O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Vídeo mostra briga entre empresário assassinado e ex-sócio suspeito pelo crime, em Maringá.

Agent_47

Supra-sumo
VIP
Mensagens
411
Reações
1.008
Pontos
168
A Polícia Civil divulgou um vídeo que mostra uma briga entre o empresário André Rodrigo Tiago, de 39 anos, que foi morto a tiros em Maringá, no norte do Paraná, e o ex-sócio dele, principal suspeito de ter cometido o crime. As imagens mostram quando o suspeito, Hemerson Queiroz, de 32 anos, chega ao local da briga, com uma barra de ferro na mão. Ele encontrou André, e os dois começaram a brigar.

O vídeo mostra que, em seguida, Hemerson caiu no chão e levou chutes do empresário. Um outro homem chega e impede que a briga continue. As imagens foram registradas com um celular. Segundo a polícia, o desentendimento aconteceu dias antes do crime. De acordo com a polícia, o crime foi motivado por desavenças comerciais.


80192

Quando eles pararam de brigar, o cara ameaçou e no outro dia fez. Não estava brincando mesmo.

Fonte: https://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2019/07/10/policia-divulga-video-que-mostra-briga-entre-empresario-assassinado-e-ex-socio-suspeito-pelo-crime-em-maringa.ghtml
 
Ultima Edição:


Chris Redfield

Bam-bam-bam
Mensagens
9.585
Reações
4.885
Pontos
484
"SUSPEITO"...
Suspeito porque segundo CF só se é considerado culpado após o transito em julgado, por isso se diz "suspeito", mesmo quando é obvio que o cara é culpado.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

LVII - ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória;
 

ROLGENIO

Bam-bam-bam
Mensagens
8.158
Reações
20.103
Pontos
363
Suspeito porque segundo CF só se é considerado culpado após o transito em julgado, por isso se diz "suspeito", mesmo quando é obvio que o cara é culpado.
Eu sei. Mesmo que no vídeo o cara tivesse descarregado 5 tiros na cabeça do outro ele continuaria sendo suspeito...
 


Marcelodoom

Bam-bam-bam
Mensagens
3.488
Reações
4.342
Pontos
334
"SUSPEITO"...
Eu vejo aqui na OS...e nas redes sociais, essa mesma indagação sobre "ser suspeito", mesmo quando se tem provas cabais de uma determinada pessoa ter cometido um crime. Aí o jornal ou mídia que publica a matéria é chamada de esquerdista, comprada, e bla bla bla...
Mas é uma forma ética de divulgar uma notícia, por que para o meio jurídico, uma pessoa só é culpada depois do processo transitado e julgado. Mesmo tendo o vídeo do cara dando tiro no outro, ele ainda é considerado suspeito e a alcunha de assassino, bandido etc quem vai dar é o juiz.
Sem dizer que um jornal se livra de eventuais processos futuros, por que se noticia que o bandido matou o outro.....e depois se configura a inocência da pessoa, como ficaria ???
Então, pela lógica, os meios de comunicação se resguardam disso e colocam a alcunha de "suspeito", só que para os leitores, não é demais pensar e tirar sua conclusão.
 

BESS4

Bam-bam-bam
Mensagens
9.766
Reações
38.274
Pontos
419
Covarde desgraçado! Na mão, entrou na porrada! O pior é que o mundo tá repleto desse tipo de lixo/verme covarde!

Vídeo que mostra o momento do assassinato:

 

Arlindo Orlando

Bam-bam-bam
Mensagens
6.230
Reações
2.289
Pontos
459
Se fosse honrado de verdade, resolvia na porrada, sem sujeira. Gente fraca e mimada como esse assassino deveria ter nem lugar neste mundo.
 

Cyber King

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.762
Reações
15.074
Pontos
699
Eu não entendo, o cara não agiu por impulso, foi extremamente premeditado de um dia pro outro, ai o cara acaba com a vida da vitima, dele das famílias, ai vai preso e fala que se arrependeu depois.
 

SonOfJeffer

Bam-bam-bam
Mensagens
9.232
Reações
6.074
Pontos
499
Eu vejo aqui na OS...e nas redes sociais, essa mesma indagação sobre "ser suspeito", mesmo quando se tem provas cabais de uma determinada pessoa ter cometido um crime. Aí o jornal ou mídia que publica a matéria é chamada de esquerdista, comprada, e bla bla bla...
Mas é uma forma ética de divulgar uma notícia, por que para o meio jurídico, uma pessoa só é culpada depois do processo transitado e julgado. Mesmo tendo o vídeo do cara dando tiro no outro, ele ainda é considerado suspeito e a alcunha de assassino, bandido etc quem vai dar é o juiz.
Sem dizer que um jornal se livra de eventuais processos futuros, por que se noticia que o bandido matou o outro.....e depois se configura a inocência da pessoa, como ficaria ???
Então, pela lógica, os meios de comunicação se resguardam disso e colocam a alcunha de "suspeito", só que para os leitores, não é demais pensar e tirar sua conclusão.
Pois é, infelizmente a galera não entende isso. Parecem uns "tiozões do pavê". Imagina os textos técnicos que esse pessoal deve escrever, cheio de informalidades. O texto de um jornal de qualidade é um texto técnico, o jornalista tem que obedecer as regras.
 

Nego_Brown___

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
16.053
Reações
10.265
Pontos
719
Eu vejo aqui na OS...e nas redes sociais, essa mesma indagação sobre "ser suspeito", mesmo quando se tem provas cabais de uma determinada pessoa ter cometido um crime. Aí o jornal ou mídia que publica a matéria é chamada de esquerdista, comprada, e bla bla bla...
Mas é uma forma ética de divulgar uma notícia, por que para o meio jurídico, uma pessoa só é culpada depois do processo transitado e julgado. Mesmo tendo o vídeo do cara dando tiro no outro, ele ainda é considerado suspeito e a alcunha de assassino, bandido etc quem vai dar é o juiz.
Sem dizer que um jornal se livra de eventuais processos futuros, por que se noticia que o bandido matou o outro.....e depois se configura a inocência da pessoa, como ficaria ???
Então, pela lógica, os meios de comunicação se resguardam disso e colocam a alcunha de "suspeito", só que para os leitores, não é demais pensar e tirar sua conclusão.
Deixando um pouco a ignorância beatificada brasileira que se manifesta diariamente no fórum, complementando o que você falou e transmitindo um pouco de cultura jurídica, mesmo que uma pessoa sã fuzile outra na frente de milhões de testemunhas e câmeras de TV, ainda assim lhe caberá ser chamada de "suspeita", visto que o código penal brasileiro reconhece a existência da Coação Irresistível, que é quando um individuo comete um crime(homicídio, por exemplo) por estar sob efeito de uma extorsão que lhe obrigue a praticar o ato, como por exemplo o carcere privado com risco de morte de algum parente.

Essas causas não são tão comuns, Porem exigem investigação ou instrução processual pra serem provadas, o que faz com que o termo "suspeito" seja usado até a condenação de alguém.
 

extremepower

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.762
Reações
32.278
Pontos
649
Topo