O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

DEATH STRANDING | PS4: out, PC: OUT | DF analisa versão PC [pg. 40]

MalleoBH

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.154
Reações
46.418
Pontos
574

Título: Death Stranding
Produtora: Sony Interactive Entertainment (SIE)
Desenvolvedora: Kojima Productions
Publishers: SIE (PS4), 505 Games (PC)
Plataformas: PS4 (08/11/2019) e PC (14/07/2020)
Staff:
Enredo, Game Desing, Produção e Direção:
Hideo Kojima
Personagens e Mechanical Desing: Yoji Shinkawa
Trilha sonora: Ludvig Forssell
Canções: Low Roar,Silent Poets e Chvrches


“A Hideo Kojima Game”

Death Stranding é o primeiro game após um período complicado na carreira profissional de seu criador, Hideo Kojima. Conhecido principalmente por seu trabalho na criação da série Metal Gear Solid e por fazer uma maior aproximação dos games com o cinema.

Kojima começou sua vida profissional na Konami, em 1986, e nela desenvolveu sua carreira e fama durante quase 30 anos. Lançou seu primeiro projeto, Metal Gear, em 1987 e desde então construiu uma carreira de ascensão na Konami chegando à vice-presidência da companhia e conquistando internamente um estúdio próprio, a Kojima Productions.
Mas em 2015, durante o conturbado desenvolvimento de Metal Gear Solid V, a relação de Kojima com a Konami estava extremamente desgastada e o game designer foi desligado da empresa em uma das maiores polêmicas da indústria.

Kojima se viu praticamente sem nada, mas conseguiu manter o registro de seu estúdio, a Kojima Productions, de forma independente. Era um recomeço profissional para o game designer.
Com toda a sua fama e reconhecimento Kojima recebeu várias propostas de diversas companhias do mundo inteiro. Mas acabou aceitando trabalhar com a Sony, empresa que ele já tinha um bom relacionamento durante seus anos na Konami. Recentemente ele falou sobre esse período:

“Criei jogos durante 30 anos, então sou confiante em fazer isso. Mas não tinha nada por onde começar. Foi do zero. Não tinha escritório, nem equipe, nem materiais ou coisas com que trabalhar, nem computadores. Pensei que tinha perdido tudo, mas descobri que tinha muitas conexões. Como o pessoal da Sony, como o Norman [Reedus], como o Geoff [Keighley]. Queria mesmo me reaproximar destas pessoas que achei que eram muito importantes.”

E assim o game designer conseguiu a possibilidade de trazer a vida o seu novo projeto inédito desde Metal Gear Solid, Death Stranding.


Uma colaboração Japão e Holanda

Com o investimento da Sony, a Kojima Productions, que fica em Tóquio, no Japão, começou a desenvolver o game. Só que eles não tinham mais uma engine própria para desenvolver seu projeto. E deixar a Kojima Productions criar uma nova engine, certamente, não estava nos planos da Sony. Foi aí que a Sony decidiu fazer um tour com o game designer por seus estúdios próprios na tentativa de encontrar a engine mais apropriada para o game que Kojima tinha em mente.

Kojima, acompanhado de Mark Cerny (arquiteto líder do PS4 e do vindouro PS5), visitou durante 10 dias os maiores estúdios de games da Sony pelo mundo, como a Media Molecule, a Naughty Dog e a Guerrilla Games, em busca de ferramentas e tecnologias de captura para seu game.

Foi na Guerrilla Games, estúdio da Sony que fica na Holanda, que Kojima recebeu um grande presente. O estúdio lhe cedeu a sua mais recente e potente engine, que havia sido usada no último grande game do estúdio, Horizon Zero Dawn. O diretor técnico da GG, Michiel van der Leeuw, disse à ocasião:

“Demos a ele a engine como demonstração da boa cidadania da Sony. Eles haviam perdido toda a sua tecnologia, seria rude não compartilhar.”

Assim, a Kojima Productions conseguiu a ferramenta de criação para Death Stranding.

Apesar de já ter sido usada em Horizon Zero Dawn, Killzone Shadow Fall e em outros games a engine não tinha um nome ainda. Foi na colaboração entre os dois estúdios que a engine recebeu seu nome, DECIMA Engine. O nome foi escolhido em homenagem à ilha japonesa Dejima, que foi usada como um porto de comércio entre Japão e Holanda durante o século 17.

