O que há de Novo?
  • Anunciando os planos GOLD no Fórum Outer Space
    Visitante, agora você pode ajudar o Fórum Outer Space e receber alguns recursos exclusivos, incluindo navegação sem anúncios e dois temas exclusivos. Veja os detalhes aqui.

[Filosofando] Cigarro deveria ser proibido?

Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.713
Reações
76.055
Pontos
553
Bom, eu estava numa discussão com uma pessoa adepta da proibição de quem não se vacinou de poder trabalhar ou até frequentar o comércio.

A pessoa - fumante - disse que essas pessoas estão intencionalmente se expondo ao risco de pegar Coronavirus, causando uso de recursos da saúde e causando males a outras pessoas.

Na hora que falei do cigarro, que deveria ser igualmente proibido, ela pulou para o veja bem e acabou tendo que sair.

Mas a questão me encantou.

O que vocês acham?

Pessoas que intencionalmente fazem coisas que podem lhes fazer mal, deveriam ser proibidas? Defensor de cigarro e outras drogas, que acha que quem não se vacina tem que ser excluído da vida social, são hipócritas?

Qual sua opinião?

PS: Não estou fazendo juizo de valor se cigarro é bom ou ruim (é ruim) mas do direito de quem quer fumar poder fumar se assim o quiser.
 


Grief

Bam-bam-bam
Mensagens
986
Reações
3.085
Pontos
268
Cigarro é uma das piores merdas já inventadas mas não acho que o governo tem o direito de dizer o que as pessoas devem fazer em relação à vida privada das mesmas.
No máximo poderiam fazer algum tipo de campanha desencorajando o consumo do cigarro, nada além disso.
 

Hitmanbadass

You can't handle the truth!
VIP
Mensagens
17.043
Reações
30.523
Pontos
614
Eu acho eu o estado deve legislar para o próprio bem das pessoas pois não existe liberdade absoluta.

Cigarro afeta apenas ela mesma, mas é ruim, tem que proibir.

Uma pessoa HIV Positivo, por exemplo, deve ser impedida de ir a qualquer evento que possa terminar em sexo já que pode estar bêbada e não falar que tem o vírus.

Cada escolha é uma renúncia.
 

Hellskah

Bam-bam-bam
Mensagens
6.336
Reações
13.590
Pontos
394
Sociedade não consegue conter bebidas, cigarros, drogas ou doenças...
 

João Ninguém

Bam-bam-bam
Mensagens
1.313
Reações
2.235
Pontos
268
dá pra puxar esse tipo de argumentação sim, entretanto em diferentes intensidades. visto que a questão do corona ocorre em maior número e maior urgencia.

a obrigação à vacinação é essencialmente um argumento que subordina o individuo ao bem estar coletivo. usando a mesma lógica, porém com intensidade diferente, também se aplica ao fumante, visto que muito provavelmente ele precisará de assistencia médica (devido ao seu vicio), podendo tirar o leito de uma pessoa que realmente precisa. tbm pode o estado, que controla o SUS, usar do argumento de que há muitos gastos com saúde devido aos fumantes e tentar uma proibição/super taxação/regulamentação.

mas aí que mora o perigo, ao meu ver. a partir do momento que o estado controla a saúde, ele consegue argumentar sempre em prol do bem social e usar disso para torar suas liberdades individuais. como o exemplo do cigarro acima. entretanto isso vai além, podendo ser usado argumentos para super taxar bebidas alcoolicas ou fast foods, por exemplo. até mesmo sua proibição. meio perigoso, ao meu ver, mas vai de cada um.

na minha opinião, porra nenhuma disso deve ser proibida. liberdade individual acima de tudo. maluco quer encher a cara e fumar? que o faça. direito dele.

sobre hipocrisia, acho que pode ser considerado sim, mesmo que ocorra com intensidade e urgencia diferentes. pq ambos os argumentos, ao meu ver, possuem a mesma essencia de tolher um tanto a liberdade individual para melhorar o bem estar social. ademais, usam o mesmo meio para sustentar sua argumentação, que é a saúde pública.
 


