O que há de Novo?
  • Novo tema VIP está disponível
    Visitante, um novo tema com fundo escuro agora está disponível para aqueles que contribuíram com doações ao fórum e têm o status VIP. Veja os detalhes aqui.


Assessor de Flávio Bolsonaro citado pelo COAF por movimentação milionária atípica

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Coaf: Ex-assessor de Flávio Bolsonaro fez movimentação atípica de R$1,2 mi

Uma das transações citadas no relatório do Coaf é um cheque de R$ 24 mil destinado à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro

Por Estadão Conteúdo

Brasília – Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta no nome de um ex-assessor do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) – filho mais velho do presidente eleito Jair Bolsonaro – entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017.

O documento, destaca o jornal O Estado de S. Paulo, foi anexado pelo Ministério Público Federal à investigação que deu origem à Operação Furna da Onça, realizada no mês passado e que levou à prisão dez deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Fabrício José Carlos de Queiroz foi exonerado do gabinete de Flávio Bolsonaro no dia 15 de outubro deste ano. Registrado como assessor parlamentar, Queiroz é também policial militar e, além de motorista, atuava como segurança do deputado.

O Coaf informou que foi comunicado das movimentações de Queiroz pelo banco porque elas são “incompatíveis com o patrimônio, a atividade econômica ou ocupação profissional e a capacidade financeira” do ex-assessor parlamentar.

O relatório também cita que foram encontradas na conta transações envolvendo dinheiro em espécie, embora Queiroz exercesse uma atividade cuja “característica é a utilização de outros instrumentos de transferência de recurso”.

O nome de Queiroz consta da folha de pagamento da Alerj de setembro com salário de R$ 8.517. Ele era lotado com cargo em comissão de Assessor Parlamentar III, símbolo CCDAL- 3, no gabinete de Flávio Bolsonaro. Conforme o relatório do Coaf, ele ainda acumulava rendimentos mensais de R$ 12,6 mil da Polícia Militar.

Funcionários

Nem Flávio Bolsonaro nem o seu ex-motorista foram alvo da operação que prendeu dez deputados fluminenses, deflagrada no dia 8 de novembro. O Ministério Público Federal investiga o envolvimento dos parlamentares estaduais em um esquema de pagamento de “mensalinho” na Assembleia.

Queiroz foi citado na investigação porque o Coaf mapeou, a pedido dos procuradores da República, todos os funcionários e ex-servidores da Alerj citados em comunicados sobre transações financeiras suspeitas.

Para traçar um padrão entre as movimentações financeiras, em parte utilizadas para pedir a prisão de funcionários da Alerj, o Coaf organizou os dados em uma lista com 22 nomes. O motorista de Bolsonaro é o 20.º no documento de 422 páginas que reúne informações sobre R$ 200 milhões em transações realizadas em contas de funcionários da Alerj. Na conta em nome de Queiroz, o Coaf identificou a movimentação de R$ 1,2 milhão no período de 12 meses.

O Coaf é a unidade responsável por monitorar e receber todas as informações dos bancos sobre transações suspeitas ou atípicas. Pela lei, os bancos devem informar qualquer transação que não siga o padrão do cliente. Quando a transação é em dinheiro, o banco informa sempre que o valor for igual ou superior a R$ 50 mil.

Michelle Bolsonaro

Uma das transações na conta de Queiroz citadas no relatório do Coaf é um cheque de R$ 24 mil destinado à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. A compensação do cheque em favor da mulher do presidente eleito, Jair Bolsonaro, aparece na lista sobre valores pagos pelo PM.

“Dentre eles constam como favorecidos a ex-secretária parlamentar e atual esposa de pessoa com foro por prerrogativa de função – Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, no valor de R$ 24 mil”, diz o documento do Coaf.

Ao longo de um ano, o órgão também encontrou cerca de R$ 320 mil em saque na conta mantida pelo motorista do filho de Bolsonaro. Desse total, R$ 159 mil foi sacado numa agência bancária no prédio da Alerj, no centro do Rio. Também chamou a atenção dos investigadores as transações realizadas entre Queiroz e outros funcionários da Assembleia. O documento lista todas as movimentações e seus destinatários ou remetentes.