Mesmo com o caráter compartilhado da engine, que já foi usada em outros projetos da Sony, essa parceria Guerrilla Games e Kojima Productions traz uma nova dimensão ao compartilhamento da ferramenta. Pela primeira a engine será vista no PC, já que Death Stranding também receberá uma versão para a plataforma na metade de 2020.








Uma sociedade fragmentada

Um fenômeno que com tempo passou a ser chamado de Death Stranding assolou o mundo onde causou a quase extinção da humanidade, transformou paisagens, trouxe uma chuva que acelera o tempo em tudo que ela toca, alterou a dinâmica da morte e deixou a sociedade fragmentada, isolada e desconectada.
É nesse cenário que o jogo lhe dá controle a Sam, um simples entregador que acaba recebendo como missão reconectar pessoas e cidades, do que antes eram os Estados Unidos da América, na tentativa de encontrar uma maneira de salvar a humanidade de sua destruição.

Em seu percurso, Sam enfrentará uma série de perigos, como as criaturas da dimensão dos mortos, os BT’s; grupos de bandidos que querem roubar as cargas que Sam transporta, os Mulas; grupos separatistas terroristas que não concordam com a ideologia de reconectar a sociedade, os Homo Demens; a estranha chuva que acelera a passagem de tempo em tudo que toca, a Timefall; e até mesmo os belos cenários são obstáculos e perigos para o avanço de Sam.


“O outro lado”

Uma das consequências do efeito Death Stranding foi juntar o mundo dos vivos com o mundo dos mortos. Criaturas do mundo dos mortos (“outro lado”) invadiram o mundo dos vivos. Essas criaturas são conhecidas como BT’s, elas dragam suas vítimas para “o outro lado” transformando-as em novos BT’s.
Aqueles que morrem no mundo do vivo também viram BT’s 48 horas após a sua morte.


Personagens e elenco


Kojima é muito conhecido por fazer uma enorme ligação entre jogos e cinema. E não esconde sua enorme paixão pela sétima arte. Ele sempre flertou com Hollywood em seus games e sempre deu muita importância aos atores e dubladores que participam de seus jogos.

Kojima conseguiu em Death Stranding estreitar ainda mais sua relação com o cinema trazendo um elenco com nomes de peso em Hollywood para interpretar os personagens principais de seu novo projeto:

Sam Porter Bridges / Imagem e voz: Norman Reedus


O personagem principal do game é Sam, que é interpretado por Norman Reedus, ator muito conhecido por seu papel na série The Walking Dead. Normam Reedus foi trazido por Kojima de seu último projeto cancelado na Konami, o terror Sillent Hills.

Sam Porter Bridges é um simples entregador, mas muito conhecido por suas habilidades em fazer entregas. Possui Dooms, habilidade especial que o permite sentir a presença de BT’s. Sam carrega traumas pessoais e tem alguma relação desconhecida com a última presidente dos Estados Unidos da América, Bridget.
De certa forma Sam é convencido a unir se à Bridges – organização fundada com o propósito de reconectar as cidades da América – e parte em sua jornada de leste a oeste do país reconectando cidades à rede quiral para reestabelecer a UCA (United Cities of America) e resgatar a filha da presidente, Emelie, que está sendo mantida refém em uma cidade a oeste do país.

Bridget / Imagem e voz: Lindsay Wagner (atual)


Bridget é interpretada pela atriz Lindsay Wagner, mais conhecida por seu papel na série A Mulher Biônica. Lindsay Wagner hoje tem 70 anos de idade.

Lindsay Wagner interpreta a personagem Bridget, última presidente dos EUA e líder da organização Bridges. Ela é mãe de Amelie e pede a Sam em seu leito de morte que ajude a resgatar sua filha sequestrada e traga-a de volta para ser a nova presidente e dar continuidade a seu trabalho de reunir as cidades.

Amelie / Imagem: Lindsay Wagner (anos 1970), voz: Emily O'brien


Amelie tem a aparência da atriz Lindsay Wagner em sua juventude, nos anos 1970, quando interpretava uma ciborgue no seriado A Mulher Biônica. Tem voz da atriz Emily O’brien.

