-bam-bam
Mensagens
3.474
Reações
14.472
Pontos
303
Adianta, sim. Se perdermos a fé na teoria, a prática também se torna cega. É preciso uma ação dupla aqui: uma teoria que nos norteia a prática, mas uma prática cuja resultante também deve ter o potencial de reorganizar a teoria. Ou seja, se os resultados práticos parecem contrapor a teoria, é a teoria em si que deverá ser repensada, e não forçar a prática mais uma vez como se a teoria tivesse sempre que resistir ilesa. Esta é uma crítica que a esquerda também precisa aprender. Ambos os lados têm culpa no cartório.
Me referi nesse caso a teoria de cenários e a defesa dessas teorias. Não adianta defender as teorias se nesse caso a prática irá inevitavelmente se sobrepor
Isso aconteceu nos EUA e vai acontecer aqui
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
Como eu te falei, a sua iniciativa é louvável, mas será condenada à censura da enorme e esmagadora maioria que já não quer mais pensar ou argumentar (pois que são convictos absolutos, e pensar é para quem não sabe quem é, e nem aquilo que quer, dizem eles).

Recentemente, também comecei a escrever sobre o tema, chegando até a compor umas 100 páginas com artigos que procuram elucidar esta loucura atual, repleta de paradoxos e monstruosidades (como a migração cristã conservadora em massa para o candidato nazi-fascista defensor da eugenia disfarçada de "racional controle da natalidade").

São literalmente ideais nazistas diretamente defendidos desavergonhadamente (qualquer crítica a este absurdo é logo atacada com "leva o bandido pra casa então, PTralha!", como se a questão sequer fosse compreensível nestes termos - levar ou não levar pra casa um bandido).

Os asnos não conseguem sequer entender que estão atacando um sintoma do neoliberalismo que o Bozo defende. Não conseguem entender que ninguém em sã consciência levaria um bandido para casa (bandido tem que ser responsabilizado sim, mas ele também é um sistemático produto estatístico da exclusão social, e é assim em absolutamente TODOS os países do mundo onde a desigualdade é patente).
Por isso em especial que não ataquei ninguém até agora, é preciso tentar, assim como é preciso abraçar lagos para se manifestar contra a violência, nós fazemos isso não porque somos ingênuos, burros ou medrosos mas porque somos seres humanos, e é assim que quero encarar os eleitores do Bolsonaro, por algum motivo eles estão pulando muitas etapas e não estão conseguindo conciliar o contexto, se eu disser que a corrupção e roubo são muito melhores do que está porvir, ele pensaram que eu que estou maluco, então tenho que ter paciência e racionalizar com quem me ouvir,. Fico feliz de verdade que você tenha vindo até aqui.

Outra questão também é, que podem pensar que aqui ou qualquer outra coisa que eu fizer fará pouca diferença, isso não importa, pouca ou apenas uma é uma vida a menos em jogo, todos somos importantes e devemos zelar pelos mais fracos, ainda que estes estejam sendo sugados pelo campo da ideia e não perdendo na força física.

Para concluir, também ando escrevendo e estudando bastante, além da vontade de chorar, porque não é uma luta a favor do PT e contra o Bolsonaro, é muito, muito mais profundo que isso, você deve ter percebido.
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
Te sugiro focar seus textos em um tópico.

Você faz vários posts nesse tópico, cada um com um texto, e depois você linka cada post dentro do mesmo tópico no post inicial através de um índice.
Pode ser uma ideia, adiantei a postagem de ontem, vou ver o que faço até depois de amanhã ou amanhã, o ideal é ter visibilidade, afinal pretendo seguir com eles, de outra forma focaria mais em quem já sacou do assunto.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
Me referi nesse caso a teoria de cenários e a defesa dessas teorias. Não adianta defender as teorias se nesse caso a prática irá inevitavelmente se sobrepor
Isso aconteceu nos EUA e vai acontecer aqui
Entendo. Mas a questão é que só uma teoria que se repensou poderá ter alguma chance de contra-atacar. Sim, o nosso momento político tem um certo quê de "destino" nele (à semelhança de Trump nos EUA, mas devemos insistir que, só porque algo se tornou inevitável, isto não quer dizer que não poderia ter sido melhor). A inevitabilidade de Donald Trump não implica necessariamente dizer que "ele é o futuro", "a verdadeira alternativa".

Fazendo uma comparação tosca (mas logicamente compreensível para o argumento), a ascenção nazista também se tornou algo que um "destino" naquela conturbada Alemanha pós-tratado de Versalhes, mas nem por isso ela foi a melhor alternativa possível, mesmo que os seus primeiros anos tenham sido de enorme otimismo econômico. O próprio fato de que algo se tornou necessário também deveria nos servir de sintoma da sua equivocação.
 

Kamui Senketsu

Bam-bam-bam
Mensagens
3.474
Reações
14.472
Pontos
303
Fazendo uma comparação tosca (mas logicamente compreensível para o argumento), a ascenção nazista também se tornou algo que um "destino" naquela conturbada Alemanha pós-tratado de Versalhes, mas nem por isso ela foi a melhor alternativa possível, mesmo que os seus primeiros anos tenham sido de enorme otimismo econômico.
Se realmente acha que o nazismo, fascismo vai voltar deveria estar se preparando para uma operação Valquíria mais bem sucedida do que ficar teorizando similaridades
Novamente a prática se faz mais necessária
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
Por isso em especial que não ataquei ninguém até agora, é preciso tentar, assim como é preciso abraçar lagos para se manifestar contra a violência, nós fazemos isso não porque somos ingênuos, burros ou medrosos mas porque somos seres humanos, e é assim que quero encarar os eleitores do Bolsonaro, por algum motivo eles estão pulando muitas etapas e não estão conseguindo conciliar o contexto, se eu disser que a corrupção e roubo são muito melhores do que está porvir, ele pensaram que eu que estou maluco, então tenho que ter paciência e racionalizar com quem me ouvir,. Fico feliz de verdade que você tenha vindo até aqui.

Outra questão também é, que podem pensar que aqui ou qualquer outra coisa que eu fizer fará pouca diferença, isso não importa, pouca ou apenas uma é uma vida a menos em jogo, todos somos importantes e devemos zelar pelos mais fracos, ainda que estes estejam sendo sugados pelo campo da ideia e não perdendo na força física.