Os técnicos do órgão também receberam informações sobre transações consideradas pelo órgão como suspeitas após janeiro de 2017. Segundo o Coaf, entre fevereiro e abril do ano passado, o banco comunicou sobre dez transações “fracionadas” no valor total de R$ 49 mil que poderia configurar uma “possível tentativa de burla aos controles”.

“A conta teria apresentado aparente fracionamento nos saques em espécie, cujos valores estão diluídos abaixo do limite diário. Foi considerado fator essencial para a comunicação pela possibilidade de ocultação de origem/destino dos portadores”, afirma o relatório do Coaf.

Defesas

Procurado para se manifestar sobre o relatório do Coaf, o policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz respondeu que não sabe “nada sobre o assunto”.

A chefia de gabinete de Flávio Bolsonaro afirmou que Queiroz trabalhou por mais de dez anos como segurança e motorista do deputado, “com quem construiu uma relação de amizade e confiança”.

A assessoria afirmou ainda que o filho mais velho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, não tem “informação de qualquer fato que desabone” a conduta do ex-assessor parlamentar.

“No dia 16 de outubro de 2018, a pedido, ele foi exonerado do gabinete para tratar de sua passagem para a inatividade”, informou o gabinete, por meio de nota.

Além de motorista e segurança, Queiroz era um dos principais assessores do deputado estadual e agora senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL). Ele chegou a acompanhar o parlamentar em agendas de campanha do pai do deputado, o então presidenciável Jair Bolsonaro.

Reserva

Fabrício de Queiroz era vinculado ao gabinete parlamentar de Flávio Bolsonaro com cargo em comissão de Assessor Parlamentar III, símbolo CCDAL – 3.

Após a exoneração de Queiroz da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), foi publicada, no último dia 21 de novembro, a transferência do ex-assessor para a reserva remunerada da Polícia Militar, como subtenente, após 35 anos de serviços prestados.

Procurada pela reportagem, a assessoria de Jair Bolsonaro não respondeu sobre o assunto, nem sobre o cheque no valor de R$ 24 mil que teria sido destinado a Michelle Bolsonaro. A futura primeira-dama não foi localizada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
 


Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Pau que dá em Chico tem que dar em Francisco.

Assessora da Dilma foi vinculada à Dilma.
Assessor do Aécio foi vinculado ao Aécio.
Assessor do Temer foi vinculado ao Temer.

Assessor do filho do Bolsonaro tem que ser vinculado ao filho do Bolsonaro.

Filho do Lula era vinculado ao Lula.
Então filho do Bolsonaro tem que ser vinculado ao Bolsonaro.

Não vamos relativizar, galere. Quem faz isso é petista.
 

Hiperbrain

Ei mãe, 500 pontos!
VIP
Mensagens
10.650
Reações
37.614
Pontos
634
Vamos esperar que apresentem esclarecimentos plausíveis e que desfaçam qualquer dúvida de crime.

Pelo menos dessa vez a recomendação de investigação veio do Coaf e não de uma porrinha de Folha de SP.

Se tiver coisa errada, que arquem com as consequências.
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Vamos esperar que apresentem esclarecimentos plausíveis e que desfaçam qualquer dúvida de crime.

Pelo menos dessa vez a recomendação de investigação veio do Coaf e não de uma porrinha de Folha de SP.

Se tiver coisa errada, que arquem com as consequências.
Exato. É inimaginável existir corrupção do nível moral e quantitativamente monetária que o PT promoveu.

Aqueles putos assaltaram o país. Isso não servirá, mesmo que esses valores sejam infinitamente inferiores, para aliviar a barra de quem quer que seja do novo governo. Dêem exemplo.