Goris

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
21.713
Reações
76.055
Pontos
553
@Goris vc pegou essa pessoa na virada kkkkkk deixou ela sem argumentos hahahaha
dá pra puxar esse tipo de argumentação sim, entretanto em diferentes intensidades. visto que a questão do corona ocorre em maior número e maior urgencia.

a obrigação à vacinação é essencialmente um argumento que subordina o individuo ao bem estar coletivo. usando a mesma lógica, porém com intensidade diferente, também se aplica ao fumante, visto que muito provavelmente ele precisará de assistencia médica (devido ao seu vicio), podendo tirar o leito de uma pessoa que realmente precisa. tbm pode o estado, que controla o SUS, usar do argumento de que há muitos gastos com saúde devido aos fumantes e tentar uma proibição/super taxação/regulamentação.

mas aí que mora o perigo, ao meu ver. a partir do momento que o estado controla a saúde, ele consegue argumentar sempre em prol do bem social e usar disso para torar suas liberdades individuais. como o exemplo do cigarro acima. entretanto isso vai além, podendo ser usado argumentos para super taxar bebidas alcoolicas ou fast foods, por exemplo. até mesmo sua proibição. meio perigoso, ao meu ver, mas vai de cada um.

na minha opinião, porra nenhuma disso deve ser proibida. liberdade individual acima de tudo. maluco quer encher a cara e fumar? que o faça. direito dele.

sobre hipocrisia, acho que pode ser considerado sim, mesmo que ocorra com intensidade e urgencia diferentes. pq ambos os argumentos, ao meu ver, possuem a mesma essencia de tolher um tanto a liberdade individual para melhorar o bem estar social. ademais, usam o mesmo meio para sustentar sua argumentação, que é a saúde pública.
Bom, meu pai morreu se câncer na garganta, fumante inveterado. Outro tio morreu ano passado, câncer e fumante inveterado também...

Então, eu - pessoalmente - não gosto de drogas.

Mas o foco mesmo foi no que o João falou. Se devemos proibir pessoas de interagirem porque elas podem causar males a si mesmo que influenciarao outros (tipo alguém com covid pra não se vacinar ou uma vítima de câncer por fumar), logo tudo teria que ser proibido.

Eu acho eu o estado deve legislar para o próprio bem das pessoas pois não existe liberdade absoluta.

Cigarro afeta apenas ela mesma, mas é ruim, tem que proibir.

Uma pessoa HIV Positivo, por exemplo, deve ser impedida de ir a qualquer evento que possa terminar em sexo já que pode estar bêbada e não falar que tem o vírus.

Cada escolha é uma renúncia.
Na verdade, minha mãe teve uma prima que morreu de câncer, o marido fumou a vida toda, mas ela era fumante passiva.

Na teoria, outras pessoas podem ser afetadas também.

Lembrando que meu foco é na questão de "até onde uma escolha pessoal deve ser proibida em nome de um suposto bem coletivo?" e "Quem defende uma proibição por isso mas também defende a liberdade de outra coisa apesar do mesmo problema, é hipócrita ou apenas nunca pensou no caso? E, tendo pensado, teria que mudar?
 

Freddie Mercury

Bohemian Rhapsody
VIP
Mensagens
959
Reações
2.700
Pontos
258
Não sou fumante mas acho que não deve ser proibido não. Seria o mesmo que proibir bebidas, que assim como o cigarro foi no passado é uma coisa social e dependendo da dose também faz mal.

O que poderia ser feito já foi feito, os efeitos que poderiam afetar o próximo para o cigarro: fumar em locais fechados, e para as bebidas: não dirigir, não trabalhar, etc, já estão na lei.
 

colher

Bam-bam-bam
GOLD
Mensagens
2.993
Reações
8.286
Pontos
314
Mas o cigarro e o álcool só são legalizados por uma vista grossa da sociedade. A maconha não segue o mesmo caminho apenas pela validação da "guerra contra as drogas". Todos os três podem causar problemas tanto para o usuário quanto para quem está ao seu redor.

No fim, não é uma comparação correta por esse simples motivo.
 

Boost

Bam-bam-bam
Mensagens
2.995
Reações
3.156
Pontos
314
Bom, eu estava numa discussão com uma pessoa adepta da proibição de quem não se vacinou de poder trabalhar ou até frequentar o comércio.

A pessoa - fumante - disse que essas pessoas estão intencionalmente se expondo ao risco de pegar Coronavirus, causando uso de recursos da saúde e causando males a outras pessoas.