Para concluir, também ando escrevendo e estudando bastante, além da vontade de chorar, porque não é uma luta a favor do PT e contra o Bolsonaro, é muito, muito mais profundo que isso, você deve ter percebido.
Sempre gostei dos seus posts e da sua postura em geral. :) É uma pessoa sempre razoável nas suas colocações; uma pessoa sensata. Sim, é verdade que a galera do Bolsonaro está queimando etapas e pulando fases como se não houvesse amanhã.

Na verdade, a enorme maioria sequer parece querer conversar. Como eu te falei, levantar algum questionamento sobre o führer já é o suficiente para ser declarado um inimigo da nação, um "PTralha" disfarçado, um "defensor do Luladrão". É tudo muito triste, na verdade.

Sou como você: não sou necessariamente um defensor do PT (ao menos não do PT pós-Dilma Rousseff), mas também não tolero o Bolsonaro. O problema é que o próprio campo das ideias parece ter se envergado, ficado irreconhecível. É a própria troca minimamente razoável de ideias em si que se tornou impossível. É uma tragédia generalizada.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
Se realmente acha que o nazismo, fascismo vai voltar deveria estar se preparando para uma operação Valquíria mais bem sucedida do que ficar teorizando similaridades
Novamente a prática se faz mais necessária
Em nenhum momento eu disse que o nazismo voltaria. Não precisa transformar o que disse em fake news também. Eu usei um exemplo extremado (que eu mesmo chamo de inadequado) apenas para você entender a moral da estória. Bolsonaro tem, sim, elementos fascistas no seu discurso (e eles não são poucos), mas dizer que o seu governo simplesmente será um autoritarismo à moda antiga também é uma ingenuidade. A situação é muito mais complexa.
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
Que coisa... Que perigo é esse ?
Bem, primeiro, independente do que eu diga um seguidor, não exatamente o eleitor, mas o seguidor do Bolsonaro, desconsiderará, se você questionou isso não deve estar nessa então talvez consiga analisar o quadro.

Eles vão falar que é fake news ou coisas do tipo, porém, você já viu uma eleição onde a mídia internacional, intelectuais do mundo todo, junto com os grandes manifestos dentro do Brasil e tanto material divulgando sobre o caráter de um político, veio como um turbilhão tão forte como da maneira que está sendo divulgado? Mesmo com os ânimos inflamados a concorrência sempre foi mais morna que isso, o mundo está gritando por nós, como se estivéssemos a véspera de uma guerra, e é o que provavelmente vai acontecer, é uma eleição muito atípica.

Não é nada contra a direita, direita moderada ou até alguns tipos de extrema direita, aqui estamos falando do que estão chamando no mundo de Ultra Direita, estamos a um passo do fascismo no Brasil, como quando os judeus votaram em Hitler por acreditar que ele falava daquele jeito para agitar as massas.

Não confie no What's, busque por si o significado deste termo e faça as devidas comparações ao que o candidato realmente vem dizendo, isso é extremamente perigoso, quem tiver água potável para beber ano que vem deve se dar por satisfeito.

Lembrando mais uma vez, pode olhar o meu perfil, está aberto para todos, e ler cada mensagem, em 10 anos de forum jamais me manifestei sobre política, ainda menos a favor de algum partido, até esse ano eu nem me importava, mas com o quadro atual tive que me manifestar.

Desculpe se ofende alguém este posicionamento, percebi que alguns se veem mal por achar que apoiariam uma coisa destas, tudo bem, é um direito de vocês, mas se puderem, por favor! Investiguem com mais carinho sobre a procedência do que estão consumindo.

Muito obrigado.
 

Ivo Maropo

Bam-bam-bam
Mensagens
8.540
Reações
12.515
Pontos
353
Acusar usuários e o fórum de nazistas não prescinde nenhum tipo de debate.
Bem, primeiro, independente do que eu diga um seguidor, não exatamente o eleitor, mas o seguidor do Bolsonaro, desconsiderará, se você questionou isso não deve estar nessa então talvez consiga analisar o quadro.

Eles vão falar que é fake news ou coisas do tipo, porém, você já viu uma eleição onde a mídia internacional, intelectuais do mundo todo, junto com os grandes manifestos dentro do Brasil e tanto material divulgando sobre o caráter de um político, veio como um turbilhão tão forte como da maneira que está sendo divulgado? Mesmo com os ânimos inflamados a concorrência sempre foi mais morna que isso, o mundo está gritando por nós, como se estivéssemos a véspera de uma guerra, e é o que provavelmente vai acontecer, é uma eleição muito atípica.

Não é nada contra a direita, direita moderada ou até alguns tipos de extrema direita, aqui estamos falando do que estão chamando no mundo de Ultra Direita, estamos a um passo do fascismo no Brasil, como quando os judeus votaram em Hitler por acreditar que ele falava daquele jeito para agitar as massas.

Não confie no What's, busque por si o significado deste termo e faça as devidas comparações ao que o candidato realmente vem dizendo, isso é extremamente perigoso, quem tiver água potável para beber ano que vem deve se dar por satisfeito.

Lembrando mais uma vez, pode olhar o meu perfil, está aberto para todos, e ler cada mensagem, em 10 anos de forum jamais me manifestei sobre política, ainda menos a favor de algum partido, até esse ano eu nem me importava, mas com o quadro atual tive que me manifestar.

Desculpe se ofende alguém este posicionamento, percebi que alguns se veem mal por achar que apoiariam uma coisa destas, tudo bem, é um direito de vocês, mas se puderem, por favor! Investiguem com mais carinho sobre a procedência do que estão consumindo.

Muito obrigado.
O que me choca mais é o quanto nós regredimos em apenas alguns poucos anos. Em questão de apenas três ou quatro anos, um verdadeiro rachão está acontecendo entre conhecidos meus (entre os "pró e contra Bolsonaro"). Eu jamais vi algo parecido antes. É como se tudo de ruim que havia sido acumulado e reprimido estivesse explodindo agora sem qualquer censura (sem censura se você estiver contra a esquerda, é claro - se for pró, então é com censura mesmo).