Amelie é filha da presidente Brigdet. Tem uma condição única, ela não envelhece há 10 anos. Devido ao Death Stranding e a nova dinâmica da morte seu corpo está encalhado na praia no outro lado, no mundo dos mortos. Não se sabe como ela se manifesta e tem presença no mundo dos vivos.

Amelie guiou uma expedição ao oeste há três anos reconectando as cidades do país para formar a UCA, mas falhou e foi capturada. É mantida refém em Edge Knot City no oeste do país pelos Homo Demens.

Sam sai em busca dela em sua jornada de reconectar o país e traze-la de volta para suceder sua mãe na presidência do país e continuar o legado de Bridget.

Cliff / Imagem e voz: Mads Mikkelsen


Interpretado por Mad Mikkelsen, certamente o maior nome do elenco, o ator já trabalhou em diversos filmes como 007, Star Wars: Rouge One e diversos filmes independentes.

Mads interpreta o personagem Cliff. Possível antagonista do game. Muito pouco se sabe sobre ele. Tem uma relação desconhecida com o Bridge Baby e sempre é relacionado a guerras. Já apareceu em cenários “do outro lado” durante as duas grandes Guerras e na Guerra do Vietnã. Cliff comanda um grupo de soldados caveiras do “outro lado”.

Fragile / Imagem e voz: Léa Seydoux


Fragile é interpretada pela atriz francesa Léa Seydoux, que ganhou notoriedade ao participar do filme Azul é a Cor Mais Quente.

Fragile também faz entregas Fragile Express, empresa de sua família. É uma aliada de Sam e pouco sabemos sobre sua história. Kojima a fez inspirada na personagem Mary Poppins, por isso seu guarda-chuva.

Mama / Imagem e voz: Margaret Qualley


Interpretada por Margaret Qualley, que foi vista recentemente em Era uma Vez em... Hollywood de Quentin Tarantino.

Mama faz parte da Bridges. Também se sabe pouco dela. Tem conectado a ela, por um cordão umbilical, uma criatura BT, sua filha que nasceu do outro lado.

Higgs / Imagem e voz: Troy Baker


Higgs é interpretado por Troy Baker. Geralmente o ator empresta somente sua voz e captura de movimentos para personagens nos games, mas em Death Stranding Kojima decidiu usar também sua imagem para representar seu personagem.

Higgs é outro antagonista do game e faz parte de um grupo separatista chamado Homo Demens. Os Homo Demens seguem uma ideologia e são contra a reconexão do país.
Higgs tem uma boa conexão com o outro lado e consegue invocar a Timefall e criaturas do outro lado. Estará no encalço de Sam para impedi-lo de reconectar a sociedade.

Die-Hardman / Imagem e voz: Tommie Earl Jenkins


Interpretado pelo ator Tommie Earl Jenkins, mais conhecido pelo seu papel na TV em Go Jetters.

Die-Hardman também é um membro da Bridges, parece ser mais diplomata e bastante fiel à organização. É dito como chefe de Sam na Bridges, mas pouco também se sabe sobre sua história.

Deadman / Imagem: Guillermo del Toro (convidado especial), Voz: Jesse Corti


O cineasta Guillermo del Toro, conhecido por obras como O labirinto do Fauno e o mais recente A forma da Água é amigo do Kojima e tinham uma parceria para fazerem o game Sillent Hills antes do projeto ser cancelado e o Kojima despedido da Konami. Aqui ele empresta sua imagem para um personagem do game, mas a dublagem ficou a cargo de outro ator, Jesse Corti.

Deadman faz parte dos membros da Bridges e parece ser um personagem de suporte. Tem bastante conhecimento sobre os BB's. Pouco também se sabe sobre sua história.

Heartman / Imagem: Nicolas Winding Refn (convidado especial), Voz: Darren Jacobs


Aqui outro cineasta empresta sua imagem a um personagem, Nicolas Winding Refn é o diretor dinamarquês mais conhecido por dirigir o filme Drive.

Heartman é uma cientista afiliado a Bridges. Possui uma peculiaridade: ele morre a cada 21 minutos e é enviado ao mundo dos mortos onde passa 3 minutos em busca de sua família. Depois desses 3 minutos um dispositivo conectado ao seu coração o traz de volta para mais um ciclo de 21 minutos de vida.