Na hora que falei do cigarro, que deveria ser igualmente proibido, ela pulou para o veja bem e acabou tendo que sair.

Mas a questão me encantou.

O que vocês acham?

Pessoas que intencionalmente fazem coisas que podem lhes fazer mal, deveriam ser proibidas? Defensor de cigarro e outras drogas, que acha que quem não se vacina tem que ser excluído da vida social, são hipócritas?

Qual sua opinião?

PS: Não estou fazendo juizo de valor se cigarro é bom ou ruim (é ruim) mas do direito de quem quer fumar poder fumar se assim o quiser.
Assim como acho que vacina contra a civis não deve ser obrigatória para adultos (para adolescentes e crianças acho que deve), tbm acho que cigarro não deve ser proibido para adultos. O governo não pode ser intrometer na vida do cidadão, se ele quer fazer escolhas ruins, essas escolhas devem ser respeitadas.
Agora eu tbm acho que as pessoas que fazem escolhas ruins tem que arcar com as consequências de suas ações.
Se um estabelecimento não quer que pessoas fumem dentro dele para não prejudicar os outros, eu aprovo. A mesma coisa acontece se uma empresa ou estabelecimento não quer que alguém não vacinado adentre seu estabelecimento ou trabalhe para ele, tbm concordo com isso.
O grande problema que eu vejo com os não vacinados é que eles querem ter toda a liberdade de não tomar vacinas, mas não querem respeitar a liberdade de outras pessoas interagirem com elas por causa dessa escolhas.
 

DanielMF

Bam-bam-bam
Mensagens
5.610
Reações
9.959
Pontos
338
A comparação seria válida quando era permitido fumar dentro dos estabelecimentos.

A exposição ao ar livre ainda é irritante, eu particularmente tenho um ódio mortal disso, de pessoas que não se importam de jogar fumaça nos outros ao invés de procurar um canto isolado. Mas não tem como proibir sendo que é perfeitamente possível o sujeito fumar e garantir que não vai prejudicar ninguém (diretamente com o cigarro).

Já quem não se vacina, não pode garantir nada. Além de frequentar todo tipo de ambiente de forma irrestrita, independentemente de grau de risco (se não tiver nenhuma proibição).

A questão do atendimento público, se olhar de maneira isolada aí não teria limite para as proibições. Comida/bebida que faz mal, sedentarismo, qualquer vício e etc, seriam todos motivos de proibição. É inviável.

Mas se olhar para o sistema como um todo, aí a lógica desse raciocínio muda. O coronavírus sem vacina (e outras medidas) simplesmente colapsa qualquer sistema de saúde. Então se o país tem muita gente não vacinada, tá fodido. Vai sofrer um forte impacto econômico, social e em vidas, em toda onda de covid (como está acontecendo em certos países na Europa).

Se a obrigatoriedade é o melhor caminho eu não sei. Mas a comparação é diferente nesses dois aspectos, tanto diretamente em relação a exposição de terceiros, quando em relação ao sistema de saúde.
 

ysuran

Bam-bam-bam
Mensagens
3.881
Reações
4.695
Pontos
344
Odeio cigarro e por mim se fosse resolver poderia proibir sem dó, mas a realidade é que não iria mudar muito, hoje a maior parte do cigarro consumido no Brasil vem do contrabando, classe baixa brasileira de toda forma já não consegue mais consumir o cigarro brasileiro devido a alta carga tributária, ai em vez de diminuir o consumo que era o objetivo da tributação, eles vão para o cigarro paraguaio de qualidade inferior e que trás mais malefícios ao usuário.
 

Darkx1

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
25.873
Reações
59.175
Pontos
544
Um dia eu espero que estudem as razões do medo patológico de alguns com uma simples agulhada, sinceramente...
 

Venn

Supra-sumo
Mensagens
1.086
Reações
1.847
Pontos
178
A ação do Estado sempre será questão de reflexões. Pois estamos terceirizando a alguém o poder de criar proibições e permissões sobre nós mesmos. O ponto da reflexão é onde fica a linha que separa os poderes do Estado, e onde fica a autonomia dos cidadãos.

Nessa mesma linha de reflexão, também deveriam ser frutos de proibições veículos movidos a combustíveis tradicionais, visto os males que causam ao ambiente e à saúde das pessoas, e ao fato de haver tecnologia e alternativas diferentes pra combustível.