Um bom exemplo disto é a própria Outer Space, que está parecendo mais uma congregação partidária neonazista, com tópicos "implicitamente" condenando os nordestinos, etc. Se você olhar os tópicos da pasta de política, praticamente todos (e já de muito tempo) existem única e exclusivamente para congregar o ódio contra a esquerda, ou contra qualquer pessoa que pense diferentemente (como os chamados "isentões do centrão"). As leis aqui são muito mais lenientes e morosas com a extrema-direita, e muito mais rigorosas e punitivas com a esquerda (ou com qualquer coisa que critique Bolsonaro).

Chega a ser bizarro. Tudo isto em apenas alguns poucos anos de ódio e medo sendo destilados em doses cavalares na população, num misto de fake news, teóricos da conspiração, mitos, distorções de todos os tipos e o que o valha, tanto nas mídias impressas (como a Veja e a IstoÉ, que os animais insistem em dizer pertencer à esquerda! Rsrs) quanto nas redes sociais, em especial no YouTube (Nando Moura, Joice Hasselmann, Olavo de Carvalho, entre outros levianos e paranóicos teóricos da conspiração, e espalhadores desavergonhados de fake news malditas).

O terreno para uma ditadura já está todo preparadinho. Há medo, ódio e intolerância por todos os lugares no Brasil de hoje. A população está simplesmente louca para matar, prender e estuprar (o incidente na Bahia, em que um senhor foi morto com 12 facadas, foi só o começo). O filme que você postou, o Die Welle, é mais atual hoje que nunca. A ameaça é absolutamente real. Uma vergonha. Tudo o que demorou décadas para se fortalecer está indo pelo ralo em apenas alguns poucos anos.
 
Ultima Edição:

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
33.848
Reações
75.982
Pontos
744
O que me choca mais é o quanto nós regredimos em apenas alguns poucos anos. Em questão de apenas três ou quatro anos, um verdadeiro rachão está acontecendo entre conhecidos meus (entre os "pró e contra Bolsonaro"). Eu jamais vi algo parecido antes. É como se tudo de ruim que houvesse sido acumulado e reprimido estivesse explodindo agora sem qualquer censura (sem censura se você estiver contra a esquerda, é claro - se for pró, então é com censura).

Um bom exemplo disto é a própria Outer Space, que está parecendo mais uma congregação partidária neonazista, com tópicos "implicitamente" condenando os nordestinos, etc. Se você olhar os tópicos da pasta de política, praticamente todos (e já de muito tempo) existem única e exclusivamente para congregar o ódio contra a esquerda, ou contra qualquer pessoa que pense diferentemente (como os chamados "isentões do centrão"). As leis aqui são muito mais lenientes e morosas com a extrema-direita, e muito mais rigorosas e punitivas com a esquerda (ou com qualquer coisa que critique Bolsonaro).

Chega a ser bizarro. Tudo isto em apenas alguns poucos anos de ódio e medo sendo destilados em doses cavalares na população, num misto de fake news, teóricos da conspiração, mitos, distorções de todos os tipos e o que o valha, tanto nas mídias impressas (como a Veja e a IstoÉ, que os animais insistem em dizer pertencer à esquerda! Rsrs) quanto nas redes sociais, em especial no YouTube (Nando Moura, Joice Hasselmann, Olavo de Carvalho, entre outros levianos e paranóicos teóricos da conspiração, e espalhadores desavergonhados de fake news malditas).

O terreno para uma ditadura já está todo preparadinho. Há medo, ódio e intolerância por todos os lugares no Brasil de hoje. A população está simplesmente louca para matar, prender e estuprar (o incidente na Bahia, em que um senhor foi morto com 12 facadas, foi só o começo). O filme que você postou, o Die Welle, é mais atual hoje que nunca. A ameaça é absolutamente real. Uma vergonha. Tudo o que demorou décadas para se fortalecer está indo pelo ralo em apenas alguns poucos anos.
Pessoas como você, e frequentadores de Brasil247, Diário Centro do Mundo e demais mídias MAVs petistas que só propagam fake news dia e noite foram os instaladores reais do ódio político no Brasil. O PT foi o maior agente de polarização nesse país.

Mas agora que o tiro saiu pela culatra, você está acovardado e com medo. Mas não ache que nos engana. Se fosse um candidato esquerdista a ter a vantagem nas eleições, você estaria todo alegre, pimpão e tirando sarro da cara dos opositores. Não, você não é o bonzinho da história.

É apenas uma questão numérica. Sabe a expressão "dar murro em ponta de faca", ou ainda "arremessar pérolas para os porcos"? Pois bem. Qualquer tópico que porventura jogue alguma dúvida que seja sobre ideologias hegemônicas por aqui é logo brutalmente atacado com fake news, memes, teorias da conspiração, os mais patéticos dos reducionismos e piadas em geral, tudo para angariar joinhas dos 90% que automaticamente estão ao seu lado, haja o que houver, e seja lá quais forem os seus "argumentos" (cujo conteúdo real por aqui é basicamente irrelevante nesta ocasião). A iniciativa, é claro, é sempre muito boa, mas o local, totalmente inadequado.

Estamos falando de gente que segue Nando Moura, Joice Hasselmann e Olavo de Carvalho como que a um dogma. Acredite, nada de produtivo sairá daqui. Seus esforços serão todos jogados ao lixo. Outro problema é como abordar a atual situação (que é complexa pra cacete, e carregada de esdrúxulos paradoxos). Não é fácil de se entender o mundo hoje (muito pelo contrário). Não é mais como na guerra fria. É como diz a famosa frase: a tragédia do mundo (especialmente hoje) é que os idiotas estão repletos de certezas, e os inteligentes, de dúvidas. O encontro destes dois extremos só pode resultar em m****. Muita m****.
Você, por sua vez., tem a certeza de que o Impeachment foi golpe e a prisão do Lula foi "ridícula", como mesmo disse em outro tópico.

Bem, primeiro, independente do que eu diga um seguidor, não exatamente o eleitor, mas o seguidor do Bolsonaro, desconsiderará, se você questionou isso não deve estar nessa então talvez consiga analisar o quadro.