Bridge Baby (BB)



O bebê que Sam carrega em sua jornada serve como ponte para o mundo dos mortos. É também através dele que Sam consegue enxergar os BT’s no mundo dos vivos.
BB’s são retirados do ventre de suas mães que estão com morte cerebral. São mantidos em pods que simulam o útero materno para manter a ilusão de que ainda estão lá. Mas essa ilusão é temporária, então é preciso sincroniza-los periodicamente, via a rede quiral, com os corpos de suas mães que são mantidos em Capital Knot City. BB’s são considerados equipamentos e nenhum deles ficou em serviço por mais de um ano.


Gameplay e exploração

O core principal do gameplay de Death stranding é mesmo fazer entregas pelo mapa aberto dos Estados Unidos reconectando bases e cidades à rede quiral.
Só que o controle e o deslocamento do nosso personagem não é tão simples como em outros jogos. Sam possui toda uma física em seu deslocamento de carregar suas entregas. E o ambiente é seu maior adversário.

Sam precisa manter o equilíbrio a se deslocar, e para isso é preciso que a disposição de sua carga esteja disposta de forma correta a fornecer um centro de gravidade central para que ele não penda para algum lado. Às vezes será preciso usar os botões L2 e R2 durante as caminhadas para acertar o equilíbrio de seu caminhar.


Pedras pelo caminho são obstáculos que podem fazer Sam tropeçar e cair danificando a carga e comprometendo em certo ponto o resultado de sua missão, já que uma carga entregue sem danos gera uma pontuação maior na missão do que uma carga entregue danificada.

Os belos cenários do jogo porem são seus maiores obstáculos em sua travessia. Um rio mais fundo e largo ou elevações são convites fáceis para perder a sua carga. Ao receber uma missão você pode criar uma rota utilizando o mini mapa do game. Ao escolher essa rota é bom considerar a geografia do lugar para evitar obstáculos aos quais você ainda não tem equipamentos suficientes para transpor, caso contrario, terá que contornar esses obstáculos fazendo sua entregar demorar mais tempo ainda.

Sam conta com algumas ferramentas que auxiliam no seu deslocamento e exploração do mundo. Tem escadas que servem para alcançar lugares mais altos, ou até mesmo usadas como pontes para atravessar rios e fendas. Cordas para descer ou subir de penhascos. Motos para carregar e atravessar o cenário. E com o avançar no game novas ferramentas e meios de transportar sua carga vão surgindo fazendo com que as travessias fiquem menos demoradas e cansativas.

Além dos obstáculos naturais há também os osbstáculos humanos e sobre naturais. Pelos cenários há bases de Mulas, humanos que também estão no mundo, mas com o objetivo de roubar suas cargas. Fica a critério do jogador enfrenta-los ou desviar dessas bases. As ameaças sobre naturais vem na forma dos BT’s, criaturas do “outro lado” que tentarão te levar para o mundos dos mortos. Só que os BT’s surgem com a Timefall, que danifica suas cargas, logo fugir o mais rápido possível é recomendado.

Sam carrega um braço mecânico, Odradek, que se conecta ao BB possibilitando que ele tenha uma avaliação do terreno em que vai atravessar e permite também que Sam veja os BT’s no cenário e possa evita-los.




Combates

O combate em Death Stranding não é o elemento principal de seu gameplay. Você tem combates sim, mas muitas vezes o melhor a fazer é evita-los.
Sam enfrenta duas ameaças em combate: os Mulas e os BT’s.

Contra os Mulas Sam possui em seu arsenal armas letais e armas não-letais. Só que armas letais nesse mundo não são muito recomendadas, já que ao matar um humano e deixar seu corpo ali uma cratera surgirá ou você terá que carregar o corpo até um incinerador mais próximo. Uma abordagem mais stealth ou não letal é mais recomenda contra os Mulas para poder atordoa-los e saquear suas cargas.

Contra os BT’s de início é preciso uma abordagem stealth para ultrapassar a regiões com eles sem ser notado. Mas ao ser detectado e agarrado por essas criaturas você é arrastado para uma região e o cenário é inundado pelo liquido preto e uma criatura do “outro lado” será invocada. O combate com essas criaturas é utilizando granadas e armas com munição de sangue e dejetos do Sam.

Ao morrer Sam é transportado a uma outra dimensão e ao encontrar seu corpo nessa dimensão Sam volta a vida, mas ao retornar uma cratera surgirá no cenário.