Gostaria inclusive de saber qual a opinião do Moro sobre o assunto, dado que ele pediu pro COAF ir pro ministério da justiça e segurança pública.

https://m.oglobo.globo.com/brasil/moro-promete-independencia-reforco-de-pessoal-ao-coaf-23286517?versao=amp
 

Tauron

Bam-bam-bam
Mensagens
2.817
Reações
18.277
Pontos
303
Esses 24 mil da Michelle Bolsonaro não vi muita coisa estranha, agora esses 1,2 milhões desse assessor está esquisito mesmo, o salário do fera era pouco menos de 9 mil/mês.

Faz necessário explicações sim.
 


Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Esses 24 mil da Michelle Bolsonaro não vi muita coisa estranha, agora esses 1,2 milhões desse assessor está esquisito mesmo, o salário do fera era pouco menos de 9 mil/mês.

Faz necessário explicações sim.
O cara era motorista e segurança.

Se o Bolsonaro não exigir explicações imediatas, vai ser vinculado com certeza.

E o Moro, será que terá liberdade para investigar? Eu votei no Bolsonaro e quero que se manifeste.
 

Gorila_Albino

Bam-bam-bam
Mensagens
652
Reações
2.508
Pontos
293
As vezes acho que n existe politico bonzinho..
O povãot em que acordar e começar a tirar direitos de politicos como: O Foro privilegiado
 

Ronin Ogun

Bam-bam-bam
Mensagens
8.912
Reações
6.419
Pontos
464
E nem começou o governo.
Bozonaro parece que vai ter muitos problemas com sua turminha da pesada.
 

Mokvwap

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
10.448
Reações
43.203
Pontos
553
Quero ver de onde saiu esse dinheiro e onde esse assessor tem influência.
 

antonioli

O Exterminador de nicknames
VIP
Mensagens
87.878
Reações
131.921
Pontos
949
Esse é o tipo de coisa que vou adorar a galeres do Moro pegar.
 

arthur the king

Bam-bam-bam
Mensagens
1.645
Reações
2.931
Pontos
303
E nem começou o governo.
Bozonaro parece que vai ter muitos problemas com sua turminha da pesada.
Pior não é nem ter problemas,mas a postura dele diante desses problemas,se ele jogar essa galera na fogueira,aí e tudo entei

Foda e que é filho e mulher dele envolvido,aí o buraco e mais embaixo

Enviado de meu SM-G920I usando o Tapatalk
 

billpower

Power Poster
Mensagens
39.335
Reações
25.072
Pontos
989
Os aproveitadores já estão agindo.

PT pede à PGR que investigue Flávio e Michelle Bolsonaro
Nada contra a investigação diga-se de passagem.

O cara ganha no total 21k (8,5 da ALERJ e 12,6k da PM) é perfeitamente normal ele ter acumulado 1,2 milhão em 10 anos de trabalho (em 1 ano ele acumula 250k só de salário). Isso tem que ser muito bem avaliado, mas acredito que não seja nada demais, mas sim uma tentativa de descredibilizar o grupo que está assumindo o poder.
 

Snorlax Junior

Bam-bam-bam
Mensagens
2.246
Reações
6.258
Pontos
303
Olha o PT ai
Por isso que eu falo
Tem que acabar com esses caras, cortar todos os comissionados, ir pra cima na guerra cultural e encher o saco deles 24hrs/dia
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Os aproveitadores já estão agindo.



Nada contra a investigação diga-se de passagem.

O cara ganha no total 21k (8,5 da ALERJ e 12,6k da PM) é perfeitamente normal ele ter acumulado 1,2 milhão em 10 anos de trabalho (em 1 ano ele acumula 250k só de salário). Isso tem que ser muito bem avaliado, mas acredito que não seja nada demais, mas sim uma tentativa de descredibilizar o grupo que está assumindo o poder.
Sou entusiasta do governo Bolsonaro.

Mas tô calejado com o PT. Movimentar 1,2 milhão sendo assalariado não é normal.

Ninguém normal junta uma grana dessa e depois saí torrando em 1 ano. Tem que ser muito investigado.

Está em cheque a credibilidade que o Bolsonaro construiu.
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
E sobre os aproveitadores concordo.