Eles vão falar que é fake news ou coisas do tipo, porém, você já viu uma eleição onde a mídia internacional, intelectuais do mundo todo, junto com os grandes manifestos dentro do Brasil e tanto material divulgando sobre o caráter de um político, veio como um turbilhão tão forte como da maneira que está sendo divulgado? Mesmo com os ânimos inflamados a concorrência sempre foi mais morna que isso, o mundo está gritando por nós, como se estivéssemos a véspera de uma guerra, e é o que provavelmente vai acontecer, é uma eleição muito atípica.

Não é nada contra a direita, direita moderada ou até alguns tipos de extrema direita, aqui estamos falando do que estão chamando no mundo de Ultra Direita, estamos a um passo do fascismo no Brasil, como quando os judeus votaram em Hitler por acreditar que ele falava daquele jeito para agitar as massas.

Não confie no What's, busque por si o significado deste termo e faça as devidas comparações ao que o candidato realmente vem dizendo, isso é extremamente perigoso, quem tiver água potável para beber ano que vem deve se dar por satisfeito.

Lembrando mais uma vez, pode olhar o meu perfil, está aberto para todos, e ler cada mensagem, em 10 anos de forum jamais me manifestei sobre política, ainda menos a favor de algum partido, até esse ano eu nem me importava, mas com o quadro atual tive que me manifestar.

Desculpe se ofende alguém este posicionamento, percebi que alguns se veem mal por achar que apoiariam uma coisa destas, tudo bem, é um direito de vocês, mas se puderem, por favor! Investiguem com mais carinho sobre a procedência do que estão consumindo.

Muito obrigado.
Defina fascismo, por favor.

Bolsonaro é praticamente um ex-palhaço da mídia, mas os que o criticam normalmente não sabem nem o que é fascismo.

Então por favor, defina o que é de forma técnica e correta de acordo com o que Mussolini fez. Ou do contrário, questione-se a si mesmo e as suas certezas, tão criticadas pelo Ivo Petista.
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.616
Reações
75.359
Pontos
553
Grose, a postagem do Spike gerou uma pergunta que é muito importante, o que é fascismo?

Você sabe? Mas sabe exatamente o que é? Ou sabe "o suficiente pra saber que Bolsonaro é fascista"?

O fascismo surgiu quando um ex socialista decidiu usar as técnicas que ele aprendeu com os socialistas e criar uma alternativa que pudesse dar mais poder a ele.

O fascio ou feixo, era uma alegoria de que um graveto era frágil, mas vários gravetos unidos num feixo eram mais fortes.

Opa, uma pessoa separada é fraca, todas juntas são mais fortes... Isso não lembra as estórias da... Esquerda?

Mas continuando, ele aprendeu com os socialistas a criar grupos que brigavam com os outros políticos, e usou isso contra os socialistas, ganhando muito apoio.

Veja, ele copiou agressão e cia dos socialistas.

Mas não para por aí, o fascismo pregava o governo "do povo" controlando a economia, não deixando os empresários malvadões oprimindo o povo.

Lembra, de novo, o PT, não?

O lema "Tudo dentro do Estado, nada fora do Estado" tbm não lembraria PT? Ou o ideal liberal de Bolsonaro é mais Estado?

O governo controlava com mais de ferro a Italia. Uma piada recorrente era que, com os fascistas, ao menos os trens sempre estavam no horário.

Não seria esse o máximo sonho do PT, um Estado totalmente controlado funcionando igual uma máquina?

Já leu Mein Kampf, "Minha Luta" de Hitler? O livro é proibido, mas não impossível de se encontrar na internet.

Nele, Hitler conta sua história.

Após a guerra, ele foi enviado como espião do governo (olha o Estado aí, de novo) para ver o que os comunistas estavam fazendo. Lá, Hitler aprendeu as táticas socialistas.

Eles iam em comícios de outros políticos e iniciavam brigas. Dessa forma, não so os políticos não tinham como falar suas plataformas (lembre-se, anos 20 do século passado) e as pessoas tinham medo - medo - de irem em comícios que não fossem socialistas, pois poderiam apanhar. Mesmo os corajosos que iam, não levavam esposas e velhos.

Ele aprendeu da máquina de falar mentiras e deturpar as coisas e, finalmente, criou o partido nazista.

Não é deturpação da história.

Os fascistas e nazistas eram apenas comunistas com outro nome.

Fascismo é nazismo são filhos do socialismo. O PT é cria do socialismo.

Vale a pena pensar.
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
@Goris Entendo o seu ponto e acho ótimo que considere todos os movimentos totalitários ruins, significa que você em esperança.

Eu pretendo responder cada questão em pauta na sociedade que está gerando esta percepção negativa do estabilishment através dos textos, mas para facilitar vou esclarecer fascismo de um jeito mais simplório e diferente.

Primeiro, perceba que ela soa semelhante a duas palavras, fácil e falso, como disse várias vezes, nada é fácil, responder que eu não sei de algo porque sou isso mas botarei alguém responsável para fazê-lo, não resolve a questão, se eu não sei e estou me propondo a fazer, preciso estudar até saber do que se trata, ainda que da forma mais rasa possível, pode-se até afirmar a ignorância e tratar com quem tenha experiência, desde que compreenda e diga com suas palavras. Terceirizar a responsabilidade e não se importar com isso não serve para nada e é extremamente fácil, falso e perigoso.

Segundo, com relação a questão do povo, a ideia que pretendo passar, desde que eu era uma criança de 6 anos de idade, é que cada um de nós é cada um, todos somos diferentes, constituir um povo unido é completamente diferente de querer um povo único, nos tratamos como a maioria que constitui um só corpo social, é expugnar todas as diferenças, o que é uma infantilidade, não saber lidar com cada tipo de individuo é demonstrar um grande despreparo perante a vida, não importa o que se faça, jamais seremos uma só coisa, devemos nos unir pela própria vontade, somando as diferenças.

Por fim, preciso sair e continuar estudando, não sou um defensor do PT e esquerdas, isso nunca me interessou, tanto que venho me manifestando contra o desemprego, porém afirmava que o nosso problema nesse âmbito se trata mais do que uma questão de política partidária, outra é que quando falam em controle de natalidade até me mostro positivo, nunca impedindo as pessoas de terem filhos, mas através de campanhas, é possível realizar inúmeras abordagens que não sejam violentas.