O problema é que o Estado, uma vez formado, passa a ter próprios interesses. É um organismo vivo que, como qualquer humano, prioriza a própria sobrevivência antes de qualquer outra coisa. Há indústrias gigantes aí contribuindo, direta e indiretamente, pra sobrevivência do Estado.
 

bushi_snake

Bam-bam-bam
Mensagens
10.828
Reações
8.630
Pontos
469
No geral? Não.

A pessoa deve ser livre pra fazer o que quiser, até se ferrar...

Agora no seu contexto ai faz muito sentido. Ai eu proibiria sim, pois é pura hipocrisia um fumante meter o dedo em "saúde".

E pra galera que não sacou o comparativo do Goris, já passaram do "falta de interpretação", direto pro "Joke>>>>>>>>>you".

Mas não esquenta, acende um cigarro sem máscara que desestressa.... (com vacina ou não)
 

Venn

Supra-sumo
Mensagens
1.086
Reações
1.847
Pontos
178
Em tempo, a comparação entre vacina e cigarro são desproporcionais, visto que o cigarro afeta ao fumante, exclusivamente, ou ao fumante passivo (aquele que está próximo de quem fuma).

Mas, por ser visível e detectável pelo cheiro, qualquer um pode se afastar de um fumante, bem como há regras em todos os lugares sobre proibição de fumantes. Assim, só fica ao lado de um fumante "quem quer".

Vírus você não enxerga, não cheira, não sente. O infectado não sabe que está lá, exceto quando os sintomas aparecem. Não dá o livre-arbítrio às pessoas de "escolherem se infectar, ou não".

Fora que, pra que a imunização seja real, é necessário um elevado percentual de pessoas imunizadas. Pra ser 100% correto, deveria ocorrer uma votação pra ver a opinião das pessoas quanto a esse passaporte da vacina.
 

Dark Texugo

Bam-bam-bam
Mensagens
3.418
Reações
4.927
Pontos
303
Em tempo, a comparação entre vacina e cigarro são desproporcionais, visto que o cigarro afeta ao fumante, exclusivamente, ou ao fumante passivo (aquele que está próximo de quem fuma).

Mas, por ser visível e detectável pelo cheiro, qualquer um pode se afastar de um fumante, bem como há regras em todos os lugares sobre proibição de fumantes. Assim, só fica ao lado de um fumante "quem quer".

Vírus você não enxerga, não cheira, não sente. O infectado não sabe que está lá, exceto quando os sintomas aparecem. Não dá o livre-arbítrio às pessoas de "escolherem se infectar, ou não".

Fora que, pra que a imunização seja real, é necessário um elevado percentual de pessoas imunizadas. Pra ser 100% correto, deveria ocorrer uma votação pra ver a opinião das pessoas quanto a esse passaporte da vacina.
Você já matou a questão, mas vou deixar minha humilde resposta aqui em baixo..

Você não passa o vício de fumar pra outra pessoa espirrando ou tossindo na cara dela saca. E mesmo assim, não se pode fumar em nenhum lugar fechado hoje em dia.
 

Venn

Supra-sumo
Mensagens
1.086
Reações
1.847
Pontos
178
Então deixa eu mandar outra pergunta aqui.

As pessoas que fumam deveriamvter acesso negado ao sistema de saúde (pra qualquer coisa) já que é escolha pessoal dela o uso de cigarro?
Mais fácil proibir o comércio de cigarros, do que o acesso de alguém à saúde, que é uma das funções básicas do Estado.
 

DouglaSPFC

Bam-bam-bam
Mensagens
2.598
Reações
4.379
Pontos
314
A proibição do cigarro seria economicamente inviável para o governo. Sou fumante mas apoiaria o banimento.
Em tempo, sou extremamente favorável a liberação medicinal e recreativa da maconha.
Sim, a contradição fez moradia em meu coração.
 