O PT abrir denúncia é igual o PCC acusar o CV de tráfico.
 

x-eteano

Bam-bam-bam
Mensagens
4.867
Reações
5.704
Pontos
319
Mas e os 24 mil pra Michelle? Tem que explicar pra que foi essa grana e de onde veio? Vai falar que foi doação?
 

billpower

Power Poster
Mensagens
39.335
Reações
25.072
Pontos
989
Movimentar 1,2 milhão sendo assalariado não é normal.
Só que ele não é um assalariado. Ele ganha 21 mil reais no total. Ele pode ter acumulado 1.2 milhão facilmente em 10 anos e ter resolvido movimentar esse valor para alguma coisa. Acho algo de uma estupidez tremenda o cara fazer algo fora da lei de maneira tão estampada assim; usando sistema bancário nacional aberto. Bom, mas a investigação está aí e vamos ver aonde vai chegar.
 

vigi_lante

Habitué da casa
Mensagens
75
Reações
297
Pontos
64
Só que ele não é um assalariado. Ele ganha 21 mil reais no total. Ele pode ter acumulado 1.2 milhão facilmente em 10 anos e ter resolvido movimentar esse valor para alguma coisa. Acho algo de uma estupidez tremenda o cara fazer algo fora da lei de maneira tão estampada assim; usando sistema bancário nacional aberto. Bom, mas a investigação está aí e vamos ver aonde vai chegar.
Não viaje. Primeiro que ele não recebeu todo o salário atual dele durante os últimos 10 anos. E ainda que recebesse seria bem improvável que tenha conseguido economizar tanto. Segundo que o COAF relata diversas movimentações atípicas com aparente intuito de burlar o sistema de fiscalização, como por exemplo várias movimentações financeiras de 49 mil (a partir de 50 mil o banco é obrigado a informar ao COAF). Terceiro que ele é assessor de um político que exerce um cargo numa assembléia legislativa totalmente contaminada pela corrupção.

Quarto que existe um cheque de 24 mil na conta desse cara favorecendo nada menos do que a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Isso é gravíssimo.

Tem toda a cara de ser um laranja da família Bolsonaro tal como aquele Coronel Lima era do Temer.

E tudo isso partindo de um cara que se elegeu defendendo a moralidade.
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Só que ele não é um assalariado. Ele ganha 21 mil reais no total. Ele pode ter acumulado 1.2 milhão facilmente em 10 anos e ter resolvido movimentar esse valor para alguma coisa. Acho algo de uma estupidez tremenda o cara fazer algo fora da lei de maneira tão estampada assim; usando sistema bancário nacional aberto. Bom, mas a investigação está aí e vamos ver aonde vai chegar.
Primeiro que quem ganha isso não guarda isso tudo. Com certeza essa é a hipotese mais inocente.

Eu fiz campanha pro Bolsonaro e não quero passar pelo desgosto de isso aí não ser explicado.

Se o filho dele vier com não sei ou com essa justificativa ai que você propôs, vai se igualar no nivel de resposta ao canalha safado do Lula.
 

vigi_lante

Habitué da casa
Mensagens
75
Reações
297
Pontos
64
Primeiro que quem ganha isso não guarda isso tudo. Com certeza essa é a hipotese mais inocente.

Eu fiz campanha pro Bolsonaro e não quero passar pelo desgosto de isso aí não ser explicado.

Se o filho dele vier com não sei ou com essa justificativa ai que você propôs, vai se igualar no nivel de resposta ao canalha safado do Lula.
Prepare-se para o desgosto. Votei no Bolsonaro contra o PT e faria novamente, mas nunca alimentei grandes esperanças em relação a sua conduta.

Se isso fosse algo lícito daria pra explicar em 5 minutos. Agora farão de tudo pra colocar a culpa no tal assessor para que o presidente não seja contaminado, mas o esquema foi mal feito e apareceu um cheque de 24 mil para a primeira-dama (se fosse lícito já teriam explicado).

Espero que sirva de lição para que não fiquem colocando político em pedestal.
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Prepare-se para o desgosto. Votei no Bolsonaro contra o PT e faria novamente, mas nunca alimentei grandes esperanças em relação a sua conduta.