Multiplayer

Death Stranding tem um componente online com base na cooperação entre os jogadores.

Ao explorar uma região que não foi conectada a rede quiral ainda o jogador só contará com as ferramentas que tem em sua carga para o avanço nessa região. Mas uma vez conectado essa região a rede quiral surgirá no cenário ferramentas, meios de transporte e criações deixadas por outros jogadores que alterarão o mundo e facilitarão sua exploração e travessia dessa região.

Ferramentas que você deixou no mundo também poderão ser usadas por outros jogadores caso ela receba muitas curtidas ou dure muito tempo no cenário sem o efeito da Timefall a destruir.
Durante as batalhas com criaturas do “outro mundo” o jogador poderá também solicitar a ajuda de outros jogadores que o auxiliarão com o fornecimento de itens que ajudarão na batalha.

Jogar off-line é também uma opção, mas deixa a exploração e travessia muito mais difícil e demorada.





Trailers (Legendados)

Revelação (E3 2016):




Teaser Trailer (TGA 2017):


Teaser Trailer (E3 2018):


Trailer data de lançamento:


Trailer personagem Heartman:

Trailer personagem Mama:


Trailer personagens Deadman e BB:


Trailer Preppers e Gameplay (Gamescom 2019):


Trailer Briefing:



Trailer de lançamento (não legendado):


Reviews:

https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads/death-stranding-reviews-mc-85.553469/

MC: https://www.metacritic.com/game/playstation-4/death-stranding
 
Ultima Edição:


gamermaniacow

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
40.035
Reações
41.827
Pontos
932
Bom tópico. O de review virou a área radioativa de Chernobyl e o outro que tava abandonado sempre aparece um chatão.

Espero que esse sirva para aqueles que vão jogar de fato compartilhar o que estão achando do jogo (Pode parecer meio absurdo para alguns usuários essa ideia).
 

GuybrushBR

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
4.256
Reações
7.756
Pontos
303
Bom tópico. O de review virou a área radioativa de Chernobyl e o outro que tava abandonado sempre aparece um chatão.

Espero que esse sirva para aqueles que vão jogar de fato compartilhar o que estão achando do jogo (Pode parecer meio absurdo para alguns usuários essa ideia).
Eu acho que não importam o tópico que façam, o jogo será sempre o mesmo...

Mas vc está certo, pra quem curtiu o jogo deve estar odiando tanta trollagens.
 

Lemarchand's box

Zima Blue
VIP
Mensagens
13.101
Reações
21.699
Pontos
553
Não pego esse mês porque vai estar custando caro, mas tento pegar em Dezembro. Os comentários sobre ser tedioso me desanimam, mas vou jogar devido a beleza gráfica que o jogo parece ter, fora esse elenco cinematográfico de peso. Como o Kojima é fã de filmes, imagino que o foco vá ser a históia, a narrativa, de alguma forma. Como adoro cinema, posso até curtir, caso a jogabilidade seja do meu agrado.

É aguardar. Vi pouco do jogo, até então, quanto a teorias, enredo, batalhas e tal. Devo me surpreender em alguns aspectos. Vai ser um tiro no escuro.
 


Pal3stin0

Bam-bam-bam
Mensagens
1.354
Reações
1.082
Pontos
229
Aguardando para iniciar as entregas! Para quem fez pre-order digital, amanhã (6) devem liberar o download. Mesmo com o pouco tempo que tenho para jogar, quero aproveitar ao máximo.
 

GuybrushBR

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
4.256
Reações
7.756
Pontos
303
Aguardando para iniciar as entregas! Para quem fez pre-order digital, amanhã (6) devem liberar o download. Mesmo com o pouco tempo que tenho para jogar, quero aproveitar ao máximo.
Entregas do jogo ou as entregas DENTRO do jogo?
 

RareHero

Bam-bam-bam
Mensagens
9.734
Reações
24.616
Pontos
363
Ótimo T.O., o outro tava foda para atualizar, esse tá bem organizado, com todas as infos, valeu pelo esforço MalleoBH.
 

DouglaSPFC

Bam-bam-bam
Mensagens
2.427
Reações
3.696
Pontos
314
Excelente, primeiro teve meu curtir e minha participação no tópico, para agora eu ler ele com o devido cuidado.
Parabéns pelo esmero em trazer tanto conteúdo sobre o jogo mais comentado da Outer Space dos últimos anos.
 