Para concluir devo dizer algo que consideram polêmico, sei que possuem uma péssima relação com Cuba e Venezuela, até aceito não achar de bom tom as relações diplomáticas afuniladas, devemos apenas considerar respeitosamente em nome da humanidade, entretanto, o PT esteva no poder por 15 anos, e apesar de todas as cagadas, que não foram poucas, jamais corremos o risco de um regime totalitário, mesmo com a ditadura do politicamente correto, empregado por algumas minorias, somos capazes de rebater e brigar, não precisamos nos calar, vivemos em uma democracia, e isto é saudável, quando se propõe a instaurar um regime que visa uma espécie de liberdade unilateral em nome de um conceito privilegiado, isso não é liberdade, nem conservadorismo, isso é ditadura, por conseguinte, fascismo.

Como disse, podem acreditar no que quiserem, não tenho como entrar na cabeça de vocês e rearranjar os acontecimentos, peço que ao menos levem mais a sério aquilo que apoiam, não sigam cegamente, especialmente o What's, contestem, usem as ferramentas que temos a disposição, se desconfiam da internet vão a biblioteca, não é possível que considerem toda uma biblioteca, as vezes centenária, como um reduto de fake news, isso é doença, é uma síndrome de perseguição maluca.
 

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
33.848
Reações
75.982
Pontos
744
@Goris Entendo o seu ponto e acho ótimo que considere todos os movimentos totalitários ruins, significa que você em esperança.

Eu pretendo responder cada questão em pauta na sociedade que está gerando esta percepção negativa do estabilishment através dos textos, mas para facilitar vou esclarecer fascismo de um jeito mais simplório e diferente.

Primeiro, perceba que ela soa semelhante a duas palavras, fácil e falso, como disse várias vezes, nada é fácil, responder que eu não sei de algo porque sou isso mas botarei alguém responsável para fazê-lo, não resolve a questão, se eu não sei e estou me propondo a fazer, preciso estudar até saber do que se trata, ainda que da forma mais rasa possível, pode-se até afirmar a ignorância e tratar com quem tenha experiência, desde que compreenda e diga com suas palavras. Terceirizar a responsabilidade e não se importar com isso não serve para nada e é extremamente fácil, falso e perigoso.

Segundo, com relação a questão do povo, a ideia que pretendo passar, desde que eu era uma criança de 6 anos de idade, é que cada um de nós é cada um, todos somos diferentes, constituir um povo unido é completamente diferente de querer um povo único, nos tratamos como a maioria que constitui um só corpo social, é expugnar todas as diferenças, o que é uma infantilidade, não saber lidar com cada tipo de individuo é demonstrar um grande despreparo perante a vida, não importa o que se faça, jamais seremos uma só coisa, devemos nos unir pela própria vontade, somando as diferenças.

Por fim, preciso sair e continuar estudando, não sou um defensor do PT e esquerdas, isso nunca me interessou, tanto que venho me manifestando contra o desemprego, porém afirmava que o nosso problema nesse âmbito se trata mais do que uma questão de política partidária, outra é que quando falam em controle de natalidade até me mostro positivo, nunca impedindo as pessoas de terem filhos, mas através de campanhas, é possível realizar inúmeras abordagens que não sejam violentas.

Para concluir devo dizer algo que consideram polêmico, sei que possuem uma péssima relação com Cuba e Venezuela, até aceito não achar de bom tom as relações diplomáticas afuniladas, devemos apenas considerar respeitosamente em nome da humanidade, entretanto, o PT esteva no poder por 15 anos, e apesar de todas as cagadas, que não foram poucas, jamais corremos o risco de um regime totalitário, mesmo com a ditadura do politicamente correto, empregado por algumas minorias, somos capazes de rebater e brigar, não precisamos nos calar, vivemos em uma democracia, e isto é saudável, quando se propõe a instaurar um regime que visa uma espécie de liberdade unilateral em nome de um conceito privilegiado, isso não é liberdade, nem conservadorismo, isso é ditadura, por conseguinte, fascismo.

Como disse, podem acreditar no que quiserem, não tenho como entrar na cabeça de vocês e rearranjar os acontecimentos, peço que ao menos levem mais a sério aquilo que apoiam, não sigam cegamente, especialmente o What's, contestem, usem as ferramentas que temos a disposição, se desconfiam da internet vão a biblioteca, não é possível que considerem toda uma biblioteca, as vezes centenária, como um reduto de fake news, isso é doença, é uma síndrome de perseguição maluca.
O PT que esteve 15 anos no poder era um partido que tentava aos poucos, lentamente, aparelhar o estado brasileiro alá Gramsci. Eles não tentaram tomar o poder na base da revolução armada, justamente porque o Lula quando entrou em 2002 queria seduzir os mercados. O PT de hoje é diferente, é um partido vingativo que vai fazer de tudo pra se "fuder com os coxinhas" nem que tenha que fuder com o país inteiro.
Claro que talvez o PT nem consiga pôr isso em prática se eleito, mas é só ver as declarações do José Dirceu por exemplo. Vontade há, é possível concluir isto.

Outra coisa: a palavra fascismo se parecer com as palavras "fácil" e "falso" está longe de ser uma definição técnica do que é fascismo de fato.
Não, você não respondeu a questão. Por favor: o que é fascismo? De verdade, com uma explicação concisa.

Quanto aos meios de informação no final do seu comentário, você quer implicar que as pessoas que não são de esquerda hoje supostamente "não leem", o que é falacioso. Eu mesmo nem me informo de política por whatsapp, só vejo a realidade dos fatos, e o que eu vejo é um monte de esquerdistas presos em bolhas sociais achando que o governo do Bolsonaro vai mesmo instalar uma ditadura.
 
Ultima Edição:

Zorbak

Habitué da casa
Mensagens
184
Reações
281
Pontos
88
O que me choca mais é o quanto nós regredimos em apenas alguns poucos anos. Em questão de apenas três ou quatro anos, um verdadeiro rachão está acontecendo entre conhecidos meus (entre os "pró e contra Bolsonaro"). Eu jamais vi algo parecido antes. É como se tudo de ruim que havia sido acumulado e reprimido estivesse explodindo agora sem qualquer censura (sem censura se você estiver contra a esquerda, é claro - se for pró, então é com censura mesmo).