Se isso fosse algo lícito daria pra explicar em 5 minutos. Agora farão de tudo pra colocar a culpa no tal assessor para que o presidente não seja contaminado, mas o esquema foi mal feito e apareceu um cheque de 24 mil para a primeira-dama (se fosse lícito já teriam explicado).

Espero que sirva de lição para que não fiquem colocando político em pedestal.
Cara, então... Eu botei expectativa no Bolsonaro porque do outro lado era o Haddad comandado por um presidiário.

Aí o Bolsonaro bota o Moro no governo e o Moro vai comandar o COAF a pedido próprio.

Agora aparece um negócio desse que tem a primeira dama citada e o filho do presidente.

Puta merda. Eu detestaria estar na pele do Moro.
 

xDoom

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.920
Reações
117.653
Pontos
589
Vou destacar uma parte importante da matéria

"
Funcionários

Nem Flávio Bolsonaro nem o seu ex-motorista foram alvo da operação que prendeu dez deputados fluminenses, deflagrada no dia 8 de novembro. O Ministério Público Federal investiga o envolvimento dos parlamentares estaduais em um esquema de pagamento de “mensalinho” na Assembleia. "

O sujeito ganha 21k por mês, entretanto, é do estado que gera maior inveja em todo o mundo, então não boto a mão no fogo kkkkkkkkkkk
 

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Vou destacar uma parte importante da matéria

"
Funcionários

Nem Flávio Bolsonaro nem o seu ex-motorista foram alvo da operação que prendeu dez deputados fluminenses, deflagrada no dia 8 de novembro. O Ministério Público Federal investiga o envolvimento dos parlamentares estaduais em um esquema de pagamento de “mensalinho” na Assembleia. "

O sujeito ganha 21k por mês, entretanto, é do estado que gera maior inveja em todo o mundo, então não boto a mão no fogo kkkkkkkkkkk
No antagonista saiu que o Flávio Bolsonaro empregou também a esposa e as duas filhas do assessor.

Tudo isso é muito esquisito.
 

Alberon3

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
42.739
Reações
46.539
Pontos
924
Tomara que não seja nada demais, mas não por que eu goste do Bolsonaro, mas para não ressuscitar essa desgraça da Esquerda.
Vai ser nossa única chance de ter uma economia minimamente mais aberta e um mercado mais liberal.
Se esses caras falharem aí sim, estaremos definitivamente condenados e entregues nas mãos do PT.

Como eu falei antes, não se passou nenhum governo que não tivesse explodido um escândalo relacionado a corrupção, pelo visto não deixaram esse governo nem começar direito.
 

Vim do Futuro

Bam-bam-bam
Mensagens
7.354
Reações
27.811
Pontos
353
Segundo que o COAF relata diversas movimentações atípicas com aparente intuito de burlar o sistema de fiscalização, como por exemplo várias movimentações financeiras de 49 mil (a partir de 50 mil o banco é obrigado a informar ao COAF). Terceiro que ele é assessor de um político que exerce um cargo numa assembléia legislativa totalmente contaminada pela corrupção.
Tá errado, larva. O banco avisa sobre saques acima de 5.000,00. Daí o cara fez 10 saques de 4.900,00. Achando que fosse passar batido. Entendeu?

[QUOTE="vigi_lante, post: 16448201, member: 545"]Votei no Bolsonaro contra o PT e faria novamente, mas nunca alimentei grandes esperanças em relação a sua conduta.[/QUOTE]
Ah, tá.... Acredito em tudo que escrevem em fórum de jogos.

-----------------------------
Aproveitando, tem que investigar o assessor mesmo. Quem tem corrupto de estimação é petralha.
 

Gacrux

Usuário exemplar
VIP
Mensagens
21.719
Reações
44.003
Pontos
669
Deixa eu prever o futuro:

1. Aparece um fio de suspeita de algo de errado com o sobrenome Bolsonaro no meio.
2. Esquerdistas aparecem ensandecido gritando que mal conseguem segurar as pregas do cu, apontando o dedo para todo mundo e dizendo "TÁ VENDO, EU FALEI!!1!".
3. Tudo é esclarecido e não encontram nada de errado.
4. Esquerdistas somem como se nunca tivessem aparecido por aqui.
 