Ultima Edição:

King Macbeth

Veterano
Mensagens
815
Reações
827
Pontos
128
alguém sabe quando a amazon começa a enviar os jogos pra quem pagou pra receber no dia 8?

eu imaginava que a essa altura já estaria no correios
 

Bat_The

Veterano
Mensagens
720
Reações
706
Pontos
143
Ele lança dia 08/11 ás 00:00 em ponto ou, tipo 01:00 A.M?

Já vou me preparar para uma maratona de sexta a domingo. xD
 

The Mission

Bam-bam-bam
Mensagens
4.083
Reações
9.290
Pontos
304
Achei interessante o envolvimento de ambos Del Toro e Refn no jogo. São cineastas fodas e não sei se é pq sou fã dos caras, mas consegui enxergar um pouco da estética dos dois no enredo e na apresentação do game.

A pegada da história meio surrealista meio realismo mágico me lembrou muito um filme do Nicolas Refn, Only God Forgives. E tenho certeza que vão ter várias coisas que lembram Drive, Neon Demon, etc também.
 

Hitmanbadass

You can't handle the truth!
VIP
Mensagens
14.907
Reações
23.696
Pontos
614
Rapaz é o diretor do Drive ali kkkk que loucura!
Adoro esse filme.

Estou re-terminando Diablo3 após o anuncio e depois, talvez, eu de uma chance a DS dependendo do que a galera aqui for dizendo.
 

MalleoBH

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.154
Reações
46.418
Pontos
574
Queria jogar no primeiro dia, mas acho que o Submarino não vai entregar a tempo.
Até pensei em pegar digital, mas na PStore o preço desanima. R$80,00 a mais do preço que paguei no Submarino na mídia física.

Estou doido para ver esses cenários. A DF está bem empolgada com o jogo.
 

EliteFoxx

Veterano
Mensagens
764
Reações
287
Pontos
134
Ótimo tópico! Agora torcer pra Americanas mandar meu jogo o mais rápido possível, mas vide o feriado acho que só dia 18 mesmo.
 

MalleoBH

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.154
Reações
46.418
Pontos
574
Criando conexões:



E parece que aproveitaram a grande quantidade de cópias liberadas para review para testar o game e fazer ajustes:

Death Stranding Update 1.03 Patch Notes
  • Multiple problems fixed
  • Game balance adjustments
  • Translation quality improvements
  • Updated save data version
    Save data created in version 1.03 cannot be used with an earlier version.
 

Skyloft

Smelly cat
VIP
GOLD
Mensagens
13.421
Reações
32.025
Pontos
584
Tópico com a qualidade @MalleoBH

Tapa na cara dos farmadores de likes, que vão correndo logo no anúncio de algum game relevante pra botar um vídeo no OP e chamar o lixo de "tópico oficial", impedindo com isso que outros users façam tópicos melhores e merecedores de tal título.

Parabéns pelo trampo! Torcendo agora pra moderação ficar de olho com as figurinhas de sempre, pra que não estraguem um TO tão foda assim.
 

Champion

Bam-bam-bam
Mensagens
12.881
Reações
9.731
Pontos
474
Show de bola mesmo, eu tô com muito jogo na fila ainda, mas até o começo do ano devo pegar, assim posso pegar mais barato, mas vou acompanhando as infos do pessoal que for jogando.
 

ValenS

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
9.599
Reações
7.462
Pontos
424
Sony Mercado Livre ainda não enviou minha steelbook, já sei que não jogarei dayone :kzangado
 

Paiva :)

Ei mãe, 500 pontos!
GOLD
Mensagens
13.993
Reações
28.563
Pontos
649
Aliás, alguém viu o povo comentando sobre o projeto de tradução BR? Se ficou bom?
 

MalleoBH

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
27.154
Reações
46.418
Pontos
574
Aliás, alguém viu o povo comentando sobre o projeto de tradução BR? Se ficou bom?
No início desse Review tem uma parte em português.


Mas não assisti muito desse Review depois.
Em outros reviews brasileiros dá para pegar outras partes, mas não dá para fugir da sensação que aquele áudio foi encaixado posteriormente, diferente da dublagem original.

E cuidado com reviews nacionais, são os que mais dão spoilers, mesmo que indiretamente.
 
Topo