Um bom exemplo disto é a própria Outer Space, que está parecendo mais uma congregação partidária neonazista, com tópicos "implicitamente" condenando os nordestinos, etc. Se você olhar os tópicos da pasta de política, praticamente todos (e já de muito tempo) existem única e exclusivamente para congregar o ódio contra a esquerda, ou contra qualquer pessoa que pense diferentemente (como os chamados "isentões do centrão"). As leis aqui são muito mais lenientes e morosas com a extrema-direita, e muito mais rigorosas e punitivas com a esquerda (ou com qualquer coisa que critique Bolsonaro).

Chega a ser bizarro. Tudo isto em apenas alguns poucos anos de ódio e medo sendo destilados em doses cavalares na população, num misto de fake news, teóricos da conspiração, mitos, distorções de todos os tipos e o que o valha, tanto nas mídias impressas (como a Veja e a IstoÉ, que os animais insistem em dizer pertencer à esquerda! Rsrs) quanto nas redes sociais, em especial no YouTube (Nando Moura, Joice Hasselmann, Olavo de Carvalho, entre outros levianos e paranóicos teóricos da conspiração, e espalhadores desavergonhados de fake news malditas).

O terreno para uma ditadura já está todo preparadinho. Há medo, ódio e intolerância por todos os lugares no Brasil de hoje. A população está simplesmente louca para matar, prender e estuprar (o incidente na Bahia, em que um senhor foi morto com 12 facadas, foi só o começo). O filme que você postou, o Die Welle, é mais atual hoje que nunca. A ameaça é absolutamente real. Uma vergonha. Tudo o que demorou décadas para se fortalecer está indo pelo ralo em apenas alguns poucos anos.
Vamos ser ''cumpenheros'' de campo de concentração !
 

Grose

Bam-bam-bam
Mensagens
8.022
Reações
12.442
Pontos
459
O PT que esteve 15 anos no poder era um partido que tentava aos poucos, lentamente, aparelhar o estado brasileiro alá Gramsci. Eles não tentaram tomar o poder na base da revolução armada, justamente porque o Lula quando entrou em 2002 queria seduzir os mercados. O PT de hoje é diferente, é um partido vingativo que vai fazer de tudo pra se "fuder com os coxinhas" nem que tenha que fuder com o país inteiro.

Outra coisa: a palavra fascismo se parecer com as palavras "fácil" e "falso" está longe de ser uma definição técnica do que é fascismo de fato.
Não, você não respondeu a questão. Por favor: o que é fascismo? De verdade, com uma explicação concisa.

Quanto aos meios de informação no final do seu comentário, você quer implicar que as pessoas que não são de esquerda hoje supostamente "não leem", o que é falacioso. Eu mesmo nem me informo de política por whatsapp, só vejo a realidade dos fatos, e o que eu vejo é um monte de esquerdistas presos em bolhas sociais achando que o governo do Bolsonaro vai mesmo instalar uma ditadura.
Isso até que se prove, de um partido após 15 anos de poder onde não manifestou concretamente este desejo, é apenas síndrome da conspiração, diferente do que escreverei abaixo.

Eu falei daquela forma anteriormente porque para mim diz muito sobre o Jair Bolsonaro, aliás, não só para mim, como para a mídia internacional, o Papa, Roger Waters, Bill Clinton, os intelectuais de todo o mundo, a embaixada da Alemanha e etc. Mas eu sei eles são todos conspiradores malucos, sem qualquer autoridade.

Para começar, o Bolsonarismo propaga o meio mais fácil de resolver as coisas, terceirizando, através da violência ou da repressão. O que é fácil e falso. Trata de forma repulsiva as minorias, fez isso por diversas vezes, e se ainda crê que tudo aquilo que saiu da boca dele é mentira, não posso fazer nada. Ele tem horror a sexualidade, em nome de uma família tradicional mágica. É extremamente manipulativo, basta ver que agora fala pelos cotovelos onde lhe convém mas não fala onde interessa ao povo, no caso do debate, que disseram que ele podia participar até escrevendo num papel para outra pessoa ler. É maluco por crimes e punição, num mundo onde isto existe, mas infinitamente longe de onde as pessoas acreditam que ela chegou. Enfim.

Ainda farei um texto detalhado sobre isso, estou no manifesto crescendo, mas por enquanto é isso aí, o fato de acreditarem não é algo que eu possa controlar, e nem desejo isso, quem acha que ele contradiz isso e o PT é o malvado que forjou tudo isso, ótimo, a questão de tudo isso nem é ele em si ou a esquerda loucona, é de que o fascismo é perigoso e as pessoas não estão sendo absorvidas por ele, o que é muito triste e bastante revoltante.

Eu sei que você vai entender ao contrário, mas não tem problema, a consideração é mesma, muito boa e sem problemas. hahaha
 

Flame Vicious

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
33.848
Reações
75.982
Pontos
744
Isso até que se prove, de um partido após 15 anos de poder onde não manifestou concretamente este desejo, é apenas síndrome da conspiração, diferente do que escreverei abaixo.

Eu falei daquela forma anteriormente porque para mim diz muito sobre o Jair Bolsonaro, aliás, não só para mim, como para a mídia internacional, o Papa, Roger Waters, Bill Clinton, os intelectuais de todo o mundo, a embaixada da Alemanha e etc. Mas eu sei eles são todos conspiradores malucos, sem qualquer autoridade.

Para começar, o Bolsonarismo propaga o meio mais fácil de resolver as coisas, terceirizando, através da violência ou da repressão. O que é fácil e falso. Trata de forma repulsiva as minorias, fez isso por diversas vezes, e se ainda crê que tudo aquilo que saiu da boca dele é mentira, não posso fazer nada. Ele tem horror a sexualidade, em nome de uma família tradicional mágica. É extremamente manipulativo, basta ver que agora fala pelos cotovelos onde lhe convém mas não fala onde interessa ao povo, no caso do debate, que disseram que ele podia participar até escrevendo num papel para outra pessoa ler. É maluco por crimes e punição, num mundo onde isto existe, mas infinitamente longe de onde as pessoas acreditam que ela chegou. Enfim.