Ronin Ogun

Bam-bam-bam
Mensagens
8.912
Reações
6.419
Pontos
464
Pior não é nem ter problemas,mas a postura dele diante desses problemas,se ele jogar essa galera na fogueira,aí e tudo entei

Foda e que é filho e mulher dele envolvido,aí o buraco e mais embaixo

Enviado de meu SM-G920I usando o Tapatalk
E vai fazer o quê se realmente provarem a trapalhada?
Jogar o filho na fogueira e queimar a mulher junto?
Me parece que o COAF ficará sob os cuidados do Moro.
O que o PT faz é oposição. E ele não estará sozinho. Lembrem-se que tá um pega pra capar a liderança da câmara.
A força do Bozonaro também vem do frescor da vitória, mas no vamos ver tudo depende de negociatas com os partidos. Já era sabido que reformas não seriam fáceis e governo algum teria moleza, mas com os caras tropeçando nas próprias pernas e com suspeitas de corrupção antes do governo iniciar, vai ficar ainda mais difícil ainda. É filho falando isso, é outro filho fazendo aquilo.
 

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
14.388
Reações
50.068
Pontos
553
Porra, a primeira dama, segundo a reportagem, recebeu 24mil do assessor.

Isso é muito esquisito. Um cargo operacional movimentar essa grana.
Uau, 24 mil!
Que grana esquisita de ser movimentada.

Tomara que não descubram que dia desses recebi 30 mil e paguei reforma da casa que vou vender.

Os 1.2 milhões é dever de ser investigado.

Mas 24 mil, é zoeira, né?

Pra um acessor que recebe 20 mil de salário é como a gente, da OS, pagar 9 mil pra alguém.

Lula da palestras de 6 milhões que ninguém foi participar e neguinho defende até a morte.

Funcionário (cujo salário é em torno de 20 mil ao mês) deposita 24 mil na conta da madrasta do deputado (cuja renda familiar só com salário é superior a 100 mil) e é altamente suspeito?

Uhum... Beeeeeeem coerente.

Bom, de qualquer forma, vamos aguardar a resposta.

Edit: Putz, eu me peguei relativizando"E o Cunha?" Style. Sorry aí, moçada, ignorem a referência ao Lula, o resto é como eu disse. Esperar pra saber.

Mas que o PT, PTistas e isentões vai usar isso pra caramba, vão.
 
Ultima Edição:

guiracer

Bam-bam-bam
Mensagens
7.612
Reações
4.521
Pontos
434
Tem que explicar muito bem isso aí, o cheque de 24 mil reais é praticamente um salário do cara, se ele está 10 anos recebendo o que ele ganha, nada de demais.
1,2 Milhões não é nada impossível de se juntar com um salário desses, mas tem que ser investigado sim.
 

vigi_lante

Habitué da casa
Mensagens
75
Reações
297
Pontos
64
Uau, 24 mil!
Os 1.2 milhões é dever de ser investigado.

Mas 24 mil, é zoeira, né?
Não interessa que o valor seja de "apenas" 24 mil. O problema é que isso faz uma ligação direta entre um esquema bem suspeito e a primeira-dama.

Além do mais temos isso aqui...

https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/relatorio-da-coaf-cita-ex-servidora-de-bolsonaro/

"O relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que apontou transações atípicas do policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor do deputado estadual fluminense Flávio Bolsonaro (PSL), cita movimentações entre contas dele e de sua filha, Nathalia Melo de Queiroz.

Nathalia era, até o mês passado, assessora lotada no gabinete do deputado federal e agora presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). "



Espero que Bolsonaro não imite o Lula e diga que não sabia de nada.

Isso tudo é muito ruim porque o enfraquece politicamente e nesse momento é preciso de apoio para aprovar as reformas. E se ficar provado que até Bolsonaro é corrupto o povo perde as esperanças de vez e acaba elegendo novamente o PT e outras merdas.
 