Spoler

Supra-sumo
Mensagens
628
Reações
1.389
Pontos
158
Assim como acho que vacina contra a civis não deve ser obrigatória para adultos (para adolescentes e crianças acho que deve), tbm acho que cigarro não deve ser proibido para adultos. O governo não pode ser intrometer na vida do cidadão, se ele quer fazer escolhas ruins, essas escolhas devem ser respeitadas.
Agora eu tbm acho que as pessoas que fazem escolhas ruins tem que arcar com as consequências de suas ações.
Se um estabelecimento não quer que pessoas fumem dentro dele para não prejudicar os outros, eu aprovo. A mesma coisa acontece se uma empresa ou estabelecimento não quer que alguém não vacinado adentre seu estabelecimento ou trabalhe para ele, tbm concordo com isso.
O grande problema que eu vejo com os não vacinados é que eles querem ter toda a liberdade de não tomar vacinas, mas não querem respeitar a liberdade de outras pessoas interagirem com elas por causa dessa escolhas.
O único problema deste argumento é que na realidade a questão de não fumar em locais fechados e a proibição de entrada de não vacinados veio de cima para baixo, não foi uma escolha dos lojistas em geral. Eu mesmo entro em várias lojas (padaria, doceria, sorveteria) sem máscara, os atendentes estão sem máscara e ninguém se preocupa.

O Estado sempre tornando a nossa vida melhor, né?
 

soltonatural

Bam-bam-bam
Mensagens
6.629
Reações
15.875
Pontos
354
Então deixa eu mandar outra pergunta aqui.

As pessoas que fumam deveriamvter acesso negado ao sistema de saúde (pra qualquer coisa) já que é escolha pessoal dela o uso de cigarro?
Não. Vamos negar ao sistema de saúde pra alguém que bateu após andar 10 km/h acima da velocidade? Olha que não estou falando nem de alcoolizado, se o cara bater sozinho porque correu a culpa é exclusivamente dele.
Negar atendimento a obeso?
A suicidas?
Como já falei não, absolutamente não.
 
Ultima Edição:

JmB!

Ei mãe, 500 pontos!
Mensagens
12.239
Reações
11.875
Pontos
684
Obrigado pela incrível contribuição.

T/
Sério mesmo que vc espera uma discussão "justa" com este tipo de comparação esdrúxula e desonesta?

Para mim, este tópico é só mais um clic bait para gerar conflitos, pra vc sair reportando pra moderação...

Admita!

T+
 

soltonatural

Bam-bam-bam
Mensagens
6.629
Reações
15.875
Pontos
354
Aproveitando que estamos num fórum de jogos. Deveríamos proibir videogame também? Porque viciado é o que não falta:

"Mais de 2 bilhões de pessoas jogam videogames em todo o mundo, incluindo 150 milhões nos Estados Unidos. As estatísticas de dependência de videogame online mostram que de 1 a 10% dos jogadores têm problemas de dependência compulsiva. Outros dados demográficos de jogadores incluem: 64% da população dos Estados Unidos são jogadores."


Ou seja, partindo da estimativa mais conservadora seriam mais de 20 milhões de viciados no mundo todo.

E aí vamos proibir o fórum quando?

Modéstia a parte, pode fechar o tópico.
 
Ultima Edição:

Venn

Supra-sumo
Mensagens
1.086
Reações
1.847
Pontos
178
Esse tópico está criando umas distorções interessantes.

Daqui a pouco chegaremos à conclusão que devemos proibir o vício, pois ele é a raiz de boa parte dos problemas. Não sei como não baixamos um decreto pra isso ainda.
 

O Rei Rubro

RIP AND TEAR
GOLD
Mensagens
25.639
Reações
49.677
Pontos
589
Esse tópico está criando umas distorções interessantes.

Daqui a pouco chegaremos à conclusão que devemos proibir o vício, pois ele é a raiz de boa parte dos problemas. Não sei como não baixamos um decreto pra isso ainda.
Só não fechando os puteiros...beleza.
 

O Rei Rubro

RIP AND TEAR
GOLD
Mensagens
25.639
Reações
49.677
Pontos
589
Depende. Daqui a pouco aparece uma estatística demonstrando a quantidade dos viciados em putaria no mundo, e daí tem que proibir também.
Proibido já é né...mas todo mundo sabe onde estão. Aliás...cigarrinho da fazenda também é proibido e todo mundo sabe onde tem.

O maior propósito das "proibições" é para deixar os concordantes á proibição dormir a noite, imaginando que certas coisas são "proibidas" e por isso estão "sob controle". E no fundo estão mesmo...mas não da forma como o povo pensa.

Tem coisa que precisa existir para manter a sociedade "funcionando".
 
Topo Fundo