Ainda farei um texto detalhado sobre isso, estou no manifesto crescendo, mas por enquanto é isso aí, o fato de acreditarem não é algo que eu possa controlar, e nem desejo isso, quem acha que ele contradiz isso e o PT é o malvado que forjou tudo isso, ótimo, a questão de tudo isso nem é ele em si ou a esquerda loucona, é de que o fascismo é perigoso e as pessoas não estão sendo absorvidas por ele, o que é muito triste e bastante revoltante.

Eu sei que você vai entender ao contrário, mas não tem problema, a consideração é mesma, muito boa e sem problemas. hahaha
O PT chegou a manifestar esse desejo inclusive antes desses 15 anos. O que impediu o PT de fazer isso durante os 15 anos de governo foi o mercado e o elo com os partidos de centro fisiológico.
E sobre os intelectuais do mundo e o Roger, eles perderam uma quantia absurda de credibilidade quando o Trump ganhou. Nunca a academia esteve em tanto descrédito. Acadêmicos possuem méritos intelectuais, mas ao mesmo estão descolados da realidade do cidadão médio, e ele tem mostrado isso ao redor do mundo.

Quanto ao Bolsonarismo ser manipulativo e "fácil", eu concordo que seja fácil mesmo. Muita gente vai votar no Bolsonaro porque está desesperada e quer soluções fáceis pra problemas difíceis. Eu só não vejo onde isso se enquadra como fascismo.
Se for pra gente definir fascismo concretamente e ao mesmo tempo de forma concisa, seria uma forma de governo autoritária e ao mesmo tempo ultra-nacionalista em vários aspectos, como social e econômico.

Bolsonaro já foi ultra-nacionalista no passado e também autoritário quando falou por exemplo que queria o FHC fuzilado, mas hoje ele joga o jogo democrático como os outros candidatos, então essa barreira já foi rompida. Pode ter resquícios autoritários e positivistas, mas as chances de ele dar um golpe ou algo assim são nulas ao meu ver. Isso porque ele fala (mesmo que as vezes pareça da boca pra fora por parte dele) que pretende abrir o mercado e revogar o estatuto do desarmamento, o que não é nem um pouco fascista em si.

OBS.: Eu não fiquei com raiva de você quando escrevi os meus comentários anteriores, só do Ivo Maropo mesmo. Eu fui um pouco seco escrevendo e isso pode ter dado essa impressão.
 

JmB!

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.139
Reações
11.697
Pontos
684
Resumo do tópico:

Não tem problema nenhum você ser de direita desde que vote em um partido de esquerda.

Achar que Bolsonaro é uma ameaça para a democracia é tão infantil que chega a me dar tristeza.

Tópico preconceituoso da peste!

T+
 
Ultima Edição:

Beren_

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.533
Reações
29.291
Pontos
553
Isso até que se prove, de um partido após 15 anos de poder onde não manifestou concretamente este desejo, é apenas síndrome da conspiração, diferente do que escreverei abaixo.

Eu falei daquela forma anteriormente porque para mim diz muito sobre o Jair Bolsonaro, aliás, não só para mim, como para a mídia internacional, o Papa, Roger Waters, Bill Clinton, os intelectuais de todo o mundo, a embaixada da Alemanha e etc. Mas eu sei eles são todos conspiradores malucos, sem qualquer autoridade.

Para começar, o Bolsonarismo propaga o meio mais fácil de resolver as coisas, terceirizando, através da violência ou da repressão. O que é fácil e falso. Trata de forma repulsiva as minorias, fez isso por diversas vezes, e se ainda crê que tudo aquilo que saiu da boca dele é mentira, não posso fazer nada. Ele tem horror a sexualidade, em nome de uma família tradicional mágica. É extremamente manipulativo, basta ver que agora fala pelos cotovelos onde lhe convém mas não fala onde interessa ao povo, no caso do debate, que disseram que ele podia participar até escrevendo num papel para outra pessoa ler. É maluco por crimes e punição, num mundo onde isto existe, mas infinitamente longe de onde as pessoas acreditam que ela chegou. Enfim.

Ainda farei um texto detalhado sobre isso, estou no manifesto crescendo, mas por enquanto é isso aí, o fato de acreditarem não é algo que eu possa controlar, e nem desejo isso, quem acha que ele contradiz isso e o PT é o malvado que forjou tudo isso, ótimo, a questão de tudo isso nem é ele em si ou a esquerda loucona, é de que o fascismo é perigoso e as pessoas não estão sendo absorvidas por ele, o que é muito triste e bastante revoltante.

Eu sei que você vai entender ao contrário, mas não tem problema, a consideração é mesma, muito boa e sem problemas. hahaha
Errado. A forma mais usada para chegar ao poder é através do controle das leis. A violência, pode ser combatida também com violência, um povo que sabe que está sendo subjugado, luta contra. Um povo passivo, que acredita que seu "lider" é maravilhoso, vai defender esse líder e achar que não existem alternativas. Que o melhor que se pode conseguir eh isso. Sem contar que voce erra em muitas de suas afirmações, inclusive em esquecer que o "direito inalienável" de se expressar, é algo que o PT detesta e em seu plano de governo deseja regular mais a mídia e já tentaram e vão tentar novamente regular a internet.
Defender que minorias não tenham PRIVILÉGIOS, não sejam diferentes das outras pessoas, não é ser contra as minorias. É ser a favor da justiça, do tratamento igual.

Curiosamente, ao se olhar as ditaduras duradouras do mundo e os piores massacres, todas tiveram esse "líder" maravilhoso. Stalin, Mussolini, Hitler, Mao tse tung, Kim Jong-Il, Hugo Chavez.. Lula será o próximo? Em todos estes, a lei é a força, a força é a lei.


E curiosamente, o plano de governo do PT é o que tenta subliminar a justiça, dominar o pensamento e escravizar as mentes ao "um lider".

Vou usar não "um filme" mas livros para "embasar".