Ultima Edição:

Malaquias Duro

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
13.224
Reações
47.850
Pontos
553
Uau, 24 mil!
Que grana esquisita de ser movimentada.

Tomara que não descubram que dia desses recebi 30 mil e paguei reforma da casa que vou vender.

Os 1.2 milhões é dever de ser investigado.

Mas 24 mil, é zoeira, né?

Pra um acessor que recebe 20 mil de salário é como a gente, da OS, pagar 9 mil pra alguém.

Lula da palestras de 6 milhões que ninguém foi participar e neguinho defende até a morte.

Funcionário (cujo salário é em torno de 20 mil ao mês) deposita 24 mil na conta da madrasta do deputado (cuja renda familiar só com salário é superior a 100 mil) e é altamente suspeito?

Uhum... Beeeeeeem coerente.

Bom, de qualquer forma, vamos aguardar a resposta.

Edit: Putz, eu me peguei relativizando"E o Cunha?" Style. Sorry aí, moçada, ignorem a referência ao Lula, o resto é como eu disse. Esperar pra saber.

Mas que o PT, PTistas e isentões vai usar isso pra caramba, vão.
Porra, Goris. Motorista que movimentou milhão transferir 24mil pra mulher de deputado pra você é ok?

Relativizar é coisa de petista.

Tudo isso tem que ser explicado sim.
 

Sgt. Kowalski

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
42.489
Reações
89.773
Pontos
989
Relatório do Coaf cita ex-servidora de Bolsonaro

Estadão Conteúdo
07/12/18 - 07h59
O relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que apontou transações atípicas do policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor do deputado estadual fluminense Flávio Bolsonaro (PSL), cita movimentações entre contas dele e de sua filha, Nathalia Melo de Queiroz.

Nathalia era, até o mês passado, assessora lotada no gabinete do deputado federal e agora presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Queiroz atuou como motorista e segurança de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O filho do presidente eleito vai assumir a partir do ano que vem uma cadeira no Senado.

Conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo, o relatório do Coaf aponta transações anormais em uma conta em nome de Queiroz. Por ela, o então assessor movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e o mesmo mês de 2017. Uma das transações é um cheque de R$ 24 mil destinado a futura primeira-dama Michele Bolsonaro.

Nathalia é citada em dois trechos do relatório. O documento não deixa claro os valores individuais das transferências entre ela e seu pai, mas junto ao nome de Nathalia está o valor total de R$ 84 mil. A filha do PM foi nomeada em dezembro de 2016 para trabalhar como secretária parlamentar no gabinete de Bolsonaro na Câmara. No dia 15 de outubro deste ano ela foi exonerada, mesma data em que seu pai deixou o gabinete de Flávio, na Alerj. Nathalia recebeu em setembro, pelo gabinete de Jair, um salário de R$ 10.088,42.

O documento do Coaf que mapeou, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), as movimentações financeiras dos servidores da Alerj, foi anexado na investigação que deu origem à Operação Furna da Onça, que levou à prisão 10 deputados estaduais do Rio.

O MPF divulgou nesta quinta-feira, 6, nota na qual afirma que o relatório foi espontaneamente difundido pelo Coaf em um processo de compartilhamento de informações entre os órgãos de investigação. “Como o relatório relaciona um número maior de pessoas, nem todos os nomes ali citados foram incluídos nas apurações, sobretudo porque nem todas as movimentações atípicas são, necessariamente, ilícitas”, afirmou o MPF.

Flávio Bolsonaro usou o Twitter nesta quinta para defender o ex-funcionário. “Fabricio Queiroz trabalhou comigo por mais de dez anos e sempre foi da minha confiança”, escreveu o filho do presidente eleito. “Nunca soube de algo que desabonasse sua conduta.” Queiroz disse que não iria se pronunciar. Nathalia não foi localizada. Procurado, o gabinete de Jair Bolsonaro não se manifestou.


O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), ingressou nesta quinta na procuradoria-geral da República com representação criminal pedindo para que seja instaurado procedimento de investigação para apurar “possíveis ilícitos criminais e administrativos” envolvendo o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e a futura primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
 
Topo