...
A vida, a liberdade e a propriedade não existem pelo simples fato de os homens terem feito leis. Ao contrário, foi pelo fato de a vida, a liberdade e a propriedade existirem antes que os homens foram levados a fazer as leis.
...
O que é então a lei? É a organização coletiva do direito individual de legítima defesa.
Cada um de nós tem o direito natural, recebido de Deus, de defender sua própria pessoa, sua liberdade, sua propriedade. Estes são os três elementos básicos da vida, que se complementam e não podem ser compreendidos um sem o outro. E o que são nossas faculdades senão um prolongamento de nossa individualidade? E o que é a propriedade senão uma extensão de nossas faculdades?
Se cada homem tem o direito de defender — até mesmo pela força — sua pessoa, sua liberdade e sua propriedade, então os demais homens têm o direito de se concertarem, de se entenderem e de organizarem uma força comum para proteger constantemente esse direito.
O direito coletivo tem, pois, seu princípio, sua razão de ser, sua legitimidade, no direito individual. E a força comum, racionalmente, não pode ter outra finalidade, outra missão que não a de proteger as forças isoladas que ela substitui.
Assim, da mesma forma que a força de um indivíduo não pode, legitimamente, atentar contra a pessoa, a liberdade, a propriedade de outro indivíduo, pela mesma razão a força comum não pode ser legitimamente usada para destruir a pessoa, a liberdade, a propriedade dos indivíduos ou dos grupos.
E esta perversão da força estaria, tanto num caso como no outro, em contradição com nossas premissas. Quem ousaria dizer que a força nos foi dada, não para defender nossos direitos, mas para destruir os direitos iguais de nossos irmãos? E se isto não é verdade para cada força individual, agindo isoladamente; como poderia sê-lo para a força coletiva, que não é outra coisa senão a união das forças isoladas?
Portanto, nada é mais evidente do que isto: a lei é a organização do direito natural de legítima defesa. É a substituição da força coletiva pelas forças individuais. E esta força coletiva deve somente fazer o que as forças individuais têm o direito natural e legal de fazerem: garantir as pessoas, as liberdades, as propriedades; manter o direito de cada um; e fazer reinar entre todos a JUSTIÇA


...
A lei perverteu-se por influência de duas causas bem diferentes: a ambição estúpida e a falsa filantropia.
...


Justiça significa igualdade de direitos

A lei é a justiça. E seria estranho se a lei pudesse ser outra coisa mais! Por acaso a justiça não é o direito? Será que os direitos não são iguais? Como a lei interviria para me submeter aos planos sociais dos Srs. de Mimerel, Melun, Thiers, Louis Blanc, em vez de submeter esses senhores aos meus planos? Pensa-se que eu não recebi da natureza a suficiente imaginação para inventar também uma utopia? Será que é papel da lei escolher uma fantasia dentre tantas, colocando a força
pública a serviço de uma delas? A lei é a justiça. E que não se diga, como vai acontecer, que, concebida desta maneira, a lei seria atéia, individualista e sem coração;
que acabaria transformando a humanidade à sua imagem e semelhança. Isso é uma dedução absurda, muito digna do entusiasmo por tudo o que emana do governo e que leva a humanidade a crer na onipotência da lei.


Absurdo! Pelo fato de sermos livres, temos de deixar de agir? Porque não recebemos o impulso da lei, devemos ficar desprovidos de qualquer impulso? Porque a lei se limita a garantir o livre exercício de nossas faculdades, devemos dizer que tais faculdades estão inertes? Pelo fato de a lei não nos impor formas religiosas, sistemas
de associação, métodos de ensino, procedimentos de trabalho, regras de comércio ou planos de caridade, devemos apressar-nos para mergulhar no ateísmo, no isolamento, na ignorância, na miséria e no egoísmo? E deve-se concluir que não saberemos mais reconhecer o poder e a bondade de Deus, que não sabemos mais nos associar uns aos outros, nem prestar ajuda mútua, amor e socorro a nossos irmãos em desgraça, nem estudar os segredos da natureza, nem aspirar ao aperfeiçoamento de nosso ser?


O caminho para a dignidade e o progresso

A lei é a justiça.
E é sob a lei da justiça, sob o reinado do direito, sob a influência da liberdade, da segurança, da estabilidade e da responsabilidade que cada pessoa haverá de atingir seu pleno valor e a verdadeira dignidade de seu ser. E somente sob a lei da justiça que a humanidade alcançará, lentamente, sem dúvida, mas de modo certo, o progresso, que é o seu destino.
Parece-me que tenho a meu favor a teoria, pois qualquer que seja o assunto em discussão, quer religioso, filosófico, político, econômico,
quer se trate de prosperidade, moralidade, igualdade, direito, justiça, progresso, trabalho, cooperação, propriedade, comércio, capital, salários, impostos, população, finanças ou governo, em qualquer parte do horizonte científico em que eu coloque o ponto de partida de minhas investigações, invariavelmente chego ao seguinte:
a solução do problema social está na liberdade.

Ideia posta à prova

Por acaso não tenho a meu favor a experiência? Olhe para esse mundo inteiro. Que países possuem os povos mais pacíficos, mais
felizes e mais cheios de moral? São aqueles nos quais a lei intervém menos na atividade privada. São aqueles nos quais a individualidade tem mais iniciativa e a opinião pública mais influência
. São aqueles nos quais as engrenagens administrativas são menos numerosas e menos complicadas; os impostos menos pesados e menos desiguais; os descontentamentos populares menos excitados e menos justificáveis. São aqueles nos quais a responsabilidade dos indivíduos e das classes é mais efetiva e nos quais, por conseguinte, se os costumes não são perfeitos, tendem inexoravelmente a se corrigirem. São aqueles nos quais as transações comerciais, os convênios e as associações sofrem o mínimo de restrições; o trabalho, os capitais, a população sofrem menores perturbações. São aqueles nos quais os homens obedecem mais às suas próprias inclinações; nos quais o pensamento de Deus prevalece sobre as invenções humanas. São aqueles, enfim, que mais se aproximam da seguinte solução: dentro dos limites do direito, tudo deve ser feito pela livre e espontânea vontade do homem, nada deve ser feito por intermédio da lei ou da força, a não ser a justiça universal.


...
Isto deve ser dito: há no mundo excesso de grandes homens. Há legisladores demais, organizadores, fundadores de sociedades, condutores de povos, pais de nações etc. Gente demais se coloca acima da humanidade para regê-la, gente demais para se ocupar dela.
...

Frederich Bastiat.
 
Topo Fundo